Você está na página 1de 4

Dica 28: Sistema linha Fiat: Família Pálio Fire - Drive by Wire / Rede Can 11/2001

A família Pálio com motor fire traz diversas inovações tecnológicas. Os veículos com motores fire 1.0 16
válvulas e 1.3 16 válvulas, vêm equipados com sistema de injeção eletrônica Bosch Motronic ME 7.3 H4,
acelerador eletrônico (drive by wire) e sistema Ve.N.I.C.E. (Rede Can). É de alguns detalhes desses sistemas
que comentaremos nesta edição.

O sistema de injeção eletrônica Bosch ME 7.3 H4 reserva grandes surpresas aos reparadores automotivos.
Uma delas é a unidade de comando eletrônico - UCE, denominada central micro-híbrida. Além de possuir
formato reduzido, suporta as variações de umidade, temperatura e vibração a que está submetida por estar
localizada no compartimento do motor (seus conectores e sua placa de circuito impresso encontram-se
preenchidos por um gel protetor).

Ela é capaz de controlar a borboleta de aceleração, o ventilador de arrefecimento, além de adotar estratégias
auto-adaptativas para o controle da mistura ar/combustível, detonação e posicionamento da borboleta de
aceleração. O controle da borboleta de aceleração (acelerador eletrônico-drive by wire) é realizado por
intermédio de um pequeno motor elétrico (localizado internamente ao corpo de borboleta) em função da
solicitação de um sensor existente no pedal do acelerador. O ventilador de arrefecimento é controlado com
base nas informações recebidas do sensor de temperatura da água - CTS.

Outra grande inovação foi a implementação, em 2001, do sistema Ve.N.I.C.E. (Vehicle Net With Integrated
Control Eletronics - Rede veicular com controle eletrônico). Esse sistema possibilitou a comunicação entre
diversas centrais eletrônicas do veículo. O sistema Ve.N.I.C.E. é constituido basicamente de uma central
identificada como Body Computer - BC, e de uma linha de comunicação (rede can). O Body Computer - BC
gerência as informações trocadas entre as centrais eletrônicas através da Rede Can. Sem o sistema
Ve.N.I.C.E., o pálio 1.3 16 V fire, assim que foi lançado em 2000, possuia um sensor de temperatura do líquido
de arrefecimento - CTS com 4 fios. Dois fios indicavam o sinal à UCE e dois informavam ao painel de
instrumentos.

Com a introdução do sistema Ve.N.I.C.E., observa-se que o mesmo sensor passou a ter somente 2 fios que são
ligados diretamente à UCE. Agora, a temperatura é informada ao painel de instrumentos através da rede can,
da seguinte forma:
- A UCE lê o valor da temperatura da água informada pelo sensor CTS;
- Através da rede can (vide circuito elétrico - dica 2) informa este sinal ao body computer;
- O body computer repassa essa informação ao painel de instrumentos (também através da rede can);
De maneira similar (através do body computer e da rede can) são informadas a rotação do motor e a
quantidade de combustível no tanque ao painel de instrumentos, o código das chaves do sistema Fiat code à
UCE etc.

Com isso, conseguiu-se diminuir de maneira significativa fios, sensores e conectores redundantes no sistema,
tornando-o mais confiável.

27679823.doc 1
Dica 1 - Tabela de valores operacionais. Nessa tabela são mostrados alguns dos principais parâmetros
de trabalho do sistema Bosch Motronic ME 7.3 H4

Rotação de marcha-lenta 800 a 900 RPM


Aproximadamente 3,5 Bar (nesse sistema o
Pressão da linha de combustível regulador de pressão encontra-se no interior do
tanque)
De 1,00Vdc a 0,75Vdc (com o motor aquecido
Sinal do sensor de temperatura da água - CTS
em temperatura operacional entre 80 e 100ºC)
Aproximadamente 0,450Vdc (somente com a
ignição ligada)
Sinal da sonda lambda - HEGO
Oscilando rapidamente entre 0,100Vdc (mistura
pobre) e 0,900Vdc (mistura rica)
Sinal do sensor de pressão - MAP De 3,90Vdc a 4,20Vdc (ao nível do mar)
De 2,80Vdc a 3,20Vdc (em marcha-lenta com o
Sinal do sensor de temperatura do ar - ACT
motor aquecido)
Resistência elétrica: de 900Ω a 950Ω
Sensor de rotação
Distância à roda fônica: de 0,80mm a 1,50mm
Terminal 2: Terra (negativo)
Terminal 3: Entre 4,60 e 5,20 volt VDC
Terminal 5:
Sinal do sensor duplo de posição da borboleta - Borboleta fechada: de 4,00 a 4,20 volt VDC
TPS Pedal acionado: de 3,30 a 3,50 volt VDC
Terminal 6:
Borboleta fechada: de 0,85 a 0,95 volt VDC
Pedal acionado: de 1,55 a 1,70 volt VDC
Terminal 1: Entre 4,60Vdc e 5,20Vdc
Terminal 2: Entre 4,60Vdc e 5,20Vdc
Terminal 3: Negativo
Terminal 4:
Sinal do sensor de posição do pedal do Borboleta fechada: de 0,65Vdc a 0,85Vdc
acelerador Pedal acionado: 3,90 Vdc a 4,60 Vdc
Terminal 5:Negativo
Terminal 6:
Borboleta fechada: de 0,30Vdc a 0,50Vdc
Pedal acionado: de 1,75Vdc a 2,30Vdc
Não possui esse sensor. A UCE utiliza uma
Sensor de fase estratégia específica para identificar a fase do
cilindro
Resistência elétrica das válvulas injetoras Aproximadamente 14,50Ω

Dica 2 - Diagrama elétrico do sistema Bosch Motronic ME 7.3 H4 - Com sistema Ve.N.I.C.E.

27679823.doc 2
27679823.doc 3
27679823.doc 4