Você está na página 1de 43
Livro Eletrônico Aula 18 Contabilidade Aplicada ao Setor Público p/ CFC 2018.1 Contábeis) Consulplan Professor:

Livro Eletrônico

Livro Eletrônico Aula 18 Contabilidade Aplicada ao Setor Público p/ CFC 2018.1 Contábeis) Consulplan Professor: Gilmar

Aula 18

Contabilidade Aplicada ao Setor Público p/ CFC 2018.1 Contábeis) Consulplan

Professor: Gilmar Possati

(Bacharel em Ciências

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC に 2018.1 # Bacharel em CiÍncias

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC 2018.1 # Bacharel em CiÍncias Cont·beis Aula 18

に 2018.1 # Bacharel em CiÍncias Cont·beis に Aula 18 AULA 18: Questıes Exame CFC Comentadas
AULA 18: Questıes Exame CFC Comentadas
AULA 18: Questıes Exame CFC Comentadas
Sum·rio 1. Questıes Selecionadas da FBC 02 2. Lista das questıes apresentadas 30 3. Gabarito
Sum·rio
1. Questıes Selecionadas da FBC
02
2. Lista das questıes apresentadas
30
3. Gabarito
42

Galera, nessa aula vamos estudar algumas questıes de Contabilidade P˙blica exigidas em Exames Passados. Vou carregar na ·rea do aluno um vÌdeo que gravei em 2017 como Reta Final para o Exame Passado (2017.2) no qual comento algumas questıes da FBC que estudaremos nesta aula na sequÍncia.

questıes da FBC que estudaremos nesta aula na sequÍncia. Paralelamente, em aula extra , vou disponibilizar
questıes da FBC que estudaremos nesta aula na sequÍncia. Paralelamente, em aula extra , vou disponibilizar
questıes da FBC que estudaremos nesta aula na sequÍncia. Paralelamente, em aula extra , vou disponibilizar
questıes da FBC que estudaremos nesta aula na sequÍncia. Paralelamente, em aula extra , vou disponibilizar
questıes da FBC que estudaremos nesta aula na sequÍncia. Paralelamente, em aula extra , vou disponibilizar
questıes da FBC que estudaremos nesta aula na sequÍncia. Paralelamente, em aula extra , vou disponibilizar
questıes da FBC que estudaremos nesta aula na sequÍncia. Paralelamente, em aula extra , vou disponibilizar
questıes da FBC que estudaremos nesta aula na sequÍncia. Paralelamente, em aula extra , vou disponibilizar

Paralelamente, em aula extra, vou disponibilizar os slides e os vÌdeos do nosso curso intensivo Exame CFC de Contabilidade P˙blica com questıes CONSULPLAN que gravamos recentemente!

Bons estudos! Gilmar Possati

prof.possati@gmail.com

Curta a nossa p·gina: www.facebook.com.br/profgilmarpossati www.facebook.com.br/profgilmarpossati

Inscreva-se no nosso canal no YouTube: Contabilizando Contabilizando

Siga-me no Instagram : @profgilmarpossati Instagram: @profgilmarpossati

www.estrategiaconcursos.com.brInscreva-se no nosso canal no YouTube: Contabilizando Siga-me no Instagram : @profgilmarpossati 1 de 42

1 de 42

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC に 2018.1 # Bacharel em CiÍncias

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC 2018.1 # Bacharel em CiÍncias Cont·beis Aula 18

に 2018.1 # Bacharel em CiÍncias Cont·beis に Aula 18 Questıes Selecionadas da FBC Pessoal, a
Questıes Selecionadas da FBC
Questıes Selecionadas da FBC

Pessoal, a seguir selecionamos as ˙ltimas questıes de Contabilidade P˙blica j· exigidas no ‚mbito do Exame de SuficiÍncia. Trata-se de uma boa forma de revisar alguns tÛpicos.

1. (FBC/Exame de SuficiÍncia do CFC/Bacharel/2014.1) Considerando

a Lei n 4.320/1964, a Lei Complementar n 101/2000 e as Normas

Brasileiras de Contabilidade Aplicadas ao Setor P˙blico, relacione o tÌtulo da demonstraÁ„o cont·bil aplicada ao setor p˙blico, apresentada na primeira coluna, com o conceito apresentado na segunda coluna e, em seguida, assinale a opÁ„o CORRETA.

(1) BalanÁo OrÁament·rio (2) BalanÁo Financeiro (3) BalanÁo Patrimonial

(2) BalanÁo Financeiro (3) BalanÁo Patrimonial ( ) Demonstra a receita e a despesa orÁament·rias bem
(2) BalanÁo Financeiro (3) BalanÁo Patrimonial ( ) Demonstra a receita e a despesa orÁament·rias bem
(2) BalanÁo Financeiro (3) BalanÁo Patrimonial ( ) Demonstra a receita e a despesa orÁament·rias bem
(2) BalanÁo Financeiro (3) BalanÁo Patrimonial ( ) Demonstra a receita e a despesa orÁament·rias bem
(2) BalanÁo Financeiro (3) BalanÁo Patrimonial ( ) Demonstra a receita e a despesa orÁament·rias bem
(2) BalanÁo Financeiro (3) BalanÁo Patrimonial ( ) Demonstra a receita e a despesa orÁament·rias bem
(2) BalanÁo Financeiro (3) BalanÁo Patrimonial ( ) Demonstra a receita e a despesa orÁament·rias bem
(2) BalanÁo Financeiro (3) BalanÁo Patrimonial ( ) Demonstra a receita e a despesa orÁament·rias bem

( ) Demonstra a receita e a despesa orÁament·rias bem como os recebimentos e os pagamentos de natureza extraorÁament·ria, conjugados com os saldos em espÈcies provenientes do exercÌcio anterior, e os que se transferem para o exercÌcio seguinte.

( ) Demonstra as receitas e despesas previstas em confronto com as

realizadas.

( ) Evidencia, qualitativa e quantitativamente, a situaÁ„o patrimonial

da entidade p˙blica, por meio de contas representativas do patrimÙnio p˙blico, alÈm das contas de compensaÁ„o.

A sequencia CORRETA È:

a) 3, 2, 1.

b) 2, 3, 1.

c) 2, 1, 3.

d) 1, 2, 3.

Trata-se

de

exigÍncia

literal

do

disposto

na

Relacionando as colunas, temos:

Lei

n

4.320/64.

(2 BALAN«O FINANCEIRO) Demonstra a receita e a despesa orÁament·rias bem como os recebimentos e os pagamentos de natureza extraorÁament·ria, conjugados com os saldos em espÈcies

pagamentos de natureza extraorÁament·ria, conjugados com os saldos em espÈcies www.estrategiaconcursos.com.br 2 de 42

www.estrategiaconcursos.com.br

2 de 42

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC に 2018.1 # Bacharel em CiÍncias

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC 2018.1 # Bacharel em CiÍncias Cont·beis Aula 18

に 2018.1 # Bacharel em CiÍncias Cont·beis に Aula 18 provenientes do exercÌcio anterior, e os

provenientes do exercÌcio anterior, e os que se transferem para o exercÌcio seguinte.

(1 BALAN«O OR«AMENT£RIO) Demonstra as receitas e despesas previstas em confronto com as realizadas.

(3 BALAN«O PATRIMONIAL) Evidencia, qualitativa e quantitativamente, a situaÁ„o patrimonial da entidade p˙blica, por

meio de contas representativas do patrimÙnio p˙blico, alÈm das contas

de compensaÁ„o.

Gabarito: C

2. (FBC/Exame de SuficiÍncia do CFC/Bacharel/2014.1) De acordo com

a ResoluÁ„o CFC n 1367/2011, que trata da InterpretaÁ„o dos PrincÌpios de Contabilidade sob a Perspectiva do Setor P˙blico, julgue

os itens abaixo, quanto ao PrincÌpio da Oportunidade e, em seguida,

assinale a opÁ„o CORRETA

da Oportunidade e, em seguida, assinale a opÁ„o CORRETA I - No ‚mbito da entidade p˙blica,
da Oportunidade e, em seguida, assinale a opÁ„o CORRETA I - No ‚mbito da entidade p˙blica,
da Oportunidade e, em seguida, assinale a opÁ„o CORRETA I - No ‚mbito da entidade p˙blica,
da Oportunidade e, em seguida, assinale a opÁ„o CORRETA I - No ‚mbito da entidade p˙blica,
da Oportunidade e, em seguida, assinale a opÁ„o CORRETA I - No ‚mbito da entidade p˙blica,

I - No ‚mbito da entidade p˙blica, o PrincÌpio da Oportunidade est· vinculado ao estrito cumprimento da destinaÁ„o social do seu patrimÙnio, ou seja, a oportunidade da entidade se d· enquanto perdurar sua finalidade.

II

fidedignidade dos processos de reconhecimento, mensuraÁ„o e

evidenciaÁ„o da informaÁ„o cont·bil, dos atos e dos fatos que afetam

ou possam afetar o patrimÙnio da entidade p˙blica, observadas as

- O PrincÌpio da Oportunidade È base indispens·vel ‡ integridade e ‡

da Oportunidade È base indispens·vel ‡ integridade e ‡ Normas Brasileiras de Contabilidade aplicadas ao Setor
da Oportunidade È base indispens·vel ‡ integridade e ‡ Normas Brasileiras de Contabilidade aplicadas ao Setor
da Oportunidade È base indispens·vel ‡ integridade e ‡ Normas Brasileiras de Contabilidade aplicadas ao Setor

Normas Brasileiras de Contabilidade aplicadas ao Setor P˙blico.

III - O PrincÌpio da Oportunidade se afirma, para o ente p˙blico, pela

autonomia e responsabilizaÁ„o do patrimÙnio a ele pertencente. A

autonomia patrimonial tem origem na destinaÁ„o social do patrimÙnio

e a responsabilizaÁ„o pela obrigatoriedade da prestaÁ„o de contas pelos agentes p˙blicos.

Est·(ao) certo(s) o(s) item(ns):

a) I, II e III.

b) II, apenas.

c) III, apenas.

d) I e III, apenas.

Vamos analisar as assertivas.

b) II, apenas. c) III, apenas. d) I e III, apenas. Vamos analisar as assertivas. www.estrategiaconcursos.com.br

www.estrategiaconcursos.com.br

3 de 42

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC に 2018.1 # Bacharel em CiÍncias

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC 2018.1 # Bacharel em CiÍncias Cont·beis Aula 18

に 2018.1 # Bacharel em CiÍncias Cont·beis に Aula 18 I – Errado . O item

I Errado. O item refere-se ao princÌpio da continuidade e n„o da oportunidade.

II Certo. Sempre

oportunidade lembre-se das palavras-chave integridade,

tempestividade e fidedignidade.

referir ao princÌpio da

que

a quest„o

se

III - Errado. O item refere-se ao princÌpio da entidade e n„o da

oportunidade.

Gabarito: B

3. (FBC/Exame de SuficiÍncia do CFC/Bacharel/2014.2) De acordo com

as Normas Brasileiras de Contabilidade Aplicada ao Setor P˙blico,

relacione o tipo de Fluxo de Caixa adotado por uma determinada prefeitura, descrito na primeira coluna, com as respectivas operaÁıes, apresentadas na segunda coluna, e, em seguida, assinale a opÁ„o

CORRETA:

segunda coluna, e, em seguida, assinale a opÁ„o CORRETA : (1) Fluxo de Caixa das OperaÁıes.
segunda coluna, e, em seguida, assinale a opÁ„o CORRETA : (1) Fluxo de Caixa das OperaÁıes.
segunda coluna, e, em seguida, assinale a opÁ„o CORRETA : (1) Fluxo de Caixa das OperaÁıes.
segunda coluna, e, em seguida, assinale a opÁ„o CORRETA : (1) Fluxo de Caixa das OperaÁıes.
segunda coluna, e, em seguida, assinale a opÁ„o CORRETA : (1) Fluxo de Caixa das OperaÁıes.
segunda coluna, e, em seguida, assinale a opÁ„o CORRETA : (1) Fluxo de Caixa das OperaÁıes.

(1) Fluxo de Caixa das OperaÁıes. (2) Fluxo de Caixa dos Financiamentos (3) Fluxo de Caixa dos Investimentos.

( ) Compreende os recursos relacionados ‡ captaÁ„o e ‡ amortizaÁ„o

de emprÈstimos e financiamentos.

( ) Compreende os recursos relacionados ‡ aquisiÁ„o e ‡ alienaÁ„o de ativo n„o circulante bem como sÛ recebimentos em dinheiro por liquidaÁ„o de adiantamentos ou amortizaÁ„o de emprÈstimos concedidos e outras operaÁıes da mesma natureza. ( ) Compreende os ingressos inclusive decorrentes de receitas

origin·rias e derivadas, e os desembolsos relacionados com a aÁ„o p˙blica e os demais fluxos que n„o se qualificam como de investimento

ou financiamento.

A sequencia CORRETA È:

a) 2, 1, 3.

b) 2, 3, 1.

c) 3, 1, 2.

d) 3, 2, 1.

A sequencia CORRETA È: a) 2, 1, 3. b) 2, 3, 1. c) 3, 1, 2.

www.estrategiaconcursos.com.br

4 de 42

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC に 2018.1 # Bacharel em CiÍncias

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC 2018.1 # Bacharel em CiÍncias Cont·beis Aula 18

に 2018.1 # Bacharel em CiÍncias Cont·beis に Aula 18 Conforme estudamos em nosso curso, as

Conforme estudamos em nosso curso, as atividades de financiamento s„o aquelas que resultam em mudanÁas no tamanho e na composiÁ„o do capital prÛprio e no capital de terceiros da entidade. J· as atividades de investimento s„o referentes ‡ aquisiÁ„o e ‡ venda de ativos de longo prazo e de outros investimentos n„o incluÌdos nos equivalentes de caixa. Por fim, as atividades operacionais s„o as principais atividades geradoras de receita da entidade e outras atividades que n„o s„o de investimento e tampouco

de financiamento.

Logo, efetuando a relaÁ„o entre as colunas, temos a sequÍncia 2, 3, 1.

Gabarito: B

4. (FBC/Exame de SuficiÍncia do CFC/Bacharel/2014.2) Uma entidade

do Setor P˙blico realizou a venda de um veÌculo do ativo imobilizado,

o

qual apresentava os seguintes valores registrados em 31.12.2013:

apresentava os seguintes valores registrados em 31.12.2013: R$ 24.000,00 R$ 400,00 Bens MÛveis – VeÌculos
R$ 24.000,00 R$ 400,00
R$ 24.000,00
R$ 400,00
valores registrados em 31.12.2013: R$ 24.000,00 R$ 400,00 Bens MÛveis – VeÌculos DepreciaÁ„o Acumulada -

Bens MÛveis VeÌculos DepreciaÁ„o Acumulada - VeÌculos

MÛveis – VeÌculos DepreciaÁ„o Acumulada - VeÌculos A 2014 por R$ 28.000,00. administraÁ„o P˙blica orÁou a
MÛveis – VeÌculos DepreciaÁ„o Acumulada - VeÌculos A 2014 por R$ 28.000,00. administraÁ„o P˙blica orÁou a

A

2014 por R$ 28.000,00.

administraÁ„o P˙blica orÁou a venda dos veÌculos para o exercÌcio de

AlÈm de registro em contas de controle, o recebimento do valor da venda, ‡ vista, em 2014, pelo valor orÁado, ir· resultar em:

a)

Um registro a crÈdito no grupo de variaÁ„o patrimonial aumentativa

no

valor de R$ 4.000,00, de natureza patrimonial, registro a dÈbito e

a

crÈdito no grupo de execuÁ„o de orÁamento, de natureza

orÁament·ria, no valor de R$ 24.000,00.

b)

Um registro a crÈdito no grupo de variaÁ„o patrimonial aumentativa

no

valor de R$ 23.600,00, de natureza patrimonial, registro a dÈbito e

a

crÈdito no grupo de execuÁ„o de orÁamento, de natureza

orÁament·ria, no valor de R$ 28.000,00.

c)

Um registro a crÈdito no grupo de variaÁ„o patrimonial aumentativa

no

valor de R$ 28.000,00, de natureza patrimonial, registro a dÈbito e

a

crÈdito no grupo de execuÁ„o de orÁamento, de natureza

orÁament·ria, no valor de R$ 23.600,00.

execuÁ„o de orÁamento, de natureza orÁament·ria, no valor de R$ 23.600,00. www.estrategiaconcursos.com.br 5 de 42

www.estrategiaconcursos.com.br

5 de 42

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC に 2018.1 # Bacharel em CiÍncias

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC 2018.1 # Bacharel em CiÍncias Cont·beis Aula 18

に 2018.1 # Bacharel em CiÍncias Cont·beis に Aula 18 d) Um registro a crÈdito no

d) Um registro a crÈdito no grupo de variaÁ„o patrimonial aumentativa no valor de R$ 4.400,00, de natureza patrimonial, registro a dÈbito e a crÈdito no grupo de execuÁ„o de orÁamento, de natureza orÁament·ria, no valor de R$ 28.000,00.

A primeira medida a adotar È identificar o valor cont·bil lÌquido e

confrontar com o valor vendido. Assim, podemos identificar se houve

uma variaÁ„o patrimonial aumentativa (VPA) ou uma variaÁ„o patrimonial diminutiva (VPD). Vamos ver ent„o como fica:

Valor cont·bil

Valor de aquisiÁ„o (valor registrado na contabilidade)

24.000,00

(-) DepreciaÁ„o acumulada

(400,00)

Valor cont·bil

23.600,00

A

quest„o nos informa que a venda est· orÁada em 28.000,00. Logo,

o

valor recebido ‡ vista ir· gerar uma VPA, sen„o vejamos:

28.000,00 (23.600,00) 4.400,00
28.000,00
(23.600,00)
4.400,00

Resultado com a venda Valor da venda (-) valor cont·bil Resultado positivo (VPA)

Valor da venda (-) valor cont·bil Resultado positivo (VPA) Agora vamos ver os registros: Natureza de
Valor da venda (-) valor cont·bil Resultado positivo (VPA) Agora vamos ver os registros: Natureza de

Agora vamos ver os registros:

Natureza de InformaÁ„o Patrimonial

D

Caixa

28.000,00

C

VPA

4.400,00

C

VeÌculos

23.600,00

Natureza de InformaÁ„o OrÁament·ria

D

Receita a Realizar

C

Receita Realizada

28.000,00

Gabarito: D

5. (FBC/Exame de SuficiÍncia do CFC/Bacharel/2014.2) Com base na NBC T 16.9 DepreciaÁ„o, AmortizaÁ„o e Exaust„o assinale a opÁ„o CORRETA:

– DepreciaÁ„o, AmortizaÁ„o e Exaust„o assinale a opÁ„o CORRETA : www.estrategiaconcursos.com.br 6 de 42

www.estrategiaconcursos.com.br

6 de 42

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC に 2018.1 # Bacharel em CiÍncias

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC 2018.1 # Bacharel em CiÍncias Cont·beis Aula 18

に 2018.1 # Bacharel em CiÍncias Cont·beis に Aula 18 O imobilizado de uma entidade do

O imobilizado de uma entidade do setor p˙blico estava assim

constituÌdo:

de uma entidade do setor p˙blico estava assim constituÌdo: No decorrer do ano de 2013, n„o

No decorrer do ano de 2013, n„o houve novas aquisiÁıes, nem baixas.

Foram mantidos os critÈrios de vida ˙til e valor residual, e n„o foram identificadas perdas por recuperabilidade.

Acerca da situaÁ„o acima, o valor cont·bil do imobilizado apresentado

no BalanÁo Patrimonial, em 31.12.2013, È de:

a) R$ 505.725,00

b) R$ 515.300,00

c) R$ 572.075,00

È de: a) R$ 505.725,00 b) R$ 515.300,00 c) R$ 572.075,00 d) R$ 674.700,00 Vamos efetuar
È de: a) R$ 505.725,00 b) R$ 515.300,00 c) R$ 572.075,00 d) R$ 674.700,00 Vamos efetuar
È de: a) R$ 505.725,00 b) R$ 515.300,00 c) R$ 572.075,00 d) R$ 674.700,00 Vamos efetuar
È de: a) R$ 505.725,00 b) R$ 515.300,00 c) R$ 572.075,00 d) R$ 674.700,00 Vamos efetuar
È de: a) R$ 505.725,00 b) R$ 515.300,00 c) R$ 572.075,00 d) R$ 674.700,00 Vamos efetuar

d) R$ 674.700,00

b) R$ 515.300,00 c) R$ 572.075,00 d) R$ 674.700,00 Vamos efetuar os c·lculos para cada um

Vamos efetuar os c·lculos para cada um dos ativos imobilizados e somarmos o valor cont·bil final.

VeÌculos Custo de aquisiÁ„o

240.000,00

(-) valor residual

(24.000,00)

(=) valor depreci·vel

216.000,00

DepreciaÁ„o anual = 216.000,00/6 anos = 36.000,00

Valor lÌquido em 31/12/2013 Custo de aquisiÁ„o (-) DepreciaÁ„o Acumulada (=) Valor lÌquido

240.000,00

144.000,00 (108.000,00 + 36.000,00)

96.000,00 (I)

M·quinas e Equipamentos Custo de aquisiÁ„o

650.000,00

(-) valor residual

(35.000,00)

(=) valor depreci·vel

615.000,00

(-) valor residual (35.000,00) (=) valor depreci·vel 615.000,00 www.estrategiaconcursos.com.br 7 de 42

www.estrategiaconcursos.com.br

7 de 42

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC に 2018.1 # Bacharel em CiÍncias

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC 2018.1 # Bacharel em CiÍncias Cont·beis Aula 18

に 2018.1 # Bacharel em CiÍncias Cont·beis に Aula 18 DepreciaÁ„o anual = 615.000,00/8 anos =

DepreciaÁ„o anual = 615.000,00/8 anos = 76.875,00

Valor lÌquido em 31/12/2013 Custo de aquisiÁ„o (-) DepreciaÁ„o Acumulada (=) Valor lÌquido

650.000,00

307.500,00 (230.625,00 + 76.875,00)

342.500,00 (II)

MÛveis e UtensÌlios Custo de aquisiÁ„o

120.000,00

(-) valor residual

(12.000,00)

(=) valor depreci·vel

108.000,00

DepreciaÁ„o anual = 108.000,00/10 anos = 10.800,00

Valor lÌquido em 31/12/2013 Custo de aquisiÁ„o (-) DepreciaÁ„o Acumulada (=) Valor lÌquido

120.000,00

43.200,00 (32.400,00 + 10.800,00)

76.800,00 (III)

43.200,00 (32.400,00 + 10.800,00) 76.800,00 (III) Computadores e PerifÈricos Custo de aquisiÁ„o (-) valor
43.200,00 (32.400,00 + 10.800,00) 76.800,00 (III) Computadores e PerifÈricos Custo de aquisiÁ„o (-) valor
43.200,00 (32.400,00 + 10.800,00) 76.800,00 (III) Computadores e PerifÈricos Custo de aquisiÁ„o (-) valor
43.200,00 (32.400,00 + 10.800,00) 76.800,00 (III) Computadores e PerifÈricos Custo de aquisiÁ„o (-) valor

Computadores e PerifÈricos

+ 10.800,00) 76.800,00 (III) Computadores e PerifÈricos Custo de aquisiÁ„o (-) valor residual (=) valor

Custo de aquisiÁ„o (-) valor residual (=) valor depreci·vel

de aquisiÁ„o (-) valor residual (=) valor depreci·vel 180.000,00 (0,00) 180.000,00 DepreciaÁ„o anual =

180.000,00

(0,00)

180.000,00

DepreciaÁ„o anual = 180.000,00/4 anos = 45.000,00

Valor lÌquido em 31/12/2013 Custo de aquisiÁ„o (-) DepreciaÁ„o Acumulada (=) Valor lÌquido

180.000,00

180.000,00 (135.000,00 + 45.000,00)

0,00 (IV)

Total (I + II + III + IV) = 96.000,00 + 0,00 515.300,00

342.500,00 + 76.800,00 +

Gabarito: B

6. (FBC/Exame de SuficiÍncia do CFC/Bacharel/2015.1) De acordo com as Normas Brasileiras de Contabilidade Aplicadas ao Setor P˙blico, analise as variaÁıes patrimoniais apresentadas nos itens abaixo, ocorridas nos registros cont·beis de uma prefeitura, em relaÁ„o ao PatrimÙnio LÌquido e, em seguida, assinale a opÁ„o CORRETA .

relaÁ„o ao PatrimÙnio LÌquido e, em seguida, assinale a opÁ„o CORRETA . www.estrategiaconcursos.com.br 8 de 42

www.estrategiaconcursos.com.br

8 de 42

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC に 2018.1 # Bacharel em CiÍncias

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC 2018.1 # Bacharel em CiÍncias Cont·beis Aula 18

に 2018.1 # Bacharel em CiÍncias Cont·beis に Aula 18 A. LanÁamento de IPTU, na data

A. LanÁamento de IPTU, na data da ocorrÍncia do fato gerador.

B. AquisiÁ„o de veÌculo a prazo.

C. ContrataÁ„o de operaÁ„o de crÈdito.

D. Reconhecimento, em Regime de CompetÍncia mensal, do 13

sal·rio a ser pago no final do ano.

Classificam-se como VariaÁıes Patrimoniais Qualitativas aquelas descritas nos itens:

a) C e D.

b) B e C.

c) A e D.

d) A e B.

Vamos analisar cada um dos fatos:

A.

LanÁamento de IPTU, na data da ocorrÍncia do fato gerador.

LanÁamento de IPTU, na data da ocorrÍncia do fato gerador. – CrÈditos Tribut·rios a Receber (P)

CrÈditos Tribut·rios a Receber (P)

do fato gerador. – CrÈditos Tribut·rios a Receber (P) – VPA – Impostos Trata-se de uma
do fato gerador. – CrÈditos Tribut·rios a Receber (P) – VPA – Impostos Trata-se de uma
do fato gerador. – CrÈditos Tribut·rios a Receber (P) – VPA – Impostos Trata-se de uma
do fato gerador. – CrÈditos Tribut·rios a Receber (P) – VPA – Impostos Trata-se de uma
do fato gerador. – CrÈditos Tribut·rios a Receber (P) – VPA – Impostos Trata-se de uma

VPA Impostos

Trata-se de uma variaÁ„o patrimonial quantitativa aumentativa.

D

C

de uma variaÁ„o patrimonial quantitativa aumentativa. D C B. AquisiÁ„o de veÌculo a prazo. Trata-se de
de uma variaÁ„o patrimonial quantitativa aumentativa. D C B. AquisiÁ„o de veÌculo a prazo. Trata-se de

B.

AquisiÁ„o de veÌculo a prazo.

Trata-se de uma variaÁ„o patrimonial qualitativa.

D

VeÌculos

C

Financiamentos a pagar

C.

ContrataÁ„o de operaÁ„o de crÈdito.

Trata-se de uma variaÁ„o patrimonial qualitativa.

D

Caixa

C

OperaÁıes de crÈdito a pagar

D. Reconhecimento, em Regime de CompetÍncia mensal, do 13 sal·rio a ser pago no final do ano.

em Regime de CompetÍncia mensal, do 13 sal·rio a ser pago no final do ano. www.estrategiaconcursos.com.br

www.estrategiaconcursos.com.br

9 de 42

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC に 2018.1 # Bacharel em CiÍncias

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC 2018.1 # Bacharel em CiÍncias Cont·beis Aula 18

に 2018.1 # Bacharel em CiÍncias Cont·beis に Aula 18 Trata-se de uma variaÁ„o patrimonial quantitativa

Trata-se de uma variaÁ„o patrimonial quantitativa diminutiva.

D RemuneraÁ„o a Pessoal (VPD) C Pessoal a Pagar 13 Sal·rio (P)

Gabarito: B

7. (FBC/Exame de SuficiÍncia do CFC/Bacharel/2015.1) De acordo com a NBC T 16.2 PatrimÙnio e Sistemas Cont·beis, o sistema cont·bil est· estruturado em subsistemas de informaÁıes.

Relacione o tipo do subsistema, apresentado na primeira coluna, ao seu respectivo objetivo, apresentado na segunda coluna, e, em seguida, assinale a opÁ„o CORRETA .

(1) Subsistema OrÁament·rio (2) Subsistema Patrimonial (3) Subsistema de Custos (4) Subsistema CompensaÁ„o

(3) Subsistema de Custos (4) Subsistema CompensaÁ„o ( possam produzir modificaÁıes no patrimÙnio da entidade
(3) Subsistema de Custos (4) Subsistema CompensaÁ„o ( possam produzir modificaÁıes no patrimÙnio da entidade
(3) Subsistema de Custos (4) Subsistema CompensaÁ„o ( possam produzir modificaÁıes no patrimÙnio da entidade
(3) Subsistema de Custos (4) Subsistema CompensaÁ„o ( possam produzir modificaÁıes no patrimÙnio da entidade
(3) Subsistema de Custos (4) Subsistema CompensaÁ„o ( possam produzir modificaÁıes no patrimÙnio da entidade
(3) Subsistema de Custos (4) Subsistema CompensaÁ„o ( possam produzir modificaÁıes no patrimÙnio da entidade
(3) Subsistema de Custos (4) Subsistema CompensaÁ„o ( possam produzir modificaÁıes no patrimÙnio da entidade

(

possam produzir modificaÁıes no patrimÙnio da entidade do setor p˙blico, bem como aqueles com funÁıes especÌficas de controle.

(

planejamento e ‡ execuÁ„o orÁament·ria.

( ) Registrar, processar e evidenciar os custos dos bens e serviÁos,

produzidos e ofertados ‡ sociedade pela entidade p˙blica. ( ) Registrar, processar e evidenciar os fatos financeiros e n„o financeiros relacionados ‡s variaÁıes qualitativas e quantitativas do

) Registrar, processar e evidenciar os atos e os fatos relacionados ao

) Registrar, processar e evidenciar os atos de gest„o cujos efeitos

patrimÙnio p˙blico.

A sequÍncia CORRETA È:

a) 1, 3, 2, 4.

b) 2, 4, 1, 3.

c) 3, 2, 4, 1.

d) 4, 1, 3, 2.

Relacionando as colunas, temos:

4. b) 2, 4, 1, 3. c) 3, 2, 4, 1. d) 4, 1, 3, 2.

www.estrategiaconcursos.com.br

10 de 42

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC に 2018.1 # Bacharel em CiÍncias

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC 2018.1 # Bacharel em CiÍncias Cont·beis Aula 18

に 2018.1 # Bacharel em CiÍncias Cont·beis に Aula 18 ( 4 - Subsistema CompensaÁ„o )

(4 - Subsistema CompensaÁ„o) Registrar, processar e evidenciar os atos de gest„o cujos efeitos possam produzir modificaÁıes no patrimÙnio da entidade do setor p˙blico, bem como aqueles com funÁıes especÌficas de controle.

(1 - Subsistema OrÁament·rio) Registrar, processar e evidenciar os atos e os fatos relacionados ao planejamento e ‡ execuÁ„o

orÁament·ria.

(3 - Subsistema de Custos) Registrar, processar e evidenciar os custos dos bens e serviÁos, produzidos e ofertados ‡ sociedade pela entidade p˙blica.

(2 - Subsistema Patrimonial) Registrar, processar e evidenciar os fatos financeiros e n„o financeiros relacionados ‡s variaÁıes qualitativas e quantitativas do patrimÙnio p˙blico.

Gabarito: D

e quantitativas do patrimÙnio p˙blico. Gabarito: D 8. (FBC/Exame de SuficiÍncia do CFC/Bacharel/2015.2) De
e quantitativas do patrimÙnio p˙blico. Gabarito: D 8. (FBC/Exame de SuficiÍncia do CFC/Bacharel/2015.2) De
e quantitativas do patrimÙnio p˙blico. Gabarito: D 8. (FBC/Exame de SuficiÍncia do CFC/Bacharel/2015.2) De
e quantitativas do patrimÙnio p˙blico. Gabarito: D 8. (FBC/Exame de SuficiÍncia do CFC/Bacharel/2015.2) De
e quantitativas do patrimÙnio p˙blico. Gabarito: D 8. (FBC/Exame de SuficiÍncia do CFC/Bacharel/2015.2) De
e quantitativas do patrimÙnio p˙blico. Gabarito: D 8. (FBC/Exame de SuficiÍncia do CFC/Bacharel/2015.2) De

8. (FBC/Exame de SuficiÍncia do CFC/Bacharel/2015.2) De acordo com a NBC T 16 Normas Brasileiras de Contabilidade Aplicadas ao Setor P˙blico, especificamente ‡ DepreciaÁ„o, AmortizaÁ„o e Exaust„o, julgue os itens abaixo como Verdadeiros (V) ou Falsos (F) e, em seguida, assinale a opÁ„o CORRETA .

ou Falsos (F) e, em seguida, assinale a opÁ„o CORRETA . I. DepreciaÁ„o È a reduÁ„o
ou Falsos (F) e, em seguida, assinale a opÁ„o CORRETA . I. DepreciaÁ„o È a reduÁ„o

I. DepreciaÁ„o È a reduÁ„o do valor dos bens tangÌveis pelo desgaste ou perda de utilidade por uso, aÁ„o da natureza ou obsolescÍncia.

II. Valor residual È o montante lÌquido que a entidade, com razo·vel

seguranÁa, espera obter por um ativo no fim de sua vida ˙til

econÙmica, deduzidos os gastos esperados para sua alienaÁ„o.

III. AmortizaÁ„o È a reduÁ„o do valor aplicado na aquisiÁ„o de direitos de propriedade e quaisquer outros, inclusive ativos intangÌveis, com existÍncia ou exercÌcio de duraÁ„o limitada, ou cujo objeto sejam bens de utilizaÁ„o por prazo legal ou contratualmente limitado.

IV. Valor lÌquido cont·bil È o valor do bem registrado na Contabilidade,

em determinada data, deduzido da correspondente depreciaÁ„o, amortizaÁ„o ou exaust„o acumulada. A sequÍncia CORRETA È:

a) F, F, F, V.

b) F, V, F, V.

exaust„o acumulada. A sequÍncia CORRETA È: a) F, F, F, V. b) F, V, F, V.

www.estrategiaconcursos.com.br

11 de 42

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC に 2018.1 # Bacharel em CiÍncias

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC 2018.1 # Bacharel em CiÍncias Cont·beis Aula 18

c) V, F, V, F.

d) V, V, V, V.

Cont·beis に Aula 18 c) V, F, V, F. d) V, V, V, V. Trata-se de

Trata-se de exigÍncia literal de conceitos presentes nas Normas Brasileiras de Contabilidade Aplicadas ao Setor P˙blico.

I Verdadeiro. Segundo a NBC T 16.9, depreciaÁ„o È a reduÁ„o do valor dos bens tangÌveis pelo desgaste ou perda de utilidade por uso, aÁ„o da natureza ou obsolescÍncia.

II Verdadeiro. Segundo a NBC T 16.9, valor residual È o montante lÌquido que a entidade espera, com razo·vel seguranÁa, obter por um ativo no fim de sua vida ˙til econÙmica, deduzidos os gastos esperados para sua alienaÁ„o.

III Verdadeiro. Segundo a NBC T 16.9, amortizaÁ„o È a reduÁ„o do

valor aplicado na aquisiÁ„o de direitos de propriedade e quaisquer outros, inclusive ativos intangÌveis, com existÍncia ou exercÌcio de

ativos intangÌveis, com existÍncia ou exercÌcio de duraÁ„o limitada, ou cujo objeto sejam bens de

duraÁ„o limitada, ou cujo objeto sejam bens de utilizaÁ„o por prazo legal ou contratualmente limitado.

utilizaÁ„o por prazo legal ou contratualmente limitado. IV valor do bem registrado na Contabilidade, em determinada
utilizaÁ„o por prazo legal ou contratualmente limitado. IV valor do bem registrado na Contabilidade, em determinada
utilizaÁ„o por prazo legal ou contratualmente limitado. IV valor do bem registrado na Contabilidade, em determinada
utilizaÁ„o por prazo legal ou contratualmente limitado. IV valor do bem registrado na Contabilidade, em determinada
utilizaÁ„o por prazo legal ou contratualmente limitado. IV valor do bem registrado na Contabilidade, em determinada
utilizaÁ„o por prazo legal ou contratualmente limitado. IV valor do bem registrado na Contabilidade, em determinada
utilizaÁ„o por prazo legal ou contratualmente limitado. IV valor do bem registrado na Contabilidade, em determinada

IV

valor do bem registrado na Contabilidade, em determinada data, deduzido da correspondente depreciaÁ„o, amortizaÁ„o ou exaust„o

acumulada.

Verdadeiro. Segundo a NBC T 16.9, valor lÌquido cont·bil È o

Gabarito: D

9. (FBC/Exame de SuficiÍncia do CFC/Bacharel/2015.2) Considerando-se a Lei n. 4.320/1964, a Lei Complementar n. 101/2000 e as Normas Brasileiras de Contabilidade Aplicadas ao Setor P˙blico, em relaÁ„o ‡s DemonstraÁıes Cont·beis Aplicadas ao Setor P˙blico, assinale a opÁ„o INCORRETA .

a) A DemonstraÁ„o das VariaÁıes Patrimoniais evidenciar· as

alteraÁıes verificadas no patrimÙnio, resultantes ou independentes da

execuÁ„o orÁament·ria, e indicar· o resultado patrimonial do exercÌcio. b) A reduÁ„o por dividendos, o acrÈscimo por doaÁıes e subvenÁıes para investimentos recebidos e o acrÈscimo por subscriÁ„o e integralizaÁ„o de capital s„o exemplos de itens que afetam o PatrimÙnio LÌquido e, conjuntamente, o Ativo e o Passivo, apresentados

na DemonstraÁ„o das MutaÁıes do PatrimÙnio LÌquido.

Passivo, apresentados na DemonstraÁ„o das MutaÁıes do PatrimÙnio LÌquido. www.estrategiaconcursos.com.br 12 de 42

www.estrategiaconcursos.com.br

12 de 42

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC に 2018.1 # Bacharel em CiÍncias

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC 2018.1 # Bacharel em CiÍncias Cont·beis Aula 18

に 2018.1 # Bacharel em CiÍncias Cont·beis に Aula 18 c) O BalanÁo Financeiro demonstra receitas

c) O BalanÁo Financeiro demonstra receitas e despesas previstas em confronto com as realizadas em sua estrutura; evidencia as receitas e as despesas orÁament·rias por categoria econÙmica; confronta o orÁamento inicial e as suas alteraÁıes com a execuÁ„o; demonstra o resultado orÁament·rio; e discrimina as receitas por fonte e as despesas por grupo de natureza. d) O BalanÁo Patrimonial demonstrar· o Ativo Financeiro, o Ativo Permanente, o Passivo Financeiro, o Passivo Permanente, o Saldo Patrimonial e as Contas de CompensaÁ„o.

Vamos analisar as opÁıes.

a. Certo. Trata-se de exigÍncia literal do art. 104 da Lei n 4.320/64.

b. Certo. Esse item se baseou em vers„o passada do MCASP que apesar de ter sido alterado esse trecho excluÌdo na ˙ltima vers„o permanece em essÍncia v·lido. Nessa vers„o antiga o MCASP assim ensinava:

v·lido. Nessa vers„o antiga o MCASP assim ensinava: As contas que formam o patrimÙnio lÌquido podem
v·lido. Nessa vers„o antiga o MCASP assim ensinava: As contas que formam o patrimÙnio lÌquido podem
v·lido. Nessa vers„o antiga o MCASP assim ensinava: As contas que formam o patrimÙnio lÌquido podem
v·lido. Nessa vers„o antiga o MCASP assim ensinava: As contas que formam o patrimÙnio lÌquido podem
v·lido. Nessa vers„o antiga o MCASP assim ensinava: As contas que formam o patrimÙnio lÌquido podem

As contas que formam o patrimÙnio lÌquido podem sofrer variaÁıes por in˙meros motivos, tais como:

podem sofrer variaÁıes por in˙meros motivos, tais como: 1 - Itens que afetam o patrimÙnio lÌquido,
podem sofrer variaÁıes por in˙meros motivos, tais como: 1 - Itens que afetam o patrimÙnio lÌquido,
podem sofrer variaÁıes por in˙meros motivos, tais como: 1 - Itens que afetam o patrimÙnio lÌquido,

1 - Itens que afetam o patrimÙnio lÌquido, afetando conjuntamente o ativo e o passivo:

a) acrÈscimo do patrimÙnio lÌquido pelo resultado patrimonial positivo ou reduÁ„o pelo resultado patrimonial negativo do exercÌcio;

b)

reduÁ„o por dividendos;

c)

acrÈscimo por doaÁıes e subvenÁıes para investimentos recebidos;

e)

acrÈscimo por subscriÁ„o e integralizaÁ„o de capital;

f) acrÈscimo ou reduÁ„o por ajuste de exercÌcios anteriores.

c. Errado. Essa opÁ„o se refere ao balanÁo orÁament·rio.

d. Certo. Trata-se de exigÍncia literal do art. 105 da Lei n 4.320/64.

Gabarito: C

10. (FBC/Exame de SuficiÍncia do CFC/Bacharel/2015.2) De acordo com a NBC T 16.10 AvaliaÁ„o e MensuraÁ„o de Ativos e Passivos em Entidades do Setor P˙blico, em relaÁ„o aos Estoques, assinale a opÁ„o INCORRETA.

do Setor P˙blico, em relaÁ„o aos Estoques, assinale a opÁ„o INCORRETA . www.estrategiaconcursos.com.br 13 de 42

www.estrategiaconcursos.com.br

13 de 42

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC に 2018.1 # Bacharel em CiÍncias

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC 2018.1 # Bacharel em CiÍncias Cont·beis Aula 18

に 2018.1 # Bacharel em CiÍncias Cont·beis に Aula 18 a) Deve ser adotado o mÈtodo

a) Deve ser adotado o mÈtodo UEPS para mensuraÁ„o e avaliaÁ„o das

saÌdas do almoxarifado.

b) Deve ser adotado o valor de mercado, se o valor de aquisiÁ„o, de produÁ„o ou de construÁ„o for superior ao valor de mercado.

c) Os estoques s„o mensurados ou avaliados com base no valor de

aquisiÁ„o ou no valor de produÁ„o ou de construÁ„o.

d) Os resÌduos e os refugos devem ser mensurados, na falta de critÈrio

mais adequado, pelo valor realiz·vel lÌquido.

Segundo a NBC T 16.10, o mÈtodo para mensuraÁ„o e avaliaÁ„o das saÌdas dos estoques È o custo mÈdio ponderado. Sendo assim, a opÁ„o est· errada e È o gabarito da nossa quest„o.

AlÈm disso, referida Norma estabelece que se o valor de aquisiÁ„o, de produÁ„o ou de construÁ„o for superior ao valor de mercado, deve ser adotado o valor de mercado. Logo, a opção “B” está correta.

o valor de mercado. Logo, a opção “B” está correta. A opção “C” também está certa.

A opção “C” também está certa. Segundo a NBC T 16.10, os estoques s„o mensurados ou avaliados com base no valor de aquisiÁ„o ou no valor de produÁ„o ou de construÁ„o.

aquisiÁ„o ou no valor de produÁ„o ou de construÁ„o. Por fim, a opção “D” está certa.
aquisiÁ„o ou no valor de produÁ„o ou de construÁ„o. Por fim, a opção “D” está certa.
aquisiÁ„o ou no valor de produÁ„o ou de construÁ„o. Por fim, a opção “D” está certa.
aquisiÁ„o ou no valor de produÁ„o ou de construÁ„o. Por fim, a opção “D” está certa.
aquisiÁ„o ou no valor de produÁ„o ou de construÁ„o. Por fim, a opção “D” está certa.
aquisiÁ„o ou no valor de produÁ„o ou de construÁ„o. Por fim, a opção “D” está certa.
aquisiÁ„o ou no valor de produÁ„o ou de construÁ„o. Por fim, a opção “D” está certa.

Por fim, a opção “D” está certa. Segundo a NBC T 16.10, os resÌduos e os refugos devem ser mensurados, na falta de critÈrio mais adequado, pelo valor realiz·vel lÌquido.

Gabarito: A

11. (FBC/Exame de SuficiÍncia do CFC/Bacharel/2016.1) As receitas do setor p˙blico s„o classificadas em duas categorias econÙmicas: as Receitas Correntes e as Receitas de Capital. As Receitas Correntes correspondem a:

a) receitas de contribuiÁıes, patrimonial, agropecu·ria, industrial, de

serviÁos, tribut·ria e outras e, ainda, as provenientes de recursos

financeiros recebidos de outras pessoas de direito p˙blico ou privado, quando destinadas a atender despesas classific·veis em Despesas Correntes.

b) receitas provenientes da realizaÁ„o de recursos financeiros oriundos

de constituiÁ„o de dÌvidas; da convers„o, em espÈcie, de bens e direitos.

de constituiÁ„o de dÌvidas; da convers„o, em espÈcie, de bens e direitos. www.estrategiaconcursos.com.br 14 de 42

www.estrategiaconcursos.com.br

14 de 42

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC に 2018.1 # Bacharel em CiÍncias

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC 2018.1 # Bacharel em CiÍncias Cont·beis Aula 18

に 2018.1 # Bacharel em CiÍncias Cont·beis に Aula 18 c) recursos recebidos de outras pessoas

c) recursos recebidos de outras pessoas de direito p˙blico ou privado, destinados a atender despesas classific·veis em Despesas de Capital. d) recursos recebidos de outras pessoas de direito p˙blico ou privado, destinados a atender receitas classific·veis em Receitas de Capital, e ainda o super·vit do OrÁamento Corrente.

Os ßß1 e 2 do art. 11 da Lei n 4.320/64, classificam as receitas orçamentárias em “Receitas Correntes” e “Receitas de Capital”.

As Receitas OrÁament·rias Correntes s„o arrecadadas dentro do exercÌcio financeiro, aumentam as disponibilidades financeiras do Estado, em geral com efeito positivo sobre o PatrimÙnio LÌquido e constituem instrumento para financiar os objetivos definidos nos programas e aÁıes orÁament·rios, com vistas a satisfazer finalidades p˙blicas.

De acordo com o ß1 do art. 11 da Lei n 4.320/64, classificam-se como Correntes as receitas provenientes de tributos; de contribuiÁıes; da exploraÁ„o do patrimÙnio estatal (Patrimonial); da exploraÁ„o de atividades econÙmicas (Agropecu·ria, Industrial e de ServiÁos); de recursos financeiros recebidos de outras pessoas de direito p˙blico ou privado, quando destinadas a atender despesas classific·veis em Despesas Correntes (TransferÍncias Correntes); por fim, demais receitas que n„o se enquadram nos itens anteriores (Outras Receitas Correntes).

nos itens anteriores ( Outras Receitas Correntes ). As Receitas OrÁament·rias de Capital , por sua
nos itens anteriores ( Outras Receitas Correntes ). As Receitas OrÁament·rias de Capital , por sua
nos itens anteriores ( Outras Receitas Correntes ). As Receitas OrÁament·rias de Capital , por sua
nos itens anteriores ( Outras Receitas Correntes ). As Receitas OrÁament·rias de Capital , por sua
nos itens anteriores ( Outras Receitas Correntes ). As Receitas OrÁament·rias de Capital , por sua
nos itens anteriores ( Outras Receitas Correntes ). As Receitas OrÁament·rias de Capital , por sua
nos itens anteriores ( Outras Receitas Correntes ). As Receitas OrÁament·rias de Capital , por sua
nos itens anteriores ( Outras Receitas Correntes ). As Receitas OrÁament·rias de Capital , por sua

As Receitas OrÁament·rias de Capital, por sua vez, tambÈm aumentam as disponibilidades financeiras do Estado e s„o instrumentos de financiamento dos programas e aÁıes orÁament·rios, a fim de se atingirem as finalidades p˙blicas. PorÈm, de forma diversa das Receitas Correntes, as Receitas de Capital em geral n„o provocam efeito sobre o PatrimÙnio LÌquido.

De acordo com o ß2 do art. 11 da Lei n 4.320/64, Receitas de Capital s„o as provenientes tanto da realizaÁ„o de recursos financeiros oriundos da constituiÁ„o de dÌvidas e da convers„o, em espÈcie, de bens e direitos, quanto de recursos recebidos de outras pessoas de direito p˙blico ou privado e destinados a atender despesas classific·veis em Despesas de Capital e, ainda, o super·vit do orÁamento corrente.

em Despesas de Capital e, ainda, o super·vit do orÁamento corrente. www.estrategiaconcursos.com.br 15 de 42

www.estrategiaconcursos.com.br

15 de 42

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC に 2018.1 # Bacharel em CiÍncias

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC 2018.1 # Bacharel em CiÍncias Cont·beis Aula 18

Gabarito: A

# Bacharel em CiÍncias Cont·beis に Aula 18 Gabarito: A 12. (FBC/Exame de SuficiÍncia do CFC/Bacharel/2016.1)

12. (FBC/Exame de SuficiÍncia do CFC/Bacharel/2016.1) Considerando-se a Lei n. 4.320/1964, a Lei Complementar n. 101/2000 e as Normas Brasileiras de Contabilidade Aplicadas ao Setor P˙blico, em relaÁ„o ‡s DemonstraÁıes Cont·beis Aplicadas ao Setor P˙blico, assinale a opÁ„o INCORRETA.

a) A DemonstraÁ„o das VariaÁıes Patrimoniais evidencia as alteraÁıes

verificadas no patrimÙnio, resultantes ou independentes da execuÁ„o orÁament·ria, e indica o resultado patrimonial do exercÌcio.

b) A reduÁ„o por dividendos, o acrÈscimo por doaÁıes e subvenÁıes

para investimentos recebidos e o acrÈscimo por subscriÁ„o e integralizaÁ„o de capital s„o exemplos de itens que afetam o

PatrimÙnio LÌquido e o Ativo e Passivo conjuntamente, apresentados na DemonstraÁ„o das MutaÁıes do PatrimÙnio LÌquido.

c) O BalanÁo Financeiro demonstra receitas e despesas previstas em

confronto com as realizadas em sua estrutura; evidencia as receitas e

com as realizadas em sua estrutura; evidencia as receitas e as despesas orÁament·rias por categoria econÙmica;

as despesas orÁament·rias por categoria econÙmica; confronta o orÁamento inicial e as suas alteraÁıes com a execuÁ„o; demonstra o resultado orÁament·rio; e discrimina as receitas por fonte e as despesas por grupo de natureza. d) O BalanÁo Patrimonial demonstra o Ativo Financeiro, o Ativo Permanente, o Passivo Financeiro, o Passivo Permanente, o Saldo Patrimonial e as Contas de CompensaÁ„o.

o Saldo Patrimonial e as Contas de CompensaÁ„o. Pessoal, essa quest„o foi exigida de forma igual
o Saldo Patrimonial e as Contas de CompensaÁ„o. Pessoal, essa quest„o foi exigida de forma igual
o Saldo Patrimonial e as Contas de CompensaÁ„o. Pessoal, essa quest„o foi exigida de forma igual
o Saldo Patrimonial e as Contas de CompensaÁ„o. Pessoal, essa quest„o foi exigida de forma igual
o Saldo Patrimonial e as Contas de CompensaÁ„o. Pessoal, essa quest„o foi exigida de forma igual
o Saldo Patrimonial e as Contas de CompensaÁ„o. Pessoal, essa quest„o foi exigida de forma igual
o Saldo Patrimonial e as Contas de CompensaÁ„o. Pessoal, essa quest„o foi exigida de forma igual

Pessoal, essa quest„o foi exigida de forma igual no Exame de 2015, 2™ ediÁ„o. Acho isso totalmente errado, mas a banca simplesmente copiou a mesma quest„o exigida em Exame passado. Inserimos novamente aqui para vocÍ ver que essa situaÁ„o pode ocorrer futuramente. Vamos analisar as assertivas.

a. Certo. Nos termos da Lei n 4.320/64, art. 104:

Art. 104. A DemonstraÁ„o das VariaÁıes Patrimoniais evidenciar· as alteraÁıes verificadas no patrimÙnio, resultantes ou independentes da execuÁ„o orÁament·ria, e indicar· o resultado patrimonial do exercÌcio.

Segundo o modelo da Lei 4.320, as variaÁıes s„o segregadas em resultantes e independentes da execuÁ„o orÁament·ria.

s„o segregadas em resultantes e independentes da execuÁ„o orÁament·ria. www.estrategiaconcursos.com.br 16 de 42

www.estrategiaconcursos.com.br

16 de 42

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC に 2018.1 # Bacharel em CiÍncias

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC 2018.1 # Bacharel em CiÍncias Cont·beis Aula 18

Segundo a NBC T 16.6,

em CiÍncias Cont·beis に Aula 18 Segundo a NBC T 16.6, A DemonstraÁ„o das VariaÁıes Patrimoniais

A DemonstraÁ„o das VariaÁıes Patrimoniais evidencia as variaÁıes verificadas no patrimÙnio e indica o resultado patrimonial do exercÌcio.

Ainda segundo a NBC T 16.6, para fins de apresentaÁ„o na DVP, as variaÁıes devem ser segregadas em quantitativas e qualitativas.

As variaÁıes quantitativas s„o decorrentes de transaÁıes no setor p˙blico que aumentam ou diminuem o patrimÙnio lÌquido.

As variaÁıes qualitativas, por sua vez, s„o decorrentes de transaÁıes no setor p˙blico que alteram a composiÁ„o dos elementos patrimoniais sem afetar o patrimÙnio lÌquido.

Por fim, a NBC T 16.6 destaca que o resultado patrimonial do perÌodo È apurado pelo confronto entre as variaÁıes quantitativas aumentativas e diminutivas.

as variaÁıes quantitativas aumentativas e diminutivas . Esquematicamente, temos: b. Certo . Pessoal, esse item

Esquematicamente, temos:

aumentativas e diminutivas . Esquematicamente, temos: b. Certo . Pessoal, esse item exigiu conhecimentos de uma
aumentativas e diminutivas . Esquematicamente, temos: b. Certo . Pessoal, esse item exigiu conhecimentos de uma
aumentativas e diminutivas . Esquematicamente, temos: b. Certo . Pessoal, esse item exigiu conhecimentos de uma
aumentativas e diminutivas . Esquematicamente, temos: b. Certo . Pessoal, esse item exigiu conhecimentos de uma

b. Certo. Pessoal, esse item exigiu conhecimentos de uma vers„o passada do MCASP (4™ ediÁ„o) no qual constava o seguinte:

de uma vers„o passada do MCASP (4™ ediÁ„o) no qual constava o seguinte: www.estrategiaconcursos.com.br 17 de

www.estrategiaconcursos.com.br

17 de 42

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC に 2018.1 # Bacharel em CiÍncias

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC 2018.1 # Bacharel em CiÍncias Cont·beis Aula 18

に 2018.1 # Bacharel em CiÍncias Cont·beis に Aula 18 As contas que formam o patrimÙnio

As contas que formam o patrimÙnio lÌquido podem sofrer variaÁıes por

in˙meros motivos, tais como:

1 - Itens que afetam o patrimÙnio lÌquido, afetando conjuntamente o ativo e o passivo:

a)

acrÈscimo do patrimÙnio lÌquido pelo resultado patrimonial positivo

ou

reduÁ„o pelo resultado patrimonial negativo do exercÌcio;

b)

reduÁ„o por dividendos;

c)

acrÈscimo por doaÁıes e subvenÁıes para investimentos recebidos;

d)

acrÈscimo por subscriÁ„o e integralizaÁ„o de capital;

e)

acrÈscimo ou reduÁ„o por ajuste de exercÌcios anteriores.

Apesar desse texto n„o constar na ˙ltima vers„o do MCASP, a qual est· mais concisa, a assertiva est· certa.

c. Errado. O item refere-se ao balanÁo orÁament·rio.

d. Certo. Segundo o art. 105 da Lei n 4.320/64,

d. Certo . Segundo o art. 105 da Lei n 4.320/64, Art. 105. O BalanÁo Patrimonial
d. Certo . Segundo o art. 105 da Lei n 4.320/64, Art. 105. O BalanÁo Patrimonial
d. Certo . Segundo o art. 105 da Lei n 4.320/64, Art. 105. O BalanÁo Patrimonial

Art. 105. O BalanÁo Patrimonial demonstrar·:

4.320/64, Art. 105. O BalanÁo Patrimonial demonstrar·: I - O Ativo Financeiro; II - O Ativo
4.320/64, Art. 105. O BalanÁo Patrimonial demonstrar·: I - O Ativo Financeiro; II - O Ativo

I - O Ativo Financeiro;

II - O Ativo Permanente;

I - O Ativo Financeiro; II - O Ativo Permanente; III - O Passivo Financeiro; IV

III - O Passivo Financeiro;

IV - O Passivo Permanente;

V - O Saldo Patrimonial;

VI - As Contas de CompensaÁ„o.

Gabarito: C

Patrimonial; VI - As Contas de CompensaÁ„o. Gabarito: C 13. (FBC/Exame de SuficiÍncia/Bacharel/2016.2) Considere

13. (FBC/Exame de SuficiÍncia/Bacharel/2016.2) Considere que, em uma determinada Prefeitura Municipal, o fato gerador do Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana IPTU tenha ocorrido no dia 1 .1.2016, mas o recebimento venha a ocorrer apenas a partir de marÁo, com descontos regressivos ao longo do exercÌcio. Com base nessa situaÁ„o e no que dispıe Manual de Contabilidade Aplicada ao Setor P˙blico MCASP , assinale a opÁ„o que apresenta o CORRETO reconhecimento patrimonial da VariaÁ„o Patrimonial Quantitativa em 1 .1.2016.

patrimonial da VariaÁ„o Patrimonial Quantitativa em 1 .1.2016. www.estrategiaconcursos.com.br 18 de 42

www.estrategiaconcursos.com.br

18 de 42

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC に 2018.1 # Bacharel em CiÍncias

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC 2018.1 # Bacharel em CiÍncias Cont·beis Aula 18

に 2018.1 # Bacharel em CiÍncias Cont·beis に Aula 18 Segundo o MCASP, a legislaÁ„o que
に 2018.1 # Bacharel em CiÍncias Cont·beis に Aula 18 Segundo o MCASP, a legislaÁ„o que

Segundo o MCASP, a legislaÁ„o que regulamenta o Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU) estabelece, de modo

geral, que o fato gerador deste tributo ocorrer· no dia 1 de janeiro de

f

cada ano. Nesse momento, os registros cont·beis sob a Ûtica do Plano

de Contas Aplicado ao Setor P˙blico s„o os seguintes:

LanÁamento no momento do fato gerador (dia 1 de janeiro):

no momento do fato gerador (dia 1 de janeiro): Natureza da informaÁ„o: patrimonial D 1.1.2.2.x.xx.xx

Natureza da informaÁ„o: patrimonial D 1.1.2.2.x.xx.xx CrÈditos Tribut·rios a Receber (P) C 4.1.1.2.x.xx.xx Impostos Sobre o PatrimÙnio e a Renda

(P) C 4.1.1.2.x.xx.xx Impostos Sobre o PatrimÙnio e a Renda Esse registro provoca o aumento do
(P) C 4.1.1.2.x.xx.xx Impostos Sobre o PatrimÙnio e a Renda Esse registro provoca o aumento do
(P) C 4.1.1.2.x.xx.xx Impostos Sobre o PatrimÙnio e a Renda Esse registro provoca o aumento do
(P) C 4.1.1.2.x.xx.xx Impostos Sobre o PatrimÙnio e a Renda Esse registro provoca o aumento do
(P) C 4.1.1.2.x.xx.xx Impostos Sobre o PatrimÙnio e a Renda Esse registro provoca o aumento do
(P) C 4.1.1.2.x.xx.xx Impostos Sobre o PatrimÙnio e a Renda Esse registro provoca o aumento do
(P) C 4.1.1.2.x.xx.xx Impostos Sobre o PatrimÙnio e a Renda Esse registro provoca o aumento do

Esse registro provoca o aumento do ativo e do resultado do exercÌcio, atendendo ao disposto nos arts. 100 e 104 da Lei n 4.320/1964.

Logo, a opÁ„o que aponta a correta contabilizaÁ„o, sob o aspecto da natureza patrimonial da informaÁ„o, conforme solicita o comando da questão é a opção “C”.

Vale destacar que na arrecadaÁ„o, registra-se a receita orÁament·ria

e procede-se ‡ baixa do ativo registrado.

Natureza da informaÁ„o: patrimonial D 1.1.1.1.1.xx.xx Caixa e Equivalentes de Caixa em Moeda Nacional (F) C 1.1.2.2.x.xx.xx CrÈditos Tribut·rios a Receber (P)

Natureza da informaÁ„o: orÁament·ria

D

6.2.1.1.x.xx.xx Receita a Realizar

C

6.2.1.2.x.xx.xx Receita Realizada

6.2.1.1.x.xx.xx Receita a Realizar C 6.2.1.2.x.xx.xx Receita Realizada www.estrategiaconcursos.com.br 19 de 42

www.estrategiaconcursos.com.br

19 de 42

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC に 2018.1 # Bacharel em CiÍncias

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC 2018.1 # Bacharel em CiÍncias Cont·beis Aula 18

Natureza da informaÁ„o: controle

Cont·beis に Aula 18 Natureza da informaÁ„o: controle D 7.2.1.1.x.xx.xx Controle da Disponibilidade de Recursos

D

7.2.1.1.x.xx.xx Controle da Disponibilidade de Recursos

C

8.2.1.1.1.xx.xx Disponibilidade por DestinaÁ„o de Recursos (DDR)

Gabarito: C

14. (FBC/Exame de SuficiÍncia/Bacharel/2016.2) De acordo com o Manual de Contabilidade Aplicada ao Setor P˙blico MCASP, os estoques s„o ativos na forma de materiais ou suprimentos a serem usados no processo de produÁ„o, ou na forma de materiais ou suprimentos a serem usados ou distribuÌdos na prestaÁ„o de serviÁos, ou mantidos para a venda ou distribuiÁ„o no curso normal das operaÁıes ou ainda usados no curso normal das operaÁıes. Os

2

estoques s„o mensurados ou avaliados com base no valor de aquisiÁ„o/produÁ„o/construÁ„o ou valor realiz·vel lÌquido, dos dois o menor. Os gastos de distribuiÁ„o e de administraÁ„o geral relacionados ao estoque s„o considerados como VariaÁıes Patrimoniais Diminutivas VPD do perÌodo em que ocorrerem e n„o como custo dos estoques.

perÌodo em que ocorrerem e n„o como custo dos estoques. De acordo com o exposto, assinale

De acordo com o exposto, assinale o item que apresenta um exemplo que N O È reconhecido como VariaÁ„o Patrimonial Diminutiva VPD do perÌodo em que È realizado.

a)

Quantias anormais de materiais desperdiÁados, de m„o de obra ou

anormais de materiais desperdiÁados, de m„o de obra ou de outros custos de produÁ„o. b) Custos
anormais de materiais desperdiÁados, de m„o de obra ou de outros custos de produÁ„o. b) Custos
anormais de materiais desperdiÁados, de m„o de obra ou de outros custos de produÁ„o. b) Custos
anormais de materiais desperdiÁados, de m„o de obra ou de outros custos de produÁ„o. b) Custos
anormais de materiais desperdiÁados, de m„o de obra ou de outros custos de produÁ„o. b) Custos
anormais de materiais desperdiÁados, de m„o de obra ou de outros custos de produÁ„o. b) Custos
anormais de materiais desperdiÁados, de m„o de obra ou de outros custos de produÁ„o. b) Custos

de outros custos de produÁ„o. b) Custos de armazenamento, a menos que sejam necess·rios no

processo de produÁ„o antes de uma nova fase de produÁ„o.

c) Despesas gerais administrativas que n„o contribuam para colocar

os estoques no seu local e na sua condiÁ„o atual.

d) Custo incorrido com transporte de matÈria-prima para utilizaÁ„o

no processo de produÁ„o.

O MCASP nos fornece os seguintes exemplos de despesas excluÌdas

do valor do estoque e reconhecidos como variaÁıes patrimoniais diminutivas (VPD) do perÌodo em que s„o obtidos:

a. Quantias anormais de materiais desperdiÁados, m„o de obra ou de

outros custos de produÁ„o; [opção “A”] b. Custos de armazenamento, a menos que sejam necess·rios no processo de produÁ„o antes de uma nova fase de produÁ„o; [opÁ„o “B”]

c. Despesas gerais administrativas que n„o contribuam para colocar os

estoques no seu local e na sua condiÁ„o atual; [opção “C”]

colocar os estoques no seu local e na sua condiÁ„o atual; [opção “C”] www.estrategiaconcursos.com.br 20 de

www.estrategiaconcursos.com.br

20 de 42

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC に 2018.1 # Bacharel em CiÍncias

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC 2018.1 # Bacharel em CiÍncias Cont·beis Aula 18

d. Custos de vendas.

em CiÍncias Cont·beis に Aula 18 d. Custos de vendas. Logo, percebe- se que nos resta

Logo, percebe-se que nos resta a opção “D”. O custo incorrido com transporte de matÈria-prima para utilizaÁ„o no processo de produÁ„o deve ser reconhecido como custo do estoque. Veja o que dispıe o MCASP:

Os custos de estoques devem abranger todos os custos de compra, convers„o e outros custos incorridos referentes ao deslocamento, como impostos n„o recuper·veis, custos de transporte e outros, referente ao processo de produÁ„o. Os custos posteriores de armazenagem ou entrega ao cliente n„o devem ser absorvidos pelos estoques.

5

Gabarito: D

15. (FBC/Exame de SuficiÍncia/Bacharel/2016.2) Com base no Plano de Contas Aplicado ao Setor P˙blico PCASP, as contas cont·beis s„o classificadas segundo a natureza das informaÁıes que evidenciam. De acordo com o Plano de Contas Aplicado ao Setor P˙blico PCASP, assinale a opÁ„o que apresenta apenas contas de natureza orÁament·ria.

a)

Pessoal a Pagar.

b) ExecuÁ„o de ObrigaÁıes Contratuais; Perdas com AlienaÁ„o de

Imobilizado; Restos a pagar processados inscritos.

c) Previs„o Inicial de Receita; DotaÁ„o OrÁament·ria; Restos a pagar

processados inscritos.

d) Restos a Pagar n„o processados inscritos; ExecuÁ„o de Outros Atos

Potenciais Ativos; CrÈditos Tribut·rios a Receber.

Atos Potenciais Ativos; CrÈditos Tribut·rios a Receber. EmprÈstimos e Financiamentos Concedidos; CrÈdito
Atos Potenciais Ativos; CrÈditos Tribut·rios a Receber. EmprÈstimos e Financiamentos Concedidos; CrÈdito
Atos Potenciais Ativos; CrÈditos Tribut·rios a Receber. EmprÈstimos e Financiamentos Concedidos; CrÈdito
Atos Potenciais Ativos; CrÈditos Tribut·rios a Receber. EmprÈstimos e Financiamentos Concedidos; CrÈdito
Atos Potenciais Ativos; CrÈditos Tribut·rios a Receber. EmprÈstimos e Financiamentos Concedidos; CrÈdito
Atos Potenciais Ativos; CrÈditos Tribut·rios a Receber. EmprÈstimos e Financiamentos Concedidos; CrÈdito
Atos Potenciais Ativos; CrÈditos Tribut·rios a Receber. EmprÈstimos e Financiamentos Concedidos; CrÈdito
Atos Potenciais Ativos; CrÈditos Tribut·rios a Receber. EmprÈstimos e Financiamentos Concedidos; CrÈdito

EmprÈstimos e Financiamentos Concedidos; CrÈdito DisponÌvel;

A metodologia utilizada pela Secretaria do Tesouro Nacional (STN) para a estruturaÁ„o do PCASP foi a segregaÁ„o das contas cont·beis em grandes grupos de acordo com as caracterÌsticas dos atos e fatos nelas registrados.

Nesse sentido, o PCASP est· estruturado de acordo com as seguintes naturezas das informaÁıes cont·beis:

estruturado de acordo com as seguintes naturezas das informaÁıes cont·beis: www.estrategiaconcursos.com.br 21 de 42

www.estrategiaconcursos.com.br

21 de 42

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC に 2018.1 # Bacharel em CiÍncias

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC 2018.1 # Bacharel em CiÍncias Cont·beis Aula 18

に 2018.1 # Bacharel em CiÍncias Cont·beis に Aula 18 楷 Natureza de InformaÁ„o OrÁament·ria :

Natureza de InformaÁ„o OrÁament·ria: registra, processa e evidencia os atos e os fatos relacionados ao planejamento e ‡ execuÁ„o orÁament·ria.

Natureza de InformaÁ„o Patrimonial: registra, processa e evidencia os fatos financeiros e n„o financeiros relacionados com as variaÁıes qualitativas e quantitativas do patrimÙnio p˙blico.

Natureza de InformaÁ„o de Controle: registra, processa e evidencia os atos de gest„o cujos efeitos possam produzir modificaÁıes no patrimÙnio da entidade do setor p˙blico, bem como aqueles com funÁıes especÌficas de controle. Inclui as informaÁıes de custos.

6

de controle. Inclui as informaÁıes de custos. 6 Inclusive disponibilizamos uma dica sobre esse assunto em
de controle. Inclui as informaÁıes de custos. 6 Inclusive disponibilizamos uma dica sobre esse assunto em

Inclusive disponibilizamos uma dica sobre esse assunto em nossa

p·gina do facebook:

nossa p · g i n a d o f a c e b o o

www.facebook.com.br/profgilmarpossati

De posse desse conhecimento, vamos classificar as contas presentes nas opÁıes segundo a natureza das informaÁıes:

a. Errada. EmprÈstimos e Financiamentos Concedidos patrimonial

a. Errada . EmprÈstimos e Financiamentos Concedidos  patrimonial www.estrategiaconcursos.com.br 22 de 42

www.estrategiaconcursos.com.br

22 de 42

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC に 2018.1 # Bacharel em CiÍncias

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC 2018.1 # Bacharel em CiÍncias Cont·beis Aula 18

CrÈdito DisponÌvel orÁament·ria Pessoal a Pagar patrimonial

 orÁament·ria Pessoal a Pagar  patrimonial b. Errada . ExecuÁ„o de ObrigaÁıes Contratuais 

b. Errada.

ExecuÁ„o de ObrigaÁıes Contratuais patrimonial Perdas com AlienaÁ„o de Imobilizado patrimonial Restos a pagar processados inscritos orÁament·ria

c. Certa.

Previs„o Inicial de Receita orÁament·ria DotaÁ„o OrÁament·ria orÁament·ria Restos a pagar processados inscritos orÁament·ria

3

d. Errada.

Restos a Pagar n„o processados inscritos orÁament·ria

ExecuÁ„o de Outros Atos Potenciais Ativos controle CrÈditos Tribut·rios a Receber patrimonial

controle CrÈditos Tribut·rios a Receber  patrimonial Gabarito: C 16. (FBC/Exame de SuficiÍncia/Bacharel/2017.1)

Gabarito: C

Tribut·rios a Receber  patrimonial Gabarito: C 16. (FBC/Exame de SuficiÍncia/Bacharel/2017.1) Um
Tribut·rios a Receber  patrimonial Gabarito: C 16. (FBC/Exame de SuficiÍncia/Bacharel/2017.1) Um
Tribut·rios a Receber  patrimonial Gabarito: C 16. (FBC/Exame de SuficiÍncia/Bacharel/2017.1) Um
Tribut·rios a Receber  patrimonial Gabarito: C 16. (FBC/Exame de SuficiÍncia/Bacharel/2017.1) Um
Tribut·rios a Receber  patrimonial Gabarito: C 16. (FBC/Exame de SuficiÍncia/Bacharel/2017.1) Um
Tribut·rios a Receber  patrimonial Gabarito: C 16. (FBC/Exame de SuficiÍncia/Bacharel/2017.1) Um
Tribut·rios a Receber  patrimonial Gabarito: C 16. (FBC/Exame de SuficiÍncia/Bacharel/2017.1) Um

16. (FBC/Exame de SuficiÍncia/Bacharel/2017.1) Um MunicÌpio brasileiro utiliza o Plano de Contas Aplicado ao Setor P˙blico PCASP.

Em 2.1.2017, o MunicÌpio efetuou o lanÁamento de ofÌcio do Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana IPTU, e o registrou em sua contabilidade de acordo com o Regime de CompetÍncia.

No dia 2.3.2017, esse MunicÌpio arrecadou R$40.000,00 relativos ao

IPTU.

Considerando-se o Plano de Contas Aplicado ao Setor P˙blico PCASP

e o caso apresentado, os lanÁamentos cont·beis que representam a contabilizaÁ„o do fato ocorrido em 2.3.2017 envolver„o apenas contas de natureza:

a) De Controle, Financeira e Patrimonial.

b) OrÁament·ria, Patrimonial e Financeira.

c) Financeira, OrÁament·ria e de Controle.

d) Patrimonial, OrÁament·ria e de Controle.

Pessoal, para resolver essa quest„o na hora da prova, bastava vocÍ saber as trÍs naturezas de informaÁ„o na qual se estrutura o PCASP:

vocÍ saber as trÍs naturezas de informaÁ„o na qual se estrutura o PCASP: www.estrategiaconcursos.com.br 23 de

www.estrategiaconcursos.com.br

23 de 42

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC に 2018.1 # Bacharel em CiÍncias

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC 2018.1 # Bacharel em CiÍncias Cont·beis Aula 18

に 2018.1 # Bacharel em CiÍncias Cont·beis に Aula 18 orÁament·ria, patrimonial e de controle. Veja

orÁament·ria, patrimonial e de controle. Veja que n„o h· natureza de informação “financeira”. Agora observe as opções e veja que apenas a opção “D” não inclui essa informação.

De qualquer forma, para fins did·ticos, vamos analisar os fatos e efetuar os registros correspondentes.

Em 2.1.2017, o MunicÌpio efetuou o lanÁamento de ofÌcio do Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana IPTU, e o registrou em sua contabilidade de acordo com o Regime de CompetÍncia.

No lanÁamento de um tributo temos o seguinte lanÁamento:

Natureza de InformaÁ„o Patrimonial

D

1.1.2.1.x.xx.xx

CrÈditos Tribut·rios a Receber (P)

C

4.1.1.x.x.xx.xx

VPA Impostos

No dia 2.3.2017, esse MunicÌpio arrecadou R$40.000,00 relativos ao IPTU.

esse MunicÌpio arrecadou R$40.000,00 relativos ao IPTU. Na arrecadaÁ„o de um tributo (posterior ao fato gerador)
esse MunicÌpio arrecadou R$40.000,00 relativos ao IPTU. Na arrecadaÁ„o de um tributo (posterior ao fato gerador)
esse MunicÌpio arrecadou R$40.000,00 relativos ao IPTU. Na arrecadaÁ„o de um tributo (posterior ao fato gerador)
esse MunicÌpio arrecadou R$40.000,00 relativos ao IPTU. Na arrecadaÁ„o de um tributo (posterior ao fato gerador)
esse MunicÌpio arrecadou R$40.000,00 relativos ao IPTU. Na arrecadaÁ„o de um tributo (posterior ao fato gerador)
esse MunicÌpio arrecadou R$40.000,00 relativos ao IPTU. Na arrecadaÁ„o de um tributo (posterior ao fato gerador)
esse MunicÌpio arrecadou R$40.000,00 relativos ao IPTU. Na arrecadaÁ„o de um tributo (posterior ao fato gerador)
esse MunicÌpio arrecadou R$40.000,00 relativos ao IPTU. Na arrecadaÁ„o de um tributo (posterior ao fato gerador)

Na arrecadaÁ„o de um tributo (posterior ao fato gerador) temos os seguintes lanÁamentos:

Natureza de InformaÁ„o Patrimonial

D

1.1.1.x.x.xx.xx

Caixa e Equivalente de Caixa (F)

C

1.1.2.1.x.xx.xx

CrÈditos Tribut·rios a Receber (P)

Natureza de InformaÁ„o OrÁament·ria

D

6.2.1.1.x.xx.xx

Receita a Realizar

C

6.2.1.2.x.xx.xx

Receita Realizada

Natureza de InformaÁ„o de Controle

D

C

7.2.1.1.x.xx.xx Controle da Disponibilidade de Recursos

8.2.1.1.1.xx.xx Disponibilidade por DestinaÁ„o de

Recursos

Recursos

Gabarito: D

Gabarito: D

17. (FBC/Exame de SuficiÍncia/Bacharel/2017.1) A Lei n. 4.320/1964, em seu art. 105, dispıe que, no BalanÁo Patrimonial, o Passivo È classificado em Passivo Financeiro e Passivo Permanente. Considerando-se essa informaÁ„o, È CORRETO afirmar que:

Passivo Permanente. Considerando-se essa informaÁ„o, È CORRETO afirmar que: www.estrategiaconcursos.com.br 24 de 42

www.estrategiaconcursos.com.br

24 de 42

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC に 2018.1 # Bacharel em CiÍncias

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC 2018.1 # Bacharel em CiÍncias Cont·beis Aula 18

に 2018.1 # Bacharel em CiÍncias Cont·beis に Aula 18 a) o Passivo Financeiro compreender· as

a) o Passivo Financeiro compreender· as dÌvidas fundadas e outros

pagamentos que independam de autorizaÁ„o orÁament·ria.

b) o Passivo Permanente compreender· as dÌvidas flutuantes e outros

pagamentos que dependam de autorizaÁ„o orÁament·ria. c) o Passivo Financeiro compreender· as dÌvidas fundadas e outras que dependam de autorizaÁ„o legislativa para amortizaÁ„o ou resgate.

d) o Passivo Permanente compreender· as dÌvidas flutuantes e outros

pagamentos que independam de autorizaÁ„o legislativa para

amortizaÁ„o ou resgate.

Segundo o art. 105 da Lei n 4.320/64,

Art. 105. O BalanÁo Patrimonial demonstrar·:

I - O Ativo Financeiro;

II - O Ativo Permanente;

III - O Passivo Financeiro;

IV - O Passivo Permanente;

III - O Passivo Financeiro; IV - O Passivo Permanente; V - O Saldo Patrimonial; VI

V - O Saldo Patrimonial;

VI

IV - O Passivo Permanente; V - O Saldo Patrimonial; VI - As Contas de CompensaÁ„o.

- As Contas de CompensaÁ„o.

V - O Saldo Patrimonial; VI - As Contas de CompensaÁ„o. ß independentemente de autorizaÁ„o orÁament·ria
V - O Saldo Patrimonial; VI - As Contas de CompensaÁ„o. ß independentemente de autorizaÁ„o orÁament·ria

ß

independentemente de autorizaÁ„o orÁament·ria e os valores numer·rios.

1 O Ativo Financeiro compreender· os crÈditos e valores realiz·veis

ß 2 O Ativo Permanente compreender· os bens, crÈditos e valores,

cuja mobilizaÁ„o ou alienaÁ„o dependa de autorizaÁ„o legislativa.

ß 3 O Passivo Financeiro compreender· as dÌvidas fundadas e

outras [cujo] pagamento independa de autorizaÁ„o orÁament·ria.

ß 4 O Passivo Permanente compreender· as dÌvidas fundadas e outras

que dependam de autorizaÁ„o legislativa para amortizaÁ„o ou resgate.

Gabarito: A

18. (FBC/Exame de SuficiÍncia/Bacharel/2017.1) Um MunicÌpio brasileiro registrou os seguintes fatos na sua contabilidade durante um determinado perÌodo cont·bil:

seguintes fatos na sua contabilidade durante um determinado perÌodo cont·bil: www.estrategiaconcursos.com.br 25 de 42

www.estrategiaconcursos.com.br

25 de 42

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC に 2018.1 # Bacharel em CiÍncias

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC 2018.1 # Bacharel em CiÍncias Cont·beis Aula 18

に 2018.1 # Bacharel em CiÍncias Cont·beis に Aula 18  recebimento de receitas tribut·rias, no

recebimento de receitas tribut·rias, no valor de R$1.000,00

empenho de despesa corrente, no valor de R$850,00

liquidaÁ„o de despesa corrente, no valor de R$600,00

pagamento de despesa corrente, no valor de R$500,00

N„o houve cancelamento de empenho no perÌodo. Considerando-se apenas as informaÁıes apresentadas e de acordo com a Lei n.

4.320/1964, È CORRETO afirmar que, ao final do perÌodo cont·bil, o MunicÌpio brasileiro dever·:

a) inscrever em Restos a Pagar Processados o valor de R$850,00.

b) inscrever em Restos a Pagar Processados o valor de R$500,00.

c) inscrever em Restos a Pagar N„o Processados o valor de R$250,00.

d) inscrever em Restos a Pagar N„o Processados o valor de R$600,00.

Efetuando os c·lculos, temos:

RP N„o Processado = Empenhado Liquidado RP N„o Processado = 850 600 250,00

Liquidado RP N„o Processado = 850 – 600  250,00 RP Processado = Liquidado – Pago

RP Processado = Liquidado Pago RP Processado = 600 500 100,00

– Pago RP Processado = 600 – 500  100,00 Gabarito: C 19. (FBC/Exame de SuficiÍncia/Bacharel/2017.2)

Gabarito: C

Pago RP Processado = 600 – 500  100,00 Gabarito: C 19. (FBC/Exame de SuficiÍncia/Bacharel/2017.2)
Pago RP Processado = 600 – 500  100,00 Gabarito: C 19. (FBC/Exame de SuficiÍncia/Bacharel/2017.2)
Pago RP Processado = 600 – 500  100,00 Gabarito: C 19. (FBC/Exame de SuficiÍncia/Bacharel/2017.2)
Pago RP Processado = 600 – 500  100,00 Gabarito: C 19. (FBC/Exame de SuficiÍncia/Bacharel/2017.2)

19. (FBC/Exame de SuficiÍncia/Bacharel/2017.2) Considerando-se o disposto no Manual de Contabilidade Aplicada ao Setor P˙blico MCASP, o registro cont·bil da constituiÁ„o de uma provis„o ser· efetuado a crÈdito de conta de Provisıes e a dÈbito de conta pertencente ao grupo de:

a) CrÈditos Empenhados a Liquidar.

b) CrÈditos Empenhados em LiquidaÁ„o.

c) VariaÁıes Patrimoniais Aumentativas.

d) VariaÁıes Patrimoniais Diminutivas.

Na constituiÁ„o de uma provis„o temos o seguinte registro:

D

VPD Provis„o

C

Provis„o X

Logo, o dÈbito ocorre em uma conta de VPD.

C – Provis„o X Logo, o dÈbito ocorre em uma conta de VPD. www.estrategiaconcursos.com.br 26 de

www.estrategiaconcursos.com.br

26 de 42

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC に 2018.1 # Bacharel em CiÍncias

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC 2018.1 # Bacharel em CiÍncias Cont·beis Aula 18

Gabarito: D

# Bacharel em CiÍncias Cont·beis に Aula 18 Gabarito: D 20. (FBC/Exame de SuficiÍncia/Bacharel/2017.2) A fim

20. (FBC/Exame de SuficiÍncia/Bacharel/2017.2) A fim de garantir a integridade dos procedimentos cont·beis, assim como a qualidade, consistÍncia e transparÍncia das informaÁıes geradas pela Contabilidade P˙blica, o Manual de Contabilidade Aplicada ao Setor P˙blico MCASP dispıe sobre regras de integridade relativas ao Plano de Contas Aplicado ao Setor P˙blico PCASP.

Uma das regras de integridade refere-se aos LanÁamentos Cont·beis, sendo que o MCASP destaca que o registro cont·bil deve ser feito pelo mÈtodo das partidas dobradas e os lanÁamentos devem debitar e creditar contas que apresentem a mesma natureza de informaÁ„o.

O PCASP est· dividido em oito classes, a saber: 1 Ativo; 2 Passivo; 3 VariaÁıes Patrimoniais Diminutivas; 4 VariaÁıes Patrimoniais Aumentativas; 5 Controle e AprovaÁ„o do Planejamento e OrÁamento; 6 Controle e ExecuÁ„o do Planejamento e OrÁamento; 7 Controles Devedores e 8 Controles Credores.

7 – Controles Devedores e 8 – Controles Credores. Considerando-se o que estabelece o Manual de
7 – Controles Devedores e 8 – Controles Credores. Considerando-se o que estabelece o Manual de
7 – Controles Devedores e 8 – Controles Credores. Considerando-se o que estabelece o Manual de
7 – Controles Devedores e 8 – Controles Credores. Considerando-se o que estabelece o Manual de
7 – Controles Devedores e 8 – Controles Credores. Considerando-se o que estabelece o Manual de
7 – Controles Devedores e 8 – Controles Credores. Considerando-se o que estabelece o Manual de
7 – Controles Devedores e 8 – Controles Credores. Considerando-se o que estabelece o Manual de
7 – Controles Devedores e 8 – Controles Credores. Considerando-se o que estabelece o Manual de

Considerando-se o que estabelece o Manual de Contabilidade Aplicada ao Setor P˙blico sobre as regras de integridade do PCASP, assinale a afirmativa CORRETA em relaÁ„o aos lanÁamentos cont·beis.

a) LanÁamentos de natureza orÁament·ria debitam e creditam contas

das classes 5 e 6, apenas.

b) LanÁamentos de natureza orÁament·ria debitam e creditam contas

das classes 7 e 8, apenas.

c) LanÁamentos de natureza patrimonial debitam e creditam contas

das classes 1, 2 e 7, apenas.

d) LanÁamentos de natureza patrimonial debitam e creditam contas

das classes 1, 2 e 5, apenas.

Uma imagem vale por mil palavras!

creditam contas das classes 1, 2 e 5, apenas. Uma imagem vale por mil palavras! www.estrategiaconcursos.com.br

www.estrategiaconcursos.com.br

27 de 42

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC に 2018.1 # Bacharel em CiÍncias

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC 2018.1 # Bacharel em CiÍncias Cont·beis Aula 18

に 2018.1 # Bacharel em CiÍncias Cont·beis に Aula 18 Gabarito: A 21. (FBC/Exame de SuficiÍncia/Bacharel/2017.2)
に 2018.1 # Bacharel em CiÍncias Cont·beis に Aula 18 Gabarito: A 21. (FBC/Exame de SuficiÍncia/Bacharel/2017.2)

Gabarito: A

21. (FBC/Exame de SuficiÍncia/Bacharel/2017.2) O Plano de Contas Aplicado ao Setor P˙blico PCASP distingue a dÌvida ativa quanto ‡ origem, conforme previsto na Lei n. 4.320/1964: dÌvida ativa tribut·ria e dÌvida ativa n„o tribut·ria. Considerando-se o que estabelece a Lei n. 4.320/64, assinale a opÁ„o que contenha apenas itens que podem dar origem ‡ inscriÁ„o em DÌvida Ativa Tribut·ria.

a) EmprÈstimos compulsÛrios, contribuiÁıes estabelecidas em lei,

multa de qualquer origem ou natureza.

b) Foros, laudÍmios, aluguÈis ou taxas de ocupaÁ„o, custas processuais, preÁos de serviÁos prestados por estabelecimentos p˙blicos.

c) Impostos, taxas, contribuiÁ„o de melhoria e os respectivos

adicionais e multas.

d) IndenizaÁıes e crÈditos decorrentes de obrigaÁıes em moeda

estrangeira.

crÈditos decorrentes de obrigaÁıes em moeda estrangeira. Segundo a Lei n. 4.320/64, existem dois tipos de
crÈditos decorrentes de obrigaÁıes em moeda estrangeira. Segundo a Lei n. 4.320/64, existem dois tipos de
crÈditos decorrentes de obrigaÁıes em moeda estrangeira. Segundo a Lei n. 4.320/64, existem dois tipos de
crÈditos decorrentes de obrigaÁıes em moeda estrangeira. Segundo a Lei n. 4.320/64, existem dois tipos de
crÈditos decorrentes de obrigaÁıes em moeda estrangeira. Segundo a Lei n. 4.320/64, existem dois tipos de
crÈditos decorrentes de obrigaÁıes em moeda estrangeira. Segundo a Lei n. 4.320/64, existem dois tipos de
crÈditos decorrentes de obrigaÁıes em moeda estrangeira. Segundo a Lei n. 4.320/64, existem dois tipos de
crÈditos decorrentes de obrigaÁıes em moeda estrangeira. Segundo a Lei n. 4.320/64, existem dois tipos de

Segundo a Lei n. 4.320/64, existem dois tipos de dÌvida ativa, a tribut·ria e a n„o tribut·ria:

DÌvida Ativa Tribut·ria … o crÈdito da Fazenda P˙blica dessa natureza, proveniente de obrigaÁ„o legal relativa a tributos e respectivos adicionais e multas.

de obrigaÁ„o legal relativa a tributos e respectivos adicionais e multas . www.estrategiaconcursos.com.br 28 de 42

www.estrategiaconcursos.com.br

28 de 42

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC に 2018.1 # Bacharel em CiÍncias

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC 2018.1 # Bacharel em CiÍncias Cont·beis Aula 18

に 2018.1 # Bacharel em CiÍncias Cont·beis に Aula 18 DÌvida Ativa n„o Tribut·ria S„o os

DÌvida Ativa n„o Tribut·ria S„o os demais crÈditos da Fazenda P˙blica, tais como os provenientes de emprÈstimos compulsÛrios, contribuiÁıes estabelecidas em lei, multa de qualquer origem ou natureza, exceto as tribut·rias, foros, laudÍmios, aluguÈis ou taxas de ocupaÁ„o, custas processuais, preÁos de serviÁos prestados por estabelecimentos p˙blicos, indenizaÁıes, reposiÁıes, restituiÁıes, alcances dos respons·veis definitivamente julgados, bem assim os crÈditos decorrentes de obrigaÁıes em moeda estrangeira, de subrogaÁ„o de hipoteca, fianÁa, aval ou outra garantia, de contratos em geral ou de outras obrigaÁıes legais.

Veja que apenas a opção “C” nos retorna itens que podem dar origem ‡ inscriÁ„o em DÌvida Ativa Tribut·ria.

Gabarito: C

que podem dar origem ‡ inscriÁ„o em DÌvida Ativa Tribut·ria. Gabarito: C www.estrategiaconcursos.com.br 29 de 42
que podem dar origem ‡ inscriÁ„o em DÌvida Ativa Tribut·ria. Gabarito: C www.estrategiaconcursos.com.br 29 de 42

www.estrategiaconcursos.com.br

29 de 42

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC に 2018.1 # Bacharel em CiÍncias

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC 2018.1 # Bacharel em CiÍncias Cont·beis Aula 18

に 2018.1 # Bacharel em CiÍncias Cont·beis に Aula 18 Lista das Questıes 1. (FBC/Exame de
Lista das Questıes
Lista das Questıes

1. (FBC/Exame de SuficiÍncia do CFC/Bacharel/2014.1) Considerando

a Lei n 4.320/1964, a Lei Complementar n 101/2000 e as Normas

Brasileiras de Contabilidade Aplicadas ao Setor P˙blico, relacione o tÌtulo da demonstraÁ„o cont·bil aplicada ao setor p˙blico, apresentada na primeira coluna, com o conceito apresentado na segunda coluna e, em seguida, assinale a opÁ„o CORRETA.

(1) BalanÁo OrÁament·rio (2) BalanÁo Financeiro (3) BalanÁo Patrimonial

==f2563==

( ) Demonstra a receita e a despesa orÁament·rias bem como os recebimentos e os pagamentos de natureza extraorÁament·ria, conjugados com os saldos em espÈcies provenientes do exercÌcio anterior, e os que se transferem para o exercÌcio seguinte.

(

realizadas.

que se transferem para o exercÌcio seguinte. ( realizadas. ) Demonstra as receitas e despesas previstas
que se transferem para o exercÌcio seguinte. ( realizadas. ) Demonstra as receitas e despesas previstas
que se transferem para o exercÌcio seguinte. ( realizadas. ) Demonstra as receitas e despesas previstas
que se transferem para o exercÌcio seguinte. ( realizadas. ) Demonstra as receitas e despesas previstas
que se transferem para o exercÌcio seguinte. ( realizadas. ) Demonstra as receitas e despesas previstas
que se transferem para o exercÌcio seguinte. ( realizadas. ) Demonstra as receitas e despesas previstas
que se transferem para o exercÌcio seguinte. ( realizadas. ) Demonstra as receitas e despesas previstas
que se transferem para o exercÌcio seguinte. ( realizadas. ) Demonstra as receitas e despesas previstas

) Demonstra as receitas e despesas previstas em confronto com as

) Evidencia, qualitativa e quantitativamente, a situaÁ„o patrimonial da entidade p˙blica, por meio de contas representativas do

(

patrimÙnio p˙blico, alÈm das contas de compensaÁ„o.

A sequencia CORRETA È:

a) 3, 2, 1.

b) 2, 3, 1.

c) 2, 1, 3.

d) 1, 2, 3.

2. (FBC/Exame de SuficiÍncia do CFC/Bacharel/2014.1) De acordo com a ResoluÁ„o CFC n 1367/2011, que trata da InterpretaÁ„o dos PrincÌpios de Contabilidade sob a Perspectiva do Setor P˙blico, julgue os itens abaixo, quanto ao PrincÌpio da Oportunidade e, em seguida, assinale a opÁ„o CORRETA

I - No ‚mbito da entidade p˙blica, o PrincÌpio da Oportunidade est· vinculado ao estrito cumprimento da destinaÁ„o social do seu

est· vinculado ao estrito cumprimento da destinaÁ„o social do seu www.estrategiaconcursos.com.br 30 de 42

www.estrategiaconcursos.com.br

30 de 42

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC に 2018.1 # Bacharel em CiÍncias

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC 2018.1 # Bacharel em CiÍncias Cont·beis Aula 18

に 2018.1 # Bacharel em CiÍncias Cont·beis に Aula 18 patrimÙnio, ou seja, a oportunidade da

patrimÙnio, ou seja, a oportunidade da entidade se d· enquanto perdurar sua finalidade.

II - O PrincÌpio da Oportunidade È base indispens·vel ‡ integridade e ‡

fidedignidade dos processos de reconhecimento, mensuraÁ„o e evidenciaÁ„o da informaÁ„o cont·bil, dos atos e dos fatos que afetam

ou possam afetar o patrimÙnio da entidade p˙blica, observadas as

Normas Brasileiras de Contabilidade aplicadas ao Setor P˙blico.

III - O PrincÌpio da Oportunidade se afirma, para o ente p˙blico, pela

autonomia e responsabilizaÁ„o do patrimÙnio a ele pertencente. A autonomia patrimonial tem origem na destinaÁ„o social do patrimÙnio

e a responsabilizaÁ„o pela obrigatoriedade da prestaÁ„o de contas pelos agentes p˙blicos.

Est·(ao) certo(s) o(s) item(ns):

a) I, II e III.

b) II, apenas.

c) III, apenas.

d) I e III, apenas.

II e III. b) II, apenas. c) III, apenas. d) I e III, apenas. 3. (FBC/Exame
II e III. b) II, apenas. c) III, apenas. d) I e III, apenas. 3. (FBC/Exame
II e III. b) II, apenas. c) III, apenas. d) I e III, apenas. 3. (FBC/Exame
II e III. b) II, apenas. c) III, apenas. d) I e III, apenas. 3. (FBC/Exame
II e III. b) II, apenas. c) III, apenas. d) I e III, apenas. 3. (FBC/Exame

3. (FBC/Exame de SuficiÍncia do CFC/Bacharel/2014.2) De acordo com

as

relacione o tipo de Fluxo de Caixa adotado por uma determinada prefeitura, descrito na primeira coluna, com as respectivas operaÁıes, apresentadas na segunda coluna, e, em seguida, assinale a opÁ„o

CORRETA:

segunda coluna, e, em seguida, assinale a opÁ„o CORRETA : Normas Brasileiras de Contabilidade Aplicada ao
segunda coluna, e, em seguida, assinale a opÁ„o CORRETA : Normas Brasileiras de Contabilidade Aplicada ao

Normas Brasileiras de Contabilidade Aplicada ao Setor P˙blico,

Brasileiras de Contabilidade Aplicada ao Setor P˙blico, (1) Fluxo de Caixa das OperaÁıes. (2) Fluxo de

(1) Fluxo de Caixa das OperaÁıes. (2) Fluxo de Caixa dos Financiamentos (3) Fluxo de Caixa dos Investimentos.

( ) Compreende os recursos relacionados ‡ captaÁ„o e ‡ amortizaÁ„o

de emprÈstimos e financiamentos.

( ) Compreende os recursos relacionados ‡ aquisiÁ„o e ‡ alienaÁ„o de ativo n„o circulante bem como sÛ recebimentos em dinheiro por liquidaÁ„o de adiantamentos ou amortizaÁ„o de emprÈstimos

concedidos e outras operaÁıes da mesma natureza. ( ) Compreende os ingressos inclusive decorrentes de receitas

origin·rias e derivadas, e os desembolsos relacionados com a aÁ„o p˙blica e os demais fluxos que n„o se qualificam como de investimento

ou financiamento.

os demais fluxos que n„o se qualificam como de investimento ou financiamento. www.estrategiaconcursos.com.br 31 de 42

www.estrategiaconcursos.com.br

31 de 42

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC に 2018.1 # Bacharel em CiÍncias

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC 2018.1 # Bacharel em CiÍncias Cont·beis Aula 18

A sequencia CORRETA È:

a) 2, 1, 3.

b) 2, 3, 1.

c) 3, 1, 2.

d) 3, 2, 1.

CORRETA È: a) 2, 1, 3. b) 2, 3, 1. c) 3, 1, 2. d) 3,

4. (FBC/Exame de SuficiÍncia do CFC/Bacharel/2014.2) Uma entidade

do Setor P˙blico realizou a venda de um veÌculo do ativo imobilizado,

o qual apresentava os seguintes valores registrados em 31.12.2013:

Bens MÛveis VeÌculos DepreciaÁ„o Acumulada - VeÌculos

R$ 24.000,00 R$ 400,00

A administraÁ„o P˙blica orÁou a venda dos veÌculos para o exercÌcio de

2014 por R$ 28.000,00.

AlÈm de registro em contas de controle, o recebimento do valor da venda, ‡ vista, em 2014, pelo valor orÁado, ir· resultar em:

‡ vista, em 2014, pelo valor orÁado, ir· resultar em: Um registro a crÈdito no grupo
‡ vista, em 2014, pelo valor orÁado, ir· resultar em: Um registro a crÈdito no grupo
‡ vista, em 2014, pelo valor orÁado, ir· resultar em: Um registro a crÈdito no grupo
‡ vista, em 2014, pelo valor orÁado, ir· resultar em: Um registro a crÈdito no grupo
‡ vista, em 2014, pelo valor orÁado, ir· resultar em: Um registro a crÈdito no grupo
‡ vista, em 2014, pelo valor orÁado, ir· resultar em: Um registro a crÈdito no grupo
‡ vista, em 2014, pelo valor orÁado, ir· resultar em: Um registro a crÈdito no grupo
‡ vista, em 2014, pelo valor orÁado, ir· resultar em: Um registro a crÈdito no grupo

Um registro a crÈdito no grupo de variaÁ„o patrimonial aumentativa

valor de R$ 4.000,00, de natureza patrimonial, registro a dÈbito e

crÈdito no grupo de execuÁ„o de orÁamento, de natureza

a)

no

a

orÁament·ria, no valor de R$ 24.000,00.

b)

Um registro a crÈdito no grupo de variaÁ„o patrimonial aumentativa

no

valor de R$ 23.600,00, de natureza patrimonial, registro a dÈbito e

a

crÈdito no grupo de execuÁ„o de orÁamento, de natureza

orÁament·ria, no valor de R$ 28.000,00.

c)

Um registro a crÈdito no grupo de variaÁ„o patrimonial aumentativa

no

valor de R$ 28.000,00, de natureza patrimonial, registro a dÈbito e

a

crÈdito no grupo de execuÁ„o de orÁamento, de natureza

orÁament·ria, no valor de R$ 23.600,00.

d)

Um registro a crÈdito no grupo de variaÁ„o patrimonial aumentativa

no

valor de R$ 4.400,00, de natureza patrimonial, registro a dÈbito e

a

crÈdito no grupo de execuÁ„o de orÁamento, de natureza

orÁament·ria, no valor de R$ 28.000,00.

5. (FBC/Exame de SuficiÍncia do CFC/Bacharel/2014.2) Com base na NBC T 16.9 DepreciaÁ„o, AmortizaÁ„o e Exaust„o assinale a opÁ„o CORRETA:

– DepreciaÁ„o, AmortizaÁ„o e Exaust„o assinale a opÁ„o CORRETA : www.estrategiaconcursos.com.br 32 de 42

www.estrategiaconcursos.com.br

32 de 42

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC に 2018.1 # Bacharel em CiÍncias

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC 2018.1 # Bacharel em CiÍncias Cont·beis Aula 18

に 2018.1 # Bacharel em CiÍncias Cont·beis に Aula 18 O imobilizado de uma entidade do

O imobilizado de uma entidade do setor p˙blico estava assim

constituÌdo:

de uma entidade do setor p˙blico estava assim constituÌdo: No decorrer do ano de 2013, n„o

No decorrer do ano de 2013, n„o houve novas aquisiÁıes, nem baixas.

Foram mantidos os critÈrios de vida ˙til e valor residual, e n„o foram

identificadas perdas por recuperabilidade.

Acerca da situaÁ„o acima, o valor cont·bil do imobilizado apresentado

no BalanÁo Patrimonial, em 31.12.2013, È de:

a) R$ 505.725,00

b) R$ 515.300,00

c) R$ 572.075,00

d) R$ 674.700,00

b) R$ 515.300,00 c) R$ 572.075,00 d) R$ 674.700,00 6. (FBC/Exame de SuficiÍncia do CFC/Bacharel/2015.1) De
b) R$ 515.300,00 c) R$ 572.075,00 d) R$ 674.700,00 6. (FBC/Exame de SuficiÍncia do CFC/Bacharel/2015.1) De
b) R$ 515.300,00 c) R$ 572.075,00 d) R$ 674.700,00 6. (FBC/Exame de SuficiÍncia do CFC/Bacharel/2015.1) De
b) R$ 515.300,00 c) R$ 572.075,00 d) R$ 674.700,00 6. (FBC/Exame de SuficiÍncia do CFC/Bacharel/2015.1) De
b) R$ 515.300,00 c) R$ 572.075,00 d) R$ 674.700,00 6. (FBC/Exame de SuficiÍncia do CFC/Bacharel/2015.1) De
b) R$ 515.300,00 c) R$ 572.075,00 d) R$ 674.700,00 6. (FBC/Exame de SuficiÍncia do CFC/Bacharel/2015.1) De

6. (FBC/Exame de SuficiÍncia do CFC/Bacharel/2015.1) De acordo com

as

analise as variaÁıes patrimoniais apresentadas nos itens abaixo, ocorridas nos registros cont·beis de uma prefeitura, em relaÁ„o ao PatrimÙnio LÌquido e, em seguida, assinale a opÁ„o CORRETA .

Normas Brasileiras de Contabilidade Aplicadas ao Setor P˙blico,

A. LanÁamento de IPTU, na data da ocorrÍncia do fato gerador.

B. AquisiÁ„o de veÌculo a prazo.

C. ContrataÁ„o de operaÁ„o de crÈdito.

D. Reconhecimento, em Regime de CompetÍncia mensal, do 13

sal·rio a ser pago no final do ano.

Classificam-se como VariaÁıes Patrimoniais Qualitativas aquelas descritas nos itens:

a) C e D.

b) B e C.

c) A e D.

d) A e B.

aquelas descritas nos itens: a) C e D. b) B e C. c) A e D.

www.estrategiaconcursos.com.br

33 de 42

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC に 2018.1 # Bacharel em CiÍncias

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC 2018.1 # Bacharel em CiÍncias Cont·beis Aula 18

に 2018.1 # Bacharel em CiÍncias Cont·beis に Aula 18 7. (FBC/Exame de SuficiÍncia do CFC/Bacharel/2015.1)

7. (FBC/Exame de SuficiÍncia do CFC/Bacharel/2015.1) De acordo com a NBC T 16.2 PatrimÙnio e Sistemas Cont·beis, o sistema cont·bil est· estruturado em subsistemas de informaÁıes.

Relacione o tipo do subsistema, apresentado na primeira coluna, ao seu respectivo objetivo, apresentado na segunda coluna, e, em seguida, assinale a opÁ„o CORRETA .

(1) Subsistema OrÁament·rio (2) Subsistema Patrimonial (3) Subsistema de Custos (4) Subsistema CompensaÁ„o

( ) Registrar, processar e evidenciar os atos de gest„o cujos efeitos possam produzir modificaÁıes no patrimÙnio da entidade do setor p˙blico, bem como aqueles com funÁıes especÌficas de controle.

) Registrar, processar e evidenciar os atos e os fatos relacionados ao planejamento e ‡ execuÁ„o orÁament·ria.

(

produzidos e ofertados ‡ sociedade pela entidade p˙blica. ( ) Registrar, processar e evidenciar os fatos financeiros e n„o financeiros relacionados ‡s variaÁıes qualitativas e quantitativas do patrimÙnio p˙blico.

) Registrar, processar e evidenciar os custos dos bens e serviÁos,

(

processar e evidenciar os custos dos bens e serviÁos, ( A sequÍncia CORRETA È: a) 1,
processar e evidenciar os custos dos bens e serviÁos, ( A sequÍncia CORRETA È: a) 1,
processar e evidenciar os custos dos bens e serviÁos, ( A sequÍncia CORRETA È: a) 1,
processar e evidenciar os custos dos bens e serviÁos, ( A sequÍncia CORRETA È: a) 1,
processar e evidenciar os custos dos bens e serviÁos, ( A sequÍncia CORRETA È: a) 1,
processar e evidenciar os custos dos bens e serviÁos, ( A sequÍncia CORRETA È: a) 1,
processar e evidenciar os custos dos bens e serviÁos, ( A sequÍncia CORRETA È: a) 1,
processar e evidenciar os custos dos bens e serviÁos, ( A sequÍncia CORRETA È: a) 1,

A sequÍncia CORRETA È:

a) 1, 3, 2, 4.

b) 2, 4, 1, 3.

c) 3, 2, 4, 1.

d) 4, 1, 3, 2.

8. (FBC/Exame de SuficiÍncia do CFC/Bacharel/2015.2) De acordo com a NBC T 16 Normas Brasileiras de Contabilidade Aplicadas ao Setor P˙blico, especificamente ‡ DepreciaÁ„o, AmortizaÁ„o e Exaust„o, julgue os itens abaixo como Verdadeiros (V) ou Falsos (F) e, em seguida, assinale a opÁ„o CORRETA .

I. DepreciaÁ„o È a reduÁ„o do valor dos bens tangÌveis pelo desgaste ou perda de utilidade por uso, aÁ„o da natureza ou obsolescÍncia.

desgaste ou perda de utilidade por uso, aÁ„o da natureza ou obsolescÍncia. www.estrategiaconcursos.com.br 34 de 42

www.estrategiaconcursos.com.br

34 de 42

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC に 2018.1 # Bacharel em CiÍncias

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC 2018.1 # Bacharel em CiÍncias Cont·beis Aula 18

に 2018.1 # Bacharel em CiÍncias Cont·beis に Aula 18 II. Valor residual È o montante

II. Valor residual È o montante lÌquido que a entidade, com razo·vel

seguranÁa, espera obter por um ativo no fim de sua vida ˙til econÙmica, deduzidos os gastos esperados para sua alienaÁ„o.

III. AmortizaÁ„o È a reduÁ„o do valor aplicado na aquisiÁ„o de direitos de propriedade e quaisquer outros, inclusive ativos intangÌveis, com existÍncia ou exercÌcio de duraÁ„o limitada, ou cujo objeto sejam bens de utilizaÁ„o por prazo legal ou contratualmente limitado.

IV. Valor lÌquido cont·bil È o valor do bem registrado na Contabilidade,

em determinada data, deduzido da correspondente depreciaÁ„o, amortizaÁ„o ou exaust„o acumulada. A sequÍncia CORRETA È:

a) F, F, F, V.

b) F, V, F, V.

c) V, F, V, F.

d) V, V, V, V.

9. (FBC/Exame de SuficiÍncia do CFC/Bacharel/2015.2) Considerando-se a Lei n. 4.320/1964, a Lei Complementar n.

a Lei n. 4.320/1964, a Lei Complementar n. 101/2000 e as Normas Brasileiras de Contabilidade Aplicadas
a Lei n. 4.320/1964, a Lei Complementar n. 101/2000 e as Normas Brasileiras de Contabilidade Aplicadas
a Lei n. 4.320/1964, a Lei Complementar n. 101/2000 e as Normas Brasileiras de Contabilidade Aplicadas
a Lei n. 4.320/1964, a Lei Complementar n. 101/2000 e as Normas Brasileiras de Contabilidade Aplicadas
a Lei n. 4.320/1964, a Lei Complementar n. 101/2000 e as Normas Brasileiras de Contabilidade Aplicadas

101/2000 e as Normas Brasileiras de Contabilidade Aplicadas ao Setor P˙blico, em relaÁ„o ‡s DemonstraÁıes Cont·beis Aplicadas ao Setor P˙blico, assinale a opÁ„o INCORRETA .

a)

alteraÁıes verificadas no patrimÙnio, resultantes ou independentes da

execuÁ„o orÁament·ria, e indicar· o resultado patrimonial do exercÌcio.

b) A reduÁ„o por dividendos, o acrÈscimo por doaÁıes e subvenÁıes

para investimentos recebidos e o acrÈscimo por subscriÁ„o e integralizaÁ„o de capital s„o exemplos de itens que afetam o PatrimÙnio LÌquido e, conjuntamente, o Ativo e o Passivo, apresentados

na DemonstraÁ„o das MutaÁıes do PatrimÙnio LÌquido.

c) O BalanÁo Financeiro demonstra receitas e despesas previstas em

confronto com as realizadas em sua estrutura; evidencia as receitas e as despesas orÁament·rias por categoria econÙmica; confronta o orÁamento inicial e as suas alteraÁıes com a execuÁ„o; demonstra o resultado orÁament·rio; e discrimina as receitas por fonte e as

A DemonstraÁ„o das VariaÁıes Patrimoniais evidenciar· as

DemonstraÁ„o das VariaÁıes Patrimoniais evidenciar· as despesas por grupo de natureza. d) O BalanÁo Patrimonial
DemonstraÁ„o das VariaÁıes Patrimoniais evidenciar· as despesas por grupo de natureza. d) O BalanÁo Patrimonial
DemonstraÁ„o das VariaÁıes Patrimoniais evidenciar· as despesas por grupo de natureza. d) O BalanÁo Patrimonial

despesas por grupo de natureza. d) O BalanÁo Patrimonial demonstrar· o Ativo Financeiro, o Ativo Permanente, o Passivo Financeiro, o Passivo Permanente, o Saldo Patrimonial e as Contas de CompensaÁ„o.

o Passivo Permanente, o Saldo Patrimonial e as Contas de CompensaÁ„o. www.estrategiaconcursos.com.br 35 de 42

www.estrategiaconcursos.com.br

35 de 42

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC に 2018.1 # Bacharel em CiÍncias

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC 2018.1 # Bacharel em CiÍncias Cont·beis Aula 18

に 2018.1 # Bacharel em CiÍncias Cont·beis に Aula 18 10. (FBC/Exame de SuficiÍncia do CFC/Bacharel/2015.2)

10. (FBC/Exame de SuficiÍncia do CFC/Bacharel/2015.2) De acordo com a NBC T 16.10 AvaliaÁ„o e MensuraÁ„o de Ativos e Passivos em Entidades do Setor P˙blico, em relaÁ„o aos Estoques, assinale a opÁ„o INCORRETA.

a) Deve ser adotado o mÈtodo UEPS para mensuraÁ„o e avaliaÁ„o das

saÌdas do almoxarifado.

b) Deve ser adotado o valor de mercado, se o valor de aquisiÁ„o, de produÁ„o ou de construÁ„o for superior ao valor de mercado.

c) Os estoques s„o mensurados ou avaliados com base no valor de

aquisiÁ„o ou no valor de produÁ„o ou de construÁ„o.

d) Os resÌduos e os refugos devem ser mensurados, na falta de critÈrio

mais adequado, pelo valor realiz·vel lÌquido.

11. (FBC/Exame de SuficiÍncia do CFC/Bacharel/2016.1) As receitas do setor p˙blico s„o classificadas em duas categorias econÙmicas: as Receitas Correntes e as Receitas de Capital. As Receitas Correntes correspondem a:

Receitas de Capital. As Receitas Correntes correspondem a: a) serviÁos, tribut·ria e outras e, ainda, as
Receitas de Capital. As Receitas Correntes correspondem a: a) serviÁos, tribut·ria e outras e, ainda, as
Receitas de Capital. As Receitas Correntes correspondem a: a) serviÁos, tribut·ria e outras e, ainda, as
Receitas de Capital. As Receitas Correntes correspondem a: a) serviÁos, tribut·ria e outras e, ainda, as
Receitas de Capital. As Receitas Correntes correspondem a: a) serviÁos, tribut·ria e outras e, ainda, as

a)

serviÁos, tribut·ria e outras e, ainda, as provenientes de recursos financeiros recebidos de outras pessoas de direito p˙blico ou privado, quando destinadas a atender despesas classific·veis em Despesas Correntes.

receitas de contribuiÁıes, patrimonial, agropecu·ria, industrial, de

contribuiÁıes, patrimonial, agropecu·ria, industrial, de b) receitas provenientes da realizaÁ„o de recursos
contribuiÁıes, patrimonial, agropecu·ria, industrial, de b) receitas provenientes da realizaÁ„o de recursos
contribuiÁıes, patrimonial, agropecu·ria, industrial, de b) receitas provenientes da realizaÁ„o de recursos

b) receitas provenientes da realizaÁ„o de recursos financeiros oriundos

de constituiÁ„o de dÌvidas; da convers„o, em espÈcie, de bens e

direitos.

c) recursos recebidos de outras pessoas de direito p˙blico ou privado,

destinados a atender despesas classific·veis em Despesas de Capital.

d) recursos recebidos de outras pessoas de direito p˙blico ou privado,

destinados a atender receitas classific·veis em Receitas de Capital, e

ainda o super·vit do OrÁamento Corrente.

12. (FBC/Exame de SuficiÍncia do CFC/Bacharel/2016.1) Considerando-se a Lei n. 4.320/1964, a Lei Complementar n. 101/2000 e as Normas Brasileiras de Contabilidade Aplicadas ao Setor P˙blico, em relaÁ„o ‡s DemonstraÁıes Cont·beis Aplicadas ao Setor P˙blico, assinale a opÁ„o INCORRETA.

Cont·beis Aplicadas ao Setor P˙blico, assinale a opÁ„o INCORRETA. www.estrategiaconcursos.com.br 36 de 42

www.estrategiaconcursos.com.br

36 de 42

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC に 2018.1 # Bacharel em CiÍncias

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC 2018.1 # Bacharel em CiÍncias Cont·beis Aula 18

に 2018.1 # Bacharel em CiÍncias Cont·beis に Aula 18 a) A DemonstraÁ„o das VariaÁıes Patrimoniais

a) A DemonstraÁ„o das VariaÁıes Patrimoniais evidencia as alteraÁıes

verificadas no patrimÙnio, resultantes ou independentes da execuÁ„o orÁament·ria, e indica o resultado patrimonial do exercÌcio.

b) A reduÁ„o por dividendos, o acrÈscimo por doaÁıes e subvenÁıes

para investimentos recebidos e o acrÈscimo por subscriÁ„o e integralizaÁ„o de capital s„o exemplos de itens que afetam o

PatrimÙnio LÌquido e o Ativo e Passivo conjuntamente, apresentados na DemonstraÁ„o das MutaÁıes do PatrimÙnio LÌquido.

c) O BalanÁo Financeiro demonstra receitas e despesas previstas em

confronto com as realizadas em sua estrutura; evidencia as receitas e

as despesas orÁament·rias por categoria econÙmica; confronta o orÁamento inicial e as suas alteraÁıes com a execuÁ„o; demonstra o resultado orÁament·rio; e discrimina as receitas por fonte e as despesas por grupo de natureza. d) O BalanÁo Patrimonial demonstra o Ativo Financeiro, o Ativo Permanente, o Passivo Financeiro, o Passivo Permanente, o Saldo Patrimonial e as Contas de CompensaÁ„o.

o Saldo Patrimonial e as Contas de CompensaÁ„o. 13. (FBC/Exame de SuficiÍncia/Bacharel/2016.2) Considere

13. (FBC/Exame de SuficiÍncia/Bacharel/2016.2) Considere que, em uma determinada Prefeitura Municipal, o fato gerador do Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana IPTU tenha ocorrido no dia 1 .1.2016, mas o recebimento venha a ocorrer apenas a partir de marÁo, com descontos regressivos ao longo do exercÌcio. Com base nessa situaÁ„o e no que dispıe Manual de Contabilidade Aplicada ao Setor P˙blico MCASP , assinale a opÁ„o que apresenta o CORRETO reconhecimento patrimonial da VariaÁ„o Patrimonial Quantitativa em 1 .1.2016.

da VariaÁ„o Patrimonial Quantitativa em 1 .1.2016. 14. (FBC/Exame de SuficiÍncia/Bacharel/2016.2) De acordo
da VariaÁ„o Patrimonial Quantitativa em 1 .1.2016. 14. (FBC/Exame de SuficiÍncia/Bacharel/2016.2) De acordo
da VariaÁ„o Patrimonial Quantitativa em 1 .1.2016. 14. (FBC/Exame de SuficiÍncia/Bacharel/2016.2) De acordo
da VariaÁ„o Patrimonial Quantitativa em 1 .1.2016. 14. (FBC/Exame de SuficiÍncia/Bacharel/2016.2) De acordo
da VariaÁ„o Patrimonial Quantitativa em 1 .1.2016. 14. (FBC/Exame de SuficiÍncia/Bacharel/2016.2) De acordo
da VariaÁ„o Patrimonial Quantitativa em 1 .1.2016. 14. (FBC/Exame de SuficiÍncia/Bacharel/2016.2) De acordo
da VariaÁ„o Patrimonial Quantitativa em 1 .1.2016. 14. (FBC/Exame de SuficiÍncia/Bacharel/2016.2) De acordo
da VariaÁ„o Patrimonial Quantitativa em 1 .1.2016. 14. (FBC/Exame de SuficiÍncia/Bacharel/2016.2) De acordo

14. (FBC/Exame de SuficiÍncia/Bacharel/2016.2) De acordo com o Manual de Contabilidade Aplicada ao Setor P˙blico MCASP, os estoques s„o ativos na forma de materiais ou suprimentos a serem

MCASP, os estoques s„o ativos na forma de materiais ou suprimentos a serem www.estrategiaconcursos.com.br 37 de

www.estrategiaconcursos.com.br

37 de 42

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC に 2018.1 # Bacharel em CiÍncias

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC 2018.1 # Bacharel em CiÍncias Cont·beis Aula 18

usados no processo de produÁ„o, ou na forma de materiais ou suprimentos a serem usados ou distribuÌdos na prestaÁ„o de serviÁos, ou mantidos para a venda ou distribuiÁ„o no curso normal das operaÁıes ou ainda usados no curso normal das operaÁıes. Os estoques s„o mensurados ou avaliados com base no valor de aquisiÁ„o/produÁ„o/construÁ„o ou valor realiz·vel lÌquido, dos dois o menor. Os gastos de distribuiÁ„o e de administraÁ„o geral relacionados ao estoque s„o considerados como VariaÁıes Patrimoniais Diminutivas VPD do perÌodo em que ocorrerem e n„o como custo dos estoques. De acordo com o exposto, assinale o item que apresenta um exemplo que N O È reconhecido como VariaÁ„o Patrimonial Diminutiva VPD do perÌodo em que È realizado.

a) Quantias anormais de materiais desperdiÁados, de m„o de obra ou

de outros custos de produÁ„o.

b) Custos de armazenamento, a menos que sejam necess·rios no

processo de produÁ„o antes de uma nova fase de produÁ„o.

c) Despesas gerais administrativas que n„o contribuam para colocar

os estoques no seu local e na sua condiÁ„o atual.

d)

no processo de produÁ„o.

e na sua condiÁ„o atual. d) no processo de produÁ„o. Custo incorrido com transporte de matÈria-prima

Custo incorrido com transporte de matÈria-prima para utilizaÁ„o

com transporte de matÈria-prima para utilizaÁ„o 15. (FBC/Exame de SuficiÍncia/Bacharel/2016.2) Com base no
com transporte de matÈria-prima para utilizaÁ„o 15. (FBC/Exame de SuficiÍncia/Bacharel/2016.2) Com base no
com transporte de matÈria-prima para utilizaÁ„o 15. (FBC/Exame de SuficiÍncia/Bacharel/2016.2) Com base no
com transporte de matÈria-prima para utilizaÁ„o 15. (FBC/Exame de SuficiÍncia/Bacharel/2016.2) Com base no
com transporte de matÈria-prima para utilizaÁ„o 15. (FBC/Exame de SuficiÍncia/Bacharel/2016.2) Com base no
com transporte de matÈria-prima para utilizaÁ„o 15. (FBC/Exame de SuficiÍncia/Bacharel/2016.2) Com base no
com transporte de matÈria-prima para utilizaÁ„o 15. (FBC/Exame de SuficiÍncia/Bacharel/2016.2) Com base no

15. (FBC/Exame de SuficiÍncia/Bacharel/2016.2) Com base no Plano

de Contas Aplicado ao Setor P˙blico PCASP, as contas cont·beis s„o classificadas segundo a natureza das informaÁıes que evidenciam. De acordo com o Plano de Contas Aplicado ao Setor P˙blico PCASP, assinale a opÁ„o que apresenta apenas contas de natureza orÁament·ria.

a) EmprÈstimos e Financiamentos Concedidos; CrÈdito DisponÌvel;

Pessoal a Pagar.

b) ExecuÁ„o de ObrigaÁıes Contratuais; Perdas com AlienaÁ„o de

Imobilizado; Restos a pagar processados inscritos.

c) Previs„o Inicial de Receita; DotaÁ„o OrÁament·ria; Restos a pagar

processados inscritos.

d) Restos a Pagar n„o processados inscritos; ExecuÁ„o de Outros Atos

Potenciais Ativos; CrÈditos Tribut·rios a Receber.

Atos Potenciais Ativos; CrÈditos Tribut·rios a Receber. 16. (FBC/Exame de SuficiÍncia/Bacharel/2017.1) Um

16. (FBC/Exame de SuficiÍncia/Bacharel/2017.1) Um MunicÌpio brasileiro utiliza o Plano de Contas Aplicado ao Setor P˙blico PCASP.

Em 2.1.2017, o MunicÌpio efetuou o lanÁamento de ofÌcio do Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana IPTU, e o registrou em sua contabilidade de acordo com o Regime de CompetÍncia.

IPTU, e o registrou em sua contabilidade de acordo com o Regime de CompetÍncia. www.estrategiaconcursos.com.br 38

www.estrategiaconcursos.com.br

38 de 42

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC に 2018.1 # Bacharel em CiÍncias

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC 2018.1 # Bacharel em CiÍncias Cont·beis Aula 18

に 2018.1 # Bacharel em CiÍncias Cont·beis に Aula 18 No dia 2.3.2017, esse MunicÌpio arrecadou

No dia 2.3.2017, esse MunicÌpio arrecadou R$40.000,00 relativos ao IPTU.

Considerando-se o Plano de Contas Aplicado ao Setor P˙blico PCASP e o caso apresentado, os lanÁamentos cont·beis que representam a

contabilizaÁ„o do fato ocorrido em 2.3.2017 envolver„o apenas contas de natureza:

a) De Controle, Financeira e Patrimonial.

b) OrÁament·ria, Patrimonial e Financeira.

c) Financeira, OrÁament·ria e de Controle.

d) Patrimonial, OrÁament·ria e de Controle.

17. (FBC/Exame de SuficiÍncia/Bacharel/2017.1) A Lei n. 4.320/1964, em seu art. 105, dispıe que, no BalanÁo Patrimonial, o

Passivo È classificado em Passivo Financeiro e Passivo Permanente. Considerando-se essa informaÁ„o, È CORRETO afirmar que:

a)

pagamentos que independam de autorizaÁ„o orÁament·ria.

b)

pagamentos que dependam de autorizaÁ„o orÁament·ria. c) o Passivo Financeiro compreender· as dÌvidas fundadas e outras que dependam de autorizaÁ„o legislativa para amortizaÁ„o ou resgate.

d)

o Passivo Permanente compreender· as dÌvidas flutuantes e outros

o Passivo Financeiro compreender· as dÌvidas fundadas e outros

Financeiro compreender· as dÌvidas fundadas e outros o Passivo Permanente compreender· as dÌvidas flutuantes e
Financeiro compreender· as dÌvidas fundadas e outros o Passivo Permanente compreender· as dÌvidas flutuantes e
Financeiro compreender· as dÌvidas fundadas e outros o Passivo Permanente compreender· as dÌvidas flutuantes e
Financeiro compreender· as dÌvidas fundadas e outros o Passivo Permanente compreender· as dÌvidas flutuantes e
Financeiro compreender· as dÌvidas fundadas e outros o Passivo Permanente compreender· as dÌvidas flutuantes e

o Passivo Permanente compreender· as dÌvidas flutuantes e outros

Permanente compreender· as dÌvidas flutuantes e outros pagamentos que independam de autorizaÁ„o legislativa para
Permanente compreender· as dÌvidas flutuantes e outros pagamentos que independam de autorizaÁ„o legislativa para
Permanente compreender· as dÌvidas flutuantes e outros pagamentos que independam de autorizaÁ„o legislativa para

pagamentos que independam de autorizaÁ„o legislativa para amortizaÁ„o ou resgate.

18. Um MunicÌpio brasileiro registrou os seguintes fatos na sua contabilidade durante um determinado perÌodo cont·bil:

recebimento de receitas tribut·rias, no valor de R$1.000,00

empenho de despesa corrente, no valor de R$850,00

liquidaÁ„o de despesa corrente, no valor de R$600,00

pagamento de despesa corrente, no valor de R$500,00

N„o houve cancelamento de empenho no perÌodo. Considerando-se apenas as informaÁıes apresentadas e de acordo com a Lei n.

4.320/1964, È CORRETO afirmar que, ao final do perÌodo cont·bil, o MunicÌpio brasileiro dever·:

a) inscrever em Restos a Pagar Processados o valor de R$850,00.

b) inscrever em Restos a Pagar Processados o valor de R$500,00.

de R$850,00. b) inscrever em Restos a Pagar Processados o valor de R$500,00. www.estrategiaconcursos.com.br 39 de

www.estrategiaconcursos.com.br

39 de 42

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC に 2018.1 # Bacharel em CiÍncias

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC 2018.1 # Bacharel em CiÍncias Cont·beis Aula 18

に 2018.1 # Bacharel em CiÍncias Cont·beis に Aula 18 c) inscrever em Restos a Pagar

c) inscrever em Restos a Pagar N„o Processados o valor de R$250,00.

d) inscrever em Restos a Pagar N„o Processados o valor de R$600,00.

19. (FBC/Exame de SuficiÍncia/Bacharel/2017.2) Considerando-se o disposto no Manual de Contabilidade Aplicada ao Setor P˙blico MCASP, o registro cont·bil da constituiÁ„o de uma provis„o ser· efetuado a crÈdito de conta de Provisıes e a dÈbito de conta pertencente ao grupo de:

a) CrÈditos Empenhados a Liquidar.

b) CrÈditos Empenhados em LiquidaÁ„o.

c) VariaÁıes Patrimoniais Aumentativas.

d) VariaÁıes Patrimoniais Diminutivas.

20. (FBC/Exame de SuficiÍncia/Bacharel/2017.2) A fim de garantir a integridade dos procedimentos cont·beis, assim como a qualidade, consistÍncia e transparÍncia das informaÁıes geradas pela Contabilidade P˙blica, o Manual de Contabilidade Aplicada ao Setor P˙blico MCASP dispıe sobre regras de integridade relativas ao Plano de Contas Aplicado ao Setor P˙blico PCASP.

ao Plano de Contas Aplicado ao Setor P˙blico – PCASP. Uma das regras de integridade refere-se
ao Plano de Contas Aplicado ao Setor P˙blico – PCASP. Uma das regras de integridade refere-se
ao Plano de Contas Aplicado ao Setor P˙blico – PCASP. Uma das regras de integridade refere-se
ao Plano de Contas Aplicado ao Setor P˙blico – PCASP. Uma das regras de integridade refere-se
ao Plano de Contas Aplicado ao Setor P˙blico – PCASP. Uma das regras de integridade refere-se
ao Plano de Contas Aplicado ao Setor P˙blico – PCASP. Uma das regras de integridade refere-se
ao Plano de Contas Aplicado ao Setor P˙blico – PCASP. Uma das regras de integridade refere-se
ao Plano de Contas Aplicado ao Setor P˙blico – PCASP. Uma das regras de integridade refere-se

Uma das regras de integridade refere-se aos LanÁamentos Cont·beis, sendo que o MCASP destaca que o registro cont·bil deve ser feito pelo mÈtodo das partidas dobradas e os lanÁamentos devem debitar e creditar contas que apresentem a mesma natureza de informaÁ„o.

O PCASP est· dividido em oito classes, a saber: 1 Ativo; 2 Passivo; 3 VariaÁıes Patrimoniais Diminutivas; 4 VariaÁıes Patrimoniais Aumentativas; 5 Controle e AprovaÁ„o do Planejamento e OrÁamento; 6 Controle e ExecuÁ„o do Planejamento e OrÁamento; 7 Controles Devedores e 8 Controles Credores.

Considerando-se o que estabelece o Manual de Contabilidade Aplicada ao Setor P˙blico sobre as regras de integridade do PCASP, assinale a afirmativa CORRETA em relaÁ„o aos lanÁamentos cont·beis.

a) LanÁamentos de natureza orÁament·ria debitam e creditam contas

das classes 5 e 6, apenas.

b) LanÁamentos de natureza orÁament·ria debitam e creditam contas

das classes 7 e 8, apenas. c) LanÁamentos de natureza patrimonial debitam e creditam contas das classes 1, 2 e 7, apenas.

de natureza patrimonial debitam e creditam contas das classes 1, 2 e 7, apenas. www.estrategiaconcursos.com.br 40

www.estrategiaconcursos.com.br

40 de 42

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC に 2018.1 # Bacharel em CiÍncias

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC 2018.1 # Bacharel em CiÍncias Cont·beis Aula 18

に 2018.1 # Bacharel em CiÍncias Cont·beis に Aula 18 d) LanÁamentos de natureza patrimonial debitam

d) LanÁamentos de natureza patrimonial debitam e creditam contas das classes 1, 2 e 5, apenas.

21. (FBC/Exame de SuficiÍncia/Bacharel/2017.2) O Plano de Contas Aplicado ao Setor P˙blico PCASP distingue a dÌvida ativa quanto ‡ origem, conforme previsto na Lei n. 4.320/1964: dÌvida ativa tribut·ria e dÌvida ativa n„o tribut·ria. Considerando-se o que

estabelece a Lei n. 4.320/64, assinale a opÁ„o que contenha apenas itens que podem dar origem ‡ inscriÁ„o em DÌvida Ativa Tribut·ria.

a) EmprÈstimos compulsÛrios, contribuiÁıes estabelecidas em lei,

multa de qualquer origem ou natureza. b) Foros, laudÍmios, aluguÈis ou taxas de ocupaÁ„o, custas

processuais, preÁos de serviÁos prestados por estabelecimentos p˙blicos.

c) Impostos, taxas, contribuiÁ„o de melhoria e os respectivos

adicionais e multas.

d) IndenizaÁıes e crÈditos decorrentes de obrigaÁıes em moeda

estrangeira.

d) IndenizaÁıes e crÈditos decorrentes de obrigaÁıes em moeda estrangeira. www.estrategiaconcursos.com.br 41 de 42
d) IndenizaÁıes e crÈditos decorrentes de obrigaÁıes em moeda estrangeira. www.estrategiaconcursos.com.br 41 de 42
d) IndenizaÁıes e crÈditos decorrentes de obrigaÁıes em moeda estrangeira. www.estrategiaconcursos.com.br 41 de 42

www.estrategiaconcursos.com.br

41 de 42

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC に 2018.1 # Bacharel em CiÍncias

# CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR P⁄BLICO p/ EXAME CFC 2018.1 # Bacharel em CiÍncias Cont·beis Aula 18

に 2018.1 # Bacharel em CiÍncias Cont·beis に Aula 18 1. 2. 3. 4. 5. 6.
に 2018.1 # Bacharel em CiÍncias Cont·beis に Aula 18 1. 2. 3. 4. 5. 6.
1. 2. 3. 4. 5. 6. 7. C B B D B B D 8.
1. 2. 3. 4. 5. 6. 7. C B B D B B D 8.

1.

2.

3.

4. 5.

6. 7.

1. 2. 3. 4. 5. 6. 7.
1. 2. 3. 4. 5. 6. 7.
1. 2. 3. 4. 5. 6. 7.
C B B D B B D 8. 9. 10. 11. 12. 13. 14. D

C

B

B

D

B

B

D

8.

9.

10.

11.

12.

13.

14.

D

C

A

A

C

C

D

11. 12. 13. 14. D C A A C C D 15. 16. 17. 18. 19.
11. 12. 13. 14. D C A A C C D 15. 16. 17. 18. 19.
11. 12. 13. 14. D C A A C C D 15. 16. 17. 18. 19.
11. 12. 13. 14. D C A A C C D 15. 16. 17. 18. 19.
11. 12. 13. 14. D C A A C C D 15. 16. 17. 18. 19.
15. 16. 17. 18. 19. 20. 21. C D A C D A C
15. 16. 17. 18. 19. 20. 21. C D A C D A C
15. 16. 17. 18. 19. 20. 21. C D A C D A C
15. 16. 17. 18. 19. 20. 21. C D A C D A C
15. 16. 17. 18. 19. 20. 21. C D A C D A C

15.

16. 17.

18. 19.

20. 21.

C

D

A C

D

A C

C C D 15. 16. 17. 18. 19. 20. 21. C D A C D A
C C D 15. 16. 17. 18. 19. 20. 21. C D A C D A

www.estrategiaconcursos.com.br

42 de 42