Você está na página 1de 27

UERJ 2013 A pílula anticoncepcional contém os hormônios estrogênio e progesterona, que

agem sobre a hipófise alterando os níveis de liberação dos seguintes hormônios: folículo
estimulante (FSH) e luteinizante (LH). No gráfico abaixo, são mostradas as variações das
concentrações de FSH e de LH durante um ciclo
menstrual de 28 dias de uma mulher que não usa anticoncepcionais.

Considere agora uma mulher que utilize esse método anticoncepcional na prescrição usual:
uma pílula por dia ao longo de 28 dias.
Os valores sanguíneos dos hormônios FSH e LH, durante o ciclo menstrual dessa mulher, estão
apresentados em:

GABARITO C
UFSC 2013 Questão 31 A Europa vai decidir como controlar mais uma fonte de poluição: a urina das mulheres
que tomam pílulas anticoncepcionais. Um dos componentes mais usados na composição de pílulas
anticoncepcionais é o etinil-estradiol (EE2), uma molécula semelhante ao estrógeno.
Ao contrário do estrôgenio produzido pelo corpo, o EE2 não é rapidamente degradado pelo fígado e, portanto,
pode ser administrado em doses extremamente baixas. Mas este fato tem uma consequência importante: ele é
retirado intacto do sangue pelos rins e excretado na urina de todas as mulheres que tomam anticoncepcionais. A
urina acaba no sistema de esgoto dascidades, que, depois de tratado, é despejado nos rios. Diversos
experimentos demonstram os efeitos nocivos do EE2 sobre a reprodução de peixes. Em algumas espécies de
peixes, as doses de EE2 despejadas nos rios provocam alterações nos testículos e impedem sua reprodução;
em outras, provocam o aparecimento de indivíduos transexuais.

Considerando o acima exposto, assinale a(s) proposição(ões)


CORRETA(S)
.
01. As pílulas anticoncepcionais contêm hormônios que mimetizam a ação dos estrógenos e da progesterona,
bloqueando a produção de óvulos pelos ovários.
02. Além dos hormônios encontrados nas pílulas anticoncepcionais, outras substâncias lançadas no ambiente
podem interferir no desenvolvimento do sistema reprodutor dos animais.
04. O estrógeno é naturalmente produzido no ovário humano e é responsável por provocar a proliferação das
células do endométrio.
08. A menstruação é resultado da queda nas taxas de estrógenos e progesterona, o que, em mulheres que
utilizam pílula anticoncepcional, é mimetizado pela interrupção da ingestão do anticoncepcional por alguns dias.
16. A urina produzida pelo sistema excretor contém apenas substâncias tóxicas ao organismo, como
representado pelo EE2.
32. As alterações apresentadas nos peixes do sexo masculino se explicam porque o EE2 bloqueia a produção de
testosterona.
UFF 2012

GABARITO E

UFT 2012
A fisiopatologia do diabetes está relacionada a importantes alterações metabólicas induzidas por
hormônios. Analise as assertivas a seguir e marque a alternativa CORRETA:

(A) A captação de glicose pelas células é facilitada pelo glucagon na ausência de insulina.
(B) Na ausência de insulina, ou de receptores de insulina, a glicose fica acumulada no fígado até ser
eliminada pela urina.
(C) A insulina produzida e secretada pelas células beta do pâncreas se liga ao seu receptor na
membrana plasmática permitindo a entrada da glicose na célula-alvo.
(D) O diabetes é causado pela falta do hormônio insulina e por uma fraca responsividade do glucagon
nos tecidos-alvo deste hormônio.
(E) Altos níveis de glicose no sangue causam o movimento de água do sangue para as células por
osmose, e os rins diminuem a eliminação de urina.
Utilize as informações a seguir para responder às questões de números 22, 23 e 24.
Uma das consequências do acidente nuclear ocorrido no Japão em março de 2011 foi o vazamento de
isótopos radioativos que podem aumentar a incidência de certos tumores glandulares. Para minimizar
essa probabilidade, foram prescritas pastilhas de iodeto de potássio à população mais atingida pela
radiação.

UERJ 2012 1ª ETAPA O consumo dessas pastilhas de iodeto de potássio pode diminuir a incidência de
tumores na seguinte glândula:

(A) tireoide
(B) hipófise
(C) pâncreas
(D) suprarrenal

25. UERJ 2012 1ª. ETAPA Durante o ciclo menstrual, as concentrações sanguíneas de hormônios
hipofisários e ovarianos sofrem notáveis variações. Os gráficos abaixo ilustram essas variações,
ocorridas durante um ciclo de 28 dias.

O gráfico que representa o hormônio progesterona, em um ciclo menstrual normal, está indicado pela
seguinte letra:
(A) W
(B) X
(C) Y
(D) Z
UERJ 2011 Os hormônios exercem papel fundamental na integração do controle metabólico do
organismo humano.
Algumas das etapas do metabolismo estimuladas por hormônios estão resumidas a seguir:
1 - gliconeogênese hepática;
2 - síntese de glicogênio;
3 - mobilização do Ca++ do osso.
Os hormônios insulina, paratormônio e epinefrina estimulam, respectivamente, as seguintes etapas:

(A) 2, 3, 1
(B) 1, 2, 3
(C) 3, 2, 1
(D) 1, 3, 2

Gabarito – A

UNICAMP 2011 QUESTÃO 8


Os gráficos A, B e C mostram as variações da secreção de insulina e glucagon em função da
concentração de glicose, e as variações da concentração de glicose no sangue, após uma refeição rica
em carboidratos.

Com base nos gráficos acima, pode-se afirmar que


a) se os níveis de glicose no sangue estão altos, a secreção de insulina aumenta para permitir que as
moléculas de glicose sejam absorvidas pelas células, e os níveis de glucagon permanecem baixos, pois
não há necessidade de o glicogênio ser transformado em glicose.
b) o aumento dos níveis de glicose no sangue causa um aumento da secreção de insulina e de
glucagon por células do pâncreas, pois ambos os hormônios contribuem para que as moléculas de
açúcar atravessem a membrana plasmática das células.
c) a secreção de glucagon é alta em indivíduos que tenham se alimentado de carboidrato duas horas
antes, pois muitos desses carboidratos acabam se transformando em glicose; já com relação à insulina,
ocorre um aumento porque os níveis de glicose estão elevados.
d) as células secretoras do pâncreas estão sempre produzindo grandes quantidades de insulina e de
glucagon, pois esses dois hormônios são responsáveis pela captura de glicose do sangue para as
células.
UERJ 2011 Com o objetivo de estudar a influência de hormônios sobre o metabolismo da glicose, foram
utilizados os seguintes procedimentos experimentais:
- manter inicialmente em jejum um animal adequado ao estudo;
- injetar nesse animal, por via subcutânea, e em diferentes intervalos de tempo, os hormônios
A, B e C, que atuam no metabolismo dos carboidratos.
O gráfico abaixo apresenta as alterações da taxa de glicose no sangue do animal em função da
inoculação de cada um desses hormônios.

Nomeie os hormônios A e B, produzidos pelo pâncreas, e identifique o órgão que produz o hormônio C.
Indique, ainda, o que ocorre com o glicogênio muscular após a administração do hormônio A.

A: glucagon; B: insulina
Hormônio C: produzido pelas glândulas suprarrenais
O glicogênio muscular não se altera.

UEL 2011 A adrenalina é muito associada aos esportes radicais devido à excitação à qual a pessoa que
os pratica está submetida. Este hormônio prepara o corpo para enfrentar situações de perigo ou de
emergência.
Em qual(is) glândula(s) endócrina(s) humana(s) é produzida a adrenalina?

a) Hipófise.
b) Tireoide.
c) Paratireoides.
d) Suprarrenais.
e) Pâncreas.

UECE 2011 19. A glândula que estimula a liberação do cálcio dos ossos, por meio do hormônio que
produz é o(a)

A) pâncreas.
B) paratireóide.
C) hipófise.
D) supra-renal.

Respiração - B
Mackenzie 2011 Questão nº 42
O quadro abaixo apresenta algumas doenças provocadas por alterações hormonais.

Os espaços, A, B, C, D, E e F serão preenchidos correta e respectivamente por

a) glucagon, diminuição, hipófise, GH, paratireoide e calcitonina.


b) T4, aumento, hipotálamo, FSH, medula da supra renal e ocitocina.
c) insulina, diminuição, hipófise, GH, tireoide e tiroxina.
d) glicocorticoide, aumento, paratireoide, adrenalina, tireoide e LH.
e) insulina, diminuição, hipotálamo, ADH, tireoide e ACTH.

Resposta - C

UNIOESTE 2011 5. Estudos microscópicos de um determinado tecido animal verificaram nas células
abundantes Retículos Endoplasmáticos, Complexo Golgiense (Aparelhos de Golgi) bem desenvolvido e
Mitocôndrias. Pode-se afirmar que as células observadas pertencem ao tecido

A. ósseo.
B. pancreático.
C. sanguíneo.
D. nervoso.
E. cartilaginoso.
UNICAMP 2010 O gráfico abaixo mostra a variação na concentração de dois hormônios ovarianos,
durante o ciclo menstrual em mulheres, que ocorre aproximadamente a cada 28 dias.

a) Identifique os hormônios correspondentes às curvas A e B e explique o que acontece com os níveis


desses hormônios se ocorrer fecundação e implantação do ovo no endométrio.

b) Qual a função do endométrio? E da musculatura lisa do miométrio?

a) A= Estrógeno; B=Progesterona. Com a implantação no endométrio, os níveis dos hormônios


sobem, devido à produção da gonadotrofina coriônica pelas vilosidades coriônicas, o que
mantém o estímulo ao corpo amarelo para continuar produzindo os hormônios, a partir do
quarto mês de gestação, são produzidos pela placenta.
b) Funções do endométrio:
– implantação do embrião. Outras funções: nutrição do embrião e participação na formação
da placenta.
Função da musculatura lisa:
- promover a contração uterina durante o parto ou durante a menstrução.
c) UNIVESP 2010 02 O gráfico mostra as taxas de glicose medidas em amostras de sangue de
duas pessoas, ao longo de cinco horas. A primeira amostra de sangue foi coletada em jejum.
Imediatamente depois, administrou-se glicose às pessoas e, a partir desse momento, foram
coletadas amostras de sangue a cada hora.

Nesse gráfico, a curva


a) I é de uma pessoa diabética, e a acentuada elevação da taxa de glicose que se observa a partir
do tempo 0 é devida à ação da insulina.
b) II é de uma pessoa normal, e a acentuada queda da taxa de glicose que se observa a partir de 1
hora é devida à ação da insulina.
c) II é de uma pessoa diabética, e a acentuada queda da taxa de glicose que se observa a partir de 1
hora é devida à ação da insulina.
d) I é de uma pessoa normal, e a lenta queda da taxa de glicose que se observa a partir de 2 horas é
devida à ação da insulina.
e) II é de uma pessoa normal, e a acentuada elevação da taxa de glicose que se observa a partir do
tempo 0 é devida à ação da insulina.

Resposta – B

UFF 2010 Na paixão, ocorre a desativação de áreas


ligadas ao juízo crítico (André Palmini, neurocientista).
Conjuntamente, os batimentos cardíacos aumentam e
diferentes sensações têm sido descritas na literatura
científica e poética em resposta ao estímulo da pessoa
amada. Nesse processo, moléculas como a ocitocina,
considerada o hormônio do amor, atuam para que
essas diferentes sensações atraiam os indivíduos. Um
pesquisador, estudando esse tipo de sinalização,
aplicou uma concentração fixa de três hormônios em
três grupos experimentais, separadamente, e observou
o efeito de cada hormônio sobre alguns parâmetros
fisiológicos, apresentado nos gráficos abaixo. A linha
tracejada marca o nível basal do parâmetro avaliado
antes do tratamento.
Observando os resultados acima, pode-se afirmar que os hormônios X, Y e Z, avaliados pelo pesquisador,
são, respectivamente:
(A) adrenalina, paratormônio e insulina.
(B) insulina, paratormônio e adrenalina.
(C) adrenalina, insulina e paratormônio.
(D) paratormônio, insulina e adrenalina.
(E) paratormônio, adrenalina e insulina.
Gabarito - C
UFF 2010 As glândulas multicelulares se formam a partir da proliferação celular de um tecido e, após a
sua formação ficam imersas em outro tecido, recebendo nutrientes e oxigênio. De acordo com o tipo de
secreção que é produzido, as glândulas são classificadas basicamente em endócrinas e exócrinas.
Entretanto, existe uma glândula que possui duas partes, uma exócrina e outra endócrina.
A figura abaixo mostra um esquema comparativo da formação de dois tipos de glândulas.

Com base na figura, assinale a opção que identifica, respectivamente, o tecido de onde as glândulas se
originam, o tecido onde elas ficam imersas, a glândula I, a glândula II e um exemplo de uma glândula
exócrina.
(A) Tecido epitelial, tecido conjuntivo, glândula exócrina, glândula endócrina e glândula salivar.
(B) Tecido conjuntivo, tecido epitelial, glândula exócrina, glândula endócrina e tireoide.
(C) Tecido epitelial, tecido conjuntivo, glândula endócrina, glândula exócrina e pâncreas.
(D) Tecido conjuntivo simples, tecido epitelial, glândula endócrina, glândula exócrina e paratireoide.
(E) Tecido conjuntivo frouxo, tecido epitelial, glândula endócrina, glândula exócrina e glândula lacrimal.

Gabarito - A
UERJ 2010 No fígado, o transporte de glicose é realizado por difusão passiva mediada por proteínas
transportadoras da membrana plasmática.
Em um experimento, cuja base consistiu em cultivar células hepáticas em um meio adequado, foram
seguidos os seguintes passos:
- adicionar ao meio de cultivo uma concentração de glicose suficiente para manter, já no primeiro
minuto, seu transportador saturado;
- medir, a partir do primeiro minuto de incubação, a velocidade V do transporte de glicose para o interior
dos hepatócitos;
- bloquear, após três minutos de incubação, o metabolismo da glicose já absorvida, por meio da adição
de um inibidor da enzima glicoquinase.
Nos gráficos abaixo, os valores de V são medidos em função do tempo de incubação:

O resultado do experimento descrito está representado na curva do gráfico indicado por:


(A) W
(B) X
(C) Y
(D) Z
A
UFSC 2010 Questão 35

A jovem mãe suspendeu o filho à teta; mas a boca infantil não emudeceu. O leite escasso
não apojava o peito.
O sangue da infeliz diluía-se todo nas lágrimas incessantes que não estancavam dos olhos;
pouco chegava aos seios, onde se forma o primeiro licor da vida.
ALENCAR, José de. Iracema. São Paulo: Ática, 1992. p. 77.

Após ler o excerto acima, analise e assinale a(s) proposição(ões) CORRETA(S).


01. O leite materno, tratado na obra Iracema como “licor da vida”, é considerado um alimento completo para o
recém-nascido, contendo água, sais minerais e até anticorpos fundamentais para sua saúde.
02. As glândulas sudoríparas, que produzem o suor, são um exemplo de glândula endócrina.
04. Quando o autor diz que o sangue diluía-se todo nas lágrimas e não chegava aos seios, está afirmando que o
funcionamento da glândula mamária não tem relação com a circulação sanguínea.
08. A oxitocina é o hormônio que, além de estimular os movimentos de contração uterina no parto, estimula a
contração da musculatura lisa das glândulas mamárias na expulsão do leite materno.
16. A produção do leite materno não tem relação direta com o ato de sucção do seio materno pelo recém-
nascido.
32. As lágrimas e o leite produzidos pela mãe são exemplos de secreções produzidas pelas glândulas exócrinas.

35 06 X X X 41
UFAL 2010 O nível normal de glicose no sangue é mantido graças à ação conjunta de dois hormônios
produzidos por células que constituem a parte endócrina do pâncreas, constituída por centenas de
aglomerados celulares, as ilhotas de Langerhans, onde são encontradas células do tipo beta e do tipo
alfa. Com relação à regulação da concentração de glicose no sangue, é correto afirmar que:
A) o aumento no nível de glicose no sangue estimula as células alfa a secretarem o hormônio glucagon,
o qual atua na permeabilidade da membrana plasmática, facilitando a entrada da glicose nas células.
B) sob a ação do hormônio glucagon, todas as células passam a absorver mais glicose, e a
concentração desse açúcar no sangue diminui, havendo o retorno ao padrão normal de concentração.
C) se uma pessoa passa muitas horas sem se alimentar, a concentração de glicose no sangue diminui,
fazendo com que as células alfa aumentem a secreção de insulina para estimular as células do fígado.
D) após muitas horas sem alimento, sob a ação do hormônio insulina, o fígado passa a armazenar
energia em forma de glicose, e, assim, o organismo atinge o estado de equilíbrio bioquímico.
E) o aumento na concentração de glicose, no sangue, resultante da absorção de açúcar dos alimentos
pelas células do intestino, estimula a secreção de insulina pelas células beta.

Resposta: E
Justificativa:
Quando aumenta a concentração de glicose no sangue, em decorrência da absorção do açúcar dos alimentos pelas células
intestinais, as células beta das ilhotas de Langerhans são estimuladas a secretar o hormônio insulina. As alternativas A, B e C
estão incorretas, e a justificativa encontra respaldo no conteúdo da proposição E, que é a correta. Na alternativa D, a incorreção
se explica da seguinte forma: o hormônio glucagon, que tem efeito inverso ao da insulina, possibilita a transformação do
glicogênio armazenado no fígado em glicose, conduzindo a um aumento de glicose no sangue, quando isso se faz necessário.
Isso ocorre quando a pessoa passa muito tempo sem se alimentar e a concentração de glicose em seu sangue diminui.

UFV 2010 Os gráficos representam a


variação da glicose e a atuação de dois dos
principais hormônios (I e II) relacionados ao
metabolismo de açúcares no organismo
humano, destacando um intervalo de 0 a 6
horas após uma refeição.
Observe os gráficos e cite:
a) o nome do hormônio II e o tipo
específico da célula do pâncreas
responsável pela sua produção:
(nome): __________________________
(tipo): __________________________
b) o nome da substância que é
catabolizada na glicogenólise e a
concentração máxima do hormônio
responsável por essa ação:
(nome): __________________________ (concentração): ___________________
c) a concentração do hormônio hipoglicemiante, no momento em que a concentração máxima de
glicose foi reduzida em 30%, aproximadamente: ____________________________

Resolução:
a) Nome: Glucagom Tipo: Células alfa das ilhotas de Langerhans

b) Nome: Glicogênio Concentração: 75 ng/L


A glicogenólise é a quebra do glicogênio hepático pela enzima glicogênio fosforilase e o hormônio envolvido nessa
ação é o glucagon (hiperglicemiante à promove o aumento da concentração de glicose no sangue).

c) 250 pM
O hormônio hipoglicemiante é a insulina. Quando a concentração máxima de glicose reduziu em 30%
aproximadamente, o que dá uma concentração em torno de 7 mM, a concentração de insulina está próxima de 250
pM.
PUCSP 2010 Foi administrada uma dose do hormônio _____I______ em uma pessoa que apresenta
_______II________ devido a uma disfunção _______III________.
No trecho acima, as lacunas I, II e III, podem ser preenchidas correta e respectivamente, por
a) antidiurético, alta reabsorção de água pelos rins, pancreática.
b) insulina, alto nível de glicose no sangue, pancreática.
c) insulina, baixo nível de glicose no sangue, hipofisária.
d) estrógeno, baixa atividade do folículo ovariano, tireoidiana.
e) estrógeno, alta atividade do folículo ovariano, tireoidiana.

Resolução
Foi administrada uma dose do hormônio insulina em uma pessoa que apresenta alto nível de glicose no sangue em
consequência de uma disfunção pancreática.

UERJ 2009 O uso do radioisótopo 131I é adequado para o diagnóstico de tumores no seguinte tecido:
(A) hepático
(B) ovariano
(C) tireoidiano
(D) pancreático

Resposta C

UERJ 2009 O metabolismo


energético do organismo varia em
função dos níveis de hormônios na
circulação sangüínea. Por sua vez, a
produção hormonal está relacionada
com fatores como existência de
doenças, escolhas alimentares e
estado de atividade ou de inatividade
física. O esquema ao lado mostra
transformações metabólicas
predominantes em determinada
condição do organismo, envolvendo
algumas substâncias em diferentes
tecidos.
A condição representada pelo
esquema é:

(A) repouso
(B) diabetes melito
(C) hiperinsulinismo
(D) dieta hiperglicídica

Resposta B
UFEPEL 2009 23_
Já se desconfiava que a doença de Alzheimer pudesse ser uma nova forma de diabetes melito. Agora,
tudo indica, veio a comprovação. Segundo recente (e promissora) linha de pesquisa, a perda de
memória, que é o principal sintoma desta doença, pode ser causada por mecanismos que envolvem
problemas na recepção de insulina pelas células nervosas, semelhante ao que ocorre em um tipo de
diabetes melito.
Ciência Hoje, vol. 41 – nº 243 [adapt.]
Com base no texto e em seus conhecimentos sobre a diabetes melito, assinale a alternativa
correta.

(a) Problemas na recepção de insulina pelas células nervosas é uma das características da diabetestipo
I, em que a produção normal de insulina pelas células alfa do pâncreas não é afetada.
(b) Ao afirmar que os receptores de insulina – hormônio produzido pelas células beta do pâncreas – têm
dificuldade de captá-la, para forçar sua saída das células, os pesquisadores estão se referindo à
diabetes tipo I.
(c) A insulina – hormônio produzido pelas células alfa do pâncreas – sofre uma redução drástica na sua
produção, nos indivíduos portadores de diabetes melito tipo II.
(d) A causa da captação exagerada de glicose pelas células, característica da diabetes melito tipo II,
pode ser o aumento acentuado da função de seus receptores.
(e) Na diabetes melito tipo II, apesar da produção de insulina pelas células beta do pâncreas, o
organismo não consegue responder a ela, devido a alterações nos seus receptores específicos.

E
CEDERJ 2010
Resposta – B

UNIRIO 2009

a) É um hormônio responsável pela regulação da glicemia (disponibilidade de glicose na


corrente sanguínea).
b) Nas células conhecidas como ilhotas de Langerhans
no pâncreas.

FUVEST 2009 Q.01


O gráfico mostra os níveis de glicose medidos no sangue de duas pessoas, sendo uma saudável e
outra com diabetes melito, imediatamente após uma refeição e nas cinco horas seguintes.

a) Identifique a curva correspondente às medidas da pessoa diabética, justificando sua resposta.


b) Como se explicam os níveis estáveis de glicose na curva B, após 3 horas da refeição?

Questão 1COMENTÁRIO - A questão oferece duas curva de taxas de glicose no sangue ao longo
do tempo. Uma curva sobe mais alto que a outra e desce mais lentamente (curva A). É
perguntada qual das duas curvas representa um paciente com diabetes e por que a curva menor
(curva B) se estabiliza após 3 horas.
A diabetes é caracterizada por altos níveis de glicose no sangue e uma dificuldade de se retornar
aos níveis basais após a alimentação (curva A). Uma das causas da diabetes é a intolerância à
insulina, hormônio que provoca a absorção de glicose pelas células do corpo, o que explica a
estabilização dos níveis de glicose na curva B. O hormônio glucagon atua de forma contrária à
insulina, ajudando a estabilizar a taxa de glicose.

UFPI 2010

B
UFES 2009 5ª QUESTÃO

Na charge, o casal está analisando as alturas de seus filhotes. A altura é influenciada pelo hormônio do
crescimento.
A) Indique o órgão produtor desse hormônio e aquele que é responsável pelo controle de sua liberação.
B) Cite duas conseqüências fisiológicas resultantes da liberação desse hormônio na corrente
sangüínea.
C) Em algumas situações, a reposição do hormônio do crescimento é necessária. No entanto, a
reposição pode elevar exageradamente o nível desse hormônio no organismo. Indique duas
conseqüências da elevação exagerada do hormônio do crescimento.

A) O hormônio é produzido pela adeno-hipófise, mas sua liberação é controlada por hormônios
produzidos no hipotálamo,
B) Crescimento do indivíduo e fechamento das epífises, mas possui também importantes
funções no metabolismo,
principalmente:
- aumento da síntese de proteínas (principalmente nos ossos e músculos);
- diminuição da deposição de gorduras em algumas regiões do organismo, como o abdômen e o
tronco;
- aumento das necessidades de insulina pelo organismo;
- retenção de sódio e eletrólitos;
- aumento da absorção intestinal e eliminação renal de cálcio.
C) Acromegalia e Gigantismo.

24.UNICAMP 2005 O texto abaixo se refere ao relato de um viajante inglês que esteve em Minas
Gerais entre 1873 e 1875: O bócio é muito comum entre os camponeses mais pobres, mas raramente é
visto nos fazendeiros mais prósperos. A presença de cal nas águas dos córregos e uma atmosfera
úmida são consideradas as causas primárias do mal, mas hábitos indolentes e uma ausência de toda
higiene e limpeza, seja na própria pessoa ou na casa, são sem dúvida grandes promotores da doença.
Pode ser, e possivelmente é, hereditária, pois está principalmente confinada àqueles nascidos nas
áreas afetadas, e os colonos vindos de outras localidades não são muito sujeitos a ela. (Adaptado de
James W. Wells,
Explorando e viajando três mil milhas através do Brasil, do Rio de Janeiro ao Maranhão . v. 1. Belo
Horizonte: Fundação João Pinheiro, 1995).

a) Das causas mencionadas pelo autor, alguma é realmente responsável pelo aparecimento do bócio?
Justifique.
b) Qual a conseqüência do aparecimento do bócio para o organismo?
c) Que medida foi tomada pelos órgãos de saúde brasileiros para combater o bócio endêmico?
Resposta: Os candidatos deveriam reconhecer que nenhuma das explicações constantes do texto é
correta, já que o bócio é causado pela deficiência de iodo na alimentação. A conseqüência para o
organismo seria : o bócio endêmico, além da hipertrofia da glândula tireóide (formação do papo) devido
à carência de iodo, componente dos hormônios tireoideanos, causa alterações no metabolismo, no
sistema nervoso, no tônus muscular, na pressão sanguínea, no ritmo cardíaco, entre outros efeitos. Os
órgãos de saúde tornaram obrigatório o acréscimo de iodo ao sal de cozinha.

11 UFPR 2008 - Observe no quadro abaixo as concentrações de glicose no sangue (glicemia) de dois
animais, antes e após a administração de um hormônio. O animal X recebeu insulina e o animal Y
adrenalina (epinefrina). Os efeitos desses hormônios nesses animais são semelhantes aos observados
em humanos.

Um paciente diabético é tratado com doses diárias de insulina para controle de sua glicemia. Após ter
sido assaltado, é encaminhado a um hospital sob efeito de um grande estresse. Com base nas ações
dos hormônios insulina e adrenalina sobre a glicemia dos animais e nas alterações hormonais em
situações de estresse, considere as seguintes questões:
1. Como está a glicemia do paciente quando ele dá entrada no hospital, comparada aos valores de
antes da tentativa de assalto?
2. O médico deve alterar a dose de insulina que o paciente deverá receber naquele dia? Como?
Assinale a alternativa que apresenta as respostas corretas.
A) 1 = Aumentada – 2 = Sim, deve aumentar.
B) 1 = Aumentada – 2 = Sim, deve diminuir.
C) 1 = Diminuída – 2 = Não, deve manter.
D) 1 = Diminuída – 2 = Sim, deve diminuir.
E) 1 = Inalterada – 2 = Não, deve manter.

Resposta correta: A
COMENTÁRIO: A questão aborda o controle da taxa de açúcar no sangue e uma disfunção
relacionada: o diabetes. Em situações de “stress”, em função da adrenalina, a taxa de açúcar no
sangue é aumentada. Para um tratamento eficaz, nesta situação apresentada, deverá ser
aumentada a taxa de insulina no paciente, pois este hormônio promove a saída de glicose da
circulação, controlando a glicemia.
34 – UERJ 2008 Os gráficos abaixo indicam as alterações, para mais (+) ou para menos (-), de três
parâmetros medidos em animais submetidos, previamente, a tratamentos com diversas drogas. Os
eixos horizontais dos gráficos representam a taxa média desses parâmetros em animais que não foram
submetidos a tratamento algum.

Sabe-se que a aloxana é uma substância tóxica, cuja ação conhecida é a de provocar a destruição das
células β das ilhotas de Langerhans do pâncreas.
Os resultados que podem corresponder aos parâmetros medidos em animais previamente submetidos
a tratamento com aloxana estão mostrados no seguinte gráfico:
(A) W
(B) X
(C) Y
(D) Z

QUESTÃO 43 PUCMG 2008


Observe atentamente o gráfico.
A seguir, assinale a afirmativa INCORRETA.
a) A insulina é um hormônio polipeptídico sintetizado por
células do pâncreas e liberado em resposta ao aumento da
concentração da glicose na corrente sanguínea.
b) De ação antagônica à insulina, o hormônio glucagon é
liberado em casos de hipoglicemia.
c) Após uma refeição, o aumento da insulina circulante irá
estimular a quebra do glicogênio hepático.
d) A glicose é imprescindível em algumas células como
hemácias e neurônios, por constituir o principal substrato
para a obtenção de energia.

C
UFRN Hoje em dia, está cada vez mais freqüente o uso de esteróides anabolizantes por parte de
adolescentes, na ânsia de “ficarem fortes”. Essas substâncias são formas sintéticas do hormônio
testosterona, cujo uso é proibido nas competições esportivas. A sua utilização traz sérios prejuízos à
saúde, tais como aumento da incidência de lesões em ossos e tendões, lesões hepáticas e renais,
esterilidade, impotência, crescimento do tecido mamário e doenças cardíacas, além de distúrbios no
sistema nervoso. Considere
a ação dos esteróides anabolizantes no organismo e responda às questões que seguem.
A) Como os esteróides anabolizantes fazem o adolescente “ficar forte” mais rápido?
B) Por que o uso continuado de esteróides anabolizantes acarreta esterilidade nos rapazes?
C) Quais as conseqüências do uso de esteróides anabolizantes por mulheres?

A) Os esteróides estimulam a síntese das proteínas musculares, aumentando a massa muscular.


B) Os esteróides anabolizantes agem no hipotálamo e na adenohipófise, inibindo a produção
dos hormônios gonadotróficos (LH ou ICSH) e do FSH. Em decorrência, causam uma diminuição
na produção de testosterona (“feed back” negativo) e reduzem ou cessam a produção de
espermatozóide pelos testículos, que podem atrofiar-se.
C) Haverá o desenvolvimento de características sexuais secundárias masculinas, como, por
exemplo: músculos mais desenvolvidos, redução das mamas, voz grave, crescimento de pêlos
(com padrão masculino), redução da fertilidade, aumento do clitóris, da libido e da
agressividade.
QUESTÃO 30 33 Se uma mulher tiver seus ovários removidos por
Na atualidade, uma das doenças que mais cirurgia, quais dos seguintes hormônios deixarão
freqüentemente se detecta na população mundial é de ser produzidos?
o diabetes melito. E, no tratamento da doença, a) Hormônio folículo-estimulante (FSH) e hormônio
vem-se utilizando, com relativo sucesso, o luteinizante (LH).
transplante de células. b) Hormônio folículo-estimulante (FSH) e
estrógeno.
c) Hormônio folículo-estimulante (FSH) e
progesterona.
d) Hormônio luteinizante (LH) e estrógeno.
e) Estrógeno e progesterona.

33 – E
98 Foram feitas medidas diárias das taxas dos
hormônios: luteinizante (LH), folículo estimulante
(FSH), estrógeno e progesterona, no sangue de
uma mulher adulta, jovem, durante vinte e oito dias
consecutivos. Os resultados estão mostrados no
gráfico:
Considerando-se as informações contidas nesse
esquema e outros conhecimentos sobre o assunto,
é CORRETO afirmar que, em tal situação, as
células cultivadas são
A) pancreáticas e possuem genes para a síntese
de insulina.
B) hepáticas e geneticamente modificadas para
sintetizar hormônios.
C) hepáticas e vão sintetizar glucagon, que reduz a
taxa de glicose no sangue.
D) pancreáticas e capazes de captar insulina por
meio de receptores.
Assunto: Fisiologia (Sistema Endócrino)
Comentário: O Diabetes melito é uma doença Os períodos mais prováveis de ocorrência da
causada pela deficiência do pâncreas em produzir menstruação e da ovulação, respectivamente, são:
o hormônio que regula a glicemia sanguínea a) A e C.
(quantidade de glicose no sangue). Pessoas com b) A e E.
diabetes melito apresentam hiperglicemia, grande c) C e A.
quantidade de glicose no sangue, pois não tem d) E e C.
capacidade ou capacidade reduzida de produção e) E e A.
de insulina, hormônio produzido no pâncreas que
retira glicose do sangue enviando-a para o fígado R 98 - E
e armazenando-a em forma de glicogênio.
Resposta: Letra A
01. Onde se localiza a glândula pituitária humana?

RESOLUÇÃO: Na sela turca do osso esfenóide localizado na parte central da base do crânio.

(UF UBERLÂNDIA) Observe a figura abaixo.Supondo que a diferença de tamanho entre os dois
indivíduos se deva somente à ação de hormônios, pode-se afirmar que a responsabilidade da
disfunção hormonal, no caso, cabe à glândula:
hipófise;
pâncreas;
paratireóide;
supra-renal;
timo.

RESPOSTA: A

03. Quais são as partes da hipófise?

RESOLUÇÃO: Anterior (adenoipófise), intermediária (intermédia) e posterior (neuroipófise).

(PUCC) A figura esquematiza a ovogênese humana.


Os números 1, 2, 3 e 4 referem-se a hormônios
hipofisários e ovarianos. A legenda adequada seria:

a) 1. FSH – 2. LH – 3. estrógeno – 4. progesterona;


b) 1. estrógeno – 2. FSH – 3. progesterona – 4. LH;
c) 1. FSH – 2. progesterona – 3. LH – 4. estrógeno;
d) 1. LH – 2. FSH – 3. progesterona – 4. estrógeno;
e) 1. FSH – 2. LH – 3. progesterona – 4. estrógeno.

RESPOSTA: E

(UNESP) Nos testes de gravidez, a substância cuja


presença é pesquisada na urina é:
a) o hormônio folículo estimulante;
b) o hormônio luteinizante;
c) a gonadotrofina coriônica;
d) o estrógeno;
e) a progesterona.

RESPOSTA: C

No calendário abaixo, um círculo marca o primeiro dia de um ciclo menstrual normal de 28 dias:
Se houver fecundação, esta é a mais
provável entre os dias:

a) 2 e 6
b) 6 e 10
c) 10 e 14
d) 14 e 18
e) 26 e 30
RESPOSTA: D

(UNICAMP) Considerando a anatomia e fisiologia dos aparelhos reprodutores masculino e feminino,


explique por que cada um dos seguintes métodos é contraceptivo: vasectomia, ligação de trompa e
pílulas anticoncepcionais.

RESOLUÇÃO: Na vasectomia o corte dos vasos deferentes impede a passagem dos


espermatozóides (barreira mecânica). Na laqueadura (ligação das trompas) cria-se uma
barreira à passagem do óvulo. A minipílula aumenta a secreção de muco servical, criando
uma barreira à passagem dos espermatozóides. A pílula combinada é anovulatória,
pois impede a ovulação, atuando por “feedback negativo”.

08. Como atua a minipílula?


RESOLUÇÃO: Cartelas de 28 comprimidos e de uso contínuo, ricas em progesterona sintética.
Elas aumentam a secreção do muco servical, servindo de barreira mecânica à passagem
dos espermatozóides.

09. No que se baseia a curva térmica?


RESOLUÇÃO: Ocorre um aumento da temperatura do corpo da mulher no período da ovulação.

10. O que é côndon?


RESOLUÇÃO: É a camisinha (camisa-de-Vênus). É produzida em látex, contendo ou não
substâncias lubrificantes para facilitar
a penetração. É usada como anticoncepcional e também como prevenção às DST (doenças
sexulamente transmissíveis).

90 O gráfico mostra os níveis de glicose no sangue de duas pessoas (A e


B), nas cinco horas
seguintes, após elas terem ingerido tipos e quantidades semelhantes de
alimento. A pessoa A é portadora de um distúrbio hormonal que se
manifesta, em geral, após os 40 anos de idade. A pessoa B é
saudável. Qual das alternativas indica o hormônio alterado e a glândula
produtora desse hormônio?
a) Insulina; pâncreas.
b) Insulina; fígado.
c) Insulina; hipófise.
d) Glucagon; fígado.
e) Glucagon; supra-renal. 090-A

Parte V: Coordenação Hormonal

1) (FUVEST) Considere as seguintes funções do sistema endócrino:


1- controle do metabolismo do açúcar.
2- preparação do corpo para situações de emergência.
3- controle de outras glândulas endócrinas.
As glândulas que correspondem a essas funções são, respectivamente:

a) salivar, tireóide, hipófise.


b) pâncreas, hipófise, tireóide.
c) tireóide, salivar, adrenal.
d) salivar, pâncreas, adrenal.
e) pâncreas, adrenal, hipófise.

2) (FUVEST) O hormônio folículo-estimulante induz as células foliculares a liberar estrógeno,


responsável pelo crescimento do endométrio.
As estruturas relacionadas com a descrição acima são:

a) hipófise, tireóide e testículo.


b) hipófise, ovário e útero.
c) tireóide, supra-renal e útero.
d) pâncreas, ovário e supra-renal.
e) pâncreas, tireóide e testículo.

3) (FUVEST) Num ciclo menstrual de 28 dias, a ovulação normalmente ocorre:

a) no primeiro dia da menstruação.


b) ao redor do 14º dia após o início da menstruação.
c) no último dia da menstruação.
d) ao redor do 7º dia após o início da menstruação.
e) ao redor do 28º dia após o início da menstruação.

4) (FCMSCSP) A deficiência de auxinas na raiz de uma planta resulta, em última análise, na inibição:

a) da elongação celular.
b) da formação de tecidos.
c) da divisão celular.
d) do crescimento em espessura.
e) da formação de raízes secundárias.
5) (FEEQ-CE) A liberação dos hormônios vasopressina, adrenalina e insulina é efetuada,
respectivamente, pelas glêndulas endócrinas:

a) hipófise, pâncreas e supra-renais.


b) pâncreas, supra-renais e hipófise.
c) pâncreas, hipófise e supra-renais.
d) hipófise, supra-renais e pâncreas.
e) supra-renais, hipófise e pâncreas.

6) (UFPA-PA) A concentração de glicose é mantida praticamente constante no sangue devido à ação de


três hormônios.

a) insulina, adrenalina e glucagon.


b) insulina,triiodotironina e tiroxina.
c) insulina,adrenalina e tiroxina.
d) insulina, tiroxina e glucagon.
e) insulina, glucagon e triiodotironina.

7) (UFRGS-RS) Os hormônios gonadotróficos ou sexuais, que entram em atividade no período da pré-


adolescência para regerem a vida sexual, agem especificamente sobre as glândulas sexuais,
determinando seu crescimento e maturação normal. Indiretamente, são responsáveis pelos caracteres
sexuais secundários. A glândula que produz estes hormônios chama-se:

a) pâncreas.
b) supra-renal.
c) timo.
d) tireóide.
e) hipófise.

8) (ACAFE-SC) As auxinas são hormônios relacionados com o crescimento dos vegetais.

O gráfico acima demonstra que:

I - A auxina nem sempre estimula o crescimento, podendo também inibi-lo, dependendo da sua
concentração e do órgão que atua.
II - Concentrações maiores de auxina estimulam o crescimento do caule e passam a inibir o da raiz.
III - O ótimo de concentração de auxina não varia para as diferentes partes de uma mesma planta.

Estão corretas:

a) I e II
b) I, II e III
c) I e III
d) apenas I
e) apenas II
9) (CESGRANRIO) Curvando-se uma plantinha em ambiente escuro provido de uma pequena abertura,
de modo a permitir uma iluminação unilateral, verifica-se que o vegetal cresce inclinando-se em direçào
à fonte lumnosa. Tal curvatura é explicada:

a) pela maior concentração de clorofila na face iluminada.


b) pela ausência de um tecido de sustentação, suficientemente desenvolvido, capaz de manter o
vegetal em sua posição normal.
c) pela maior concentração de auxina na face iluminada, provocando seu maior crescimento e
conseqüente inclinação do vegetal.
d) pela maior atividade meristemática na face iluminada resultante da presença de pigmentos.
e) pela distribuição desigual de auxina nas faces iluminada e escura do vegetal, ocorrendo maior
concentração hormonal na face escura.

10) (UFPR-PR) Sabemos que no ciclo ovulatório da mulher há uma interação entre hormônios da
hipófise e hormônios do próprio folículo ovariano. A hipófise inicialmente produz o hormônio A que
estimula a produção do hormônio B pelo folículo. Após a ovulação, forma-se o corpo lúteo por estímulo
do hormônio C da hipófise. O corpo lúteo secreta, então, o hormônio D. Os hormônios A, B, C e D são
respectivamente:

a) progesterona — hormônio folículo-estimulante — hormônio luteinizante — estrógeno.


b) hormônio folículo-estimulante — progesterona — estrógeno — hormônio luteinizante.
c) estrógeno — progesterona — hormônio folículo-estimulante — hormônio luteinizante.
d) hormônio folículo-estimulante — estrógeno — progesterona — hormônio luteinizante.
e) hormônio folículo-estimulante — estrógeno — hormônio luteinizante — progesterona.

11) (UFPA-PA) Há um hormônio que atua na reabsorção tubular da água e de certos eletrólitos cuja
liberação deficiente pela hipófise acarreta aumento da diurese, com hemoconcentração e sede intensa.
Esse hormônio é conhecido como hormônio antidiabetogênico, pois o quadro clínico que a sua
deficiência acarreta é chamado diabete insípida.
Trata-se de:

a) ocitocina.
b) insulina.
c) cortisona.
d) adrenalina.
e) ADH.

12) (FAAP-SP) Associe as colunas:

Hormônios Ação principal


Ocitocina (1) ( ) Desenvolve a parede uterina para implantação do ovo e mantém a gravidez.
Tiroxina (2) ( ) Contrai a musculatura uterina
Insulina (3) ( ) Eleva a pressão arterial
Adrenalina (4) ( ) Controla a glicose no sangue
( ) Eleva o metabolismo basal
Progesterona ( 5 )

A seqüência correta de cima para baixo é:

a) 5, 4, 1, 2, 3 d) 4, 3, 2, 1, 5
b) 5, 1, 4, 3, 2 e) 1, 2, 3, 4, 5
c) 1, 5, 4, 2, 3
13) Uma mulher normal, entre os 12 e os 50 anos, apresenta fenômenos ciclícos mensais que
culminam, com a menstruação. O fenômeno cíclico da menstruação se dá, especificamente, devido à:

a) ação dos hormônios da tireóide


b) ação da testosterona
c) ação da adrenalina e da prolactina
d) ação dos estrógenos e progesterona ovarianos
e) ação de todos os hormônios da hipófise

14) Indique a alternativa correta, relativa aos hormônios humanos, suas glândulas produtoras e funções
respectivas.

a) Insulina - pâncreas - regula o ciclo menstrual.


b) Progesterona - ovários - regula a taxa de glicose no sangue.
c) Glucagon - pâncreas - transforma glicogênio em glicose.
d) Andrógenos - medula adrenal - caracteres sexuais secundários masculinos.
e) Adrenalina - neuro-hipófise - regula o volume de urina excretada

15) (UFRN) O esquema abaixo representa as conversões de glicose em glicogênio, e vice-versa,


promovidas pelos hormônios A e B.

A e B são respectivamente:

A a) glucagon e insulina
Glicose Glicogênio b) insulina e citocina
B c) insulina e glucagon
d) glucagon e hormônio antidiurético
e) ocitocina e hormônio antidiurético

16) (UFRS) Se analisarmos o sangue de uma pessoa em situação de perigo ou emergência, ou num
momento de raiva ou susto, poderemos identificar o aumento do hormônio:

a) tiroxina.
b) corticotrofina.
c) gonadotrofina.
d) ocitocina.
e) adrenalina.

Parte V –
Coordenação
Hormonal
1- E 2- B 3- B 4- B 5- D 6- A 7- E 8- A 9- E 10- E
11- E 12- B 13- D 14- C 15- C 16- E
UFJF 2005 QUESTÃO 01
Os hormônios sexuais são substâncias que, no sistema reprodutor feminino, promovem interações que
regulam o ciclo menstrual. Analise a possibilidade de ocorrência das vias A, B e C, apresentadas no
esquema abaixo, e faça o que se pede.

a) Qual das vias indica a fase pós-ovulatória? Justifique sua resposta.


___________________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________________
b) O que acontecerá se a ovulação e a fecundação ocorrerem, mas o corpo lúteo não se desenvolver?
Justifique sua
resposta.
___________________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________________
c) A produção de hormônios é controlada por mecanismos de retroalimentação negativa (“feedback”
negativo).
Explique como ocorre esse mecanismo, utilizando o esquema acima para exemplificá-lo.
___________________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________________
Questão 01
a) Via B.
O candidato deveria justificar sua resposta estabelecendo a correlação entre o LH e o corpo lúteo.
b) O candidato deveria estabelecer a relação entre a função do corpo lúteo e sua importância para
odesenvolvimento da parede uterina e para a gestação.
c) O candidato deveria utilizar o esquema para explicar/exemplificar o mecanismo de retroalimentação
negativa. Por exemplo: o aumento da concentração do estrógeno inibe a produção de FSH pela
hipófise.