Você está na página 1de 3

Kraven - O Caçador é um personagem de quadrinhos (banda desenhada) da Marvel

Comics e um dos Vilões do Homem-Aranha. Seu nome verdadeiro é Sergei Kravinoff e


apareceu pela primeira vez em The Amazing Spider-Man #15, agosto de 1964. Criado
por Stan Lee e Steve Ditko. Possui uma relação de parentesco com o Camaleão, seu
meio-irmão Dmitri Smerdyakov e com quem morou na Russia.

História
Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Antes de se tornar o Caçador, Sergei Kravinoff era membro de uma família abastada na
antiga Rússia czarista. Durante a revolução bolchevique que modificou aquele país e
criou a União Soviética, a família Kravinoff teve que se refugiar na América.

Kraven decidiu usar sua fortuna para fazer fama nos Estados Unidos e, principalmente,
na África, como o maior caçador da história. O Caçador estava sempre preparado para
um desafio, por isso, quando o Camaleão o convidou para ir até a selva de pedra de NY
caçar sua presa mais perigosa, ou seja, o Homem-Aranha. Kraven aceitou.[1]

Infelizmente, para o Caçador, a presa era mais perigosa ainda do que ele imaginava e,
mesmo contando com a ajuda do próprio Camaleão, Kraven foi derrotado pelo herói
aracnídeo. Esse, no entanto, foi apenas o primeiro de uma série de confrontos que viram
a ocorrer entre os dois ao longo dos anos. Kraven nunca havia sido derrotado em uma
caçada antes e assim o Aranha passou a ser seu prêmio mais cobiçado.

Talvez por isso o Caçador tenha aceito uma união temporária com outros inimigos do
Aranha, quando o Dr. Octopus reuniu a primeira formação do Sexteto Sinistro. Nem
com a força conjunta de seis perigosos criminosos, Kraven conseguiu seu troféu.

Com o passar dos anos e a série de derrotas, Kraven começou a perceber que o principal
responsável por seus fracassos com relação ao aracnídeo era mais si próprio do que do
herói. Ao contrário dos demais vilões, Kraven não tinha o objetivo de ficar milionário
ou dominar o mundo. Ele já tinha toda a riqueza que queria – herdada do legado dos
Kravinoff – e a conquista mundial não era algo que lhe atraía. Seu único objetivo era
subjugar o único espécime que o derrotara. Suas alianças com o Camaleão e o Sexteto
Sinistro haviam feito com que o Caçador perdesse sua Honra e, por isso, perdesse as
batalhas com o Aranha.

Kraven decidiu que poderia conseguir sua redenção se conseguisse derrotar o aracnídeo
de forma honrosa. Assim sendo, conseguiu atrair o herói aracnídeo para uma armadilha,
cujo objetivo primordial era derrotar o herói, usurpar seu nome e ser mais eficiente do
que ele. Kraven, mais impiedoso do que o habitual, conseguiu aprisionar o Aranha e,
aplicando-lhe um poderoso sedativo, fez com que o herói ficasse desacordado por duas
semanas. Kraven enterrou o Aranha no cemitério da mansão Kravinoff e partiu para as
ruas. Durante o período em que o Aranha ficou desacordado, Kraven confeccionou uma
cópia do uniforme do herói e, usando-se de poções que permitiam-no simular os
poderes do Aranha, saiu combatendo o crime à sua maneira.
Quando o efeito do sedativo passou e o Aranha escapou da tumba onde se encontrava –
literalmente – foi atrás do Caçador. O combate acabou não acontecendo, pois Kraven já
tinha tudo planejado e criou uma distração que impedisse o Aranha de enfrentá-lo. Com
seus objetivos conseguidos, ou seja, a recuperação de sua honra e a derrota do herói
aracnídeo, Kraven cometeu suicídio. (Mais detalhes em A Última Caçada de Kraven)

Kraven morreu, mas seu legado não acabou. O Caçador teve dois filhos e todos os dois
acabaram seguindo os passos do pai depois de sua morte. O primeiro deles, filho
legítimo de Kraven, foi Vladimir Kravinoff, o Caçador Sinistro.

Vladimir Kravinoff
Vladimir teve acesso ao diário do pai e concluiu que o Homem-Aranha havia sido o
responsável por sua morte. Assim sendo, partiu para a América com o intuito de
conseguir o que seu pai não pôde, ou seja, a morte do herói. Vlad, no entanto, não tinha
nem as capacidades físicas nem a inteligência do pai e não deu muito trabalho ao
Aranha na única vez que se confrontaram. Um segundo confronto não chegou a
acontecer pois ele acabou sendo assassinado por Kaine.

O segundo filho de Kraven a aparecer na vida do Aranha foi Alyosha Kravinoff.

Alyosha Kravinoff
Diferente do irmão, Alyosha havia sido criado na África e pouco conhecia o pai.
Quando confrontou o Aranha pela primeira vez, ele queria apenas entender o que havia
feito com que o Caçador se tornasse instável a ponto de cometer suicídio. Alyosha
chegou mesmo a combater a feiticeira Calypso ao lado do Aranha. Parecia que ele
seguiria um caminho diferente de seu irmão, mas, tempos depois, Alyosha voltou a
atacar o aracnídeo. Seus propósitos com relação ao herói permanecem obscuros.

Além de seus filhos, Calypso, ex-amante de Kraven, uma feiticeira vodu, tentou
assassinar o Aranha, em vingança ao que ele supostamente teria feito ao Caçador.
Segundo Calypso, foram as sucessivas derrotas que levaram seu amante ao suicídio,
portanto, a culpa por sua morte era única exclusivamente do aracnídeo. Suas tentativas,
no entanto, resultaram em fracasso.

Kraven, o Caçador, também teve sua origem revisitada na Gênese de John Byrne. John
praticamente conservou a origem criada por Stan Lee, sendo Kraven o único a não ter
conexões com Norman Osborn.

Versão Ultimate
Na versão Ultimate (ou Millenium como é conhecida no Brasil) Kraven é o
apresentador de um programa de televisão que luta contra animais com as mãos nuas,
ele vem há Nova York para caçar um especie único segundo ele, esse especie é o
Homem-Aranha.

Em outras mídias
Desenhos Animados

Kraven apareceu em Homem Aranha: A Série Animada de 1994, como um homem que
tomou um soro que lhe deu força, agilidade e velocidade, e assim se tornou Kraven.

Apareceu na série animada de 2008 O Espetacular Homem Aranha na segunda


temporada, no começo era um caçador que tentaria matar o Homem Aranha, sua presa
mais difícil, ele não conseguiu, então pagou para o doutor Miles Warren transformá-lo
em uma "fera", assim como o Homem Aranha.

Aparece em Ultimate Spider-Man de 2012, na segunda temporada quando tentou


controlar a Tigresa Branca.

Ele aparece como parceiro da Sabre de Prata em um episódio de Homem - Aranha A


Série (2003).

Interesses relacionados