Você está na página 1de 17

Química Geral e Inorgânica

QGI0001
Enga. de Produção e Sistemas
Profa. Dra. Carla Dalmolin

Primeira Lei da Termodinâmica


Trabalho, Calor e Energia
Entalpia
Sistemas
Em termodinâmica, o universo é formado por um
sistema e sua vizinhança.

Vizinhança

Sistema
Sistemas
Sistema Aberto Sistema Fechado Sistema Isolado

A quantidade de Não tem contato


Troca de matéria matéria permanece com a vizinhança
com a vizinhança constante
Troca de energia Não há troca de
Troca de energia
com a vizinhança matéria nem de
com a vizinhança
energia

Bolsa de gelo ou água Garrafa térmica


Ex.: Motor de carro
quente
Energia Interna
 É a soma de toda a energia cinética e potencial de um sistema.

 Não se pode medir a energia interna absoluta, mas queremos


saber ∆U.

H2(g) + O2(g)
Energia interna, U

U > 0

U < 0

H2O(l)
∆U = Ufinal - Uinicial
Trabalho e Energia

TRABALHO (w): movimento contra uma força oposta

Trabalho = força x distância


- Um peso levantado contra a força da gravidade
- Bateria “empurrando” uma corrente elétrica num circuito
- Mistura de gases num motor empurrando o pistão

ENERGIA INTERNA (U): capacidade de um sistema realizar


trabalho

A energia interna de um sistema pode ser alterada pela realização de


trabalho.
Trabalho e Energia
Unidades: J = kg.m2.s-2
Convenção de sinais:
w > 0 : o sistema recebeu trabalho (aumento da energia no sistema)
w < 0 : o sistema realizou trabalho (redução da energia no sistema)

Sistema: gás em um cilindro que se expande contra a


pressão externa exercida pelo pistão.

Trabalho = força x deslocamento


Força = pressão exercida pelo pistão (P = f/A)
Deslocamento = movimentação (altura) do pistão com
a expansão do gás (h)

w   pext .V
Calor
Energia transferida em conseqüência de uma
diferença de temperatura

Região de
Região de alta CALOR baixa
temperatura temperatura

Quando o sistema não realiza trabalho, mas sofre uma variação de


temperatura:
ΔU = q

q > 0 – Sistema recebeu calor (aumento de energia)


q < 0 – Sistema perdeu calor (diminuição de energia)
Calorimetria
 Medida do calor envolvido numa transformação

 Capacidade calorífica: a quantidade de energia necessária


para aumentar a temperatura de um objeto (em 1 grau).
q
C  q  C.T
T
 Capacidade calorífica molar: capacidade calorífica de 1
mol de uma substância.
Cs  C  q  m.Cs .T
m
 Calor específico: a capacidade calorífica específica: a
capacidade de calor de 1 g de uma substância.
Cm  C  q  n.Cm .T
n
Capacidade Calorífica
Calcule o calor necesário para aumentar em 20°C a
temperatura de
a) 100g de água
b) 2 mol de água

Dados:
Cs(H2O) = 4,18 J/K.g
Cm(H2O) = 75 J/K.mol
a) 8,4 kJ
b) 3,0 kJ
Primeira Lei da Termodinâmica

A energia interna de um sistema isolado é constante

A energia interna pode ser alterada de duas formas:


 Transferência de calor
 Trabalho

ΔU = q + w

 Lei empírica: originária de observações experimentais

 Comprovada pela impossibilidade de construir uma


“máquina de movimento perpétuo”
Primeira Lei da Termodinâmica
Um motor de automóvel realiza 520 kJ de trabalho e
perde 220 kJ de energia na forma de calor. Qual é a
variação da energia interna do motor?

w = - 520 kJ

q = - 220 kJ

U = q + w

U = - 220 kJ – 520 kJ = - 740 kJ


U, Calor e Trabalho
 A energia não pode ser criada ou destruída.

 A energia (sistema + vizinhança) é constante.

 Toda energia retirada de um sistema deve ser transferida para


as vizinhanças (e vice-versa).

 A partir da primeira lei da termodinâmica:


 quando um sistema sofre qualquer mudança física ou química, a
variação obtida em sua energia interna, U, é dada pelo:
 calor adicionado ou liberado pelo sistema, q,
 o trabalho realizado pelo ou no sistema

U  q  w
Sistemas a Pressão Constante
 Quando o volume do sistema não é constante, a transferência
de calor gera também um trabalho compressão / expansão

Trabalho de
 ΔU = qP – w
expansão a P
constante

Energia
transferida
sob a forma
de calor

 Reações químicas
Entalpia (H)
 Função de estado definida a partir da combinação de outras
funções de estado (energia, pressão e volume)
 H = U + PV
ΔU = qP + w
ΔU = qp – PextΔV
qp = ΔU + PextΔV
qp = ΔU + PΔV

ΔH – Variação de entalpia

A variação da entalpia é o calor liberado / absorvido por um


sistema à pressão constante
Variação da Entalpia (ΔH)
 Calor envolvido durante uma transformação física ou química a
pressão constante.

 Reação Endotérmica: absorve calor da vizinhança


 Hf > Hi; H > 0
Vizinhança
 Reação Exotérmica: libera calor para a vizinhança
 Hf < Hi; H < 0

Reação Endotérmica Reação Exotérmica


Reação Endotérmica
Reação Exotérmica