Você está na página 1de 22

Coleção

Harmonia
 Essencial
A Gramática da Música

3
Volume 3 parte 1

Prof. Silvio Ribeiro


Harmonia Essencial – A Gramática da música Por Silvio Ribeiro

Apresentação
Bem-vindo à série “Harmonia Essencial – A Gramática da música”.

Permita-me entrar em sua casa amigo. Primeiramente, muito obrigado por adquirir este material.
Tenho absoluta certeza que será de grande valia e que agregará aos seus estudos e pesquisas
sobre este mundo da música.

A coleção “Harmonia Essencial – A Gramática da música”, faz uma analogia ao estudo da


gramática linguística, ou seja, o ensino de um idioma, com os conceitos do idioma da música, ou, a
gramática da música. Na era da internet, somos bombardeados de informações que, por vezes,
são “jogadas” aleatoriamente ao estudante que pesquisa determinado assunto. Na música não é
diferente, desta maneira, os livros “harmonia essencial” trazem uma sequência lógica a ser
estudada, assim como aprendemos inicialmente o alfabeto, as estruturas das palavras, a
ortografia, até chegar ao ponto de escrever, ler e falar algum idioma a ser estudado. Assim,
aprenderemos inicialmente o alfabeto da música, as sílabas e palavras musicais, até o ponto de
entendermos, escrevermos, e falarmos o idioma musical, ajudando a você, apaixonado pela
música, adquirir um vocabulário musical para harmonizar suas próprias canções além de obter as
ferramentas necessárias para analisar, re-harmonizar, sofisticar e improvisar sobre as canções que
gosta, e, automaticamente, melhorar sua performance em seu instrumento, ou seja, um livro
totalmente praticável.

A coleção “Harmonia Essencial – A Gramática da música” não têm o intuito de lhe ensinar a
linguagem do jazz, samba, bossa nova ou rock, mas sim, possui as ferramentas necessárias, dando-
lhe um sólido alicerce para que, posteriormente aos estudos destes livros, busque especialização
no estilo que mais lhe agrada.

Gostaria realmente que estudasse com calma, resolvendo os exercícios para que os assuntos
sejam melhores compreendidos e fixados, lembrando que, não é um “curso” que aprenderá a
linguagem musical em “45 dias”, “7 semanas” ou algo do tipo, levaram-se anos para escrever estes
materiais, e, portanto, não será compreendido em poucos dias, no entanto, convido-o a estudar e
se divertir em cada etapa dos livros, buscando colocar cada assunto em prática em seu
instrumento.

Um dos materiais mais completos e didáticos da atualidade sobre o assunto, acompanha áudio das
partituras e canções a serem analisadas além das vídeo-aulas, indicado para todos os
instrumentos. Conte também com nosso apoio técnico para sanar possíveis dúvidas agendando
uma aula presencial ou online.

De seu Amigo e professor

“Se a sua meta já traçou, seu coração não trai,


esquece o medo, feche o olho e vai”.
Valdinei Lopes

“Dedicado especialmente a
José Ribeiro e Silvanira Ribeiro”

Agende sua aula, será um prazer atendê-lo (a)!! Prof. Silvio Ribeiro
 
Harmonia Essencial
A gramática da música

Tópicos abordados neste livro:


- Capítulo 1 Modos – As sílabas ordenadas da escala maior _______ Pág. 4

- Yo soy Latino – Um pouco sobre o Vanerão___________Pág 45

- Capítulo 2 Preparações em tonalidade maior – Os verbos___________Pág 47

- Yo soy Latino – Um pouco sobre a rumba___________________Pág 71

- Referências _________________________ Pág 96

Tópicos abordados no “Volume 3 - parte 1”:

- Modos – As sílabas ordenadas da escala maior


- Preparações em tonalidade maior – Os verbos

Após o estudo deste livro você será capaz de:

-Conhecer os modos e sua aplicabilidade, lhe ajudando na análise harmônica e melódica


assim como na improvisação.
- Utilizar os acordes dominantes “V7” e “SubV7” de tal maneira que suas re-
harmonizações e sofisticações harmônicas obtenham mais riqueza.

Este livro traz ferramentas importantes para o mundo da improvisação, re-harmonização e


sofisticação harmônica. Sua visão nas análises das músicas que gosta será abrangida,
entendo os conceitos de determinados acordes que são utilizados na música que não
fazem parte do campo harmônico tradicional. Entenderá como utilizar os acordes
dominantes e seu contraste causado no contexto harmônico.
#VemComigo

Dúvidas? Agende sua consultoria musical, será um prazer em atendê-lo (a)!! contato@harmoniaessencial.mus.br
(19) 9-9635-9402
Prof. Silvio Ribeiro
Introdução capítulo 1

Modos
As sílabas ordenadas da escala maior

No estudo das “7 sílabas” analisamos que as escalas diatônicas maiores e menores


possuem “7 notas” sem repetições. Nesse instante, analisaremos os modos, ou seja, uma
maneira diferente e única de se rearranjar as notas da escala maior formando os “Modos
da escala maior”.

Observe as “sílabas” a seguir:

Dó – Ré – Mi – Fá – Sol – Lá – Si

Ré – Mi – Fá – Sol – Lá – Si - Dó

Repare que ambas as sequências possuem as mesmas “sílabas” (notas musicais),


porém, iniciadas com “sílabas” tônicas diferentes, sendo provenientes de uma mesma
escala. Assim, cada modo de se rearranjar as sílabas da escala maior formará uma
palavra (ou acorde) específica, porém dentro de uma mesma tonalidade ou contexto
harmônico.

#Aula13 Assista em
www.harmoniaessencial.mus.br/cursos

www.harmoniaessencial.mus.br

www.harmoniaessencial.mus.br/cursos Ensino a distância

contato@harmoniaessencial.mus.br
(19) 9-9635-9402
Entre em contato conosco e
Harmonia_essencial_oficial
nos acompanhe nas redes
Harmonia Essencial sociais!!

www.harmoniaessencial.mus.br/blog

Harmonia essencial


Harmonia Essencial
 -3- contato@harmoniaessencial.mus.br
A gramática da música (19) 9-9635-9402

Harmonia Essencial

A gramática da música

• Modo Dórico

Acordes
equivalentes ao
modo Escala do acorde (Dórico)
Dm Dm(add9) Áudio 4

Dm7 Dm7(9)
1 T9 b3 T11 5 6 b7
9
Dm7(11) Dm7(11 )

Dm6 Dm69 ND
T NO T NO NO
NO
Dm69(11) Dm6(11) EV

1. “NO’s”: São as notas “RÉ” (1), “FÁ” (b3), “LÁ” (5) e “DÓ” (b7).

2. “T’s”: As notas “Mi” (T9) e “SOL” (T11), são as tensões do modo dórico, podem ser utilizadas tanto
harmonicamente quanto melodicamente sem precaução em relação a conflitos. “T9” pode
substituir a fundamental na formação do acorde e “T11”, a “5ªJ”.

3. “ND”: A “6ªM” em acordes “Xm6” é considerada nota disponível. Se a melodia estiver evidenciada
em “b7”, haverá conflito entre ambas, assim, a “6ªM” deverá ser substituída pela “7ªm” na
formação do acorde.
Harmonicamente, não se utiliza a “7ªm” com a “6ªM” (Cm 76) em acordes menores, isso pelo fato
de surgir o trítono na estrutura do acorde e sua respectiva resolução (idem ao que ocorre no
acorde X 7𝑀
4
).
Ex.:
Dm 76
Resolução
do trítono

Trítono

4. “Ev”: A “6ªM”, apesar de não estar em intervalo de semitom com uma “NO” inferior, é
considerada “EV” em acordes “Xm7” pelo motivo comentado acima. Em “Xm6”, é classificada
como “ND”.

Dúvidas? Agende sua consultoria musical, será um prazer em atendê-lo (a)!! contato@harmoniaessencial.mus.br
(19) 9-9635-9402

Harmonia Essencial

A gramática da música

1.2 Modos Paralelos


São os modos que possuem a mesma tônica, porém, as demais notas e armaduras diferentes, ou
seja, pertencem a outra tonalidade. Veja o exemplo com a tônica “Dó”:

Dó Jônico
1 T9 3 T11 5 6 7

Dó Dórico
1 T9 b3 T11 5 b6 b7

Dó Frígio
1 Tb9 b3 T11 5 b6 b7

Dó Lídio
1 T9 3 T#11 5 6 7

Dó Mixolídio
1 T9 3 4 5 T13 b7

Dó Eólio
1 T9 b3 T11 5 b6 b7

Dó Lócrio
1 Tb9 b3 T11 b5 Tb13 b7

Dúvidas? Agende sua consultoria musical, será um prazer em atendê-lo (a)!! contato@harmoniaessencial.mus.br
(19) 9-9635-9402
 
Harmonia Essencial
A gramática da música

Exercícios
1) A qual modo da escala maior corresponde esta sequência de tons: “T – St – T – T – T – St – T” ?

a) Jônico
b) Lócrio
c) Frígio
d) Lídio
e) n.d.a

2) Qual a sequência de tons no modo “Lídio”?

a) T – T – T – St – T – T - St
b) T – St – T – T – T – St - T
c) St – T – T – St – T – T - T
d) T – St – T – T – St – T –T
e) n.d.a

3) Qual a sequência de tons no modo “Lócrio”?

a) St – T – T – T – St T - T
b) T – St – T – T – St – T –T
c) T – T St – T – T – T - St
d) T – T – T – St – T – T - St
e) n.d.a

4) Qual modo possui o intervalo de “#11”?

a) Frígio
b) Lócrio
c) Dórico
d) Lídio
e) n.d.a

5) Qual modo possui intervalo de “5ªdim”?

a) Jônico
b) Frígio
c) Mixolídio
d) Eólio
e) n.d.a

6) Qual a sequência de tons no modo “Frígio”?


a) T – T – St – T –T – St - T
b) T – T St – T – T – T - St
c) St – T – T – T – St T - T
d) St – T – T – St – T – T - T
e) n.d.a

Dúvidas? Agende sua consultoria musical, será um prazer em atendê-lo (a)!! contato@harmoniaessencial.mus.br
(19) 9-9635-9402

Harmonia Essencial

A gramática da música
c)
F#7M B7M G#m7
C#7

d) Eb7M
Cm7 Gm7 Ab7M Ab6 Bb7 Eb6

e)
C7 Bb7M C7 F6

f) G6 D7
C6 Em7 Bm7

g) Em7 G7M F#m7 A7

h) G#m7
A6 F#m7 E7M

i) E7M
C#m7 G#m7 F#7 B6

j)
Bb7M Eb7M Bb6 Eb7M

k) Ebm7
Db7M Bbm7 Ab7 Db7M Bbm7 Ebm7 Ab7

Dúvidas? Agende sua consultoria musical, será um prazer em atendê-lo (a)!! contato@harmoniaessencial.mus.br
(19) 9-9635-9402
Prof. Silvio Ribeiro

Tom: Dó Maior C7M Dm7 Em7 F7M G7 Am7 Bm7(b5)


• Jônico
Áudio 20
e-----------------------------------------------------------------------------------------10----12----13-----
Áudio 27
B----------------------------------------------------------------------10---12---13-------------------------
G-----------------------------------------------------9---10---12-------------------------------------------
D------------------------------------9---10---12------------------------------------------------------------
A--------------------8---10---12----------------------------------------------------------------------------
E----8---10---12--------------------------------------------------------------------------------------------

• Dórico
Áudio 21
e----------------------------------------------------------------------------------------------12---13---15--
B---------------------------------------------------------------------------12---13---15-------------------- Áudio 28
G---------------------------------------------------------10---12---14--------------------------------------
D---------------------------------------10---12---14--------------------------------------------------------
A---------------------10---12---14--------------------------------------------------------------------------
E---10---12---13--------------------------------------------------------------------------------------------

• Frígio
Áudio 22
e---------------------------------------------------------------------------------------------13---15---17--
B---------------------------------------------------------------------------13---15---17------------------- Áudio 29
G---------------------------------------------------------12---14---16-------------------------------------
D---------------------------------------12---14---15-------------------------------------------------------
A---------------------12---14---15-------------------------------------------------------------------------
E---12---13---15-------------------------------------------------------------------------------------------

• Lídio Áudio 23
e------------------------------------------------------------------------------------3---5---7---
Áudio 30
B---------------------------------------------------------------------3---5---6------------------
G-----------------------------------------------------2---4---5----------------------------------
D-------------------------------------2---3---5--------------------------------------------------
A---------------------2---3---5------------------------------------------------------------------
E---1---3---5-------------------------------------------------------------------------------------

• Mixolídio Áudio 24
e------------------------------------------------------------------------------------5---7---8---
B---------------------------------------------------------------------5---6---8------------------ Áudio 31
G-----------------------------------------------------4---5---7----------------------------------
D-------------------------------------3---5---7--------------------------------------------------
A---------------------3---5---7------------------------------------------------------------------
E---3---5---7-------------------------------------------------------------------------------------

• Eólio
Áudio 25
e---------------------------------------------------------------------------------------7---8---10--- Áudio 32
B---------------------------------------------------------------------6---8---10--------------------
G-----------------------------------------------------5---7---9-------------------------------------
D-------------------------------------5---7---9-----------------------------------------------------
A---------------------5---7---8---------------------------------------------------------------------
E---5---7---8---------------------------------------------------------------------------------------

• Lócrio Áudio 26
Obs.: Oitave as escalas para executá-las em toda extensão do instrumento.

e---------------------------------------------------------------------------------------8---10---12---
B---------------------------------------------------------------------8---10---12-------------------- Áudio 33
G-----------------------------------------------------7---9---10-------------------------------------
D-------------------------------------7---9---10-----------------------------------------------------
A---------------------7---8---10---------------------------------------------------------------------
E---7---8---10---------------------------------------------------------------------------------------


Harmonia Essencial
 - 33 - contato@harmoniaessencial.mus.br
A gramática da música (19) 9-9635-9402

Harmonia Essencial

A gramática da música

Introdução capítulo 2

Preparações em tonalidade maior


Os Verbos

Verbo é a palavra que expressa processos, ação, estado, mudança de estado,


fenômeno da natureza, conveniência, desejo de existência. Desse modo, enquanto os
nomes (substantivo, adjetivo) indicam propriedades estáticas dos seres, o verbo denota
os seus movimentos, por isso sua característica de dinamicidade.

O verbo pode indicar, entre outros processos:

ação (correr);
estado (ficar);
fenômeno (chover);
ocorrência (nascer);
desejo (querer).

Assim, em termos musicais, considero os verbos como sendo os acordes dominantes,


isso, por possuírem propriedades que geram ação, movimento,
dinamicidade ao contexto harmônico. São acordes que “pedem” resolução, que
necessariamente, e, de certa forma, naturalmente, caminham ao sentido dos acordes de
repouso.

Os principais acordes dominantes são o “V7” e o “SubV7” primários e secundários, que,


assim como os verbos nos termos da gramática linguística, também possuem suas
propriedades na gramática musical.

#Aula14 Assista em
www.harmoniaessencial.mus.br/cursos

www.harmoniaessencial.mus.br

www.harmoniaessencial.mus.br/cursos Ensino a distância

contato@harmoniaessencial.mus.br
(19) 9-9635-9402
Entre em contato conosco e
Harmonia_essencial_oficial
nos acompanhe nas redes
Harmonia Essencial sociais!!

www.harmoniaessencial.mus.br/blog

Harmonia essencial

Dúvidas? Agende sua consultoria musical, será um prazer em atendê-lo (a)!! contato@harmoniaessencial.mus.br
(19) 9-9635-9402

Harmonia Essencial

A gramática da música

• Em acordes “X7M” não há resolução completa do trítono, onde a “3ªM” do “V7” permanece
como sendo a “7ªM” do “X7M”.

V7 I7M
Ex.: G7 C7M
V7 I7M Áudio 190
G7 C7M
Áudio 191
7ªm V7 I7M
3ªM
7ªM
G7 C7M
3ªM
7ªm
3ªM
3ªM 7ªM

A “3ªM” do “V7” se mantém idem no “X7M” (no caso a nota “Si”, “7ªM”), e a “7ªm” do “V7”
alcança a “3ªM” do “X7M” por semitom descendente.

• Na resolução em acordes do tipo “X6”, a “3ªM” do “V7” alcança a “6ªM” do “X6” por tom
descendente e a “7ªm” alcança a “3ªM” do “X6” por semitom descendente.

V7 I6
Ex.: G7 C6
V7 I6 Áudio 192
G7 C6
Áudio 193
V7 I6
7ªm 3ªM G7 C6
3ªM 6ªM 7ªm
3ªM
3ªM
6ªM

Você sabia que... ♭♮♬♪♭


A música para o indígena é algo muito importante, devido a todo o seu peso social e ritual. Ela está
presente nas diversas manifestações culturais e sociais de cada etnia, fazendo parte dos rituais de
magia, socialização, contato direto com os ancestrais e cura. Presente também em festas
comemorativas, podendo ser vista como uma linguagem diferenciada pois a partir dela podemos
saber se estamos em uma guerra, em um ritual para os deuses ou em alguma outra manifestação
cultural distinta. Os índios brasileiros utilizam predominantemente instrumentos de sopro ou
percussão. Cada tribo possui seus instrumentos específicos. Interessante ressaltar é que para o
indígena o próprio corpo é tido como um instrumento musical. Com a batida dos pés eles dão ritmo a
melodia dos instrumentos, sendo que até podem utilizar apenas o corpo para determinados rituais.
Acompanhado da música sempre temos danças. Alguns exemplos de instrumentos musicais
indígenas: Flauta dos índios Enawenê-Nawê; Pau-de-Chuva; Chocalho; Uruá; Apito.

Dúvidas? Agende sua consultoria musical, será um prazer em atendê-lo (a)!! contato@harmoniaessencial.mus.br
(19) 9-9635-9402
Prof. Silvio Ribeiro
• O “V7/V” é o dominante do dominante, a “3ªM” do “V7/V” alcança a “7ªm” do “V7” por
semitom descendente, e a “7ªm” do “V7/V” alcança a “3ªM” por semitom descendente.

V7/V v V7
Ex.: D7 G7
V7/V V7 Áudio 198
D7 G7
Áudio 199
3ªM 7ªm V7/V V7
7ªm 3ªM D7 G7

3ªM 7ªm
7ªm 3ªM

Obs.: Note que o trítono do “V7/V” resolve no próprio trítono do “V7”.

Obs.2: Os dominantes secundários são acordes não diatônicos à tonalidade, porém, suas
fundamentais são diatônicas.

Exemplo em “Dó maior”: A7; B7; C7; D7 e E7.

Obs.3: A “3ª e 7ª” são denominadas de “guide tones”, ou “notas guia”. São as principais notas do
acorde e responsáveis pela sua estrutura básica. Perceba que elas são intercambiáveis na
resolução “V7”, a “3ª” se dirigi para a “7ª” e a “7ª” para a “3ª”. Em acordes “X6”, a “3ª” se dirigi
para a “6ªM”.

Obs.4: Quando o acorde dominante ou o acorde de resolução estiverem invertidos (ou ambos
invertidos), é dita uma resolução imperfeita.

Ex.:
v I6
V7/3ª V7 v I7M/3ª V7/3ªv I7M/3ª
|| G7/B | C6 || || G7 | C7M/E || || G7/B | C7M/E ||

v I7M
V7/3ª V7 v I7M/3ª V7/5ªv I7M/5ª
|| E7/G# | A7M || || E7 | A7M/C# || || E7/B | A7M/E ||

Obs.5: O dominante secundário não deve ser encarado como modulação ou acorde de
empréstimo modal, mas sim, como uma “tonicização”, ou seja, uma ênfase a um determinado
grau do campo harmônico, mesmo que momentaneamente a análise harmônica esteja em outra
tonalidade.


Harmonia Essencial
 - 51 - contato@harmoniaessencial.mus.br
A gramática da música (19) 9-9635-9402

Harmonia Essencial

A gramática da música

2.4 Resolução Deceptiva


Resolução deceptiva, de engano ou interrompida, é quando o dominante não resolve “5ªJ” abaixo
(“4ªJ” acima) como o esperado.
Ex.:
I IIm7 IIIm7 V7/VI IIm7 V7 I7M
|| C6 | Dm7 | Em7 | E7 | Dm7 | G7 | C7M ||

O esperado seria o “E7” resolver tradicionalmente em “Am7” (“VI grau”), o que não ocorre. A cifra
analítica demonstra a resolução deceptiva indicando o grau da resolução – “V7/VI”.

Também pode ser indicada com a análise entre parênteses:

I IIm7 IIIm7 (V7) IIm7 V7 I7M I7M VIm7 (V7) IV6 V7 IIm7 I6
|| C6 | Dm7 | Em7 | E7 | Dm7 | G7 | C7M || || F7M | Dm7 | G7 | Bb6 | D7 | Gm7 | F6 ||

I7M (V7) V7 I6 (V7) V7 I7M I6 V7 IIIm7 (V7) IV6 V7 V7 I6


|| A7M | C#7 | E7 | A6 | A7 | E7 | A7M || || Bb6 | A7 | Dm7 | D7 | Eb6 | C7 | F7 | Bb6 ||

A seguir, trechos de canções que possuem dominantes primários, secundários e deceptivos:

Aquarela Áudio 221


V7
IIIm7 IV I Toquinho e Vinícius de Moraes
Bm7 C D 𝟕𝟒 (9) G

b6 b7 5 5 6 5 5 4 5 13 5
b9 1 3 11 11 3
1 3

V7 VIm7 V7
A7 V7
B7 Em D7

1 b7 b13 b3 11 b3 9 b3 1 b7 9 1 b7 5
b9 1 b9

Luiz Gonzaga e Humberto Teixeira Asa Branca Áudio 222


I IV I V7 I
C F C G7 C

V7 IV V7 I
C7 F G7 C

Dúvidas? Agende sua consultoria musical, será um prazer em atendê-lo (a)!! contato@harmoniaessencial.mus.br
(19) 9-9635-9402

Harmonia Essencial

A gramática da música
9
q) C7(13 )- oo) C7(9)/G-

r) G#7(9)- pp) A7(9)/C#-

𝑏9
s) Ab7(𝑏13 )- qq) Bb7/D-

9
t) E7(9)- rr) Eb7(13 )-

𝑏9
u) Eb7(𝑏13 )- ss) Db7/F-

v) D#7(9)- tt) B7/D#-

x) A#7(9)- uu) G7/D-

3) Explique a resolução do trítono na preparação V7 X.

4) Explique a resolução do trítono na preparação V7 X7M.

5) Explique a resolução do trítono na preparação V7 X6.

6) Explique a resolução do trítono na preparação V7 X7.

7) Explique a resolução do trítono na preparação V7 Xm.

8) Explique a resolução do trítono na preparação V7 Xm7.

9) O que é dominante primário e secundário? Dê um exemplo de sequência harmônica em “Fá


maior” contendo ambos.

10) O que é resolução deceptiva? Dê um exemplo de sequência harmônica contendo a resolução


deceptiva em “Lá bemol maior”.

Dúvidas? Agende sua consultoria musical, será um prazer em atendê-lo (a)!! contato@harmoniaessencial.mus.br
(19) 9-9635-9402
 
Harmonia Essencial
A gramática da música

2.5 Resolução “SubV7” – Substituição por Trítono #Aula15

Analisamos que o trítono é um intervalo simétrico, ou seja, em um trítono “K – L”, a distância de


“K” para “L” é a mesma de “L” para “K”.

Com isso, entende-se que um mesmo trítono pode pertencer a dois acordes dominantes “X7”
análogos, em um momento o “K” sendo a “3ªM” e o “L” a “7ªm” de um determinado “X7”, e por
outro lado, podendo o “K” ser a “7ªm” e o “L” a “3ªM” de outro acorde “X7” similar.

Ex.:

Na tonalidade de “Dó maior”, temos o “G7” como o acorde dominante do “V grau”, que por sua
vez, possuí o trítono “Si – Fá” em sua estrutura.

Áudio 242
Áudio 241 Db7
G7
7ªm Esse mesmo trítono 3ªM

3ªM
pode ser analisado 7ªm
inversamente

No acorde “G7”, a nota “Si” é a “3ªM” e o “Fá” a “7ªm”. Esse mesmo trítono interpretado
inversamente (“F – B”), pertence ao acorde de “Db7”, onde a nota “Fá” é a “3ªM” e o “Si” a
“7ªm”, ou seja, os acordes “G7” e “Db7” possuem o mesmo trítono em suas estruturas, porém, de
forma antagônica.

Já que ambos possuem o mesmo trítono, podemos concluir que “Db7” pode ser um substituto do
“G7” em suas respectivas resoluções, e vice-versa. A esse acorde nomeamos como “SubV7”, ou
simplesmente “SubV”, ou seja, substituto do acorde de V7.

Veja:

- O acorde de “G7” resolve naturalmente “5ªJ” abaixo em “C”; “Cm”; C7:

Áudio 243
G7 C G7 Cm
7ªm 7ªm
3ªM 3ªm
3ªM Fund. Fund.
3ªM

Dúvidas? Agende sua consultoria musical, será um prazer em atendê-lo (a)!! contato@harmoniaessencial.mus.br
(19) 9-9635-9402

Harmonia Essencial

A gramática da música
É comum o “SubV7” preceder o “V7” no contexto harmônico, havendo retardo da resolução
tradicional “V7 – I”. O inverso é incomum:

V7 SubV7 Áudio 260


G7 Db7 C7M

5 7M
9 3 b7 #11

Caminhos mais comuns das resoluções “V7” e “SubV7”:


𝟗
V7(𝟏𝟑 ) X7M ou X7
SubV7
𝒃𝟗
V7(𝒃𝟏𝟑 ) Xm7

A utilização do “SubV7” é interessante pois acrescenta brilho, riqueza harmônica, isso pelo fato do
acorde possuir notas não diatônicas à tonalidade, assim, utilize-o de maneira sensata e coerente.
No início, é possível que estranhe a sonoridade do “SubV7”, entretanto, ouça-o até que se
acostume com a dissonância ocasionada.

A seguir, trechos de peças que possuem “SubV7”:

Changsong
Áudio 261

Áudio 262

O que é que vai ser de mim


Áudio 263

Dúvidas? Agende sua consultoria musical, será um prazer em atendê-lo (a)!! contato@harmoniaessencial.mus.br
(19) 9-9635-9402
 
Harmonia Essencial
A gramática da música

Exercícios
1) Escreva o “SubV7” dos seguintes acordes de resolução conforme exemplo.

a) F7M- Gb7 y) Ebm7-

b) G7- z) Ab7- Dica:


Algumas ferramentas
c) Db7- aa) D- online são ótimas para te
ajudar a combater as
d) C7- bb) Em- distrações. Você pode,
por exemplo, escolher
um aplicativo para
e) Am7- cc) F- anotar todas as suas
tarefas diárias, fazendo
f) Cm7/Eb- dd) Gm- com que você mantenha
o foco no que precisa
g) F#m7- ee) Dbm- cumprir.

h) Gb7M/Bb- ff) Bb/D-

i) G/F- gg) E-

j) Fm7- hh) G#7-

k) E7M ii) F6-

l) D6- jj) Ab-

m) A7- kk) F#7M-

n) Bm/A- ll) Dm6-

o) F#7- mm) C6/G-

p) Dm7- nn) G-

q) F7- oo) D7-

r) A#m7- pp) B-

s) B7M- qq) Bb-

t) E7- rr) Eb-

u) Am- ss) B6-

v) Bb7M- tt) Bb/Ab-

x) Db7M- uu) Dm-

Dúvidas? Agende sua consultoria musical, será um prazer em atendê-lo (a)!! contato@harmoniaessencial.mus.br
(19) 9-9635-9402
Harmonia Essencial
 
A gramática da música
k) Dó maior

I6 SubV7 IIm7 SubV7 IV6 SubV7/II VIm/7ª V7/IV I7M V/7ª v I6/3ª
|| | | | | | | | | | | v| ||

l) Si maior

SubV7 VIm7 V7 v IIIm7 V7/VI SubV7 IV6 V7 vv


SubV7 I7M
|| | | | |v | | | | | | | ||

m) Si bemol maior

I6/5ª SubV7 IIIm7 V7/5ªv IIIm7 IIm7 SubV7/III V/7ª v V/7ª vI7M/5ª
|| | | | v| | | | | | v| |v ||

n) Fá maior

V7 v IIm7 V/7ª v V7 v I6 SubV7 IIm7 SubV7/VI IV6 SubV7 I7M


|| | v| | |v |v | | | | | | ||
v
o) Sol bemol maior
v
SubV7 IIm7 V7 v IIIm7 SubV7 IV7M V7 v V7/I SubV7 VIm7 V7 v I7M
|| | | v| | | | v| | | | v| ||
v v v
p) Fá sustenido maior

V7/7ª v VIm7 V7/II V/7ª v I6 V7 v V7 v I7M SubV7 I6


|| v| | | | v| | | v| |v | | ||
v v v v
q) Ré maior

I6 IIm7 V7 v IIIm7 IIm7 V7 v IV6 V7 v V7 v I7M


|| | | | |v | | | v| | v| |v ||
v v v v
r) Dó maior

V7 v VIm7 V7/II V7 v I6 IIm7 V7 v V7 v I6


|| v| | | | v| | | | | v| v| ||
v v v v
s) Mi bemol maior

IV7M/5ª v SubV7 V7 v I6 V7/III V7/V v SubV7 I7M


|| | v| | | |v | | | | v| | ||
v v v
t) Mi maior

I6 SubV7 IIm7 v V7/III SubV7 V7/I VIm7 SubV7 IIm7 V7 v I6


|| | | | |v | | | | | | v| ||
v v

Dúvidas? Agende sua consultoria musical, será um prazer em atendê-lo (a)!! contato@harmoniaessencial.mus.br
(19) 9-9635-9402
Prof. Silvio Ribeiro
Áudio 286
k) A7
D7M Bm7 G7M Em7

Áudio 287
l)
Bb6 Cm7 Dm7 Eb7M F7

m) Am7 D7 Áudio 288


G6 Em7

Áudio 289
n) Cb7M
Gb6 Db7 Abm7 Db7

o) Áudio 290
E7 A7M F#m7
Bm7

Dica:
Quando você tiver estudado sobre um determinado assunto,
procure fazer um pequeno intervalo antes de retomá-lo. Fazer
uma pausa e em seguida voltar para a matéria pode aumentar a
fixação do conteúdo fazendo com que você se lembre dos
assuntos com maior facilidade depois.


Harmonia Essencial
 - 95 - contato@harmoniaessencial.mus.br
A gramática da música (19) 9-9635-9402

Harmonia Essencial

A gramática da música

Sites de Referência
- http://www.bbc.com/portuguese/ciencia/story/2005/10/051021_sportsmusicfn.shtml
- https://pt.wikipedia.org/wiki/Vaner%C3%A3o
- http://www.marciokbecinha.com.br/um-pouca-da-historia-da-vaneira
- http://www.academiastilolivre.com.br/artigos/6025
- http://ensaios.musicodobrasil.com.br/leorugero-asanfonadeoitobaixos.htm
- http://www.dancaempauta.com.br/site/2012/04/rumba-voce-sabe-o-que-e/
- http://mundoestranho.abril.com.br/materia/como-surgiram-os-diferentes-ritmos-latinos
- http://maiscaribe.blogspot.com.br/2009/09/rumba-um-ritmo-e-sua-historia.html
- https://cybervida.com.br/inusitado/o-maior-instrumento-musical-do-mundo
- http://passobase.com/artigos/rumba-explosao-emocoes
-http://www.okconcursos.com.br/apostilas/apostila-gratis/135-portugues-paraconcursos/493-o-que-
e-verbo#.V-GNbVUrLcc
- http://www.soportugues.com.br/secoes/morf/morf54.php
- http://povosindigenasdobrasil.blogspot.com.br/2014/10/a-musica-indigena.html
- http://autenticacuba.com/pt-pt/musica-2/rumba/#ixzz4DS0mbuS2

Vejo você no Volume 3 - parte 2 !!!! Até


Silvio Ribeiro

Temas abordados em “Volume 3 - parte 2”:


- V7 e SubV7 estendidos (Continuação)
- Cadência harmônica – As orações
- II cadencial – Os advérbios
- Acorde diminuto – As conjunções

Após o estudo deste livro você será capaz de:


- Utilizar os acordes dominantes “V7” e “SubV7” estendidos, além de analisá-los e conhecer
suas respectivas escalas;
- Utilizar as cadências harmônicas, onde o ajudará a entender os tipos de movimentos
harmônicos existentes dentro de uma música tonal;
- Utilizar e analisar os II cadencias, o movimento harmônico mais utilizado na música popular;
- Utilizar e analisar o II cadencial do SubV7, assim como o Sub II, uma alternativa de
substituição do IIm no contexto de II cadencial, entendendo suas respectivas escalas.
- Utilizar e analisar os acordes diminutos; entendo suas variações, propriedades e escalas, um
estudo completo.

Com este livro, você incrementará suas composições, re-harmonizações e sofisticações


harmônicas, aumentando ainda mais seu vocabulário harmônico, facilitando as análises das
músicas que gosta, assim como conhecer as escalas de tais acordes para improvisação.

SagGezzA
Dúvidas? Agende sua consultoria musical, será um prazer em atendê-lo (a)!! contato@harmoniaessencial.mus.br
(19) 9-9635-9402
Prof. Silvio Ribeiro

Sobre o autor
Silvio Ribeiro, músico, professor, escritor e empresário nasceu na região metropolitana de
Campinas-SP. Vindo de uma família de músicos, começou seus estudos no violão ainda jovem, por
volta dos 12 anos de idade com o seu pai. Sempre muito disciplinado, posteriormente teve contato
com a música erudita e deu início aos estudos na guitarra, conhecendo diversos estilos como blues,
jazz, Bossa nova, música latina entre outros.

Se interessou pelo mundo da harmonia, percebendo que o assunto era realmente fundamental para a
formação de todo musicista, considerando um manual prático a ser seguido. Dessa maneira,
começou seus longos e rotineiros estudos sobre o assunto, pesquisas em livros nacionais e
internacionais, estudando com os maestros Turi Collura, Alan Gomes entre outros.

Em 2017, lançou a série de livros “Harmonia essencial – A Gramática da música”, um dos


materiais mais completo, moderno e didático da atualidade sobre o assunto “Harmonia funcional”,
sendo livros impressos, áudios e vídeo-aulas.

Leciona há 12 anos e está em constante desenvolvimento profissional e musical, buscando novos


conhecimentos, ultrapassando seus limites e sempre aberto ao novo.

www.harmoniaessencial.mus.br

www.harmoniaessencial.mus.br/cursos Ensino a distância

contato@harmoniaessencial.mus.br
(19) 9-9635-9402
Entre em contato conosco e
Harmonia_essencial_oficial
nos acompanhe nas redes
Harmonia Essencial sociais!!

www.harmoniaessencial.mus.br/blog

Harmonia essencial


Harmonia Essencial
 - 97 - contato@harmoniaessencial.mus.br
A gramática da música (19) 9-9635-9402
A coleção “Harmonia Essencial – A Gramática da música”, faz uma
analogia ao estudo da gramática linguística, ou seja, o ensino de um
idioma, com os conceitos do idioma da música, ou, a gramática da
música. Na era da internet, somos bombardeados de informações que,
por vezes, são “jogadas” aleatoriamente ao estudante que pesquisa
determinado assunto. Na música, não é diferente, desta maneira, os
livros “harmonia essencial”, traz uma sequência lógica a ser estudada,
assim como aprendemos inicialmente o alfabeto, as estruturas das
palavras, a ortografia, até chegar ao ponto de escrever, ler e falar
nosso idioma.
Assim, aprenderemos inicialmente
o alfabeto da música, as sílabas e
palavras musicais, até o ponto de
entendermos, escrevermos, e
falarmos o idioma musical,
ajudando a você, apaixonado pela
música, adquirir vocabulário
harmônico para harmonizar suas
próprias canções, além de obter
as ferramentas suficientes para
analisar, re-harmonizar e
sofisticar as canções que gosta, e,
automaticamente, melhorar sua
performance em seu instrumento,
ou seja, um livro totalmente
praticável.