UNOESTE – Universidade do Oeste Paulista

MANTIDA PELA ASSOCIAÇÃO PRUDENTINA DE EDUCAÇÃO E CULTURA – APEC DISCIPLINA DE BIOQUÍMICA

DOSAGEM DE GLICOSE NO JEJUM
OBJETIVOS: 1-Determinar a concentração da glicose plasmática de um paciente em jejum. 2-Interpretar os resultados através da comparação com os valores de referência. MATERIAIS E MÉTODOS: -Amostra: Se for coletado soro, centrifugar imediatamente após a coleta e o soro separado do coágulo, evitando o consumo da glicose, ou seja, ação das enzimas promovendo glicólise. Se for no plasma, deve-se utilizar anticoagulante antiglicolítico como o KF (fluoreto de potássio, mais solúvel que o sal de sódio), neste caso a amostra é estável por 3 dias entre 2-8°C -Método Colorimétrico Enzimático Glicose-Oxidase (GOD-POD):

-Reagente Trabalho e Padrão estável por 6 meses em frasco âmbar de vidro na geladeira. Quando abrir marcar a data. -Pipeta de 2,0 mL e pipeta automática de 20µL (0,02 mL).

PROCEDIMENTO: BRANCO TESTE PADRÃO Amostra 0,02 mL Padrão 100mg /dL 0,02 mL Reagente Trabalho 2,0 mL 2,0 mL 2,0 mL Misturar vigorosamente e colocar em Banho Maria por 15 minutos. Determinar as absorbâncias do teste e padrão em 505 nm ou filtro verde (490 a 520nm), acertando o zero com o branco. A cor é estável por 60 minutos. Cálculos: Conc. Padrão = FATOR Absorbância do Padrão Absorbância do Teste x FATOR = Conc. Amostra (mg/dL) OU GLICOSE (mg/dL) = Absorbância da amostra x 100 Absorbância do padrão

Valores Referenciais: Normal:70 a 99mg/dL (plasma) Pré-diabético: 100 a 125mg/dL Diabético: ≥ 126mg/dL

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful