INTERPRETAÇÃO CLÍNICA DO HEMOGRAMA

Departamento de Medicina Disciplina de Pediatria 2007

Identificar indicações e limitações do exame. Observar as faixas de normalidade para cada série sangüínea em função da faixa etária e sexo. com as respectivas unidades. . Conhecer as partes que o compõem.Objetivos Reconhecer o hemograma como ferramenta diagnóstica. Associar padrões de alteração com as respectivas patologias.

Luiz Gonzaga Tone e Sandra Regina Loggetto. 2005 Hematologia para o Pediatra. Atheneu. edição revisada Ed. Atheneu.Bibliografia Hematologia: Fundamentos e Prática. Marco Antônio Zago. Ed. Josefina Aparecida Pellegrini Braga. 1ª. 2007 . Roberto Passeto Falcão e Ricardo Pasquini.

.Tecido hematopoético Seres unicelulares procariontes X Seres pluricelulares eucariontes Tecido especializado Produção: vida embrionária. neonatal. fetal. infantil e adulta.

.

leucograma. observação do esfegaço Pagamento . contagem de plaquetas.Hemograma Fácil Barato ³Compulsivo´ Eritrograma.

LEUCOGRAMA PLAQUETAS .I ± Dados quantitativos ERITROGRAMA Glóbulos vermelhos: milhões/ml Hemoglobina: g/dl Hematócrito: % RDW: coeficiente de dispersão de tamanho ao redor da média. Mede intensidade da anisocitose.

II ± Ciclo de vida dos ertrócitos ERITROPOETINA MEDULA ÓSSEA CÉLULA PROGENITORA FATORES DE CRESCIMENTO 5 DIAS RETICULÓCITOS 1 DIA GLÓBULOS VERMELHOS SANGUE PERIFÉRICO 2 DIAS 120 DIAS BAÇO .

moderada ou severa Anisocitose: tamanho (macro e microcitose) Poiquilocitose: formato Normo ou hipocromia: cor halo até 30%: normocromia 50%: + 75%: ++ mais de 75%: +++ Policromatofilia: hemácias com tom azulado (reticulócitos) .III ± Dados qualitativos Leve.

IV ± Inclusões eritrocitárias Howell-Jolly: Howell-Jolly: cromatina nuclear. Inclusões de Hemoglobina H: nas colorações para reticulócitos. Anemias Pappenheimer: sideroblásticas e pós-esplenectomia. Corpos de Heinz: hemoglobina desnaturada. pósPonteado basófilo: RNA. Anemias Cabot: megaloblásticas. Heinz: Malária e outros parasitas . Grânulos de Pappenheimer: ferritina. Anemias hemolíticas e pós-esplenectomia. Talassemias e intoxicação basófilo: por chumbo. Talassemias. pósAnel de Cabot: resto de fuso celular.

eritrócitos Hemácias nucleadas (eritroblástos): anemias hemolíticas. AutoAuto-aglutinação: reações de hipersensibilidade. Empilhamento: processo inflamatório.V ± Outros achados . Avalia a função eritropoética da medula óssea. . Reticulócitos: RNA citoplasmático.

Leucócitos Normal: 4 a 11 mil/ l Recém nascido: até 30 mil/ l Desvio à esquerda: o bastonetes (> 10%) Desvio à direita: o segmentados com 5 ou mais lóbulos nucleares (> 3%) .VI .

linfócitos B se transformam em plasmócitos nos órgãos linfóides e circulam. Linfócitos atípicos: imunoblastos (aumento de citoplasma). . Mononucleose. Infecção Linfócitos plasmocitóides: sob estímulo antigênico.VII ± Alterações citoplasmáticas Granulações tóxicas: infecção Microvacúolos: infecção Corpos de Döhle: inclusões de material de retículo endoplásmico.

Plaquetas 140 a 400 mil/ l .VIII .

00 0 12.0± 16.0 1.0 Hemato (%) M 55 50 36 37 Ran g 45± 65 42± 66 31± 41 33± 42 34± 40 Reticulo c (%) Mean 5.0 13 .1 13.0± 16.0 14.5 12 .5± 14.000 Rang e 9000± 30000 5000± 21000 6000± 18000 6000± 15000 4500± 13500 Neutrop (%) M 61 40 30 45 Rang e 40±80 Lymph o (%) M 31 63 48 48 Eosino (%) M 2 3 2 2 Monoc (%) M 6 9 5 5 38 1.0 11.6 80 80 7.0 1.00 0 8.0 76±80 55 38 2 5 .0 Rang 13.5 10.5± 14.0± 20.500 5000± 10000 55 35±70 35 3 7 M 16 .7± 20.0 1.0 9.00 0 12.0 70±74 MCV (fL) Low 110 Leukocytes (WBC/mm3) M 18.5 16 .Valores hemtológicos normais para crianças e adultos Hemoglob (g/dL) Ag e Cor d 2 wk 3m 6 m± 6y 7± 12 yr Adult Fe m M 14 16 12.00 0 10.0 42 47 37±47 42±52 1.8 16 .0± 18.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful