Você está na página 1de 2

a) Calcular os ângulos 12.

(UNIFESP) Em um paralelogramo, as medidas de dois ângulos internos


EXERCÍCIOS DE GEOMETRIA PLANA DCB e ADC. consecutivos estão na razão 1:3. Quanto mede o ângulo menor desse
b) Provar que AD=BC. paralelogramo?
1. (FEI) No quadro a seguir, a, b, c, d e e são retas 13. (FUVEST) Num trapézio isósceles, a altura é igual à sua base média. Determine o
coplanares e distintas. Completando o quadro com os A D B valor do ângulo que a diagonal do trapézio forma com a sua base.
símbolos // (paralelo) e  (perpendicular), qual é o 6. (UFMG) Na figura abaixo, Qual o valor de x, em
número de vezes em que o símbolo // aparece graus? 14. (MAUÁ) No triângulo ABC, retângulo em A, a altura AH forma 10º com a mediana
(incluindo o já escrito)? AM. Calcule o valor do ângulo ABC:
a b c b A
d // 
e  2b
b 

2. (FUVEST) No retângulo da figura, determine o valor a x 2a


de  + :
7. (FUVEST) A, B, C e D são vértices consecutivos de
40º  um hexágono regular. Determine o valor do maior B H M C
ângulo formado entre as diagonais AC e BD. 15. (ESCOLA NAVAL) Os lados de um triângulo medem 4cm, 5cm e 6cm. Calcular de
quanto é preciso prolongar o lado maior para que ele encontre a bissetriz do ângulo
 8. Na figura, o pentágono está inscrito na externo oposto.
circunferência de centro O. Calcule o valor de  + :
3. Na figura, ABCD é um quadrado e EBC é um 16. Um ponto P é exterior a uma circunferência de centro O e raio 5 cm. Sendo PBA
triângulo equilátero. Calcule o valor do ângulo AÊD:  uma reta secante à circunferência, de modo que AB=1 cm e PB=7 cm, calcule a
distância do ponto P à circunferência.
A D
E 50º O 17. Numa semicircunferência de diâmetro AB, a reta suporte de uma corda AC
intercepta a reta tangente em B no ponto D, tal que AD=4.AC. Se AC=1 cm, qual o
 valor de BD?

9. (FUVEST) Os pontos A, B, C e D pertencem a uma 18. (ITA) Num triângulo ABC, BC=4 cm, o ângulo C mede 30º e a projeção do lado AB
circunferência de centro O. Sabe-se que OA é sobre BC mede 2,5 cm. Se o ângulo B é agudo, qual o comprimento da mediana que
B C perpendicular a OB e forma com BC um ângulo de 70º. sai do vértice A?
4. (FUVEST) Na figura abaixo, AB=AC, O é o ponto de Então, calcule o valor do ângulo que a reta tangente à -------------------------------------------------------------------------
encontro das bissetrizes do triângulo ABC, e o ângulo circunferência no ponto C forma com a reta OA.
GABARITO:
BÔC é o triplo do ângulo A. Então, qual é a medida do
1. 3 vezes / 2. 130º / 3. 150º / 4. 36º / 5. a) DCB=36º, ADC=108º / 6. 120º / 7. 120º / 8. 205º / 9.
ângulo A? 10. Dado o triângulo ABC de lados AB=13, AC=9 e
40º / 10. 2 / 11. 30 cm / 12. 45º / 13. 45º / 14. 50º / 15. 24 cm / 16. 4cm / 17. 23cm / 18. 1cm
B BC=8, constroem-se as circunferências de centros nos
vértices A, B e C, duas a duas tangentes EXERCÍCIOS DE GEOMETRIA
externamente. Calcule a medida do menor dos raios PLANA – PROF. MARCEL
dessas circunferências. FOLHA 2
A O
11. Considere uma circunferência de centro O e 1. (FUVEST) Na figura, AB=3, BC=2, AC=CD e ABC=30º. Calcule o valor de AD:
diâmetro AB=12 cm. Tome BC tangente à A
C circunferência de modo que o ângulo ACB seja igual a
5. (FUVEST) Na figura abaixo, AB=AC, CB=CD e 30º. Se D é o ponto de encontro da circunferência com
Â=36º. o segmento AC e DE é um segmento paralelo a AB
com extremidade E sobre a circunferência, qual é o
perímetro do trapézio ABED?
C B C D
2. Os raios de duas circunferências secantes medem 8 circunferência inscrita neste triângulo. Ache o valor do 14. Calcule a razão entre as áreas de dois triângulos equiláteros, um inscrito e o outro
cm e 12 cm. A distância entre os seus centros mede raio dessa circunferência. circunscrito à mesma circunferência.
16 cm. Qual é a medida da corda comum às duas
circunferências? 10. (FUVEST) Seja AB um diâmetro de uma 15. (FUVEST) Num triângulo retângulo T os catetos medem 10m e 20m. A altura
2
circunferência de raio r e C um ponto genérico da relativa à hipotenusa divide T em dois outros triângulos T1 e T2. Quais são, em m , as
3. É possível construirmos um triângulo ABC tal que circunferência. Determinar a área do triângulo ABC em áreas dos triângulos T1 e T2?
AC=x, AB=y, sendo x>2y e ABC = 2.ACB ? Justifique. função do ângulo ABC= e do raio r. Para que valor de
 essa área é a maior possível? 16. (FUVEST) Na figura, BC é paralelo a DE, AB=4 e BD=5. Determine a razão entre
4. (ITA) Um triângulo ABC está inscrito numa as áreas do triângulo ABC e do trapézio BCDE.
circunferência de raio 23. Sejam a, b e c os lados 11. Na figura, as 3 circunferências têm o mesmo raio R A
opostos aos ângulos Â, B e C, respectivamente. e estão tangentes entre si e tangentes aos lados do
Sabendo que a=23 e que (A,B,C) é uma progressão triângulo retângulo ABC, de catetos AB=3 e BC=4.
aritmética, calcule os valores do lado b e do ângulo Â. Calcule o valor do raio R.
A B C
5. (FUVEST) Na figura, os pontos B, P e C pertencem
a uma circunferência e BC é o lado de um polígono
regular inscrito nessa circunferência. Sabendo-se que D E
BPC=18º, qual é o número de lados desse polígono?
17. (FUVEST) Num triângulo ABC, sejam P e Q pontos sobre BA e BC,
respectivamente, de modo que a reta PQ seja paralela à reta AC e a área do trapézio
B B C APQC seja o triplo da área do triângulo PQB.
a) Qual é a razão entre as áreas dos triângulos ABC e PQB?
P 12. (FUVEST) A, B e P são pontos de uma b) Determine a razão AB/PB.
circunferência de centro O e raio r. Ache a área da --------------------------------------------------------------------------------
GABARITO
C região hachurada, em função de r e da medida , em
1. 3 / 2. 315 / 3. Não, pois cos(ACB)>1 / 4. b=6; Â=30º / 5. 10 / 6. 43 / 7. 12 / 8. (27/4) / 9. 1 /
radianos, do ângulo PÂB
10. r .sen2; =45º / 11. 0,5 / 12. r /2.(2+sen2) / 13. (-1) dm / 14. ¼ / 15. 20 e 80 / 16.
2 2 2
6. Um triângulo equilátero DEF é inscrito num outro
(16/65) / 17. a)4 b)2
triângulo equilátero ABC de lado 12 cm, de tal modo P
que o lado DE seja perpendicular ao lado BC. Calcule
o valor de DE.
A  B
7. (FUVEST) Deseja-se construir um retângulo de O
semi-perímetro p, de modo que o maior valor possível
para a sua área seja 36. Qual é o valor de p?

8. (PUC) Na figura abaixo, tem-se um quadrado ABCD 13. (PUC-PR) AB e CD são dois diâmetros
2
cuja área é 9 cm . Se AQ=2.AP, qual é a área máxima perpendiculares de um círculo de raio 1 dm. Calcular a
do quadrilátero BPQC? área da superfície comum a esse círculo e ao círculo
D C de centro A e raio AC.
C
Q

A B
A P B

9. (FUVEST) Num triângulo isósceles de área 36, a


altura relativa à base é o triplo do diâmetro da
D