Você está na página 1de 18

O DIREITO PRECISA

DO SEU TALENTO.

2
SIMULADO
POR QUE FAZER O SIMULADO?
BEM-VINDO AO Essa é a forma mais simples para você testar seus conhecimentos, pois
é possível reproduzir as mesmas condições do dia da prova e identificar
pontos de melhoria para a 1ª Fase do Exame de Ordem. Vamos lá?
- Escolha um lugar silencioso e sem ninguém por perto. É importante não
DO XXVI EXAME pedir ajuda, nem consultar qualquer material.
DE ORDEM - O simulado é um aliado estratégico para sua aprendizagem. Concentre-
-se e não tenha medo de errar.
- Após a prova, confira a análise do seu desempenho e aperfeiçoe
os estudos.
Vai realizar a prova
objetiva da 1ª fase do DURANTE O SIMULADO, NÃO ESQUEÇA:
XXVI Exame de Ordem? Administre o tempo – Gerencie as questões e o tempo
Então, intensifique a que leva para respondê-las. Essa avaliação é importante
sua preparação com os para que sobre minutos ao final da prova e você não seja
quatro simulados do CERS surpreendido pelo relógio.
e acompanhe a evolução Identifique obstáculos – Não conseguiu responder alguma
do seu desempenho até questão ou errou várias do mesmo assunto/disciplina? Tudo
o dia da prova, em 5 de isso faz parte do aprendizado. O importante é identificar os
agosto de 2018. temas com mais dificuldade e tirar todas as dúvidas após o
simulado e antes do Exame.
Controle o nervosismo – Claro que o dia da prova é dife-
rente, mas seguir à risca todas as recomendações do Simu-
lado faz você entrar no clima da avaliação e perceber o que
pode levar à desconcentração. Tente manter o equilíbrio e
não deixar o nervosismo tomar conta.
A cada simulado, reavalie todos os tópicos acima e acompanhe sua evolu-
ção. Confie em você e acredite que a vitória está cada vez mais próxima. O
Direito precisa do teu talento.
Vamos juntos!

ALUNO OAB CERS DIFERENCIAIS SOU ALUNO NÃO SOU


OAB CERS ALUNO OAB CERS

TEM MUITO MAIS QUESTÕES REAIS

VANTAGENS!
ESTATÍSTICAS EM GRÁFICOS

RANKING

QUER TER ACESSO AO SUPER SIMULADO


GESTÃO DE TEMPO EM
E APRIMORAR SUA PREPARAÇÃO PARA O PLATAFORMA INTERATIVA
XXVI EXAME DE ORDEM?
GABARITO

Adquira já os cursos Teórico, Questões SIMULADO EM PDF


ou seus Combos e faça este mesmo
CORREÇÃO EM VÍDEO
simulado com estatísticas que lhe
mostrarão sua performance por ANÁLISE DE DESEMPENHO POR
disciplina e por matéria! DISCIPLINA E POR CONTEÚDO
ESTATUTO E ÉTICA liares dos falecidos, houve, inclusive, o envio de car-
PAULO MACHADO ta com o mesmo teor da propaganda.
Em relação à situação acima descrita, assinale a op-
01. Sebastião, advogado regularmente inscrito na ção correta, de acordo com o Estatuto da OAB.
OAB/RJ, viu-se afrontado por sua cliente, que o acu-
sava da prática de crime que ela cometeu. Em defe- A) Ao tomar conhecimento do fato, o tribunal de ética
sa própria, Sebastião revelou segredo profissional, e disciplina da seccional de São Paulo pode suspender
provando que não era culpado. o advogado preventivamente, desde que respeitado o
Nessa situação hipotética, a conduta de Sebastião: contraditório prévio.
B) A Ordem dos Advogados da Argentina pode instaurar
A) Não foi lícita, pois o sigilo profissional é inerente à processo ético-disciplinar contra o advogado.
profissão, impondo-se seu respeito em qualquer situa- C) O Conselho Federal é originariamente competente
ção, sem exceções. para dar início ao processo disciplinar contra o advoga-
B) Não foi lícita, pois o sigilo profissional é inerente à do, visto que a infração de ostensiva propaganda com
profissão, impondo-se seu respeito em qualquer situ- garantia de êxito na atuação em juízo ocorreu fora do
ação, salvo apenas na hipótese de grave ameaça ao di- território nacional.
reito à vida. D) A OAB não poderá aplicar penalidade ao advogado
C) Foi lícita, pois não constitui obrigação do advogado em razão de a publicidade ter ocorrido fora do territó-
observar o sigilo profissional. rio nacional.
D) Foi lícita, pois o sigilo profissional é inerente à pro-
fissão, impondo-se seu respeito em qualquer situação, 04. No tocante às sociedades de advogados, assina-
salvo grave ameaça ao direito à vida, à honra, ou quan- le a opção correta.
do o advogado se veja afrontado pelo próprio cliente e,
em defesa própria, tenha que revelar segredo. A) É vedada a permanência de nome de sócio falecido
na razão social da sociedade de advogados.
02. Com relação ao entendimento do Supremo Tri- B) É possível que um advogado pertença a mais de uma
bunal Federal (STF) e quanto ao Estatuto da Advoca- sociedade de advogados registradas em uma mesma
cia, assinale a opção correta. seccional, desde que os respectivos escritórios não pa-
trocinem clientes de interesses opostos.
A) É direito do advogado não ser recolhido preso, an- C) O CED-OAB não se aplica às sociedades de advoga-
tes de sentença transitada em julgado, senão em sala dos, porque o direito brasileiro não admite a responsa-
de Estado Maior, com instalações e comodidades con- bilização penal da pessoa jurídica.
dignas, assim reconhecidas pela Ordem dos Advogados D) É vedado às juntas comerciais o registro de socie-
do Brasil (OAB), e, na falta dessas, ser aplicada prisão dade que inclua a atividade de advocacia entre suas
domiciliar. finalidades.
B) É direito do advogado sustentar oralmente, após o
voto do relator, em julgamentos de recursos nos tribu- 05. Em relação ao Conselho Federal da Ordem dos
nais superiores, pelo prazo de até 15 minutos. Advogados do Brasil, assinale a opção correta.
C) É direito do advogado ter respeitada a inviolabilidade
de seu escritório ou local de trabalho, de seus arqui- A) O Conselho Federal é o órgão competente para auto-
vos e dados e sua correspondência e de suas comunica- rizar a instalação de cursos jurídicos no Brasil, inclusive
ções, salvo caso de busca e apreensão determinada por promovendo a recomendação das instituições com me-
magistrado e acompanhada de representante da OAB. lhor aproveitamento nos exames de ordem.
D) É prescindível a presença de representante da OAB B) Compete ao Conselho Federal elaborar a lista sêxtupla
quando um advogado é preso por motivo ligado ao para indicação dos advogados que concorrerão à vaga de
exercício da advocacia, bem assim, nos casos de crime desembargador do Tribunal de Justiça do Distrito Federal
comum, a comunicação à OAB. e dos Territórios, porque é a União que organiza e man-
tém o Poder Judiciário daquela unidade da Federação.
03. Uma empresa brasileira de ônibus, com sede em C) O presidente do Conselho Federal tem direito ape-
São Paulo, transportava, da cidade de Campinas – nas a voz nas deliberações do conselho.
SP para Buenos Aires, na Argentina, passageiros de D) O voto nas deliberações do Conselho Federal é to-
nacionalidade argentina. Em território brasileiro, mado por cada delegação estadual.
houve acidente em que faleceram todos os passa-
geiros e o motorista. João da Silva, advogado inscri- 06. Quanto às incompatibilidades e impedimentos
to na OAB/SP, colocou anúncios nos principais jor- dos advogados, assinale a opção correta.
nais argentinos, oferecendo seus serviços para o
ajuizamento de ação de indenização perante a jus- A) O impedimento implica proibição total para o exercí-
tiça estadual de São Paulo, com a afirmação de que cio da advocacia, como é o caso dos membros do Poder
garantia o êxito da demanda. Para alguns dos fami- Judiciário.
B) Os militares da Marinha, por integrarem a adminis- C) A comissão organizadora da CNA é designada pelo
tração federal direta, são impedidos de advogar contra secretário-geral da OAB e integrada por professores re-
a União, mas não, contra as entidades da administração nomados no cenário jurídico nacional.
federal indireta. D) As conclusões da CNA são compiladas em atos nor-
C) Os professores de direito nas universidades públicas mativos de cumprimento obrigatório pelos conselhos
federais não são impedidos de advogar contra a União. seccionais da OAB.
D) Os tabeliães podem exercer a advocacia, exceto no
território em que se encontra localizado o seu cartório. 10. Acerca das disposições relativas a mandato judi-
cial previstas no Código de Ética e Disciplina da OAB,
07. Rafael, advogado regularmente inscrito na OAB/ julgue os itens subseqüentes.
DF, tomou posse em cargo público comissiona- I–A revogação do mandato judicial por vontade do
do, demissível ad nutum, para exercer, em Brasí- cliente desobriga-o do pagamento das verbas hono-
lia – DF, a função de diretor jurídico de uma autar- rárias contratadas, sendo, em razão disso, retirado
quia federal. do advogado o direito de receber eventuais honorá-
Nessa situação, Rafael deve, com relação a sua ins- rios de sucumbência.
crição na OAB, II–Tanto o mandato judicial quanto o extrajudicial
devem ser outorgados coletivamente aos advoga-
A) Mantê-la, pois a referida função é atividade privativa dos que integrem a sociedade de que façam parte e
de advogado. exercidos no interesse do cliente, respeitada a liber-
B) Ser licenciado de ofício, por ingresso em car- dade de defesa.
go público. III–Os mandatos judicial e extrajudicial não se extin-
C) Solicitar cancelamento, por perder um dos requisitos guem pelo decurso de tempo, desde que permane-
necessários para a inscrição. ça a confiança recíproca entre o outorgante e o seu
D) Solicitar suspensão por tempo indeterminado, de- patrono no interesse da causa.
vendo essa suspensão se estender pelo período em Assinale a opção correta.
que estiver ocupando o referido cargo.
A) Apenas o item I está certo.
08. João, administrador de empresas desempregado, B) Apenas o item III está certo.
e Júlio, mecânico, por não disporem dos recursos fi- C) Apenas os itens I e III estão certos.
nanceiros necessários à constituição de advogado, D) Apenas os itens II e III estão certos.
resolveram ingressar em juízo pessoalmente. João
impetrou habeas corpus em favor de seu irmão Jânio,
e Júlio ingressou com ação no juizado especial civil. FILOSOFIA
Tendo como referência essa situação hipotética, as- BERNARDO MONTALVÃO
sinale a opção correta.
11. Com relação ao conceito de justiça, assinale a
A) Para ingressar com ação no juizado especial civil sem opção correta.
constituir advogado, é necessário que se comprove for-
mação universitária; A) O vocábulo justiça é empregado, em sentido lato,
B) Tanto na impetração de habeas corpus quanto no como equivalente a organização judiciária.
juizado especial civil, em causas cujo valor seja infe- B) O sentido estrito de justiça está associado ao con-
rior a vinte salários mínimos, é possível ingressar em junto das virtudes que regulam as relações entre
juízo pessoalmente, prescindindo-se da constituição os homens.
de advogado; C) De acordo com a doutrina majoritária, caracteri-
C) Apenas na impetração de habeas corpus é possível zam o sentido lato de justiça a alteridade, o débito e a
ingressar em juízo pessoalmente, prescindindo-se da igualdade.
constituição de advogado; D) Consoante a doutrina aristotélica, a justiça comutati-
D) Em ambas as circunstâncias descritas, seria impossí- va caracteriza-se como aquela em que o particular dá a
vel ingressar em juízo sem constituir advogado. outro o bem que lhe é devido.

09. Acerca da Conferência Nacional da Advocacia 12. Considerando os conceitos de direito e de moral,
Brasileira, assinale a opção correta à luz do Regula- assinale a opção correta à luz da filosofia do direito.
mento Geral e do Estatuto da Advocacia e da OAB.
A) Kant desenvolveu a teoria do mínimo ético, segun-
A) Os advogados inscritos na CNA são considerados do a qual o direito representa todo o conteúdo mo-
seus membros efetivos, com direito a voto. ral obrigatório para que a sociedade possa sobreviver
B) A CNA é órgão consultivo máximo do Conselho Fede- minimamente.
ral da OAB, tendo por objetivo a eleição do presidente e B) Hans Kelsen formulou a teoria da bilateralidade atri-
da diretoria desse Conselho. butiva, asseverando que a moral não se distingue do di-
reito, mas o complementa por meio da bilateralidade ou A) Difuso pode ser realizado por qualquer órgão jurisdi-
intersubjetividade. cional, com exceção do Supremo Tribunal Federal.
C) Christian Thomasius propôs a distinção entre o direi- B) Difuso somente pode ser realizado pelos tribu-
to e a moral, sob a inspiração pufendorfiana, com base nais, observada a reserva de plenário, não pelos juízes
na ideia de coação. de direito.
D) Thomas Hobbes desenvolveu a teoria da atributivida- C) Concentrado pode ser realizado por todos os órgãos
de, segundo a qual direito e moral estão inter-relaciona- jurisdicionais, de qualquer instância.
dos, tendo ambos origem no direito natural. D) Concentrado é realizado pelo Supremo Tribunal Fe-
deral e pelos Tribunais de Justiça dos Estados.

DIREITO CONSTITUCIONAL 15. Alberto, filho de pai brasileiro e mãe estrangei-


FLAVIA BAHIA ra, atualmente com 35 (trinta e cinco) anos de idade,
nasceu no estrangeiro e lá permanece até hoje, sem
13. Ao receber as contas de governo de determi- nunca ter visitado a República Federativa do Brasil.
nado Prefeito Municipal, o Tribunal de Contas É correto afirmar que Alberto:
competente detectou inúmeras irregularidades.
À luz da sistemática constitucional, o Tribunal de A) Deve ser considerado brasileiro nato, pelo só fato de
Contas deve: ser filho de pai brasileiro.
B) Pode naturalizar-se brasileiro, desde que venha a re-
A) Julgar as contas irregulares, aplicando ao Prefeito sidir no Brasil.
Municipal as sanções cabíveis. C) Deve ser considerado brasileiro nato caso o seu pai
B) Emitir parecer prévio, que pode ser acolhido ou re- estivesse no exterior a serviço do Estado brasileiro.
jeitado pela maioria simples da Assembleia Legislativa. D) Tornar-se-á brasileiro naturalizado caso venha a resi-
C) Emitir parecer prévio, que pode ser acolhido ou rejei- dir no Brasil e opte pela nacionalidade brasileira.
tado pela maioria simples da Câmara Municipal.
D) Emitir parecer prévio, que somente deixará de preva- 16. Determinada lei estadual, com o objetivo de fre-
lecer pelo voto de dois terços dos membros da Câmara ar a “litigiosidade impulsiva”, dispôs que seria exi-
Municipal. gido o depósito prévio de 100% (cem por cento) do
valor da condenação para a interposição de recurso
14. A respeito dos modelos difuso e concentrado de no âmbito do Juizado Especial Cível. À luz da siste-
controle de constitucionalidade, ambos encampa- mática constitucional de repartição de competên-
dos pelo sistema constitucional brasileiro, é correto cias entre os entes federativos, é correto afirmar
afirmar que o controle: que a lei é:

INTENSIVO
AULA SIMULADOS DOWNLOAD
PLANTÃO DE
100
HORAS/AULA
MOTIVACIONAL
(GUILHERME MIZIARA)
ONLINE
(PLATAFORMA ADVERUM)
DE AULAS
(CERS NO BOLSO)
DÚVIDAS ONLINE

ESTUDE AGORA | ACESSE WWW.CERS.COM.BR


A) Constitucional, pois os Estados podem legislar con- DIREITOS HUMANOS
correntemente com a União sobre procedimentos. FLAVIA BAHIA
B) Inconstitucional, pois compete privativamente à
União legislar sobre direito processual. 20. Sobre os direitos humanos, assinale a alternati-
C) Constitucional, pois todos os entes federativos pos- va correta.
suem competência comum para legislar sobre a matéria.
D) Constitucional, desde que haja garantia de devolução A) Quanto ao processo de introdução dos Tratados In-
do depósito caso o recorrente seja vencedor. ternacionais de Direitos Humanos no Brasil, o decreto
legislativo editado não obriga o país a observar o Trata-
17. Considerando a preocupação da ordem consti- do, seja no plano internacional, seja no plano interno de
tucional com a proteção da pessoa humana, é cor- acordo com o STF.
reto afirmar, sob a ótica da eficácia, que as normas B) Após a Emenda Constitucional n° 45/2004, os trata-
constitucionais afetas aos: dos internacionais de direitos humanos têm status su-
praconstitucional, conforme entendimento do STF.
A) Direitos individuais sempre dependem de previsão C) Os tratados e convenções internacionais de direi-
orçamentária para que tenham eficácia. tos humanos se incorporam à ordem jurídica como leis
B) Direitos individuais sempre dependem de integração pela ordinárias.
legislação infraconstitucional para que produzam efeitos. D) Pode-se afirmar que a súmula vinculante n° 11 (uso
C) Direitos sociais, por serem inerentes à sociedade, de- de algemas), editada pelo STF, não tem por base o Pacto
vem ser efetivados independentemente dos recursos de San José da Costa Rica.
disponíveis.
D) Direitos sociais normalmente dependem de inte- 21. Nos termos expressos da Declaração Univer-
gração pela legislação infraconstitucional para que te- sal dos Direitos Humanos, o fundamento da liber-
nham eficácia. dade, da justiça e da paz no mundo encontra am-
paro no(a):
18. O Congresso Nacional, por imperativo constitu-
cional, deve realizar a fiscalização dos atos pratica- A) Prescindibilidade de proteção dos direitos funda-
dos pelo Poder Executivo. A respeito da convocação mentais da pessoa humana.
de autoridades para prestar esclarecimentos, é cor- B) Reconhecimento de que todos os países signatários
reto afirmar que: abominam a pena de morte.
C) Poder soberano dos países signatários da declaração
A) Só a Casa Legislativa ou uma comissão pode convo- universal dos direitos humanos.
car titulares de órgãos subordinados ao Presidente da D) Dignidade inerente a todos os membros da família
República. humana e de seus direitos iguais e inalienáveis.
B) Somente o Congresso Nacional, não suas Casas de ma-
neira isolada, pode convocar o Presidente da República. 22. A Convenção Internacional sobre a Eliminação
C) Somente a Câmara dos Deputados ou o Senado Fe- de Todas as Formas de Discriminação Racial dispõe
deral pode convocar Ministro de Estado. que os Estados-partes se comprometam a garan-
D) Somente o Senado Federal, por deliberação plenária, tir o direito de cada um à igualdade perante a lei,
pode convocar os Ministros de Estado. prevendo expressamente os seguintes direitos, en-
tre outros:
19. Larissa, devidamente representada por advoga-
do, com observância das normas afetas à compe- A) Direito à habitação, direito à formação profis-
tência jurisdicional, impetrou mandado de seguran- sional e direito a emprego que garanta o sustento
ça contra ato de determinada autoridade perante o da família.
Tribunal de Justiça do seu Estado. O Tribunal, após B) Direito de casar-se e escolher o cônjuge e direito ao
regular tramitação do feito, julgou improcedente o acesso a todo tipo de transporte público.
pedido sob o argumento de não ter sido demons- C) Direito ao lazer, direito à habitação e direito de casar-
trada a lesão a direito líquido e certo. Irresignada, -se e escolher o cônjuge.
Larissa decide recorrer. Considerando os dados do D) Direito de casar-se e escolher o cônjuge, direito à ha-
problema e à luz da sistemática constitucional, é cor- bitação e direito à formação profissional.
reto afirmar ser cabível a interposição de recurso:

A) Especial, endereçado ao Supremo Tribunal Federal. DIREITO INTERNACIONAL


B) Ordinário, endereçado ao Superior Tribunal de Justiça. BRUNO VIANA
C) Extraordinário, endereçado ao Superior Tribunal
de Justiça. 23. Conforme a nova Lei de Migração 13.445, assina-
D) De reclamação, endereçado ao Superior Tribunal le a alternativa correta:
de Justiça.
A) Visitante é a pessoa nacional de outro país ou apá- D) As custas judiciais e os emolumentos cartorários têm
trida que trabalha ou reside e se estabelece temporária natureza jurídica de taxa de poder de polícia. Sendo as-
ou definitivamente no Brasil. sim, o provimento da Corregedoria Geral viola os princí-
B) Imigrante é pessoa nacional de outro país ou apá- pios da legalidade e da anterioridade de exercício.
trida que vem ao Brasil para estadas de curta duração,
sem pretensão de se estabelecer temporária ou defini- 26. A União instituiu determinado tributo federal e
tivamente no território nacional. conferiu a uma autarquia as tarefas de fiscalizá-lo e
C) Ao migrante é garantida no território nacional, o am- arrecadá-lo.
plo acesso à justiça e à assistência jurídica integral gra- Tendo em vista a situação narrada, assinale a op-
tuita aos que comprovarem insuficiência de recursos. ção correta.
D) O visto é o documento que dá a seu titular o direito
de ingresso em território nacional. A) A capacidade tributária ativa (realizar atos de fiscali-
zação e arrecadação) é delegável.
24. Indique a alternativa incorreta sobre a saída de B) Trata-se de caso de delegação da competência tribu-
estrangeiros do Brasil, conforme a Lei de Migração: tária da União.
C) Não é possível que a União revogue, a qualquer tempo e
A) A deportação será precedida de notificação pessoal por ato unilateral, a atribuição que conferiu a tal autarquia.
ao deportando, da qual constem, expressamente, as ir- D) Em eventual discussão judicial proposta por um con-
regularidades verificadas e prazo para a regularização tribuinte do tributo, a autarquia não terá prazo em do-
não inferior a 60 (sessenta) dias, podendo ser prorro- bro para recorrer.
gado, por igual período, por despacho fundamentado e
mediante compromisso de a pessoa manter atualizadas 27. Um fiscal federal, em processo de auditoria, veri-
suas informações domiciliares. ficou que uma empresa estava em dívida para com
B) Não se procederá à expulsão quando, o expulsando o fisco em relação ao imposto de renda. Ao autuar a
tiver ingressado no Brasil até os 12 (doze) anos de ida- empresa para pagamento do imposto, o fiscal impôs-
de, residindo desde então no País. ‑lhe, ainda, uma multa por atraso no pagamento e ou-
C) O prazo de vigência da medida de impedimento vin- tra, por não ter entregue a declaração anual de rendi-
culada aos efeitos da expulsão será proporcional ao mentos da pessoa jurídica. Nessa situação hipotética:
prazo total da pena aplicada e nunca será superior ao
dobro de seu tempo. A) Todas as obrigações são consideradas principais.
D) O Ministério Púbico Federal deverá ser notificada, B) A obrigação de pagar o imposto de renda é conside-
preferencialmente por meio eletrônico, para prestação rada principal; a de pagar as multas, não.
de assistência ao deportando em todos os procedimen- C) A obrigação de pagar o imposto de renda e a de pa-
tos administrativos de deportação. gar a multa de mora são consideradas principais; a de
pagar a multa por atraso na entrega da declaração, não.
D) A obrigação de pagar o imposto de renda e a de pagar
DIREITO TRIBUTÁRIO a multa por atraso na entrega da declaração são consi-
JOSIANE MINARDI deradas principais; a de pagar a multa de mora, não.

25. Em 17/07/2014, o Tribunal de Justiça do Estado 28. Em nosso sistema tributário, os impostos desig-
X da Federação instituiu, por meio de Provimento nados residuais:
da Corregedoria Geral da Justiça, as custas judiciais
e os emolumentos cartorários vigentes a partir da A) Podem ser instituídos por lei ordinária federal, des-
data da publicação. de que não sejam cumulativos e tenham fato gerador e
Sobre a hipótese, assinale a afirmativa correta. base de cálculo inéditos.
B) Podem ser instituídos pela União, Estados ou Muni-
A) As custas judiciais e os emolumentos cartorários cípios, desde que não sejam cumulativos e tenham fato
têm natureza jurídica de preço público e, portanto, não gerador e base de cálculo inéditos.
estão sujeitos às limitações constitucionais ao poder C) Podem ser instituídos por lei ordinária federal, des-
de tributar. de que tenham fato gerador e base de cálculo inéditos.
B) As custas judiciais e os emolumentos cartorários têm D) São de competência privativa da União e só podem
natureza jurídica de taxa de serviço. Sendo assim, o pro- ser instituídos mediante lei complementar.
vimento da Corregedoria Geral viola os princípios da le-
galidade, da anterioridade de exercício e nonagesimal.
C) As custas judiciais e os emolumentos cartorários DIREITO ADMINISTRATIVO
têm natureza jurídica de contribuição social. Sendo as- MATHEUS CARVALHO
sim, o provimento da Corregedoria Geral viola os prin-
cípios da legalidade, da anterioridade de exercício e 29. O estado “X” deseja desapropriar, por utilidade
nonagesimal. pública, um imóvel pertencente a particular, razão
pela qual edita decreto declaratório de utilidade pú- própria, para executar obras de infraestrutura ne-
blica de determinada área. cessárias à realização dos Jogos Olímpicos. Tendo
Diante do caso narrado, e tendo em vista as dispo- em vista as características e o regime jurídico apli-
sições do Decreto Lei n. 3.365/41, assinale a afirma- cável, referida entidade poderá ser:
tiva correta.
A) Autarquia, criada por lei, com autonomia administrativa
A) Após a declaração de utilidade pública, caso o Es- e sujeita a regime de direito privado parcialmente derro-
tado não efetive a desapropriação em até dois anos gado pelos princípios aplicáveis à Administração pública.
contados da data da expedição do respectivo decreto, B) Empresa pública, cuja criação é autorizada por lei, su-
este caducará. jeita ao mesmo regime jurídico do ente instituidor.
B) As autoridades administrativas, declarada a utilida- C) Fundação, constituída mediante contrato de progra-
de pública, podem penetrar nos prédios compreendi- ma celebrado em conjunto com as entidades da federa-
dos na declaração, desde que possuam prévia autori- ção beneficiadas pelas obras.
zação judicial. D) Sociedade de economia mista, cuja criação é autori-
C) Os proprietários de imóveis contíguos prejudicados zada por lei, admitindo-se a participação minoritária de
extraordinariamente em sua destinação econômica de- particulares no seu capital social.
verão reclamar perdas e danos do proprietário do imó-
vel expropriado, pelo fato de este ter recebido integral- 32. Em relação aos direitos dos servidores públicos,
mente o pagamento do preço. aponte a alternativa correta:
D) A desapropriação poderá abranger as zonas que se
valorizaram extraordinariamente em consequência da A) Direito a associação sindical, direito de greve e nego-
realização do serviço, as quais deverão estar compreen- ciação coletiva.
didas na declaração de utilidade pública. B) Irredutibilidade de vencimentos, sendo vedada a
cumulação de cargos, funções ou empregos, seja na ad-
30. O estado Alpha firmou contrato de prestação de ministração direta, indireta ou fundacional.
serviços continuados de limpeza com determinada C) Estabilidade, após dois anos de efetivo exercí-
pessoa jurídica, no valor de R$ 10.000.000,00 por cio no cargo.
ano. Ao longo do cumprimento desse contrato, ve- D) Valor do trabalho noturno igual ao diurno
rificou-se que a contratada não estaria recolhendo
as contribuições sociais incidentes sobre a folha de 33. Serviço público de natureza exclusiva e, no to-
salários, motivo pelo qual foi-lhe negada a certidão cante ao regime de prestação, deve ser classificado
negativa de débitos previdenciários. Além disso, o como uti universi. Refere-se ao serviço:
estado houve por bem aumentar o número de pes-
soas para prestar os serviços de limpeza, o que en- A) Educacional.
sejou uma majoração de R$ 2.400.000,00 por ano. B) De fornecimento de energia.
Quanto à Lei n.º 8.666/1993, e considerando o tex- C) Postal.
to hipotético apresentado, assinale a opção correta. D) De limpeza dos logradouros públicos.

A) Esse contrato pode ser prorrogado por iguais e su- 34. Considere que tenha sido incluída entre as
cessivos períodos com vistas à obtenção de preços e ações prioritárias de governo a construção de uma
condições mais vantajosas para a administração, limita- estrada vicinal, tendo constado expressamente da
do a sessenta meses. No entanto, esse prazo máximo motivação do ato administrativo consistente na
poderá ainda ser ultrapassado em até doze meses, des- autorização para a abertura do correspondente
de que em caráter excepcional, devidamente justificado procedimento licitatório a relevância da obra em
e mediante autorização da autoridade superior. questão para o escoamento da produção agríco-
B) A exigência de regularidade fiscal deve ser observa- la da região. A decisão administrativa foi objeto de
da no momento da contratação, mas a eventual ausên- questionamento na via judicial, pleiteando-se a nu-
cia da certidão negativa de débito ao longo do contrato, lidade do ato com base na teoria dos motivos deter-
conforme entendimento do STJ, autoriza apenas a re- minantes. Neste caso, a pretensão deduzida:
tenção das parcelas devidas pela administração.
C) A contratada não está obrigada a cumprir esse con- A) É descabida, eis que a teoria dos motivos determi-
trato, em face da sua alteração unilateral. nantes somente é aplicável na esfera administrativa, au-
D) Mesmo considerando que a contratada seja uma or- torizando a revogação do ato por motivos de conveni-
ganização social e que o contrato de prestação de ser- ência e oportunidade.
viço seja decorrente do contrato de gestão, é necessá- B) Não poderá ser acolhida, vez que a teoria dos moti-
rio que tenha havido, previamente ao contrato, licitação. vos determinantes diz respeito a atos vinculados, autori-
zando a declaração de nulidade por vício de legalidade.
31. Considere que a União pretenda instituir uma C) Não encontra respaldo no ordenamento jurídico bra-
entidade autônoma, com personalidade jurídica sileiro, que não acolhe, em nenhuma hipótese, a aná-
lise dos motivos que fundamentam a prática do ato potencial ofensivo, desde que tenha havido a efetiva re-
administrativo. paração do dano ambiental.
D) É cabível, se comprovada a inexistência ou falsidade
das razões de fato declaradas pela Administração para
justificar a prática do ato. DIREITO CIVIL
LUCIANO FIGUEIREDO

DIREITO AMBIENTAL 37. Assinale a alternativa correta:


RAFAEL MATTHES
A) No direito nacional é possível a disposição onero-
35. Um shopping center, que possui cerca de 250 sa do próprio corpo, no todo ou em parte, para após
lojas e estacionamento para dois mil veículos, foi a morte, objetivando finalidade científica ou altruística.
construído há doze anos sobre um antigo aterro sa- B) Segundo o Código Civil, os direitos da personalidade
nitário e, desde sua inauguração, sofre com a de- são intransmissíveis e irrenunciáveis, mas o seu exercí-
composição de material orgânico do subsolo, ha- cio admite limitação voluntária.
vendo emissão diária de gás metano, em níveis C) As pessoas jurídicas tem proteção dos direitos da
considerados perigosos à saúde humana, podendo personalidade, naquilo que couber, podendo, por con-
causar explosões. Em razão do caso exposto, assina- seguinte, sofre dano moral.
le a alternativa correta: D) O nome tem como partículas essenciais o prenome,
o sobrenome e o agnome.
A) Como o shopping foi construído há mais de cinco
anos, a obrigação de elaborar estudo prévio de impac- 38. Sobre o direito das famílias, assinale a alterna-
to ambiental e de se submeter a licenciamento já pres- tiva correta:
creveu. Assim o empreendimento poderá continuar
funcionando. A) O pacto antenupcial é o mecanismo jurídico para es-
B) A licença de operação ambiental tem prazo de va- colha do regime de bens. Este ato poderá ser realizado
lidade de dez anos. Logo o shopping já cumpriu com por instrumento público ou particular e apenas produ-
suas obrigações referentes ao licenciamento e ao es- zirá seus efeitos após o casamento.
tudo prévio de impacto ambiental, e poderá continuar B) Uma vez transitada em julgado, a decisão que confe-
com suas atividades regularmente. riu alimentos não mais poderá ser revista, pois restará
C) A decomposição de material orgânico continua ocor- configurada a coisa julgada.
rendo, e é considerada perigosa à saúde humana e ao C) Seguindo a ótica legislativa, os alimentos gravídicos du-
meio ambiente. Logo, o shopping center em questão ram da concepção ao parto. Após o parto, os alimentos gra-
poderá ser obrigado pelo órgão ambiental competente vídicos serão, automaticamente, convertidos em regulares.
a adotar medidas para promover a dispersão do gás me- D) O casamento, o concubinato e a união estável do
tano, de forma a minimizar ou anular os riscos ambien- devedor de alimentos gera a extinção da obrigação
tais, mesmo que já possua licença de operação válida. alimentar.
D) Caso o shopping center possua licença de operação
válida, não poderá ser obrigado pelo órgão ambiental 39. João é casado com Maria. Não tiveram filhos e não
competente, no caso exposto, a adotar novas medidas elegeram regime de bens quando do casamento. Ma-
para a dispersão do gás metano. Apenas no momento ria tem seus pais vivos, Caio e Ana. Conhecedor do
da renovação de sua licença de operação poderá ser fato que Maria faleceu e deixou como patrimônio R$
obrigado a adquirir novo equipamento para tal fim. 600.000,00 (seiscentos mil reais), o qual foi integral-
mente adquirido na constância do casamento, assina-
36. Nos crimes ambientais, a proposta de transação le a assertiva que revela a correta divisão sucessória:
penal, com a aplicação imediata de pena restritiva
de direitos ou multa: A) Haja vista o regime de bens, João receberá R$
300.000,00 (trezentos mil reais) à título de meação. O
A) é incabível, tendo em vista a relevância do bem jurí- restante do patrimônio haverá de ser igualmente di-
dico tutelado. vidido entre Caio, Ana e João, em cotas iguais de R$
B) é admissível, desde que se trate de crime ambiental 100.000,00 (cem mil reais).
de menor potencial ofensivo e tenha o autor da infração B) Tendo em vista o regime de bens, aliado ao fato de
recolhido a multa administrativa aplicada pela autorida- que todo o patrimônio fora adquirido na constância do
de ambiental competente. casamento, João deverá receber toda a herança, sem
C) pode ser formulada nos crimes ambientais de me- nenhuma participação de Caio e Ana. De fato, estes
nor potencial ofensivo, desde que tenha havido a prévia apenas concorreriam caso houvesse bens particulares.
composição do dano ambiental, salvo em caso de com- C) Haja vista o regime de bens, João receberá R$
provada impossibilidade. 300.000,00 (trezentos mil reais) à título de meação. O
D) pode ser formulada nos crimes ambientais de menor restante do patrimônio haverá de ser igualmente divi-
dido entre Caio, Ana, em cotas iguais de R$ 150.000,00 41. No condomínio edilício, são direitos dos condô-
(cento e cinquenta mil reais). O cônjuge apenas concor- minos, EXCETO:
reria caso fosse casado na separação convencional.
D) No caso em análise o patrimônio deve ser igualmen- A) Dar a sua unidade destinação diversa da estipulada.
te dividido entre João, Caio e Ana, em cotas igualitárias. B) Fruir livremente das suas unidades.
Assim cada um haverá de receber R$ 200.000,00 (du- C) Usar as partes comuns, conforme sua destina-
zentos mil reais). ção, desde que não exclua a utilização dos demais
possuidores.
D) Participar das assembleias e votar nas deliberações,
DIREITO CIVIL desde que estejam quites com as contribuições para
ROBERTO FIGUEIREDO as despesas.

40. Sobre o direito de vizinhança, assinale a alterna-


tiva CORRETA: DIREITO CIVIL
CRISTIANO SOBRAL
A) O confinante, que primeiro construir, pode assentar
a parede divisória até meia espessura no terreno con- 42. José outorga mandato verbal a advogado para
tíguo, sem perder por isso o direito a haver meio valor em seu nome propor ação de revisão de benefício
dela se o vizinho a travejar, caso em que o primeiro fixa- previdenciário. A ação é julgada improcedente em
rá a largura e a profundidade do alicerce. primeiro grau e o advogado perde o prazo para in-
B) O dono do prédio que não tiver acesso a via públi- terpor apelação. Entendendo que poderia ter sido
ca, nascente ou porto, pode, sem qualquer contrapres- vencedor na referida ação, José propõe ação de in-
tação, constranger o vizinho a lhe dar passagem, cujo denização, pleiteando a condenação do advogado
rumo será judicialmente fixado, se necessário. ao pagamento de indenização por dano material
C) Em se tratando de vãos, ou aberturas para luz, seja correspondente ao valor que receberia na ação de
qual for a quantidade, altura e disposição, o vizinho po- revisão, caso esta fosse procedente, e por dano mo-
derá, a todo tempo, levantar a sua edificação, ou contra- ral. A ação de indenização é julgada procedente. As-
muro, desde que não lhes vede a claridade. sinale a alternativa que corresponde corretamente
D) Nas cidades, vilas e povoados cuja edificação estiver aos fundamentos adotados na sentença.
adstrita a alinhamento, o dono de um terreno pode nele
edificar, madeirando na parede divisória do prédio con- A) Conduta negligente do advogado, decorrente de res-
tíguo, se ela suportar a nova construção; mas terá de ponsabilidade contratual pelo fato do serviço e do des-
embolsar ao vizinho o valor correspondente da parede cumprimento de obrigação de resultado.
e do chão correspondentes. B) Conduta ilícita do advogado pela perda de uma chan-

PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO

Estar
preparado é
uma questão
de escolha.
Cursos a distância
ou presenciais
com os melhores
juristas do país.

NOVAS TURMAS | 2018.2 | MATRICULE-SE cers.com.br


ce, decorrente de responsabilidade contratual objetiva, vórcio, e levou sua filha mais nova para morar com
independentemente da existência de culpa. ele. Nas férias escolares, Letícia quer ir ao Rio de Ja-
C) Conduta negligente do advogado, decorrente de neiro visitar sua mãe, enquanto Mila deseja passar
responsabilidade contratual e do descumprimento da seus dias livres com seu pai em Maringá.
obrigação de aplicar a diligência habitual na execução Avalie as situações apresentadas a seguir e, de acor-
do mandato. do com o Estatuto da Criança e do Adolescente, assi-
D) Conduta ilícita do advogado pela perda de uma chance, nale a afirmativa correta.
decorrente de culpa aquiliana e do descumprimento de de-
ver comum de cuidado na prática de atividade profissional. A) Letícia poderá viajar sem autorização judicial se a sua
prima, Olívia, que tem 19 anos, aceitar acompanhá-la.
43. Considerando a jurisprudência dominante no Mila poderá viajar sem autorização, se a sua avó, Filo-
Superior Tribunal de Justiça, assinale a alternativa mena, a acompanhar.
incorreta: B) Se houver prévia e expressa autorização dos pais ou
responsáveis, Letícia e Mila ficam dispensadas da auto-
A) A correção monetária do valor da indenização do rização judicial e poderão viajar desacompanhadas den-
dano material incide desde a data do arbitramento. tro do território nacional.
B) São cumuláveis as pretensões ao dano moral, ao dano C) Letícia poderá viajar desacompanhada dos pais por
estético e ao dano material decorrentes do mesmo fato. todo território nacional se houver autorização judicial,
C) A simples devolução indevida de cheque caracteriza que poderá ser concedida pelo prazo de dois anos. Mila
dano moral. não precisará de autorização judicial para ir a Maringá
D) São civilmente responsáveis pelo ressarcimento de se seu tio José aceitar acompanhá-la.
dano, decorrente de publicação pela imprensa, tanto D) Mila poderia aproveitar a ida de sua vizinha Maria, de
o autor do escrito quanto o proprietário do veículo de 23 anos, para acompanhá-la, desde que devidamente
divulgação. autorizada por seus pais, enquanto Letícia não precisa-
ria de autorização judicial se seu padrinho, Ricardo, pri-
mo do seu pai, a acompanhasse.
ECA
CRISTIANE DUPRET
DIREITO DO CONSUMIDOR
44. Dona Maria cuida do neto Paulinho, desde o nas- CRISTIANO SOBRAL
cimento, em razão do falecimento de sua filha, mãe
do menino, logo após o parto. João, pai de Paulinho, 46. José Silva contratou com a Construtora BETA a
apenas registrou a criança e desapareceu, sem nun- compra de imóvel “na planta”, unidade 201, do Edi-
ca prestar ao filho qualquer tipo de assistência. Pau- fício Urandi, que estava sendo lançado nesta capi-
linho está tão adaptado ao convívio com a avó ma- tal com ampla divulgação. Dentre as cláusulas do
terna, que a chama de mãe. contrato padrão já impresso, constou que José Silva
Passados dez anos, João faz contato com Maria e pagaria uma entrada de R$ 10.000,00, mais 6 par-
diz que gostaria de levar o filho para morar com ele. celas intermediárias de R$ 3.000,00 e o saldo de R$
Maria, desesperada, procura um advogado para ob- 100.000,00 seria financiado junto ao SFH. Continha,
ter orientações sobre o que fazer, já que João é fo- ainda, uma cláusula no mesmo contrato, mas separa-
ragido da Justiça, com condenação por crime de es- da e destacada, de que pagaria, ainda, José Silva o va-
tupro de vulnerável, além de nunca ter procurado o lor fixo de R$ 1.500,00 a título de corretagem, sendo
filho Paulinho, que não o reconhece como pai. que a Corretora ALFA estava instalada no canteiro de
De acordo com o Estatuto da Criança e do Adoles- obras do local, onde seria erigida a edificação, a qual
cente, assinale a opção que indica a ação mais indi- foi efetivamente paga naquele ato ao corretor, que
cada para regularizar de forma definitiva o direito à se apresentou como preposto da ALFA. No entanto,
convivência familiar da avó com o neto. José Silva sentiu-se lesado em pagar aquela comissão
de corretagem, que chamou de abusiva e colidente
A) Ação de Destituição do Poder Familiar cumulada com o Código de Defesa do Consumidor, e ingressou
com Adoção. em juízo com pedido de sua nulidade e devolução do
B) Ação de Destituição do Poder Familiar cumulada valor pago. Para o caso, assinale a afirmativa correta:
com Tutela.
C) Ação de Destituição do Poder Familiar cumulada A) É válida a cláusula que transfere ao consumidor o pa-
com Guarda. gamento da comissão de corretagem, já que expressa-
D) Ação de Suspensão do Poder Familiar cumulada mente contratada e de forma destacada.
com Guarda. B) É nula a cláusula de comissão de corretagem, já que
camuflada para onerar o comprador, vez que o servi-
45. João e Joana são pais de Mila, 9 anos, e de Letícia, ço foi prestado no próprio canteiro de obras, portanto
8 anos. João mudou-se para Maringá depois do di- obrigação seria da Construtora.
C) A cláusula relativa à comissão de corretagem somen- B) Em razão da evolução tecnológica, passou a ser ve-
te seria válida se lançada em outro instrumento de con- dada a escrituração manual do Livro Diário, devendo a
trato, o que naquele caso não ocorreu, portanto nula, já sociedade empresária adotar livros digitais para a escri-
que constituiu em “venda casada”, o que é vedado pelo turação de suas operações.
Código de Defesa do Consumidor. C) O balanço patrimonial deverá exprimir, com fidelida-
D) É nula de pleno direito a cláusula relativa à comissão de e clareza, a situação real da empresa e indicará o ati-
de corretagem já que lançada em contrato de adesão, vo e o passivo distintamente.
estava impressa quando na negociação, sem margem D) Os assentos lançados nos livros da sociedade empre-
para discussão, o que colide com as normas protetivas sária, por qualquer dos contabilistas encarregados de
do Código de Defesa do Consumidor. sua escrituração, não obrigam a pessoa jurídica, se tais
livros não estiverem autenticados na Junta comercial.
47. De acordo com disposição expressa do Código
de Defesa do Consumidor: 49. Com relação às atribuições do Comitê de Credo-
I. É abusiva qualquer modalidade de informação res, quando constituído no âmbito da recuperação
ou comunicação de caráter publicitário, inteira ou judicial, assinale a afirmativa correta.
parcialmente falsa, ou, por qualquer outro modo,
mesmo por omissão, capaz de induzir em erro o A) Fiscalizar a execução do plano de recuperação judicial.
consumidor a respeito da natureza, característi- B) Fornecer, com presteza, todas as informações exigi-
cas, qualidade, quantidade, propriedades, origem, das pelos credores interessados.
preço e quaisquer outros dados sobre produtos C) Consolidar o quadro geral de credores e providenciar
e serviços. sua publicação.
II. O consumidor pode desistir do contrato, no pra- D) Apresentar ao juiz, para juntada aos autos, relatório
zo de 15 dias a contar de sua assinatura ou do ato mensal das atividades do devedor.
de recebimento do produto ou serviço, sempre que
a contratação de fornecimento de produtos e servi- 50. Ananias Targino consulta sua advogada para sa-
ços ocorrer fora do estabelecimento comercial, es- ber as providências que deve tomar para publicizar
pecialmente por telefone ou em domicílio. o trespasse do estabelecimento da Empresa Indivi-
III. O juiz poderá desconsiderar a personalidade ju- dual de Responsabilidade Limitada (EIRELI) por ele
rídica da sociedade quando, em detrimento do con- constituída e enquadrada como microempresa, cuja
sumidor, houver abuso de direito, excesso de po- firma é Ananias Targino EIRELI ME. A advogada cor-
der, infração da lei, fato ou ato ilícito ou violação retamente respondeu que:
dos estatutos ou contrato social.
IV. São nulas de pleno direito as cláusulas contratu- A) É dispensável qualquer publicização ou arquivamen-
ais relativas ao fornecimento de produtos e serviços to do contrato de trespasse do estabelecimento por ser
que possibilitem a renúncia do direito de indeniza- a EIRELI enquadrada como microempresa.
ção por benfeitorias necessárias. B) E dispensável o arquivamento do contrato de tres-
Está correto o que se afirma APENAS em: passe no Registro Público de Empresas Mercantis, mas
ele deverá ser publicado na imprensa oficial.
A) III e IV. C) É dispensável o arquivamento do contrato de tres-
B) II, III e IV. passe no Registro Público de Empresas Mercantis, mas
C) I e II. ele deverá ser publicado na imprensa oficial e em jornal
D) I e IV. de grande circulação.
D) É dispensável a publicação do contrato de trespasse
na imprensa oficial, mas ele deverá ser arquivado no Re-
DIREITO EMPRESARIAL gistro Público de Empresas Mercantis.
FRANCISCO PENANTE
51. São sociedades empresárias nas quais todos os
48. Uma das obrigações da sociedade empresária sócios respondem solidariamente e ilimitadamente
é seguir um sistema de contabilidade, mecanizado pelas obrigações sociais, as sociedades:
ou não, com base na escrituração uniforme de seus
livros, em correspondência com a documentação A) Em comandita por ações.
respectiva, e levantar anualmente o balanço patri- B) Em comandita simples.
monial e o de resultado econômico. A partir do ex- C) Em nome coletivo.
posto, assinale a afirmativa correta. D) Anônimas.

A) A ausência de autenticação dos instrumentos de 52. Paulo, casado no regime de comunhão parcial
escrituração na Junta Comercial não impede que os li- com Jacobina, é empresário enquadrado como mi-
vros da sociedade empresária sejam utilizados em juízo croempreendedor individual (MEI). O varão preten-
como prova documental a seu favor. de gravar com hipoteca o imóvel onde está situado
seu estabelecimento, que serve exclusivamente aos 55. João ajuíza ação de divórcio em face de Maria e,
fins da empresa. De acordo com o Código Civil, assi- por equívoco, o feito é distribuído para um juízo de
nale a opção correta. feitos comerciais. Dada a situação hipotética, assi-
nale a alternativa correta:
A) Paulo pode, sem necessidade de outorga conjugal,
qualquer que seja o regime de bens, gravar com hipo- A) Trata-se de hipótese de incompetência relativa, sen-
teca os imóveis que integram o seu estabelecimento. do certo que, se não alegada, haverá prorrogação de
B) Paulo não pode, sem a outorga conjugal, gravar com competência.
hipoteca os imóveis que integram o seu estabelecimen- B) O juízo é absolutamente incompetente, mas a incom-
to, salvo no regime de separação de bens. petência somente poderá ser suscitada mediante exce-
C) Paulo, qualquer que seja o regime de bens, depende ção, sob pena de preclusão.
de outorga conjugal para gravar com hipoteca os imó- C) Trata-se de incompetência absoluta, a qual pode ser
veis que integram o seu estabelecimento. declarada de ofício, suscitada como preliminar de con-
D) Paulo pode, sem necessidade de outorga conjugal, testação ou, ainda, por simples petição em qualquer
gravar com hipoteca os imóveis que integram o seu es- tempo e grau de jurisdição.
tabelecimento, salvo no regime da comunhão universal. D) O juízo é relativamente incompetente, devendo a
incompetência ser suscitada mediante preliminar de
contestação.
PROCESSO CIVIL
ANDRÉ MOTA
PROCESSO CIVIL
53. Petrônio, maior e capaz, correntista do Banco SABRINA DOURADO
Dinheiro Fácil, ao verificar o extrato da sua conta-
-corrente, constata a realização de vários descontos 56. Manoel ajuizou ação indenizatória contra Joa-
relativos à cobrança de taxas abusivas, razão pela quim e o feito tramita regularmente em uma das
qual ingressa com ação de indenização por dano varas cíveis da comarca de Florianópolis-SC. No cur-
material em face da referida instituição financeira. so do processo, Joaquim, através de seu advogado,
No entanto, antes mesmo da citação da sociedade altera a verdade dos fatos e provoca incidentes ma-
ré, Petrônio apresenta petição requerendo a desis- nifestamente infundados. Neste caso, o Magistrado
tência do feito. A partir do caso apresentado, assi- que preside o feito deverá, de ofício, ou a requeri-
nale a afirmativa correta. mento da outra parte, considerar Joaquim litigante
de má-fé e condená-lo a indenizar a parte contrária
A) Depois de ajuizada a demanda, não há mais possibi- pelos prejuízos que esta sofreu e arcar com os ho-
lidade de requerer a desistência. norários advocatícios e com todas as despesas que
B) Tendo em vista que a causa versa sobre direito indis- ela efetuou, além de pagar multa, em regra:
ponível, poderá o juiz, de ofício, dar prosseguimento ao
feito, determinando a citação da instituição financeira A) Superior a 1% e inferior a 20% do valor corrigi-
para que apresente, no prazo de 15 dias, sua resposta. do da causa.
C) Diante da desistência unilateral do autor da ação, ope- B) Não excedente a 1% sobre o valor corrigido da causa.
rar-se-á a extinção do processo sem resolução do mérito. C) Superior a 1% e inferior a 10% do valor corrigi-
D) A desistência somente produzirá efeitos, extinguindo do da causa.
o processo, se houver o prévio consentimento do Banco. D) Não excedente a 2% sobre o valor corrigido da causa.

54. Fábio, advogado, acaba de apresentar pedido de 57. Marcella, advogada de uma empresa em proces-
medida cautelar em caráter antecedente a favor do so que tramita numa Vara Cível da Comarca de Ca-
seu cliente. Conclusos os autos, o juiz percebeu que, çador (SC), foi intimada pelo juízo, numa quarta-fei-
na verdade, o pedido tem natureza antecipada. De ra, para a prática de determinado ato processual no
acordo com a situação hipotética, prazo de cinco dias.
Considerando ser feriado na segunda-feira da se-
A) O juiz deverá indeferir a medida requerida, extinguin- mana seguinte, o termo final do prazo processual
do o processo sem resolução de mérito, já que não es- concedido à patrona se dá na:
tão preenchidos os requisitos legais.
B) O juiz deverá deferir a medida cautelar, dada a ur- A) Segunda-feira da semana seguinte.
gência requerida no caso. B) Terça-feira da semana seguinte.
C) Preenchidos os requisitos, o juiz deverá deferir a tute- C) Quarta-feira da semana seguinte.
la antecipada, seguindo-se com o procedimento relativo D) Quinta-feira da semana seguinte.
à tutela antecipada requerida em caráter antecedente.
D) O juiz determinará que o autor emende a petição ini- 58. Acerca do sistema recursal previsto no CPC, jul-
cial, sob pena de indeferimento. gue os itens a seguir.
I O recorrente só poderá desistir do recurso com a A) Causa supralegal excludente da ilicitude e causa su-
anuência do recorrido e dos litisconsortes. pralegal de excludente da culpabilidade.
II Os embargos de declaração interrompem o prazo B) Causa excludente da tipicidade, em ambos os casos.
para a interposição de recurso. C) Causa excludente da tipicidade e causa supralegal de
III Não comprovado o recolhimento do preparo no excludente da ilicitude.
ato da interposição do recurso, a parte será intima- D) Causa supralegal de excludente da ilicitude, em am-
da, na pessoa do seu advogado, para realizar o pa- bos os casos.
gamento em dobro, sob pena de deserção.
Assinale a opção correta. 61. Cacau, de 20 anos, moça pacata residente em
uma pequena fazenda no interior do Mato Grosso,
A) Apenas o item I está certo mantém um relacionamento amoroso secreto com
B) Apenas o item II está certo. Noel, filho de um dos empregados de seu pai.
C) Apenas os itens I e III estão certos. Em razão da relação, fica grávida, mas mantém a
D) Apenas os itens II e III estão certos. situação em segredo pelo temor que tinha de seu
pai. Após o nascimento de um bebê do sexo mascu-
lino, Cacau, sem que ninguém soubesse, em estado
DIREITO PENAL puerperal, para ocultar sua desonra, leva a crian-
CRISTIANE DUPRET ça para local diverso do parto e a deixa embaixo de
uma árvore no meio da fazenda vizinha, sem pres-
59. Carlos, 21 anos, foi condenado a cumprir pena tar assistência devida, para que alguém encontras-
de prestação de serviços à comunidade pela prática se e acreditasse que aquele recém-nascido fora dei-
de um crime de lesão corporal culposa no trânsito. xado por desconhecido.
Em 01/01/2014, seis meses após cumprir a pena res- Apesar de a fazenda vizinha ser habitada, ninguém
tritiva de direitos aplicada, praticou novo crime de encontra a criança nas 06 horas seguintes, vindo o
natureza culposa, vindo a ser denunciado. bebê a falecer. A perícia confirmou que, apesar do
Carlos, após não aceitar qualquer benefício previsto estado puerperal, Cacau era imputável no momen-
na Lei nº 9.099/95 e ser realizada audiência de ins- to dos fatos.
trução e julgamento, é novamente condenado em Considerando a situação narrada, é correto afir-
17/02/2016. O juiz aplica pena de 11 meses de de- mar que Cacau deverá ser responsabilizada
tenção, não admitindo a substituição por restritiva pelo crime de:
de direitos em razão da reincidência.
Considerando que os fatos são verdadeiros e que o A) Abandono de incapaz qualificado.
Ministério Público não apelou, o(a) advogado(a) de B) Homicídio doloso.
Carlos, sob o ponto de vista técnico, deverá reque- C) Infanticídio.
rer, em recurso, D) Exposição ou abandono de recém-nascido
qualificado.
A) A substituição da pena privativa de liberdade por res-
tritiva de direitos. 62. Vinícius encontra seu inimigo Carlos em uma
B) A suspensão condicional da pena. praça próxima de sua casa. Carlos inicia uma discus-
C) O afastamento do reconhecimento da reincidência. são com Vinicius. Alguns instantes após o início da
D) A prescrição da pretensão punitiva. briga, com animus necandi, Vinicius saca uma faca e
desfere duas facadas em Carlos. A esposa de Carlos,
60. Miguel, com 27 anos de idade, pratica conjun- grávida, implora para que Vinicius pare. Ao ouvir as
ção carnal com Maria, jovem saudável com 16 anos súplicas dela, Vinicius interrompe os golpes, permi-
de idade, na residência desta, que consente com o tindo que Carlos sobreviva.
ato. Na mesma data e também na mesma residên- Nesta hipótese, é correto afirmar que Car-
cia, a irmã de Maria, de nome Marta, com 18 anos, los praticou:
permite que seu namorado Alexandre quebre to-
dos os porta-retratos que estão com as fotos de seu A) Tentativa de homicídio
ex-namorado. B) Crime de perigo de vida
O Ministério Público ofereceu denúncia em face de C) Lesão corporal, em virtude do arrependimento eficaz
Miguel pelo crime de estupro. Marta, após o fim da D) Lesão corporal, em virtude de desistência voluntária
relação, ofereceu queixa pela prática de dano por
Alexandre. 63. Felipe, menor de 21 anos de idade, no dia 10 de
Os réus contrataram o mesmo advogado, que deve- abril de 2009, foi preso em flagrante pela prática do
rá alegar que não foram praticados crimes, pois, em crime de roubo. Foi solto no curso da instrução e
relação às condutas de Miguel e Alexandre, respec- acabou condenado em 08 de julho de 2010, nos ter-
tivamente, estamos diante de: mos do pedido inicial, ficando a pena acomodada
em 04 anos de reclusão em regime fechado e multa
de 10 dias, certo que houve a compensação da agra- D) Considera-se reincidente aquele que pratica crime
vante da reincidência com a atenuante da menori- após publicação de sentença que, no Brasil ou no es-
dade. A decisão transitou em julgado para ambas as trangeiro, o tenha condenado por crime anterior.
partes em 20 de julho de 2010. Foi expedido manda-
do de prisão e Felipe nunca veio a ser preso.
Considerando a questão fática, assinale a afirmati- PROCESSO PENAL
va correta. ANA CRISTINA MENDONÇA

A) A extinção da punibilidade pela prescrição da preten- 65. Eduardo, funcionário público, foi acusado, peran-
são executória ocorrerá em 20 de julho de 2016. te os Juizados Especiais Criminais, pela prática do cri-
B) A extinção da punibilidade pela prescrição da preten- me previsto no art. 313-B do Código Penal, cuja pena
são executória ocorreu em 20 de julho de 2014. é de detenção de 3 meses a 2 anos, por ter alterado
C) A extinção da punibilidade pela prescrição da preten- sistema de informações ou programa de informática
são executória ocorrerá em 20 de julho de 2022. sem autorização da autoridade competente. Tendo
D) A extinção da punibilidade pela prescrição da preten- comparecido à audiência preliminar, não houve pos-
são executória ocorrerá em 20 de novembro de 2015. sibilidade de conciliação e transação, sendo desig-
nada audiência de instrução e julgamento. Contudo,
64. José cometeu, em 10/11/2008, delito de rou- ao comparecer na data da audiência, acompanhado
bo. Foi denunciado, processado e condenado, com por seu advogado, Eduardo foi informado de que o
sentença condenatória publicada em 18/10/2009. juiz do Juizado declinara da competência para uma
A referida sentença transitou definitivamente em das Varas Criminais comuns. Neste caso,
julgado no dia 29/08/2010. No dia 15/05/2010, José
cometeu novo delito, de furto, tendo sido condena- A) A decisão do juiz está correta, vez que, diante da exis-
do, por tal conduta, no dia 07/04/2012. tência de procedimento especial para os crimes funcio-
Nesse sentido, levando em conta a situação narrada nais próprios, somente a vara criminal pode instruir
e a disciplina acerca da reincidência, assinale a afir- o processo.
mativa correta. B) A decisão do juiz não está correta diante da pena co-
minada, uma vez que as infrações de menor potencial
A) Na sentença relativa ao delito de roubo, José deveria ofensivo devem, necessariamente, ser processadas pe-
ser considerado reincidente. rante os Juizados Especiais Criminais.
B) Na sentença relativa ao delito de furto, José deveria C) Agiu incorretamente o magistrado, uma vez que não
ser considerado reincidente. há prova testemunhal a ser produzida.
C) Na sentença relativa ao delito de furto, José deveria D) Agiu incorretamente o juiz, já que o deslocamento da
ser considerado primário. competência, em se tratando de infração de menor po-

O DIREITO PRECISA
DO SEU TALENTO.

AGUARDE OS LANÇAMENTOS DO CERS


COM VANTAGENS EXCLUSIVAS PARA VOCÊ!

ACESSE WWW.CERS.COM.BR
tencial ofensivo, somente poderá ocorrer nos casos pre- que se situa a agência bancária em que mantida sua
vistos em lei, os quais não ocorreram no caso concreto. conta-corrente.
C) Será processado no local em que se situa o estabe-
66. Lauro caminhava pela rua, por volta de 8 ho- lecimento comercial Pedrinha, que recebeu o cheque.
ras da manhã, quando foi abordado por Gabriel, D) Será processado no local em que se situa a agência
que, mediante grave ameaça com emprego de si- da CEF, na qual o cheque foi depositado.
mulacro de arma de fogo, subtraiu seu aparelho
celular. Em seguida, Gabriel entregou o simulacro 68. Edgar, portador de maus antecedentes, foi de-
de arma de fogo para seu irmão, que coincidente- nunciado pela prática do crime de receptação co-
mente passava pela localidade, e pediu para que metido em 10.05.2017. Considerando a pena co-
ele guardasse o objeto em sua residência. Dian- minada ao delito, o juiz concedeu a liberdade
te disso, o irmão de Gabriel guardou o simulacro provisória ao agente, permitindo que ele respon-
em sua casa e depois foi para o trabalho. Por ou- desse ao processo em liberdade. Ocorre que, no
tro lado, ainda pouco tempo após o crime, poli- dia 23.05.2017, Edgar foi, novamente, preso em fla-
ciais militares passaram pela localidade, de modo grante pela prática de um crime de roubo, na mes-
que Lauro apontou Gabriel como o autor do fato. ma cidade, sendo tal prisão devidamente converti-
Os policiais abordaram Gabriel e realizaram bus- da em preventiva. No dia 26.05.2017 determinou o
ca em seu corpo, vindo a ser localizado o celular juiz, nos autos da ação penal pela prática do crime
subtraído. Chegando na Delegacia, ao tomar co- de receptação, a citação de Edgar para apresenta-
nhecimento dos fatos, o Delegado determina que ção de resposta à acusação. Nesse caso, deverá ser
os policiais compareçam à residência do irmão de realizada a citação:
Gabriel para apreender o instrumento do crime,
o que efetivamente fazem os policiais por volta A) Por edital, pois o réu apenas se encontra preso em
das 16 horas. virtude de ação penal diversa.
Considerando apenas a situação narrada, é correto B) Por carta precatória, pois o réu está na penitenciária
afirmar que a busca: e não em sua residência.
C) Pessoal, pois o réu se encontra preso no momento
A) Pessoal realizada em Gabriel foi válida, assim como da realização do ato.
a busca domiciliar para apreensão do instrumento do D) Por edital, considerando que o réu não será encon-
crime, independentemente de mandado de busca e trado em seu endereço residencial.
apreensão.
B) Pessoal realizada em Gabriel e a busca na residência 69. Consta na denúncia que Marcelo teria, mediante
de seu irmão foram inválidas, pois ambas dependiam ameaça, subtraído o celular da vítima Débora, pró-
de mandado de busca e apreensão. ximo a um ponto de ônibus. Ainda segundo a inicial,
C) Pessoal realizada em Gabriel foi válida, independen- Marcelo teria praticado a conduta sozinho, e feito uso
temente de mandado, diferentemente do que ocor- de arma de fogo. Consta, por fim, que fugira numa
reu na busca na residência do irmão do autor do fato, moto. Na audiência de instrução, uma testemunha
que foi inválida por depender de mandado de busca e fez chegar ao conhecimento das partes que a moto
apreensão. utilizada pelo réu era produto de furto. Encerrada
D) Domiciliar no imóvel do irmão de Gabriel foi váli- a instrução, o Ministério Público aditou a denúncia,
da, pois prescinde de mandado de busca e apreen- acrescentando a ela a imputação pela suposta práti-
são, diferentemente da busca pessoal em Gabriel, que ca do delito de receptação. Neste caso, o juiz deverá:
foi inválida.
A) Absolver sumariamente o acusado pelo crime de re-
67. Lucas, atualmente domiciliado em Anápolis- ceptação, por falta de justa causa para o aditamento.
-GO, possui conta-corrente no Banco Bradesco, com B) Receber o aditamento e levar os autos conclusos
agência sediada na cidade de Aparecida de Goiânia- para sentença.
-GO, como forma de pagamento de um aparelho de C) Rejeitar o aditamento, pois trata-se de imputação au-
televisão, emitiu, em Pirenópolis-GO, cheque sem tônoma e a instrução criminal do processo original já
fundo em desfavor do estabelecimento comercial está concluída.
Pedrinha, em que efetuou o depósito do cheque D) Receber o aditamento e designar, de pronto, interro-
na Caixa Econômica Federal, em agência situada gatório do réu para manifestação sobre os novos fatos.
na mesma cidade. De acordo com a jurisprudência
dos Tribunais Superiores, o estelionato mediante a
emissão de cheque sem provisão de fundos: DIREITO DO TRABALHO
RAFAEL TONASSI
A) Será processado no local de sua atual residência, ou
seja, em Anápolis. 70. Depois de trabalhar por cinco anos na empresa
B) Será processado em Aparecida de Goiânia, local em Duda Ltda., Romeu está se sentindo desmotivado
e pretende procurar um novo trabalho. No entan- de o registro de sua candidatura até um ano após o fim
to, não quer pedir demissão e, explicando a situ- do mandato.
ação para o empregador, pede para ser dispensa- D) Osmar poderá sofrer despedida arbitrária, desde
do. O empregador afirma que não tem intensão de que eleito e homologada a rescisão contratual pelo sin-
dispensá-lo. dicato profissional.
Diante desse impasse, e considerando as hipóteses
de rescisão do contrato de trabalho previstas em lei, 73. Luan, pintor, 59 anos de idade, foi informado
com as inovações da Lei n° 13.467/2017: pela sua empregadora, a Fábrica lonas Alfa Ltda.,
que gozaria suas férias vencidas de forma fraciona-
A) A única solução é Romeu pedir demissão, perdendo da em três períodos, sendo o primeiro de 14 dias,
o direito à multa de 40% do FGTS, ao aviso prévio e não com início em 13/11/2017, uma 2ª feira. Sabendo
podendo levantar os depósitos do FGTS. que Luiz labora oito horas diárias e quarenta e qua-
B) Romeu pode pleitear a rescisão indireta do contrato tro horas semanais, de acordo com a CLT, alterada
de trabalho, tendo em vista que o ato do empregador pela Lei n° 13.467/2017:
caracteriza justa causa, com o recebimento de todas as
verbas rescisórias e levantamento integral dos depósi- A) Luan deve concordar com o fracionamento de suas
tos do FGTS. férias, sendo que os demais períodos não poderão ser
C) Romeu e Duda Atacadista Ltda. podem fazer um inferiores a cinco dias corridos, cada um.
acordo para a rescisão do contrato de trabalho, sendo B) Luan, mesmo concordando com o fracionamen-
que o empregado receberá multa de 20% do FGTS, me- to, não poderá gozá-las desta forma, uma vez que aos
tade do aviso prévio indenizado e a integralidade das maiores de 50 anos somente é possível o gozo de férias
demais verbas trabalhistas, e poderá movimentar 80% concedidas de uma só vez.
do valor dos depósitos do FGTS. C) Luan deve concordar com o fracionamento de suas
D) O desinteresse de Romeu pelo trabalho caracteriza férias, e também que o início em dois dias que antece-
insubordinação, podendo o empregador dispensá-lo dem feriado não é óbice para gozá-las.
por justa causa, com a perda dos direitos rescisórios. D) O pagamento das férias, de cada período, bem como
do abono pecuniário, será efetuado até cinco dias antes
71. A empresa Beta contratou Pedro para trabalhar do início do respectivo período.
como auditor na filial do município de São Paulo.
Decorridos oito meses, esta filial foi extinta e Pedro 74. Carla escorregou em uma escada em sua casa ,
foi transferido para a matriz da empresa em Bra- sofrendo fraturas que exigiram seu afastamento do
sília, mesmo sem sua anuência. Nessa situação, a trabalho por 45 dias. Recebeu auxílio doença nor-
transferência será considerada: mal. Após a alta do INNS retornou às suas ativida-
des, mas um mês depois a empresa lhe concedeu
A) ilegal porque não houve anuência do empregado, férias, tendo em vista que o término do período
sendo de plano rescindido o contrato de trabalho. concessivo estava próximo. Em relação ao contrato
B) lícita quando ocorrer a extinção do estabelecimento de trabalho, os períodos de afastamento de Carla
em que trabalha o empregado. caracterizam, respectivamente:
C) regular porque não há previsão legal para esta situ-
ação, podendo assim ser exercido o poder diretivo do A) Interrupção durante 15 dias, suspensão durante 30
empregador com base no jus variandi. dias e interrupção.
D) irregular porque a alteração das respectivas condi- B) Suspensão durante 15 dias, interrupção durante 30
ções de trabalho só é possível por mútuo consentimento. dias e suspensão.
C) Suspensão, suspensão durante 45 dias e suspensão.
72. Osmar, pedreiro, trabalha na loja Delta S/A, que D) Interrupção, interrupção durante 45 dias e
possui trezentos empregados. Pretende se candida- interrupção.
tar ao cargo de representante dos empregados na
nova modalidade de comissão de representação de 75. Após ter dispensado o empregado Alberto, que
empregados, com a finalidade de promover o en- trabalhou na empresa por 6 anos, Prata Transportes
tendimento direto com seu empregador. Tendo em Ltda. resolve reconsiderar o aviso prévio, informan-
vista a Lei n° 13.467/2017: do ao empregado que, em razão disso, o contrato
de trabalho permanecerá vigorando normalmente.
A) Nesta modalidade não está prevista a estabilidade Alberto não concorda com o empregador e, conside-
provisória no emprego, razão pela qual, mesmo eleito, rando o contrato de trabalho rescindido, requer que
Osmar poderá ser despedido a qualquer momento. o mesmo lhe pague as verbas rescisórias devidas.
B) Osmar não poderá sofrer despedida arbitrária so- Em relação à situação de Alberto:
mente se for eleito para o cargo de representante dos
empregados, até um ano após o fim do mandato. A) Considerando que o contrato de trabalho dele é por
C) Osmar não poderá sofrer despedida arbitrária, des- prazo indeterminado, não há que se falar em reconside-
ração do aviso prévio, eis que tal possibilidade refere-se tendo sido designada audiência UNA para o dia 20
aos contratos por prazo determinado, em relação aos de agosto. Na data da audiência comparecem Luzi-
quais o legislador privilegia seu cumprimento até o pra- nete e seu advogado e o advogado da reclamada,
zo fixado pelas partes quando da contratação. mas não comparece qualquer representante da Pa-
B) Dado o aviso prévio, não há que se falar em reconsi- nificadora, sem que haja um motivo relevante para
deração do mesmo, pois o contrato de trabalho é con- tanto. O efeito da ausência do representante legal
siderado extinto quando da concessão do aviso, sendo da reclamada à audiência é:
que a projeção do seu prazo se refere apenas a paga-
mentos de verbas trabalhistas e rescisórias. A) Nenhum, pois o advogado da mesma estava presen-
C) A reconsideração do aviso prévio é possível e carac- te, podendo a audiência prosseguir normalmente.
teriza ato unilateral da parte que teve a iniciativa na res- B) Nenhum, pois o advogado da mesma estava presen-
cisão do contrato de trabalho, não havendo que se falar te, mas o juiz terá que designar nova data para a reali-
em aceitação da outra parte. zação da audiência.
D) A aceitação da reconsideração do aviso prévio dado C) Arquivamento do processo.
por uma das partes é faculdade da outra parte e, por- D) A revelia, além de confissão quanto à matéria de fato.
tanto, com a recusa de Alberto o contrato de trabalho
será extinto ao término do período do aviso prévio, sen- 79. Agostinho ajuizou reclamação trabalhista em
do devidas as verbas rescisórias. face da empresa Grande Família Loja de Móveis
Ltda., pleiteando diversos direitos e atribuindo à
causa o valor de R$ 120.000,00 (cento e vinte mil
PROCESSO DO TRABALHO reais). Para provar suas alegações em audiência
ARYANNA LINHARES Agostinho poderá ouvir testemunhas, limitadas ao
número de:
76. Conforme normas legais que regulam a matéria,
a competência da Justiça do Trabalho EXCLUI a aná- A) três para cada fato.
lise e julgamento de ações: B) duas para cada fato.
C) três.
A) Relativas às penalidades administrativas impostas D) seis.
aos empregadores por órgãos de fiscalização das rela-
ções de trabalho. 80. Considere a seguinte situação hipotética: Jaques
B) De indenizações por danos morais e também da- ajuizou reclamação trabalhista em face da empresa
nos materiais ou patrimoniais, decorrentes da relação “MNX Ltda.”, empresa de pequeno porte que pos-
de trabalho. sui oito empregados. Dentre os pedidos formula-
C) Penais para apuração de crimes contra a organiza- dos por Jaques está o reconhecimento do vínculo de
ção do trabalho, incluindo trabalho escravo e trabalho emprego e o trabalho em jornada extraordinária.
infantil irregular. Considerando que, a empresa admitiu a prestação
D) Sobre representação sindical, entre sindicatos, en- de serviços por Jaques, mas não como empregado
tre sindicatos e trabalhadores, e entre sindicatos e em e sim como trabalhador autônomo, bem como que
pregadores. não anexou aos autos os cartões de pontos de Ja-
ques, o ônus da prova no tocante ao vínculo de em-
77. Antonio ajuizou reclamação trabalhista con- prego e no tocante às horas extras laboradas é:
tra sua ex-empregadora, a empresa Luz e Har-
monia Ltda., pleiteando o pagamento de verbas A) Da empresa e de Jaques, respectivamente.
rescisórias, não pagas, dando à causa o valor de B) Da empresa.
R$ 40.000,00. Em audiência, as partes se compu- C) De Jaques.
seram amigavelmente, obrigando-se a empresa a D) De Jaques e da empresa, respectivamente.
pagar o valor de R$ 15.000,00 ao autor, mediante
acordo homologado pelo Juiz. Segundo a Consoli-
dação das Leis do Trabalho − CLT, as custas pro-
cessuais serão:

A) De R$ 400,00.
B) De R$ 800,00.
C) De R$ 150,00.
D) De R$ 300,00.

78. Luzinete ajuizou reclamação trabalhista em face


de seu ex-empregador Panificadora Pão Bom Ltda.,