Você está na página 1de 2

AXÉ MUSIC: RITMOS E TIMBRES DE BAIANIDADE

Roteiro
Vídeo / Técnica Off / Áudio / Argumento
[trecho] Brasil tocando uma de suas músicas. Fade Música.
out.
Referência de vídeo
https://www.youtube.com/watch?v=04iblaYCIoQ
https://www.youtube.com/watch?v=4XZozDVYM3c

Pergunta Como nasce o axé e o que é o axé?


SONORA 1 – Guilherme Maia MEMÓRIA: Pesquisador falando do
axé enquanto música popular e sua
história
SONORA 2 – Chico Kertész MEMÓRIA: Pesquisador falando do
axé enquanto música popular e sua
história
As informações precisam ser
complementares e não podem se
repetir.
MAKING OFF: Imagem Brasil preparando o estúdio
para gravação - Planos detalhes em equipamentos,
instrumentos, afinando violão, uso do primeiro,
segundo plano.
SONORA 3 – Gerônimo IDENTIDADE: O que o axé representa
SONORA 4 – Carlinhos Brown para a Bahia? Quais são as suas
SONORA 5 – Hagamenon Brito principais características que a
(Aqui e importante que sejam não só especialistas, tornam uma música indenitária.
mas pessoas ligadas à música e à religião de matriz
africana)
[trecho] Brasil tocando uma música com uma
temática religiosa
SONORA 6 – Alain Tavares; Timbalada INDÚSTRIA CULTURAL:
SONORA 7 – Cheiro de Amor A assimilação do estilo pelo mercado
nacional e mundial. A evolução da
música, os pontos de viradas, os
artistas que modificaram o estilo.
Vídeo clip de algum trecho de alguma música De repente alguma música do Luís
representativa do axé enquanto uma música de Caldas, É o Tchan, etc...
mercado.
SONORA 8 – Filha de Wesley Rangel A INDÚSTRIA MILIONÁRIA DO AXÉ.
SONORA 9 - SHOW BUSINESS – Inicio do Declínio.
[Aqui cabe alguém do WR para falar sobre isso]
SONORA 10 – Cristóvão Rodrigues A CRISE DE IDENTIDADE DO AXÉ. A
SONORA 11 – Cal Adam perda de identidade, a pasteurização
SONORA 12 – Luiz Caldas do gênero, a influência demasiada da
(Radialista, empresários, produtores, músicos) música pop do sudeste no estilo, etc.
Vídeo clip de artistas mais modernos do axé já
tocando um estilo descaracterizado. (Ivete, Daniela
Mercury, Claudia Leite, Jamil)
SONORA 12 – Margareth Menezes MOVIMENTOS DE RESISTÊNCIA:
SONORA 13 – Márcio Brasil Sonora onde músicos ou produtores,
Zé Honório, até mesmo pesquisadores possam
Cícero Menezes falar dos artistas que se mantêm na
Adail Scarpelini resistência e seguem fazendo axé
Yacoce Simões tradicional com novos elementos da
música popular
Vídeo clip Saulo Fernandes
SONORA 13 - Marron RESGATE DO AXÉ: Estratégias e
SNORA 14 – Wanda soluções
SONORA 15 -
Brasil tocando um axé no violão Ficha técnica

PRODUÇÃO
Perfil dos entrevistados:

 Especialistas e pesquisadores em música popular;


 Músicos envolvidos com a cena do axé;
 Religiosos e ouvintes da música axé;
 Radialistas, produtores, empresários;
 Músicos que porventura estão fora da cena;
 Músicos em atividade;

Contatos Sugeridos:
Guilherme Maia: https://www.facebook.com/guilherme.maia.5074
Para falar do axé do período de Moraes Moreira

Zé Honório: https://www.facebook.com/zehonorio.honorio
Participou ativamente do Axé dos anos 80 e parece que está voltando agora com o
Acordes Verdes.

Adail Scarpelini: https://www.facebook.com/Adailscarpelini


Guitarrista de Margareth Menezes e produtor musical, pode contribuir falando da cena
do axé, uma vez que Margareth é uma das poucas que sempre se manteve na
resistência.

Yacoce Simões: https://www.facebook.com/yacoce.costasimoes


Musico profissional, além de produtor musical toca bastante com Armandinho.

Roberto Mendes: https://www.facebook.com/roberto.mendes.5686


Músico que conhece muito bem a história da música popular. Pode ser a Sonora inicial
do trabalho.