1 1.

1

PREENCHIMENTO DO FORMULÁRIO RETIFICADOR RDT O formulário RDT – Retificação de Dados do Trabalhador é aplicável nas seguintes hipóteses: - Exclusão de data/código de movimentação; - Retificação de categoria do trabalhador; - Retificação de data de opção/data retroação; - Retificação de recolhimento para o trabalhador doméstico (todas as situações); - Retificação de remuneração do trabalhador.

1.1.1

Na retificação de informações cadastrais e financeiras, deve ainda ser observado: - Para incorreções no recolhimento rescisório, utilizar o formulário Retificação do Recolhimento Rescisório; - O processamento de retificação mediante formulário RDT sensibiliza somente o cadastro do FGTS e não desobriga o empregador de remeter à Previdência Social, no modelo por ela definido, o SEFIP retificador ou Pedido de Exclusão, observadas orientações contidas na Circular CAIXA 415/07 e no Manual da GFIP para Usuário do SEFIP que trata da retificação por meio desse aplicativo.

1.2

O formulário RDT deve ser preenchido, conforme instrução a seguir: Protocolo de Recepção - Neste campo apor carimbo comprovando a recepção do documento em uma agência da CAIXA ou agência bancária conveniada. Seção 1 - Identificação do Empregador - É obrigatório o preenchimento dos campos desta seção e devem estar de acordo com o cadastro do FGTS, referentes a identificação do empregador cujos dados serão retificados. Razão Social/nome - Preencher com a razão social do empregador conforme consta no cadastro do FGTS. CNPJ/CEI do empregador - Preencher com o CNPJ/CEI do empregador, conforme consta no cadastro do FGTS. UF - Preencher com a Unidade da Federação onde é efetuado o recolhimento e prestação de informações ao FGTS. Código do empregador no FGTS - Preencher com o código do empregador conforme consta no cadastro do FGTS. Base da conta - Preencher com a sigla da base onde é processado o recolhimento e prestação de informações ao FGTS. Pessoa para contato - Preencher com o nome da pessoa responsável pelo preenchimento do formulário. DDD/telefone - Preencher com o telefone de contato do responsável pelo preenchimento do formulário. Endereço eletrônico (e-mail para contato) - Preencher com o endereço eletrônico do empregador. - O endereço eletrônico é de preenchimento opcional, porém é essencial para imprimir agilidade na comunicação da CAIXA com o empregador, na hipótese de necessidade de complementação

Código do trabalhador . Seção 3 .Anexar cópia da CTPS (qualificação civil.Preencher somente os campos a serem retificados em substituição à informação anteriormente contida no recolhimento e prestação de informações ao FGTS. do PIS/PASEP do trabalhador ou da inscrição na Previdência Social do contribuinte individual.Para trabalhador doméstico. conforme tabela de categoria do trabalhador (Anexo I).Preencher com a categoria correta do trabalhador. Nome do trabalhador . pode ser informado o número da inscrição na Previdência Social na condição de Contribuinte Individual .Identificação do Trabalhador .É obrigatório o preenchimento dos campos desta seção de acordo com o cadastro do FGTS. Seção 2 . exceto para a categoria de trabalhador 02 .Preencher com o nome civil correto do trabalhador.Dados Cadastrais a Retificar . desde que envolva as categorias beneficiárias do FGTS – 01 a 07. .Anexar cópia do documento ou anotação na CTPS. certidão de casamento/divórcio ou CTPS (qualificação civil e número). de acordo com a tabela de categoria do trabalhador (Anexo I). com a data de admissão correta. e desde que envolva as categorias beneficiárias do FGTS – 01 a 07. número e contrato de trabalho). no formato DD/MM/AAAA. .CI.Preencher com o número da conta vinculada conforme consta no cadastro do FGTS e desde que envolva as categorias beneficiárias do FGTS – 01 a 07. constante nos documentos do trabalhador. Nº. não inscrito no PIS/PASEP. Categoria . Data de admissão . . . com a data de admissão do trabalhador. pode ser informado o número da inscrição na Previdência Social na condição de Contribuinte Individual . Categoria . não inscrito no PIS/PASEP.Preencher. Nº do PIS/PASEP . . e desde que envolva as categorias beneficiárias do FGTS – 01 a 07. . Nome do trabalhador .Preencher com o nº.da informação prestada mediante formulário retificador ou orientação de procedimentos necessários para a efetivação da retificação. no formato DD/MM/AAAA.CI.Anexar cópia da carteira de identidade.avulso. do PIS/PASEP .Preencher.Preencher com o nº.Preencher conforme consta no cadastro do FGTS.Preencher com o nome civil do trabalhador. Data de admissão . do PIS/PASEP do trabalhador ou da inscrição na Previdência Social do contribuinte individual.Para trabalhador doméstico.

.Preencher. Nº. as remunerações informadas no campo “PARA” devem ser menor ou igual aos valores discriminados no campo “DE”.entre contas de vínculos diferentes do mesmo trabalhador no mesmo empregador. com a data de retroação correta constante nos documentos do trabalhador. .nesta hipótese. . contrato de trabalho. com a data de nascimento correta do trabalhador. esta exclusão acontece somente por meio do formulário RDT onde o campo MOVIMENTAÇÃO INFORMADA deve ser preenchido com o dado anteriormente informado e no campo MOVIMENTAÇÃO CORRETA deve ser expressa a palavra “EXCLUIR” ou “00/00/00”.Anexar cópia da CTPS (qualificação civil. . . número.Aplica-se a cópias da CTPS para opção a partir de 11/05/1990.Para opção retroativa.Para as situações de retificação deste campo que impliquem na exclusão de movimentação informada indevidamente ao FGTS.Anexar cópia da carteira de identidade. CTPS/Série/UF . com a data e o código de movimentação correto. . no formato DD/MM/AAAA. Movimentação correta (Data/Código) . .entre contas de trabalhadores diferentes no mesmo empregador. no formato DD/MM/AAAA. apenas para movimentação definitiva.Preencher. . conforme tabela de códigos de movimentação (Anexo II). no formato DD/MM/AAAA. . série e UF corretos da Carteira de Trabalho e Previdência Social do trabalhador. número. número.Termo de Opção pelo FGTS homologado pela Justiça do Trabalho para opção retroativa realizada anterior à 11/05/1990.Preencher.Anexar cópia da CTPS (qualificação civil. .Data de opção . . Data de nascimento .Preencher com o número. anotação de opção pelo FGTS ou Termo de opção pelo FGTS). Movimentação informada . processado em empregador diferente – situação de uma única guia de recolhimento relacionando trabalhadores de empregadores diferentes. observar orientação contida no item seguinte. Seção 4 .Retificação da Remuneração sem Devolução de FGTS. Data de retroação . anotação de opção pelo FGTS ou Termo de Opção pelo FGTS). contrato de trabalho). certidão de casamento/divórcio ou CTPS (qualificação civil e número).Anexar cópia da CTPS (qualificação civil. . . contrato de trabalho). com a data e o código de movimentação anteriormente informada no recolhimento e prestação de informações ao FGTS. com a data de opção correta constante nos documentos do trabalhador. . contrato de trabalho.Anexar cópia da CTPS (qualificação civil. .Viabiliza a retificação de remuneração nas seguintes hipóteses: .Anexar extrato analítico do banco depositário na hipótese da retroação não ser à data de admissão.Preencher no formato DD/MM/AAAA.Nas guias com recolhimento ao FGTS. no formato DD/MM/AAAA.Preencher. .entre conta de um mesmo trabalhador em um mesmo vínculo. identificar o empregador correto no primeiro campo da desta seção (razão social/ inscrição). número.

Quando a alteração cadastral implicar em duplicidade de conta vinculada para o trabalhador. . Para: .Caso a quantidade de trabalhadores a retificar exceda os campos previstos no formulário RDT. Sempre que for instruída a apresentação de cópia de documentos para comprovação de dados.Apor o carimbo e assinatura do empregado da CAIXA ou agência conveniada. competência e no mesmo código de recolhimento. sob carimbo.Preencher com os dados informados incorretamente na guia.5 1. 1. do responsável pela conferência. pode ser admitida a cópia autenticada em cartório ou ainda a autenticação feita à vista do documento original por empregado CAIXA.6 Podem ser exigidos documentos complementares.Preencher com o nome da cidade e a data de entrega do formulário RDT.Identificação do responsável pela solicitação. Assinatura.4 1. Quando existir mais de uma guia recolhida pelo empregador na mesma data. De: . caso a CAIXA julgue necessário. confirmada mediante aposição de carimbo com identificação do conferente. anexar ao formulário RDT cópia da guia a retificar. deve ainda ser apresentado o formulário Pedido de Unificação de Contas (Anexo III).Preencher com os dados corretos para a guia. condicionada à manutenção da mesma ordem de apresentação do modelo homologado pela CAIXA e desde que devidamente assinada..3 1. Local/Data . responsável pelo recebimento do formulário RDT para atestar que as informações retificadas conferem com o(s) documento(s) apresentado(s). Identificação e assinatura do responsável pela empresa . o número do CPF e a assinatura do signatário. devendo constar o nome completo. . pode ser acatada relação.

mas com direito ao FGTS. com contribuição sobre Categoria Contribuinte individual – Transportador autônomo. Contribuinte individual – transportador autônomo contratado por outro contribuinte individual equiparado à empresa ou por produtor rural pessoa física ou por missão diplomática e repartição consular de carreira estrangeiras. Trabalhador avulso. – Transportador autônomo.164-41. Empregado sob contrato de trabalho por prazo determinado (Lei n° 9. Menor aprendiz – Lei n° 10. Contribuinte individual remuneração. inclusive o operador de máquina. membro do Ministério Público e do Tribunal e Conselho de Contas. Agente Político. Contribuinte individual . de cargo em comissão. Contribuinte individual – contratado por outro contribuinte individual equiparado a empresa ou por produtor rural pessoa física ou por missão diplomática e repartição consular de carreira estrangeiras. de 24/08/2001. com contribuição sobre remuneração.Diretor não empregado com FGTS (Lei nº 8.097/2000. Servidor Público titular de cargo efetivo. com as alterações da Medida Provisória n° 2. 01 02 03 04 05 06 07 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 Empregado. com contribuição sobre salário-base. Contribuinte Individual – Transportador cooperado que presta serviços a empresas contratantes da cooperativa de trabalho. Servidor Público ocupante de cargo temporário. Contribuinte individual – Trabalhador autônomo ou a este equiparado. 22 23 . 16). Empregado doméstico.Diretor não empregado e demais empresários sem FGTS. magistrado. Contribuinte individual – Trabalhador autônomo ou a este equiparado. Demais agentes públicos. Contribuinte individual – Cooperado que presta serviços a empresas contratantes da cooperativa de trabalho. Contribuinte individual . trabalhador associado à cooperativa de produção.601/98). exclusivamente. art.036/90. Servidor Público ocupante. Trabalhador não vinculado ao RGPS. inclusive o operador de máquina.Anexo I – TABELA DE CATEGORIA DO TRABALHADOR Cód. com contribuição sobre salário-base.

25 26 * As categorias de 11 a 26. magistrado dos Tribunais Eleitorais. magistrado classista temporário da Justiça do Trabalho. por intermédio da cooperativa de trabalho. quando. em relação ao adicional pago pelo sindicato. . Dirigente sindical. nas três situações for mantido a qualidade de segurado empregado (sem FGTS).24 Contribuinte individual – Cooperado que presta serviços a entidade beneficente de assistência social isenta da cota patronal ou a pessoa física. somente são aplicáveis ao formulário RDT no preenchimento do campo 2 uma vez que para os demais campos somente é aplicável na hipótese de envolver as categorias de 01 a 07. por intermédio da cooperativa de trabalho. Contribuinte individual – Transportador cooperado que presta serviços a entidade beneficente de assistência social isenta da cota patronal ou a pessoa física.

Transferência de empregado para outra empresa que tenha assumido os encargos trabalhistas. Rescisão do contrato de trabalho por iniciativa do empregado. inclusive rescisão antecipada do contrato a termo. Rescisão por término do contrato a termo. Transferência de empregado para outro estabelecimento da mesma empresa. Rescisão por culpa recíproca ou força maior. Afastamento temporário por motivo de doença. por iniciativa do empregador. sem que tenha havido rescisão de contrato de trabalho. Rescisão sem justa causa do contrato de trabalho do empregado doméstico. Afastamento temporário por motivo de doença. por iniciativa do empregador. Novo afastamento temporário em decorrência da mesma doença. Mudança de regime estatutário. dentro de 60 dias contados da cessação do afastamento anterior. por período igual ou inferior a 15 dias. com justa causa. no caso de empregado não optante. com justa causa. Rescisão a pedido do empregado ou por iniciativa do empregador. Afastamento temporário por motivo de licença-maternidade decorrente de adoção ou guarda judicial de criança até 1 (um) ano de idade (120 dias). Afastamento temporário por motivo de licença-maternidade decorrente de L M N1 N2 Definitivo Definitivo Temporário Definitivo O1 O2 O3 P1 P2 P3 Q1 Q2 Q3 Q4 Q5 Temporário Temporário Temporário Temporário Temporário Temporário Temporário Temporário Temporário Temporário Temporário . por período superior a 15 dias.Anexo II – TABELA DE CÓDIGO DE MOVIMENTAÇÃO CÓD NATUREZA H I1 I2 I3 I4 J K Definitivo Definitivo Definitivo Definitivo Definitivo Definitivo Definitivo SITUAÇÃO Rescisão. por iniciativa do empregador. Afastamento temporário por motivo de aborto não criminoso. Outros motivos de rescisão do contrato de trabalho. Prorrogação do afastamento temporário por motivo de licença-maternidade. Rescisão sem justa causa. Afastamento temporário por motivo de licença-maternidade (120 dias). com menos de um ano de serviço. por período superior a 15 dias. Novo afastamento temporário em decorrência do mesmo acidente de trabalho. Afastamento temporário por motivo de acidente de trabalho. Afastamento temporário por motivo de acidente de trabalho. por período igual ou inferior a 15 dias.

Afastamento temporário para prestar serviço militar.adoção ou guarda judicial de criança a partir de 1 (um) ano até 4 (quatro) anos de idade (60 dias). Falecimento. por período igual ou inferior a 15 dias. R S2 S3 U1 U2 U3 W X Y Z1 Z2 Z3 Z4 Z5 Z6 Temporário Definitivo Definitivo Definitivo Temporário Definitivo Temporário Temporário Temporário Temporário Temporário Temporário Temporário Temporário Temporário . Afastamento temporário para exercício de mandato sindical. Retorno de novo afastamento temporário em decorrência do mesmo acidente de trabalho. Aposentadoria por tempo de contribuição ou idade com continuidade de vínculo empregatício. Licença sem vencimentos. Retorno de afastamento temporário por motivo de acidente do trabalho. Retorno de afastamento temporário por motivo de acidente de trabalho. Q6 Temporário Afastamento temporário por motivo de licença-maternidade decorrente de adoção ou guarda judicial de criança a partir de 4 (quatro) anos até 8 (oito) anos de idade (30 dias). Retorno de afastamento temporário por motivo de licença-maternidade. Retorno de afastamento temporário por motivo de prestação de serviço militar. Aposentadoria por tempo de contribuição ou idade sem continuidade de vínculo empregatício. Outros retornos de afastamento temporário e/ou licença. Falecimento motivado por acidente de trabalho. Outros motivos de afastamento temporário. Aposentadoria por invalidez.

razão social. * para fusão de conta empresa relacionar: . endereço completo (Rua/ AV/ TRAV – número – Distrito/Bairro/Estado/CEP). Local. CPF.código dos estabelecimentos. sigla do Estado. . identidade e cargo/função) Discriminação dos documentos em anexo: 1 2 3 .nome. . Para contato informo: telefone/ramal/ nome pessoa para contato/endereço eletrônico. CNPJ/CEI. .inscrição PIS/PASEP.inscrição das empresas * para fusão de conta do trabalhador relacionar: . vem solicitar a UNIFICAÇÃO da (s) contas FGTS abaixo relacionadas.data admissão. . dia / mês / ano.código empresa/trabalhador. . Assinatura Identificação (nome por extenso. _______________ / sigla do estado Nome/razão social do empregador.Anexo V – FORMULÁRIO PARA PEDIDO DE UNIFICAÇÃO DE CONTAS FGTS À CAIXA ECONÔMICA FEDERAL Ag.