Você está na página 1de 5

Física - Prof.

Clóvis
Lista 1 de Exercícios de Dinâmica
(Questões de bloquinhos)
1. Três blocos A, B e C, de massas mA = 5 kg , mB = 3 kg e mC = 4 kg estão sobre uma
F
superfície horizontal sem atrito e presos um ao outro por meio de cordas inextensíveis e de C
massas desprezíveis, como mostra a figura. No cabo A é aplicada uma força de 60N, B A
horizontal e de módulo constante. Determine a aceleração do bloco B.

2. Dois blocos estão em contato sobre uma mesa plana sem atrito. Uma força horizontal
é aplicada a um dos blocos conforme indicado na figura abaixo. (a) Se m1 = 3,0 kg, m2 =
2,0 kg, F = 6 N, ache a força de contato entre os dois blocos. (b) Suponha que a mesma
força F seja aplicada a m2, ao invés de m1; obtenha o módulo da força de contato entre
dois blocos neste caso.

3. Três blocos estão conectados, como mostra a figura abaixo, sobre uma mesa horizontal sem atrito e são puxados
para a direita com uma força T3 = 100 N. Suponha m1 = 10 kg, m2 = 15 kg, m3 = 25 kg.
a) Obtenha uma expressão para a aceleração do sistema.
b) Generalize o resultado do item anterior para a aceleração de N blocos ligados por cordas de massas desprezíveis,
supondo que a massa total dos N blocos seja igual a M, isto é, supondo M = m 1 + m2 + m3 + ....
(c) Calcule os módulos das tensões T1 e T2.

4. Mônica queria apenas agredir o Cebolinha, porém, acabou machucando o pobre Sansão.

A lei da Física que explica essa situação é a:


(A) 1ª lei de Newton (B) 2ª lei de Newton (C) 3ª lei de Newton (D) Lei da Gravitação de Newton
5. Na situação do esquema, não há atrito entre os blocos e o
plano, m1=8kg e m2=2kg. Sabe-se que o fio que une 1 com 2
suporta, sem romper-se uma tração de 32N. Calcule a força
admissível à força F, para que o fio não se rompa.

6. Utilizando os dados do esquema determine:


a) a aceleração do sistema;
b) a tração T1 e a tração T2.

7. Numa fábula, um burro se preparava para puxar uma carroça pela primeira vez. E pensava: “Se eu puxar a carroça,
ela me puxará com força oposta e de mesma intensidade. Essas forças se equilibrarão e a carroça não se moverá.
Então, vou desistir...”. Esse burro tem razão? Explique.

8. Um soldado, ao iniciar seu treinamento com um fuzil, recebe a seguinte


recomendação: "Cuidado com o coice da arma". O que isso significa?

9. Um carro pequeno colide com um grande caminhão carregado. Você


acha que a força exercida pelo carro no caminhão é maior, menor ou igual à
força exercida pelo caminhão no carro?

10. Dois móveis A e B estão ligados por um fio flexível e


inextensível e movem-se sob a ação do campo de gravidade da
Terra, suposto uniforme e de intensidade g =
10 m/s2. Desprezando os atritos, determine o módulo da
aceleração do conjunto e a intensidade da força que traciona o
fio, sabendo que mA = 3,0 kg e mB = 1,0 kg.

11. Dois corpos de massas mA = 3,0 kg e mB = 2,0 kg, respectivamente, acham-se suspensos nas
extremidades de um fio flexível sem peso, apoiado em uma polia de massa irrelevante e livre
de girar sem atrito. A aceleração da gravidade local é g = 10 m/s2. Quais as aceleração a do
sistema e a tensão T no fio?

12. Na figura temos três blocos de massas mA = 1,0 kg, mB = 2,0 kg


e mC = 3,0 kg, que podem deslizar sobre a superfície horizontal, sem
atrito, ligados por fios inextensíveis. Dado F = 12 N, obtenha as forças
de tração nos fios (1) e (2).
13. No arranjo experimental do esquema seguinte, desprezam-
se os atritos e a influência do ar. O fio e a polia são ideais e adota-
se para a aceleração da gravidade o valor 10 m/s2. Sabendo que as
massas de A, B, C e D valem, respectivamente, 7,0 kg, 0,5 kg, 1,5 kg
e 6,0 kg, calcule as forças de contato entre os blocos e a tração no
fio.

14. Considere o esquema abaixo e despreze o atrito. Determine a


aceleração do sistema, a intensidade da força aplicada pelo corpo B
sobre A e a tensão na corda. Dados: mA = 20 kg, mB = 15 kg
e mC = 5,0 kg.

15. Dois corpos A e B (mA = 3 kg e mB = 6 kg) estão ligados por um fio ideal que passa por uma polia
sem atrito, conforme a figura. Entre o corpo A e o apoio, há atrito cujo coeficiente é 0,5.
Considerando-se g = 10 m/s², a aceleração dos corpos e a força de tração no fio valem
(A) 5 m/s² e 30 N (B) 3 m/s² e 30 N (C) 8 m/s² e 80 N (D) 2 m/s² e 100 N (E) 6 m/s² e 60 N

16. O sistema indicado, onde as polias são ideais, permanece em repouso graças à força de
atrito entre o corpo de 10 kg e a superfície de apoio. Considere g = 10 m/s². Podemos
afirmar que o valor da força de atrito é:
(A) 20N (B) 10N (C) 100 N (D) 60 N (E) 40 N

17. O corpo A mostrado na figura é constituído de material homogêneo e tem massa de 2,5
kg. Considerando-se que o coeficiente de atrito estático entre a parede e o corpo A vale
0,20 e que a aceleração da gravidade é 10 m/s2 o valor mínimo da força F para que o corpo
A fique em equilíbrio, na situação mostrada na figura, é:
(A) 275 N (B) 25 N (C) 125 N (D) 225 N (E) 250 N

18. Qual deve ser a mínima massa do corpo A para que o sistema da figura dada
permaneça em repouso, sendo que o coeficiente de atrito estático entre A e o plano
é 0,2? Dados: mB = 2 kg; mC = 5 kg.

19. De acordo com a figura, o bloco A de massa 100 kg desloca-se com


velocidade constante de 40 m/s. A partir do ponto 1, situado a 10 m do ponto
2, começa a agir uma força constante de mesma direção mas sentido contrário
ao movimento. A intensidade mínima da força, para que o bloco não ultrapasse
o ponto 2, é de:
(A) 80 N (B) 18 000 N (C) 8 000 N (D) 2 000 N (E)
12 000 N

20. No plano inclinado da figura, os corpos A e B, cujos pesos


são de 200 N e 400 N, respectivamente, estão ligados por um
fio que passa por uma polia lisa. O coeficiente de atrito entre os corpos e os planos é 0,25. Para que o movimento se
torne iminente, deve ser aplicada, ao corpo A, uma força F de:
(A) 25√2 N (B) 25 √3 N (C) 50 √3 N
(D) 50 N (E) 50√2 N

21. Um corpo de massa 4,0 kg é lançado sobre um plano inclinado liso que forma 30 graus com o plano horizontal. No
instante t0=0, a velocidade do corpo é 5,0m/s e, no instante t1, o corpo atinge a altura máxima. O valor de t1, em
segundos, é igual a
(A) 1,0 (B) 1,5 (C) 2,0 (D) 2,5 (E) 5,0

22. Uma esfera desce um plano inclinado sem atrito. Ao percorrer determinada distância, sua velocidade passa de
12m/s para 28m/s, em 5,0s. O ângulo que mede a inclinação da rampa é tal que possui:
(A) seno igual a 0,32. (B) tangente igual a 1,36. (C) cosseno igual a 0,50.
(D) seno igual a 0,87. (E) cosseno igual a 0,28.

23. (UFPE) No plano inclinado da figura, o bloco de massa M desce com aceleração
dirigida para baixo e de módulo igual a 2,0m/s2, puxando o bloco de massa m. Sabendo
que não há atrito de qualquer espécie, qual é o valor da razão M/m? Considere g =
10m/s2.

24. No esquema da figura os fios e a polia são ideais e não se consideram resistência e
o empuxo do ar. O sistema é abandonado do repouso. Os blocos A e B têm massa de
2,0kg. O módulo de aceleração de gravidade vale 10m/s2 e  = 30°.
Supondo a inexistência de atrito, determine:
a) o módulo da aceleração do sistema;
b) a intensidade da força que traciona a corda.

GABARITO:
1. 5 m/s2
2. a) 2,4 N b)3,6 N
3. a) a = T3 (m1 + m2 + m3).
b) a = T3 / M.
c) T1 = m1 a = 20 N; T2 = T1 + m2 a = 50 N.
4. C
5. 40N
6. a= 3m/s2, T1=3N, T2= 9N
7. 8. 9.
Essa é com você. Sugiro que leia o material “O cavalo e a terceira lei”, já enviado!
10. a = 2,5 m/s2.
T = 7,5 N.
11. a= 2 m/s2.
T = 24 N.
12. a = 6 m/s2.
FAB = 22 N.
13. FBC = 6 N
FAB = 8 N.
T = 36 N.
14. a = 5 m/s2.
FBC = 25 N
T = 100 N.
15. A
16. A
17. C
18. 5kg
19. C
20. B
21. A
22. A
23. 4
24. a) 2,5 m/s2
b) 5,0N