P. 1
Revisão Análise Textual

Revisão Análise Textual

|Views: 5.240|Likes:
Publicado porLívia Soares

More info:

Published by: Lívia Soares on May 15, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

05/07/2013

pdf

text

original

ANÁLISE TEXTUAL - REVISÃO AV2

AULA 1 – LÍNGUA, LINGUAGEM E VARIAÇÃO LINGUÍSTICA. Questão 1 Leia o texto abaixo. Se um falante produzir “Aquelas mina não têm trampo.” e outro falante produzir “Aquelas gatas são maneiras.”, a utilização de “mina” e “gatas”, leva-nos a pensar em uma variação em relação: a) ao sexo (masculino e feminino). b) ao grau de escolarização. c) à região geográfica. d) à faixa etária.

AULA 2 - ADEQUAÇÃO LINGUÍSTICA, VARIAÇÃO LINGUÍSTICA, TEXTO E HIPERTEXTO. Questão 2 Leia o diálogo a seguir. Pai não entende nada - Um biquíni novo? - É, pai. - Você comprou um no ano passado! - Não serve mais, pai. Eu cresci. - Como não serve? No ano passado você tinha 14 anos, este ano tem 15. Não cresceu tanto assim. - Não serve, pai. - Está bem, está bem. Toma o dinheiro. Compra um biquíni maior. - Maior não, pai. Menor. Aquele pai, também, não entendia nada. VERÍSSIMO, Luis Fernando. Comédias da vida privada: 101 crônicas escolhidas. Porto Alegre: L&PM, 1995. p. 255.

Como sabemos. Questão 3 Leia o texto a seguir. b) O preço do biquíni. O enunciado acima apresenta problemas: . FATORES DE COERÊNCIA. c) Algumas meninas exibem o corpo. Questão 4 “Ela comprou muitos cadernos na nova loja.TIPOS DE COERÊNCIA. Poderia ter feito muito mais filmes. COESÃO SEQUENCIAL ARTICULAÇÕES SINTÁTICAS E SEMÂNTICAS. Acho que foi uma premonição. mas foi vítima do totalitarismo socialista. uma vez que ele já tinha declarado que “A Fraternidade é Vermelha” seria seu último filme. d) Sua filha é muito recatada. no Jornal da Tarde. 14/13/96) O operador argumentativo que NÃO poderia substituir “uma vez que”. a oralidade é repleta de elementos do contexto importantes à construção de sentidos. Foi o cineasta contemporâneo que conseguiu chegar mais perto do conceito de Deus. no texto. AULA 3 – TEXTUALIDADE. mas não comprou nenhum material escolar”. (Leon Cakoff. Das informações abaixo. é: a) porque b) pois c) já que d) se bem que AULA 4 . assinale aquela que o pai NÃO considera: a) A falta de dinheiro.

pode-se dizer que é: a) uma sequência dissertativa que pertence ao gênero reportagem. Sobre o texto da questão 5. b) Informar sobre as novas técnicas para evitar doenças respiratórias. (Extraído de http://veja. AULA 5 . Questão 6 Sabemos que os GÊNEROS TEXTUAIS são formados por sequências diferenciadas denominadas TIPOS TEXTUAIS.br/index.shtml) A construção sintática do título do texto.TIPOLOGIA TEXTUAL E GÊNEROS TEXTUAIS (PARTE 1). Saiba por que isso acontece e confira dicas de especialistas para reduzir os efeitos à sua saúde durante a estação. fornece-nos um resumo das ideias do texto. porque há uma contradição entre as orações.com.abril. . porque a conjunção “mas” deveria ser substituída por “no entanto”. geralmente. porque não há elos coesivos suficientes. com nomes. reforça o seguinte propósito comunicativo: a) Apresentar dicas para reduzir os efeitos climáticos. c) Discutir o melhor procedimento para evitar problemas de saúde. Questão 5 Sabendo que o título de um texto. b) na coerência. predominantemente. b) uma sequência narrativa que pertence ao gênero carta comercial. porque a palavra “roupa” substituiu a palavra “vestido”. Leia o exemplo abaixo: Inverno: cuidados extras com a sua saúde A partir deste mês. c) na coesão. alergias e doenças respiratórias se agravam como resultado dos fatores climáticos. d) Alertar para a necessidade de mais cuidados com a saúde.a) na coerência. d) na coesão.

mas que: a) apresentam uma sequência narrativa. A instantaneidade não permite muita reflexão. apresentam características muito parecidas às da modalidade falada da língua. c) a fragmentação do texto. Questão 8 Sobre conto e crônica. desde que não se fale de assuntos ‘internos’. p. Como são textos instantâneos. Questão 7 Leia o texto abaixo. Dentre elas. 24 de maio de 2010. crônica.) A CBF liberou o uso do Twitter durante a Copa. expor. b) o uso de gírias.. . No futebol.(. 32) O Twitter é uma ferramenta da tecnologia moderna que permite veicular informações curtas sobre assuntos variados. d) uma sequência argumentativa que pertence ao gênero currículo. escreveu. “No Twitter é assim: pensou. petição. argumentar. d) a ausência de reflexão. dissertar.Tipologia textual (parte 2): narrar. b) caracterizam-se pela apresentação de uma estrutura argumentativa. Gêneros textuais: conto. Mas todos os jogadores vão entender essa instrução da mesma forma?”(Revista Época. Quem acompanha essas postagens são chamados “seguidores”. c) limitam-se a narrar fatos científicos.. é correto afirmar que são gêneros textuais distintos. isso significa desde presidentes de clubes anunciando contratações a “cornetando” os rivais até mulheres de jogadores reclamando da substituição do marido. AULA 6 .c) uma sequência descritiva que pertence ao gênero currículo. a que mais preocupa a CBF com relação ao uso do Twitter pelos jogadores é: a) as repetições.

um erro em termos de concordância cometido por Jarbas passarinho.d) fazem uso de uma linguagem técnica. A língua nossa de cada dia. Leia o trecho a seguir: Um dos gomos ou pomos da discórdia verbal foi a frase pinçada de coluna publicada em 03/08/04. indique a alternativa cujo elemento estruturador da narrativa NÃO foi interposto no episódio: "Porque não quis pagar uma garrafa de cerveja. Deonísio da. Conflitos jurídicos e gramaticais. na introdução. entre outros assuntos. Penha. residente na rua Xavier. Questão 9 Na crônica Conflitos jurídicos e gramaticais. matou ontem em Vigário Geral.” Não há como abonar sua opção sintática.) As crônicas caracterizam-se pela abordagem de um assunto comum no dia a dia. o professor Deonísio da Silva. SP: Novo Século Editora. Na crônica apresentada. o seu colega Joaquim de Oliveira." a) o lugar b) as personagens c) o fato d) o modo . 25. (Extraído de SILVA. de trinta anos. Questão 10 Com base no texto abaixo. Pedro da Silva. d) elogia o papel dos escritores em seus textos. c) desconhece as normas da língua portuguesa. Escreveu Jarbas Passarinho: “A descoberta dos campos de extermínio nazistas horrorizaram (sic) o mundo. pedreiro. 2007. Osasco. In. b) apresenta. discute. o autor a) faz referência a outro texto já publicado. sua estratégia argumentativa.

Leia-o atentamente. desistiu com a noite. Enrouqueceu de gritar. um episódio curto. No parágrafo apresentado. Levantou o olhar para cima e viu que sozinho não conseguiria sair. subiu. (Disponível em narrativo.era cavar. não se ouviu um som humano. perguntou o que havia: O que é que há? O coveiro então gritou. . isto é. Os passos se aproximaram. fez-se o silêncio das horas tardias. meu pobre mortinho! E. Alguém tirou a terra de cima de você. Ninguém atendeu. cansou de esbravejar. Gritou. desesperado. Deitado no fundo da cova o coveiro gritou. Gritou mais forte. a ideia central do parágrafo é um incidente. Só pouco depois da meia-noite é que vieram uns passos. cavando. pegando a pá. Ninguém veio.html) http://raquelletras. d) verbos de ação que se referem às personagens.coveiro . c) dados que comprovam os argumentos do autor. de repente. há uma série de a) informações implícitas que devem ser inferidas. embora o cemitério estivesse cheio de pipilos e coaxares naturais dos matos. percebeu que cavara demais.com/2010/03/exemplo-texto- Nas narrações. coitado! .Tentou sair da cova e não conseguiu. Questão 11 O texto abaixo exemplifica uma sequência narrativa. Uma cabeça ébria apareceu lá em cima. na noite escura. Estou com um frio terrível! Mas. Mas. pois sua profissão . por favor. cavando. A noite chegou. b) atributos utilizados para descrever as personagens.blogspot. na distração do ofício que amava. desesperado: Tire-me daqui. encheu-a e pôs-se a cobri-lo cuidadosamente. Bateu o frio da madrugada e. O Coveiro Millôr Fernandes Ele foi cavando.condoeu-se o bêbado . Sentou-se no fundo da cova.Tem toda razão de estar com frio.AULA 7 – Estrutura do parágrafo.

ficando sujeito a severas punições." (Dalmo de Abreu Dallan) Pode-se afirmar que esse trecho é um parágrafo: a) narrativo. b) ao tópico frasal. Questão 13 "É comum. torturar um preso ou detido é abuso de autoridade somado à agressão e lesões corporais. policiais incompetentes. Além de ser um procedimento covarde. a que se agregam outras. podendo qualificar-se como homicídio.pciconcursos. ou nuclear. intimamente relacionadas pelo sentido e logicamente decorrentes dela”. . c) dissertativo.com. A confissão obtida mediante tortura não tem valor legal e o torturador comete crime. a prática de tortura contra presos. incapazes de realizar uma investigação séria. Como tem sido denunciado com grande frequência. (Disponível em http://www.Questão 12 Leia a definição abaixo: “É uma unidade de composição constituída por um ou mais de um período. secundárias. usam a tortura para obrigar o preso a confessar um crime. no Brasil. que ofende a dignidade humana.br) Pode-se dizer que a definição apresentada refere-se: a) ao parágrafo. em que se desenvolve determinada ideia central. essa prática é legalmente condenada. Embora não exista ainda nas leis penais a definição do 'crime de tortura'. quando a vítima da tortura vem a morrer. b) descritivo. c) ao raciocínio argumentativo. d) injuntivo. A tortura é imoral e constitui crime. d) à tipologia textual.

é preciso pensar no tipo de argumento utilizado. alguns animais são mamíferos. c) uma premissa e uma conclusão.AULA 8 . Questão 14 Leia o texto abaixo. No texto apresentado.Passeiweb. d) três premissas. Logo. O cinema nacional conquistou nos últimos anos qualidade e faturamento nunca vistos antes.a famosa frase-conceito do diretor Gláuber Rocha – virou uma fórmula eficiente para explicar os R$ 130 milhões que o cinema brasileiro faturou no ano passado. b) uma premissa e duas conclusões. “Uma câmera na mão e uma ideia na cabeça” . pode-se perceber que o autor fez uso de um argumento a) de autoridade. Alguns animais são baleias. (Adaptado de época. . c) baseado no consenso. Sabe-se que o silogismo é uma forma de organização do pensamento. b) baseado em provas concretas. Questão 15 Leia o silogismo abaixo. Todas as baleias são mamíferos.RACIOCÍNIO ARGUMENTATIVO. pode-se dizer que há a) duas premissas e uma conclusão. d) com base no raciocínio lógico. No exemplo apresentado. 14/04/2004) Disponível em http://www.Com/na_ponta_lingua/sala_de_aula/portugues/redac ao/dissertacao_e_narracao/argumentos Na construção de um texto argumentativo.

Analise-a e. . b) A frase é incoerente porque não conseguimos entendê-la de modo algum.Questão 16 A frase abaixo possui mais de um significado. d) Há problemas na coesão e na coerência da frase apresentada porque desconhecemos o ministro. c) A ausência de elos coesivos prejudicou o entendimento da frase. a) É preciso observar a situação comunicativa porque há duas possibilidades de interpretação para a frase. assinale o comentário correto acerca do modo como ela foi redigida: A demissão do ministro foi surpreendente. em seguida.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->