Você está na página 1de 10

Colégio Municipal Deputado Ulysses Silveira Guimarães

Joanderson Augusto
Wandearley Silva
Gabriela Silva
Ernane

Mito Da Caverna de Platão

Santana De Parnaíba
2018

1
Índice
Introdução......................................................Pag. 3
Mito da caverna..............................................Pag. 4
Os Croods e o mito da caverna......................Pag. 4
Anexo..............................................................Pag. 6
Conclusão........................................................pag. 9
Bibliografia...................................................... pag. 10

2
Introdução
O filme conta a história de uma família cuja foi imposto um lema pelo
líder (o pai) que era: "sempre tenha medo". A filha mais velha, Eep, é curiosa e
adora coisas novas, ela não concordava com o lema de seu pai, pois achava
que o medo não os manteria vivos e protegidos para sempre.

3
Mito da Caverna
Platão trouxe dilemas, estudos e pesquisas sobre a busca pela
verdade aprofundando-se em sua mais conhecida tese: “O mito da caverna” ou
“alegoria da caverna”.

Essa ideia trata-se de uma base para achar e descobrir um meio de


nos libertar dos mitos que nos aprisionam e há de nos aprisionar por toda a vida,
através da “luz” da verdade e do conhecimento. Discutindo sobre teorias de
linguagens e educação na formação de um “estudo ideal”.

A compreensão das ideias de Platão é muito presentes ainda na


atualidade, a parábola da caverna, por exemplo, é definida e explicada em
diversas maneiras, e a definição mais recente, foi retratada na animação infantil
americana em 2013, os Croods.

Os Croods e o mito da caverna


Os dois contos tem fatos marcantes na história bem parecidos, como
a visão do ser humano ser um tanto "ignorante" quanto o desconhecido,
acreditam apenas nas imagens que lhes foram apresentadas posteriormente, e
em suas culturas e crenças de que só é possível conhecer a "realidade"
quando não fazem parte desta influência e padrões sociais, mas eles não
sabem que os outros que estão juntos com ele na caverna pensam a mesma
coisa, e até agora ninguém saiu de lá, Porque ninguém duvida, ninguém
questiona e ninguém faz nada, estão todos acomodados naquilo que é "melhor
que nada", e isso se passa no filme. O pai de Eep acha que é diferente por
conseguir sobreviver no fundo da caverna, vendo e ouvindo as sombras e
temendo a luz que está no final dela.

Outro fato que é muito semelhante entre ambas histórias é quando


apenas uma pessoa consegue sair da caverna, que no caso do filme é a filha
mais velha Eep, que ao sair sem permissão para o desconhecido percebe que
tudo o que ela acreditou até aquele momento estava errado, e então ela decide

4
continuar sua busca pelo amanhã, que é como o garoto que ela conheceu
chama seus objetivos.

Sempre terá alguém que irá tentar impedir que você continue essa
jornada, e no filme foi o Patriarca da família, o pai, ele tenta impedir Eep de
continuar a explorar as curiosidades do mundo, proibindo-a de fazer qualquer
coisa que não tenha vindo de suas ideias sobre o lema que ele havia colocado
na família. E não é apenas isso que ele faz, além de querer dar um basta em
todo aquele desconhecido, ele também tentar impedir o restante de sua família
ao perceber que eles também querem enfrentar o medo e ver o que realmente
é aquela luz no fundo da caverna, porém são muitos contra um, e então ele se
dá conta de que sua liderança e poder é passada para um garoto que pouco
conheciam, mas era interessante por apenas estar no caminho rumo à saída
da caverna.

O pai de Eep, só percebe que ele tem que mudar sua opinião e
pensar em outras possibilidades quando ele vê que tudo o que eles fazem (sua
família e o garoto) da certo, fora a facilidade que eles têm para solucionar
problemas simples e cotidianos, enquanto ele ainda vive daquilo que sempre
lhe serviu como lição e a coisa certa a fazer, porque alguém disse que era
daquele jeito.

Conflitos vão e conflitos vem, até que um problema maior surge, e


nem mesmo sua família e o menino conseguem solucionar com suas novas
habilidades, pois eles necessitam dele (o pai) para salvá-los de seu jeito,
porém aprimorado com os novos ensinamentos, e então ele resolve pensar... E
acaba solucionando o problema é salvando sua família, fazendo com que sua
visão fique mais clara, suas ideias já não são mais as mesmas, agora ele
enxerga o mundo de uma forma diferente e com sede de conhecimento.

No final de tudo isso, ele muda o lema de sua família, que agora
passa a ser " nunca tenha medo". Lembrando que isso é um filme infantil,
então sair da caverna não será tão simples quanto retratado, se você
realmente quer sair deve correr atrás, deve mudar seu ponto de vista quantas
vezes for necessário, duvide do que é verdade, questione o que é padronizado
e depois conceitue o que você aprendeu até ali, e então, saia da caverna.

5
Anexo

6
7
V

8
Conclusão
Apesar de ser um filme infantil, ele ensina bastante coisas e se
encaixa perfeitamente no mito da caverna de Platão. Na maioria das vezes as
pessoas não querem enxergar os outros pontos de vistas, explorar o
desconhecimento, adquirir conhecimento, apenas querem viver daquilo que
elas acham verdade, aquilo para ela é a realidade e não existe nada além
daquilo. No filme o pai da família tem medo do desconhecido, tudo que é novo
ele considera uma ameaça, pois não conhece aquilo, a animação mostra uma
família que de fato não vivem, eles apenas sobrevivem, é sempre a mesma
rotina, caçam de dia e de noite se escondem na caverna com medo do que tem
lá fora, e das possíveis ameaças.

Isso muda quando sua filha conhece um rapaz, que mostra pra eles
que existe algo além daquilo, e eles partem para uma aventura. O pai no
começo não gostou muito da ideia, mas aos poucos foi aceitando a ideia de
que ficar apenas na caverna não era uma boa opção, eles precisavam viver,
ser felizes, fazer parte de aventuras, e explorar o mundo lá fora.

É a mesma coisa na vida real, quando estamos na caverna é porque


só enxergamos nossa verdade subjetiva, aquela que é apenas nossa, a
caverna representa a ignorância, a falta de conhecimento. Quando começamos
a buscar o conhecimento, questionar as coisas, buscar outras verdades além
das nossas e explorar tudo, estamos dando os primeiros passos pra sair dessa
caverna, e encontrar uma nova realidade da qual já estamos acostumados.

9
Referência Bibliográfica

1. Filme “The Croods” 2013 de DreamWorks Animation

2. Livro “A República” de Platão

10