Você está na página 1de 16

Simulado 2º etapa – Língua Portuguesa – 1º ano

Prof.ª Clara Anunciação de Vasconcelos.

Questão 01 - (UERJ 2013)


Igual-Desigual
Eu desconfiava:
todas as histórias em quadrinho são iguais.
Todos os filmes norte-americanos são iguais.
Todos os filmes de todos os países são iguais.
Todos os best-sellers são iguais
Todos os campeonatos nacionais e internacionais de futebol são
iguais.
Todos os partidos políticos
são iguais.
Todas as mulheres que andam na moda
são iguais.
Todas as experiências de sexo
são iguais.
Todos os sonetos, gazéis, virelais, sextinas e rondós são iguais
1e todos, todos
2os poemas em verso livre são enfadonhamente iguais.

Todas as guerras do mundo são iguais.


Todas as fomes são iguais.
3Todos os amores, iguais iguais iguais.

Iguais todos os rompimentos.


A morte é igualíssima.
Todas as criações da natureza são iguais.
Todas as ações, cruéis, piedosas ou indiferentes, são iguais.
Contudo, o homem não é igual a nenhum outro homem, bicho ou coisa.

Ninguém é igual a ninguém.


4Todo ser humano é um estranho
5ímpar.

CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE


Nova reunião: 19 livros de poesia. Rio de Janeiro: José Olympio, 1985.
– best-sellers – livros mais vendidos
– gazéis, virelais, sextinas, rondós – tipos de poema

e todos, todos
os poemas em verso livre são enfadonhamente iguais. (ref. 1 e 2)

Os versos livres são aqueles que não se submetem a um padrão.


Considerando essa definição, identifica-se nos versos acima a figura de linguagem denominada:
a) antítese
b) metáfora
c) metonímia
d) eufemismo
e) catacrese

Questão 02 - (Insper 2014)


Falar e dizer
Não é possível que portentos não tenham ocorrido
Ou visões ominosas e graves profecias
Quando nasci.
Então nasce o chamado
Herdeiro das superfícies e das profundezas então
Desponta o sol
E não estremunha aterrado o mundo?
Assim à idade da razão
Vazei os olhos cegos dos arúspices e,
Fazendo rasos seus templos devolutos,
Desde então eu designo no universo vão
As coisas e as palavras plenas.

Com elas
Recôndito e radiante ao sopro dos tempos
Falo e digo
Dito e decoro
O caos arreganhado a receber-me incontinente.
(Antônio Cícero)
Vocabulário:
Arúspice: Sacerdote romano que fazia presságios consultando as entranhas das vítimas

Nos versos, a postura assumida pelo eu lírico em relação ao mundo revela


a) confiança no poder da palavra, capaz de organizar o caos do universo em que o eu lírico se
insere.
b) aceitação de seu anonimato, visto que seus dons não estão ao alcance de serem
compreendidos no universo.
c) sentimento de inferioridade diante da incerteza de poder nomear os acontecimentos do
universo.
d) insegurança em relação à tarefa a que se sente destinado: organizar o caos do universo.
e) revolta por perceber sua própria incapacidade de alterar o mundo à sua volta.

Questão 03 - (Enem 2015)


Posso mandar por e-mail?

Atualmente, é comum “disparar” currículos na internet com a expectativa de alcançar o maior


número possível de selecionadores. Essa, no entanto, é uma ideia equivocada: é preciso saber
quem vai receber seu currículo e se a vaga é realmente indicada para seu perfil, sob o risco de
estar “queimando o filme” com um futuro empregador. Ao enviar o currículo por e-mail, tente
saber quem vai recebê-lo e faça um texto sucinto de apresentação, com a sugestão a seguir:

Assunto: Currículo para a vaga de gerente de marketing


Mensagem: Boa tarde. Meu nome é José da Silva e gostaria de me candidatar à vaga de gerente
de marketing. Meu currículo segue anexo.
Guia da língua 2010: modelos e técnicas. Língua Portuguesa, 2010 (adaptado).

O texto integra um guia de modelos e técnicas de elaboração de textos e cumpre a função social
de
a) divulgar um padrão oficial de redação e envio de currículos.
b) indicar um modelo de currículo para pleitear uma vaga de emprego.
c) instruir o leitor sobre como ser eficiente no envio de currículo por e-mail.
d) responder a uma pergunta de um assinante da revista sobre o envio de currículo por e-mail.
e) orientar o leitor sobre como alcançar o maior número possível de selecionadores de currículos.

Questão 04 - (G1 - cps 2015)

Com a ajuda da publicidade, o automóvel tornou-se símbolo de status. Com o passar do


tempo, o consumo desse produto foi aumentando significativamente na maioria dos países do
mundo. Com isso, vários setores da economia também se expandiram, como oficinas mecânicas,
concessionárias de veículos, seguradoras e estacionamentos; porém, em contrapartida,
surgiram os grandes congestionamentos causados pelo número cada vez maior de automóveis
em circulação.
Considerando a charge e as consequências e transtornos que os grandes congestionamentos
causam, é correto concluir que
a) a irritação pela qual passam os motoristas nos congestionamentos nas grandes cidades
pode ser resolvida pelo uso do telefone celular durante o ato de dirigir, pois isso diminui o
risco de acidentes.
b) o problema dos congestionamentos das grandes cidades se resolve com a desapropriação
de áreas públicas para a expansão da malha viária e o estreitamento das ruas e avenidas.
c) o uso do automóvel permitiu a contração do perímetro urbano das grandes cidades, em
função da construção de grandes avenidas, viadutos e anéis viários em seu entorno.
d) os círculos publicitários abrem nas grandes cidades empresas especializadas na fabricação
de veículos, explorando o status que o automóvel naturalmente oferece.
e) o aumento da frota de automóveis em circulação nas grandes cidades gera acréscimo nas
despesas governamentais com a saúde pública.

Questão 05 - (G1 - utfpr 2014)

Segundo o que se depreende da tirinha acima, é possível afirmar que:


a) os pais de Calvin querem ensinar-lhe, pela primeira vez, a valorizar o dinheiro.
b) Calvin precisa muito de dinheiro para obter coisas, como prestígio, poder e amigos.
c) Calvin precisa de dinheiro para ser livre e comprar as pessoas e o mundo todo.
d) Com a mesada, Calvin aprendeu a valorizar o dinheiro e a não gastar com bobagens.
e) os pais de Calvin sempre quiseram ensinar-lhe a valorizar o dinheiro, sem sucesso.

Questão 06 - (G1 - ifsc 2014)


Leia a charge abaixo
De maneira bem-humorada, o texto trata dos relacionamentos via internet. É CORRETO
afirmar que a alternativa que MELHOR resume a ideia geral do texto é:
a) Pessoas solitárias e tímidas podem valer-se das interações virtuais proporcionadas pela
internet para mostrar ao mundo como realmente são, sem medos nem pudores.
b) Por meio da internet, é possível estabelecer relacionamentos sólidos, baseados não
somente nos dotes físicos, mas também nas qualidades éticas e morais do outro.
c) A interação por meios eletrônicos, como a internet, é de grande valor para que as pessoas
construam uma imagem melhor de si mesmas, ganhando autoestima e autoconfiança.
d) A internet é um mundo de fantasia, no qual tudo é permitido, mesmo as fantasias mais
delirantes, mas sempre respeitando os limites da verdade e da ética.
e) Em contatos virtuais, por meios eletrônicos, nem sempre é possível elaborar julgamentos
acertados sobre os atributos físicos do interlocutor.

Questão 07 – (G1 – CPS/2007)


Considere a charge.

A charge trata de problemas resultantes de desequilíbrio na vida do planeta. A análise da


charge possibilita afirmar que
a) os animais são sempre as maiores vítimas do consumismo praticado pelos povos pobres.
b) os seres humanos são os únicos animais capazes de se protegerem dos riscos ambientais.
c) é preciso discutir os problemas ambientais levando em conta os problemas sociais.
d) os governantes resolveram adotar medidas de combate a todo o tipo de desigualdade social.
e) as leis da sociedade atual são elaboradas para promover mais igualdade entre os seres
vivos.

Questão 08 – (Enem 2015)


Embalagens usadas e resíduos devem ser descartados adequadamente

Todos os meses são recolhidas das rodovias brasileiras centenas de milhares de toneladas de
lixo. Só nos 22,9 mil quilômetros das rodovias paulistas são 41,5 mil toneladas. O hábito de
descartar embalagens, garrafas, papéis e bitucas de cigarro pelas rodovias persiste e tem
aumentado nos últimos anos. O problema é que o lixo acumulado na rodovia, além de prejudicar
o meio ambiente, pode impedir o escoamento da água, contribuir para as enchentes, provocar
incêndios, atrapalhar o trânsito e até causar acidentes. Além dos perigos que o lixo representa
para os motoristas, o material descartado poderia ser devolvido para a cadeia produtiva. Ou seja,
o papel que está sobrando nas rodovias poderia ter melhor destino. Isso também vale para os
plásticos inservíveis, que poderiam se transformar em sacos de lixo, baldes, cabides e até
acessórios para os carros.

Disponível em: www.girodasestradas.com.br. Acesso em: 31 jul. 2012.

Os gêneros textuais correspondem a certos padrões de composição de texto, determinados pelo


contexto em que são produzidos, pelo público a que eles se destinam, por sua finalidade. Pela
leitura do texto apresentado, reconhece-se que sua função é

a) apresentar dados estatísticos sobre a reciclagem no país.


b) alertar sobre os riscos da falta de sustentabilidade do mercado de recicláveis.
c) divulgar a quantidade de produtos reciclados retirados das rodovias brasileiras.
d) revelar os altos índices de acidentes nas rodovias brasileiras poluídas nos últimos anos.
e) conscientizar sobre a necessidade de preservação ambiental e de segurança nas rodovias.

Questão 09 – (Enem 2005)

Aula de português

A linguagem
na ponta da língua
tão fácil de falar
e de entender.

A linguagem
na superfície estrelada de letras,
sabe lá o que quer dizer?

Professor Carlos Góis, ele é quem sabe,


e vai desmatando
o amazonas de minha ignorância.
Figuras de gramática, esquipáticas,
atropelam-me, aturdem-me, sequestram-me.

Já esqueci a língua em que comia,


em que pedia para ir lá fora,
em que levava e dava pontapé,
a língua, breve língua entrecortada
do namoro com a priminha.

O português são dois; o outro, mistério.


Carlos Drummond de Andrade. Esquecer para lembrar. Rio de Janeiro: José Olympio, 1979.

Explorando a função emotiva da linguagem, o poeta expressa o contraste entre marcas de


variação de usos da linguagem em
a) situações formais e informais.
b) diferentes regiões do país.
c) escolas literárias distintas.
d) textos técnicos e poéticos.
e) diferentes épocas.

Questão 10 ENEM 1998


Texto 1
“Mulher, Irmã, escuta-me: não ames,
Quando a teus pés um homem terno e curvo
jurar amor, chorar pranto de sangue,
Não creias, não, mulher: ele te engana!
As lágrimas são gotas da mentira
E o juramento manto da perfídia.”
Joaquim Manoel de Macedo

Texto 2
“Teresa, se algum sujeito bancar o
sentimental em cima de você
E te jurar uma paixão do tamanho de um
bonde
Se ele chorar
Se ele ajoelhar
Se ele se rasgar todo
Não acredite não Teresa
É lágrima de cinema
É tapeação
Mentira
CAI FORA”
Manuel Bandeira

Os autores, ao fazerem alusão às imagens da lágrima sugerem que:

a) há um tratamento idealizado da relação homem/mulher.


b) há um tratamento realista da relação homem/mulher.
c) a relação familiar é idealizada.
d) a mulher é superior ao homem.
e) a mulher é igual ao homem.

Questão 11 ENEM 1998

Amor é fogo que arde sem se ver;


é ferida que dói e não se sente;
é um contentamento descontente;
é dor que desatina sem doer;

É um não querer mais que bem querer;


é solitário andar por entre a gente;
é nunca contentar-se de contente;
é cuidar que se ganha em se perder;

É querer estar preso por vontade;


é servir a quem vence, o vencedor;
é ter com quem nos mata lealdade.

Mas como causar pode seu favor


nos corações humanos amizade,
se tão contrário a si é o mesmo Amor?
Luís de Camões

O poema tem, como característica, a figura de linguagem denominada antítese, relação


de oposição de palavras ou ideias. Assinale a opção em que essa oposição se faz
claramente presente.

a) “Amor é fogo que arde sem se ver.”


b) “É um contentamento descontente.”
c) “É servir a quem se vence, o vencedor.”
d) “Mas como causar pode seu favor.”
e) “Se tão contrário a si é o mesmo Amor?”
Questão 12 ENEM 2009

SOUZA, Maurício de. [Chico Bento]. O Globo, Rio de Janeiro, Segundo Caderno, 19 dez. 2008, p.7.

O personagem Chico Bento pode ser considerado um típico habitante da zona rural,
comumente chamado de “roceiro” ou “caipira”. Considerando a sua fala, essa tipicidade é
confirmada primordialmente pela:

a) transcrição da fala característica de áreas rurais.


b) redução do nome “José” para “Zé”, comum nas comunidades rurais.
c) emprego de elementos que caracterizam sua linguagem como coloquial.
d) escolha de palavras ligadas ao meio rural, incomuns nos meios urbanos.
e) utilização da palavra “coisa”, pouco frequente nas zonas mais urbanizadas.

Leia o poema a seguir para responder as questões 13 e 14:

Cidade grande
Que beleza, Montes Claros.
Como cresceu Montes Claros.
Quanta indústria em Montes Claros.
Montes Claros cresceu tanto,
ficou urbe tão notória,
prima-rica do Rio de Janeiro,
que já tem cinco favelas
por enquanto, e mais promete.
(Carlos Drummond de Andrade)

Questão 13 ENEM 2004

Entre os recursos expressivos empregados no texto, destaca-se a

a) metalinguagem, que consiste em fazer a linguagem referir-se à própria linguagem.


b) intertextualidade, na qual o texto retoma e reelabora outros textos.
c) ironia, que consiste em se dizer o contrário do que se pensa, com intenção crítica.
d) denotação, caracterizada pelo uso das palavras em seu sentido próprio e objetivo.
e) prosopopeia, que consiste em personificar coisas inanimadas, atribuindo-lhes vida.
Questão 14 ENEM 2004

No trecho “Montes Claros cresceu tanto,/ (...),/ que já tem cinco favelas”, a palavra que
contribui para estabelecer uma relação de conseqüência. Dos seguintes versos, todos
de Carlos Drummond de Andrade, apresentam esse mesmo tipo de relação:
a) “Meu Deus, por que me abandonaste / se sabias que eu não era Deus / se sabias
que eu era fraco.”
b) “No meio-dia branco de luz uma voz que aprendeu / a ninar nos longes da senzala
— e nunca se esqueceu / chamava para o café.”
c) “Teus ombros suportam o mundo / e ele não pesa mais que a mão de uma criança.”
d) “A ausência é um estar em mim. / E sinto-a, branca, tão pegada, aconchegada nos
meus braços, / que rio e danço e invento exclamações alegres.”
e) “Penetra surdamente no reino das palavras. / Lá estão os poemas que esperam ser
escritos.”

Questão 15 (ENEM-2004)

As figuras de linguagem são comumente encontradas nos textos literários, bem como em charges e tirinhas.

Nessa tirinha, a personagem faz referência a uma das mais conhecidas figuras de
linguagem para
a) condenar a prática de exercícios físicos.
b) valorizar aspectos da vida moderna.
c) desestimular o uso das bicicletas.
d) caracterizar o diálogo entre gerações.
e) criticar a falta de perspectiva do pai.

Questão 16
No primeiro quadrinho, os pontos de exclamação empregados na fala de Helga
contribuem para mostrar que a personagem
a) espanta-se, pois vê as condições lamentáveis em que seu marido chega em casa.
b) entristece-se, pois esperava ansiosamente que Hagar lhe trouxesse o que ela havia
pedido.
c) lamenta-se, pois sabe que seu marido não se empenha para dar sustento à família.
d) irrita-se, pois a chegada de Hagar interrompe o chá e a conversa com sua filha.
e) alegra-se com o retorno do marido, pois ele é o responsável por prover a casa.

Questão 17 ENEM 2004


O poema abaixo pertence à poesia concreta brasileira. O termo latino de seu título
significa “epitalâmio”, poema ou canto em homenagem aos que se casam.

Considerando que símbolos e sinais são utilizados geralmente para demonstrações


objetivas, ao serem incorporados no poema “Epithalamium - II”,

a) adquirem novo potencial de significação.


b) eliminam a subjetividade do poema.
c) opõem-se ao tema principal do poema.
d) invertem seu sentido original.
e) tornam-se confusos e equivocados.

Questão 18 ENEM 2003


No ano passado, o governo promoveu uma campanha a fim de reduzir os índices de
violência. Noticiando o fato, um jornal publicou a seguinte manchete:
CAMPANHA CONTRA A VIOLÊNCIA DO GOVERNO DO ESTADO ENTRA EM NOVA
FASE
A manchete tem um duplo sentido, e isso dificulta o entendimento.
Considerando o objetivo da notícia, esse problema poderia ter sido evitado com a
seguinte redação:
a) Campanha contra o governo do Estado e a violência entram em nova fase.
b) A violência do governo do Estado entra em nova fase de Campanha.
c) Campanha contra o governo do Estado entra em nova fase de violência.
d) A violência da campanha do governo do Estado entra em nova fase.
e) Campanha do governo do Estado contra a violência entra em nova fase.

Questão 19
Eu nasci há dez mil anos atrás
E não tem nada nesse mundo que eu não saiba demais
(...)
Eu vi a arca de Noé cruzar os mares
Vi Salomão cantar seus salmos pelos ares
Eu vi Zumbi fugir com os negros prá ?oresta
Pro Quilombo dos Palmares, eu vi
(...)
Eu fui testemunha do amor de Rapunzel
Eu vi a estrela de Davi brilhar no céu
E pr’aquele que provar que eu tô mentindo
Eu tiro o meu chapéu.
(Eu nasci há dez mil anos atrás, Paulo Coelho e Raul Seixas. LP, Há dez mil anos atrás, Philips, 1976)

É possível observar, no trecho sublinhado, a seguinte figura de linguagem:


a) Metonímia.
b) Hipérbole.
c) Catacrese.
d) Ironia.
e) Sinestesia.

Questão 20 (UFPE)
DESCOBERTA DA LITERATURA
No dia-a-dia do engenho/ toda a semana, durante/
cochichavam-me em segredo: / saiu um novo romance./
E da feira do domingo/ me traziam conspirantes/
para que os lesse e explicasse/ um romance de barbante./
Sentados na roda morta/ de um carro de boi, sem jante,/
ouviam o folheto guenzo, / o seu leitor semelhante,/
com as peripécias de espanto/ preditas pelos feirantes./
Embora as coisas contadas/ e todo o mirabolante,/
em nada ou pouco variassem/ nos crimes, no amor, nos lances,/
e soassem como sabidas/ de outros folhetos migrantes,/
a tensão era tão densa,/ subia tão alarmante,/
que o leitor que lia aquilo/ como puro alto-falante,/
e, sem querer, imantara/ todos ali, circunstantes,/
receava que confundissem/ o de perto com o distante,/
o ali com o espaço mágico,/ seu franzino com gigante,/
e que o acabasse tomando/ pelo autor imaginante/
ou tivesse que afrontar/ as brabezas do brigante./
(…)
João Cabral de Melo Neto

Sobre as figuras de linguagem usadas no texto, relacione as duas colunas abaixo:


1ª COLUNA
(1) Romance de barbante 2ª COLUNA
(2) Roda morta; folheto guenzo ( ) Pleonasmo
(3) Como puro alto-falante ( ) Metáfora
(4) Perto/distante ( ) Comparação
Ali/espaço mágico ( ) Metonímia
Franzino/gigante ( ) Antítese
(5) Cochichavam-me em segredo

A ordem correta é:
a) 1, 2, 3, 4, 5
b) 5, 2, 3, 1, 4
c) 3, 1, 4, 5, 2
d) 2, 1, 3, 4, 5
e) 2, 4, 5, 3, 1

Questão 21 (ANHEMBI)
“A novidade veio dar à praia
na qualidade rara de sereia
metade um busto de uma deusa maia
metade um grande rabo de baleia
a novidade era o máximo
do paradoxo estendido na areia
alguns a desejar seus beijos de deusa
outros a desejar seu rabo pra ceia
oh, mundo tão desigual
tudo tão desigual
de um lado este carnaval
do outro a fome total
e a novidade que seria um sonho
milagre risonho da sereia
virava um pesadelo tão medonho
ali naquela praia, ali na areia
a novidade era a guerra
entre o feliz poeta e o esfomeado
estraçalhando uma sereia bonita
despedaçando o sonho pra cada lado”
(Gilberto Gil – A Novidade)

Assinale a alternativa que ilustra a figura de linguagem destacada no texto:


a) “A novidade veio dar à praia/na qualidade rara de sereia”
b) “A novidade que seria um sonho/o milagre risonho da sereia/virava um pesadelo tão
medonho”
c) “A novidade era a guerra/entre o feliz poeta e o esfomeado”
d) “Metade o busto de uma deusa maia/metade um grande rabo de baleia”
e) “A novidade era o máximo/do paradoxo estendido na areia”

Questão 22 (UFPA - adaptada)


“E se encorpando em tela, entre todos,
se erguendo tenda, onde entrem todos,
se entretendo para todos, no toldo…”
(João Cabral de Melo Neto)

Nos versos acima tem-se exemplo de


a) eufemismo
b) antítese
c) aliteração
d) silepse
e) sinestesia

Questão 23 (FUVEST) A figura de linguagem empregada nos versos em destaque é:

“Quando a Indesejada das gentes chegar


(Não sei se dura ou caroável)
Talvez eu tenha medo.
Talvez sorria, ou diga:
- Alô, iniludível!”
(Manuel Bandeira)

a) clímax
b) eufemismo
c) sínquise
d) catacrese
e) pleonasmo

Questão 24 (Maringá) Leia os versos e depois assinale a alternativa correta:

“Amo do nauta o doloroso grito


Em frágil prancha sobre o mar de horrores,
Porque meu seio se tornou pedra,
Porque minh’alma descorou de dores.” (Fagundes Varela)

No primeiro verso, há uma figura que se traduz por:

a) pleonasmo
b) hipérbato
c) gradação
d) anacoluto
e) anáfora

Questão 25 (U. Taubaté) No sintagma: “Uma palavra branca e fria”, encontramos a


figura denominada:

a) sinestesia
b) eufemismo
c) onomatopeia
d) antonomásia
e) catacrese

Gabarito
1A
2A
3A
4E
5E
6E
7C
8E
9A
10 A
11 B
12 A
13 C
14 D
15 E
16 E
17 A
18 E
19 B
20 B
21 B
22 C
23 B
24 B
25 A