Você está na página 1de 23

Projetos de Fontes Chaveadas

3ª Parte: CI’s PWM

Prof. M. Eng. Victor Leonardo Yoshimura


CEFET/MT - DAE-E - CCSTAC
Introdução
 A geração de sinais PWM é fundamental
para o funcionamento das fontes
chaveadas;
 PWM → Modulação por largura de
pulso;
 A PWM pode ser feita por circuitos
discretos ou integrados.

2
Introdução
 Vantagens dos CI’s PWM:
 Simplificação das placas de circuito
impresso;
 Inclusão de diversos circuitos importantes:
 Controladores (compensadores);
 “Soft start”;
 Limitadores de corrente;
 “Shutdown”;
 Ajuste de tempo morto (“deadtime”).

3
UC3525

4
UC3525 - Características
 Oscilador interno controlado por RC:
 Opção de oscilador externo;
 Tempo morto ajustável.
 “Soft start” ajustável por capacitor;
 Regulador de tensão de 5,1V para os
circuitos internos;
 “Shutdown” → Pino para desligamento
da fonte;
5
UC3525 - Características
 Duas saídas complementares para
acionamento de transistores de
potência.
 Saídas em coletor aberto para
acionamento de transistores.
 “Undervoltage lockout” → Circuito para
proteção do CI, caso Vcc esteja abaixo
do especificado pelo fabricante.

6
UC3525 - Oscilador
 Freqüência ajustável pela expressão:
1
f =
C ( 0,7.R + 3.Rd )
 C → ligado ao pino 5;
 R → ligado ao pino 6;
 Rd → ligado entre 5 e 7.
 Tempo morto determinado pelo ábaco
fornecido pelo fabricante.

7
UC3525 – “Soft start”
 É acionado pela adição de um capacitor
ligado ao pino 8;
 Propicia o aumento gradativo da largura
do pulso até o valor de trabalho;
 Para desabilitá-lo, deve-se ligar o pino 8
ao Vcc;
 Tempo de “soft start”:
C ss = 9,8.10 − 6 .t ss

8
UC3524

9
UC3524 - Características
 Circuito interno semelhante ao 3525;
 Oscilador interno controlado por RC:
 Opção de oscilador externo;
 Tempo morto com ligações adicionais.
 Regulador de tensão de 5,1V para os
circuitos internos;
 “Shutdown”;

10
UC3524 - Características
 Limitador de corrente com amp op;
 Duas saídas complementares para
acionamento de transistores de
potência;
 Saídas em coletor e emissor abertos
para acionamento de transistores.

11
UC3524 - Oscilador
 Freqüência ajustável pela expressão:
1,18
f =
R.C
 C → ligado ao pino 7;
 R → ligado ao pino 6;
 Tempo morto determinado pelo circuito
sugerido pelo fabricante.

12
UC3842

13
UC3842 - Características
 CI para PWM no modo corrente;
 O pulso de gate é disparado por um
“latch” RS e terminado pelo pico da
corrente de carga;
 Recomendado para fontes de pequena
potência;
 Recomendado para estruturas “flyback”
e “forward”;

14
UC3842 - Características
 “Undervoltage lockout”;
 Circuito de comando e controle
bastante simplificado;
 Custo bastante reduzido;
 Necessidade de “shunt”;
 “Shutdown” obtido com circuitos
adicionais.

15
UC3842 - Oscilador
 Não produz dente de serra, mas pulsos
para disparo do “latch”;
 Freqüência ajustável pela expressão:
1,72
f =
R.C
 C → ligado entre os pinos 4 e 5;
 R → ligado entre os pinos 4 e 8;
 “Shutdown” obtido por circuitos
sugeridos pelo fabricante.
16
UC3842 – Sensor de corrente
(“shunt”)
 Coleta a corrente que passa pelo elemento
magnético e converte em um sinal de tensão;
 É necessário incluir um par RC após o “shunt”
para suprimir ruídos;
 A freqüência de corte do RC deve ser superior
a três vezes a freqüência de chaveamento;
 Cálculo da resistência “shunt”:
1
R sh = [Ω ]
Ip

17
TL494

18
TL494 - Características
 Oscilador interno controlado por RC:
 Opção de oscilador externo;
 Tempo morto com ligações adicionais.
 Regulador de tensão de 5,1V para os
circuitos internos;
 Pino para DTC: Controle de tempo
morto;

19
TL494 - Características
 Dois amplificadores de erro;
 “Output control” → determina se as
saídas de pulsos serão alternadas
(GND) ou simultâneas (Vcc).

20
TL494 - Oscilador
 O cálculo depende do “output control”:
 Para operação alternada:
1
f =
2.R.C
 Para operação simultânea:
1
f =
R.C
 R é ligado ao pino 6;
 C é ligado ao pino 5.

21
TL494 - DTC
 O DTC é um circuito para controle do
tempo morto;
 O valor mínimo de tempo morto é de
cerca de 3% do período;
 Tempo morto adicional pode ser obtido
ao aumentar a tensão no pino 4;
 A tensão de 3,3V no pino 4 proporciona
tempo morto de 100%.

22
Bibliografia
[1] BARBI, I. Eletrônica de Potência: Projeto de Fontes Chaveadas.
1ª ed. Florianópolis: Ed. dos Autores, 2002.

[2] BASCOPÉ, R. P. T.; PERIN, A. J. O Transistor IGBT Aplicado em


Eletrônica de Potência. 1ª ed. Porto Alegre: Sagra-Luzzatto,
1997.

[3] www.ti.com Acesso em 29/03/2007.

[4] YOSHIMURA, V. L. Sistema Eletrônico Monofásico para


Alimentação de um Grupo de Lâmpadas Fluorescentes.
Dissertação de mestrado. Florianópolis: UFSC, 2002.

23