Você está na página 1de 2

Deus requer que eu d o dzimo de tudo quanto ganho?

por
John F. MacArthur Jr.

Questo
Deus requer que eu d o dzimo de tudo quanto ganho?
Resposta
Dois tipos de dar so ensinados consistentemente durante toda a Escritura: dar
para o governo (sempre compulsrio) e dar para Deus (sempre voluntrio).
O assunto tem sido grandemente confundido, todavia, por alguns que entendem
mal a natureza dos dzimos do Velho Testamento. Os dzimos no eram
primariamente ofertas a Deus, mas taxas para suprir o oramento nacional em
Israel.
Porque Israel era uma teocracia, os sacerdotes Levticos atuavam como um
governo civil. Assim, o dzimo Levtico (Levtico 27:30-33) foi um percussor do
imposto de renda de hoje, visto que era um segundo dzimo anual requerido por
Deus para suprir uma festa nacional (Deuteronmio 14:22-29). Taxas menores
foram tambm impostas ao povo pela lei (Levtico 19:9-10; xodo 23:10-11).
Assim, a doao total requerida dos Israelitas no era 10 por cento, mas mais do
que 20 por cento. Todo esse dinheiro era usado para colocar a nao em
funcionamento.
Toda doao aparte daquela que era requerida para colocar o governo em
funcionamento, era puramente voluntria (cf. xodo 25:2; 1 Crnicas 29:9). Cada
pessoa dava conforme o que estava em seu corao; nenhuma percentagem ou
quantia era especificada.
Os crentes do Novo Testamento nunca so ordenados a dizimar. Mateus 22:15-22
e Romanos 13:1-7 nos contam sobre a nica doao que requerida na era da
igreja, que o pagamento de impostos para o governo. Interessantemente, ns na
Amrica, atualmente pagamos entre 20 e 30 por cento de nossos rendimentos
para o governo - uma figura muito similar ao requerimento sob a teocracia de
Israel.
A linha de direo para a nossa doao para Deus e Sua obra encontrada em 2
Corntios 9:6-7: E digo isto: Que o que semeia pouco, pouco tambm ceifar; e o
que semeia em abundncia, em abundncia ceifar. Cada um contribua segundo

props no seu corao; no com tristeza, ou por necessidade; porque Deus ama
ao que d com alegria.

Traduzido por: Felipe Sabino de Arajo Neto


Cuiab-MT, 25 de Fevereiro de 2003.