Você está na página 1de 18
ALZIRA MARÇAL DE O THEBIT – FÍSICA 1 ROTEIRO/EXERCÍCIOS PARA ESTUDOS AUTÔNOMOS - RECUPERAÇÃO 2º

ALZIRA MARÇAL DE O THEBIT FÍSICA 1 ROTEIRO/EXERCÍCIOS PARA ESTUDOS AUTÔNOMOS - RECUPERAÇÃO 2º BIMESTRE

Questões abertas:

Questão 01 - Um objeto desloca-se em movimento retilíneo uniforme durante 30s. A figura representa o gráfico da posição(s) em função do tempo (t). Verifique a partir do gráfico, qual a posição do corpo no instante t=30s.

do gráfico, qual a posição do corpo no instante t=30s. Questão 02 - O gráfico relaciona

Questão 02 - O gráfico relaciona a posição (s) de um móvel em função do tempo (t). A partir do gráfico, determine a velocidade média do móvel.

partir do gráfico, determine a velocidade média do móvel. Questão 03 - O gráfico a seguir

Questão 03 - O gráfico a seguir relaciona a velocidade escalar(v) de um corpo em função do tempo (t). Determine a distância percorrida pelo corpo entre os instantes t =2,5 s e t=5,0 s.

percorrida pelo corpo entre os instantes t =2,5 s e t=5,0 s. Questão 04 - Questão

Questão 04 - Questão 01 - (FEI) O gráfico representa o espaço percorrido, em função do tempo, por um móvel em MRUV. Determine a equação horária da velocidade desse móvel e que posição ele ocupará no instante t = 0,5s.

em MRUV. Determine a equação horária da velocidade desse móvel e que posição ele ocupará no

Questão 05 - Uma pedra é abandonada de um penhasco de 80 m de altura. Com que velocidade ela chega ao solo? Quanto tempo demora a pedra para chegar ao solo?

Questão 06 - Um gato consegue sair ileso de muitas quedas. Suponha que a maior velocidade com a qual ele possa atingir o solo, sem se machucar, seja de 8 m/s. Então,

desprezando a resistência do ar, calcule a altura máxima de queda, para que o gato nada

sofra?

Questão 07 Um pequeno bloco de massa igual a 2,0 kg sobe uma rampa inclinada de 30° em relação à horizontal, sob a ação de uma força F de intensidade 20N, conforme indica a

figura. Sendo g = 10 m/s² e h = 2,0 m, determine o trabalho realizado pela força F, pelo peso P

e pela normal N, no deslocamento de A para B. Dado sen 30° = 0,5; cos 30° = 0,87.

de A para B. Dado sen 30° = 0,5; cos 30° = 0,87. Questão 08 –

Questão 08 Considere o sistema elástico constituído de uma mola e de

pequeno bloco. A constante elástica da mola é igual a 50 N/m. Inicialmente

o sistema está em equilíbrio (figura a). A seguir, a mola é alongada,

passando pelas posições A (figura b) e B (figura c). Sejam as deformações

x A = AO = 10 cm e x B = OB = 20 cm. Determine o trabalho da força elástica nos deslocamentos de:

a) O para A

b) B para O

c) B para A

nos deslocamentos de: a) O para A b) B para O c) B para A Questão

Questão 09 Determine o trabalho realizado por F, no deslocamento de x = 0 até x = 4,0 m, em joules.

por F, no deslocamento de x = 0 até x = 4,0 m, em joules. Questão

Questão 10 - Uma empilhadeira elétrica transporta do chão até uma prateleira, a 6 m do chão,

um pacote de 120 kg. O gráfico adiante ilustra a altura do pacote em função do tempo. Calcule

a potência aplicada ao corpo pela empilhadeira? Se o rendimento da empilhadeira é de 60%, qual a sua potência nominal?

a potência aplicada ao corpo pela empilhadeira? Se o rendimento da empilhadeira é de 60%, qual

Questões fechadas:

Questão 01-(UFJF-MG.mod.) Num laboratório de Física, um pesquisador observou os movimentos de duas partículas e representou a variação da posição de cada uma delas no tempo de acordo com o gráfico ao lado. Pode- se afirmar que:

de acordo com o gráfico ao lado. Pode- se afirmar que: a) As duas partículas estão

a) As duas partículas estão se deslocando no mesmo sentido e com velocidades iguais.

b) A partícula B é mais lenta que a partícula A e tem sentido oposto a esta.

c) A partícula A é mais rápida que B e se desloca no mesmo sentido desta.

d) A partícula B é mais rápida que A e tem sentido oposto a esta

Questão 02 - Dois móveis, M e N, deslocam-se numa mesma reta. Suas posições, em função do tempo, estão registradas no gráfico. Com base nele, o encontro dos móveis M e N dá-se no instante:

a) 10 s

b) 5 s

c) 20 s

d) 8 s

Questão 03 - Considere o gráfico das posições em função do tempo para uma partícula em movimento uniformemente variado. A equação horária para esse movimento, no SI, é:

a) s = 3,0 t

b) s = 1,5 t 2

c) s = 3,0 t 2

d) s = 3,0 t + 1,5 t 2

t b) s = 1,5 t 2 c) s = 3,0 t 2 d) s =
t b) s = 1,5 t 2 c) s = 3,0 t 2 d) s =

Questão 04 - Uma pedra A é lançada verticalmente para cima a partir do solo, com a velocidade de 40 m/s. Simultaneamente, na mesma vertical, outra pedra B é abandonada a

partir do repouso do alto de um edifício com 80 m de altura. Desprezando a resistência do ar e considerando g = 10 m/s², podemos afirmar que o instante e a posição do encontro serão, respectivamente, iguais a:

a) 3,0 s, 60 m

b) 2,0 s, 80 m

c) 1,0 s, 30 m

d) 3,0 s, 80 m

e) 2,0 s, 60 m

Questão 05 - (Olimpíada Brasileira de Física) Dois estudantes decidiram medir a velocidade das águas de um rio usando apenas uma trena e conhecendo o valor da aceleração gravitacional. Após algumas tentativas perceberam que, abandonando simultaneamente uma pedra do alto da ponte e um barquinho de papel nas águas do rio, a pedra atingia o barquinho quando ele era colocado a 3 m do ponto de impacto e a pedra caía em queda livre por 5 m. De posse desses resultados, eles chegaram à conclusão correta de que a velocidade média da correnteza do rio tinha um valor, em m/s, próximo de:

a) 5

b)

4

c)

3

d)

2

e)

1

um valor, em m/s, próximo de: a) 5 b) 4 c) 3 d) 2 e) 1

Questão 06 - (Vunesp) Para deslocar tijolos, é comum vermos em obras de construção civil um operário no solo, lançando tijolos para outro que se encontra postado no piso superior. Considerando o lançamento como vertical, a resistência do ar nula, a aceleração da gravidade g=10 m/s² e a distância entre a mão do lançador e a do receptor 3,2 m, a velocidade com que cada tijolo deve ser lançado para que chegue às mãos do receptor com velocidade nula deve ser de:

a) 5,2 m/s

b) 6,0 m/s

c) 7,2 m/s

d) 8,0 m/s

e) 9,0 m/s

Questão 07 - Um pêndulo é constituído de uma esfera de massa 2,0 kg, presa a um fio de massa desprezível e comprimento 2,0 m, que pende do teto conforme figura a seguir. O pêndulo oscila formando um ângulo máximo de 60° com a vertical. Nessas condições, o trabalho realizado pela força de tração, que o fio exerce sobre a esfera, entre a posição mais baixa e mais alta, em joules, vale

a) 20

b) 10

c) zero

d) - 10

e) 20

em joules, vale a) 20 b) 10 c) zero d) - 10 e) – 20 Questão

Questão 08 (FUVEST) Deseja-se construir uma usina hidrelétrica aproveitando uma queda d'água de 10m de altura e vazão de 1,0m 3 por segundo. Qual a potência teórica máxima dessa usina? Dados: densidade da água = 1,0. 10 3 kg / m 3 aceleração da gravidade = 10m/ s 2

a) 1,00.10 5 W

b) 1,45.10 5 W

c) 1,96.10 6 W

d) 2,00.10 2 W

e) 2,16.10 3 W

Questão 09 - A jovem da figura desloca sua mala de viagem aplicando, por meio do fio, uma força de intensidade T = 1,0.10² N, formando um ângulo de 60° com a horizontal. O trabalho que T realiza no deslocamento de A para B (d = 50m) e igual a:

(Dados: cos60°=0,50; sen60°=0,87)

B (d = 50m) e igual a: (Dados: cos60°=0,50; sen60°=0,87) a) 5,0.10² J b) 2,5 kJ

a) 5,0.10² J

b) 2,5 kJ

c) 1,0.10³J

d) 3,5 kJ

e) 5,0 kJ

Questão 10 Uma criança de 30 kg sobe dez degraus de escada e depois desce cinco. Sabendo que a altura de cada degrau é de 20 cm, podemos afirmar que o trabalho realizado pela força-peso da criança é igual a:

a)

100 J

b) -200 J

c) -300 J

d)

400 J

Resolução das questões abertas.

Questão 01 Se o movimento é uniforme sua função horária será Podemos obter pelo gráfico o valor da posição inicial (5 m) e

da velocidade

Substituindo em

.

e) -450 J

Questão 02 Para obter o valor da velocidade para um MRU, através de um gráfico de s x t podemos usar a função da posição.

Questão 03

o valor da velocidade para um MRU, através de um gráfico de s x t podemos

Questão 04 Podemos trabalhar com o trecho da parábola que vai do início até o vértice. Levando em consideração que no vértice da parábola a velocidade é zero, teremos:

Substituindo na função horária do MUV

Questão 05

O movimento de queda livre é um tipo de MUV.

No exercício a pedra é abandonada, v 0 = 0, de uma altura de 100 m e atinge o solo.

Utilizando a função da posição

Para encontrar a velocidade de chegada ao solo

Questão 06 Se o gato cai, sua velocidade inicial será zero. Como foi dada a velocidade ao final da queda, poderemos utilizar a equação de Torricelli para calcular o espaço percorrido.

V² = V 0 ² + 2.g.H (-8)² = 0² + 2(-10)H -20H = 64 H = - 3,2 m Se ele caiu 3,2m, estava à altura de 3,2m do solo.

Questão 07

O

Trabalho da força-peso é dado por:

O

trabalho da força-normal será nulo, pois ela forma um

ângulo de 90° com o deslocamento. Para calcularmos o trabalho da força F, primeiro precisamos encontrar d.

o trabalho da força F, primeiro precisamos encontrar d. Questão 08 A força-elástica é uma força

Questão 08 A força-elástica é uma força variável dada por:

em que k é a constante elástica (50N/m) e x é a deformação. Para a letra:

.

a)

- pois a mola sai do equilíbrio.

b)

+ pois a mola volta ao ponto de equilíbrio.

x é a deformação. Para a letra: . a) - pois a mola sai do equilíbrio.

c)

Agora devemos usar a área do trapézio (B para A) Em B F e = 50.0,2 = 10 N, em O F e = 50.0,1 = 5,0 N, a distância entre as bases é 0,10m

Questão 09 Podemos calcular o trabalho de uma força através da área do gráfico Fxd.

o trabalho de uma força através da área do gráfico Fxd. Questão 10 Resolução das questões

Questão 10

Resolução das questões fechadas

gráfico Fxd. Questão 10 Resolução das questões fechadas Questão 01 – Quanto maior a inclinação, maior

Questão 01 Quanto maior a inclinação, maior a velocidade. Letra d

Questão 02 Como no gráfico o ponto em que os móveis se encontram não está cotado, usaremos o gráfico para obter as funções que representam os movimentos e faremos um tratamento algébrico da questão. V M = (0 (-20)) / (5-0) V M = 4,0 m/s S 0 de M é -20 e a função será S M = - 20 + 4,0t (SI) V N = (30-40) / (5-0) V N = -2,0 m/s S 0 de N é 40 e a função será S N = 40 - 2,0t (SI) Igualando S M com S N -20 + 4,0t = 40 2,0t 6,0t = 60

t = 10 s

Letra a) 10 s

Questão 03 O gráfico que representa o movimento é um arco de parábola que parte do vértice (V 0 =0) e tem como ponto inicial a posição zero (S 0 =0). Como o movimento é MUV, S = S 0 + V 0 t + at²/2. Substituindo t= 4 e S = 24, conforme gráfico

24

= 0 + 0t + a.4²/2

24

= 8a

a = 3,0 m/s² Montando a função S = 3,0 t²/2 S = 1,5 t²

Letra b) S = 1,5 t²

Questão 04 Para encontrar o ponto de encontro devemos igualar as funções da posição de A e B.

Letra e) 2,0 s e 60 m

Questão 05 Enquanto a pedra percorre 5 m em queda livre, o barco percorre 3 m. Podemos com o espaço percorrido pela pedra, em queda livre, calcular o tempo de permanência no ar.

S = S 0 + v 0 t + gt²/2

0 = 5 + (-10)t²/2

Para calcular a velocidade media do rio temos o espaço percorrido de 3 m e o tempo de 1 s.

V m = S/t V m = 3/1 A Velocidade média da correnteza do rio no trecho será 3 m/s.

5t² = 5

t² = 1

t =1 s

t = 1 s

Questão 06 Utilizando a equação de Torricelli e considerando g = 10m/s²

Letra d) 8,0 m/s

Questão 07 Como a força de tração na corda, nesse caso, será sempre perpendicular a trajetória o trabalho realizado por essa força será nulo. Letra c) nulo

Questão 08

A Potência teórica máxima de uma usina hidrelétrica pode ser facilmente obtida pela equação:

Letra a) 1,0.10 5 W

Questão 09

O trabalho da força constante não paralela ao deslocamento é dado por:

Letra b) 2,5 kJ

Questão 10 Para o cálculo do trabalho da força-peso não interessa a trajetória, mas a diferença de altura entre a posição inicial e final.

.1,0

Letra c) -300J

Caixa de ferramentas MU -

Trabalho, Potência e Rendimento

= área do gráfico Fxd

MUV -

+

t +

+

=

= F.d

= F.d.cos

= P.h

=

Física – Júnior – 1º Série – Fis 2 – Exercícios para Recuperação Lançamento Horizontal/Oblíquo

Física Júnior 1º Série Fis 2 Exercícios para Recuperação Lançamento Horizontal/Oblíquo ( Cap 9 ) - Mov. Circular ( Cap 10 ) e Força ( Cap 11 )

Fechadas

Lançamento Horizontal

1-)(Cefet-PR-Mod) Dois projéteis que têm massas 0,5 kg e 1 kg são disparados do alto de um edifício, na direção horizontal, com a mesma velocidade inicial. Desconsiderando a resistência do ar, podemos afirmar que:

a-) o projétil de 0,5 kg terá maior alcance horizontal, mas tocará no solo ao mesmo tempo. b-) o projétil de 1 kg terá maior alcance horizontal, mas tocará no solo ao mesmo tempo c-) o projétil menor terá menor alcance, mas tocará o solo antes do outro. d-) os dois projétil terão o mesmo alcance horizontal e chegarão ao solo juntos.

Lançamento Oblíquo

2-)(Júnior-2011-Mod) Em relação aos lançamentos horizontal e oblíquo, qual alternativa é correta. a-) no lançamento oblíquo, no ponto mais alto, a velocidade é nula.

b-) no lançamento horizontal, a aceleração é nula no lançamento. c-) no lançamento oblíquo de um corpo lançado do solo, a velocidade ao chegar no solo é a mesma, desprezando

a resistência do ar.

d-) no lançamento horizontal, a velocidade não altera.

Movimento Circular

3-)(UFSJ/MG-Mod) Um corpo percorre a trajetória circular indicada na figura

a seguir, com movimento uniformemente acelerado. Qual o ponto em que

os seus vetores velocidade e aceleração estão indicados corretamente?

a-) 2 b-) 4 c-) 3 d-) 1

estão indicados corretamente? a-) 2 b-) 4 c-) 3 d-) 1 4-)(UFMG-Mod) A Figura mostra três

4-)(UFMG-Mod) A Figura mostra três engrenagens, E 1 E2 e E3, fixas pelos seus centros e de raios R 1 , R 2 e R 3 , respectivamente. A relação entre os raios e R 1 = R 3 < R 2 .

A engrenagem da esquerda (E 1 ) gira no sentido horário,

com período T 1 . Sendo T 2 e T 3 os períodos de E 2 e E 3 , respectivamente, pode-se afirmar que as engrenagens vão girar de tal maneira que a-) T 1 = T 2 = T 3 , com E 3 girando em sentido contrario a E 1 .

b-) T 1 = T 3 < T 2 , com E 3 girando em sentido contrario a E 1 . c-) T 1 = T 2 = T 3 , com E 3 girando no mesmo sentido que E 1 . d-) T 1 = T 3 < T 2 , com E 3 girando no mesmo sentido que E 1 .

T 2 , com E 3 girando no mesmo sentido que E 1 . 5-)(UEPG/PR-Mod) Uma

5-)(UEPG/PR-Mod) Uma polia A é ligada a uma polia B através de uma correia e esta é acoplada a uma polia C, conforme mostra

a figura a seguir. Sobre este evento, assinale o que for correto.

a-) A velocidade linear de A é igual a de C. b-) A velocidade angular de B é maior que a velocidade angular de A. c-) A velocidade linear de um ponto localizado na periferia de A é igual a de um ponto localizado na periferia de B. d-) As velocidades angulares das polias A e C são iguais.

d-) As velocidades angulares das polias A e C são iguais. Força 6-)(PUC- M inas-Mod) Em

Força

6-)(PUC-Minas-Mod) Em cada situação descrita a seguir, há uma força resultante agindo sobre o corpo, exceto

em:

a-) o corpo acelera numa trajeria retilínea. b-) o corpo se move com o módulo da velocidade constante durante uma curva. c-) o corpo se move com velocidade constante sobre uma reta. d-) o corpo cai em queda livre.

7-)(UFMG-Mod) Um ímã e um bloco de ferro são mantidos fixos numa superfície horizontal, como mostrado na figura a seguir. Em determinado instante, ambos são soltos e movimentam-se um em direção ao outro, devido a força de atração magnética. Despreze qualquer tipo de atrito e considere que a massa m do ímã é igual à metade da massa do bloco de ferro. Sejam a, o modulo da aceleração e F, o modulo da resultante das forças sobre o ímã. Para o bloco de ferro, essas grandezas são, respectivamente, a f e F f . Com base nessas informações, é correto afirmar que:

a-) F i , = F f e a i , = a f . b-) F i , = F f e a i , = 2a f. c-) F i , = 2F f e a i , = 2a f . d-) F i , = 2F f e a i , = a f .

2a f . d-) F i , = 2F f e a i , = a
2a f . d-) F i , = 2F f e a i , = a

8-)(FUVEST/SP-Mod) Um homem tenta levantar uma caixa de 5 kg, que essobre uma mesa, aplicando uma foa vertical de 10 N. Nessa situação, o valor da força que a mesa aplica na caixa é:

a)

0 N

b)

5N

c)

10 N

d)

40 N

9-)(ENEM-Mod) As Leis de Newton se relacionam com as mais diversas situações e processos. No campo esportivo, por exemplo, algumas das técnicas que dão ao atleta vantagem competitiva em relação a seu oponente estão relacionadas com a 3ª Lei de Newton. Assim, o processo que está mais diretamente ligado à Lei da Ação e Reação é a-) um tenista jogar a bola bem alto para dar um saque e tentar o ace. b-) um boxeador girar o tronco para desferir um golpe com mais potência. c-) um jogador de basquete pular ao fazer um arremesso de 3 pontos. d-) um nadador puxar o máximo de água para trás a fim de ganhar propulsão.

10-)(UFC-Mod) Um pequeno automóvel colide frontalmente com um caminhão, cuja massa é cinco vezes maior que a massa do automóvel. Em relação a essa situação, marque a alternativa que contém a afirmativa correta. a-) Ambos experimentam desaceleração de mesma intensidade. b-) Ambos experimentam força de impacto de mesma intensidade. c-) O caminhão experimenta desaceleração cinco vezes mais intensa que a do automóvel. d-) O automóvel experimenta força de impacto cinco vezes mais intensa que a do caminhão.

Abertas

Lançamento Horizontal

11-)(UFV-Mod) Uma bola e lançada horizontalmente com velocidade inicial v o . Ao percorrer horizontalmente 30 m, ela cai verticalmente 20 m, conforme mostrado no gráfico a seguir. Considere a aceleração da gravidade igual a 10 m/s 2 . Despreze a resistência do ar. Qual

no gráfico a seguir. Considere a aceleração da gravidade igual a 10 m/s 2 . Despreze

o módulo da velocidade de lançamento v o ?

Lançamento Oblíquo

12-)(FMlt/MG-Mod) Uma bola está parada sobre o

gramado de um campo horizontal, conforme figura.Um jogador (Júnior, o camisa 10 do time), chuta a bola para cima, imprimindo-Ihe velocidade vo de módulo 8 m/s, fazendo com a horizontal um angulo de 60°, como mostra a figura. A bola sobe e desce, atingindo

o solo novamente, na posição B.

Desprezando-se a resistência do ar, determine

o tempo para alcançar a altura máxima,

a altura máxima, o tempo para chegar ao

ponto B e o alcance (Use g = 10 m/s 2 , sen 60° = 0,8 e cos 60° = 0,5.)

(Use g = 10 m/s 2 , sen 60° = 0,8 e cos 60° = 0,5.)

Mov. Circular

13-)(UEPB-Mod) A bicicleta move-se a partir do movimento dos pedais, os quais fazem girar uma roda dentada chamada coroa, por meio de uma corrente. Esta coroa esta acoplada a outra roda dentada, chamada de catraca, a qual movimenta a roda traseira da bicicleta. Um ciclista, preparando sua bicicleta para um torneio, percebeu que a coroa tem um raio 5 vezes maior que o da catraca. Por ser aluno de Física, ele raciocinou: "para que eu vença o torneio, se faz necessário que eu pedale na minha bicicleta a razão de 40 voltas por minuto, no mínimo". A partir dessas informações, calcule a frequência de rotação da roda da bicicleta, em rotação por minuto (rpm).

da roda da bicicleta, em rotação por minuto (rpm). 14-)(PUC/RJ-Mod) Um menino passeia em um ca

14-)(PUC/RJ-Mod) Um menino passeia em um carrossel de raio R. Sua mãe, do lado de fora do carrossel, observa o garoto passar por ela a cada 20 s. Determine a velocidade angular do carrossel em rad/s.

15-)(UECE-Mod) A figura mostra um disco que gira em torno do centro O. A velocidade do ponto X é 50 cm/s e a do ponto Y

é de 10 cm/s. A distancia XY vale 20 cm. Determine a

a velocidade angular do disco.

Força

20 cm. Determine a a velocidade angular do disco. Força 16-)(U FRJ-Mod ) Dois bl oc

16-)(UFRJ-Mod) Dois blocos de massa igual a 4 kg e 2 kg, respectivamente, eso presos entre si por um fio inextensível e de massa desprezível. Deseja-se puxar o conjunto por meio de uma força F ( conforme figura ). A aceleração dos blocos vale 2 m/s 2 . Determine o módulo da força F e da tração do fio.

. Determine o módulo da força F e da tração do fi o. 17-)(FUNDAMENTOS-Mod) N o

17-)(FUNDAMENTOS-Mod) No arranjo experimental da figura o atrito algum e o fio tem massa desprezível. Adote g = 10 m/s 2 . Determine a aceleração do corpo A

o fi o t em m a ss a d es p rezíve l. A d

e a força resultante no bloco B.

18-)(FUNDAMENTOS-Mod) Na situação indicada na

figura, os fios têm massa desprezível e passam pelas polias sem atrito. Adote g = 10 m/s 2

A aceleração, em m/s 2 , do conjunto é:

s 2 A a c el e raçã o, em m/s 2 , do c o
s 2 A a c el e raçã o, em m/s 2 , do c o

19-)(UFU/MG-Mod) Um elevador tem uma balança no seu assoalho. Uma pessoa de massa m = 70 kg está sobre a balança conforme figura abaixo. Adote g = 10 m/s 2 . Julgue os itens abaixo. I-) Se o elevador subir acelerado com aceleração constante de 2 m/s 2 , a leitura da balança será 840 N. II-) Se o elevador descer com velocidade constante, a balança indicará 700 N. III-) Se o elevador descer retardado com aceleração constante de 2 m/s 2 , a leitura da balança será 840 N. IV-) Se o elevador descer acelerado com aceleração constante de 2 m/s 2 , a leitura da balança será 560 N. Quantas afirmações estão corretas.

20-)(ENEM-Mod) As figuras representam superfícies horizontais sem atrito, nas quais estão apoiados um bloco A, de peso 10 N. Na Figura 1, um bloco B, de peso 10 N, está conectado ao bloco A por meio de um fio ideal, enquanto que, na Figura 2 uma pessoa exerce uma força de 10 N na extremidade de um fio ideal conectado ao bloco A. Em ambos os casos, o bloco A é puxado pelo fio e entra em movimento acelerado. Determine a aceleração dos blocos e a tração em cada caso.

pelo fio e entra em movimento acelerado. Determine a aceleração dos blocos e a tração em

RESOLUÇÕES

1-)(Cefet-PR-Mod) Resp=> D

O alcance atingido pelos corpos ( sem a resistência do ar ) A = vx.t depende exclusivamente da velocidade de

lançamento e do tempo de queda H = 5 t 2 que depende exclusivamente da altura.

2-)(Júnior-2011-Mod) Resp => C a-) F. No lançamento oblíquos a velocidade no ponto mais alto é a componente vx. b-) F. Em qualquer um dos lançamentos, a aceleração é a da gravidade. c-) V. Desprezando a resistência do ar, a velocidade de lançamento é igual a de chegada ao solo, considerando que foi lançado do solo. d-) F. Como a componente vy aumenta com o tempo, v aumenta.

3-)(UFSJ/MG-Mod) Resp=> A A velocidade é tangencial. Todo movimento circular tem aceleração centrípeta direcionada para o centro. Como o movimento também é acelerado, temos aceleração tangencial no mesmo sentido da velocidade. A aceleração resultante é descrita corretamente na letra A

4-)(UFMG-Mod) Resp=> D Resolução

A engrenagem 1 está no sentido horário forçando 2 girar no sentido anti-horário, que por sua vez faz 3 girar no

sentido horário. Em engrenagens, assim como em correias interligando, a velocidade linear é igual, como o raio de 1 é igual ao de

3, completam uma volta ao mesmo tempo. Sendo o raio de 2 maior, demora mais tempo para dar uma volta

completa.

5-)(UEPG/PR-Mod) Resp=> A Resolução Os pontos B e C estão ligados por engrenagens, sendo assim, suas velocidades angulares - w são iguais e os pontos C e A estão ligados por correias; velocidades lineares ( v ) são iguais.

6-)(PUC-Minas-Mod) Resp=> C Resolução Sempre que há força resultante, obrigatoriamente deve haver aceleração. Assim, em movimento uniforme ( velocidade constante ) e com corpo em repouso, não tem força resultante. Lembrando que todo movimento circular tem aceleração centrípeta ( que muda o sentido e não o módulo da velocidade ).

7-)(UFMG-Mod) Res=> B Resolução

O exercício refere-se a 2ª ( Fr = ma ) e 3ª Lei de Newton. A força F é a mesma, mas a aceleração é duas vezes

maior no ímã, pois sua massa é duas vezes menor.

Fr = ma

a = F

F é igual, mas a é diferente, pois depende de m.

m

8-)(FUVEST/SP-Mod) Resp=> D Resolução

Como a caixa está em repouso, a força resultante é nula. Verticalmente para baixo, temos a força Peso. Verticalmente para cima, temos a tração e a força Normal.

P

= T + N

P = mg

50 = 10 + N

P = 5.10

N

= 40 N

P = 50 N

9-)(ENEM-Mod) Resp=> D Para que se tenha ação e reação ( 3ª Lei de Newton), as forças devem ser feitas em corpos diferentes, de mesmo módulo e com sentidos contrários. As demais alternativas referem-se a 2ª Lei ( força resulta causa aceleração ou deformação )

10-)(UFC-Mod) Resp=> B

O exercício refere-se a 2ª ( Fr = ma ) e 3ª Lei de Newton. A força F na colisão é a mesma, mas a desaceleração

causada ( estrago ) é maior no carro, pois sua massa é menor.

Fr = ma

a = F

F é igual, mas a é diferente, pois depende de m.

m

obs-) a desaceleração do carro é cinco vezes maior que a do caminhão.

11-)(UFV-Mod) Resp=> 15 m/s

Mov Vert

Mov Hor

H

= 5t 2

d = vt

20

= 5t 2

30 = v2

t = 2 s

v = 15 m/s

12-)(FMlt/MG-Mod) Resp=> 0,64s 2m 1,28 s 5,12m Resolução

Tempo para altura Máxima

tempo para o ponto B A = vox . t total

vy

= 0

vy

= voy + gt

voy = v. sen60°

0 = 6,4 - 10 t

voy = 8.0,8

vox = v.cos60°

t total = 2t

vox = 8.0,5 t total = 1,28 s

vox = 4 m/s

t

= 0,64 s

voy = 6,4 m/s

Alcance

Altura Máxima

A = 4.1,28

H

= voy.t + gt 2 /2

A = 5,12 m

H

= 6,4.0,64 10.0,64 2 /2

H

= 4,096 2,096

H

= 2m

13-)(UEPB-Mod) Resp=> 200

Por estarem ligadas por uma corrente, a velocidade linear é igual. coroa(A) catraca(B)

va

=

vb

( v = 2πRf )

2πRaFa = 2πRbfb sendo Ra = 5 Rb 5.Rb.40 = Rb/Tb Tb = 200 rpm 14-)(PUC/RJ-Mod) Resp=> π/10

Resolução

w

= 2π/T

w

= 2π/20

w

= π/10 rad/s

15-(UECE-Mod) Resp=> 2 rad/s Resolução

Por estarem ligados por um mesmo eixo, a velocidade angular w é igual. wy = wx ( v = wR ) vy/Ry = vx/Ry chamando de x o raio de y. 10/x = 50/ x + 20

x

= 5 cm

v

= wR para y

10 = w.5

w = 2 rad/s

16-)(UFRJ-Mod) Resp=> 12 N e 8 N Resolução

Para o conjunto

Fr

F = mt.a

para o bloco de 4Kg

Fr = ma

T = mb.a

= ma

F = 12 N

T = 8 N

17-)(FUNDAMENTOS-Mod) Resp=> 6 m/s 2 e 18 N Resolução

para o conjunto Fr = ma Pb = mt.a

30 = 5a

a = 6m/s 2

para o bloco b Fr = ma F = 3.6

F = 18 N

18-)(FUNDAMENTOS-Mod) Resp=> 2,5 m/s 2 Resolução Fr = m.a Pa Pc = mt.a 200 100 = 40.a

a = 2,5 m/s 2

19-)(UFU/MG-Mod) Resp=> 4 Resolução

I-)

II-)

III-)

IV-)

Fr = ma

Fr = ma ( a = 0 )

Fr = ma

Fr = ma

N

P = m.a

N = P

N P = m.a

P N = m.a

N

700 = 70.2

N = 700 N

N 700 = 70.2

700 N = 70.2

N

= 840 N

N = 840 N

N = 560 N

20-)(ENEM-Mod) Resp=> 5 m/s 2 e 10 m/s 2 5 N e 10 N

Considerando a 1ª figura Fr = ma PB = mt . a

Considerando a 2ª figura Fr = ma F = mt . a

10

= 2. a

10 = 1. a

a

= 5 m/s 2

a = 10 m/s 2

P/ A

P/ A

Fr = m.a

Fr = m.a

T

= ma.a

T = ma.a

T

= 1.5

T = 1.10

T

= 5 N

T = 10 N

OBJETIVOS GERAIS

LANÇAMENTO HORIZONTAL

ENEM ENEM-Enfrentar situações-problema (SP): selecionar, organizar, relacionar, interpretar dados e informações representados de diferentes formas, para tomar decisões e enfrentar situações-problema. ENEM-Construir argumentação (CA): relacionar informações, representadas em diferentes formas, e conhecimentos disponíveis em situações concretas, para construir argumentação consistente. ENEM-H20 Caracterizar causas ou efeitos dos movimentos de partículas, substâncias, objetos ou corpos celestes. DESCRITORES Descritores-(D-01) Definir e utilizar as velocidades e acelerações médias e instantâneas . Descritores-(D-02) Descrever e identificar os movimentos retilíneos, uniforme e uniformemente variado. Descritores-(D-03) Utilizar a cinemática vetorial para descrever os movimentos retilíneos e curvilíneos. CBC CBC-32.1.5. Resolver problemas envolvendo aceleração, velocidade, deslocamento e tempo no movimento retilíneo uniforme e uniformemente variado. CBC-32.1.6. Saber representar graficamente a velocidade e a distância, em função do tempo, de objetos em movimento.

LANÇAMENTO OBLÍQUO

ENEM-Enfrentar situações-problema (SP): selecionar, organizar, relacionar, interpretar dados e informações representados de diferentes formas, para tomar decisões e enfrentar situações-problema. ENEM-Construir argumentação (CA): relacionar informações, representadas em diferentes formas, e conhecimentos disponíveis em situações concretas, para construir argumentação consistente. ENEM-H20 Caracterizar causas ou efeitos dos movimentos de partículas, substâncias, objetos ou corpos celestes. DESCRITORES Descritores-(D-01) Definir e utilizar as velocidades e acelerações médias e instantâneas . Descritores-(D-02) Descrever e identificar os movimentos retilíneos, uniforme e uniformemente variado. CBC CBC-32.1.5. Resolver problemas envolvendo aceleração, velocidade, deslocamento e tempo no movimento retilíneo uniformemente variado. CBC-32.1.6. Saber representar graficamente a velocidade e a distância, em função do tempo, de objetos em movimento.

MOVIMENTO CIRCULAR

ENEM ENEM-Enfrentar situações-problema (SP): selecionar, organizar, relacionar, interpretar dados e informações representados de diferentes formas, para tomar decisões e enfrentar situações-problema. ENEM-Construir argumentação (CA): relacionar informações, representadas em diferentes formas, e conhecimentos disponíveis em situações concretas, para construir argumentação consistente. ENEM-H20 Caracterizar causas ou efeitos dos movimentos de partículas, substâncias, objetos ou corpos celestes. DESCRITORES Descritores-(D-01) Definir e utilizar as velocidades e acelerações médias e instantâneas . Descritores-(D-02) Descrever e identificar os movimentos retilíneos, uniforme e uniformemente variado. Descritores-(D-03) Utilizar a cinemática vetorial para descrever os movimentos retilíneos e curvilíneos. Descritores-(D-04) Descrever o movimento circular uniforme. CBC CBC-32.1.6. Saber representar graficamente a velocidade e a distância, em função do tempo, de objetos em movimento.

FORÇA

ENEM ENEM-Enfrentar situações-problema (SP): selecionar, organizar, relacionar, interpretar dados e informações representados de diferentes formas, para tomar decisões e enfrentar situações-problema. ENEM-Construir argumentação (CA): relacionar informações, representadas em diferentes formas, e conhecimentos disponíveis em situações concretas, para construir argumentação consistente. ENEM-H20 Caracterizar causas ou efeitos dos movimentos de partículas, substâncias, objetos ou corpos celestes. DESCRITORES Descritores-(D-06) Aplicar as leis de Newton para aplicar e interpretar fenômenos envolvendo equilíbrio e movimento de partículas. CBC CBC-30.1.1. Compreender o conceito de força, suas unidades de medida e sua representação vetorial. CBC-30.1.2. Compreender o conceito de peso de um corpo como a força com que a Terra o atrai. CBC-30.1.4. Compreender o conceito de inércia. CBC-30.1.5. Saber a diferença entre massa e peso de um corpo e suas unidades de medida. CBC-30.1.9. Compreender o conceito de resultante de forças que atuam numa partícula. CBC-30.1.10. Saber achar, geometricamente, as componentes de uma força em dois eixos perpendiculares. CBC-30.1.12. Saber enunciar a primeira lei de Newton e resolver problemas de aplicação dessa lei.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS DE CADA QUESTÃO

1-)(Cefet-PR-Mod) Resp=> D Analisar o movimento de um corpo lançado horizontalmente sob a ação da gravidade, sem a presença da resistência do ar

2-)(Júnior-2011-Mod) Resp => C Identificar as características dos lançamentos horizontais e oblíquos e diferenciá-las.

3-)(UFSJ/MG-Mod) Resp=> A Descrever o comportamento dos vetores velocidade e aceleração no movimento circular.

4-)(UFMG-Mod) Resp=> D Conceituar período e relacioná-lo com o raio em MC. Analisar as condições de movimentos transmitidos por meio de engrenagens.

5-)(UEPG/PR-Mod) Resp=> A Analisar as condições de movimentos transmitidos por meio de engrenagens e eixos.

6-)(PUC-Minas-Mod) Resp=> C

Compreender o conceito de Inércia e de força resultante associando esse último com aceleração.

7-)(UFMG-Mod)

Analisar as Leis de Newton em situações cotidianas.

8-)(FUVEST/SP-Mod)

Compreender o significado da força Normal exercida por uma superfície, aplicando a 3ª Lei de Newton.

9-)(ENEM-Mod)

Entender o princípio da ação e reação e sua aplicabilidade prática.

10-)(UFC-Mod)

Analisar as Leis de Newton em situações cotidianas.

11-)(UFV-Mod)

Compreender o movimento de projétil como um composição dos movimentos de suas projeções.

12-)(FMlt/MG-Mod)

Aplicar as expressões matemáticas do MU e MUV na análise de movimento de projéteis.

13-)(UEPB-Mod) Resp=> 200 Interpretar o movimento circular em situações cotidianas.

14-)(PUC/RJ-Mod)

Aplicar o conceito de período e de velocidade angular.

15-)(UECE-Mod)

Aplicar as regras do movimento circular.

16-)(UFRJ-Mod)

Aplicar a 2ª Lei de Newton em situações, identificando a relação entre força resultante e variação de velocidade.

17-)(FUNDAMENTOS-Mod)

Aplicar a 2ª Lei de Newton em situações, identificando a relação entre força resultante e variação de velocidade.

18-)(FUNDAMENTOS-Mod)

Aplicar a 2ª Lei de Newton.

19-)(UFU/MG-Mod)

Aplicar as Leis de Newton em situações cotidianos.

20-)(ENEM-Mod) Resp=> C Resolver problemas que contenham corpos em situações a qual força resultante provoca aceleração.