Você está na página 1de 15

Eletricidade e Eletrónica

Aplicações com Amplificadores Operacionais

Módulo 10

Versão 01

A. Henriques
Aplicações com Amplificadores Operacionais

O amplificador operacional ou simplesmente Amp-Op ( em inglês Op-Amp), sob a


forma de circuito integrado foi desenvolvido na década de 60 do século passado, pela
empresa Fairchild Semiconductor (USA).

O amplificador operacional µA741 surge em 1968, assume o papel de padrão industrial


e alcança um grande sucesso. É produzido por diferentes fabricantes e ainda hoje é
utilizado.
Aplicações com Amplificadores Operacionais

O amplificador operacional é um componente ativo utilizado na realização de


operações matemáticas com sinais analógicos

+ VCC e – VCC tensões de alimentação

A tensão de saída é limitada pelo valor da


tensão de alimentação, isto é, VO toma
valores no intervalo entre +VCC e - VCC

+ entrada não inversora


Símbolo - entrada inversora
Aplicações com Amplificadores Operacionais
Aplicações com Amplificadores Operacionais

Os amplificadores operacionais amplificam a diferença de tensão aplicada nas


entradas
Onde:
 =   − 
A representa o ganho de tensão.
Num amplificador operacional ideal é
infinito (∞), num real atinge valores da
ordem de 105 a 106 .

RIN representa a resistência de entrada.


Num amplificador operacional ideal é
infinito (∞), num real tipicamente
superior a 1 MΩ.

Modelo de amplificador operacional RO representa a resistência de saída.


Num amplificador operacional ideal é
zero (0), num real é normalmente
inferior a 100 Ω.
Aplicações com Amplificadores Operacionais

Modos de operação como amplificador

Malha aberta ou sem Malha fechada com Malha fechada com


realimentação realimentação negativa realimentação positiva
Aplicações com Amplificadores Operacionais

Regime de funcionamento

Zona de saturação positiva

Zona linear – funcionamento


como amplificador

Zona de saturação negativa


Aplicações com Amplificadores Operacionais

Regras para análise de circuitos com Amplificadores Operacionais

Tendo em conta que podemos considerar o amplificador operacional como um


componente ideal, temos:

1. Correntes de entrada nulas (decorre da impedância de entrada infinita).


2. Tensão diferencial igual a zero, isto é, v+ = v- (decorre do ganho em malha
aberta ser infinito)
Aplicações com Amplificadores Operacionais

Amplificador - Montagem inversora

 =  = 0

 = −  =


=


 = − 

 
Massa virtual  = =−
 
Aplicações com Amplificadores Operacionais
Aplicações com Amplificadores Operacionais

Amplificador - Montagem não inversora

 =  =   =  =

  − 
=− =
 

−   =   −  

  =   +  

  +  
 = = =1+
  
Aplicações com Amplificadores Operacionais
Aplicações com Amplificadores Operacionais

Circuito somador
 =  = 0

 +  = − 

 
 =  =
 

 = −  

 
 = − +
   

Se fizermos  =  = 


 = − + 
 
Aplicações com Amplificadores Operacionais
 
 =  =  = 
 
Circuito subtrator

 = 
 + 

 −   − 
 =  =
 

  +  
 =   =
 + 
 = 

Se fizermos  =  =  e  =  = 


 = − 
 
Aplicações com Amplificadores Operacionais