P. 1
Modelo Ata Patrimonial

Modelo Ata Patrimonial

|Views: 1.322|Likes:
Publicado porronalddosilva3223

More info:

Published by: ronalddosilva3223 on Sep 15, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

05/23/2013

pdf

text

original

Prefeitura Um. O funcionário designado para tal atividade. Ex. Durável .2. desinfetantes. Material Permanente: ao público pela período de q w . evitar-se-á a movimentação. A classificação inicial do material é processada por ocasião da compra e obedece a duas grandes ordens: 1. Para efeito de "Levantamento Físico" dos bens serão observadas as seguintes normas: a) O encarregado do patrimônio comunicará com um dia de antecedência. c) O levantamento será feito em formulário próprio que será complementado posteriormente. combustíveis. Será considerado de responsabilidade daquele órgão. PW'l iru d u l * ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL REGULAMENTO GERAL DO ART. 2. / .: papel.1. etc.aquele que extingue com a primeira utilização. d) O levantamento deverá ser feito de forma analítica. copos de vidro. Material de Consumo: 1. ao responsável pelo órgão onde se efetuará o levantamento. 1.aquele que mesmo não se consumindo pela utilização apresenta durabilidade inferior a dois anos ou grande fragilidade. nenhum bem poderá ser recebido ou transferido sem o conhecimento do encarregado do Patrimônio. vestu 2. Imediafo . LEVANTAMENTO F~SICO Antes de iniciar o tombamento geral dos bens. a Prefeitura deverá designar um funcionário encarregado para a realização do tombamento físico. fazendo-se uma descrição detalhada de suas características.: Lâmpadas. deverá receber um treinamento e acompanhamento posterior para bem desempenhar a função de administrador de bens patrimoniais. Ex. que deverá tomar as providências visando facilitar os trabalhos. transferência ou remoção de qualquer unidade patrimonial até que seja concluído o trabalho. e) Após o tombamento. 1. todo o material que ali se encontra por ocasião do tombamento. Nada será arrolado que não se encontre no local do tombamento. b) Durante o levantamento. bem como administrar o controle de todos os bens patrimoniais. 93 DA LEI ORGÂNICA MUNICIPAL BENS MUNICIPAIS - 1.

Todo material tombado constitui propriedade definitiva do Município. Qualquer alteração subseqüente ao tombamento será necessariamente objeto de registro por parte do órgão do Patrimônio. A composição da codificação obedecerá aos seguintes princípios: a) b) GRUPO: Dois algarismos separados por um ponto. *i**i r ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Aquele que apresenta durabilidade superior a dois anos. com a ciência do Encarregado do Patrimônio. o que constitui o tombamento propriamente dito. que manterá os registros sintéticos dos bens móveis e imóveis. A eliminação física do bem. uma série de algarismos significativos do grupo. e. . todos os materiais permanentes obedecerão a uma codificação que. passando a integrar o Património da Prefeitura. Para efeito de tombamento. conforme classificação deste regulamento. deverá a Prefeitura utilizar as normas de classificação de materiais. de forma não acidental. ou a sua alienação. que deverá opinar pela sua retirada do tombamento. além de acompanhar os impressos as referências ao material. Para facilidade de controle e pela necessidade de visualização desse controle no próprio elemento controlado e de pronta identificação. será nele estampado. que manterá os registros analíticos dos bens patrimoniais. A classificação e a codificação dos bens patrimoniais deverão ser efetuadas segundo as normas sugeridas. objeto de tombamento. # . SUB-GRUPO: Dois algarismos separados do grupo por um ponto. Na contabilidade. indicativo do setorldepartament indicativo da classe do bem. . Após a classificação do material proceder-se-á a sua inscrição no Patrimônio Municipal. Esta inscrição se dá de dois modos: No órgão encarregado das funções de administração patrimonial. Feita a classificação. indicativo do Órgáo onde se encontra. serão sempre precedidos de autorização do Secretário Municipal. Para a classificação do material permanente. o material permanente será gnipado em classes cujos componentes guardam similitude de utilização. obedecidas as normas legais. O material permanente constitui.Uni. subgrupo e classe passarão a constituir a primeira parte do número do código do material.' . e informação ao Setor de Controle Interno para ciência. com o cancelamento da inscrição.

.

Secretaris Qbraç 01. Gabinete do Secretário 02.Prefeitura Lhie. Biblioteca E s c o ! ~ ~ 13. Laborathrie Ciências 1? Laboratório de Inforrnática 12.miu(-L*i ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL 02 E ~ c ~.A&3fiic pirro!ras I0 3 Escola Casemirc de Abreu 0d.Esco!a P.pütador Armários .eino!c!o Ror" 0 7 Coordenação de Nutricão 08. Meio Ambiente e Assistência Social 01_ Gabinete do Secretário G 2 . Secretaria da Agricultura.r.A. CoordsnaHo Pedagógiua 09. BENS MÓVEIS = Ra& para x. Escola Frei Clemente E. Patrulha Agricola 07. S ^ de A!e~rlimentn ! I 03. !JtensíliodDiversis 06 Veículos 0 s códioos dos grupos sub-grupos e classes estão distribuídos conforme relação abaixo.imóyeic 02.Arris?i. lJni&& anitárig Básica 0 5 RecepMo GerallSale de Espera 06. Máquinas e Equipamentos 0 4 Móveis 05. Coordenação Esqorte e Lazer ?C).!moxarifadcr CLASSE Q?. Biblioteca Pública Municipal 0 5 Secretaria da Saúde. ? l ~ i ! h á ' ~ 03 Cozinha 04. . Indústria e Comércio 01 Gabinete do Secretário 92.nrizSnda! 0 3 Meio Ambiente QA. í.. Livros e Publicacões O?. Esciil!a Lau~e~tine Machadn 05.

UTENS~LIOS DIVERSOS I Bisturis Caixas térmicas Pinças Espátulas Esterilizadores Estetoscópios Esfignomanômetro Nebulizadores Pesos Trenas Escada Descansa braço Porta Soro Guilhotina Alicate rebitador Tesouras Sonda exploradora Alavancas para extração Afastador de cirurgia Cabo de bisturi - hfsifura Municipal de riaH .Prefeitura Uni R*. .r*i)uli ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Fogões Arquivos Balc6es Cadeiras Mesas = Estantes Cofres Escrivaninhas Estantes Poltronas Sofás Prateleiras Cadeiras odontológicas Equipamentos dentários Mesas clínicas Mesas de cirurgia Mesas ginecológicas = Cadeiras escolares Carteiras escolares Quadros-negros Mocho = Instrumentos musicais Relógio-ponto Telefones Cadeira de roda Obras de arte - 2. .

MAQUINAS - E EQUIPAMENTOS Refrigeradores elou freezer Autoclave Estufa Central telefônica Eletrocardiógrafo Máquina de calcular Máquina de datilografia Rádio toca fitas Ferro de passar Compressor odontológico Caixa de som Sintonizador Balança de bebê CPU's Impressoras Batedeiras Furadeira elétrica Motossera Roçadeira Pulverizador Prensa de cana Distribuidor de adubo Concha de Retroescavadeira Plaina hidráulica Distribuidor de calcário Raspadeira agrícola Perfurador com brocas = Asa arado subsolador Enxada rotativa Mimegrafo Ultra-sonografia Projetos de Slides Scanner Filmadora Antena Parabólica Serra Tico-Tico Ventilador Aquecedor Raio X Videocassetes Liquidificadores HUB 16 portas Monitores de vídeo No-breaks - local viaivd .Prefeitura "mPwiwdr**« ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Avental de chumbo Negatoscópio 3.

VE~CULOS Automóveis Caminhões Motocicletas Ônibus Utilitários (ambulância) 5. @3a .RS . LIVROS E PUBLICACOES = Livros Soítwares Educacionais = Fitas VHS Educativas ou DVD Dicionários Coletâneas Programas de Computador Prefrifura Municipal de Tio Hugo . locai vir~vd 1 ao público psloperiodo de@#..* ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Terminal devideo Placa Multiserrial Compressores de ar Marteletes Motoniveladoras Pás carregadeiras Perfuratrizes Retro-escavadeiras Estufas Filmadoras Televisores Fotocopiadoras Forno elétrico Máquinas fotográficas Tratores de esteiras Tratores de pneus Rolo compactador Estabilizadores Macacos hidráulicos Grinchos hidráulicos Lixadeiras Máquinas de cortar grama Máquinas de perfurar Máquina de pulverizar Máquina de soldar Plainadeiras Serras circulares Serras de fitas Soldadora Tornos mecânicos Utilitários 4.Prefeitura """liq*ii. Este docum ficou afixado en.&.

*. rurais. pintar-se-á o código w m tinta de preferência de cor branca. No caso de veículos. Os objetos artísticos e troféus poderão dispensar a fixação da etiqueta ou pintura do código se tal medida implicar em prejuízo estético. mas procurará facilitar a pronta identificação do material. bibliotecas. r - ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL 6. no mês de dezembro. podem ser controlados numericamente. . A estampagem do código na peça respeitará a estética. Esse controle se traduz no inventário geral do . O acervo bibliográfico. proceder-se-á ao controle geral dos registros. obras literárias e livros. dependendo da natureza do bem. CONTROLE DE REGISTROS . pavimentações) Torres de Refrigeração Parques Praças de Esportes Incubadoras Galpões ou pavilhões Usinas de Reciclagem de Lixo Usinas Hidrelétricas Usinas Termoelétricas Usinas de Britagem A codificação dos bens móveis deverá ser feita através de etiqueta metálica ou outro método mais usado no mercado. BENS IMÓVEIS Prédios (Galpões. urbanos) Benfeitorias (cercados. poderá ser pintado o código na porta ou no capô pelo lado interno. será gravada.TERMO DE RESPONSABILIDADES (Modelo 1) Anualmente. ou soldada a frio a etiqueta contendo sua identificago. As ferramentas e o material médico-odontológico de pequeno porte poderão ser controlados numericamente. 8. guaritas. Nos bens móveis. garagens) = Terrenos (terras agrícolas.Prefeitura "nu X i p * .

a real existência do bem.r*U. Quando o recebimento ou transferência for por doação. os extravios ocorridos e sobretudo a conferência e correção dos eventuais erros de controle. O inventário é precedido em duas etapas: - Na primeira. verificar-se-á os itens referentes. procura-se determinar as alteraçóes verificadas no decurso do exercício. dentro da Prefeitura ou entre Escolas da Rede Pública Municipal. para que esta tome as medidas cabíveis e seja baixado da contabilidade municipal e do património. material para relacionar os bens para efeito de verificação física. as variações no valor do patrimônio. deverá ser preenchida uma guia para acompanhá-lo. seu estado de conservação e sua codificação. que está no mesmo formulário que o Termo de Baixa. conservação e retorno ao local de tombamento. AUTORIZAÇÃO SA~DA BEM DE Quando um bem móvel necessitar de consertos ou servir de empréstimos a outro setor. . sempre preencher o Termo de Doação. Na segunda. TRANSFERÊNCIA PATRIMONIAL (Modelo 2) Destina-se manter o controle das transferências de bens permanentes de um órgão a outro órgão. o responsável deverá comunicar a pessoa encarregada pelo Patrimônio. ou ainda de um Órgão da Prefeitura para outra entidade pública que não é do próprio município. O mesmo acontece se um bem for doado seguindo todos os tramites legais.rd. Cabe ao Chefe do Setor ou pessoa encarregada pelo bem patrirnonial a responsabilidade quanto aos cuidados. ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Com o inventário. 11. com suas características.Prefeitura unieiPi. que será assinada pelo recebedor. será enviado a cada órgão. onde identifique o possível defeito ou serviços ou mesmo para quem foi emprestado. anotar em um protocolo do setor. 12. Quando houve transferências ou empréstimo de um bem de um setor para outro. Seguem anexos os formulárioslModelos a serem usados na Administração do Património. através de formulário específico. TERMO DE BAIXA elou TERMO DE DOAÇÃO (Modelo 3) Quando um bem for danificado e se tornar inutilizável. 9.

- Processado em i / .PATRIM. . I 1 I DESCRIÇAO I^CIPITITDITq N'TOMB. Tio HugoiRS. informando B Administraçao do PatrimOnio quando necessitar de reitira. . comprornentendome a manta-los no melhor estado posslvel. Planejamento e Finanças Administraçao de Patrimbnio Setor' CONTROLE DE REGISTROS -TERMO DE RESPONSABILIDADE ITEM I QTDE.. A DATA: / / USODORESPONSAVEL Declaro para os devidos fins que os Bens Patrimoniais acima especificados ficarao sob minha responsabilidade.Secretaria Municipal da Administraçho. conserto ou inutilizaçio. I I I CARACTERISTICAS I I I EXIST~NCIAI I S I I N I I 6TIMO I I ESTADO DE CONSERVAÇAO BOM I REGULAR I DANIFICADO I INSERVIVE I I I I I USO D SMAPF/ADM. I 1 C: Compras P: Permuta T: Transferancia TC: Termo de Cessao TD: Termo DoaçBo .

PREFEITURA MUNICIPAL DE TIO HUGO SeaetaM Municipal da Adminisiw. Planejamentoe Finanças Adminiside Patrimdnio TRANSFERÊNCIA PATRIMONIAL OBSERVAÇ~ES: EM -1-1RESP. ADM. PATRIM~NIO . SETOR ORIGEM EM --11 TRANSF.EM I I RESP. SETOR DESTINATÁRIO RESP.

Administração de PatrimOnio TERMO DE BAIXA WOU TERMO DE DOAÇÃO DE BEM PATRIMONIAL dos bens propostos. . Procedi os registros de baixa.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->