ANATOMIA

ANATOMIA
A mamografia periódica é a chave para a sobrevida de pacientes com câncer de mama, tendo em vista que as lesões mamárias podem ser detectadas antes de se tornarem sintomáticas ou se metastatizarem. y As mamografias podem detectar uma lesão muito pequena, de até 2 mm, que pode se tornar palpável apenas 2 a 4 anos depois.Até recentemente,o câncer de mama era a principal causa de óbito por câncer entre as mulheres.
y

ANATOMIA
Nos dias atuais, o câncer pulmonar passou a ocupar o primeiro lugar. O câncer de mama é responsável por 32% de todos os novos casos de câncer detectados em mulheres e por 18% de todos os óbitos decorrentes de câncer. y A melhor defesa das mulheres contra a doença é a prevenção através de mamografias periódicas, de modo a tornar possível sua detecção precoce.
y

o câncer de mama masculino progride para estágios avançados antes de seu diagnóstico y .ANATOMIA Os homens também podem desenvolver câncer de mama. com freqüência. mas suas chances são de cerca de 1 % apenas em relação às chances das mulheres. y Como esse tipo de câncer é mais incomum. as manifestações não são identificadas tão precocemente nos homens. e.

e da borda lateral do esterno até a axila. inclusive. a mama se estende. para baixo. cada uma das glândulas mamárias ou mamas é uma eminência cônica ou hemisférica localizada nas paredes ânteroIaterais torácicas. na mesma mulher. dependendo de sua idade e da influência dos vários hormônios. habitualmente. da porção anterior da segunda costela. y O tamanho da mama varia de uma mulher para outra e. y . No entanto. até a sexta ou sétima costela.ANATOMIA DA MAMA Na mulher adulta.

uma pequena projeção contendo uma coleção de aberturas ductais das glândulas secretórias existentes dentro do tecido mamário. de cor diferente. y A área pigmentada que circunda o mamilo é denominada aréola. y O ponto de junção da porção inferior da mama com a parede anterior do tórax é chamado de prega inframamária. y y . que rodeia um ponto central. uma região circular.ANATOMIA DA SUPERFÍCIE A anatomia da superfície inclui: O mamilo.

ANATOMIA DA MAMA y O prolongamento axilar é uma faixa de tecido que envolve o músculo peitoral lateralmente (Fig.1) .

na maioria das pacientes. 12 a 1 5 cm na parede torácica.ANATOMIA DA MAMA yA largura da mama. y A medida vertical. . é maior que a medida vertical. do topo à base. em média. denominada diâmetro médio-lateral. que pode ser descrita como diâmetro crâniocaudal. tem.

o QSI (quadrante superior interno).METODOS DE LOCALIZAÇÃO Dois métodos são comumente usados para subdividir a mama em pequenas áreas com o propósito de descrever a localização de lesões encontradas(Fig. quatro quadrantes podem ser descritos usando o mamilo como centro. o QIE (quadrante inferior externo) e o QII (quadrante inferior interno). Esses quadrantes são: y O QSE (quadrante superior externo). y .2): y O sistema de quadrantes.

compara a superfície da mama ao mostrador de um relógio. pois o que for descrito às 3 horas na mama direita deve ser descrito como 9 horas.é o do sistema do mostrador de relógio.METODOS DE LOCALIZAÇÃO Um segundo método. se for na mama esquerda. y Surge um problema com esse método quando uma porção medial ou lateral de qualquer uma das mamas é descrita. y .

. um desses métodos é usado para descrever a região de especial interesse para a equipe do serviço de radiologia.METODOS DE LOCALIZAÇÃO y Se o médico solicitante ou a paciente sentir uma massa em qualquer área suspeita em alguma das mamas.

METODOS DE LOCALIZAÇÃO .

y Uma capa de tecido similar recobre o músculo grande peitoral. mas varia muito de uma mulher para outra. Uma manta de tecido fibroso envolve a mama por baixo da superfície cutânea. y . y O músculo grande peitoral é visualizado recobrindo o esqueleto torácico.CORTE SAGITAL Um corte sagital através de uma mama adulta mostra a relação da glândula mamária com as estruturas subjacentes da parede torácica:(Fig.3). y A prega inframamária está no nível da sexta costela.

y Tendo em vista que as conexões dentro do espaço retromamário são bem frouxas. y Esse espaço retromamário deve ser demonstrado em pelo menos uma incidência durante o estudo radiográfico da glândula mamária. a mama normal exibe uma mobilidade considerável na parede torácica. y .CORTE SAGITAL Esses dois revestimentos fibrosos se conectam em uma área denominado espaço retromamário.

yA quantidade de tecido glandular é razoavelmente constante de uma paciente para outra. y .CORTE SAGITAL A porção central da mama é constituída principalmente de tecido glandular. y Quantidades variáveis de tecido adiposo ou gorduroso envolvem a glândula mamária. y A variação de tamanho de indivíduo para indivíduo se deve principalmente à quantidade de tecido adiposo ou gorduroso na mama.

onde é um pouco mais grossa. exceto na área da aréola e do mamilo. ou o tamanho da mama feminina. não tem influência sobre a capacidade funcional da glândula. y . y A pele que reveste a mama é de espessura uniforme. a quantidade de tecido glandular e de tecido gorduroso.CORTE SAGITAL Considerando que a lactação ou secreção de leite é a função principal da glândula mamária.

CORTE SAGITAL .

mas se encontram agrupados em um arranjo radial.4).VISÃO FRONTAL O tecido glandular da mama é dividido em 15 a 20 lobos dispostos como os raios de uma roda em torno do mamilo (Fig. constituídos de lóbulos individuais. y Os lobos glandulares. y . não estão claramente separados.

y . um pouco antes de terminar em uma minúscula abertura na superfície do mamilo. y Esses grupos de alvéolos que formam os lóbulos são interconectados e drenam através de ductos individuais. quando ejetados na luz dos alvéolos. os lóbulos menores consistem em aglomerados de alvéolos arredondados.VISÃO FRONTAL Distalmente. as células periféricas dos alvéolos formam glóbulos de óleo em seu interior que. y À estimulação glandular. constituem os glóbulos de leite.Cada ducto se dilata em uma pequena ampola que serve como um reservatório de leite.

produzir leite para o recémnascido. y . y Uma camada de tecido adiposo logo abaixo da pele circunda e recobre o tecido glandular.VISÃO FRONTAL As várias subdivisões desses ductos e das ampolas associadas são ativadas durante a gravidez para preparar para a lactação e. após o nascimento.

está entremeada nos elementos glandulares. e sua função é dar suporte às glândulas mamárias. y Extensões formando faixas de tecido fibroso são conhecidas como ligamentos de Cooper (ou suspensores ) da mama.VISÃO FRONTAL O tecido adiposo dos lóbulos mamários. y . a gordura subcutânea. y O tecido conjuntivo (ou fibroso) interlobular circunda e dá apoio aos lobos e a outras estruturas glandulares.

como vasos sangüíneos. que não podem ser diferenciadas. as veias da glândula mamária são maiores que as artérias e estão localizadas mais perifericamente. y . y Geralmente. O termo trabéculas é usado pelos radiologistas para descrever as várias estruturas de pequeno tamanho encontradas na radiografia. nervos e vasos linfáticos. ductos e outras. algumas das veias maiores podem ser distinguidas na mamografia. y Habitualmente.VISÃO FRONTAL Cada mama é abundantemente suprida por vasos sangüíneos.

VISÃO FRONTAL .

TIPOS DE TÉCIDOS MAMÁRIOS Um dos maiores problemas ao se analisar as radiografias de mama é a presença de vários tecidos cujo contraste inerente é muito baixo.O tecido mamário pode ser dividido em três tipos principais: y 1. y 2. Fibroso ou Conjuntivo e y 3. Adiposo (Fig. y . y Como todos esses tecidos são "tecidos moles".5). não se pode contar com tecidos ósseos ou repletos de ar para propiciar um contraste. Glandular.

TIPOS DE TÉCIDOS MAMÁRIOS .

isto é. y A principal diferença nos tecidos mamários é o fato de o tecido adiposo ou gorduroso ser menos denso que os outros dois. y . a radiação é absorvida igualmente por esses dois tecidos. y Essa diferença na densidade entre o tecido adiposo e os tecidos fibrosos e glandulares fornece as diferenças de densidade fotográfica evidenciadas na radiografia.TIPOS DE TÉCIDOS MAMÁRIOS Os tecidos fibrosos e glandulares são de densidade similar .

Fibroso ou conjuntivo 3. Glandular Maior densidade semelhante (mais claro) densidade 2.TIPOS DE TÉCIDOS MAMÁRIOS y y y y Existem três tipos de tecido mamário: 1.Adiposo (mais escuro ) Menor .

y .6) mostra as diferenças nas densidades teciduais. y Observe que os tecidos glandular e fibroso (ou conjuntivo) mais densos aparecem como estruturas ou regiões "claras³. y O tecido adiposo ou gorduroso.A mamografia convencional (Fig. aparecem em tons de cinza-claro a cinza-escuro. menos denso. dependendo da espessura desses tecidos.

TIPOS DE TÉCIDOS MAMÁRIOS .

tanto a espessura da mama comprimida quanto à densidade tecidual contribuem para a seleção dos fatores de exposição. y É fácil determinar o tamanho e a espessura da mama. y A densidade relativa da mama é principalmente afetada pelas características mamárias inerentes a cada paciente. mas a densidade mamária é menos óbvia e exige informações adicionais. idade e gestações. y .CLASSIFICAÇÃO DA MAMA Na mamografia. estado hormonal.

dependendo das quantidades relativas de tecido glandular versus tecido adiposo. em termos gerais. as mamas podem ser classificadas em três categorias amplas. y Todavia. y Alterações durante a gravidez e y Lactação e alterações graduais que ocorrem durante toda a vida da paciente. y .CLASSIFICAÇÃO DA MAMA A glândula mamária sofre alterações cíclicas associadas à: y Elevação e queda das secreções hormonais durante o ciclo menstrual.

y 3.Mama Gordurosa y .Mama Fibrogordurosa.CLASSIFICAÇÃO DA MAMA Essas três categorias são descritas da seguinte maneira: y 1. y 2.Mama Fibroglandular.

porque possuem um tipo muito denso de mama. y A faixa etária comum para a categoria fibroglandular se situa entre a pós-puberdade até cerca de 30 anos de idade. y y .CLASSIFICAÇÃO DA MAMA 1. as mulheres acima dos 30 anos de idade que nunca deram a luz a um recémnascido vivo provavelmente também estarão incluídas nesse grupo geral. a mama mais jovem é bastante densa. por conter uma quantidade relativamente pequena de tecido gorduroso. y Contudo. y Gestante e mulheres na fase de lactação de qualquer idade também são agrupadas aqui.MAMA FIBROGLANDULAR Geralmente.

essa mama é de densidade média e exige menos exposição que a mama do tipo fibroglandular. y Por conseguinte. no grupo etário de 30 a 50 anos de idade. y Várias gestações em fase precoce da vida reprodutiva de uma mulher aceleram o desenvolvimento de suas mamas para esse tipo fibrogorduroso. MAMA FIBROGORDUROSA . 2. a mama não é tão densa quanto no grupo mais jovem. y Radiograficamente. a pequena quantidade de tecido gorduroso gradualmente se desvia para uma distribuição mais equânime de gordura e de tecido fibroglandular.TIPOS DE TÉCIDOS MAMÁRIOS y y À medida que a mulher envelhece e sofre maiores alterações nos tecidos mamários.

comumente a partir dos 50 anos de idade. MAMA GORDUROSA y O terceiro e último grupo é a mama gordurosa que ocorre após a menopausa. . em um processo denominado involução. a maioria do tecido glandular mamário se atrofia e é convertido em tecido adiposo. y Uma exposição ainda menor é necessária nesse tipo de mama em relação aos dois primeiros tipos descritos anteriormente. y As mamas das crianças e da maioria dos homens contêm principalmente gordura e. por isso. y Após a vida reprodutiva da mulher. também se enquadram nessa categoria.TIPOS DE TÉCIDOS MAMÁRIOS y 3.

radiograficamente y 50% gordura e 50% fibroglandular y y 2.50 anos ou mais . Mama Fibroglandular y Faixa etária comum .30 a 50 anos Mulheres jovens com três ou mais Densidade média.RESUMO 1. radiograficamente .15 a 30 anos (e mulheres nulíparas acima dos 30 anos de idade) y Gestantes ou lactantes y Radiograficamente denso y Muito pouca gordura Faixa etária comum .Mama Fibrogordurosa gestações . y Mamas de crianças e homens y 3. Pósmenopausa y Densidade mínima. Mama Gordurosa . Faixa etária comum .

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful