Você está na página 1de 2

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ

INSTITUTO DE TECNOLOGIA/FACULDADE DE ENGENHARIA QUÍMICA

EQ-01022 – Balanço de Massa e Energia


Professor: Shirley Cristina Cabral Nascimento

Aluno: ________________________________________________________________________

Lista de Exercícios Nº 03
1. Vapor de água está contido em dois compartimentos de uma câmara isolada. O compartimento A
contem 1,5 kg de vapor saturado a 1 atm e o compartimento B contem vapor a 2 bar (absoluta) e
200ºC. A divisória que separa os compartimentos é retirada e um novo equilíbrio é estabelecido. O
sistema final tem energia interna de 2549 kJ/kg. Usando as tabelas de vapor quando necessário,
calcule a massa de vapor que estava inicialmente no compartimento B.

2. Água a 50°C e 5 bar é transformada em vapor d´água a 400°C e 60 bar em uma caldeira.
Desconsidere mudanças na energia cinética e potencial.
a) Através de consulta às tabelas de vapor, determine a entalpia específica das correntes de entrada
e saída.
b) Calcular ∆Ĥ para essa transformação
c) Calcular a taxa de calor em kW a ser fornecida à caldeira, para gerar 20000 kg/h de vapor
superaquecido a 400ºC e 60 bar.

3. Uma vazão de 2000 kg/h de vapor superaquecido a 10 bar (absoluto) e 400ºC alimentam uma
turbina em uma operação adiabática, sendo o efluente vapor saturado a 1 bar. Calcule o trabalho
exercido pela turbina em kW, desprezando as variações nas energias cinética e potencial.
Dado: 1 bar = 0,1 Mpa.

4. Calcule a potência produzida por um gerador isolado, alimentado com 700 kg/h de vapor a 10
atm e 500 K. O vapor deixa a unidade a 1 atm de pressão e está saturado.

5. Calcule a quantidade de calor que deve ser fornecido a uma caldeira para produzir 1000 kg/h de
vapor saturado a 10 atm, a partir de água a 20ºC. Considere que a caldeira tenha uma eficiência de
80%. Calcule também quantos quilos de óleo combustível são necessários para a produção do
vapor, sabendo-se que o poder calorífico do óleo é de 1200 Kcal/kg. Dado: 1 J = 0,239 cal.

6. Uma unidade industrial deverá empregar etileno como fluido refrigerante em um sistema de
resfriamento. O trocador de calor receberá 100 kg/h de etileno líquido, saturado a uma pressão de
30 bar absoluta, conforme o esquema abaixo. Na entrada do trocador de calor, a pressão é reduzida
para 5 bar, forçando a evaporação do etileno. Calcular a carga térmica do trocador de calor, de
forma que 80% do etileno alimentado, passe para o estado de vapor.
Dado: ĤA = 633 kJ/kg, ĤB = 895,2 kJ/kg e ĤC = 472,8 kJ/kg.
7. Uma corrente (corrente 1) de 100 kg/h de água, na condição de vapor saturado a uma pressão P1 e
a uma temperatura T1 (Ĥ1 = 2500 kJ/kg), é misturada adiabaticamente com outra corrente de água
(corrente 2) que se encontra na condição de vapor superaquecido, a uma temperatura T2 e a uma
pressão P2 = P1 (Ĥ2 = 3500 kJ/kg). A corrente obtida pela mistura das correntes 1 e 2 (corrente 3) é
vapor superaquecido a uma temperatura T3 menor do que T2 e a uma pressão P3 = P1 (Ĥ3 = 3000
kJ/kg). Calcule a vazão mássica da corrente 3 em kg/h.

8. Trezentos quilogramas por hora de ar escoam, através de um trocador de calor, em contracorrente


com duzentos e trinta quilogramas por hora de uma solução de carbonato de potássio, que recebe
calor desta corrente de ar. Considere que o trocador de calor tem perda de calor desprezível. Calcule
a temperatura (em Kelvin) com que a solução de carbonato de potássio deixa o trocador de calor.
Considere que a capacidade calorífica do carbonato de potássio presente na solução pode ser
negligenciada.

9. Em um processo semi-contínuo, batatas são descascadas através da aplicação de vapor de água. O


vapor é alimentado à razão de 4 kg por 100 kg de batatas com casca. As batatas entram no processo
a 17ºC e saem descascadas a 35ºC; além das batatas descascadas, sai também uma corrente de vapor
residual a 60ºC. Os calores específicos das batatas com casca, da corrente residual e das batatas sem
casca são respectivamente, 3,7 kJ/kg·K, 4,2 kJ/kg·K e 3,5 kJ/kg·K. Se o calor específico do vapor
(considerando 0ºC como temperatura de referência) é 2750 kJ/kg. Calcule as correntes residuais e
das batatas descascadas que saem do processo.

10. Uma caldeira produz 1000 kg/h de vapor saturado a uma pressão de 294,1 kPa absoluta. A
caldeira é simultaneamente alimentada com água a 25°C e com 800 kg/h de condensado a 120°C,
que retorna do processo, como mostra a figura abaixo. Calcular a carga térmica (calor cedido à
caldeira) para a produção do vapor desejado. A purga retira 20 kg/h de líquido da caldeira. Para a
solução do problema utilize a tabela de vapor saturado da água.

Obs: A solução da lista de exercícios deverá ser entregue em papel A4 (folhas de caderno não são aceitas) o mais
organizado possível, acompanhada do referido enunciado, no dia da prova.