Você está na página 1de 4

O retorno de Saturno

Também conhecido na astrologia como o Grande Maléfico, Saturno é um


planeta de suma importância no mapa astral. Temido na Mitologia Saturno
representa o Kronos, um titã, Deus do Tempo capaz de atrocidades para obter e se
manter no poder – Kronos devorava os seus próprios filhos assim que eles nasciam,
pois uma vez ouviu-se uma profecia em que um de seus filhos o destronaria,
tomando posse de seu reino. Regente Clássico dos Signos de Capricórnio e Aquário,
Saturno confere a esses signos sua rigidez, austeridade e perspicácia. Num mapa
natal a casa em que Saturno se encontra é onde paira a sombra, a dificuldade, os
desafios insolúveis e de difícil superação, não é a toa que muitos o denominam como
o Senhor do Karma. O signo em que Saturno se encontra diz a forma como o karma
se apresentará ao nativo. Por exemplo: Uma pessoa possui Saturno na Casa 7 em
Escorpião. Esse indivíduo viverá tendo muita dificuldade nos seus relacionamentos,
poderá ter problemas de ordem judicial durante a vida, e periodicamente sofrerá
uma angustia, que mesmo estando num relacionamento, irá se sentir sozinho, com
vontade que a relação tão custosa se acabe (casa 7). Em contrapartida esses
parceiros poderão ser muito cruéis, controladores, e exercer algum tipo de
dominação mental e/ou sexual sobre o nativo (Escorpião).

O retorno de Saturno ao ponto natal ocorre quando o indivíduo atinge os 28


anos e meio. Durante sua trajetória pela mandala astrológica, este titã tocará
certos pontos do mapa natal e tornará alguns momentos da vida do nativo
insustentáveis, obrigando-o a vivenciar um sofrimento, humilhação, ou privação de
alguma faculdade física, psíquica e emocional. Apesar dessa conotação um tanto
severa contida nos trânsitos saturninos, isso faz com que o indivíduo cresça e
jamais esqueça das lições aprendidas, mesmo que o processo seja doloso. Após um
aspecto difícil de saturno a um ponto importante no mapa a pessoa sai mais sábia,
experiente, madura que o conhecimento adquirido, geralmente pela dor, impregna a
alma e o faz senhor daquele assunto por toda a eternidade.

O retorno de Saturno e as fases da Vida

Antes do retorno de saturno, que leva quase 30 anos, existem aspectos


desafiadores que esse Padrasto Celeste faz com pontos do mapa e demarcam bem
fases importantes no desenvolvimento da personalidade do indivíduo. São os 4
aspectos tensos antes do seu retorno: Quadratura crescente (ocorre aos 7 anos de
idade), Oposição (aos 14 anos), Quadratura Minguante (21 anos) e a Conjunção de
Saturno em Trânsito com sua posição natal (28 anos – O Retorno de Saturno).
Esses momentos em que saturno em trânsito aspecta a posição de Saturno natal,
promovem mudanças radicais, mortes e renascimentos na vida do nativo.

Quadratura Crescente: Aos 7 anos de idade Saturno em trânsito se


encontra a 90º crescentes da sua posição Natal. Esse ângulo é de tensão e provoca
mudanças na vida social do indivíduo. É nesta idade que a criança começa a
frequentar a escola, que o ambiente escolar pode se tornar hostil com a decadência
de brincadeiras e maiores responsabilidades – matérias mais difíceis de serem
compreendidas pela criança como Matemática e longos textos de Língua
Portuguesa. É o momento de transição em que a criança passa da primeira infância
em que apenas brincava e se divertia, para a segunda infância onde começa a ser
cobrada e ter maiores responsabilidades como o horário de acordar pra ir a escola,
horário de ver televisão, horáro cronometrado para as lições de casa, horário
reduzido de recreação, enfim nesta fase a criança se vê bombardeada de regras,
normas, que antes eram ignoradas. E o agravante desse momento é que em meio a
essas inéditas cobranças a criança se vê na obrigação de não reclamar de nada, pois
quando Saturno cobra, a ordem deve ser obedecida com quietude e disciplina. Esse
silenciamento dos desejos infantis geralmente latejam na cabeça do próprio
indivíduo, que inconscientemente se condiciona a uma disciplina, a cumprir todas as
metas estabelecidas com rigor, pois agora ele já é crescidinho e já não pega bem
alguém dessa idade ser pego chorando ou fazendo pirraça, raramente uma criança
de 7 anos faz malcriação por motivos meramente infantis, pois ela mesma se cobra
silenciosamente, afinal o que seus coleguinhas vão pensar se o verem chorar – Essa
consciência é tipicamente saturnina e é o primeiro passo para o entendimento da
vida social.

Oposição: Aos 14 anos de idade Saturno está no signo oposto ao natal e os


conflitos são declarados, os desafios cruelmente difíceis e a evolução vagarosa,
ralentada. Nesse momento o nativo passa pelo ponto crítico de sua adolescência,
pois é onde descobre que o céu tem limite e que a vida não é tão bela, nem tudo
parece tão fácil de se obter como se acreditava aos 12 anos (primeiro retorno de
Júpiter). Existe uma palavra que o indivíduo compreende bem nessa época: Limites.
No adolescer o jovem se vê em diversos conflitos, que surgem espontaneamente em
sua cabeça, pensa em coisas que jamais havia pensado antes e começa a comparar
sua vida com a vida dos pais, dos tios, dos avós. É geralmente nessa fase que o
jovem mais entra em choque de ideias com parentes próximos, com outros colegas
de turma, começa a descobrir a sua sexualidade: é um momento de comparação.
Nessa etapa o jovem tem uma postura bem saturnina, compara tudo o que o cerca,
calcula as suas possibilidades, almeja alcançar suas metas de vida a médio e longo
prazo usando uma lógica fria e objetiva. Após esse aspecto o jovem quer poder,
status, ser reconhecido em seu meio social e trabalha duro pra isso. Geralmente
jovens após os 14 anos de idade possui uma sabedoria sobre si mesmo, e sabem no
que são bons e investem nisso para obter sucesso no futuro. Quem nunca
presenciou uma sala de aula em que adolescentes extrovertidos investem em sua
imagem e na popularidade, enquanto outros mais introvertidos investem em se
tornar especialistas numa determinada disciplina, ou se destacar no esporte, ou ser
aquele que faz desenhos incríveis. É nessa idade que a oposição do Saturno em
trânsito obriga o saturno natal a dar vazão às suas habilidades, mas nem sempre
essa descoberta é algo fácil de se fazer ou aceitável no meio social em que vivem.
A transição do Ensino Fundamental para o Ensino Médio também ocorre nessa
época, e a pressão de passar ou não de ano pode atormentar alguns jovens.

Quadratura Minguante: Antes de Saturno Retornar a sua posição natal,


ocorre um último aspecto tenso de 270º graus partindo de sua origem (ou de 90º
até a sua origem). Esse é um dos aspectos mais sombrios e frios de Saturno. É
quando o jovem começa a se dar conta que a ele estão sendo feitas as mesmas
cobranças que se fazem a um adulto. Num olhar superficial isso não tem nada
demais, mas quando se vive este momento nada pode parecer tão ameaçador e
apavorante quanto se tornar um adulto. É uma idade de interface entre a rebeldia
da adolescência e a conformismo dos mais maduros. A morte e o renascimento
nesta fase da vida ocorrem a nível mais mental e psicológico do que material e
prático. O medo de errar, de não fazer direito, de ser criticado bloqueia a mente e
durante um tempo o indivíduo pode desenvolver algum tipo de paranoia. Uma
enxurrada de problemas como contas, dinheiro, trabalho, profissão,
relacionamento, tudo isso que antes era solucionado por outras pessoas, passam a
ser responsabilidade do nativo e esse peso extra sobre suas vidas, faz com que se
sintam impotentes e a velocidade de seus projetos pessoais desacelere
consideravelmente. As crises que algumas pessoas têm ao estar no meio de um
curso de graduação, ou num trabalho se potencializam nessa época, uma vez que
Saturno exige um tesão verdadeiro por aquilo que se faz, e sua rigidez não permite
que haja dúvidas. Nessa idade a perfeição em diversos aspectos da vida do nativo é
um ideal persistentemente perseguido, que se não são fundamentados em sólidas
motivações acabam ruindo e trazendo grande descontentamento, desilusão e queda
da vitalidade.

A conjunção: 28 anos após o nascimento, Saturno retorna ao seu ponto


natal, e esse é considerada a pior fase de nossas vidas. Dependendo do setor em
que saturno estiver na hora em que nascemos, serão vividas verdadeiras provas a
ponto de desestruturar falsas concepções para construir ou reestruturar todos os
assuntos relacionados com aquela casa. O retorno de Saturno é similar a de uma
auditoria profunda, que investiga os confins dos assuntos relacionadas à casa de
modo a encontrar uma inconsistência e derrubá-la severamente de uma vez por
todas. Sem dó, sem perdão, esse é um momento de cobranças incompassíveis, do
que você fez até hoje, quais eram suas perspectivas e o que você conseguiu atingir,
porque você não cumpriu isso ou aquilo. É uma fase de crise extrema e saturno vêm
cobrar acima de tudo o que o nativo conseguiu construir, ou adquirir de fato,
palpável, como casa, carro, bens, casamento, profissão. Saturno retorna testando
cada conquista e o que não for sólido ruirá. Um exemplo: Uma pessoa que possui
Saturno na casa 2, por volta dos 28 anos começarão as cobranças sobre os
assuntos relacionados a casa 2 como bens, riquezas, dinheiro. Badalam no
inconsciente do nativo: “Você conseguiu uma casa própria?”, “pagou as parcelas do
carro?”, “Obteve sucesso na sua profissão?”, ou se Saturno estiver na casa 7:
“Porque você não se casou?” ou “porque você se separou?”, “Você vai ficar sozinho
pro resto da vida?”, “ Vai ficar solteirona?”. Esse tipo de cobrança extravasa o
nível mental e o quadro pode piorar caso alguém de fora toque na ferida, nos
projetos promissores que abandonou, no casamento frustrado, na crise financeira,
na falta de criatividade, etc. Porém essa revisão, de tudo o que deu errado e que
não foi seguido adiante na vida do nativo, permite-lhe ao fim desse retorno
rigoroso de Saturno, dar uma guinada pois agora o indivíduo mais lúcido de si, de
quem é e do que já alcançou irá se obstinar em reestruturar sua vida seja essa
renovação para qual for o setor tocado pela mão gélida de Saturno.