Você está na página 1de 56

Segunda-feira, 7 de Maio de 2012 III SÉRIE —

­ Número 18

BOLETIM DA REPÚBLICA
   PUBLICAÇÃO OFICIAL DA REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE

3.º SUPLEMENTO
IMPRENSA NACIONAL DE MOÇAMBIQUE, E.P. 4. NM 183 2010 - Cerveja;
5. NM 184 2010 - Leites concentrados
AVISO 6. NM 185 2010 – Leite
A matéria a publicar no «Boletim da República» deve ser remetida em cópia 7. NM 186 2010-Sabões comuns – Barras e blocos
devidamente autenticada, uma por cada assunto, donde conste, além das
indicações necessárias para esse efeito, o averbamento seguinte, assinado e
8. NM 187 2010 -Sabões Comuns (líquidos e Pastosos) – Tipos e
autenticado: Para publicação no «Boletim da República». Características
9. NM 188 2010- Sabonete super gordo
10. NM 223 2010 - Refrigerantes
MINISTÉRIO DA JUSTIÇA 11. NM 224 2010 - Bebidas espirituosas
12. NM 225 2010 - Carne enlatada
DESPACHO 13. NM 226 2010 - Carne do almoço
Um grupo de cidadãos requereu à Ministra da Justiça o reconhecimento 14. NM 190 2010 - Sumos de frutas
da Associação Fórum Nacional de Editores - EDITMOZ como pessoa 15. NM 191 2010 - Alho
jurídica, juntando ao pedido os estatutos da constituição. 16. NM 192 2010 - Cebola
Apreciados os documentos entregues, verifica.se que se trata de uma 17. NM 193 2010 - Cenoura
associação que prossegue fins lícitos, determinados e legalmente possíveis 18. NM 194 2010 - Couve repolho
cujo acto ede constituição e os estatutos da mesma cumprem o escopo e 19. NM 195 2010 - Código Frutas enlatadas
os requisitos exigidos por lei, nada obstando o seu reconhecimento. 20. NM 284 2010 - Soja
21. NM 285 2010 - Sementes de gergelim
Nestes termos, ao abrigo do disposto no n.º 1 do artigo 5 da Lei
22. NM 286 2010 - Código frutas secas
n.º 8/91, de 18 de Julho, e do artigo 1 do Decreto n.º 21/91, de 3 de
23. NM 288 2010 - Inspecção de alimentos enlatados
outubro, vai reconhecida como pessoa jurídica a Associação Fórum
24. NM 289 2010 - Saladas de frutas - especificações
Nacional de Editores - EDITMOZ.
25. NM 250 2010 - Qualidade da água - Amostragem – Parte 5:
Maputo, 12 de Abril de 2012. — A Ministra da Justiça, Maria Orientações sobre a amostragem de água potável a partir de estação de
Benvinda Delfina Levi. tratamento e de sistemas de distribuição
26. NM 251 2010 -Salas limpas e ambientes controlados associados
– controle da biocontaminação – princípios gerais e métodos
Instituto Nacional de Normalização 27. NM 249 2010 - Código de Boas Práticas Para Limpeza,
e Qualidade Conservação e Desinfecção das Unidades de Saúde

CTNSGaq - Comissão Técnica de Normalização Sectorial


AVISO
(gestão da qualidade, gestão ambiental, segurança e
Nos termos da alínea b) do n°1, do artigo 13 do Decreto 2/93 de normas básicas)
24 de Março que aprova o Estatuto Orgânico de Instituto Nacional de
Normalização e Qualidade e n.º 2 do artigo 9 do Decreto 59/2009 de 8 28. NM 174: 2010 - Bases para a quantificação dos custos de
de Outubro que aprova o Regulamento de Normalização e Avaliação qualidade
da Conformidade, torna-se pública a lista de Normas Moçambicanas 29. NM 175:2010 - Linhas de orientação para a documentação do
aprovadas. sistema de gestão da qualidade
Lista de Normas Moçambicanas (NM) aprovadas por 30. NM ISO 10001:2010 - Gestão da qualidade – Satisfação do
Comissões Técnicas de Normalização Sectorial cliente – Linha de orientação relativas aos códigos de conduta das
CTNSaap - CTNS aap- Comissão Técnica de Normalização Sectorial organizações
(alimentos, saúde, agro - indústria, pescas, produtos químicos, engenharia 31. NM ISO 10002:2010- Gestão da qualidade – Satisfação dos
química e meio ambiente) clientes – Linhas de orientação para tratamento de reclamações nas
1. NM 180 2010 - Camarão congelado; organizações
2. NM 181 2010 - Peixe não eviscerado e eviscerado; 32. NM ISO 10015:2010 - Gestão da qualidade – Linhas de orientação
3. NM 182 2010 - Modelo de certificação do peixe; para a formação
448 — (126) III SÉRIE — NÚMERO 18

33. NM ISO/IEC 17021:2010- Avaliação da conformidade – 63. NM 205: 2010-Recipientes transportáveis de aço para gás de
Requisitos para organismos que procedem à auditoria e à certificação petróleo liquefeito (GPL) – Requalificação - procedimento
de sistemas de gestão 64. NM 206 :2010 -Recipientes em plástico, para o transporte e/ou
34. NM 244: 2010 -Informação e documentação – Livros e folhetos armazenamento de gás liquefeito de petróleo (GLP)- projecto, fabricação
– Apresentação e inspecção
35. NM 245:2010 -Roupa hospitalar – Características 65. NM 207 :2010-Roscas de fixação das válvulas dos recipientes
36. NM 247:2010- Roupas hospitalares – Terminologia transportáveis para GPL- Dimensões
37. NM 248:2010- Instrumentos de medição – Réguas graduadas de 66. NM 208 :2010-Rosca NPT para tubos – Dimensões
aço – Características construtivas e requisitos metrológicos 67. NM 209 :2010 -Embalagens de produtos perigosos – classes
38. NM 246:2010 -Uniforme escolar – Requisitos de desempenho 1,3,4,5,6,8 e 9- Requisitos e métodos de ensaio
e segurança 68. NM 210 :2010-Transporte terrestre de produtos perigosos –
39. NM 172:2010 -Ética nas organizações – parte 1: Linhas de Incompatibilidade Química
orientação para o processo de elaboração e implementação de código 69. NM 211: 2010 -Embalagem e acondicionamento –
de ética nas organizações Terminologia
40. NM 173:2010 -Sistemas de gestão de recursos humanos – 70. NM 212: 2010 -Transporte de produtos alimentícios refrigerados
Requisitos Procedimentos e critérios de temperaturas
41. NM ISO 186:2010 -Papel e cartão – Amostragem para determinar 71. NM 15: 2010 -Revisão - Requisitos gerais para a rotulagem
a qualidade média de produtos pré-embalados e para a venda de mercadorias sujeitos ao
42. NM ISO 187:201 -Papel cartão e pastas celulósicas Atmosfera controlo de metrologia legal
normalizada para condicionamento, ensaio e procedimento de controlo 72. NM 16: 2010 -Revisão - Exigências técnicas e metrológicas para
da citmosfera e condicionamento das amostras balanças mecânicas de funcionamento não automático, equilíbrio não
43. NM 178: 2010 -Tecnologia gráfica – Blocos de desenho - automático ou semi-automático e sem graduação
Requisitos 73. NM 17: 2010- Revisão - Exigências técnicas e metrológicas para
44. NM 219:2010 -Turismo -Cozinheiro em função polivalente – instrumentos de pesagem não automáticos de braços iguais
Competência de pessoal 74. NM 161: 2010- Exigências técnicas e metrológicas para
45. NM 220:2010 -Turismo - Servente de mesa em função dispositivos de medição de líquidos sujeitos ao controlo de Metrologia
especializada – competência de pessoal Legal
46. NM 189: 2010 -Produtos de papel para fins sanitários oratórios de 75. NM 257:2010 -Requisitos metrológicos e técnicos para
análises Parte 4: Guardanapo de papel folha dupla -Classificação manómetros de pressão em pneus de veículos motores sujeitos ao
47. NM ISO 216:2010- Papel de escrever e determinados tipos de controlo de Metrologia Legal
impressos – Formatos acabados Séries A e B
48. NM ISO 536:2010 -Papel e cartão – Determinação da CTNScdm - Comissão técnica de Normalização Sectorial
gramagem (engenharia civil, desenho técnico, madeira e florestas)
49. NM 179: 2010 -Papel e cartão – Tolerâncias de formatos e 76. NM 157: 2010- Aço laminado a quente - Varão
gramagem 77. NM 158: 2010 -Aço laminado a quente – Varão para Betão
50. NM ISO 10013:2010- Directrizes para a documentação de sistema 78. NM 159:2010 -Materiais metálicos - Ensaio de dobragem
de gestão da qualidade 79. NM 160-1:2010 -Telhas de micro betão - Parte 1: Projecto e
51. NM 221: 2010 -Recepcionista em função polivalente – execução de telhados
Competência de pessoal 80. NM 160-2:2010 -Telhas de micro betão - Parte 2: Requisitos e
52. NM ISO GUIA 73: 2010 -Gestão de riscos métodos de ensaio
81. NM 162: 2010 -Tijolos de Barro Vermelho para Alvenaria
CTNSmct - Comissão Técnica de Normalização Sectorial
82. NM 163: 2010 -Tubos de betão para canalizações de esgoto:
(engenharia mecânica, Combustíveis, Caldeiras e
Ensaio de compressão diametral
Recipientes sob - pressão, Transporte e metrologia)
83. NM 164: 2010 -Tubos de betão para canalizações de esgoto:
53. NM 147:2010- Caldeiras Estacionárias a Vapor – Inspecção de Ensaio de pressão interior
Segurança. Parte 2: Caldeiras aquotubulares 84. NM 166: 2010 -Formatos de Papel
54. NM 196:2010-NM Produtos líquidos de petróleos. Determinação 85. NM 165: 2010 -Tijolo cerâmico para alvenaria. Verificação da
de água pelo reagente de Karl Fischer resistência à compressão
55. NM 197:2010- Produtos de petróleo. Determinação da cor – 86. NM 167: 2010- Modo de dobrar folhas de desenho
Método do colorímetro ASTM 87. NM 230-1: 2010- Componentes cerâmicos. Parte 1 Tijolos
56. NM 198:2010- Determinação de Manganês em Gasolina por cerâmicos para alvenaria de vedação terminologia e requisitos.
Espectroscopia de Absorção Atómica 88. NM 230-2:2010 -Componentes cerâmicos. Parte 2: Tijolos
57. NM 199:2010 - Produtos líquidos de petróleos Determinação dos cerâmicos para alvenaria estrutural - Terminologia e requisitos
tipos de hidrocarbonetos pelo indicador de absorção por fluorescência 89. NM 230- 3: 2010 - Componentes cerâmicos. Parte 3: Tijolos
58. NM 200:2010-Coque – Determinação da granulometria por cerâmicos para alvenaria estrutural e de vedação – Métodos de ensaio
peneiramento manual – Método de ensaio 90. NM 231: 2010 -Manual de operação, uso e manutenção
59. NM 201:2010-Cálculo do teor de carbono fixo em coque- das edificações - Conteúdo e recomendações para elaboração e
procedimento apresentação
60. NM 202:2010-Coque – Determinação do teor de cinzas – Método 91. NM 232: 2010 -Manutenção de edificações - Procedimento
de ensaio 92. NM 233 2010- Figuração de materiais em corte
61. NM 203: 2010-Coque – Determinação do teor de matérias 93. NM 234: 2010 -Legenda
voláteis 94. NM 235: 2010 -Linhas e sua utilização
62. NM 204:2010-Recipientes transportáveis para gás de petróleo 95. NM 236: 2010 -Lista de peças
liquefeito (GPL) – Selecção visual das condições de uso 96. NM 237: 2010 -Cotagem
7 DE MAIO DE 2012 448 — (127)

116. NM 228:2010 -Método de ensaio para a medição da tangente


do ângulo de perdas de bobinas e barras de enrolamentos de máquinas
97. NM 238:2010 -Representação de vistas
eléctricas
98. NM 239: 2010- Cortes e secções
99. NM 240:2010 -Representação convencional: Convenções de 117. NM 252:2010- Ar condicionado – Especificações
utilização geral 118. NM 255:2010- Candeeiro operatório móvel – Especificações
100. NM 241:2010 -Madeira Serrada - Terminologia 119. NM 256:2010- Candeeiro de observatório – Especificações
101. NM 242:2010- Mobiliário Escolar - Parte 1- Especificações 120. NM 168: 2010 -Identificação dos condutores isolados e de
102. NM 262:2010 -Camas hospitalares - Especificações cordões flexíveis
103. NM 263:2010 -Berço hospitalar para bebé – Especificações 121. NM 169: 2010 -Cabos isolados com policloreto de vinilo para
104. NM 264:2010 -Mesa de leito – Especificações tensões estipuladas até 450/750 V.
105. NM 265:2010 -Marquesa de observação – Especificações 122. NM 170:2010 -Canalizações eléctricas – cabos com isolamento
106. NM 266:2010 -Armários – Especificações com bainha de policloreto de vinilo, do tipo 05VH2-U (VVD).
características gerais
CTNSeec - Comissão Técnica de Normalização Sectorial
(engenharia electrónica, electrónica e comunicações) 123. NM 171:2010- Canalizações eléctricas cabos blindados
com isolamento e bainha de policloreto de Vinilo, do tipo VHV.
107. NM 213:2010- Motores eléctricos: Potências nominais Características gerais e ensaio
108. NM 218:2010- Efeito do desequilíbrio das tensões sobre as 124. NM NP HD 361:2010- Sistema de designação de cabos.
características de funcionamento dos motores assíncronos trifásicos
125. NM 176:2010- Classificação da madeira serrada
de gaiola
126. NM 177: 2010- Condutores isolados e cabos; fio de cobre para
109. NM 214:2010- Instalações eléctricas de baixa tensão Parte 3:
condutores eléctricos - Características gerais e ensaios
Princípios gerais e determinação das características
127. NM 243:2010 -Arancador para lâmpadas fluorescentes tubulares
110. NM 215:2010 - Aparelhos de iluminação – Designação das
ampolas utilizadas em lâmpadas de incandescência - especificação
111. NM 216: 2010- Aparelhos eléctricos de baixa tensão – linhas de 128. NM IEC 60921:2010 -Balastro para lâmpadas tubulares
fuga e distâncias no ar, Definições e regras de medição fluorescentes – Requisitos de desempenho
112. NM 217:2010 - Aparelhagem de Baixa Tensão, aparelhagem 129. NM NP EN 60898-2:2010-Disjuntores para protecção contra
para instalações eléctricas fixas, domésticas e análogas – folhas de sobreintensidades para instalações domésticas e análogas.
normalização para um sistema modular 130. NM 258:2010 -Microscópio binocular – Especificações
113. NM 229:2010- Aparelhos electrodomésticos e análogos, 131. NM 259:2010 -Hemoglobinómetro - Especificações
Segurança, Parte 1: Regras gerais 132. NM 260:2010-Centrífuga de 12 tubos – Especificações
114. NM 253:2010- Luzes de travões – Especificações 133. NM261: 2010 -Incubadora - Especificações
115. NM 227:2010 -Aparelhos eléctricos de baixa tensão – linhas de INNOQ – Instituto Nacional de Normalização e Qualidade, vinte de
fuga e distâncias no ar, regras de cálculo Abril de dois mil e doze. — O Director, Alfredo Filipe Sitoe.

ANÚNCIOS JUDICIAIS E OUTROS

Proitwork e Imagem, vinte de Abril de dois mil e dez, residente ARTIGO TERCEIRO
na cidade de Maputo, Avenida Salvador
Limitada Allende número trezentos e sessenta e seis,
Objecto

Certifico, para efeitos de publicação, que no oitavo Andar, flat dezasseis. A sociedade tem por objecto:
dia vinte e cinco de Abril de dois mil e doze, a) Actividade na área da informática;
ARTIGO PRIMEIRO
foi matriculada na Conservatória do Registo b) Prestação de Serviços na Área da
de Entidades Legais, sob NUEL 1002861 uma Denominação e sede Informática;
sociedade denominada, Proitwork e Imagem, c) Actividade Fotográfica;
Um) A sociedade adopta a denominação
Limitada.
Proitwork e Imagem, Limitada, com sede na d) Produção de Material Gráfico;
É celebrado o presente contrato de sociedade, cidade de Maputo, Avenida Felipe Samuel e) Formação profissional;
nos termos do artigo noventa do Código Magaia número mil e oitenta e cinco, terceiro f) Representação corporativa e de
Comercial, entre: andar, Flat quatro. marcas;
Ivan Mateus Gonçalves, solteiro, natural de Dois) A assembleia geral, por deliberação, g) Actividades afins que não sejam
Maputo, de nacionalidade Moçambicana, pode deslocar a sede da sociedade dentro
proibidas por lei.
portador do Bilhete de Identidade n.º do território nacional, e bem assim criar
110100151448B, emitido aos quinze de sucursais, filiais, agências ou outras formas ARTIGO QUARTO
Abril de dois mil e dez, residente na cidade locais de representação, no território nacional
de Maputo, Avenida Felipe Samuel Magaia, ou estrangeiro. Capital social
número mil e oitenta e cinco, terceiro Andar,
ARTIGO SEGUNDO O capital social, totalmente realizado em
Flat quatro; e
dinheiro, é de trinta mil meticais, correspondente
Vânia das Dores Maconi Caute, solteira, Duração
à soma das seguintes quotas: uma de vinte mil
natural de Lichinga, de nacionalidade
A sua duração será por tempo indeterminado meticais, pertencente ao sócio Ivan Mateus
Moçambicana, portadora do Bilhete de
contando o seu início a partir da data da sua Gonçalves; outra de dez mil meticais, pertencente
Identidade n.º 110100158776F, emitido aos
constituição. a sócia Vânia das Dores Maconi Caute.
448 — (128) III SÉRIE — NÚMERO 18

ARTIGO QUINTO Dois) A contrapartida da amortização da comunicação social e por interacção


Administração
quota, nos casos previstos nas alíneas b), c) e d) entre os membros da classe e
do número anterior, se a lei não dispuser de outro com outros profissionais da área
Um) A gerência será nomeada em Assembleia modo, será igual ao valor da quota segundo o jornalística, os poderes públicos e
Geral a convocar para o efeito, que, igualmente, último balanço legalmente aprovado. privados estabelecidos, bem como
deliberará sobre a remuneração dos gerentes. a sociedade civil em geral, em torno
Dois) A sociedade poderá nomear ARTIGO DÉCIMO de matérias de interesse geral;
mandatários ou procuradores da mesma para Início de actividade c) O estímulo e a promoção de
a prática de determinados actos ou categorias actividades destinadas à defesa e
de actos, atribuindo tais poderes através de A sociedade poderá entrar imediatamente em
ao fortalecimento sistemático de
procuração. actividade, ficando, desde já, qualquer um dos
um ambiente político e legal de
Três) A sociedade obriga-se com a assinatura gerentes autorizado a efectuar o levantamento
abertura e tolerância democráticas,
de dois gerentes. do capital social para fazer face às despesas de
através da defesa da liberdade de
Quatro) A gerência não poderá obrigar constituição.
imprensa, da liberdade de expressão
a sociedade em letras de favor, finanças, Maputo, vinte e sete de Abril de dois mil e e do direito de acesso à informação
abonações, nem em quaisquer actos semelhantes doze. – O técnico, Ilegível. por parte dos cidadãos;
ou estranhos aos negócios sociais. d) A promoção e encorajamento de acções
de formação profissional contínua e
ARTIGO SEXTO
de elevada qualidade dos editores
Divisão e cessão de quotas
Associação Fórum Nacional
executivos, directores editoriais,
de Editores – EDITMOZ chefes de redacção e outros
A cessão e divisão de quotas, no todo ou em
profissionais da área jornalística, a
parte, a estranhos, depende do consentimento da CAPÍTULO I
fim de responderem adequadamente
sociedade, gozando os sócios em primeiro lugar
Da denominação, natureza, sede, às constantes e crescentes exigências
e a sociedade em segundo lugar, do direito de
duração e objecto de um jornalismo de qualidade e
preferência.
credibilidade pública.
ARTIGO PRIMEIRO
ARTIGO SÉTIMO
(Denominação e natureza) CAPÍTULO II
Participações
A Associação Fórum Nacional de Editores, Dos membros
Mediante prévia deliberação dos sócios, adiante designada por EDITMOZ, é uma
fica permitida a participação da sociedade em ARTIGO QUARTO
pessoa colectiva de direito privado, sem fins
agrupamentos complementares de empresas, lucrativos, de carácter humanitário, dotada Podem ser membros do EDITMOZ os
bem como em sociedades com objectivo de personalidade jurídica e de autonomia editores executivos, os directores editoriais,
diferente, ou reguladas por lei especial, e, administrativa, financeira e patrimonial e regida os chefes da redacção e outros jornalistas de
inclusivamente, como sócia de responsabilidade pelos presentes estatutos e demais legislação carreira com posições de senioridade na gestão
limitada. aplicável. dos conteúdos informativos dos respectivos
órgãos de informação, incluindo a planificação,
ARTIGO OITAVO ARTIGO SEGUNDO produção, edição, divulgação e apresentação de
Prestações suplementares conteúdos jornalistico-informativos.
(Sede e duração)
Os sócios podem deliberar que lhes sejam Um) O EDITMOZ tem âmbito nacional, ARTIGO QUINTO
exigidas prestações suplementares no montante com a sua sede na cidade de Maputo, podendo,
global a determinar. (Categorias dos membro)
por deliberação do Conselho Directivo, criar
formas adequadas de representação social As categorias dos membros do EDITMOZ
ARTIGO NONO
nas diversas províncias do País, sempre que são as seguintes:
Amortização tal seja considerado necessário para melhor a) Membros Fundadores – São todos
Um) A sociedade, por deliberação da desenvolvimento das suas actividades. aqueles que tenham colaborado
assembleia geral, a realizar no prazo de noventa Dois) O EDITMOZ é constituído por tempo na criação da associação e ou
dias, contados do conhecimento do respectivo indeterminado. que se achem inscritos `a data da
facto, poderá amortizar qualquer quota, nos realização da Assembleia Geral
ARTIGO TERCEIRO
casos seguntes: Constituinte;
(Objecto) b) Membros efectivos – São aqueles que,
a) Por acordo de sócios;
b) Por penhora, arresto ou qualquer outro O EDITMOZ tem por objectivo: obedecendo às características de
acto que implique a arrematação ou a) A promoção do diálogo, da interacção membro definidas anteriormente,
a adjudicação de qualquer quota; e concertação entre os editores venham a ser admitidos mediante
c) Por partilha judicial ou extrajudicial executivos, directores editoriais o cumprimento das formalidades
de quota, na parte em que não foi e demais jornalistas seniores da fixadas nos Estatutos;
adjudicado ao seu titular; comunicação social moçambicana, c) Membros honorários – São eleitos
d) Por infracção do sócio em outorgar a em defesa de um jornalismo plural, entre pessoas individuais ou
escritura de cedência da sua quota, de altos padrões profissionais, colectivas, em Assembleia Geral do
depois de os sócios ou a sociedade éticos e deontológicos; EDITMOZ, em reconhecimento do
terem declarado preferir na cessão, b) A promoção da criação e sedimentação seu papel particularmente notável
de harmonia com o disposto do de uma opinião pública informada e na defesa e promoção dos objectivos
artigo décimo deste contrato. interventora, através dos órgãos de da associação;
7 DE MAIO DE 2012 448 — (129)

A qualidade de membro do EDITMOZ estatutários, quando tenham as suas quotas em c) A inobservância das deliberações
é pessoal e intransmissível podendo, dia e não estejam a cumprir sanção por infracção dos órgãos sociais do EDITMOZ,
no entanto, qualquer membro, em aos estatutos da organização. nomeadamente da Assembleia
caso de ausência ou impedimento Geral.
temporário, fazer-se representar ARTIGO OITAVO Dois) A exclusão prevista no número
por outro membro em assembleia (Deveres dos membros) anterior será decidida em Assembleia Geral
geral, mediante declaração escrita e por uma maioria de pelo menos dois terços dos
Constituem deveres dos membros:
endereçada ao respectivo presidente membros do EDITMOZ.
a) Pagar a quota de membro até ao último
da mesa;
dia de Março de cada ano; CAPÍTULO III
e) A procuração só dá direito a representar
b) Exercer com dedicação os cargos para
uma pessoa, estando vedada a Dos órgãos do editmoz
que forem eleitos;
possibilidade de alguém representar
c) Observar o cumprimento dos estatutos ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO
mais do que um membro.
e das decisões dos órgãos do
(Órgãos sociais)
ARTIGO SEXTO EDITMOZ;
d) Fornecer informações gerais sobre Os órgãos sociais do EDITMOZ são:
(Admissão de membros efectivos)
planos, actividades, orçamentos a) Assembleia Geral;
Um) A admissão de membro efectua-se e financiamentos que sejam do b) Conselho Directivo;
mediante pedido formal ao Conselho Directivo, interesse da associação, quando d) Conselho Fiscal.
preenchendo o devido formulário junto da isso lhe for solicitado pelos órgãos
Secretaria do EDITMOZ. competentes da mesma. ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO
Dois) No acto de admissão o membro deverá
ARTIGO NONO (Mandato)
realizar cem por cento da jóia.
Três) A admissão do membro só poderá (Suspensão) Um) Os membros dos órgãos sociais do
ter lugar depois de observados os requisitos e EDITMOZ serão eleitos por mandatos de dois
Um) Constituem motivos de suspensão da anos, podendo ser reeleitos uma única vez.
termos estabelecidos nos presentes estatutos e
qualidade de membro do EDITMOZ: Doios) Os membros dos órgãos sociais
regulamentos pertinentes.
a) O não pagamento, sem motivo não poderão ocupar mais do que um cargo
ARTIGO SÉTIMO justificativo, das quotas de membro, simultaneamente.
(Direitos dos membros) por um período igual ou superior a Três) Verificando-se a substituição de algum
um ano; dos titulares dos órgãos referidos no artigo
Um) Constituem direitos dos membros: b) A alteração, com consequências nos anterior, o substituto eleito desempenhará as
a) Participar de todas as actividades conteúdos da informação veiculada, suas funções até ao final do mandato do membro
promovidas pelo EDITMOZ ou em do estatuto editorial do respectivo substituído.
que a organização esteja envolvida órgão de informação, com ofensa
e partilhar os seus resultados; grave aos princípios ético- ARTIGO DÉCIMO QUARTO
b) Exercer o poder de voto; profissionais da organização, à Lei (Assembleia Geral)
c) Eleger e ser eleito para os órgãos do de Imprensa e demais legislação
EDITMOZ; aplicável. Um) A Assembleia Geral é o órgão máximo
d) Fazer propostas ao Conselho Directivo do EDITMOZ e dela fazem parte todos os
e à Assembleia Geral sobre ARTIGO DÉCIMO membros da Associação em pleno gozo dos
qualquer matéria relevante à vida seus direitos.
(Exoneração de membros)
da organização; Dois) As deliberações da Assembleia Geral,
Um) O membro efectivo que pretenda quando tomadas em conformidade com a Lei
e) Examinar os livros e contas de gestão,
exonerar-se dessa qualidade deverá comunicá- e os estatutos, são obrigatórias para todos os
dirigindo, para o efeito, uma
lo por escrito à assembleia geral, com pré-aviso membros.
solicitação prévia ao Conselho
de trinta dias e desde que tenha previamente
Directivo ; liquidado qualquer dívida contraída com o ARTIGO DÉCIMO QUINTO
f) Receber dos órgãos do EDITMOZ EDITMOZ durante o período em que tenha sido (Convocatória e funcionamento)
informações e esclarecimentos membro da organização.
sobre a actividade da organização; Dois) Sem limitação do direito de exoneração, Um) A Assembleia Geral é convocada
g) Fazer recurso à Assembleia Geral ou a Assembleia Geral poderá estabelecer outras pelo Presidente da Mesa por meio de anúncio
ao Conselho Fiscal, de deliberações regras e condições para o seu exercício. nos órgãos de comunicação social e também
e esclarecimentos que considere por carta, com pelo menos quinze dias de
contrários aos Estatutos e ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO antecedência em relação à data designada para
Regulamentos do EDITMOZ; (Exclusão de membros) a sua realização e donde consta a ordem de
h) Requerer a convocação da Assembleia trabalho, o dia, a hora e o local do evento.
Um) Constituem causas de exclusão por
Geral extraordinária do EDITMOZ Dois) A Assembleia Geral poderá ser
iniciativa do Conselho Directivo, devidamente
nos termos estatutários. convocada a pedido do Conselho Directivo, do
fundamentada, de qualquer membro:
Dois) Para os fins das alíneas c) e h) do Conselho Fiscal ou por um mínimo de um terço
a) A falta de comparência às reuniões
número anterior, só é admissível a acção de dos seus membros.
para que for convidado a participar
membros em pleno gozo dos seus direitos Três) A Assembleia Geral considera-se
por um período igual ou superior a
estatutários. legalmente constituída quando se encontrem
dois anos;
Três) Considera-se que os membros se presentes ou representados pelo menos metade
b) A prática de actos que provoquem dano
encontram em pleno gozo dos seus direitos dos seus membros.
moral ou material ao EDITMOZ;
448 — (130) III SÉRIE — NÚMERO 18

Quatro) Em caso de a Assembleia Geral não Dois) Em cada sessão da Assembleia Geral h) Estabelecer acordos de cooperação
puder reunir e deliberar validamente por falta de será lavrada uma acta a qual se considera válida e parceria com organizações
quórum, a mesma reunir-se-á uma hora depois e eficaz após a assinatura dos membros que públicas ou privadas, nacionais ou
da hora marcada, com o mínimo de um terço constituem a Mesa. estrangeiras, de diferentes áreas e
dos seus membros. especialidade;
Cinco) Numa segunda convocatória, a ARTIGO VIGÉSIMO i) Assumir papeis de representação,
Assembleia Geral reunir-se-á à hora marcada, (Conselho directivo)
nomeadamente através da assinatura
com qualquer número de membros presentes. de contratos, escrituras; responder
Um) O Conselho Directivo é o órgão em juízo e ou em outras instâncias
ARTIGO DÉCIMO SEXTO executivo do EDITMOZ. públicas ou privadas, por actos do
Dois) O Conselho Directivo é dirigido por EDITMOZ;
(Periodicidade)
um Presidente e um Vice-Presidente, sendo j) Credenciar membros do EDITMOZ e
A Assembleia Geral reúne-se ordinariamente ainda integrado por um Tesoureiro, um Vogal do Secretariado para representarem
uma vez por ano, e extraordinariamente a pedido e um Secretário, eleitos entre os membros do a organização em actos específicos,
do Conselho Directivo, do Conselho Fiscal órgão. activa e passivamente, em juízo ou
ou de pelo menos um terço dos membros do Três) O Conselho Directivo é composto de fora dele, podendo os mandatos
EDITMOZ. cinco membros, e elege autonomamente os seus ser gerais ou específicos e a todo
órgãos internos, tal como previstos no número o tempo revogáveis, devendo tais
ARTIGO DÉCIMO SÉTIMO dois do presente artigo. deliberações ser lavradas em acta.
k) Aprovar o regulamento interno do
(Mesa)
ARTIGO VIGÉSIMO PRIMEIRO EDITMOZ.
Um) A Assembleia Geral tem uma
(Competência) ARTIGO VIGÉSIMO TERCEIRO
mesa constituída por um presidente, um
vice-presidente e um Secretário, eleitos em Um) Compete ao Conselho Directivo (Secretariado)
Assembleia Geral por proposta do Conselho administrar e gerir todas as actividades e
A composição do secretariado é aquela
Directivo, em cada sessão ordinária. interesses da organização, bem como a sua
que corresponder, em cada momento, ao
Dois) O Presidente da Mesa dirigirá os representação nos actos tendentes `a realização
desenvolvimento e exigências das actividades
trabalhos da Assembleia Geral, podendo, em dos seus objectivos e fins.
do EDITMOZ, e por deliberação do
caso de impedimento, ser substituído pelo Dois) O Conselho Directivo reúne-
Conselho Directivo. A sua estrutura-base
Vice-Presidente. -se ordinariamente uma vez por mês e
integra um/ Coordenador/a; um/a Oficial de
extraordinariamente sempre que for convocado
Formação e Comunicação e um/a Assistente
ARTIGO DÉCIMO OITAVO pelo seu presidente ou por um minimo de três
Administrativo/a.
dos seus membros.
(Competência) Três) As deliberações do Conselho Directivo ARTIGO VIGÉSIMO QUARTO
Um) Compete à Assembleia Geral: são tomadas por maioria absoluta dos membros
(Competência)
presentes, tendo o presidente voto de qualidade
a) Deliberar sobre alterações aos
em caso de empate nas deliberações. Compete ao secretariado:
Estatutos;
b) Eleger e destituir os membros do a) Apoiar o Conselho Directivo no sentido
ARTIGO VIGÉSIMO SEGUNDO
de assegurar a implementação das
Conselho Directivo e do Conselho
(Funções) actividades relativas aos Planos
Fiscal;
Anuais do EDITMOZ tal como
c) Apreciar e votar o relatório e contas Um) No âmbito das suas competências, o
aprovados pela Assembleia Geral;
do Conselho Directivo, bem como Conselho Directivo tem as seguintes funções:
b) Garantir uma efectiva planificação e
o plano de actividades e orçamento a) Zelar pelo cumprimento das execução das actividades correntes
para o ano seguinte; disposições legais, estatutárias e do EDITMOZ, nomeadamente nas
d) Decidir sobre as questões que, em das deliberações da Assembleia seguintes áreas prioritárias:
recurso, lhe forem apresentadas Geral; (i) Pesquisa, documentação e
pelos membros; b) Superintender todos os actos comunicação;
e) Deliberar sobre a exclusão de administrativos e demais realizações (ii) Formação;
membros; do EDITMOZ; (iii) Desenvolvimento institucional;
f) Dissolver a Associação. c) Definir os “Termos de Referência”, (iv) Sustentabilidade financeira.
salários e quadro de pessoal do c) Garantir um sistema eficiente de
ARTIGO DÉCIMO NONO Secretariado da Associação; comunicação entre os membros
d) Elaborar e submeter à Assembleia do EDITMOZ relativamente a
(Quórum deliberativo e actas)
Geral o relatório e contas anuais actividades internas e externas
Um) As deliberações da Assembleia Geral do seu mandato, bem como o Plano relevantes;
serão tomadas por maioria absoluta de votos dos de Actividades e Orçamento para o d) Garantir uma gestão eficiente e
membros presentes e em gozo dos seus direitos ano seguinte; transparente dos escritórios e
estatutários, excepto nos casos em que a lei e) Solicitar a assistência do Conselho património do EDITMOZ.
exige uma maioria qualificada de três quartos Fiscal em matéria de competência
de votos dos membros, designadamente: ARTIGO VIGÉSIMO QUINTO
deste órgão;
a) Alteração dos estatutos; f) Aprovar a admissão de novos (Conselho Fiscal)
b) Destituição dos membros dos órgãos membros; Um) O Conselho Fiscal é o órgão que
do EDITMOZ; g) Suspender a qualidade de membro e fiscaliza todas as actividades inerentes à
c) Exclusão de membro do EDITMOZ. dar parecer sobre a sua exclusão; Associação.
7 DE MAIO DE 2012 448 — (131)

O Conselho Fiscal é integrado por três Assembleia Geral, organizações não membros Pena Beete, casado, natural da Beira, portador
membros, nomeadamente um presidente, um do fórum, mas com ele aproximadas por do Bilhete de Identidade n.º 110103994446C,
vice-presidente e um relator. complementaridade das respectivas missões emitido em vinte e quatro de Maio de dois mil
e mandatos ou pelo seu apoio reiterado à e dez;
ARTIGO VIGÉSIMO SEXTO Associação. Os observadores serão acolhidos Sendo o actual sócio da sociedade comercial
(Competência) em tais reuniões mediante convite nesse sentido denominada PEMAR, Limitada, constituída
a eles formulado. por escritura lavrada no dia catorze de Maio de
Compete ao Conselho Fiscal: dois mil e dez, exarada a folhas sessenta e sete
CAPÍTULO VI
a) Zelar pelo cumprimento dos estatutos, e seguintes do livro de notas para escrituras
Regulamento Interno e Legislação Da dissolução e liquidação diversas número duzentos e setenta e seis, e
aplicável; alterada por escritura de onze de Novembro
ARTIGO TRIGÉSIMO PRIMEIRO
b) Fiscalizar as actividades do EDITMOZ, de dois mil e onze, lavrada de folhas cento e
nomeadamente as decisões (Modo) trinta à cento e trinta e seis, do livro de notas
emanadas da Assembleia Geral; pata escrituras públicas diversas número
O EDITMOZ dissolve-se:
c) Examinar a escrita e a documentação a) Por deliberação da Assembleia duzentos e noventa e oito, desta Conservatória
do EDITMOZ sempre que julgar Geral; de Chimoio:
conveniente; b) Nos demais casos expressamente Pelo referido acto e por deliberação dos
d) Controlar regularmente a conservação previstos na lei. sócios reunidos em assembleia geral em cinco
do património do EDITMOZ; de Abril de dois mil e doze, o sócio Pedro
e) Emitir parecer sobre o relatório anual ARTIGO TRIGÉSIMO SEGUNDO António Armando Paulino, dividiu a sua quota
do Conselho Directivo do exercício em três, sendo uma correspondente a cinquenta
(Liquidação e destino do património)
das suas funções , bem como o porcento do capital social, que ficou para si e
plano de actividades e orçamento Um) Dissolvido o EDITMOZ, compete duas vinte e cinco porcento cada uma, cedeu-as
para o ano seguinte. à Assembleia Geral nomear liquidatários aos senhores Felício Pedro Zacarias e Nelson
f) Seguir de perto o trabalho que possa para apurar os activos e passivos e preparar a Hanry de Pena Beete, passando estes a serem
vir a ser desenvolvido durante proposta para a resolução destes. sócios da sociedade.
processos de auditoria. Dois) Sem prejuízo do que vem disposto na Passando ao ponto dois o presente decidiu
lei, o património liquido será atribuído a quem em alterar o artigo quarto do pacto social,
ARTIGO VIGÉSIMO SÉTIMO e pela forma que for deliberada pela Assembleia passando a ter o seguinte teor.
Geral.
(Periodicidade)
ARTIGO QUARTO
O Conselho Fiscal reune-se obrigatoriamente ARTIGO TRIGÉSIMO TERCEIRO
(Capital social e distribuição de
duas vezes por ano e sempre que necessário, (Casos omissos) quotas)
assim como quando convocado pelo Conselho
Directivo. A emergência de casos omissos nos presentes Um) O capital social é de duzentos
estatutos será analisada e dirimida nos termos e cinquenta mil meticais, encontra-se
CAPÍTULO IV da legislação geral relevante. integralmente realizado e corresponde
Do património e fundos Vila da Namaacha, vinte e quatro de à soma de três quotas, distribuídas da
Novembro de dois mil e doze. seguinte forma:
ARTIGO VIGÉSIM OITAVO a) Uma quota no valor de cento e
(Património) vinte e cinco mil meticais,
Pemar, Limitada correspondente à cinquenta
Constituem património do EDITMOZ todos porcento do capital do capital
os bens móveis e imóveis gerados internamente Certifico, para efeitos de publicação que
pertencente ao sócio Pedro
ou adquiridos com fundos próprios, atribuídos Boletim da República por escritura lavrada no dia
António Armando Paulino;
por entidades públicas, privadas e cívicas, seis de Abril de dois mil e doze, exarada a folhas b) Duas quotas correspondentes
nacionais ou estrangeiras. quarenta e sete e seguintes do livro de notas a vinte e cinco porcento do
número trezentos e quatro da Conservatória dos capital social, cada uma com
ARTIGO VIGÉSIMO NONO Registos e Notariado de Chimoio, a meu cargo, valores de valores de sessenta e
(Fundos) Conservador, Armando Marcolino Chihale, dois mil e quinhentos meticais
Licenciado em Direito, técnico superior dos cada, pertencentes aos sócios
Um) Os fundos do EDITMOZ têm como
registos e notariado N1, em pleno exercício de Felício Pedro Zacarias e
base as quotas e contribuições dos membros;
funções notariais, compareceu que o senhor Nelson Hanry de Pene Beete,
contribuições de doadores, bem como outras
Pedro António Armando Paulino, solteiro, respectivamente.
receitas que resultem de actividade legalmente
maior, natural de Manica, portador do Bilhete Dois) Só será admitida a entrada de novos
permitida.
Dois) A gestão dos fundos do EDITMOZ de Identidade n.º 60076853N, emitido pela sócios mediante a deliberação da assembleia
compete ao Conselho Directivo. Direção de Identificação Civil de Maputo, geral;
aos vinte e um de Outubro de dois mil e oito, Três) O capital social poderá ser aumentado
CAPÍTULO V residente na cidade de Chimoio, bairro dois, ou diminuído, de acordo as necessidades,
outorgando em seu nome pessoal, bem assim mediante a deliberação da assembleia geral.
Dos observadores em representação de Felício Pedro Zacarias, Em tudo mais não alterado pela presente
ARTIGO TRIGÉSIMO casado, de nacionalidade moçambicana, natural escritura pública continuam em vigor as
de Manica, portador do Bilhete de Identidade n.º disposições do pacto social anterior;
(Definição)
110100000053C emitido em Maputo, em vinte Está conforme,
Podem ser observadores de reuniões de e nove de Outubro de dois mil e nove, residente Chimoio, seis de Abril de dois mil
órgãos do EDITMOZ, nomeadamente da na cidade de Maputo, e de Nelson Hanry de e doze. — O Conservador, Ilegível.
448 — (132) III SÉRIE — NÚMERO 18

Aquacquel, Limitada ARTIGO QUARTO ARTIGO SÉTIMO


Cessão de quotas Direitos dos herdeiros
Certifico, que para efeitos de publicação, que
no dia vinte e nove de Setembro de dois mil e Um) A cessão de quotas é livre quando Um) No caso de falecimento de um dos
onze, foi matriculada nesta Conservatória do realizada entre sócios. sócios, aos legítimos herdeiros, devidamente
Registo das Entidades Legais sob n.º 100244667, Dois) A cessão de quotas á terceiros depende comprovados, cabe-lhes imediatamente o
uma sociedade denominada AQUACQUEL, sempre da aprovação da sociedade, gozando os direito de usufluir de todas as prerrogativas que
Limitada - Aquacultura de Camarão de sócios do direito de preferência. na sociedade pertenciam ao referido sócio.
Quelimane, Limitada”, com sede no Distrito de Dois) Para materialização do direito
Namarroi, província da Zambézia,. ARTIGO QUINTO consignado no número antecedente, são
Deliberações de cedência dispensadas demais formalidades, prevalecendo
ARTIGO PRIMEIRO unicamente a alteração dos estatutos para efeitos
Um) A sociedade poderá deliberar a
Denominação da inclusão dos novos sócios.
amortização das quotas nos seguintes casos:
Três) A quota que pertencia ao sócio falecido
Um) Aquacultura de Camarão de Quelimane a) Cedência de quota à estranhos a será equitativa percentualmente repartida entre
– AQUACQUEL, Limitada, é uma sociedade sociedade sem prévio consentimento os herdeiros.
de agro-negócio por quotas de responsabilidade desta ou sem ter a oportunidade de Quatro) No caso de serem vários herdeiros,
limitada, criada por tempo indeterminado, exercer o direito de preferência
e no caso de o sócio não ter indicado alguém,
preconizado no número dois do
sedeada no distrito de Quelimane, posto poderão estes designar dentre os mesmos um
artigo sétimo do estatuto;
Administrativo de Quelimane – Bairro de que os representará na sociedade e que terá todos
b) Quando o sócio violar reiteradamente
Inhangome. direitos iguais aos dos restantes sócios.
os seus deveres sociais ou adopte
Dois) A sociedade poderá, mediante simples comportamento desleal que,
deliberação da assembleia geral, transferir ARTIGO OITAVO
pela sua gravidade ou reiteração
a respectiva sede para qualquer outro local seja seriamente perturbador ao Reuniões, deliberações e actas
dentro do território nacional, provisória ou funcionamento da sociedade, Um) No primeiro trimestre de cada ano, a
definitivamente, assim como criar surcursais, ou susceptível de causar graves
Assembleia-geral reunirá ordinariamente, a
filiais, agências ou qualquer outra forma de prejuizos;
fim de proceder a verificação das contas do
representação, onde e quando for julgado c) Quando o sócio violar qualquer das
exercício anterior.
conveniente para a prossecução dos interesses obrigações que derivam do pacto
Dois) As assembleias gerais ordinárias terão
social, da lei ou de deliberação
sociais. obrigatoriamente que ser realizadas na sede da
social validamente proferida em
assembleia geral. sociedade ou, em casos excepcionais, numa das
ARTIGO SEGUNDO
surcursais ou filiais, desde que para efeito tenha
Dois) Se outra coisa não for deliberada em
Objecto sido previamente indicado.
assembleia geral, a contra partida da amortização
A sociedade tem por objectivo cultivar e será correspondente ao valor nominal da quota Três) As assembleias gerais extraordinárias
comercializar camarão criado em tanques de amortizada se, contabilisticamente, não lhe terão lugar em qualquer ocasião e em qualquer
aquacultura. corresponder valor inferior que, em tal caso local, sempre que for considerado necessário,
se aplica. dispensando-se para este fim o previsto no
ARTIGO TERCEIRO Três) Amortizada qualquer quota, a número quatro deste artigo.
Capital estatutário mesma passa a figurar no balanço como quota Quatro) Sem prejuízo das formalidades
amortizada, podendo posteriormente os sócios legais de carácter imperativo, as assembleias
O capital social integramente realizado em deliberarem a criação de uma ou várias quotas gerais serão convocadas por carta registada
numerário é de dez mil meticais, dividido em em vez de quota amortizada, destinadas a serem com aviso de recepção/expedição aos sócios,
cinco quotas, distribuído da seguinte forma: alienadas a um ou alguns sócios ou terceiros. com quinze dias de antecedência.
a) Uma quota no valor de dois mil Cinco) Será dispensada a reunião da
ARTIGO SEXTO
meticais, correspondente a vinte por Assembleia-geral, bem como as formalidades
Representação e gerência de sua convocação, quando todos os sócios
cento do capital social pertencente a
sócio Albano Sandes Coriate; Um) A gerência será realizada pela concordarem por escrito na deliberação, em
b) Uma quota no valor de dois mil assembleia geral e a representação da sociedade que dessa forma se delibere, ainda que as
meticais, correspondente a vinte por em juízo e fora dele, será realizada pelo gerente deliberações sejam tomadas fora da sede social,
cento do capital social pertencente e o presidente assembleia geral da dispensada em qualquer ocasião e qualquer que seja o seu
ao sócio Aurélio Pedro Sadiana; de caução, será exercida pelos eleitos pela objecto, excepto tratando-se de modificação do
c) Uma quota no valor de dois mil meticais, assembleia geral. contrato social ou de dissolução da sociedade.
Dois) Os gerentes podem constituir Seis) Nenhuma parte da sociedade pode
correspondente a vinte por cento do
mandatário nos termos previstos na lei, bem participar em reuniões, workshop ou seminário
capital social pertencente a sócio
como nomear procuradores com os poderes em nome da sociedade sem deliberação desta.
Celso de Carvalho Matsinhe; limitados que forem designados e constem do
d) Uma quota de dois mil meticais, Sete) De cada uma das reuniões será lavrada
copetente instrumental e material.
correspondente a vinte por cento acta em livro próprio, a assinar pelos membros
Três) Para obrigar a sociedade, é bastante a
do capital social pertencente a sócio assinatura de qualquer um dos sócios gerentes presentes à reunião, e que conterá um resumo
Cristécio Eduardo Mundulai João; ou um procurador especialmente constituido de tudo o que nela tiver ocorrido, indicando,
e) Uma quota de dois mil meticais, para efeito. designadamente, a data e o local da reunião, os
correspondente a vinte por cento Quatro) Os actos de mero expediente membros presentes, os assuntos apreciados, as
do capital social pertencente a sócio poderão ser assinados por qualquer empregado deliberações tomadas e a forma e resultado das
Miguel Horácio Chele. devidamente autorizado. respectivas votações.
7 DE MAIO DE 2012 448 — (133)

ARTIGO NONO MBT Infra (Mozambique), ARTIGO TERCEIRO


Ano social Limitada Um) A sociedade tem por objecto principal o
Um) O ano social coincide com o ano civil exercício de actividades agrícola, nomeadamente
Certifico, que para efeitos de publicação, o cultivo e processamento de cultura de Seda,
e, dos lucros apurados em cada exercício, que no dia vinte e nove de Março de dois mil
deduzir-se-á em primeiro lugar a percentagem bem como o comércio geral, com importação
e onze, foi matriculada nesta Conservatória e exportação.
legalmente estabelecida para a constituição do sob n.º 100219662 do Registo das Entidades
fundo de reserva legal, enquanto não estiver Dois) A sociedade poderá desenvolver
Legais, uma sociedade comercial por quotas outras actividades de natureza acessória ou
realizado ou sempre que seja necessário. denominada MBT Infra (Mozambique),
Dois) Cumprido o disposto no número complementar da actividade principal, desde
Limitada, com sede no distrito de Gurue que devidamente autorizadas e os sócios assim
antecedente, a parte restante dos lucros terá a província da Zambézia,
aplicação que for determinada pela assembleia o deliberem.
Entre:
geral. ARTIGO QUARTO
ARTIGO DÉCIMO Venkata Ranga Rao Maddala, de vinte e seis
anos de idade, de nacionalidade Indiana, Mediante prévia deliberação dos sócios, é
Composição, deliberação da assembleia
portador do Passaporte E2685487, emitido permitida à sociedade a participação, inclusive
geral
aos dezanove de Julho de dois mil e dois como sócia de responsabilidade limitada,
Um) A assembleia geral será constituída pelo arquivo de identificação de Índia e noutras sociedades ou agrupamentos de
pelos sócios, mais duas individualidades de residente na India, neste acto representado
sociedades, podendo as mesmas ter objecto
reconhecido mérito designadas em harmonia por Maddala Venkata Chander Rao de vinte
pelos sócios. diferente ou ser reguladas por lei especial.
e nove anos de idade portador de Passaporte
Dois) As deliberações da assembleia geral só n.º J1236472 emitido aos sete de Outubro de CAPÍTULO II
terão validade se forem efectuadas na presença dois mil e dez, natural de India residente no
de dois terços dos membros. Guúue, bairro Artes Ofícios na Província Do capital social
Três) Em caso de ausência ou indisponibilidade da Zambézia.
ARTIGO QUINTO
por qualquer motivo que seja, os membros da Venkata Chander Rao Maddala, de vinte
Assembleia-geral podem indicar um procurador e nove anos de idade, de nacionalidade O capital social, integralmente subscrito
para representar lhe nas assembleias ordinárias e Indiana portador de Passaporte n.º J1236472 e realizado em dinheiro, é de cinquenta mil
extraordinárias, desde que a carta seja submetida emitido ao sete de Outubro de dois mil e dez, meticais, e corresponde à soma de duas quotas,
com antecedência reconhecida. residente no Gúrue, bairro Artes Ofícios na distribuídas da seguinte forma:
Quatro) Em casos de ocorrer um empate Província da Zambézia. a) Venkata Chander Rao Maddala, uma
na votação se as circunstâncias obrigarem,
Constituem entre si, uma sociedade comercial quota no valor de vinte e cinco
a deliberação final caberá ao presidente da
por quotas de responsabilidade limitada mil meticais, correspondente a
assembleia geral.
denominada MBT INFRA (Mozambique), cinquenta por cento do capital
ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO Limitada, que se regerá pelos Estatutos social;
seguintes aplicáveis no país. b) Venkata Ranga Rao Maddala, uma
Regime de previdência do pessoal
quota no valor de vinte e cinco
Um) Ao pessoal da Aquacquel é aplicável o CAPÍTULO I
mil meticais, correspondente a
regime geral de segurança social. Da denominação, duração, sede cinquenta por cento do capital
Dois) Ao pessoal ao serviço da Aquacquel e objecto social.
ao abrigo de instrumentos de mobilidade, pode
optar pela manutenção do regime de protecção ARTIGO PRIMEIRO
ARTIGO SEXTO
social da função pública, devendo, nesse caso, A sociedade adopta a denominação MBT
Não serão exigíveis prestações suplementares
Aquacquel comparticipar no financiamento da Infra (Mozambique), Limitada, sob a forma
Caixa Geral de aposentações e nas despesas de de capital, podendo, no entanto, os sócios
de sociedade por quotas de responsabilidade
administração do INSS, nos termos previstos efectuar à sociedade os suprimentos de que ela
limitada, é constituída por tempo indeterminado,
na lei. carecer, nos termos e condições fixados por
reportando a sua existência, para todos os
efeitos legais, à data da escritura de constituição, deliberação da assembleia geral.
ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO
e se regerá pelos presentes estatutos e pelos
ARTIGO SÉTIMO
Dissolução preceitos legais aplicáveis.
Um) É livre a cessão total ou parcial de
A sociedade dissolve-se nos casos previstos ARTIGO SEGUNDO quotas entre os sócios.
na lei ou por deliberação unânime dos sócios.
Um) A sociedade tem a sua sede no Distrito Dois) A divisão e a cessão de quotas a
ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO de Gurué, província da Zambézia, podendo, terceiros, bem como a constituição de quaisquer
por deliberação da assembleia geral, criar ou ónus ou encargos sobre as mesmas, carece
Casos omissos e interpretação
extinguir, no país ou no estrangeiro, sucursais, de autorização prévia da sociedade, dada por
As omissões e dúvidas de interpretação delegações, agências ou qualquer outra forma deliberação da respectiva assembleia geral,
ou aplicação dos presentes Estatutos serão de representação social, sempre que se justifique à qual fica desde já reservado o direito de
resolvidas pela legislação em vigor ou, na a sua existência. preferência na sua aquisição.
falta ou omissão desta, pelo Conselho de Dois) A representação da sociedade no Três) É nula e de nenhum efeito qualquer
Administração. estrangeiro poderá ser confiada, mediante cessão ou alienação de quota feita sem
Quelimane, vinte e quatro de Outubro de dois contrato, a entidades locais, públicas ou observância do disposto nos presentes
mil e onze. – O conservador, Ilegível. privadas, legalmente existentes. estatutos.
448 — (134) III SÉRIE — NÚMERO 18

CAPÍTULO III demais actos tendentes à realização do objecto Entidades Legais, sob NUEL 100286645
social que a lei ou os presentes estatutos não uma sociedade denominada, CSI- Comércio,
Dos órgãos sociais e administração da
reservarem à assembleia geral. Indústrias e Serviços, Limitada.
sociedade
Entre:
SECÇÃO I ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO
Tomás Bernardino, casado, de nacionalidade
Da assembleia geral À sociedade obriga-se pela assinatura moçambicana, residente em Maputo, portador
de qualquer um dos administradores, em do Bilhete de Identidade n.º 110103991512P,
ARTIGO OITAVO todos os actos e contratos, podendo estes, emitido pelo Arquivo de Identificação de
Um) A assembleia geral reunirá em sessão para determinados actos, delegar poderes Maputo, aos cinco de Fevereiro de dois mil
ordinária uma vez por ano, para apreciação, a procurador especialmente constituído, e dez e Hortência Tai Mauele Bernardino,
aprovação ou modificação do balanço e nos precisos termos e limites do respectivo casada, de nacionalidade moçambicana,
contas do exercício, bem como para deliberar mandato. residente em Maputo, portadora do Bilhete
sobre quaisquer outros assuntos constantes de Identidade n.º 110103991516Q, emitido
CAPÍTULO IV pelo Arquivo de Identificação de Maputo,
da respectiva convocatória e, em sessão
aos cinco de Fevereiro de dois mil dez, se
extraordinária, sempre que se mostrar Das contas e aplicação de resultados
celebra o presente contrato de sociedade por
necessário.
ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO quotas de responsabilidade limitada que se
Dois) A assembleia geral considera-se
rege pelos artigos seguintes:
regularmente constituída quando estejam Um) O ano social coincide com o ano
presentes ou devidamente representados todos civil. ARTIGO UM
os sócios, reunindo a totalidade do capital Dois) O balanço e a conta de resultados
Denominação e sede
social. fechar-se-ão com referência a trinta e um de
Dezembro de cada ano e serão submetidos à A sociedade adopta a denominação de CSI-
ARTIGO NONO apreciação da assembleia geral. Comércio, Indústrias e Serviços, Limitada
Um) As deliberações da assembleia geral com sede na cidade de Maputo, podendo por
ARTIGO DÉCIMO QUARTO deliberação da assembleia geral abrir sucursais
são tomadas por maioria simples de votos dos
sócios presentes ou devidamente representados, Um) Dos lucros apurados em cada exercício dentro e fora do país.
excepto nos casos em que a lei ou pelos presentes deduzir-se-á, em primeiro lugar, a percentagem ARTIGO DOIS
estatutos se exija maioria qualificada. legalmente estabelecida para a constituição do
Dois) Requerem maioria qualificada de setenta fundo de reserva legal, enquanto não estiver Duração
e cinco por cento dos votos correspondentes ao realizado nos termos da lei ou sempre que A sua duração é por tempo indeterminado,
capital social as deliberações da assembleia seja necessário reintegrá-lo, e, seguidamente, contando-se o seu início a partir da data da sua
geral que tenham por objecto a divisão e cessão a percentagem das reservas especificamente constituição.
de quotas da sociedade. criadas por decisão da assembleia geral.
Dois) Cumprido o disposto no número ARTIGO TRÊS
ARTIGO DÉCIMO anterior, a parte remanescente dos lucros terá a Objecto
Um) Será dispensada a reunião da assembleia aplicação que for determinada pela assembleia
geral. Um) A sociedade tem por objecto desde que
geral, bem como as formalidades da sua
autorizada nos termos da lei:
convocação, quando todos os sócios concordem
CAPÍTULO V a) Exploração de actividades comerciais,
por escrito na deliberação ou concordem,
industriais, agro-pecuárias e
também por escrito, que dessa forma se delibere, Das disposições gerais
florestais;
ainda que as deliberações sejam tomadas fora
ARTIGO DÉCIMO QUINTO b) Prestação de serviços em diversas
da sede, em qualquer ocasião e qualquer que
áreas, consultoria, auditoria,
seja o seu objecto. Um) A sociedade dissolve-se nos casos e assistência jurídica, emprego e
Dois) Exceptuam-se, relativamente ao termos estabelecidos por lei. formação profissional, cadastro de
disposto no número anterior, as deliberações Dois) Serão liquidatários os administradores terras e agrimensura, facilitação
que importem a modificação do pacto social, a em exercício à data da dissolução, salvo de tramitação de process os
dissolução da sociedade ou a divisão e cessão de deliberação em contrário da assembleia geral. administrativos, fiscais, aduaneiros
quotas, para as quais não poderão dispensar-se e legais, contabilidade, transporte,
as reuniões da assembleia geral. ARTIGO DÉCIMO SEXTO educação e saúde;
Em tudo quanto fica omisso regularão c) Assessoria em diversos ramos, comis-
SECÇÃO II
as disposições do Código Comercial e sões, consignações e representação
Da administração e representação da demais legislação aplicável na República de de marcas.
sociedade
Moçambique. Dois) A sociedade poderá adquirir
participações financeiras em sociedades, ainda
ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO Quelimane, três de Novembro de dois mil e
que tenham objecto social diferente do seu.
onze. — O conservador, Ilegível.
Um) A gestão e administração da sociedade Três) A sociedade poderá exercer quaisquer
fica a cargo de ambos os sócios, os quais outras actividades desde que autorizada nos
ficam desde já investidos na qualidade de termos da legislação em vigor.
administradores.
Csi- Comércio, Indústrias
Dois) Compete aos administradores exercer e Serviços, Limitada ARTIGO QUATRO
os mais amplos poderes, representando a Capital social
Certifico, para efeitos de publicação, que
sociedade em juízo e fora dele, activa ou
no dia vinte de Abril de dois mil e doze, foi O capital social integralmente subscrito e
passivamente, assim como praticar todos os
matriculada na Conservatória do Registo de realizado em dinheiro, é de vinte mil meticais
7 DE MAIO DE 2012 448 — (135)

divididos em duas partes iguais, sendo dez mil ARTIGO DEZ Três) Por simples deliberação da gerência
meticais correspondentes a cinquenta porcento, Casos omissos
podem ser criadas sucursais, agências, delegações
pertencentes ao sócio Tomás Bernardino e ou outras formas locais de representação no
dez mil meticais correspondentes aos outros Os casos omissos serão sanados com recurso território nacional ou no estrangeiro.
cinquenta porcento, pertencentes á sócia á legislação aplicável em vigor no País.
Hortência Tai Mauele Bernardino. Maputo, vinte e sete de Abril de dois mil e ARTIGO SEGUNDO
doze. — O técnico, Ilegível. (Duração)
ARTIGO CINCO
A duração da sociedade é por tempo
Alteração do capital
indeterminado.
O capital social poderá ser alterado por Dragon Electrical Service,
deliberação da assembleia geral. ARTIGO TERCEIRO
Limitada
(Objecto)
ARTIGO SEIS Certifico, para efeitos de publicação, que
Um) A sociedade tem por objecto:
Divisão e cessão de quotas no dia vinte de Abril de dois mil e doze, foi
Prestar serviços de electricidade e
Sem prejuízo das disposições legais matriculada na conservatória do Registo e serralharia
pertinentes e em vigor, a cessão ou alienação Notariado de Entidades Legais, sob NUEL
Dois) Sociedade pode adquirir participações
total ou parcial de quotas deverá ser de consenso 100285657 uma sociedade denominada, Dragon
em sociedades com objecto diferente daquele
entre os sócios, gozando os mesmos do direito Electrical Service, Limitada.
que exerce, ou em sociedades reguladas
de preferência. É celebrado o presente contrato de sociedade por lei especiais, e integrar agrupamentos
nos termos do artigo noventa do Código complementares de empresas.
ARTIGO SETE
Comercial, entre:
Gerência
ARTIGO QUARTO
Primeiro: Alfredo Samuel Uamusse,
(Capital social)
Um) A administração e gestão da sociedade solteiro, maior, natural de Maputo, residente
e sua representação em juízo e fora dele, activa em Maputo, Bairro do Luís Cabral casa O capital social, integralmente realizado e
e passivamente ficam desde já acometidas ao número dezoito quarteirão vinte e um, cidade subscrito em dinheiro, totaliza o montante de
de Maputo, portador do Bilhete de Identidade Duzentos mil meticais encontrando-se dividido
sócio Tomás Bernardino que é nomeado gerente
em quatro quotas distribuídas da seguinte
com dispensa de caução, podendo nas mesmas n.º 110101423338J, emitido no dia trinta e um
forma:
condições ser substituído nas suas ausências e de Agosto de dois mil e onze, em Maputo;
a) Uma quota de cinquenta mil meticais
impedimentos pela sócia Hortência Tai Mauele Segundo: Eben Fernandes Monjane, solteiro,
equivalente a vinte e cinco porcento
Bernardino. maior, natural de Maputo, residente em, bairro
do capital pertencente ao senhor
Dois) Os gerentes têm plenos poderes para do Aeroporto, Rua principal casa número Eben Fernandes Monjane;
nomear mandatários, conferindo-lhes quando cento e setenta e quatro, cidade de Maputo, b) Uma quota de cinquenta mil meticais
necessário, poderes de representação. portador do Passaporte n.º AE 069729, emitido equivalente a vinte e cinco
Três) A sociedade obriga-se pela assinatura no dia doze de Marco de dois mil e nove, em porcento do capital pertencente a
Maputo; senhora Maria Frederica Xavier
do sócio que detém a gerência da sociedade de
Terceiro: Maria Frederica Xavier Fernandes, Fernandes;
harmonia com o disposto no número um do c) Uma quota de cinquenta mil meticais
solteira, maior, natural de Zumbo, residente
presente artigo. equivalente a vinte e cinco porcento
em Maputo, bairro do Alto Maé, cidade de
ARTIGO OITO do capital pertencente ao senhor
Maputo, portador do Bilhete de Identidade
Raju Selemane;
Assembleia geral
n.º 110500174469J, emitido no dia vinte e dois d) Uma quota de cinquenta mil meticais
de Abril de dois mil e dez, em Maputo; equivalente a vinte e cinco porcento
Um) A assembleia geral reúne-se ordinaria- Quarto: Raju Selemane, solteiro, maior, do capital pertencente ao senhor
mente uma vez por ano para apreciação e natural de Maputo, residente em Maputo, bairro Alfredo Samuel Uamusse.
aprovação do balanço e contas do exercício do Chamanculo C, casa número trinta e cinco
ARTIGO QUINTO
findo, repartição de lucros e perdas, planificar quarteirão doze, cidade de Maputo, portador
(Divisão, cessão e oneração de quotas)
e programar as actividades do exercício do Passaporte número MP007304, emitido no
seguinte. dia dezanove de janeiro de dois mil e doze, em Um) A divisão e cessão de quotas, bem
Dois) A assembleia geral poderá reunir-se Maputo. como a constituição de quaisquer ónus
ou encargos sobre as mesmas carecem do
extraordinariamente por decisão dos sócios.
ARTIGO PRIMEIRO prévio consentimento da sociedade, dada por
ARTIGO NOVE (Denominação e sede) deliberação da respectiva assembleia geral.
Dois) O sócio que pretenda alienar a sua
Lucros, perdas e dissolução da sociedade Um) A sociedade adopta a denominação de quota informará á sociedade, com o mínimo de
Dragon Electrical Service Limitada, e constitui- trinta dias de antecedência, por carta registada
Um) Dos lucros líquidos apurados serão
se sob a forma de sociedade por quotas de com aviso de recepção, ou outro meio de
deduzidos vinte por cento destinados á reserva
responsabilidade limitada. comunicação que deixe prova escrita, dando a
e os restantes distribuídos equitativamente aos
Dois) A sociedade tem a sua sede na cidade conhecer o projecto de venda e as respectivas
sócios, salvo se houver sua deliberação visando de Maputo, Avenida Emilia Dausse número dois condições contratuais nomeadamente, o preço
afectar os fundos a outros fins. mil e quarenta e sete terceiro andar, podendo e a forma de pagamento.
Dois) A dissolução da sociedade se operará abrir ou fechar sucursais, delegações, agências Três) Na cessão onerosa de quotas a estranhos
nos termos fixados pela lei ou por convenção ou qualquer outra forma de representação terão direito de preferência a sociedade e os
dos sócios. social. sócios, sucessivamente.
448 — (136) III SÉRIE — NÚMERO 18

ARTIGO SEXTO convocação quando todos os sócios concordarem Quatro) A cada quota corresponderá um voto
(Amortização de quotas) por escrito na deliberação ou concordarem que por cada cem meticais de capital respectivo.
por esta forma se delibere, considerando-se
Um) A amortização de quotas só pode ter ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO
válidas, nessas condições, as deliberações
lugar nos casos de exclusão ou exoneração de
tomadas, ainda que realizadas fora da sede (Gerência e representação)
sócio.
Dois) A amortização da quota tem por efeito social em qualquer ocasião e qualquer que seja Um) A administração e gerência da sociedade
a extinção da quota, sem prejuízo, porém, o seu objecto. e sua representação, dispensada de caução
dos direitos já adquiridos e das obrigações já Três) Exceptuam-se as deliberações e com ou sem remuneração conforme vier
vencidas. que importem modificações dos estatutos e a ser deliberado em assembleia geral, fica a
Três) A sociedade não pode amortizar quotas dissolução da sociedade. cargo de quatro sócios gerentes, bastando duas
que não estejam integralmente liberadas, salvo Quatro) A assembleia geral será convocada assinaturas para obrigar a sociedade em todos
no caso de redução do capital. pelo presidente do quadro da gerência, ou os actos e contratos, activa e passivamente, em
Quatro) Se a sociedade tiver o direito de por três membros do quadro da gerência, por juízo e fora dele, tanto na ordem jurídica interna
amortizar a quota pode, em vez disso, adquirí- como internacional, dispondo dos mais amplos
carta registada com aviso de recepção, ou
la ou fazê-la adquirir por sócio ou terceiro. poderes legalmente consentidos.
outro meio de comunicação que deixe prova
No primeiro caso, ficam suspensos todos os Dois) Os sócios gerentes poderão designar
escrita, a todos os sócios da sociedade com a um ou mais mandatários e neles delegar total
direitos e deveres inerentes à quota, enquanto
ela permanecer na titularidade da sociedade. antecedência mínima de trinta dias, dando-se a ou parcialmente, os seus poderes.
conhecer a ordem de trabalhos e a informação Três) Os sócios gerentes, ou seus mandatários
ARTIGO SÉTIMO necessária á tomada de deliberação, quando não poderão obrigar a sociedade em actos e
(Morte ou incapacidade dos sócios) seja esse o caso. contratos que não digam respeito aos negócios
Cinco) Por acordo expresso dos sócios, pode sociais, nomeadamente em letras de favor,
Em caso de morte ou interdição de qualquer fianças, abonações ou outras semelhantes.
ser dispensado o prazo previsto no número
um dos sócios, os herdeiros legalmente
anterior.
constituídos do falecido ou representantes ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO
do interdito, exercerão os referidos direitos ARTIGO DÉCIMO (Balanço e prestação de contas)
e deveres sociais, devendo mandatar um de
entre eles que a todos represente na sociedade (Representação em assembleia geral) Um) O ano social coincide com o ano
enquanto a respectiva quota se mantiver Um) O sócio que for pessoa colectiva far- civil.
indivisa. Dois) O balanço e a conta de resultados
se-á representar na assembleia geral pela pessoa
fecham a trinta e um de Dezembro de cada ano,
ARTIGO OITAVO física para esse efeito designada, mediante
e carecem de aprovação da Assembleia-geral,
simples carta dirigida á gerência e por esta
(Obrigações) a realizar-se até ao dia trinta e um de Março do
recebida até ás dezassete horas do último dia ano seguinte.
Um) A sociedade poderá emitir obrigações, útil anterior á data da sessão.
nominativas ou ao portador, nos termos das Dois) Qualquer dos sócios poderá ainda ARTIGO DÉCIMO QUARTO
disposições legais aplicáveis e nas condições fazer-se representar na assembleia geral por (Resultados)
fixadas pela assembleia geral. outro sócio, mediante comunicação escrita
Um) Dos lucros apurados em cada exercício
Dois) Os títulos representativos das dirigida pela forma e com a antecedência
deduzir-se-á, em primeiro lugar, a percentagem
obrigações emitidas, provisórios ou definitivos, indicadas no número anterior.
legal estabelecida para a constituição do fundo
conterão as assinaturas do presidente do quadro
ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO de reserva legal, enquanto se não encontrar
da gerência e mais um gerente, que podem ser
realizada nos termos da lei, ou sempre que for
apostas por chancela. (Votação)
necessário reintegrá-la.
Três) Por deliberação da gerência, poderá
Um) A assembleia geral considera-se Dois) A parte restante dos lucros será
a sociedade, dentro dos limites legais, adquirir
regularmente constituída para deliberar quando, aplicada nos termos que forem aprovados pela
obrigações próprias e realizar sobre elas as
estejam presentes ou devidamente representados assembleia geral.
operações convenientes aos interesses sociais,
setenta e cinco por cento do capital social.
nomeadamente proceder á sua conversão ou
Dois) As deliberações da assembleia geral ARTIGO DÉCIMO QUINTO
amortização.
serão tomadas por maioria simples dos votos
(Dissolução e liquidação da sociedade)
ARTIGO NONO presentes ou representados.
Três) As deliberações da assembleia geral Um) A sociedade se dissolve nos casos
(Assembleia geral)
que importem a modificação dos estatutos ou expressamente previstos na lei ou por deliberação
Um) A assembleia geral reúne-se a dissolução da sociedade, serão tomadas por unânime dos sócios.
ordinariamente na sede social ou qualquer outro maioria qualificada de setenta e cinco por cento Dois) Declarada a dissolução da sociedade,
local a ser definido pela mesma na sua primeira dos votos do capital social. proceder-se-á à sua liquidação gozando os
reunião, uma vez por ano, para aprovação do Três) Os sócios podem votar com procuração liquidatários, nomeados pela assembleia geral,
Balanço Anual de Contas e do exercício, e, dos outros sócios ausentes, e não serão dos mais amplos poderes para o efeito.
extraordinariamente, quando convocada pela válidos, quanto as deliberações que importem Três) Em caso de dissolução por acordo dos
gerência, sempre que for necessária, para se
modificação do pacto social ou dissolução sócios, todos eles serão os seus liquidatários e
deliberar sobre quaisquer outros assuntos para
da sociedade, a procuração que não contenha a partilha dos bens sociais e valores apurados
que tenha sido convocada.
poderes especiais quanto ao objecto da mesma proceder-se-á conforme deliberação da
Dois) É dispensada a reunião da assembleia
geral e dispensadas as formalidades da sua deliberação. assembleia geral.
7 DE MAIO DE 2012 448 — (137)

ARTIGO DÉCIMO SEXTO outra forma de representação, no território Dois) Os sócios poderão conceder a sociedade
(Disposições finais) nacional ou no estrangeiro, desde que observados os suprimentos de que esta necessite nos termos
todos os condicionalismos legais. e condições a fixar por deliberação do conselho
As omissões aos presentes estatutos serão de administração.
regulados e resolvidas de acordo com o Código CLÁUSULA QUARTA
Comercial e demais legislação aplicável na (Duração)
CLÁUSULA OITAVA
República de Moçambique. (Divisão e cessão de quotas)
Maputo, vinte e cinco de Abril de dois mil A sociedade e constituída por um período
e doze. — O técnico, Ilegível. indeterminado, tendo o seu início a contar da Um) A divisão ou cessão de quotas ou ainda
data da sua constituição. a constituição de quaisquer ónus ou encargos
sobre mesmas, requerem autorização prévia
CLÁUSULA QUINTA da sociedade que será dada por deliberação da
Thula Thula, Limitada assembleia geral mediante parecer prévio do
(Objecto)
Certifico, para efeitos de publicação, que conselho de administração.
A sociedade tem por objecto:
no dia vinte e seis de Abril de dois mil e doze, Dois) O sócio que pretenda ceder a sua quota
a) Produção e venda de artigos de devera comunicar esta sua intenção a sociedade
foi matriculada na Conservatória do Registo
uso pessoal, com importação e com antecedência mínima de trinta dias, por
de Entidades Legais, sob NUEL 100287676
exportação; meio de carta registada com aviso de recepção,
uma sociedade denominada, Thula Thula,
b) A sociedade poderá deter participações dando a conhecer as condições da cessão.
Limitada.
em outras sociedades, podendo
Atendendo que as partes signatárias do
ainda realizar investimentos, bem CLÁUSULA NONA
presente contracto pretendem construir entre
como explorar qualquer outro (Assembleia geral)
si uma sociedade por quotas e e celebrado o
ramo de comércio e indústria,
presente acordado que se regera pelas seguintes Um) A assembleia geral reunira em cessão
desde que permitido por lei e
cláusulas: ordinária uma vez em cada ano para apreciação
mediante deliberação do conselho
de administração; ou alteração e aprovação do balanço e da conta
CLÁUSULA PRIMEIRA
c) A sociedade poderá, mediante de resultados anual bem como para deliberar
(Das partes) sobre outras matérias para as quais tenha sido
deliberação do conselho de
O presente contracto e celebrado entre: administração, participar, directa ou convocada e em cessão extraordinária sempre
a) Rui Carmo Vieira, de nacionalidade indirectamente, em outros projectos que necessário.
Moçambicana, natural do que concorra para a realização Dois) Poderá ser dispensada a reunião, assim
Beira, portador do Passaporte do seu objecto, e com idêntico como as formalidades da sua convocação,
n.º BY003572 emitido aos dezassete objectivo aceitar concessões, quando os sócios concordem por escrito sobre
de Setembro de dois mil e dez; adquirir ou de qualquer outra as deliberações a tomar ou, concordem, também
b) Bernhard Friedrick Arnold, de forma participar no capital de outras por escrito, que dessa forma se delibere, mesmo
nacionalidade Sul-africana, natural sociedades, independentemente do que tal deliberação seja tomada fora da sede
de África do Sul, residente nesta objecto destas, ou participar em social, em qualquer ocasião e sobre qualquer
cidade, portador do Passaporte empresas, associações industriais, matéria.
n.º 443263105, emitido aos vinte grupos de empresas ou qualquer Três) As deliberações da assembleia geral
e oito de Novembro de dois mil outra forma de associação. serão tomadas por maioria simples dos votos
e tres, e: presentes ou representados excepto para os
c) Sasha Anne Vieira de nacionalidade CLÁUSULA SEXTA casos em que maioria diferente se exija por lei
Sul-africana, natural de Zimbabwe, (Capital social) ou pelos presentes estatutos.
residente nesta cidade, portadora do
O capital social, integralmente subscrito e CLÁUSULA DÉCIMA
DIRE n.º 11ZA00001148J,emitido
realizado em dinheiro, é de cem mil meticais, (Administração e representação da
em Maputo aos quinze de Julho de
correspondente à soma de três quotas assim sociedade)
dois mil e dez.
distribuídas:
i. Uma quota no valor nominal de Um) A administração da sociedade será
CLÁUSULA SEGUNDA
cinquenta mil meticais, equivalente exercida por gerente.
(Denominação e sede) Dois) O gerente será coadjuvado na realização
a cinquenta porcento, pertencente ao
A sociedade adopta a denominação de sócio Bernhard Friedrick Arnold; das suas actividades por quem for mandatado
Thula Thula, Limitada, sociedade por quotas de ii. Uma quota no valor nominal de vinte para o efeito pela assembleia geral, assumindo
responsabilidade limitada e tem a sua sede social e cinco mil meticais, equivalente a uma relação de subordinado do mesmo.
na cidade de Maputo, Rua da Trindade número vinte e cinco porcento, pertencente Três) Compete ao gerente exercer os mais
quatrocentos e vinte e oito, podendo exercer a ao sócio Rui Carmo Vieira; amplos poderes e representar a sociedade para
sua actividade em todo o território nacional. iii. Uma quota no valor nominal de vinte todos os efeitos em juízo e fora dele, activa ou
e cinco mil meticais, equivalente a passivamente, e praticar todos os demais actos
CLÁUSULA TERCEIRA vinte e cinco porcento, pertencente tendentes a realização do objecto social que
ao sócio Sasha Anne Vieira. não sejam reservados por lei ou pelos presentes
(Sucursal e filiais)
estatutos a assembleia geral.
A sociedade poderá deliberação da assembleia CLÁUSULA SÉTIMA Quatro) O gerente poderá delegar poderes
geral, mudar a sua sede social para outro local em qualquer ou quaisquer dos seus membros
(Suprimentos)
desde que dento do território Moçambicano, e constituir mandatários nos termos e para os
podendo ainda criar e extinguir filiais, sucursais, Um) São permitidas prestações suplementares efeitos do artigo ducentésimo quinquagésimo
agências, dependências, escritórios ou qualquer de capital. sexto do código comercial.
448 — (138) III SÉRIE — NÚMERO 18

CLÁUSULA DÉCIMA PRIMEIRA Afrilog Moçambique, d) A importação, exportação, distribuição


e representação de todos produtos
(Gestão da sociedade) Limitada
e materiais;
Um) A gestão diária da sociedade será Certifico, para efeitos de publicação, que no e) O aprovisionamento, trânsito e
confiada a um gerente designado nos termos do dia vinte e cinco de Abril de dois mil e doze, transporte de mercadorias;
artigo décimo do presente contrato que desde já foi matriculada na Conservatória do Registo de f) A logística mineira, gestão de stock,
se indica o senhor Rui Carmo Vieira. Entidades Legais, sob NUEL 100287447 uma armazenagem e todas as actividades
Dois) O gerente desempenhara as suas sociedade denominada, Afrilog Moçambique, relacionadas;
funções dentro dos limites estabelecidos pelo Limitada. g) A consignação de navios e a
conselho de administração. É celebrado o presente contrato de sociedade, consignação de mercadorias;
Três) A sociedade obriga sépala assinatura nos termos do artigo noventa do Código h) A criação, aquisição, exploração,
conjunta dos dois sócios. Comercial, entre: locação-gerência de todos os fundos
Quatro) O sócio ausente ou impossibilitado de comércio e estabelecimentos
Primeiro: Compagnie Senegalaise de
poderá conferir mandato especial ao outro sócio comerciais e industriais;
Transports Transatlantiques – Afrique de
para obrigar a sociedade no seu lugar dentro dos i) A corretagem, negócio, assistência,
L´Ouest (C.S.T.T), representada pelo procu-
limites especificados no mesmo. conselho, assim como todas as
rador o senhor Andile Mabizela, maior, de
Cinco) Os actos de mero expediente poderão actividades de prestação de serviços
nacionalidade sul africana, residente na Avenida
ser assinados pelo gerente ou empregado
Albert Lithuli, número oitocentos e trinta e seis, em matéria comercial e industrial;
devidamente autorizado.
Bairro Central, cidade de Maputo. Portador Dois) Mais geralmente, todas as operações,
Seis) Em nenhum caso poderá o gerente
do Passaporte n.º M00020039, emitido no dia financeiras, comerciais, mobiliárias ou
obrigar a sociedade em actos ou contratos
dezanove de Abril de dois mil e dez, na África imobiliárias que possam estar directa ou
que digam respeito a negócios estranhos
do Sul.
a sociedade, nomeadamente assunção de indirectamente ligados ao objectivo acima
responsabilidade e obrigações estranhas aos Segundo: Andile Mabizela solteiro, maior, mencionado.
interesses da sociedade. de nacionalidade sul-africana, residente na Três) A sociedade poderá adquirir partici-
Avenida Albert Lithuli, número oitocentos e pação financeira em sociedades a construir ou
CLÁUSULA DÉCIMA SEGUNDA trinta e seis, Bairro Central, cidade de Maputo. já constituídas, ainda que tenham objecto social
(Balanço e prestação) Portador do Passaporte n.º M00020039, emitido diferente do da sociedade.
no dia dezanove de Abril de dois mil e dez, na
Um) O ano financeiro coincide com o ano Quatro) A sociedade poderá exercer quais-
África do Sul.
civil. quer outras actividades desde que para o efeito
Dois) A conta de resultados e balanço Pelo presente contrato de sociedade outorgam esteja devidamente autorizada nos termos da
deverão ser fechados com referência a trinta e constituem entre si uma sociedade por quotas legislação em vigor.
e um de Dezembro de cada ano, devendo ser de responsabilidade limitada, que se regerá pelas
submetidos a análise e aprovação da assembleia cláusulas seguintes: CAPÍTULO II
geral após terem sido examinados pelos
CAPÍTULO I ARTIGO QUARTO
auditores da sociedade.
Capital social
Da denominação e sede
CLÁUSULA DÉCIMA TERCEIRA
O capital social integralmente subscrito
(Resultado e sua aplicação)
ARTIGO PRIMEIRO
e realizado em dinheiro é de setenta e dois
Um) Dos lucros obtidos em cada exercício, A sociedade adopta a denominação de mil, oitocentos, setenta e cinco meticais
deduzir-sê-a em primeiro lugar a percentagem Afrilog Moçambique, Limitada e tem a sua sede dividido pelos sócios Compagnie Senegalaise
necessário a constituição da reserva legal se não na Avenida Albert Lithuli número oitocentos e de Transports Transatlantiques – Afrique de
estiver constituída nos termos da lei ou sempre trinta e seis, cidade de Maputo. L´Ouest (C.S.T.T.), com o valor de Setenta
que seja necessário reintegra ló. e um mil, quatrocentos e catorze meticais e
Dois) A parte restante dos lucros será ARTIGO SEGUNDO cinquenta meticais), correspondente a noventa e
aplicada conforme deliberação da assembleia Duração oito porcento do capital e Andile Mabizela, com
geral. o valor de mil, quatrocentos, cinquenta e sete
A sua duração será por tempo indeterminado,
meticais e cinquenta centavos, correspondente
CLÁUSULA DÉCIMA QUARTA contando se o seu início a partir da data da
a dois porcento do capital.
constituição.
(Dissolução e liquidação)
ARTIGO QUINTO
Um) A sociedade dissolve se nos termos ARTIGO TERCEIRO
Aumento do capital
da lei. Objecto
Dois) Serão nomeados liquidatários os O capital poderá ser aumentado ou diminuído
membros do conselho de gerência que na altura Um) A sociedade tem por objecto:
quantas vezes forem necessárias desde que a
da dissolução exerçam o cargo de gerentes, a) A gestão e exploração de uma agência assembleia geral delibere sobre o assunto.
excepto quando a assembleia geral deliberar de viagens;
de forma diferente. b) Todas as actividades turísticas, ARTIGO SEXTO
CLÁUSULA DÉCIMA QUINTA nomeademente, o acolhimento, Divisão e cessão de quotas
recepção, venda de títulos de
(Disposições finais) Um) Sem prejuízo das disposições legais em
viagems, assistência e conselho
Em tudo o que for omisso no presente aos viajantes; vigor a cessão ou alienação total ou parcial de
contracto aplicar se às disposições legais em c) Todas actividades relacionadas quotas deverá ser do consentimento dos sócios
vigor na República de Moçambique. com transporte de mercadorias, gozando estes do direito de preferência.
Maputo, vinte e sete de Abril de dois mil e de bagagens e viajantes por via Dois) Se nem a sociedade, nem os sócios
doze. — O técnico, Ilegível. terrestre, marítima e aérea; mostrarem interesse pela quota cedente, este
7 DE MAIO DE 2012 448 — (139)

decidirá a sua alienação a quem e pelos preços Latumy Consultoria, ARTIGO QUARTO
que melhor entender, gozando o novo sócio dos
Sociedade Unipessoal, (Capital social)
direitos correspondentes á sua participação na
sociedade. Limitada Um) O capital social, integralmente
realizado em dinheiro, é de cinquenta mil
CAPÍTULO III Certifico, para efeitos de publicação, que
meticais, correspondente a uma única quota,
no dia três de Novembro de dois mil e onze,
pertencente a sócia, Nguyen Thi Lan Anh
ARTIGO SÉTIMO foi matriculada na conservatória do Registo e
equivalente a cem por cento do capital.
Administração Entidades Legais, sob NUEL 100255596 uma
Dois) O capital social poderá ser aumentado
sociedade denominada, Latumy Consultoria,
Um) A administração e gestão da sociedade uma ou mais vezes, por deliberação da sócia
Sociedade Unipessoal, Limitada.
e sua representação em juízo e fora dele, activa e único, nomeadamente para permitir a admissão
passivamente, passam desde já a cargo do sócio Nos termos do artigo noventa do Código de novos sócios.
Andile Mabizela. Comercial: ARTIGO QUINTO
Dois) A sociedade ficará obrigada pela Nguyen Thi Lan Anh, nascido a catorze de (Cessão de quotas)
assinatura de um gerente ou procurador Agosto de mil, novecentos e oitenta e um
especialmente constituido pela gerência, nos em Vietnam, de nacionalidade Vietnamita, Um) E livre a cessão e alienação, total ou
termos e limites especificos do respectivo portadora do Passaporte n.º B4842729, parcial, de quotas.
mandato. emitido a dezassete de Fevereiro de dois Dois) A divisão ou cessão, parcial ou total da
Três) É vedado a qualquer dos gerentes mil e onze. quota a favor dos herdeiros da sócia não carece
ou mandatário assinar em nome da sociedade do consentimento da sociedade.
Pelo presente contrato escrito particular
quaisquer actos ou contractos que digam
respeito a negocios estranhos a mesma. constitui uma sociedade por quotas unipessoal ARTIGO SEXTO
Quatro) Os actos de mero expediente poderão limitada, que se regerá pelos artigos
(Amortização das quotas)
ser individualmente assinados por empregados seguintes:
da sociedade dividamente autorizados pela A sociedade pode proceder a amortização da
ARTIGO PRIMEIRO quota em caso de arresto, penhora ou onerarão
gerência.
(Denominação e sede) dessa quota.
ARTIGO OITAVO
Um) A sociedade comercial por quotas ARTIGO SÉTIMO
Assembleia geral unipessoal adopta a denominação Latumy
(Assembleia geral)
Um) A assembleia geral reúni-se ordina- Consultoria, Sociedade Unipessoal, Limitada
riamente uma vez por ano para apreciação e e tem a sua sede em Maputo. A sociedade reunir-se á uma vez por ano,
aprovação do balanço e contas do exercício Dois) A sociedade tem a sua sede na rua da em sessão ordinária, que se realizará nos
findo e repartição de lucros e perdas. Argélia A sociedade tem a sua sede na avenida. primeiros quatro meses apois o fim de cada
Dois) A assembleia geral poderá reúnir- rua S. José número cento e s seis, podendo abrir exercício para:
se extraordinariamente quantas vezes forem ou fechar sucursais, delegações, agências ou a) Apreciação, aprovação, correção ou
necessarias desde que as circustâncias assim o rejeição do balanço e das contas
qualquer outra forma de representação social,
exijam para deliberar sobre quaisquer assuntos desse exercício;
quatrocentos e sessenta e seis Maputo, podendo
que digam respeito à sociedade. b) A sócia pode reunir-se sem observância
abrir sucursais, delegações, agências ou
CAPÍTULO IV qualquer outra forma de representação social, das formalidades prévias.

Dos herdeiros no território nacional ou no estrangeiro. ARTIGO OITAVO


Três) Mediante simples deliberação, pode
ARTIGO NONO (Administração e gerência)
o Conselho de Administração transferir a
Herdeiros sede para qualquer outro local no território Um) A administração da sociedade bem
nacional. como a sua representação em juízo e fora
Em caso de morte, interdição ou inabilitação
dele, activa ou passivamente, serão exercidas
de um dos sócios, os seus herdeiros assumem ARTIGO SEGUNDO pela sócia Nguyen Thi Lan Anh, que desde já
automaticamente o lugar na sociedade com
dispensa de caução, podendo estes nomear seus (Duração) fica nomeado administrador, com dispensa de
representantes se assim o entenderem, desde que caução com ou sem remuneração.
Um) A sua duração é por tempo
obedeçam o preceituado nos termos da lei. Dois) A gestão e a representação da sociedade
indeterminado.
serão levadas a cabo de acordo com direções/
ARTIGO DÉCIMO Dois) O seu início conta-se a partir da data
da sua constituição. instruções e escritas e emanadas da sócia, com
Dissolução a forma e conteúdo decididos pela assembleia
A sociedade só se dissolve nos termos ARTIGO TERCEIRO geral de tempos a tempos:
fixados pela lei ou por comum acordo dos sócios (Objecto social) a) Pela assinatura da administradora;
quando assim o entenderem. b) Pela assinatura de procuradores
Um) A sociedade tem por objecto o
ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO nomeados dentro dos limites
exercício da atividade: prestação de serviços
de consultoria financeira, agenciamento, dos poderes das respectivas
Casos omissos
intermediação comercial, angariação de clientes procurações;
Os casos omissos serão regulados pela e aconselhamento em matérias de negócios. c) Para actos de mero expediente basta
legislação Comercial vigente e aplicavel na Dois) A sociedade poderá exercer outras a assinatura de um ou mais sócios
Republica de Moçambique. atividades conexas, complementares ou e de um empregado da sociedade
Maputo, vinte e sete de Abril de dois mil subsidiárias da atividade principal, desde que devidamente autorizado para o
e doze. – O técnico, Ilegível. seja devidamente autorizada. efeito.
448 — (140) III SÉRIE — NÚMERO 18

ARTIGO NOVO Quarto: Santo Armando Nhampule, solteiro, ARTIGO QUINTO


(Balanço)
maior, natural de Maputo, residente em, Bairro (Divisão, cessão e oneração de quotas)
do Hulene B Quarteirão oito casa trinta e oito,
Um) Os exercícios sociais coincidem com cidade de Maputo, portador do Bilhete de Um) A divisão e cessão de quotas, bem
os anos civis. Identidade n.° 110100032151M, Emitido no dia como a constituição de quaisquer ónus
Dois) O balanço e contas de resultados vinte e oito de Dezembro de dois mil e nove, ou encargos sobre as mesmas carecem do
fechar-se-ão em trinta e um de Dezembro de em Maputo. prévio consentimento da sociedade, dada por
cada ano e serão submetidos á apreciação pela deliberação da respectiva assembleia geral.
sócia dentro do prazo legal. ARTIGO PRIMEIRO Dois) O sócio que pretenda alienar a sua
(Denominação e sede) quota informará á sociedade, com o mínimo de
ARTIGO DÉCIMO trinta dias de antecedência, por carta registada
(Disposições finais)
Um) A sociedade adopta a denominação com aviso de recepção, ou outro meio de
de ISD (Innovative Steel Design) Limitada, e comunicação que deixe prova escrita, dando a
Um) Em caso de morte, a sociedade constitui-se sob a forma de sociedade por quotas conhecer o projecto de venda e as respectivas
continuará com os herdeiros ou representante de responsabilidade limitada. condições contratuais nomeadamente, o preço
da falecida ou interdito, o qual nomeará um que Dois) A sociedade tem a sua sede na e a forma de pagamento.
a todos representantes na sociedade, enquanto cidade de Maputo, Bairro de Hulene A Rua Três) Na cessão onerosa de quotas a estranhos
a quota permanecer indivisa. n°.6, podendo abrir ou fechar sucursais, terão direito de preferência a sociedade e os
Dois) A sociedade só se dissolve nos casos delegações, agências ou qualquer outra forma sócios, sucessivamente.
fixados por lei, caso a sua dissolução tenha de representação social.
sido decidida por acordo, será liquidada como Três) Por simples deliberação da gerência ARTIGO SEXTO
A sócia deliberar. podem ser criadas sucursais, agências, delegações (Amortização de quotas)
Três) Os casos omissos serão regulados pelas ou outras formas locais de representação no
disposições da lei território nacional ou no estrangeiro. Um) A amortização de quotas só pode ter
Maputo, vinte e sete de Abril de dois mil lugar nos casos de exclusão ou exoneração de
e doze. — O Técnico, Ilegível. ARTIGO SEGUNDO sócio.
(Duração) Dois) A amortização da quota tem por efeito
a extinção da quota, sem prejuízo, porém,
A duração da sociedade é por tempo dos direitos já adquiridos e das obrigações já
ISD (Innovative Steel indeterminado. vencidas.
Design), Limitada ARTIGO TERCEIRO
Três) A sociedade não pode amortizar quotas
que não estejam integralmente liberadas, salvo
Certifico, para efeitos de publicação, que (Objecto) no caso de redução do capital.
no dia dezassete de Abril de dois mil e doze, Quatro) Se a sociedade tiver o direito de
Um) A sociedade tem por objecto:
foi matriculada na conservatória do Registo amortizar a quota pode, em vez disso, adquiri-
Serralharia geral e de equipamentos de
e Notariado de Entidades Legais, sob NUEL la ou fazê-la adquirir por sócio ou terceiro.
catering.
100284049 uma sociedade denominada, ISD No primeiro caso, ficam suspensos todos os
(Innovative Steel Design), Limitada. Dois) A sociedade pode adquirir participações
direitos e deveres inerentes à quota, enquanto
É celebrado o presente contrato de sociedade em sociedades com objecto diferente daquele
ela permanecer na titularidade da sociedade.
nos termos do artigo noventa do Código que exerce, ou em sociedades reguladas
Comercial, entre: por lei especiais, e integrar agrupamentos ARTIGO SÉTIMO
Primeiro: Ângelo João Matavele, solteiro, complementares de empresas.
(Morte ou incapacidade dos sócios)
maior, natural de Maputo, residente em Maputo,
ARTIGO QUARTO Em caso de morte ou interdição de qualquer
Bairro do Alto-Maé B, Quarteirão trinta, casa A
sociedade tem a sua sede na Avenida Rua S. José (Capital social) um dos sócios, os herdeiros legalmente
número cento e s seis, podendo abrir ou fechar constituídos do falecido ou representantes
O capital social, integralmente realizado e
sucursais, delegações, agências ou qualquer do interdito, exercerão os referidos direitos
subscrito em dinheiro, totaliza o montante de
outra forma de representação social. Trinta e e deveres sociais, devendo mandatar um de
cem mil meticais encontrando-se dividido em
oito, primeiro andar, cidade de Maputo, portador entre eles que a todos represente na sociedade
quatro quotas distribuídas da seguinte forma:
do Bilhete de Identidade n.º 110101199426B, enquanto a respectiva quota se mantiver
a) Uma quota de vinte mil meticais
Emitido no dia nove de Junho de dois mil e indivisa.
equivalente a vinte porcento do
onze, em Maputo; capital pertencente ao sócio Ângelo ARTIGO OITAVO
Segundo: Ernesto João Jossai, solteiro, João Matavele;
maior, natural de Maputo, residente em, b) Uma quota de vinte mil meticais (Obrigações)
Bairro do Hulene B, auarteirão vinte e oito, equivalente a vinte porcento do Um) A sociedade poderá emitir obrigações,
casa número cinquenta e dois, cidade de capital pertencente ao sócio Eben nominativas ou ao portador, nos termos das
Maputo, portador do Bilhete de Identidade n.º Fernandes Monjane; disposições legais aplicáveis e nas condições
110101199557C, Emitido no dia dez de Junho c) Uma quota de vinte mil meticais fixadas pela assembleia geral.
de dois mil e onze, em Maputo; equivalente a vinte porcento do Dois) Os títulos representativos das
Terceiro: Eben Fernandes Monjane, solteiro, capital pertencente ao sócio Ernesto
obrigações emitidas, provisórios ou definitivos,
maior, natural de Maputo, residente em, Bairro João Jossai;
conterão as assinaturas do presidente do quadro
do Aeroporto Rua principal casa cento e d) Uma quota de quarenta mil meticais
da gerência e mais um gerente, que podem ser
setenta e quatro, cidade de Maputo, portador do equivalente a quarenta porcento do apostas por chancela.
Passaporte n.° AE 069729, emitido no dia doze capital pertencente ao sócio Santo Três) Por deliberação da gerência, poderá
de Março de mil e nove, em Maputo; Armando Nhampule. a sociedade, dentro dos limites legais, adquirir
7 DE MAIO DE 2012 448 — (141)

obrigações próprias e realizar sobre elas as Dois) As deliberações da assembleia geral ARTIGO DÉCIMO QUINTO
operações convenientes aos interesses sociais, serão tomadas por maioria simples dos votos (Dissolução e liquidação da sociedade)
nomeadamente proceder á sua conversão ou presentes ou representados.
amortização. Um) A sociedade se dissolve nos casos
Três) As deliberações da assembleia geral
expressamente previstos na lei ou por deliberação
que importem a modificação dos estatutos ou
ARTIGO NONO unânime dos sócios.
a dissolução da sociedade, serão tomadas por
(Assembleia geral) Dois) Declarada a dissolução da sociedade,
maioria qualificada de setenta e cinco por cento proceder-se-á á sua liquidação gozando os
Um) A assembleia geral reúne-se ordina- dos votos do capital social. liquidatários, nomeados pela assembleia geral,
riamente na sede social ou qualquer outro Quatro) Os sócios podem votar com dos mais amplos poderes para o efeito.
local a ser definido pela mesma na sua primeira procuração dos outros sócios ausentes, e não Três) Em caso de dissolução por acordo dos
reunião, uma vez por ano, para aprovação do serão válidos, quanto as deliberações que sócios, todos eles serão os seus liquidatários e
Balanço Anual de Contas e do exercício, e, importem modificação do pacto social ou a partilha dos bens sociais e valores apurados
extraordinariamente, quando convocada pela proceder-se-á conforme deliberação da
dissolução da sociedade, a procuração que não
gerência, sempre que for necessária, para se assembleia geral.
contenha poderes especiais quanto ao objecto
deliberar sobre quaisquer outros assuntos para
que tenha sido convocada. da mesma deliberação. ARTIGO DÉCIMO SEXTO
Dois) É dispensada a reunião da assembleia Cinco) A cada quota corresponderá um voto
(Disposições finais)
geral e dispensadas as formalidades da sua por cada cem meticais de capital respectivo.
convocação quando todos os sócios concordarem As omissões aos presentes estatutos serão
ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO regulados e resolvidas de acordo com o Código
por escrito na deliberação ou concordarem que
por esta forma se delibere, considerando-se (Gerência e representação) Comercial e demais legislação aplicável na
válidas, nessas condições, as deliberações República de Moçambique.
Um) A administração e gerência da sociedade
tomadas, ainda que realizadas fora da sede Maputo, vinte e sete de Abril de dois mil
e sua representação, dispensada de caução
social em qualquer ocasião e qualquer que seja e doze. — O Técnico, Ilegível.
e com ou sem remuneração conforme vier
o seu objecto.
a ser deliberado em assembleia geral, fica a
Três) Exceptuam-se as deliberações
cargo de auatro sócios gerentes, bastando duas
que importem modificações dos estatutos e
assinaturas para obrigar a sociedade em todos Nelson Investmentos,
dissolução da sociedade.
Quatro) A assembleia geral será convocada os actos e contratos, activa e passivamente, em Limitada
pelo presidente do quadro da gerência, ou juízo e fora dele, tanto na ordem jurídica interna
como internacional, dispondo dos mais amplos Certifico, para efeitos de publicação, que
por três membros do quadro da gerência, por
por deliberação de acta do dia doze de Março
carta registada com aviso de recepção, ou poderes legalmente consentidos.
de dois mil e doze, nesta cidade de Maputo
outro meio de comunicação que deixe prova Dois) Os sócios gerentes poderão designar
e na sede da sociedade comercial por quotas
escrita, a todos os sócios da sociedade com a um ou mais mandatários e neles delegar total
de responsabilidade, limitada, denominada,
antecedência mínima de trinta dias, dando-se a ou parcialmente, os seus poderes.
Nelson Investmentos Limitada, sita na Avenida
conhecer a ordem de trabalhos e a informação Três) Os sócios gerentes, ou seus mandatários
Acordo de Lusaka, número oitocentos e vinte,
necessária á tomada de deliberação, quando não poderão obrigar a sociedade em actos e
matriculada na Conservatória do Registo
seja esse o caso. contratos que não digam respeito aos negócios
das Entidades Legais, sob o n.° 100023156
Cinco) Por acordo expresso dos sócios, pode sociais, nomeadamente em letras de favor,
reuniram-se os sócios da mesma, onde estiveram
ser dispensado o prazo previsto no número fianças, abonações ou outras semelhantes.
presentes: Onyeka Nelson Ibeagwa, Victor
anterior.
ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO Nwaeke e Cosmas Agballa, totalizando assim
ARTIGO DÉCIMO cem por cento do capital social.
(Balanço e prestação de contas)
Um) Cedência de quotas.
(Representação em assembleia geral)
Um) O ano social coincide com o ano Dois) Aumento de capital social.
Um) O sócio que for pessoa colectiva far- civil. Os sócios Victor Nwaeke e Cosmas Agballa,
se-á representar na assembleia geral pela pessoa Dois) O balanço e a conta de resultados manifestaram a necessidade de se apartarem
física para esse efeito designada, mediante fecham a trinta e um de Dezembro de cada ano, da sociedade e cediam as suas quotas no valor
simples carta dirigida á gerência e por esta e carecem de aprovação da assembleia geral, a nominal de quatro mil meticais, sendo dois
recebida até ás dezassete horas do último dia realizar-se até ao dia trinta e um de Março do mil meticais cada, a favor das senhoras: Jane
Onyinye Ibeagwa e Godgift Oluebubechukwu
útil anterior á data da sessão. ano seguinte.
Ibeagwa, que entram na sociedade como novos
Dois) Qualquer dos sócios poderá ainda
ARTIGO DÉCIMO QUARTO sócios. O sócio Nelson decidiu aumentar o
fazer-se representar na assembleia geral por capital para quinhentos mil meticais, sendo
outro sócio, mediante comunicação escrita (Resultados)
o valor de aumento de quatrocentos e oitenta
dirigida pela forma e com a antecedência Um) Dos lucros apurados em cada exercício mil meticais alterando-se por conseguinte a
indicadas no número anterior. deduzir-se-á, em primeiro lugar, a percentagem redacção do artigo quarto do pacto social que
legal estabelecida para a constituição do fundo passa a ter a seguinte nova redacção.
ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO
de reserva legal, enquanto se não encontrar ARTIGO QUARTO
(Votação) realizada nos termos da lei, ou sempre que for
(Capital social)
Um) A assembleia geral considera-se necessário reintegrá-la.
regularmente constituída para deliberar quando, Dois) A parte restante dos lucros será O capital social, integralmente
estejam presentes ou devidamente representados aplicada nos termos que forem aprovados pela subscrito e realizado em dinheiro, é de
setenta e cinco por cento do capital social. assembleia geral. quinhentos mil meticais, correspondente a
448 — (142) III SÉRIE — NÚMERO 18

soma de três quotas desiguais, sendo uma Dois) A sociedade poderá desenvolver Dois) É livre a cessão total ou parcial de
quota no valor nominal de quatrocentos outras actividades comerciais, subsidiárias ou quotas entre os sócios.
mil meticais subscrita pelo sócio Onyeka complementares do seu objectivo principal, Três) É igualmente livre a cessão de quotas
Nelson Ibeagwa, duas quotas iguais no desde que devidamente autorizadas e aprovadas entre sócios e qualquer outra sociedade que:
valor nominal de cinquenta mil meticais pela assembleia geral e após ter sido obtida a a) Detenha ou controle, directa ou
cada subscrita, pelas sócias Jane Onyinye autorização das entidades competentes quando indirectamente, o sócio cedente;
Ibeagwa e Godgift Oluebubechukwu necessária. b) Seja detida ou controlada, directa
Ibeagwa. Três) A sociedade poderá, mediante ou indirectamente, pelo sócio
Em tudo não alterado continuam as deliberação da assembleia geral e após cedente; ou,
disposições dos artigos anteriores. autorização das autoridades competentes, c) Seja detida ou controlada por quem
exercer quaisquer outras actividades industriais controle, directa ou indirectamente,
Maputo, doze de Março de dois mil
ou comerciais que sejam permitidas por Lei. o sócio cedente doravante designa-
e doze. — O Técnico, Ilegível.
Quatro) A sociedade poderá ainda exercer das por afiliadas.
qualquer outra actividade distinta do seu objecto Quatro) A cessão, total ou parcial, de quotas
principal desde que para o efeito obtenha as a terceiros, que não sejam afiliadas carece do
Micoma Properties, Limitada necessárias licenças. consentimento escrito da sociedade dado em
Certifico, para efeitos de publicação, que Cinco) P or deliberação da assembleia assembleia geral.
por escritura de vinte e quatro de Abril de dois geral, a sociedade poderá adquirir e alienar Cinco) O consentimento escrito da sociedade
mil e doze, lavrada a folhas cinquenta e oito participações, maioritárias ou minoritárias, depende:
a sessenta do livro de notas para escrituras no capital de outras sociedades nacionais ou
a) Da decisão dos sócios de exercerem ou
diversas número oitocentos e vinte traço B, do estrangeiras, independentemente do ramo de
não o direito de preferência;
Primeiro Cartório Notarial de Maputo, perante actividade e ainda que estas tenham por objecto
b) De o cessionário assumir todas as
mim Arnaldo Jamal de Magalhães, licenciado uma actividade diversa da sua.
obrigações do cedente perante a
em Direito, técnico superior dos registos e
ARTIGO QUINTO sociedade;
notariados N1 e notário do referido Cartório,
c) Do acordo, por escrito, do cessionário
constituíu-se uma sociedade por quotas de Capital social
em se vincular a todos os direitos e
responsabilidade limitada, que passará a reger-
Um) O capital social integralmente subscrito obrigações do cedente inerentes à
se pelas disposições constantes dos artigos
seguintes: e realizado em dinheiro é no valor de vinte mil sua qualidade de sócio, incluindo as
meticais, correspondente à soma de duas quotas resultantes de quaisquer garantias
ARTIGO PRIMEIRO desiguais distribuídas da seguinte maneira: prestadas ou outras obrigações
Denominação social a) Uma quota no valor nominal de relevantes e outorgar quaisquer
dezanove mil e oitocentos meticais, documentos tidos por necessários
A sociedade adopta a denominaçao Micoma
correspondente a noventa e nove por ou convenientes para concluir os
Properties, Limitada adiante designada
simplesmente por sociedade, é uma sociedade cento do capital social, pertencente compromissos assumidos.
por quotas, de responsabilidade limitada, criada à sócia MCM Investment Holdings, Seis) O sócio que pretender alienar a sua
por tempo indeterminado e que se rege pelos Ltd;
quota informará a sociedade, com um mínimo
presentes estatutos e pelos preceitos legais b) Outra no valor nominal de duzentos
de trinta dias de antecedência, por carta
aplicáveis. meticais, correspondente a um por
cento do capital social pertencente registada com aviso de recepção ou por fax ou
ARTIGO SEGUNDO à sócia African Steel Merchants por email, dando a conhecer o projecto de venda
Sede Limited. e as respectivas condições contratuais.
Dois) O capital poderá ser aumentado por Sete) Os sócios gozam do direito de
Um) A sociedade tem a sua sede na cidade preferência, na aquisição total ou parcial da
incorporação de reservas disponíveis ou por
de Maputo, podendo abrir e encerrar em quota a ser cedida.
recurso a novas entradas feitas pelos sócios na
Moçambique ou no estrangeiro, filiais, sucursais,
proporção das suas quotas desde que tal seja Oito) É nula qualquer divisão, cessão,
delegações, agências, escritórios, ou qualquer
deliberado pela assembleia geral. alienação ou oneração de quotas que não
outra forma de representação social onde e
quando a gerência o julgar conveniente. observe o preceituado no número antecedente.
ARTIGO SEXTO
Dois) Mediante simples deliberação, a
Prestações suplementares ARTIGO OITAVO
gerência pode transferir a sede para qualquer
outro local do território nacional. Amortização de quotas
Um) Não serão exigíveis aos sócios
ARTIGO TERCEIRO prestações suplementares de capital. A sociedade pode proceder à amortização
Dois) Os sócios poderão conceder à de quotas, nos casos de falência de um sócio
Duração
sociedade os suprimentos de que ela necessite, ou da sua quota, ter sido arrestada ou penhorada
A duração da sociedade é por tempo nos termos e condições fixados por deliberação ou ainda onerada.
indeterminado, contando-se o seu início, para da assembleia geral.
todos os efeitos legais, a partir da data da sua ARTIGO NONO
constituição. ARTIGO SÉTIMO
Assembleia geral
ARTIGO QUARTO Divisão e cessão de quotas
Um) A assembleia geral reunirá ordina-
Objecto social Um) A divisão e a cessão de quotas, riamente uma vez por ano e nos primeiros quatro
bem como a constituição de quaisquer ónus meses, após o fim do exercício anterior, para:
Um) A sociedade tem por objecto
ou encargos sobre as mesmas, carecem de a) Apreciação, aprovação, correcção ou
social principal o exercício da actividade de
autorização prévia da sociedade, dada por rejeição do balanço e das contas do
investimento imobiliário, sua administração, e
deliberação da respectiva assembleia geral. exercício;
o exercício de actividades conexas.
7 DE MAIO DE 2012 448 — (143)

b) Decisão sobre aplicação dos resul- Dois) A sociedade fica obrigada pela Asm Mozambique, Limitada
tados; assinatura do gerente ou dos respectivos
c) Deliberação sobre quaisquer outros mandatários ou procuradores, nos limites e Certifico, para efeitos de publicação, que por
assuntos constantes da respectiva termos das respectivas procurações. escritura de vinte e quatro de Abril de dois mil
convocatória. Três) Em caso algum a sociedade poderá e doze, lavrada a folhas cinquenta e quatro a
Dois) A assembleia geral poderá reunir-se ser obrigada em actos ou documentos que não cinquenta e sete do livro de notas para escrituras
extraordinariamente sempre que for necessário digam respeito às actividades relacionadas com diversas número oitocentos e vinte traço B, do
competindo-lhe normalmente deliberar sobre o objecto social, especialmente em letras de Primeiro Cartório Notarial de Maputo, perante
os assuntos da actividade da sociedade que favor, fianças e abonações. mim Arnaldo Jamal de Magalhães, licenciado
ultrapassem a competência do gerente. em Direito, técnico superior dos registos e
Quatro) A gerência poderá constituir
notariados N1 e notário do referido cartório,
mandatários ou procuradores para a prática
ARTIGO DÉCIMO constituíu-se uma sociedade por quotas de
de determinados actos ou categorias de actos,
Convocação e reunião da assembleia geral
responsabilidade limitada, que passará a reger-
atribuindo tais poderes através de procuração.
-se pelas disposições constantes dos artigos
Um) A assembleia geral será convocada seguintes:
ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO
pelo gerente, por meio de fax ou email ou carta
registada, com aviso de recepção, dirigidos aos Balanço e aplicação de resultados ARTIGO PRIMEIRO
sócios com antecedência mínima de quinze Um) O ano fiscal coincide com o ano civil. Denominação social
dias. Dois) O balanço e a conta de resultados
Dois) Será dispensada a reunião da A sociedade adopta a denominaçao ASM
fechar-se-ão com referência a trinta e um de
assembleia geral, bem como as formalidades Mozambique, Limitada adiante designada
Dezembro de cada ano e serão submetidos à
da sua convocação, quando ambos sócios simplesmente por sociedade, é uma sociedade
apreciação da assembleia geral.
concordem por escrito na deliberação ou por quotas, de responsabilidade limitada, criada
Três) D e d u z i d o s o s g a s t o s g e r a i s , por tempo indeterminado e que se rege pelos
concordem, também por escrito, que dessa amortizações e encargos, dos resultados líquidos
forma se delibere, ainda que as deliberações presentes estatutos e pelos preceitos legais
apurados em cada exercício serão deduzidos aplicáveis.
sejam tomadas fora da sede social, em qualquer
os montantes necessários para a criação dos
ocasião e qualquer que seja o seu objecto.
seguintes fundos: ARTIGO SEGUNDO
Três) Exceptuam-se, relativamente ao
disposto no número anterior, as deliberações a) De reserva legal, enquanto não Sede
que importem a modificação do pacto social, a estiver realizada, nos termos da
Um) A sociedade tem a sua sede na cidade
dissolução da sociedade ou a divisão e cessão de lei ou sempre que seja necessário
de Maputo, podendo abrir e encerrar em
quotas, para as quais não poderão dispensar-se reintegrá-la;
Moçambique ou no estrangeiro, filiais, sucursais,
as reuniões da assembleia geral. b) Outras reservas necessárias para
delegações, agências, escritórios, ou qualquer
Quatro) A assembleia geral considera-se garantir o equilíbrio económico e
outra forma de representação social onde e
regularmente constituída quando, em primeira financeiro da sociedade.
convocação, estejam presentes ou devidamente quando a gerência o julgar conveniente.
Quatro) O remanescente terá a aplicação que Dois) Mediante simples deliberação, a
representados setenta e cinco por cento do
for deliberada pela assembleia geral. gerência pode transferir a sede para qualquer
capital social e, em segunda convocação,
seja qual for o número de sócios presentes ou outro local do território nacional.
ARTIGO DÉCIMO QUARTO
representados e independentemente do capital
que representem. Dissolução da sociedade ARTIGO TERCEIRO
Cinco) As deliberações da assembleia geral
Um) A sociedade só se dissolve nos casos Duração
são tomadas por maioria simples de votos dos
sócios presentes ou representados, excepto fixados na lei. Se for por acordo, será liquidada A duração da sociedade é por tempo
nos casos em que pela lei se exija maioria como os sócios deliberarem. indeterminado, contando-se o seu início, para
diferente. Dois) Será liquidatário o gerente em exercício todos os efeitos legais, a partir da data da sua
à data da dissolução, salvo deliberação diferente constituição.
ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO da assembleia geral.
Gerência e representação da sociedade Três) Em caso de morte, dissolução ou ARTIGO QUARTO
interdição de um sócio, a sociedade continuará Objecto social
Um) A sociedade é gerida por um gerente
com os seus herdeiros, sucessores ou
eleito em assembleia geral, o qual será designado Um) A sociedade tem por objecto social
representantes os quais indicarão dentro
como director-geral. principal:
Dois) O gerente está dispensado de caução. de trinta dias, um a que todos represente na
sociedade. a) A distribuição e comercializaçãode
Três) O gerente auferirá remuneração da
todos os produtos de metal macio e
sociedade. ARTIGO DÉCIMO QUINTO materiais, produtos e equipamentos
ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO Casos omissos relacionados;
b) Corte e dobragem de chapas de metal
Competência do gerente Todos os casos omissos serão regulados macio e reforço de ferro para
Um) Compete ao gerente exercer os mais pelas normas do Código Comercial vigente e
utilização final;
amplos poderes, representando a sociedade pelas demais legislação aplicável e em vigor
c) Importação de metal macio proveniente
em juízo e fora dele, activa ou passivamente na República de Moçambique.
de fornecedores estrangeiros;
e praticando todos os demais actos tendentes Está conforme. d) Transporte de metal e materiais,
à realização do objecto social, que a lei ou os Maputo, vinte e sete de Abril de dois mil prodtutos e equipamentos relacio-
estatutos não reservem à assembleia geral. e doze. – A Ajudante do Notário, Ilegível. nados;
448 — (144) III SÉRIE — NÚMERO 18

e) Fabrico de componentes, materiais, ARTIGO QUINTO b) De o cessionário assumir todas as


produtos e equipamentos metálicos Capital social
obrigações do cedente perante a
e metalomecânicos; sociedade;
f) Comércio a grosso e a retalho de todo o Um) O capital social integralmente subscrito c) Do acordo, por escrito, do cessionário
tipo de equipamento industrial; e realizado em dinheiro é no valor de vinte mil em se vincular a todos os direitos e
g) Importação e exportação; meticais, correspondente à soma de duas quotas obrigações do cedente inerentes à
h) Fabrico de chapas metálicas, com desiguais distribuídas da seguinte maneira: sua qualidade de sócio, incluindo as
importação e exportação, prestação a) Uma quota no valor nominal de resultantes de quaisquer garantias
de serviços e outras actividades dezanove mil e oitocentos meticais, prestadas ou outras obrigações
conexas ou complementares relevantes e outorgar quaisquer
correspondente a noventa e nove por
às acima referidas desde que documentos tidos por necessários
cento do capital social, pertencente
devidamente autorizadas; ou convenientes para concluir os
à sócia African Steel Merchants –
i) Fabrico e venda de materiais, produtos
Bulk Sales Limited; compromissos assumidos.
e quipamentos produzidos com
base em aço e alumínio e seus b) Outra no valor nominal de duzentos Seis) O sócio que pretender alienar a sua
derivados; meticais, correspondente a um por quota informará a sociedade, com um mínimo
j) Exportação e comércio geral do cento do capital social pertencente de trinta dias de antecedência, por carta
material, produtos e equipamento à sócia African Steel Merchants registada com aviso de recepção ou por fax ou
produzido; Limited . por email, dando a conhecer o projecto de venda
k) Importação de equipamentos, Dois) O capital poderá ser aumentado por e as respectivas condições contratuais.
bens e materiais necessários ao incorporação de reservas disponíveis ou por Sete) Os sócios gozam do direito de
desenvolvimento e realização das recurso a novas entradas feitas pelos sócios na preferência, na aquisição total ou parcial da
suas actividades; proporção das suas quotas desde que tal seja quota a ser cedida.
l) Produção, manufactura e venda de deliberado pela assembleia geral. Oito) É nula qualquer divisão, cessão,
produtos de metal; alienação ou oneração de quotas que não
m) Abertura de uma fábrica de aço e ARTIGO SEXTO observe o preceituado no número antecedente.
ferro;
Prestações suplementares
n) Importação e distribuição de produtos ARTIGO OITAVO
e quipamentos de ferro e aço; Um) Não serão exigíveis aos sócios
Amortização de quotas
o) Fornecimento de aço inoxidável; prestações suplementares de capital.
p) Fabricação, transformação e comércio Dois) Os sócios poderão conceder à A sociedade pode proceder à amortização
de produtos metalúrgicos a partir sociedade os suprimentos de que ela necessite, de quotas, nos casos de falência de um sócio
de ferro e aço nomeadamente, nos termos e condições fixados por deliberação ou da sua quota, ter sido arrestada ou penhorada
discos de corte e desbarbamento, da assembleia geral. ou ainda onerada.
brocas de perfuração, pintura,
tubos de canalização, chapas lisas ARTIGO SÉTIMO ARTIGO NONO
e onduladas, tubos para rega por Divisão e cessão de quotas Assembleia geral
aspersão e sistemas de irrigação,
Um) A divisão e a cessão de quotas, Um) A assembleia geral reunirá ordinaria-
conformação de perfis abertos de
bem como a constituição de quaisquer ónus mente uma vez por ano e nos primeiros quatro
fundição e industrias conexas,
ou encargos sobre as mesmas, carecem de meses, após o fim do exercício anterior, para:
estrutras metálicas, pré-fabricação
de edifícios. autorização prévia da sociedade, dada por a) Apreciação, aprovação, correcção ou
deliberação da respectiva assembleia geral. rejeição do balanço e das contas do
Dois) A sociedade poderá desenvolver
Dois) É livre a cessão total ou parcial de exercício;
outras actividades industriais e comerciais,
quotas entre os sócios. b) D ecis ão s obre aplicação dos
subsidiárias ou complementares do seu objectivo
Três) É igualmente livre a cessão de quotas resultados;
principal, desde que devidamente autorizadas e
entre sócios e qualquer outra sociedade que: c) Deliberação sobre quaisquer outros
aprovadas pela assembleia geral e após ter sido
assuntos constantes da respectiva
obrida a autorização das entidades competentes a) Detenha ou controle, directa ou
convocatória.
quando necessária. indirectamente, o sócio cedente;
Três) A sociedade poderá, mediante delibe- b) Seja detida ou controlada, directa Dois) A assembleia geral poderá reunir-se
ração da assembleia geral e após autorização extraordinariamente sempre que for necessário
ou indirectamente, pelo sócio
das autoridades competentes, exercer quaisquer competindo-lhe normalmente deliberar sobre
cedente; ou,
outras actividades industriais ou comerciais que os assuntos da actividade da sociedade que
c) Seja detida ou controlada por quem
sejam permitidas por lei. ultrapassem a competência do gerente.
controle, directa ou indirectamente,
Quatro) A sociedade poderá ainda exercer o sócio cedente (doravante ARTIGO DÉCIMO
qualquer outra actividade distinta do seu objecto designadas por afiliadas).
principal desde que para o efeito obtenha as Convocação e reunião da assembleia geral
necessárias licenças. Quatro) A cessão, total ou parcial, de quotas
a terceiros, que não sejam afiliadas carece do Um) A assembleia geral será convocada
Cinco) Por deliberação da assembleia pelo gerente, por meio de fax ou email ou carta
geral, a sociedade poderá adquirir e alienar consentimento escrito da sociedade dado em
registada, com aviso de recepção, dirigidos aos
participações, maioritárias ou minoritárias, assembleia geral.
sócios com antecedência mínima de quinze
no capital de outras sociedades nacionais ou Cinco) O consentimento escrito da sociedade
dias.
estrangeiras, independentemente do ramo de depende:
Dois) Será dispensada a reunião da
actividade e ainda que estas tenham por objecto a) Da decisão dos sócios de exercerem ou assembleia geral, bem como as formalidades
uma actividade diversa da sua. não o direito de preferência; da sua convocação, quando ambos sócios
7 DE MAIO DE 2012 448 — (145)

concordem por escrito na deliberação ou Três) Deduzidos os gastos gerais, Maintenance Services, Limitada, sociedade
concordem, também por escrito, que dessa amortizações e encargos, dos resultados líquidos comercial, de responsabilidade limitada,
forma se delibere, ainda que as deliberações apurados em cada exercício serão deduzidos com sede na cidade de Tete, constituída aos
sejam tomadas fora da sede social, em qualquer os montantes necessários para a criação dos oito de Setembro de dois mil e sete, sob o
ocasião e qualquer que seja o seu objecto. seguintes fundos: n.º 100119153,
Três) Exceptuam-se, relativamente ao a) De reserva legal, enquanto não Pelo Outorgante foi dito que, os seus
disposto no número anterior, as deliberações estiver realizada, nos termos da representados, pelo presente contrato, constitui
que importem a modificação do pacto social, a lei ou sempre que seja necessário uma sociedade por quotas de responsabilidade
dissolução da sociedade ou a divisão e cessão de reintegrá-la; limitada que se regerá pelas cláusulas constantes
quotas, para as quais não poderão dispensar-se b) Outras reservas necessárias para dos artigos seguintes:
as reuniões da assembleia geral. garantir o equilíbrio económico e
Quatro) A assembleia geral considera-se ARTIGO PRIMEIRO
financeiro da sociedade.
regularmente constituída quando, em primeira (Forma e firma)
Quatro) O remanescente terá a aplicação que
convocação, estejam presentes ou devidamente
for deliberada pela assembleia geral. A sociedade adopta a forma de sociedade por
representados setenta e cinco por cento do
quotas de responsabilidade limitada e a firma de
capital social e, em segunda convocação, ARTIGO DÉCIMO QUARTO Probe Mining Mozambique, Limitada.
seja qual for o número de sócios presentes ou
Dissolução da sociedade
representados e independentemente do capital ARTIGO SEGUNDO
que representem. Um) A sociedade só se dissolve nos casos
Cinco) As deliberações da assembleia geral (Sede)
fixados na lei. Se for por acordo, será liquidada
são tomadas por maioria simples de votos dos como os sócios deliberarem. Um) A sede da sociedade é em Tete,
sócios presentes ou representados, excepto Dois) Será liquidatário o gerente em exercício Moçambique.
nos casos em que pela lei se exija maioria à data da dissolução, salvo deliberação diferente Dois) O conselho de administração poderá, a
diferente. da assembleia geral. todo o tempo, deliberar que a sede da sociedade
Três) Em caso de morte, dissolução ou seja transferida para qualquer outro local em
ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO interdição de um sócio, a sociedade continuará Moçambique.
Gerência e representação da sociedade com os seus herdeiros, sucessores ou Três) Por deliberação do conselho de
representantes os quais indicarão dentro administração poderão ser criadas e extintas, em
Um) A sociedade é gerida por um gerente Moçambique ou no estrangeiro, filiais, sucursais,
de trinta dias, um a que todos represente na
eleito em assembleia geral, o qual será designado delegações, escritórios de representação,
sociedade.
como director-geral. agências ou outras formas de representação
Dois) O gerente está dispensado de caução. ARTIGO DÉCIMO QUINTO social.
Três) O gerente auferirá remuneração da
Casos omissos ARTIGO TERCEIRO
sociedade.
Todos os casos omissos serão regulados (Duração)
ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO pelas normas do Código Comercial vigente e
A sociedade durará por um período de tempo
Competência do gerente pelas demais legislação aplicável e em vigor
indeterminado.
na República de Moçambique.
Um) Compete ao gerente exercer os mais
amplos poderes, representando a sociedade Está conforme. ARTIGO QUARTO
em juízo e fora dele, activa ou passivamente Maputo, vinte e sete de abril de dois mil (Objecto)
e praticando todos os demais actos tendentes e doze. – A Ajudante do Notário, Ilegível.
à realização do objecto social, que a lei ou os Um) O objecto social da sociedade consiste
na mineração, importação e exportação e outras
estatutos não reservem à assembleia geral.
actividades comerciais e industriais conexas
Dois) A sociedade fica obrigada pela Probe Mining Mozambique, permitidas por lei.
assinatura do gerente ou dos respectivos
mandatários ou procuradores, nos limites e
Limitada Dois) Por deliberação da assembleia geral,
a sociedade poderá ainda exercer outras
termos das respectivas procurações. Certifico, para efeitos de publicação, que actividades permitidas por lei, bem como adquirir
Três) Em caso algum a sociedade poderá no dia vinte e seis de Abril de dois mil e participações, maioritárias ou minoritárias, no
ser obrigada em actos ou documentos que não doze, foi matriculada sob NUEL 100287668 capital social de outras sociedades, nacionais
digam respeito às actividades relacionadas com uma sociedade denominada Probe Mining ou estrangeiras, independentemente do ramo
o objecto social, especialmente em letras de Mozambique, Limitada. de actividade.
favor, fianças e abonações.
Shishir Kanakrai, de nacionalidade ARTIGO QUINTO
Quatro) A gerência poderá constituir
moçambicana, portador do Bilhete de
mandatários ou procuradores para a prática (Capital social)
Identidade n.º 050100366606C, emitido
de determinados actos ou categorias de actos,
aos vinte e um de Julho de dois mil e dez, Um) O capital social da sociedade,
atribuindo tais poderes através de procuração.
com domicílio na Avenida da Liberdade, integralmente realizado em dinheiro, é de
ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO prédio em frente as bombas de combustível vinte mil meticais, correspondendo à soma de
Galp-Tangerina, primeiro andar, lado direito, duas quotas, subscritas pelos sócios da seguinte
Balanço e aplicação de resultados
cidade de Tete, que outorga em representação forma:
Um) O ano fiscal coincide com o ano civil. de Probe Integrated Mining Technologies a) Probe Integrated Mining Technologies,
Dois) O balanço e a conta de resultados (Pty), Limited, sociedade comercial, com Limited, subscreve uma quota
fechar-se-ão com referência a trinta e um de sede em WCMAS Building, CNR OR no valor de catorze mil meticais,
Dezembro de cada ano e serão submetidos à TAMBO & Susanna Street, Witbank, África correspondente a setenta por cento
apreciação da assembleia geral. do Sul, sob o n.º 1969/016968/07, e de MSL do capital social;
448 — (146) III SÉRIE — NÚMERO 18

b) MSL Maintenance Services, Limitada, Dois) As reuniões da assembleia geral ARTIGO DÉCIMO QUARTO
subscreve uma quota no valor de serão conduzidas por uma mesa composta
(Reuniões e deliberações)
seis mil meticais), correspondente a por um presidente e por um secretário, os
trinta por cento do capital social; quais se manterão nos seus cargos até que a Um) O conselho de administração reunirá,
Dois) Mediante deliberação da assembleia estes renunciem ou até que a assembleia geral ordinariamente, pelo menos uma vez por ano,
geral, o capital social da sociedade poderá ser delibere destituí-los. nos primeiros três meses depois de findo o
aumentado com recurso a novas entradas ou por ARTIGO DÉCIMO
exercício do ano anterior e, extraordinariamente,
incorporação de reservas disponíveis. (Reuniões e deliberações) sempre que tal se mostre necessário.
ARTIGO SEXTO Um) A assembleia geral reúne-se, Dois) As reuniões terão lugar na sede da
ordinariamente, pelo menos uma vez por ano, sociedade, salvo quando todos os administradores
(Cessão de quotas)
nos primeiros três meses depois de findo o acordarem na escolha de outro local, devem ser
Um) A cessão de quotas entre os sócios é exercício do ano anterior e, extraordinariamente, convocadas por qualquer dos administradores,
livre. ou ainda a pedido de um dos sócios, por meio
sempre que tal se mostre necessário.
Dois) A cessão total ou parcial de quotas a de carta registada com aviso de recepção,
Dois) As reuniões terão lugar na sede
terceiros está sujeita ao prévio consentimento correio electrónico ou via telecópia com uma
escrito da sociedade, sendo que os sócios não da sociedade, salvo quando todos os sócios
acordarem na escolha de outro local. antecedência mínima de quinze dias.
cedentes gozam do direito de preferência.
Três) O sócio que pretenda ceder a sua quota Três) As reuniões deverão ser convocadas
ARTIGO DÉCIMO QUINTO
a terceiros, deverá comunicar a sua intenção pelo presidente da mesa de assembleia geral por
aos restantes sócios e a sociedade, por meio de meio de carta registada com aviso de recepção, (Vinculação da sociedade)
carta registada enviada com uma antecedência correio electrónico ou via telecópia com uma
não inferior a trinta dias, na qual constará a A sociedade obriga-se:
antecedência mínima de quinze dias.
identificação do potencial cessionário e todas a) Pela assinatura conjunta de qualquer
as condições que tenham sido propostas. ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO dos dois dos administradores, no
Quatro) Os restantes sócios deverão exercer âmbito dos poderes e competências
(Competências da assembleia geral)
o seu direito de preferência no prazo máximo de que lhe tenham sido conferidos,
trinta dias a contar da data de recepção da carta A assembleia geral delibera sobre os assuntos b) Pela assinatura do procurador, nos
registada referida no número anterior. que lhe estejam exclusivamente reservados pela precisos termos do respectivo
Cinco) Se nenhum dos sócios exercer o lei ou por estes estatutos, nomeadamente: instrumento de mandato.
seu direito de preferência, nem a sociedade
manifestar por escrito a sua oposição à cessão a) Aprovação do relatório anual do
ARTIGO DÉCIMO SEXTO
proposta, o sócio cedente poderá transmitir conselho de administração, do
ao potencial cessionário a sua quota, total ou balanço e das contas do exercício; (Fiscal único)
parcialmente. b) Distribuição de lucros;
A fiscalização da sociedade poderá ser
c) A designação e a destituição de
ARTIGO SÉTIMO confiada a um fiscal único, que será uma
qualquer membro do conselho de
sociedade de auditoria independente, nomeada
(Ónus e encargos) administração;
anualmente, por indicação dos sócios em
Um) Os sócios não constituirão nem d) Outras matérias reguladas pela lei
assembleia geral ordinária.
autorizarão que sejam constituídos quaisquer comercial.
ónus, ou outros encargos sobre as suas quotas,
ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO ARTIGO DÉCIMO SÉTIMO
salvo se autorizados pela sociedade, mediante
deliberação da assembleia geral. (Conselho de administração) (Exercício e contas do exercício)
Dois) O sócio que pretenda constituir Um) A sociedade será administrada e
quaisquer ónus ou outros encargos sobre a sua Um) O exercício anual da sociedade coincide
representada por um conselho de administração,
quota, deverá notificar a sociedade, por carta com o ano civil.
composto por cinco administradores, que podem
registada com aviso de recepção, dos respectivos Dois) O conselho de administração deverá
ser pessoas estranhas à sociedade, um dos quais
termos e condições, incluindo informação preparar e submeter à aprovação da assembleia
exercerá o cargo de presidente do conselho de
detalhada da transacção subjacente. geral o relatório anual da administração, o
administração.
Três) A reunião da assembleia geral será
Dois) Os administradores exercem os seus balanço e as contas de cada exercício, até ao
convocada no prazo de quinze dias a contar da
data de recepção da referida carta registada. cargos por um ano, findo prazo, havendo terceiro mês do ano seguinte em análise.
necessidade de reeleição.
ARTIGO OITAVO Três) Os administradores estão isentos de ARTIGO DÉCIMO OITAVO
(Órgãos sociais) prestar caução.
(Dissolução)
Constituem órgãos sociais da sociedade a ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO
assembleia geral, conselho de administração e Um) A sociedade dissolve-se nos casos
(Competências)
o fiscal único. previstos na lei ou por deliberação unânime da
O conselho de administração terá todos os assembleia geral.
ARTIGO NONO poderes para gerir a sociedade e prosseguir o seu Dois) Os sócios diligenciarão para que sejam
(Composição da assembleia geral) objecto social, salvo os poderes e competências executados todos os actos exigidos pela lei para
que não estejam exclusivamente atribuídos por efectuar a dissolução da sociedade ocorrendo
Um) A assembleia geral é constituída por lei ou pelos presentes estatutos à assembleia
todos os sócios da sociedade. quaisquer casos de dissolução.
geral.
7 DE MAIO DE 2012 448 — (147)

ARTIGO DÉCIMO NONO casa número mil setecentos e quarenta e sete, a sua alienação a quem e pelos preços que
(Liquidação)
segundo andar, bairro Central, portador de melhor entender, gosando o novo sócio dos
Bilhete de Identidade n.º110100159122B, direitos correspondentes a sua participação na
Um) A liquidação da sociedade será emitido no dia vinte e um de Abril de dois mil sociedade.
extrajudicial, nos termos a serem deliberados e dez, em Maputo.
pela assembleia geral, e tendo em atenção o Pelo presente contrato de sociedade outorgam ARTIGO SÉTIMO
disposto na legislação em vigor. e constituem entre si uma sociedade por quotas Administração
Dois) A sociedade poderá ser imediatamente de responsabilidade limitada, que se regerá pelas
liquidada, mediante a transferência de todos Um) Administração e gestão da sociedade
cláusulas seguintes:
os seus bens, direitos e obrigações a favor e sua representação em juizo fortalece activa e
de qualquer sócio desde que devidamente ARTIGO PRIMEIRO passivamente, passam desde já a cargo do socio
autorizado pela assembleia geral e obtido o Nelso Luís Cumbane.
Denominaçâo
acordo escrito de todos os credores. Dois) A sociedade ficará obrigada pela
Três) Se a sociedade não for imediatamente A sociedade adopta a denominação de Sigma assinatura de um gerente ou procurador
liquidada, nos termos do número anterior, – Soluções Informatica, Limitada, e tem a sua especialmente constituido pela gerência dos
e sem prejuízo de outras disposições legais sede na Avenida de Moçambique Km dezoito, termos e limites específicos do respectivo
imperativas, todas as dívidas e responsabilidades Inhagoia número cinqüenta e oito, cidade de mandatos.
da sociedade incluindo, sem restrições, todas Maputo. Três) É vedado a qualquer dos agentes ou
as despesas incorridas com a liquidação e mandatário assinar em nome da sociedade
ARTIGO SEGUNDO
quaisquer empréstimos vencidos serão pagos quaisquer actos ou contratos que digam
ou reembolsados antes de serem transferidos Duração respeitos a negócios estranhos à mesma.
quaisquer fundos aos sócios. A sua duração será por tempo inderterminado, Quatro) Os actos de mero espediente poderão
Quatro) A assembleia geral pode deliberar, contando-se o seu início a partir da data da ser individualmente assinados por empregados
por unanimidade, que os bens remanescentes constituição. da socieddade devidamente autorizados pelo
sejam distribuídos pelos sócios.
gerência.
ARTIGO TERCEIRO
ARTIGO VIGÉSIMO
Objecto ARTIGO OITAVO
(Omissões)
Um) A sociedade tem por objecto a prestação Assembleia geral
Em tudo que for omisso aplicar-se-ão as de serviços de informatica, formação, venda de
disposições constantes do Código Comercial, consumiveis, café internet, fax e outros serviços Um) Assembleia geral reunir-se-á
aprovado pelo Decreto-Lei número dois barra de informatica. ordinariamente uma vez por ano para apreciação
dois mil e cinco, de vinte e sete de Dezembro Dois) A sociedade poderá adquirir e aprovação de balanço de contas do exercicio
e demais legislação aplicável e em vigor na participação financeira em sociedade a constituir findo e repartição de lucros e perdas.
República de Moçambique. ou já constituidas ainda que tenham objecto Dois) A assembleia geral poderá reunir-
Maputo, vinte e sete de Abril de dois mil social diferente do da sociedade. se extraodinariamente quantas vezes forem
e doze. — O Técnico, Ilegível. Três) A sociedade poderá exercer quaisquer
necessárias desde que as circunstâncias assim o
outras actividades desde que para o efeito
exijam para deliberar sobre quaisquer assuntos
esteja devidamente autorizada nos termos da
legislação em vigor. que se digam respeito à sociedade.
Sigma- Soluções ARTIGO QUARTO ARTIGO NONO
Informáticas, Limitada
Capital social Herdeiros
Certifico, para efeitos de publicação, que O capital social, integralmente subsecrito e Em caso da morte, interdição ou inabilitação
no dia três de Novembro de dois mil e onze, realizado em dinheiro, é de vinte mil meticais de um dos sócios os seus herdeiros assumem
foi matriculada na Conservatória do Registo dividido pelos sócios por igual de dez mil automaticamente o lugar na sociedade com
de Entidades Legais sob NUEL 100255596 meticais correspondente a cinqüenta porcento
dispensa de caução, podendo estes nomear os
uma sociedade denominada Sigma- Soluções do capital.
seus representantes se assim o entenderem desde
Informáticas, Limitada.
ARTIGO QUINTO que obdecem o percentuado no termos da lei.
É celebrado o presente contrato de sociedade,
Aumento do capital ARTIGO DÉCIMO
nos termos do artigo noventa do Código
Comercial, entre: O capital social poderá ser aumentado ou Dissolução
diminuido quantas vezes forem necessárias
Primeiro. Nelson Luís Cumbane, solteiro, A sociedade só se dissolve nos termos
desde que assembleia geral delibere sobre o
natural da cidade de Maputo, residente em fixados pela lei ou por comum acordo dos sócios
assunto.
Maputo, bairro Central, Avenida Karl Marx, quando assim o entenderem.
quarteirão dezasseis,casa número mil setecentos ARTIGO SEXTO
ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO
e quarenta e sete, Maputo cidade, portador de Divisão e cessão de quotas
Casos omissos
Bilhete de Identidade n.º 110144214C, emitido
Um) Sem prejuízo das disposições legais em
no dia trinta e um de Agosto de dois mil e oito, Os casos omissos serão regulados pela
vigor a cessão ou alienação total ou parcial de
em Maputo. legislação comercial vigente aplicável na
quotas deverá ser do consentimento dos sócios
Segundo. Olga Marta de Incarnação, solteira, República de Moçambique.
gozando estes do direito de preferencia.
natural de Maputo cidade, residente em Maputo Dois) Se nem a sociedade, nem os socios Maputo, vinte e sete de Abril de dois mil
Avenida Karl Marx, quarteirão dezasseis, mostrarem interesse pela quota cedente decidirá e doze. — O Técnico, Ilegível.
448 — (148) III SÉRIE — NÚMERO 18

Tete Development Company, Três) Por deliberação do Conselho poderá emitir, nos mercados interno e externo,
de Administração, poderão ser criadas e obrigações ou qualquer outro tipo de título de
S.A.
extintas, em Moçambique ou no estrangeiro, dívida legalmente permitido, em diferentes séries
Certifico, para efeitos de publicação, que filiais, sucursais, delegações, escritórios de e classes, incluindo obrigações convertíveis em
no dia vinte e seis de Abril de dois mil e doze, representação, agências ou outras formas de acções e obrigações com direito de subscrição
foi matriculada sob NUEL 100287641 uma representação social. de acções.
sociedade denominada Tete Development Dois) Os accionistas terão direito de
Company, S.A. ARTIGO TERCEIRO preferência, na proporção das respectivas
Shishir Kanakrai, de nacionalidade (Duração) participações de capital, relativamente à
moçambicana, portador do Bilhete de subscrição de quaisquer obrigações convertíveis
Identidade n.º 050100366606C, emitido A sociedade durará por um período de tempo
em acções ou com direito de subscrição de
aos vinte e um de Julho de dois mil e dez, indeterminado.
acções, cuja emissão tenha sido deliberada pela
advogado, titular da Carteira Profissional Assembleia Geral.
número quinhentos e trinta e seis, com ARTIGO QUARTO
Três) Os certificados de obrigações deve
domicílio na Avenida da Liberdade, prédio (Objecto) sem ser assinados por dois administradores,
em frente as bombas de combustível Galp- sendo um deles, necessariamente, o Presidente
Um) A sociedade tem, por objecto social, a
Tangerina, primeiro andar, lado direito, do Conselho de Administração.
cidade de Tete, que outorga em representação construção civil, construção e fabricação de aço,
de Patrick Mathew Dunn, de nacionalidade instalações elétricas, encanamento, comércio ARTIGO SÉTIMO
Sul-africana, portador do Passaporte de equipamentos de construção, importação,
exportação, aluguer de equipamentos de (Acções ou obrigações próprias)
n.º 43467113, emitido aos oito de Maio de
dois mil e dois, residente na África do Sul; construção, de terraplanagem, paisagismo, Um) Mediante deliberação da Assembleia
de Michael David Dunn, de nacionalidade Imobiliária, prestação de serviços de design Geral, aprovada por uma maioria que represente,
Zimbabweana, portador do Passaporte de interiores, pinturas, manutenção de imóveis pelo menos, setenta e cinco por cento das acções
n.º BN908916, emitido aos dezasseis de Junho e móveis, vendas e instalação de sistemas de que conferem direito a voto, a Sociedade poderá
de dois mil e dez, residente em Zimbabwe; segurança, ar - condicionado, máquinas de adquirir acções ou obrigações próprias e realizar
de Mark Johanathan Futter, de nacionalidade refrigeração, terraplenagem, pode ainda exercer as operações relativas às mesmas, que forem
Zimbabweana, portador do Passaporte actividades comerciais ou industriais conexas, permitidas por lei.
n.º BN766386, emitido aos trinta de complementares ou subsidiárias da actividade Dois) Os direitos sociais das acções próprias
Dezembro de dois mil e oito, residente em principal, desde que devidamente autorizada. ficarão suspensos enquanto essas acções
Zimbabwe; de Michael Edwin Futter, de Dois) Por deliberação do Conselho de pertencerem à sociedade, salvo no que respeita
nacionalidade Zimbabweana, portador do Administração, a sociedade poderá adquirir ao direito de receber novas acções em caso de
Passaporte n.º AN370194, emitido aos vinte participações no capital de outras sociedades aumento de capital por incorporação de reservas,
e sete de Maio de dois mil e dois, residente comerciais. não sendo as acções próprias consideradas para
em Zimbabwe; e de Kurt Louis Heyns, de efeitos de votação em Assembleia Geral ou de
nacionalidade Sul-africana, portador do CAPÍTULO II determinação do respectivo quórum.
Passaporte n.º M00009287, emitido aos Três) Os direitos inerentes às obrigações
vinte de Setembro de dois mil e nove, Do capital social detidas pela Sociedade permanecerão suspensos
na África do Sul, residente em Harare, ARTIGO QUINTO enquanto as mesmas forem por si tituladas, sem
Zimbabwe. prejuízo da possibilidade da sua conversão ou
Pelo outorgante foi dito que, pelo presente (Valor, certificados de acções e espécies de amortização.
contrato, constitui uma sociedade anónima, de acções)
responsabilidade limitada que se regerá pelas ARTIGO OITAVO
Um) O capital social da sociedade,
cláusulas constantes dos artigos seguintes: integralmente subscrito em dinheiro, é de (Aumento do capital social)
CAPÍTULO I seiscentos mil meticais, realizado em cem por
Um) O capital social poderá ser aumentado
cento, representado por seiscentas acções, cada uma ou mais vezes, através de novas entradas,
(Da denominação, forma, sede, uma com o valor nominal de mil meticais. em dinheiro ou em espécie, ou através da
duração e objecto) Dois) As acções da Sociedade serão incorporação de reservas, de resultados ou da
ARTIGO PRIMEIRO nominativas ou ao portador e serão representadas conversão do passivo em capital, mediante
por certificados de um, cinco, dez cinquenta, mil deliberação da Assembleia Geral, aprovada por
(Forma e denominação) ou múltiplos de mil acções. uma maioria de accionistas que representem,
A sociedade adopta a forma de sociedade Três) A sociedade poderá emitir acções pelo menos, setenta e cinco por cento das acções
anónima de responsabilidade limitada e a preferenciais sem voto, remíveis ou não, em com direito de voto.
denominação de Tete Development Company, diferentes classes ou séries. Dois) Excepto se de outro modo deliberado
SA ou também abreviadamente designado por Quatro) Os certificados serão assinados pela Assembleia Geral, os accionistas terão
TDC. por dois administradores, sendo uma dessas direito de preferência na subscrição de novas
ARTIGO SEGUNDO assinaturas do Presidente do Conselho de acções em cada aumento de capital.
Administração. Três) O montante do aumento será
(Sede) distribuído entre os accionistas que exerçam
Um) A sociedade tem a sua sede na ARTIGO SEXTO o seu direito de preferência, atribuindo-se-lhes
Avenida Eduardo Mondlane, cidade de Tete, (Emissão de obrigações) uma participação nesse aumento, na proporção
Moçambique. da respectiva participação social já realizada
Dois) O Conselho de Administração poderá, Um) Mediante deliberação da Assembleia à data da deliberação do aumento de capital,
a todo o tempo, deliberar que a sede da Geral, aprovada por uma maioria que represente, ou a participação que os accionistas em causa
Sociedade seja transferida para qualquer outro pelo menos, setenta e cinco por cento das acções tenham declarado pretender subscrever, se esta
local, em Moçambique. que conferem direito a voto, a sociedade for inferior àquela.
7 DE MAIO DE 2012 448 — (149)

Quatro) Os accionistas deverão ser notificados ou encargos sobre as mesmas, terão lugar na sede da sociedade, salvo quando
do prazo e demais condições do exercício em violação do disposto no artigo todos os accionistas acordarem na escolha de
do direito de subscrição do aumento por fax, décimo; outro local.
correio electrónico ou carta registada. Tal prazo b) As acções tiverem sido judicialmente Dois) As reuniões da Assembleia Geral
não poderá ser inferior a quinze dias. penhoradas ou objecto de qualquer deverão ser convocadas por meio de fax,
acto judicial ou administrativo de
ARTIGO NONO correio electrónico, carta registada, com uma
efeito semelhante;
antecedência mínima de quinze dias em relação
(Transmissão de acções e direito c) O accionista tiver sido declarado
à data da reunião.
de preferência) insolvente, interdito ou incapaz de
gerir os seus negócios; Três) O Conselho de Administração, o fiscal
Um) A transmissão de acções está sujeita único ou um grupo de accionistas representantes
d) O accionista tiver incumprido alguma
ao consentimento prévio da sociedade, o qual de mais de vinte por cento do capital social da
deliberação da Assembleia Geral,
deverá ser prestado mediante deliberação da sociedade podem solicitar a convocação de uma
aprovada nos termos dos presentes
Assembleia Geral. Adicionalmente nenhum estatutos. assembleia-geral extraordinária. A agenda de
accionista poderá transmitir as suas acções
Dois) A contrapartida da amortização das trabalho da referida assembleia deverá constar
a terceiros sem proporcionar aos outros
acções será igual ao seu valor contabilístico, da convocatória.
accionistas o eventual exercício do seu direito
baseado no balanço mais recente aprovado pela Quatro) As reuniões da Assembleia
de preferência.
Assembleia Geral. Geral podem ter lugar sem que tenha havido
Dois) Qualquer accionista que pretenda
convocação, desde que todos os accionistas,
transmitir as suas acções (o vendedor) deverá CAPÍTULO III
comunicar ao Conselho de Administração, por com direito de voto, estejam presentes ou
Do órgãos sociais representados, tenham dado o seu consentimento
carta dirigida ao mesmo as acções a vender, o
respectivo preço por acção e divisa em que tal ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO para a realização da reunião e tenham acordado
preço será pago. em deliberar sobre determinada matéria.
(Órgãos sociais)
Três) O direito de preferência previsto no Cinco) A Assembleia Geral só delibera
presente artigo tem eficácia real. Os órgãos sociais da sociedade são a validamente se estiverem presentes, ou
Assembleia Geral, o Conselho de Administração representados, accionistas que detenham
ARTIGO DÉCIMO e o fiscal único. acções correspondentes a, pelo menos, setenta
(Ónus ou encargos sobre as acções) SECÇÃO I e cinco por cento das acções com direito de
voto. Qualquer accionista que esteja impedido
Um) Os accionistas não poderão constituir Da Assembleia Geral
ónus ou encargos sobre as acções de que de comparecer a uma reunião poderá fazer-se
sejam titulares, sem o prévio consentimento ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO representar por outra pessoa, munida de carta
da Sociedade. (Composição da Assembleia Geral)
endereçada ao Presidente da Assembleia Geral,
Dois) De forma a obter o consentimento da a identificar o accionista representado e o
sociedade, o accionista que pretenda constituir Um) A Assembleia Geral é composta por objecto dos poderes conferidos.
ónus ou encargos sobre as suas acções, todos os accionistas.
Seis) Os accionistas poderão ser representados
deverá notificar o Presidente do Conselho de Dois) Os titulares de obrigações não poderão
na Assembleia Geral através de uma procuração
Administração, através de carta registada, com assistir às reuniões da Assembleia Geral.
passada ao advogado, ao outro accionista ou a
aviso de recepção ou por correio electrónico Três) As reuniões da Assembleia Geral
serão conduzidas por uma mesa composta por um dos Administradores da Sociedade por um
indicando as condições em que pretende
um Presidente e por um Secretário, os quais se período máximo de doze meses.
constituir o ónus ou encargo.
Três) O Presidente do Conselho de manterão nos seus cargos por um período de três
ARTIGO DÉCIMO QUINTO
Administração, no prazo de cinco dias após a anos ou até que a estes renunciem ou até que a
recepção da carta referida no número anterior, Assembleia Geral delibere destituí-los. (Poderes da Assembleia Geral)
transmitirá ao Presidente da Assembleia Geral, o Quatro) O presidente deve convocar e
conduzir as reuniões da Assembleia Geral, A Assembleia Geral delibera sobre os
conteúdo da referida carta para que este proceda
atribuir poderes aos membros do Conselho assuntos que lhe estejam exclusivamente
à convocação de uma Assembleia Geral para
deliberar sobre o referido consentimento. de Administração e ao fiscal único, assinar os reservados pela lei ou por estes estatutos,
Quatro) O Presidente da Assembleia Geral termos de abertura e de encerramento das actas, nomeadamente:
deverá convocar a Assembleia Geral prevista assim como as outras funções atribuídas pela lei a) Alteração dos estatutos da sociedade,
no número anterior, para que esta tenha lugar ou pelos estatutos.
incluindo a fusão, cisão,
no prazo de quinze dias, contados da data de Cinco) O secretário, além de apoiar o
transformação ou dissolução da
recepção da comunicação do Presidente do Presidente, deve preparar todos os livros legais
sociedade;
Conselho de Administração. e todas as tarefas administrativas relativas à
Assembleia Geral. b) Aumento ou redução do capital social
ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO da sociedade;
ARTIGO DÉCIMO QUARTO c) Nomeação dos administradores e de uma
(Amortização de acções)
(Reuniões e deliberações) sociedade de auditores externos, se
Um) A sociedade poderá amortizar, total e quando for necessário;
ou parcialmente, as acções de um accionista Um) A Assembleia Geral reúne-se, d) Distribuição de dividendos;
quando: ordinariamente, pelo menos uma vez por ano, e) Estipular a remuneração dos membros
a) O accionista tenha vendido as suas nos primeiros três meses depois de findo o
do Conselho de Administração; e
acções, em violação do disposto exercício do ano anterior, e extraordinariamente
f) Outros referidos nos presentes estatutos
no artigo nono, ou criado ónus sempre que tal se mostre necessário. As reuniões
e na lei.
448 — (150) III SÉRIE — NÚMERO 18

SECÇÃO II quaisquer dois Administradores. Caso não CAPÍTULO V


Do Conselho de Administração exista quórum no dia da reunião ou no dia
Do exercício
seguinte, a reunião deverá ser cancelada.
ARTIGO DÉCIMO SEXTO Cinco) As deliberações do Conselho de ARTIGO VIGÉSIMO TERCEIRO
(Composição) Administração são aprovadas por maioria
simples. (Exercício)
Um) A sociedade é administrada e
Seis) Será lavrada uma acta de cada O exercício anual da sociedade corresponde
representada por cinco administradores, um dos
reunião.
quais exercerá as funções de Presidente, tendo ao ano civil.
este último o voto de qualidade nas reuniões do ARTIGO DÉCIMO NONO
Conselho de Administração. CAPÍTULO VI
(Direitos e deveres do Presidente do
Dois) O Presidente do Conselho de Da dissolução e liquidação
Conselho de Administração)
Administração será o sócio maioritário da
sociedade ou o representante do mesmo. Um) Para além de outras competências que ARTIGO VIGÉSIMO QUARTO
Três) A gestão diária da sociedade poderá lhe foram atribuídas pela lei e por estes estatutos,
(Dissolução)
ser confiada a um Director-geral a ser nomeado o Presidente do Conselho de Administração terá
pelo Conselho de Administração. as seguintes responsabilidades: Um) A sociedade dissolve-se:
Quatro) O Conselho de Administração poderá a) Presidir às reuniões, conduzir os i) Nos casos previstos na lei; ou
nomear até ao máximo de três Administradores ii) Por deliberação unânime da Assembleia
trabalhos e assegurar a discussão
suplentes. Geral.
ordeira e a votação dos pontos da
Cinco) Os administradores poderão ser Dois) Os accionistas executarão e
ordem de trabalhos;
admitidos para um período de cinco anos e
b) Assegurar que toda a informação diligenciarão para que sejam executados
poderão ser readmitidos quando terminar seu
estatutariamente exigida é todos os actos exigidos pela lei para efectuar a
mandato.
prontamente fornecida a todos os dissolução da Sociedade.
ARTIGO DÉCIMO SÉTIMO membros do Conselho;
c) Em geral, coordenar as actividades do ARTIGO VIGÉSIMO QUINTO
(Poderes)
Conselho e assegurar o respectivo (Liquidação)
O Conselho de Administração terá todos os funcionamento; e
poderes para gerir a sociedade e para prosseguir d) Assegurar que sejam lavradas actas Um) A liquidação será extra-judicial,
o seu objecto social, excepto aqueles poderes das reuniões do Conselho e que conforme seja deliberado pela Assembleia
e competências que a lei ou estes estatutos as mesmas sejam transcritas no Geral.
atribuam, em exclusivo, à Assembleia Geral. respectivo livro. Dois) A sociedade poderá ser imediatamente
liquidada, mediante a transferência de todos
ARTIGO DÉCIMO OITAVO ARTIGO VIGÉSIMO os seus bens, direitos e obrigações a favor de
(Reuniões e deliberações) qualquer accionista, desde que devidamente
(Forma de obrigar)
Um) O Conselho de Administração reunirá autorizado pela Assembleia Geral e obtido
Um) A sociedade obriga-se:
sempre que necessário. acordo escrito de todos os credores.
Dois) As reuniões do Conselho de a) Pela assinatura de qualquer dos
Três) Se a sociedade não for imediatamente
Administração serão realizadas na sede Administradores;
liquidada nos termos do número anterior,
da Sociedade em Tete, excepto se os b) Pela assinatura de um ou mais
procuradores, nos precisos termos e sem prejuízo de outras disposições legais
Administradores decidirem reunir noutro imperativas, todas as dívidas e responsabilidades
local. dos respectivos instrumentos de
mandato. da sociedade (incluindo, sem restrições, todas
Três) As reuniões do Conselho de
Dois) O Administrador fica dispensado de as despesas incorridas com a liquidação e
Administração serão convocadas por dois
Administradores, por carta, correio electrónico prestar caução. quaisquer empréstimos vencidos) serão pagas ou
ou via fax, com uma antecedência de, pelo reembolsadas antes que possam ser transferidos
SECÇÃO III quaisquer fundos aos accionistas.
menos, sete dias relativamente à data agendada
para a sua realização. As reuniões do Conselho Da fiscalização Quatro) A Assembleia Geral pode deliberar,
de Administração podem realizar-se sem ARTIGO VIGÉSIMO PRIMEIRO por unanimidade, que os bens remanescentes
convocação prévia, desde que no momento sejam distribuídos, em espécie ou em dinheiro,
da votação todos os Administradores estejam (Fiscal único)
pelos accionistas.
presentes ou representados nos termos O Fiscal Único deverá ser um auditor de
estabelecidos nos presentes estatutos ou na lei contas ou uma sociedade de auditores de CAPÍTULO VII
aplicável. Cada aviso convocatório para uma contas. Das disposições finais
reunião da Conselho de Administração deve
conter a data, hora, lugar e a ordem do dia da ARTIGO VIGÉSIMO SEGUNDO ARTIGO VIGÉSIMO SEXTO
reunião. (Poderes)
Quatro) O Conselho de Administração pode (Distribuição de dividendos)
validamente deliberar quando pelo menos Para além dos poderes conferidos por
lei, o fiscal único terá o direito de levar ao Os dividendos serão pagos nos termos que
o Presidente e um Administrador estejam
presentes. Se o presidente e um administrador conhecimento do Conselho de Administração, vierem a ser determinados pela Assembleia
não estiverem presentes na data da reunião, ou da Assembleia Geral, qualquer assunto que Geral.
esta poderá ter lugar no dia seguinte e deliberar deva ser ponderado e dar o seu parecer em Maputo, vinte e sete de Abril de dois mil
validamente desde que estejam presentes qualquer matéria que seja da sua competência. e doze. — O Técnico, Ilegível.
7 DE MAIO DE 2012 448 — (151)

MACE – Gestão de Projectos Consultoria e Gestão de Projectos quotas, sendo uma no valor nominal de cento
e Construção, Limitada, e a outra, e quarenta e quatro meticais, correspondendo
e Construção - Limitada
no valor nominal de cinquenta e a setenta e dois por cento do capital social
Certifico, para efeitos de publicação, que seis meticais correspondendo a pertencente à sócia Mace – Consultoria e
no dia vinte e seis de Março de dois mil e doze vinte e oito por cento do capital Gestão de Projectos e Construção, Limitada,
, foi matriculada na Conservatória do Registo social , pertencente à sócia Final, e a outra, no valor nominal de cinquenta e seis
de Entidades Legais sob NUEL 100280116 Limitada; meticais, correspondendo a vinte e oito por
uma sociedade denominada MACE – Gestão de d) As partes (sócios) decidiram constituir cento do capital social , pertencente à sócia
Projectos e Construção – Limitada,entre: a sociedade com base nos preceitos Final, Limitada.
Primeiro: MACE- Consultoria e Gestão de legais em vigor na República de
Moçambique e devendo-se reger ARTIGO QUINTO
Projectos e Construção, Limitada, sociedade
por quotas de responsabilidade de Direito pelos presentes estatutos e artigos (Prestações suplementares e suprimentos)
Portugues, matriculada na Conservatória do seguintes.
Os sócios poderão aportar à sociedade
Registo Comercial de Lisboa, com o NIPC
CAPÍTULO I prestações suplementares de capital e/ou
504679350, e sede na Travessa da Trindade,
suprimentos, no valor, termos e condições,
número dezasseis, terceiro C- Edifício Novo Da denominação, duração, sede conforme for deliberado em assembleia geral.
Chiado, Lisboa, Portugal, aqui representada e objecto
pelo Dr. Paulo Centeio, advogado, inscrito ARTIGO SEXTO
na Ordem dos Advogados de Moçambique, e ARTIGO PRIMEIRO
(Transmissão e oneração de quotas)
com domicílio profissional na Avenida Julius (Denominação e duração)
Nyerere, número dois mil trezentos e noventa Um) A divisão e cessão de quotas é livre
e nove , cidade de Maputo, Moçambique, A sociedade adopta a firma MACE – Gestão
entre os sócios.
conforme acta número dezassete da referida de Projectos e Construção, Limitada, doravante
Dois) Na cessão a terceiros, os sócios, em
sociedade, que vai anexa; denominada sociedade e é constituída sob
primeiro lugar, e a sociedade terão direito de
a forma de sociedade comercial por quotas
Segundo: FINAL- Financiamentos, preferência.
de responsabilidade limitada e por tempo
Investimentos, Agenciamentos, Limitada, Três) Um sócio que pretenda transmitir
indeterminado, regendo-se pelos presentes
sociedade por quotas de responsabilidade a sua quota deve notificar por escrito os
estatutos e pela legislação aplicável.
limitada de Direito Moçambicano, matriculada restantes sócios e a sociedade, indicando o
na Conservatória do Registo das Entidades ARTIGO SEGUNDO potencial adquirente, objecto de transmissão e
Legais, com o NUEL 7.319, com sede em as respectivas condições contratuais.
(Sede social) Quatro) Os sócios e a sociedade devem
Maputo, Moçambique, aqui representada pelo
Victor Manuel Fernandes Sumbana, titular Um) A sociedade tem a sua sede na avenida exercer o seu direito de preferência entre quinze
do Bilhete de Identidade n.° 110100009235, Armando Tivane, número quinhentos e noventa e quarenta e cinco dias, respectivamente, a
emitido pela Direcção de Identificação Civil e nove, em Maputo, Moçambique. contar da data da recepção da notificação da
de Maputo, a dezoito de Novembro de dois mil Dois) Por simples deliberação do conselho transmissão acima referida.
e onze, conforme acta da assembleia geral da de gerência a sociedade poderá deslocar a sua Cinco) É vedado aos sócios constituir a sua
sociedade, de dezoito de Novembro de dois mil sede social dentro da Província de Maputo. quota em garantia ou caução, ou onerá-la sob
e onze, que vai anexa,considerando que: Três) A sociedade poderá estabelecer qualquer forma. Se tal ocorrer, a sociedade
sucursais, agências, delegações e filiais, em amortizará essa quota, pelo valor que Ihe
a) As partes acima identificadas
qualquer ponto do território da República corresponder no último balanço social aprovado
acordaram em constituir e registar de Moçambique, quando e onde achar
uma sociedade sob a forma de em assembleia geral.
conveniente.
sociedade comercial anónima
ARTIGO SÉTIMO
de responsabilidade limitada ARTIGO TERCEIRO
denominada MACE – Gestão de (Amortização da quota)
(Objecto social)
Projectos e Construção – Limitada, Um) Para além do estabelecido no número
cujo objecto é a prestação de Um) A sociedade tem por objecto a prestação
cinco do artigo seis e do número dois do artigo
serviços profissionais de engenharia de serviços profissionais de engenharia e de
dezanove a sociedade poderá amortizar qualquer
e de gestão de projectos, obras e gestão de projectos, obras e empreendimentos,
quota nos seguintes casos:
empreendimentos, no sector da no sector da construção e do imobiliário.
a) Por acordo com o respectivo titular;
construção e do imobiliário., com Dois) A sociedade poderá adquirir e alienar
b) Se a quota for cedida a não sócios
sede na Avenida Armando Tivane, participações sociais em sociedades com objecto sem prévio consentimento da
número quinhentos e noventa e social igual ou diferente do seu, devendo o sociedade;
nove , em Maputo; valor e condições da aquisição ou venda serem c) Se a quota for penhorada, arrolada,
b) A sociedade é constituída e por tempo previamente aprovados em assembleia geral. arrestada, incluída em massa falida
indeterminado; ou em geral, apreendida judicial ou
c) O capital social da sociedade CAPÍTULO II administrativamente;
integralmente subscrito e realizado d) Se o sócio praticar actos que violem o
Do capital social
em dinheiro é de duzentos mil pacto social ou as suas obrigações
meticais, e corresponde à soma de ARTIGO QUARTO sociais;
duas quotas, sendo uma no valor e) Se o titular da quota ou seu represen-
(Capital social)
nominal de cento e quarenta e tante lesar por actos e omissões
quatro meticais correspondendo a O capital social, integralmente subscrito nomeadamente o crédito ou
setenta e dois por cento do capital e realizado em dinheiro, é de duzentos mil reputação da mesma perante o
social , pertencente à sócia Mace – meticais, e corresponde à soma de duas público, fornecedores ou banca;
448 — (152) III SÉRIE — NÚMERO 18

f) Quando por liquidação ou partilha, a Cinco) A reunião da assembleia geral terá correspondentes a, pelo menos, um terço
quota for adjudicada a quem não lugar, em princípio, na sede da sociedade, mas do capital social e, em segunda convocação
seja sócio; pode ocorrer em qualquer outro lugar dentro independentemente do número dos sócios
g) Por exoneração ou exclusão de um do território nacional mediante decisão da presentes ou representados e das participações
sócio. gerência, do capital social por eles detidas.
Dois) A decisão de amortizar as quotas Seis) A reunião da assembleia geral poderá Dois) As deliberações da assembleia geral
da sociedade será tomada em reunião da ter lugar sem a necessidade de quaisquer são tomadas por maioria simples dos votos dos
assembleia geral, convocada para o efeito e a formalidades prévias acima referidas, desde sócios presentes ou representados, salvo nos
que todos os sócios estejam presentes ou casos em que a lei ou o presente estatuto exigem
realizar até sessenta dias após qualquer gerente
representados na reunião, e concordam maioria qualificada.
ter tido conhecimento do facto que permita a
expressamente que a reunião possa deliberar
amortização. ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO
validamente desta maneira.
Três) Os sócios podem deliberar que a
Sete) A assembleia geral é dirigida por uma Competências da assembleia geral
quota amortizada figure no balanço e que,
mesa, composta por um presidente, designado
posteriormente, sejam criadas uma ou várias Um) A assembleia geral ordinária anual
pela sócia Mace - Consultoria e Gestão de
quotas, destinadas a serem alienadas a um ou a da sociedade deverá aprovar o relatório de
Projectos e Construção, Limitada e por um
alguns sócios ou a terceiros. actividades elaborado pelo conselho de gerência
secretário designado pela Final, Limitada.
Quatro) Salvo acordo em contrário, ou e as contas do ano transacto, e deliberar sobre
disposição legal imperativa, a contrapartida da ARTIGO DÉCIMO a distribuição de lucros, bem como quaisquer
amortização será o valor que resultar do último outros assuntos indicados na convocatória da
balanço aprovado. (Representação e votação nas assembleias
gerais)
reunião.
Dois) A assembleia geral deverá deliberar
CAPÍTULO III Um) Todos os sócios têm direito a participar por maioria simples dos votos dos titulares
Da assembleia geral e da gerência da e votar nas assembleia gerais e as suas do capital social, desde que os presentes
sociedade deliberações, quando tomadas nos termos da lei estatutos não estabeleçam diferentemente, ou
e dos presentes estatutos, são obrigatórias para a deliberação seja sobre quaisquer matérias
ARTIGO OITAVO todos os sócios, ainda que ausentes, dissidentes não acometidas a outrem por estes estatutos
ou incapazes. ou a legislação aplicável, ou não estejam no
(Órgãos sociais)
Dois) A cada duzentos e cinquenta mil âmbito do conselho de gerência. Todas as
São órgãos sociais da sociedade a assembleia meticais é atribuído um voto. matérias objecto de deliberação deverão estar
geral e o conselho de gerência. Três) Os sócios poderão ser representados devidamente especificadas na convocatória
na reunião de assembleia geral por outro sócio, respectiva.
ARTIGO NONO Três) As seguintes matérias requerem uma
pelo conjugue, por descendente ou ascendente,
(Assembleia geral)
deliberação aprovada pelos sócios detentores de
bastando simples carta por aquele assinada,
pelo menos setenta e cinco por cento do capital
dirigida ao presidente da mesa da assembleia
Um) A assembleia geral reunirá social da sociedade:
geral.
ordinariamente uma vez por ano, nos primeiros a) Alteração aos estatutos da sociedade;
Quatro) No caso de o sócio da sociedade
três meses após o fim do ano fiscal para: b) Aumento ou redução do capital social
ser uma pessoa colectiva ou órgão colectivo,
a) Deliberar sobre o balanço e o relatório subscrito;
um representante deverá ter sido nomeado
do conselho de gerência referente c) Exercício do direito de preferência na
através de resolução aprovada pelo órgão social
ao ano fiscal; transmissão de quotas entre vivos;
competente da respectiva sociedade na qual se
b) Deliberar sobre a decisão de aplicação d) Exclusão de sócio e amortização das
especifica os poderes que lhe são conferidos.
de resultados; respectivas quotas;
Esta deliberação será considerada como prova
e) Aquisição de quotas próprias da
c) Designação dos gerentes. suficiente da validade da sua nomeação desde
sociedade;
Dois) Uma reunião da assembleia geral pode que obedeça aos requisitos legais aplicáveis
f) Aprovação do balanço e contas
ser convocada por qualquer gerente por uma para a sua validade. da sociedade e do relatório da
simples carta, com uma antecedência mínima Cinco) Compete ao presidente da mesa, gerência;
em qualquer momento, verificar se os poderes g) Fusão com qualquer outra sociedade;
de quinze dias, salvo nos casos em que a lei
encontram-se ou não emitidos regular e h) Distribuição de lucros;
exige outros procedimentos formais para uma
legalmente, com ou sem consulta à assembleia i) Designação e destituição dos
determinada deliberação. geral, segundo o seu prudente critério.
Três) A assembleia geral pode reunir gerentes;
Seis) A forma da votação será decidida pelo j) Exigência e restituição de prestações
extraordinariamente sempre que se considere Presidente, excepto no caso de eleições ou de suplementares;
necessário, por iniciativa do conselho de deliberações relativas a pessoas determinadas, k) Fusão, cisão, transformação e disso-
gerência ou dos sócios que detenham, pelo caso em que a votação far-se-á por escrutínio lução da sociedade;
menos, dez por cento do capital social, sem secreto, a menos que não haja sido previamente l) Aprovação das contas finais do
prejuízo das formalidades referidas no número deliberada a adopção de outra forma de liquidatário;
anterior. votação.
m) A venda de qualquer activo fixo cujo
Quatro) A convocação da assembleia geral valor contabilístico ou de mercado
ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO
deve indicar o nome da sociedade, sede, número exceda cinquenta mil dólares norte
de quotas, local, data e hora para a reunião, (Votação) americanos ou o seu equivalente;
o tipo de reunião, agenda que contenha a Um) A assembleia geral será considerada n) A contratação de qualquer empréstimo
indicação dos documentos a serem analisados e validamente constituída quando, em primeira singular que exceda cem mil
que serão imediatamente colocados à disposição convocação estejam presentes ou devidamente dólares norte americanos ou o seu
dos sócios. representados, os sócios que detenham quotas equivalente.
7 DE MAIO DE 2012 448 — (153)

ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO Dois) A aprovação da estrutura organizacional ARTIGO VIGÉSIMO


(Conselho de gerência)
da direcção executiva é da competência do (Liquidação)
conselho de gerência, devendo ser ratificada
Um) A gestão dos negócios da sociedade e a pela assembleia geral. Salvo deliberação que venha a ser tomada de
sua representação em juízo e fora dele compete Três) Os poderes e competências dos acordo com o previsto no número um do artigo
a um conselho de gerência integrado por três responsáveis integrantes da direcção executiva duzentos e trinta e oito do Código Comercial,
gerentes, dois indicados pela Mace – Consultoria serão aprovados pelo conselho de gerência e serão liquidatários os gerentes em exercício
e Gestão de Projectos e Construção, Lda e um ratificados pela assembleia geral. de funções no momento da dissolução e/ou
indicado pela Final, Limitada, nomeados em liquidação da sociedade, que assumirão os
assembleia geral, que deliberará também sobre ARTIGO DÉCIMO SEXTO poderes, deveres e responsabilidades gerais e
as condições da sua remuneração. especiais definidos no artigo duzentos e trinta
Dois) A duração do mandato do conselho de (Obrigação da sociedade)
e nove do Código Comercial.
gerência é de três anos, período este que pode Um) A sociedade obriga-se pela assinatura
ser sucessivamente renovado. conjunta de dois gerentes. Para contratos ou ARTIGO VIGÉSIMO PRIMEIRO
Três) O conselho de gerência reúne transacções de valor inferior ao correspondente
trimestralmente em sessão ordinária. Caso se (Questões entre os sócios ou entre estes e
a cinco mil dólares , será suficiente a assinatura a sociedade)
verifique necessário o conselho de gerência
de apenas um gerente.
poderá reunir-se em qualquer momento, sob As questões entre os sócios, ou entre os
Dois) É vedado aos gerentes obrigar a
proposta de um ou vários gerentes. sócios e a sociedade devem ser resolvidas em
sociedade em finanças, abonações, letras de
Quatro) O conselho de gerência poderá assembleia geral expressamente convocada
delegar a um director da direcção executiva favor e outros actos semelhantes, excepto
se previamente autorizados pela assembleia para o efeito.
parte dos seus poderes.
Cinco) Os gerentes poderão delegar em geral.
ARTIGO VIGÉSIMO SEGUNDO
terceiros parte dos seus poderes de gerência,
CAPÍTULO IV (Disposições finais)
mediante procuração com objecto e prazos
definidos. Das contas e distribuição No omisso regularão as deliberações sociais
de resultados tomadas em assembleia geral, as disposições
ARTIGO DÉCIMO QUARTO
da lei das sociedades comerciais e demais
(Competências do conselho de gerência)
ARTIGO DÉCIMO SÉTIMO
legislação aplicável.
(Balanços e contas)
Ao conselho de gerência compete, sem Maputo, vinte e sete de Março de dois mil
prejuízo das atribuições que por lei são Os anos sociais são os civis e os balanços e doze. — O Técnico, Ilegível.
genericamente conferidas: serão dados em trinta de Dezembro de cada ano,
a) Orientar e gerir a sociedade de acordo devendo estar aprovados em assembleia geral
com o seu objecto social; até trinta e um de Março do ano subsequente, 4 Brothers Import e Export–
b) Adquirir, onerar e alienar quaisquer àquele a que disser respeito.
Sociedade Unipessoal,
bens e direitos, móveis ou imóveis
sempre que o entenda conveniente ARTIGO DÉCIMO OITAVO Limitada
para a sociedade, até ao limite do (Lucros) Certifico, para efeitos de publicação, que
valor equivalente a cinquenta mil
Os lucros líquidos que resultem do balanço no dia treze de Abril de dois mil e doze, foi
dólares;
anual, deduzida a percentagem destinada à matriculada na Conservatória do Registo de
c) Adquirir para a sociedade, participações
formação ou reintegração do fundo de reserva Entidades Legais sob NUEL 100284294 uma
sociais noutras sociedades, desde
legal, e quaisquer outros fundos ou destinos sociedade denominada 4 Brothers Import e
que previamente aprovadas pela
especiais, que os sócios resolvam criar terão Export Sociedade Unipessoal, Limitada.
assembleia geral;
d) Contrair empréstimos e realizar outras o destino que for decidido pelos sócios em Nos termos do artigo noventa do Código
operações de crédito, desde que não assembleia geral. Comercial:
vedadas por lei, até ao montante Zhaogui Chen, solteiro, natural de fujian –
CAPÍTULO V
equivalente a cem mil dólares; China, de nacionalidade chinesa, residente
e) Definir o quadro de pessoal, estabele- Da dissolução e liquidação em Maputo Bairro da Machava, portador
cendo as condições contra-tuais da sociedade do DIRE n.º 10CN00023788B, emitido aos
dos empregados e exercer o
ARTIGO DÉCIMO NONO vinte e dois Julho dois mil e onze.
correspondente poder directivo e
disciplinar; (Dissolução da sociedade)
Pelo presente contrato escrito particular
f) Executar e fazer cumprir os preceitos constitui uma sociedade por quotas unipessoal
legais e estatutários e as deliberações Um) A sociedade dissolve-se nos casos e nos limitada, que se regerá pelos artigos seguintes.
da assembleia geral; termos estabelecidos na lei.
g) Designar os directores e determinar as Dois) A sociedade não se extingue por CAPÍTULO I
suas competências. falência ou dissolução de qualquer dos sócios.
Da denominação, duração,sede
Se tal ocorrer, a sociedade amortizará a quota
e objecto
ARTIGO DÉCIMO QUINTO do sócio falido ou insolvente, pelo valor que Ihe
corresponder no último balanço social aprovado ARTIGO PRIMEIRO
(Direcção executiva)
em assembleia geral.
(Denominação e duração)
Um) A gestão operacional e técnica compete Três) A amortização da quota considera-se
a um director de operações, que devera consumada e produzindo todos os efeitos, pelo A sociedade adopta a denominação 4 Brothers
ser indicado pela MACE e aprovado pela pagamento ou consignação em deposito, do Import e Export – Sociedade Unipessoal,
gerência. respectivo valor. Limitada, criada por tempo indeterminado.
448 — (154) III SÉRIE — NÚMERO 18

ARTIGO SEGUNDO ARTIGO QUINTO Zhenhua Import Export,


(Sede) (Prestações suplementares) Limitada
Um) A sociedade tem a sua sede social O sócio poderá efectuar prestações Certifico,para efeitos de publicação, que
em Maputo, cita na Avenida de Moçambique, suplementares de capital ou suprimento a no dia dezanove de Abril de dois mil e doze,
número quatrocentos e cinquenta e seis no sociedade nas condições que forem estabelecidas foi matriculada na Conservatória do Registo
Bairro de Benfica. por lei. de Entidades Legais sob NUEL 100284391
Dois) Mediante simples decisão do sócio uma sociedade denominada Zhenhua Import
único, a sociedade podera deslocar a sua sede ARTIGO SEXTO
Export, Limitada.
para dentro do territorio nacional, cumprindo (Administração, representação
É celebrado o presente contrato de sociedade,
os necessarios requisitos legais. da sociedade)
Três) O sócio único podera decidir a abertura nos termos do artigo noventa do Código
Um) A sociedade será administrada pelo Comercial, entre:
de sucursais, filiais ou qualquer outra forma de
sócio Zhaogui Chen.
representação no pais e no estrangeiro, desde Primeiro: Zhaogui Chen, solteiro de
Dois) A sociedade fica obrigada pela
que devidamente autorizada. nacionalidade chinesa natural de China,
assinatura do administrador, ou ainda por
residente no Bairro da Machava, Província de
ARTIGO TERCEIRO procurador especialmente designado para o
Maputo, titular do DIRE n.° 10CN00023788B,
efeito.
(Objecto) emitido aos vinte e dois de Julho de dois mil
Três) A sociedade pode ainda se fazer
representar por um procurador especialmente e onze, Pela Direcção Nacional de Migração
Um) A sociedade tem por objecto:
designado pela administração nos termos e da Matola.
a) Desenvolver actividade comercial Segundo: Jimin Li, solteiro de nacionalidade
com importação e exportaçăo lemites especificos do respectivo mandato.
chinesa natural da China, residente nesta cidade
de materiais ligados a calçado,
CAPÍTULO IV de Maputo, titular do DIRE n.° 11CN00003234F
vestuário, comércio de eletrodo-
emitido aos catorze de Setembro de dois mil e
méstico diversos, materia-prima Das disposições gerais
onze, pela Direcção Nacional de Migração
fabril, material de pesca,e outras
ARTIGO SÉTIMO da Matola.
actividades permitidas por lei;
b) Aquisição de autorização de uso e (Balanço e contas) Pelo presente contrato de sociedade outorgam
aproveitamento de terras desde e constituem entre si uma sociedade por quotas
Um) O exercício social coincide com o ano de responsabilidade limitada, que regerá pelas
que autorizadas pelas entidades civil.
competentes; cláusulas constantes dos artigos seguintes:
Dois) O balanço e contas de resultados
c) Proporcionar a acomodaçăo aos fechar-se-ão com referência a trinta e um de CAPÍTULO I
turistas; dezembro de cada ano.
d) Desenvolver o comércio de bens Da denominação e sede
alimentares,materal desport- ARTIGO OITAVO
ARTIGO UM
ivo,material de pesca,cal;ado e
(Lucros)
vestuário; A sociedade adopta a denominação de
e) Para a realizaçăo do seu objecto Dos lucros apurados em cada exercicio Zhenhua Import Export, Limitada, e tem a
social,a sociedade poderá associar- deduzir-se-ão em primeiro lugar a percentagem sede no Bairro Patrice Lumunba entre a Rua A
se a outra ou a outras sociedades, indicada para constituir a reserva legal, enquanto e B, número quatrocentos e quarenta e seis ,na
dentro ou fora do país. não estiver realizada nos termos da lei ou sempre Cidade da Matola, província de Maputo.
Dois) A sociedade poderá exercer outras que seja necessário reintegrá-la.
ARTIGO DOIS
actividades conexas com o seu objecto principal ARTIGO NONO Duração
e desde que para tal obtenta aprovaçăo das
emtidades competentes. (Dissolução) A sua duração será por tempo indeterminado,
Três) A sociedade poderá adquirir A sociedade dissolve-se nos casos e nos contando-se o seu início a partir da data da
participações financeiras em sociedades a termos da lei. contitução.
constituir ou constituidas, ainda que com
ARTIGO TRÊS
objectivo diferente do da sociedade, assim ARTIGO DÉCIMO
como associar se com outras sociedades para a Objecto
(Disposições finais)
persecução de objectivos comercias no âmbito A sociedade tem por objecto:
ou não do seu objectivo. Um) Em caso de morte ou interdição de a) Desenvolvimento das actividades
unico sócio, a sociedade continuará com os comercial, com importação e
CAPÍTULO II
herdeiros ou representantes do falacido ou exportação de materiais ligados
Do capital social interdito, os quais nomearão enter si um que a a calçado, vestuário, comércio de
todos represente na sociedade, enquanto a quota electrodoméstico diversos, matéria-
ARTIGO QUARTO
permanecer indivisa. prima fabril, material de pesca,
(Capital social) Dois) Em tudo quanto for omisso nos e outras actividades permitidas
O capital social, integralmente subscrito e presentes estatutos aplicar-se-ão as disposições por lei;
realizado em dinheiro, é de vinte mil meticais, do Código Comercial e demais legislação em b) Aquisição de autorização de uso e
, correspondente a uma quota do único sócio vigor na República de Moçambique. aproveitamento de terras desde
Zhaogui Chen e equivalente a cem por cento Maputo, trinta de Abril de dois mil e que autorizadas pelas entidades
do capital sócial. doze. — O Técnico, Ilegível. competentes;
7 DE MAIO DE 2012 448 — (155)

c) Proporcionar a acomodação aos assinatura de um gerente ou procurador Inês Ângelo Tamele Bucelate, casada, maior,
turistas; especialmente constituido pela gerência, nos natural da Machava, província de Maputo,
d) Desenvolver comércio de bens alimen- limites específicos do respectivo mandato. de nacionalidade moçambicana e residente
tares, material desportivo, material Quatro) É vedado a qualquer dos gerentes na Rua do Rio dos Elefantes, casa número
de pesca, calçado e vestuário. ou mandatários assinar em nome da sociedade quatrocentos e noventa, quarteirão dez,
Dois) Para a realização do seu objecto social, quaisquer actos ou contratos que digam respeita cidade da Matola, portadora do Bilhete de
a sociedade poderá associar-se a outra ou a a negócio estranhos a mesma,tais como letras Identidade número um, um, zero, um, zero,
outras sociedades, dentro ou fora do país. de favor fianças, avales ou abonação. zero, quatro, três, cinco, um, quatro, nove,
Três) A sociedade poderá exercer outras Cinco) Os actos de mero expediente poderão B, emitido no dia trinta e um de Agosto de
actividades industriais ou comerciais, desde que ser individualmente assinadas por empregados dois mil e dez pela Direcção de Identificação
da sociedade devidamente autorizados pela Civil.
para tal obtenha aprovação das licenças pelas
gerência. Constitui aos dez de Janeiro de dois mil e
autoridades competentes .
doze e ao abrigo do disposto no artigo noventa
ARTIGO OITO
CAPÍTULO II Código Comercial vigente em Moçambique,
Assembleia geral aprovado pelo Decreto-Lei n.° 2/2005 de vinte
Do capital social
e sete de Dezembro, o presente contrato de
e aprovação do balanço e contas do exercício
ARTIGO QUATRO sociedade que se rege pelas cláusulas insertas
findo e repartição de lúcros e perdas.
nos artigos seguintes:
Capital social Dois) A assembleia geral poderá reunir-
-se extraordinariamente quantas vezes forem
O capital social, intergralmente subcrito e ARTIGO PRIMEIRO
necessárias desde que as circunstancias assim o
realizado em dinheiro, é de vinte mil meticais, exijam para deliberar sobre quisquer assuntos (Denominação e duração)
dividido pelos sócios, Zhaogui Chen, com o que digam respeito a sociedade. Um) O Centro Infantil & Externato Cantinho
valor de dez mil meticais, correspondente a
do Céu - Sociedade Unipessoal, Limitada,
cinquenta por cento do capital social, e Jimin CAPÍTULO III
abreviadamente designada por Cantinho
Li com dez mil meticais, correspondente a Da dissolução do Céu, adiante designada por sociedade,
cinquenta por cento do capital social. é uma sociedade comercial unipessoal, de
ARTIGO NOVE
responsabilidade limitada, que se rege pelos
ARTIGO CINCO
A sociedade so se dissolve nos termos presentes estatutos e pelos preceitos legais em
Aumento do capital social fixados pela lei ou por comum dos sócios vigor na República de Moçambique.
quando assim o entenderem. Dois) A sociedade constitui-se por tempo
O capital social poderá ser aumentado ou
indeterminado.
diminuído quantas vezes forem necessárias
ARTIGO DEZ
desde que a assembleia geral delibere sobre ARTIGO SEGUNDO
o assunto. Herdeiros
(Sede)
ARTIGO SEIS Em caso de morte, interdição ou inabilitação
Um) A sociedade tem a sua sede na Matola
de um dos sócios, os seus herdeiros assumem
Divisão e cessão de quotas J, Avenida Samora Machel, número doze mil
automaticamente o lugar na sociedade com
e trezentos e vinte e seis, parcela quinhentos e
Um) Sem prejuízos das disposições legais dispensa de caução ,podendo estes nomer seus
trinta e seis, porta duzentos e noventa e cinco a
em vigor a cessão ou alinação de toda a parte de representantes se assim o entenderem .desde que Província de Maputo, podendo abrir sucursais,
quotas devera ser do consentimento dos sócios obedeçam o preceituado nos termos da lei. delegações agências ou qualquer outra forma
gozando estes do direito de preferência. de representação social e quando a gerência o
ARTIGO ONZE
Dois) Se nem a sociedade, nem os socios julgar conveniente.
mostrarem interesse pela quoto cedente ,este Casos omissos Dois) Pode a gerência transferir a sede para
decidirá a sua alinação aquem e pelos preços qualquer outro local do território nacional.
Os casos omissos serão regulares pela
que melhor entender, gozando o novo sócio
legislação vigente e aplicável na República de ARTIGO TERCEIRO
dos direitos correspondente a sua participação
Moçambique.
na sociedade. (Objecto)
Maputo, trinta de Março de dois mil
CAPÍTULO III e doze. — O Técnico, Ilegível. A sociedade tem por objecto principal a
prestação de serviços de ensino, aprendizagem
Da administração nos níveis primário, secundário e universitário,
ARTIGO SETE promoção de ensino técnico-profissional, edição
Centro Infantil & Externato e tradução de livros didácticos, jornais e revistas
Administração me matéria educacional.
Cantinho do Céu - Sociedade
Um) A administração e gestão da sociedade Unipessoal, Limitada ARTIGO QUARTO
e sia representaçăo em juízo e fora dele, activa
e passivamente, passam desde já a cargo de (Participação noutros empreendimentos)
Certifico, para efeitos de publicação, que
gerente como sócio gerente e com plenos no dia vinte e sete de Abril de dois mil e doze, Mediante deliberação do respectivo sócio,
poderes. foi matriculada na Conservatória do Registo poderá a sociedade participar, directa ou
Dois) O administrador tem plenos poderes de Entidades Legais sob NUEL 100288400 indirectamente, em projectos que de alguma
para nomear mandatários a sociedade, conferindo uma sociedade denominada Centro Infantil forma concorram para o preenchimento do seu
os necessários poderes de representação. & Externato Cantinho do Céu, Sociedade objecto social, bem como aceitar concessões,
Três) A sociedade ficara obrigada pela Unipessoal, Limitada. adquirir e gerir participações no capital de
448 — (156) III SÉRIE — NÚMERO 18

quaisquer sociedades, independentemente do ARTIGO NONO Segundo: Stefan Schmidt Hayashi, solteiro,
respectivo objecto social, ou ainda participar (Gerência)
maior, natural de Wien na Áustria, portador do
em empresas, associações empresarias, Passaporte n.° P4492776, emitido aos quinze
Um) A gerência será confiada a Inês Ângelo de Abril de dois mil e dez e válido até catorze
agrupamentos de empresas ou outras formas
Tamele Bucelate, que desde já fica nomeada de Abril de dois mil e vinte , pela República
de associação.
gerente com a designação de directora-geral. da Áustria,
ARTIGO QUINTO Dois) A sociedade ficará obrigada pela Pelo presente contrato de sociedade outorgam
assinatura de um gerente ou de procurador e constituem entre si uma sociedade por quotas
(Capital social) especialmente constituído pela gerência, nos de responsabilidade limitada, que se regerá pelas
termos e limites específicos do respectivo cláusulas constantes dos artigos seguintes:
O capital social, integralmente subscrito e
mandato.
realizado em dinheiro, é de vinte mi meticais, CAPÍTULO I
e corresponde a uma quota de igual valor ARTIGO DÉCIMO
nominal, pertencente à sócia Inês Ângelo Da denominação, duração, sede
(Balanço e contas) e objecto
Tamele Bucelate.
Um) O ano social coincide com o ano ARTIGO PRIMEIRO
ARTIGO SEXTO civil.
Dois) O balanço e as contas anuais encerrar- (Denominação e sede)
(Prestações suplementares e suprimentos)
-se-ão com referência a tinta e um de Dezembro A sociedade adopta a denominação NOCO
Não serão exigíveis prestações suplementares de cada ano, e carecem da aprovação da Consultancy Service, Limitada, com sede
de capital, mas a sócia poderá conceder à assembleia geral, a qual deverá reunir-se para na Avenida Albert Luthuli, prédio número
sociedade os suprimentos de que ela necessite, o efeito até ao dia trinta e um de Março do ano duzentos e três, terceiro andar, flat vinte e um,
nos termos e condições fixados. seguinte. Cidade de Maputo, podendo por deliberação
da assembleia geral abrir ou encerrar sucursais
ARTIGO SÉTIMO ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO dentro e fora do país quando for conveniente.
(Aplicação de resultados)
(Amortização de quotas) ARTIGO SEGUNDO
Dos lucros apurados em cada exercício
Um) A sociedade poderá amortizar a quota (Duração)
deduzir-se-á, em primeiro lugar, a percentagem
do sócio nos seguintes casos: estabelecida para a constituição do fundo de A sociedade é constituída por tempo
a) Por acordo com o seu titular; reserva legal, enquanto não estiver realizado indeterminado, contando-se o seu início a partir
b) Por falecimento, interdição, inabilitação nos termos legais ou sempre que seja necessário da data da sua constituição.
ou insolvência do seu titular, sendo reintegrá-lo.
pessoa singular, ou por dissolução ARTIGO TERCEIRO
ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO
ou falência do titular, sendo pessoa (Objecto social)
(Dissolução e liquidação)
colectiva; A sociedade tem como objecto:
c) Se, em caso de partilha judicial ou Um) A sociedade dissolve-se nos casos e
nos termos estabelecidos por lei e pelo pelos a) Agenciamento, hotelaria e turismo,
extrajudicial da quota, a mesma
presentes estatutos. agência de viagens, franchising,
não for adjudicada ao respectivo representação de marcas;
Dois) No caso de dissolução por sentença,
sócio; b) Assessoria e consultoria na área
proceder-se-á à liquidação, e os liquidatários,
d) Se a quota for objecto de penhora ou nomeados pela assembleia geral, terão os mais financeira, contabilidade e auditoria,
arresto, ou se o sócio de qualquer amplos poderes para o efeito. informática, restaurante;
outra forma deixar de poder dispor Maputo, trinta de Abril de dois mil c) Importação e exportação, comércio geral
livremente da quota. e doze. — O Técnico, Ilegível. de produtos alimentares, higiénicos,
plásticos, electrodomésticos,
Dois) O preço da amortização será apurado
ferragens, material de construção
com base no último balanço aprovado, acrescido
civil;
da parte proporcional das reservas que não NOCO Consultancy Service, d) Venda de todo tipo de material
se destinem a cobrir prejuízos, reduzido ou Limitada eléctrico, escritório, informática,
acrescido da parte proporcional da diminuição construção;
Certifico, para efeitos de publicação, que
ou aumento do valor contabilístico posterior e) Consultoria, intermediação, prestação
no dia trinta de Abril de dois mil e doze, foi
ao referido balanço. O preço assim aprovado matriculada na Conservatória do Registo de de serviços na área de imobiliária
será pago nos termos e condições aprovadas Entidades Legais sob NUEL 100288869 uma e comercial;
em assembleia geral. sociedade denominada NOCO Consultancy f) Construção civil;
Service, Limitada. g) Importação e exportação, venda a
ARTIGO OITAVO grosso e retalho;
É celebrado o presente contrato de sociedade,
(Assembleia geral) nos termos do artigo noventa do Código h) A sociedade pode exercer participação
Comercial, entre: social noutras sociedades, mesmo
A assembleia geral reunirá, ordinariamente, fora do âmbito do seu objecto.
Primeiro: Ozias Júlio Chimunuane, solteiro,
na sede da sociedade, para a apreciação do
maior, natural de Maputo, portador do Bilhete ARTIGO QUARTO
balanço e contas anuais e, extraordinariamente,
de Identidade n.° 030100058626I, emitido aos
quando convocada pela gerência, sempre que for (Capital social)
vinte e seis de Janeiro de dois mil e dez e válido
necessário, para deliberar sobre quaisquer outros até vinte e seis de Janeiro de dois mil e quinze, Um) O capital social, integralmente
assuntos para que tenha sido convocada. residente na Cidade de Maputo; realizado em dinheiro, é de vinte mil meticais,
7 DE MAIO DE 2012 448 — (157)

correspondendo à soma de três quotas, ano, para apreciação do balanço anual das determinados actos ou categorias de actos,
distribuídas da seguinte forma: contas e do exercício e, extraordinariamente, podendo delegar em algum ou alguns deles
a) Uma quota no valor de catorze quando convocada por um dos gerentes, competências para certos negócios ou categorias
mil meticais, correspondente à sempre que for necessário, para deliberar sobre de actos.
setenta por cento do capital social, quaisquer outros assuntos para que tenha sido Três) A sociedade obriga-se validamente
subscrita pelo sócio Ozias Júlio convocada. mediante assinatura de qualquer um dos sócios
Chimunuane; Dois) Serão dispensadas as formalidades desde que actuem no âmbito dos poderes que
b) Uma quota no valor de seis mil da convocação da reunião da assembleia geral lhes tenham sido conferidos.
meticais), correspondente à trinta quando todos os sócios concordem, por escrito, Quatro) Para proceder a abertura,
por cento do capital social, em dar como validamente constituída a reunião, movimentação e enceramento de contas basta
subscrita pelo sócio Stefan Schmidt bem como também concordem, por esta forma, a assinatura de pelo menos um dos sócios.
Hayashi; em que se delibere, considerando válidas, nessas
Dois) O capital social poderá ser aumentado condições, as deliberações tomadas, ainda CAPÍTULO IV
ou diminuído quantas vezes for necessário que fora da sede social em qualquer ocasião e Das disposições gerais
desde que a assembleia geral delibere sobre qualquer que seja o seu objecto.
o assunto. Três) As reuniões cuja agenda abranja ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO
Três) Deliberados quaisquer aumentos ou matérias de deliberação por maioria qualificada, (Balanço e prestação de contas)
reduções de capital serão os mesmos rateados nos termos da lei e destes estatutos, não se
pelos sócios na proporção das suas quotas. aplicará o previsto no número anterior. Um) O ano social coincide com o ano
Quatro) A assembleia geral será convocada civil.
ARTIGO QUINTO
por um dos sócios, por comunicação escrita Dois) O balanço e a conta de resultados
(Suprimentos) fecham a trinta e um de Dezembro de cada ano,
dirigida e remetida a todos os sócios com a
Os suprimentos e as prestações suplementares antecedência mínima de quinze dias. e carecem de aprovação da assembleia geral,
de capital, de que a sociedade necessite, poderão a realizar até ao dia trinta e um de Março do
ser exigíveis, nos termos e condições fixados por ARTIGO NONO ano seguinte.
deliberação da assembleia geral. Três) A gerência apresentará à aprovação
(Representação em assembleia geral)
da assembleia geral o balanço de contas de
ARTIGO SEXTO Os sócios podem fazer-se representar na ganhos e perdas, acompanhados de um relatório
(Divisão, oneração e alienação de quotas) assembleia geral por outro sócio, mediante da situação comercial, financeira e económica
poderes para esse efeito conferidos por da sociedade, bem como a proposta quanto à
Um) A divisão e a cessão de quotas, procuração, carta, telecópia ou telex, ou pelo repartição de lucros e perdas.
bem como a constituição de quaisquer ónus seu legal representante, quando nomeado de
ou encargos sobre as mesmas, carecem de acordo com os estatutos. ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO
autorização prévia da sociedade, dada por
(Resultados e sua aplicação)
deliberação da respectiva assembleia geral. ARTIGO DÉCIMO
Dois) A cessão de quota entre os sócios Um) Dos lucros apurados em cada exercício
(Votação)
ou seus herdeiros é livremente permitida, deduzir-se-á, em primeiro lugar, a percentagem
ficando desde já autorizada, mas se for a favor Um) A assembleia geral considera-se lestabelecida para a constituição do fundo
de estranhos carece do consentimento da regularmente constituída para deliberação de reserva legal, enquanto se não encontrar
sociedade, a qual está reservado o direito de realizada nos termos da lei, ou sempre que for
quando, em primeira convocação, estejam
preferência. necessário reintegrá-la.
presentes ou devidamente representados, pelo
Três) O sócio que pretenda alienar a sua
menos, o correspondente à maioria simples Dois) A parte restante dos lucros será
quota informará a sociedade, com um mínimo
dos votos do capital social e, em segunda aplicada nos termos que forem aprovados pela
de trinta dias de antecedência, por carta
convocação, independentemente do número de assembleia geral.
registada com aviso de recepção, dando a
conhecer o projecto de venda e as respectivas sócios presentes e do capital que representam.
ARTIGO DÉCIMO QUARTO
condições contratuais. Dois) As deliberações da assembleia geral
Quatro) Gozam do direito de preferência, na são tomadas por maioria simples dos votos (Dissolução e liquidação da sociedade)
aquisição da quota a ser cedida, a sociedade e presentes ou representados excepto nos casos Um) A sociedade dissolve-se nos termos
os restantes sócios, por esta ordem. em que a lei exija maioria qualificada de três fixados na lei e nos estatutos.
ARTIGO SÉTIMO quartos dos votos correspondentes ao capital Dois) Declarada a dissolução da sociedade,
social, designadamente: proceder-se-á à sua liquidação gozando os
(Nulidade da divisão, cessão, alienação ou
oneração de quotas) a) Aumento ou redução do capital liquidatários, nomeados pela assembleia
social; geral, dos mais amplos poderes para o efeito.
É nula qualquer divisão, cessão, alienação
b) Outras alterações aos estatutos; Dissolvendo-se por acordo dos sócios, todos
ou oneração de quotas que não observe o
preceituado no artigo sexto. c) Fusão ou dissolução da sociedade. eles serão seus liquidatários.
Três) Por falecimento de qualquer sócio,
CAPÍTULO III ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO a sociedade continuará com os herdeiros, do
Dos órgãos sociais, gerência (Gerência) que devem nomear entre si um, que a todos
e representação da sociedade represente na sociedade, enquanto a respectiva
Um) A direcção da sociedade e a sua
quota se mantiver em comunhão hereditária.
ARTIGO OITAVO representação em juízo e fora dele pertence
a todos sócios, que desde já ficam nomeados Quatro) A sociedade deverá ser notificada no
(Assembleia geral) prazo de trinta dias, a contar da data do óbito,
gerentes com dispensa de caução.
Um) A assembleia geral reúne-se Dois) Os gerentes poderão nomear quanto ao nome do representante dos herdeiros
ordinariamente na sede social, uma vez cada procuradores da sociedade para a prática de do sócio falecido.
448 — (158) III SÉRIE — NÚMERO 18

ARTIGO DÉCIMO QUINTO ARTIGO SEGUNDO ARTIGO SEXTO


(Exclusão do sócio) (Duração) (Divisão, oneração e alienação de quotas)

Um) Um sócio pode ser excluído por A sociedade é constituída por tempo Um) A divisão e a cessão de quotas,
deliberação da assembleia geral desde que a indeterminado, contando-se o seu início a partir bem como a constituição de quaisquer ónus
sociedade proponha sua exclusão. da data da sua constituição. ou encargos sobre as mesmas, carecem de
Dois) Pode ainda o sócio ser excluído por autorização prévia da sociedade, dada por
decisão judicial. ARTIGO TERCEIRO
deliberação da respectiva assembleia geral.
(Objecto social) Dois) A cessão de quota entre os sócios
ARTIGO DÉCIMO SEXTO
A sociedade tem como objecto: ou seus herdeiros é livremente permitida,
(Disposições finais) ficando desde já autorizada, mas se for a favor
a) Agenciamento, hotelaria e turismo,
As omissões serão resolvidas de acordo o agência de viagens, franchising, de estranhos carece do consentimento da
código comercial em vigor em Moçambique e representação de marcas; sociedade, a qual está reservado o direito de
demais legislação aplicável. b) Assessoria e consultoria na área preferência.
Maputo, trinta de Abril de dois mil e doze. financeira, contabilidade e auditoria, Três) O sócio que pretenda alienar a sua
— O Técnico, Ilegível. informática, restaurante; quota informará a sociedade, com um mínimo
c) Importação e exportação, comércio geral de trinta dias de antecedência, por carta
de produtos alimentares, higiénicos, registada com aviso de recepção, dando a
NOCO Consultancy Service, plásticos, electrodomésticos, conhecer o projecto de venda e as respectivas
ferragens, material de construção
Limitada civil;
condições contratuais.
Quatro) Gozam do direito de preferência, na
d) Venda de todo tipo de material
Certifico, para efeitos de publicação, que aquisição da quota a ser cedida, a sociedade e
eléctrico, escritório, informática,
no dia trinta de Abril de dois mil e doze, foi construção, os restantes sócios, por esta ordem.
matriculada na Conservatória do Registo de e) Consultoria, intermediação, prestação
Entidades Legais sob NUEL 100288869 uma ARTIGO SÉTIMO
de serviços na área de imobiliária
sociedade denominada NOCO Consultancy e comercial; (Nulidade da divisão, cessão, alienação ou
Service, Limitada. f) Construção civil; oneração de quotas)
g) Importação e exportação, venda a É nula qualquer divisão, cessão, alienação
É celebrado o presente contrato de sociedade,
grosso e retalho;
nos termos do artigo noventa do Código ou oneração de quotas que não observe o
h) A sociedade pode exercer participação
Comercial, entre: preceituado no artigo sexto.
social noutras sociedades, mesmo
Primeiro: Ozias Júlio Chimunuane, solteiro, fora do âmbito do seu objecto. CAPÍTULO III
maior, natural de Maputo, portador do Bilhete
ARTIGO QUARTO Dos órgãos sociais, gerência
de Identidade n.° 030100058626I, emitido aos
(Capital social) e representação da sociedade
vinte e seis de Janeiro de dois mil e dez e válido
até vinte e seis de Janeiro de dois mil e quinze, Um) O capital social, integralmente ARTIGO OITAVO
residente na Cidade de Maputo; realizado em dinheiro, é de vinte mil meticais, (Assembleia geral)
Segundo: Stefan Schmidt Hayashi, solteiro, correspondendo à soma de três quotas,
distribuídas da seguinte forma: Um) A assembleia geral reúne-se ordinaria-
maior, natural de Wien na Áustria, portador do
mente na sede social, uma vez cada ano, para
Passaporte n.° P4492776, emitido aos quinze a) Uma quota no valor de catorze
apreciação do balanço anual das contas e
de Abril de dois mil e dez e válido até catorze mil meticais, correspondente à
do exercício e, extraordinariamente, quando
de Abril de dois mil e vinte , pela República setenta por cento do capital social,
convocada por um dos gerentes, sempre que for
da Áustria. subscrita pelo sócio Ozias Júlio
necessário, para deliberar sobre quaisquer outros
Pelo presente contrato de sociedade outorgam Chimunuane;
assuntos para que tenha sido convocada.
e constituem entre si uma sociedade por quotas b) Uma quota no valor de seis mil meticais,
Dois) Serão dispensadas as formalidades
correspondente à trinta por cento do
de responsabilidade limitada, que se regerá pelas da convocação da reunião da assembleia geral
capital social, subscrita pelo sócio
cláusulas constantes dos artigos seguintes: quando todos os sócios concordem, por escrito,
Stefan Schmidt Hayashi.
CAPÍTULO I em dar como validamente constituída a reunião,
Dois) O capital social poderá ser aumentado
ou diminuído quantas vezes for necessário bem como também concordem, por esta forma,
Da denominação, duração, sede
desde que a assembleia geral delibere sobre em que se delibere, considerando válidas, nessas
e objecto
o assunto. condições, as deliberações tomadas, ainda
ARTIGO PRIMEIRO Três) Deliberados quaisquer aumentos ou que fora da sede social em qualquer ocasião e
reduções de capital serão os mesmos rateados qualquer que seja o seu objecto.
(Denominação e sede)
pelos sócios na proporção das suas quotas. Três) As reuniões cuja agenda abranja
A sociedade adopta a denominação NOCO matérias de deliberação por maioria qualificada,
ARTIGO QUINTO
Consultancy Service, Limitada, com sede nos termos da lei e destes estatutos, não se
na Avenida Albert Luthuli, prédio número (Suprimentos) aplicará o previsto no número anterior.
duzentos e três, terceiro andar, flat vinte e um, Os suprimentos e as prestações suplementares Quatro) A assembleia geral será convocada
Cidade de Maputo, podendo por deliberação de capital, de que a sociedade necessite, poderão por um dos sócios, por comunicação escrita
da assembleia geral abrir ou encerrar sucursais ser exigíveis, nos termos e condições fixados por dirigida e remetida a todos os sócios com a
dentro e fora do país quando for conveniente. deliberação da assembleia geral. antecedência mínima de quinze dias.
7 DE MAIO DE 2012 448 — (159)

ARTIGO NONO Três) A gerência apresentará à aprovação de Entidades Legais sob NUEL 100288907
(Representação em assembleia geral)
da assembleia geral o balanço de contas de uma sociedade denominada Jaime &Filhos,
ganhos e perdas, acompanhados de um relatório Limitada, entre:
Os sócios podem fazer-se representar na da situação comercial, financeira e económica Primeiro: Cleidy Lisa Francisco Jaime,
assembleia geral por outro sócio, mediante da sociedade, bem como a proposta quanto à solteira, de nacionalidade moçambicana, natural
poderes para esse efeito conferidos por repartição de lucros e perdas. de Maputo, residente na Avenida Vlademir
procuração, carta, telecópia ou telex, ou pelo Lénine, número três mil e setenta,terceiro
seu legal representante, quando nomeado de ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO andar, direito, Bairro da Coop, Cidade de
acordo com os estatutos. (Resultados e sua aplicação) Maputo, portadora do Bilhete de Identidade
n.º 110100251278A, emitido aos dez de Junho
ARTIGO DÉCIMO Um) Dos lucros apurados em cada exercício de dois mil e dez, pela Direcção Nacional de
(Votação) deduzir-se-á, em primeiro lugar, a percentagem Identificação Civil em Maputo;
lestabelecida para a constituição do fundo Segundo: Francisco Jaime, casado, natural
Um) A assembleia geral considera-se
de reserva legal, enquanto se não encontrar de Manica, de nacionalidade moçambicana,
regularmente constituída para deliberação
realizada nos termos da lei, ou sempre que for residente na Avenida Vlademir Lénine, número
quando, em primeira convocação, estejam
necessário reintegrá-la. três mil e setenta, terceiro andar, direito,
presentes ou devidamente representados, pelo
Dois) A parte restante dos lucros será Bairro da Coop, Cidade de Maputo, portador
menos, o correspondente à maioria simples
aplicada nos termos que forem aprovados pela do Bilhete de Identidade n.° 110103996172Q,
dos votos do capital social e, em segunda
assembleia geral. emitido a um de Julho de dois mil e dez;
convocação, independentemente do número de
Terceiro: Ivan Stélio de Assis Francisco,
sócios presentes e do capital que representam.
ARTIGO DÉCIMO QUARTO solteiro, maior, natural de Nacala- Porto, de
Dois) As deliberações da assembleia geral
nacionalidade moçambicana, residente na
são tomadas por maioria simples dos votos (Dissolução e liquidação da sociedade) Avenida Vlademir Lénine, número dois mil
presentes ou representados excepto nos casos
Um) A sociedade dissolve-se nos termos e duzentos e oitenta e sete, terceiro andar,
em que a lei exija maioria qualificada de três
fixados na lei e nos estatutos. direito, Bairro da Malhangalene, Cidade de
quartos dos votos correspondentes ao capital
Dois) Declarada a dissolução da sociedade, Maputo, portador do Bilhete de Identidade
social, designadamente:
proceder-se-á à sua liquidação gozando os n.° 110102250905A, emitido aos dezassete de
a) Aumento ou redução do capital liquidatários, nomeados pela assembleia Setembro de dois mil e dez;
social; geral, dos mais amplos poderes para o efeito. Quarto: Neidy Kátia Francisco Jaime,
b) Outras alterações aos estatutos; Dissolvendo-se por acordo dos sócios, todos solteira, de nacionalidade moçambicana, natural
c) Fusão ou dissolução da sociedade. eles serão seus liquidatários. de Maputo, residente na Avenida Vlademir
Três) Por falecimento de qualquer sócio, Lénine, número três mil e setenta,terceiro
ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO
a sociedade continuará com os herdeiros, do andar, direito, Bairro da Coop, Cidade de
(Gerência) que devem nomear entre si um, que a todos
Maputo, portadora do Bilhete de Identidade
represente na sociedade, enquanto a respectiva
Um) A direcção da sociedade e a sua n.º 110100251272F, emitido aos dez de Junho
quota se mantiver em comunhão hereditária.
representação em juízo e fora dele pertence de dois mil e dez, pela Direcção Nacional de
Quatro) A sociedade deverá ser notificada no
a todos sócios, que desde já ficam nomeados Identificação Civil em Maputo;
prazo de trinta dias, a contar da data do óbito,
gerentes com dispensa de caução. É, nos termos do artigo primeiro do
quanto ao nome do representante dos herdeiros
Dois) Os gerentes poderão nomear Decreto-Lei n.º 3/2006, de vinte e três de
do sócio falecido.
procuradores da sociedade para a prática de Agosto, constituída uma sociedade por quotas
determinados actos ou categorias de actos, ARTIGO DÉCIMO QUINTO de responsabilidade limitada que se regerá pelas
podendo delegar em algum ou alguns deles cláusulas constantes dos artigos seguintes:
competências para certos negócios ou categorias ( Exclusão do sócio)
de actos. Um) Um sócio pode ser excluído por ARTIGO PRIMEIRO
Três) A sociedade obriga-se validamente deliberação da assembleia geral desde que a A sociedade com a denominação Jaime &
mediante assinatura de qualquer um dos sócios sociedade proponha sua exclusão. Filhos, Limitada é uma sociedade comercial
desde que actuem no âmbito dos poderes que Dois) Pode ainda o sócio ser excluído por por quotas, de responsabilidade limitada,
lhes tenham sido conferidos. decisão judicial. constituída por tempo indeterminado regendo
Quatro) Para proceder a abertura,
se pelos presentes estatutos.
movimentação e enceramento de contas basta ARTIGO DÉCIMO SEXTO
a assinatura de pelo menos um dos sócios. ARTIGO SEGUNDO
(Disposições finais)
CAPÍTULO IV A sociedade tem a sua sede na Rua da
As omissões serão resolvidas de acordo o
Das disposições gerais código comercial em vigor em Moçambique e Resistência, número oitocentos e quarenta
demais legislação aplicável. cidade de Maputo, podendo abrir filiais,
ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO sucursais, delegações ou outras formas de
Maputo, trinta de Abril de dois mil
(Balanço e prestação de contas) representação em território nacional ou no
e doze. — O Técnico, Ilegível.
estrangeiro, mediante deliberação da assembleia
Um) O ano social coincide com o ano geral.
civil.
Dois) O balanço e a conta de resultados Jaime &Filhos, Limitada ARTIGO TERCEIRO
fecham a trinta e um de Dezembro de cada ano,
Certifico, para efeitos de publicação, que Um) A sociedade tem como objecto:
e carecem de aprovação da assembleia geral,
a realizar até ao dia trinta e um de Março do no dia trinta de Abril de dois mil e doze, foi a) Comércio geral;
ano seguinte. matriculada na Conservatória do Registo b) Importação e exportação;
448 — (160) III SÉRIE — NÚMERO 18

c) Hotelaria e turismo; ARTIGO DÉCIMO ARTIGO SEGUNDO


d) Prestação de serviços. (Sede)
Um) Dos lucros líquidos aprovados em cada
Dois) A sociedade poderá exercer outras
exercício, deduzir-se-ão pela seguinte ordem: Um) A sociedade tem a sua sede em Maputo,
actividades conexas, complementares ou
subsidiárias do objecto principal, participar no a) Percentagem indicada para constituir podendo abrir sucursais, delegações, agências
capital social de outras sociedades. a reserva legal; ou qualquer outra forma de representação social
b) A criação de outras reservas que em qualquer zona de Moçambique sempe que a
ARTIGO QUARTO a assembleia geral entender direcção o julgar conveniente.
pertinente. Dois) Pode a direcção transferir a sede
O capital social, integralmente realizado, é
Dois) A parte restante dos lucros será social para qualquer outro local do território
de vinte mil meticais correspondentes a soma de
aplicada nos termos que forem aprovados pela nacional.
quatro quotas dos sócios assim divididas:
assembleia geral.
a) Francisco Jaime, onze mil meticais o ARTIGO TERCEIRO
correspondente a cinquenta e cinco ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO (Objecto)
por cento do capital social; A sociedade só se dissolvera nos casos Um) A sociedade tem por objecto o exercício
b) Ivan Stelio de Assis Francisco, três mil estabelecidos pela lei, dissolvendo-se a de actividades de advocacia e consultoria nas
meticais o correspondente a quinze sociedade, a liquidação e partilha dos bens áreas de gestão empresarial, recursos humanos,
por cento do capital social; sociais serão em conformidade com o que for contabilidade e outras actividades conexas.
c) Neidy Kátia Francisco Jaime, três mil deliberado em assembleia geral. Dois) A sociedade poderá deter participações
meticais o correspondente a quinze em outras sociedades, bem como exercer
ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO
por cento do capital social; quaisquer outras actividades, directa ou
d) Cleidy Lisa Francisco Jaime, três mil Todo o omisso, regular-se-á pela indirectamente relacionadas com o seu
meticais o correspondente a quinze disposição da lei das sociedades por quotas e objecto, para cujo exercício reúna condições
por cento do capital social. restante legislação em vigor na República de requeridas.
Moçambique.
ARTIGO QUINTO Maputo, trinta Abril de dois mil e doze.— ARTIGO QUARTO
O Técnico, Ilegível. (Participação noutros empreendimentos)
O capital social poderá ser elevado mediante
contribuição dos sócios, em dinheiro ou bens Mediante deliberação do respectivo sócio,
mediante deliberação da assembleia geral. poderá a sociedade participar, directa ou
F. Mapangane – Advogado, indirectamenente em projectos que, de alguma
ARTIGO SEXTO
Sociedade Unipessoal, forma, concorram para a realização do seu
objecto social, bem como aceitar concessões,
A cessão e /ou divisão de quotas entre sócios Limitada adquirir e gerir participações de quaisquer
ou a terceiros, carece do consentimento da
Certifico, para efeitos de publicação, que sociedades, independentemente do respectivo
sociedade que goza do direito de preferência objecto social, ou ainda participar em empresas,
no dia trinta de Abril de dois mil e doze, foi
na aquisição das quotas. Caso a sociedade não associaçãoes empresarias, agrupamentos de
matriculada na Conservatória do Registo
exerça o seu direito de preferência, o direito empresas ou outras formas de associação.
de Entidades Legais sob NUEL 10088877
transfere-se para cada um dos sócios.
uma sociedade denominada F. Mapangane- ARTIGO QUINTO
ARTIGO SÉTIMO Advogado, Sociedade Unipessoal, Limitada.
(Capital social)
Filipe Tomás Mapangane, solteiro, de
A administração e gerência da sociedade e O capital social, integralmente subscrito
nacionalidade moçambicana, portador do
sua representação, em juízo e for a dele, activa Bilhete de Identidade n.º 110126099Y, e realizado em dinheiro, é de mil meticais
e passivamente com direito ao uso da firma e emitido pelo Arquivo de Identificação de e corresponde a uma quota de igual valor
dispensa de caução será exercida pelo sócio Maputo, aos vinte e nove de Maio de dois nominal, pertencente ao sócio Filipe Tomás
Francisco Jaime. mil e seis, residente no Bairro vinte e cinco Mapangane.
de Junho B, Rua da Primavera, número
ARTIGO OITAVO ARTIGO SEXTO
quarenta e três , vem ao abrigo do disposto
nos artigos noventa , trezentos e vinte e oito (Prestações suplementares e suprimentos)
A assembleia geral reunir-se-á ordinariamente
e seguintes do Código Comercial vigente em Não serão exigíveis prestações suplementares
no primeiro trimestre de cada ano para:
Moçambique, aprovado pelo Decreto-Lei de capital, mas o sócio poderá conceder à
a) Aprovação do balanço e relatório de n.º 2/2005 de vinte e sete de Dezembro, sociedade os suprimentos de que ela necessite,
contas do exercício findo em cada celebrar o presente contrato de sociedade nos termos e condições fixados.
ano civil; unipessoal por quotas que se rege pelas
b) Definir estratégias de desenvolvimento cláusulas constantes dos artigos seguintes: ARTIGO SÉTIMO
da sociedade; (Gestão)
c) Nomear ou exonerar os directores e ARTIGO PRIMEIRO
(Denominação e duração)
Um) A gestão da sociedade será confiada
mandatários da sociedade.
ao Filipe Tomás Mapangane, que desde já fica
Um) A Sociedade tem como denominação F. nomeado como gestor da mesma.
ARTIGO NONO
Mapangane-Advogado, Sociedade Unipessoal, Dois) A sociedade ficará obrigada pela
O ano social coincide com o ano civil, o Limitada. assinatura do gestor ou do procurador
balanço e a conta de resultados encerram-se a Dois)A sociedade constitui-se por tempo especialmente constituído, nos termos e limites
trinta e um de Dezembro de cada ano. indeterminado. específicos do respectivo mandato.
7 DE MAIO DE 2012 448 — (161)

ARTIGO OITAVO Limitada e rege-se pelo presente estatuto e ARTIGO SÉTIMO


(Balanço e contas)
pelos preceitos legais em vigor na República (Decisões)
de Moçambique.
Um) O ano social coincide com o ano Dois) A sociedade é constituída por um As decisões sobre matérias que por lei são
civil. período de tempo indeterminado. da competência deliberativa de sócios serão
Dois) O balanço e as contas anuais encerrar- tomadas pessoalmente pela sócia única e
se-ão com referência a trinta e um de Dezembro ARTIGO SEGUNDO lançadas num livro destinado a esse fim, sendo
de cada ano.
(Sede) pela sócia assinadas.
ARTIGO NONO
Um) A sociedade tem a sua sede na Rua de ARTIGO OITAVO
(Aplicação de resultados) Limpopo duzentos e cinquenta e seis, Matola
(Administração e representação da
Dos lucros apurados em cada exercício G-setecentos, Província de Maputo. sociedade)
deduzir-se-á, em primeiro lugar, a percentagem Dois) Mediante simples deliberação da
estabelecida para a constituição do fundo de administração, a sociedade pode autorizar a Um) A administração e representação da
reserva legal, enquanto não estiver realizado deslocação da sede social dentro do território sociedade, e sua representação em juízo e fora
nos termos legais ou sempre que seja necessário nacional, e a abertura ou fechara de sucursais, dele, serão exercidas pela sócia única Louise
reintegrá-lo. filiais ou qualquer outra forma de representação Evelyn Alston.
no país e no estrangeiro, desde que devidamente Dois) A sociedade fica obrigada pela
ARTIGO DÉCIMO autorizada pela única sócia e cumpridos os assinatura da administradora acima nomeada,
(Dissolução e liquidação) necessários preceitos legais. ou ainda de um procurador, nos termos e limites
específicos do respectivo mandato.
Um) A sociedade dissolve-se nos casos e ARTIGO TERCEIRO
nos termos estabelecidos por lei e pelo pelos
(Objecto) ARTIGO NONO
presentes estatutos.
Dois) No caso de dissolução por sentença, Um) A sociedade tem, por objecto principal, (Balanço e contas)
proceder-se-á à liquidação, e os liquidatários, a prestação de serviços nas áreas de: Um) O exercício social coincide com o ano
terão os mais amplos poderes para o efeito. a) Assessoria; civil.
b) Edição;
ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO Dois) O balanço e as contas dos resultados
c) Tradução;
fechar-se-ão com referência a trinta e um de
(Legislação aplicável) d) Comunicação;
Dezembro de cada ano.
e) Pesquisa; e
Tudo o que se mostra omisso será regulado
de acordo com a lei comercial e outra legislação f) A compra e venda de mercadorias.
ARTIGO DÉCIMO
aplicável. Dois) A sociedade poderá desenvolver
(Dissolução)
Maputo, trinta de Abril de dois mil e doze. — quaisquer outras actividades conexas com
O Técnico, Ilegível. os seus objectos, incluindo importação e Um) A sociedade dissolve-se nos casos e
exportação, desde que para tal obtenha aprovação nos termos prescritos na lei.
das entidades competentes. Dois) A liquidação será feita na forma
LEA Consultoria - Sociedade determinada pela única sócia.
ARTIGO QUARTO
Unipessoal, Limitada (Capital social) ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO

Certifico, para efeitos de publicação, que Um) O capital social, integralmente (Disposições finais)
no dia vinte e sete de Abril dois mil e doze, subscrito e realizado em dinheiro, é de dez mil Um) Em caso de morte ou interdição da
foi matriculada na Conservatória do Registo meticais e corresponde a uma única quota com o
única sócia, a sociedade continuará com os
de Entidades Legais sob NUEL 10088737 valor nominal de dez mil meticais, representativa
herdeiros ou representantes da falecida ou
uma sociedade denominada LEA Consultoria, de cem por cento do capital social, pertencente
interdita, os quais nomearão entre si um que a
Sociedade Unipessoal, Limitada. à sócia Louise Evelyn Alston.
todos represente na sociedade, enquanto a quota
Dois) O capital social poderá ser aumentado
Nos termos dos artigos noventa e seguintes permanecer indivisa.
uma ou mais vezes, nos termos e condições
do Código Comercial, é celebrado o presente Dois) Em tudo quanto for omisso nos
determinada pela única sócia, cumpridos os
contrato de sociedade, por: presentes estatutos aplicar-se-ão as disposições
necessários preceitos legais.
Louise Evelyn Alston, solteira, maior, de do Código Comercial e demais legislação em
nacionalidade sul-africana, portadora do ARTIGO QUINTO vigor na República de Moçambique.
passaporte número M zero zero zero dois Maputo, trinta de Abril de dois mil e doze. —
(Divisão e transmissão de quotas)
dois tres quatro nove, emitido em vinte de O Técnico, Ilegível.
Maio de dois mil e dez e válido até dezanove Um) A divisão e/ou transmissão de quotas
de Maio de dois mil e vinte. entre vivos ou mortis causa regerá-se pela
Pelo presente contrato de sociedade é legislação em vigor. Loss Management
outorgada e constituída uma sociedade por quotas Dois) A sociedade poderá, dentro dos
limites legais, adquirir ou alienar quotas
Consutancy International,
de responsabilidade limitada, denominada, LEA
Consultoria, Sociedade Unipessoal, Limitada próprias e praticar sobre elas todas as operações Limitada
que se regerá pelos artigos seguintes: legalmente permitidas.
Certifico, para efeitos de publicação, que no
ARTIGO PRIMEIRO ARTIGO SEXTO dia dezasseis de Abril de dois mil e doze, foi
matriculada na Conservatória do Registo de
(Denominação e duração) (Suprimentos)
Entidades Legais sob NUEL 100288265 uma
Um) A sociedade adopta a denominação A sócia poderá fazer suprimentos à sociedade denominada de Loss Management
LEA Consultoria, Sociedade Unipessoal, sociedade. Consutancy International, Limitada.
448 — (162) III SÉRIE — NÚMERO 18

É celebrado o presente contrato de sociedade, ARTIGO QUARTO ARTIGO NONO


nos termos do artigo noventa do Códico Capital social Disposições gerais
Comercial,entre:
O capital social, integralmente realizado em Anualmente será dado um balanço fechado
Primeiro: Lawrence Tambudzai Mareya,
dinheiro é de vinte mil meticais dividido em à data do trinta e um de Dezembro. Os Lucros
natural Zimbabué, portador do Passaporte duas quotas assim distribuídas: líquidos em cada balanço, (deduzindo pelos
n.° BN684563, emitido no dia catorze de Outubro
a) Uma quota de dez mil meticais, menos cinco por cento para fundo de reserva
dois mil e oito, válido até treze de Outubro dois pertencente ao sócio, Lawrence e de cinco por cento para reinvestimentos
mil e dezoito, residente no Zimbabwe; e Mareya, representando cinquenta deliberados pelos sócios em assembleia geral),
Segundo:Grace Nyasha Mareya, natural de por cento do capital; serão entoa divididos pelos sócios na proporção
Harare, portador, Passaporte n.° AN350813, b) Uma quota de dez mil meticais, das suas quotas.
emitido no dia dois de Junho de dois mil e onze , pertencentes ao sócio, Grace
Nyasha Mareya, representando ARTIGO DÉCIMO
válido até um de Junho de dois mil e vinte e um,
cinquenta por cento do capital.
residente no Zimbabwe, ambos casados entre si, Um) A sociedade não se dissolve por
em regime de comunhão de bens, representados ARTIGO QUINTO extinção, morte ou interdição de qualquer sócio,
por Rosaria Zeferino Ussaca; O capital social poderá ser aumentado ou continuando com os sucessores, herdeiros ou
Constituem entre si, uma sociedade por diminuído quantas vezes for necessário desde representantes do extinto falecido ou interdito,
quotas de responsabilidade limitada, e será que a assembleia geral, delibere sobre o assunto. os quais exercerão em comum os respectivos
regida pelas leis e regulamentos vigentes em O aumento será prioritariamente realizado pelos direitos, enquanto a quota permanecer indivisa
Moçambique, e pelos seguintes artigos: sócios mediante aumento proporcional das suas com observância do disposto no artigo nono
quotas,caso não usem do direito de preferência destes estatutos.
ARTIGO PRIMEIRO estabelecido no número anterior, o aumento de Dois) A sociedade só se dissolve nos casos
capital realizar-se-á mediante a admissão de fixados na lei. Dissolvendo-se por acordo
Denominação e sede novos sócios. dos sócios, todos eles serão liquidatários,
A sociedade adopta a denominação de devendo proceder à sua liquidação como então
ARTIGO SEXTO
Loss Management Consutancy International, deliberarem.
Limitada, e tem a sua sede nesta cidade de Divisão e cessão de quotas
Maputo, rua João de Queirós número dezoito, ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO
Um) Sem prejuízo das disposições lrgais
res-do-chão , podendo por deliberção da em vigor a cessão ou alineação de toda a parte Casos omissos
assembleia geral abrir ou encerrar sucursais das quotas deverá ser do consenso dos sócios
gozando estes do direito de preferência. Em casos omissos, serão regulados pelo
dentro e fora do pais quando for conveniente.
Dois) A cessão de quotas a estranhos fica Código Comercial e demais legislações vigentes
ARTIGO SEGUNDO dependente do consentimento da sociedade, na República de Moçambique.
à qual fica reservado do direito de preferência Maputo, trinta de Abril de dois mil e doze. —
Duração
na aquisição da quota que se pretende ceder. O Técnico, Ilegível.
A sua duração será por tempo indeterminado, Não exercendo a sociedade esse direito,
contando-se para os efeitos o seu início a terão preferências na aquisição os sócios
individualmente, se mais um a pretender, será
partir da data da celebração da escritura da sua
dividida na proporção do capital que então
África Recycling, Limitada
constituição. possuírem na sociedade. Certifico, para efeitos de publicação, que no
Três) O preço de aquisição da quota por parte dia vinte e cinco de Abril de dois mil e doze,
ARTIGO TERCEIRO da sociedade ou dos sócios será o que resultar foi matriculada na Conservatória do Registo
Objecto proporcionalmente do balanço acrescido dos de Entidades Legais sob NUEL 100287552
lucros nos últimos três anos. uma sociedade denominada África Recycling,
A sociedade tem por objecto: Limitada.
ARTIGO SÉTIMO
a) Consultoria e regularização de Nos termos do artigo noventa do Código
seguros e perdas, assessoria de Administração Comercial:
seguros gestão de riscos e agente A administração e gerência da sociedade e a Jamil Nasir Mughal, solteiro, maior, natural
de liquidação de sinistros; sua representação, em juízo e fora dele, activa de Paquistão, nacionalidade paquistanesa,
b) Actividade de arbitragem em seguros, e passivamente, serão exercidas pelos sócios a portador do Passaporte n.° AB0945482,
indicar pela assembleia geral, que desde já fica emitido a um de Fevereiro de dois mil e
avaliação de bens ;
nomeado gerente com dispensa de caução e, onze, pelas Autoridades paquistanesas,
c) Prestação de serviço em varias residente acidentalmente em Maputo.
desciplinas Profissionais e não com ou sem remuneração conforme vier a ser
deliberada em assembleia geral. Pelo presente contrato particular constitui
profissionais; uma sociedade por quotas unipessoal limitada,
d) Produção de materiais de promoção ARTIGO OITAVO que se regerá pelos artigos seguintes:
de todo tipo, produção de
Assembleia geral CAPÍTULO I
adesivos, panfletes, bonés, boletim
informativo, porta chaves e A assembleia geral reunirá ordinariamente Da denominação, duração, sede e objecto
uma vez por ano, para apreciação e aprovação
T-shirt;
do balanço e contas do exercício e para deliberar ARTIGO PRIMEIRO
e) Impressão , serviços multimédia; quaisquer outros assuntos para que tenha sido
f) A sociedade pode desenvolver outras (Denominação e duração)
convocada e, extraordinariamente, sempre
actividades desde que devidamente que necessário, podendo os sócios fazer-se A sociedade adopta a denominação de África
autorizadas pelos orgão do Estado representar por mandatários da sua escolha, Recycling Limitada, Sociedade Unipessoal
competentes. mediante carta registada dirigida a sociedade. criada por tempo indeterminado.
7 DE MAIO DE 2012 448 — (163)

ARTIGO SEGUNDO CAPÍTULO III Baptista e outra quota no valor


(Sede)
nominal de noventa mil meticais,
Das disposições gerais
correspondente a quarenta e cinco
Um) A sociedade tem a sua sede social em ARTIGO SÉTIMO por cento do capital social, que
Maputo, sita na Avenida Guerra Popular, número reservou para si e o sócio Paulo
mil e oitocentos e dez , Bairro Central. (Balanço e contas)
Manuel Teixeira Tavares, tambem,
Dois) Mediante simples decisão do sócio Um) O exercício social coincide com o ano dividiu a sua quota, em duas novas
único, a sociedade poderá deslocar da sua sede civil. quotas desiguais, sendo uma no
para dentro do território nacional, cumprindo Dois) O balanço e contas de resultados valor nominal de vinte mil meticais,
os necessários requisitos legais. fechar-se-ão com referência a trinta e um de correspondente a dez por cento do
Três) O sócio único poderá decidir a abertura Dezembro de cada ano. capital social, que cedeu a favor
de sucursais, filiais ou qualquer outra forma de
do senhor Davide Fernando Nunes
representação no país e no estrangeiro, desde ARTIGO OITAVO
que devidamente autorizada. Baptista e outra quota no valor
(Lucros) nominal de setenta mil meticais,
ARTIGO TERCEIRO correspondente a trinta e cinco por
Dos lucros apurados em cada exercício
cento do capital social, que reservou
(Objecto) deduzir-se-ão em primeiro lugar a percentagem
para si;
indicada para construir a reserva legal, enquanto
Um) A sociedade tem por objecto o comércio b) Os sócios procederam a subscrição
não estiver realizada nos termos da lei ou sempre
geral e a retalho. de dezasseis milhões e duzentos e
que seja necessária reintegrá-la.
Dois) Importação e exportação. cinquenta mil meticais, o equivalente
Três) Reciclagem de desperdicíos. ARTIGO NONO a seiscentos mil dólares americanos
Quatro) A sociedade poderá exercer outras a título de aumento do capital social,
actividades conexas com o seu objecto principal, (Dissolução)
a ser realizado no prazo máximo de
desde que para tal obtenha aprovação das A sociedade dissolve-se nos casos e nos doze meses, contados a partir da
entidades competentes. data da presente escritura, feitos
termos da lei.
Cinco) A sociedade poderá adquirir na proporção da sua participação
participações financeiras em sociedade a ARTIGO DÉCIMO no capital social da sociedade e
constituir ou constituídas, ainda que com
(Disposições finais) por entradas em dinheiro e bens,
objecto diferente do da sociedade, assim como
do seguinte modo:
associar-se com outras sociedades para a Um) Em caso de morte ou interdição de ba) O sócio José Artur Campos Leite,
persecução de objectivos comerciais no âmbito único sócio, a sociedade continuara com os
ou não do seu objecto. participou na subscrição do
herdeiros ou representantes do falecido ou aumento do capital social, com
interdito, os quais nomearão entre si um que a sete milhões trezentos e doze
CAPÍTULO II
todos represente na sociedade, enquanto a quota mil e quinhentos meticais;
Do capital social permanecer indivisa. bb) O sócio Paulo Manuel Teixeira
Dois) Em tudo quanto for omisso nos Tavares, participou na
ARTIGO QUARTO
presentes estatutos aplicar-se-ão as disposições subscrição do aumento do
(Capital social) do Código Comercial e demais legislação em capital social, com cinco
Um) O capital social, integralmente subscrito vigor na Republica de Moçambique. milhões seiscentos e oitenta e
e a realizar em dinheiro, é cento e trinta e cinco Maputo, trinta de Abril de dois mil e doze.— sete mil e quinhentos meticais;
mil meticais, correspondente à uma quota do O Técnico, Ilegível. e
único sócio o equivalente a cem por cento do bc) O sócio Davide Fernando
capital social. Nunes Baptista, participou
na subscrição do aumento
ARTIGO QUINTO ECOBOM, Limitada do capital social, com três
(Prestações suplementares) Certifico, para efeitos de publicação que por milhões duzentos e cinquenta
escritura de vinte e quatro de Abril de dois mil mil meticais.
O sócio poderá efectuar prestações
suplementares de capital ou suprimentos à e doze, exarada de folhas cinquenta e cinco a c) Os sócios, alargam o objecto social
sociedade nas condições que forem estabelecidas folhas sessenta do livro de notas para escrituras para passar a constar:
por lei. diversas número dezoito traço E, do Terceiro ca) Captação, engarrafamento e
Cartório Notarial de Maputo, perante Fátima comercialização de água
ARTIGO SEXTO Juma Achá Baronet, licenciada em Direito, mineral;
(Administração, representação técnica superior dos registos e notariado N.1 cb) Desenvolvimento de diversas
da sociedade) e notária em exercício no referido cartório, actividades industriais tais
procedeu-se na sociedade em epígrafe a divisão, como: produção de garrafas
Um) A sociedade será administrada pelo cessão de quota, onde foram alterados os e embalagens para armaze-
sócio único, Jamil Nasir Mughal.
seguintes pontos: namento de líquidos; produção
Dois) A sociedade fica obrigada pela
assinatura do gerente, ou ainda por um a) O sócio José Artur Campos Leite, de refrigerantes, sumos e
procurador especialmente designada para o dividiu a sua quota em duas novas bebidas diversas com ou sem
efeito. quotas desiguais, sendo uma no álcool;
Três) A sociedade pode ainda se fazer valor nominal de vinte mil meticais, cc) Importação, exportação e
representar por um procurador especialmente correspondente a dez por cento do distribuição de produtos
designado pela administração nos termos e capital social, que cedeu a favor alimentares, comércio a grosso
limites específicos do respectivo mandato. do senhor Davide Fernando Nunes e a retalho, cash & carry;
448 — (164) III SÉRIE — NÚMERO 18

cd) Prestação de serviços; Três) A sociedade poderá ainda somente, pela legislação em vigor e pelas
ce) Comissões e representação de desenvolver outras actividades distintas do disposições do presente pacto social,
marcas e patentes; seu objecto, bastando para o efeito obter podendo:
cf) Administração de imóveis próprios as necessárias autorizações das entidades a) Gerir os negócios da sociedade
ou alheios, incluindo o próprio competentes. e efectuar todas as operações
arrendamento. relativas ao objecto social;
cg) Produção, transformação e ARTIGO QUINTO b) Representar a sociedade, em juízo e
comercialização de diversos fora dele, activa e passivamente,
(Capital social)
produtos agrícolas e agro- propor e fazer seguir quaisquer
pecuária; Um) O capital social, subscrito e acções, confessar, desistir,
cd) Que, ficou nomeado o sócio Davide parcialmente realizado em bens e dinheiro transigir ou comprometer-se em
Fernando Nunes Baptista, é de dezasseis milhões e quatrocentos e arbitragens voluntárias;
para o cargo de administrador cinquenta mil meticais, o equivalente a c) Adquirir, onerar, vender, tomar
passando a sociedade a ter três seiscentos e dez mil dólares americanos, ou dar de arrendamento bens
administradores: José Artur correspondente à soma de três quotas imóveis, nos termos da lei;
Campos Leite, Paulo Manuel desiguais, assim distribuídas: d) Adquirir, vender ou, por qualquer
Teixeira Tavares e Davide a) Uma quota com o valor nominal outra forma, alienar ou onerar
Fernando Nunes Baptista. de sete milhões, quatrocentos e bens móveis, imóveis e
Que, em consequência da operada respectivos direitos, nos termos
dois mil e quinhentos meticais,
divisão, cessão de quotas, entrada de novo da lei;
correspondente a quarenta
sócio, subscrição do aumento do capital e) Contrair empréstimos, obter
e cinco por cento do capital
social, alargamento do objecto, mudança da financiamentos ou realizar
social, pertencente ao sócio
administração, é assim alterada a redacção dos quaisquer outras operações
José Artur Campos Leite;
artigos quarto, quinto, décimo segundo e décimo financeiras ou de crédito,
b) Uma quota com o valor nominal junto de instituições bancárias
terceiro, que regem a dita sociedade, que passam
de cinco milhões, setecentos e ou financeiras, nacionais ou
a ter a seguinte nova redacção:
cinquenta e sete mil e quinhentos estrangeiras, nos termos da
ARTIGO QUARTO meticais, correspondente a lei;
(Objecto social) trinta e cinco por cento do f) Celebrar contratos com
capital social, pertencente ao colaboradores ou consultores
Um) A sociedade tem como objecto sócio Paulo Manuel Teixeira técnicos;
social a: Tavares; g) Constituir mandatários para
a) Captação, engarrafamento c) Uma quota com o valor nominal de determinados actos;
e comercialização de água h) Executar ou fazer cumprir os
três milhões, duzentos e noventa
mineral; preceitos legais ou estatutários
mil meticais, correspondente a
b) Desenvolvimento de diversas e as deliberações da assembleia
vinte porcento do capital social,
actividades industriais geral.
pertencente ao sócio Davide
tais como: produção de
Fernando Nunes Baptista. Dois) Compete ao conselho de
garrafas e embalagens para
administração deliberar sobre:
armazenamento de líquidos; .........................................................
a) Transmissão ou constituição de
produção de refrigerantes,
ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO ónus sobre bens imóveis da
sumos e bebidas diversas com
sociedade, ou sobre os direitos a
ou sem álcool; (Composição da administração) eles correspondentes;
c) Importação, exportação e
Um) A administração da sociedade é b) Celebração de contratos de empréstimo
distribuição de produtos
e a concessão de garantias deles
alimentares, comércio a grosso composta por dois ou mais administradores,
resultantes, cujo montante seja
e a retalho, cash & carry; conforme o que for deliberado em
inferior ao previsto nesta cláusula e
d) Prestação de serviços; assembleia geral, podendo ser escolhidos
a sua prática caia dentro dos poderes
e) Comissões e representação de de entre sócios ou pessoas entranhas à
de gestão corrente da sociedade;
marcas e patentes; sociedade, bem como de entre singulares c) Celebração de contratos de prestação
f) Administração de imóveis próprios ou pessoas colectivas. de serviços cujo montante anual
ou alheios, incluindo o próprio Dois) Os administradores são eleitos seja superior a cinco milhões de
arrendamento; por um período de três anos, sendo meticais.
g) Produção, transformação e permitida a sua reeleição, ficando desde já Três) Os membros do conselho de adminis-
comercialização de diversos nomeados como administradores: tração poderão delegar os seus poderes, no todo
produ-tos agrícolas e agro- a) José Artur Campos Leite; ou em parte, permanente ou temporariamente,
pecuária. b) Paulo Manuel Teixeira Tavares; a um ou mais administradores, especificando
c) Davide Fernando Nunes Baptista. a extensão do mandato e as respectivas
Dois) A sociedade, mediante
atribuições.
deliberação da assembleia geral, poderá ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO Que em tudo o mais não alterado por esta
participar noutras sociedades existentes mesma escritura publica continuam a vigorar
Atribuições
ou a constituir, bem como em consórcios as disposições do pacto social anterior.
ou em outros grupos de sociedades que Um) O conselho de administração para Está conforme.
resultem dessas mesmas participações ou gerir os negócios da sociedade dispõe dos Maputo, vinte e seis de Abril de dois mil
associações. mais amplos poderes de gestão, limitados, e doze. — O Ajudante, Ilegível.
7 DE MAIO DE 2012 448 — (165)

PROMOANI, Limitada CAPÍTULO II ARTIGO OITAVO


Do capital social Assembleia geral
Certifico, para efeitos de publicação, que
no dia trinta de Abril de dois mil e doze, foi ARTIGO QUARTO Um) A assembleia geral reúne-se ordinaria-
matriculada na Conservatória do Registo mente uma vez por ano para apreciação e
Capital social
de Entidades Legais sob NUEL 100288753 aprovação do balanço e contas do exercício
uma sociedade denominada PROMOANI, O capital social, integralmente subscrito e findo e repartição de lucros e perdas.
Limitada. realizado em dinheiro, é de vinte mil meticais Dois) A assembleia geral poderá reunir-
dividido pelos sócios Arlindo da Costa Gonçalo se extraordinariamente quantas vezes forem
É celebrado o presente contrato de sociedade,
Mazungane Chilundo, com valor de dez mil necessárias desde que as circunstâncias assim o
nos termos do artigo noventa do Código
exijam para deliberar sobre quaisquer assuntos
Comercial que: meticais, correspondente a cinquenta por cento
que digam respeito à sociedade.
Primeiro: Arlindo da Costa Gonçalo do capital e António Alvarez Rodriguez da Silva,
Mazungane Chilundo, estado civil casado com com o valor de dez mil meticais, correspondente CAPÍTULO III
a Dulce Fernanda Mendonça Cabral Chilundo, a cinquenta por cento do capital.
De herdeiros
em regime matrimonial de comunhão de
ARTIGO QUINTO ARTIGO NONO
bens, natural de Quissico-Zavala, residente
em em Maputo, Bairro da Coop, cidade de Aumento do capital Herdeiros
Maputo, portador do Bilhete de Identidade n.º
110100013106Q, emitido no dia vinte e três de O capital social poderá ser aumentado ou Em caso de morte, interdição ou inabilitação
Novembro de dois mil e nove , em Maputo; diminuído quantas vezes forem necessárias de um dos sócios, os seus herdeiros assumem
desde que a assembleia geral delibere sobre automaticamente o lugar na sociedade com
Segundo: António Alvarez Rodriguez da
o assunto. dispensa de caução, podendo estes nomear seus
Silva, casado com Madeleine Espinosa Bonilla,
representantes se assim o entenderem, desde que
em regime de separação total de bens, natural
ARTIGO SEXTO obedeçam o preceituado nos termos da lei.
de Covelo do Gerês,Montalegre, Portugal,
residente em Covelo do Gerês, Montalegre, Divisão cessão de quotas ARTIGO DÉCIMO
Portugal, portador do Passaporte n.º L818994,
Um) Sem prejuízo das disposições legais em Dissolução
emitido no dia oito de Agosto de dois mil e
vigor a cessão ou alienação total ou parcial de
onze, em Braga. A sociedade só se dissolve nos termos
Pelo presente contrato de sociedade outorgam quotas deverá ser do conhecimento dos sócios fixados pela lei ou por comum acordo dos sócios
e constituem entre si uma sociedade por quotas gozando estes do direito de preferência. quando assim o entenderem.
de responsabilidade limitada, que se regerá pelas Dois) Se nem a sociedade, nem os sócios
cláusulas seguintes: mostrarem interesse pela quota cedente, este ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO
decidirá a sua alienação aquém e pelos preços Casos omissos
CAPÍTULO I que melhor entender, gozando o novo sócio dos
Os casos omissos serão regulados pela
Da denominação e sede direitos correspondentes à sua participação na
Legislação Comercial vigente e aplicável na
sociedade. República de Moçambique.
ARTIGO PRIMEIRO
Maputo, aos trinta de Abril de dois mil
A sociedade adopta a denominação de CAPÍTULO III
e doze. — O Técnico, Ilegível.
PROMOANI, Limitada (Promotora Agrícola do Da administração
Niassa, Limitadada) e tem a sua sede na Avenida
Vladimir Lénine, número dois mil e trezentos ARTIGO SÉTIMO
e quarenta e seis, PH6, sexto andar, flat dois ,
cidade de Maputo.
Administração Hubertus Clausius
ARTIGO SEGUNDO Um) A administração e gestão da sociedade Moçambique Correctores
Duração e sua representação em juízo e fora dele, activa de Seguros, Limitada,
e passivamente, passam desde já a cargo dos
A sua duração será por tempo indeterminado, Certifico, para efeito de públicação, que
sócios Arlindo da Costa Gonçalo Mazungane por deliberação do dia dessaseis de Abril de
contando-se o seu início a partir da data da
Chilundo e António Alvarez Rodriguez da dois mil e doze, da sociedade registada sob o
constituição.
Silva. n.º 100238209, Os sócios deliberaram o aumento
ARTIGO TERCEIRO Dois) A sociedade ficará obrigada pela do capital de cem mil meticais para quatrocentos
Objecto assinatura do sócio gerente, com a procuração do e cinquenta mil meticais e em consequência
outro, ou procurador especialmente constituído alterada a composição do artigo quatro, que
Um) A sociedade tem por objecto a produção, pela gerência, nos termos e limites específicos passa a ter a seguinte nova denominação:
processamento, promoção e comercialização de
do respectivo mandato.
artigos agrários e derivados. ARTIGO QUARTO
Três) É vedado a qualquer dos gerentes
Dois) A sociedade poderá adquirir a) Uma no valor de Duzentos e dois mil e
ou mandatário assinar em nome da sociedade
participação financeira em sociedade a constituir quinhentos meticais, correspondente
quaisquer actos ou contratos que digam respeito
ou já constituídas, ainda que tenham objecto a quarenta e cinco por cento do
a negócios estranhos a mesma.
social diferente do da sociedade. capital social, pertencente a sócia
Três) A sociedade poderá exercer quaisquer Quatro) Os actos de mero expediente poderão
Fungayi Fungura;
outras actividades desde que para o efeito ser individualmente assinadas por empregados
b) Uma no valor nominal sessenta e
esteja devidamente autorizada nos termos da da sociedade devidamente autorizados pela
sete mil e quinhentos meticais,
legislação em vigor. gerência. correspondente a quinze por cento
448 — (166) III SÉRIE — NÚMERO 18

do capital social, pertencente ao poder-se-á criar, transferir ou encerrar sucursais, mil meticais e acha-se dividido nas seguintes
sócio Runakorwashe Shamiso filiais, agências, abertura de espaços comerciais quotas:
Fungura; para o desenvolvimento das suas actividades a) Uma quota com o valor nominal de
c) Uma no valor nominal de sessenta ou quaisquer outras formas de representação trinta mil meticais, representativa
e sete mil e quinhentos meticais, em qualquer parte do território nacional ou no de sessenta por cento do capital ,
correspondente a quinze por cento estrangeiro. pertencente á sócia Melissa Adriana
do capital social, pertencente ao Capela Filipe;
sócio Sónia Sheryl Fungura; ARTIGO TERCEIRO b) Uma quota com o valor nominal de
d) Uma no valor nominal de sessenta e vinte mil meticais, representativa
(Duração)
de quarenta por cento do capital
sete mil e quinhentos meticais,
A sociedade é constituída por tempo social, pertencente ao sócio Bruno
correspondente a quinze por cento
indeterminado, contando-se o seu início, para Alexandre Cristo de Carvalho.
do capital social, pertencente ao
todos os efeitos legais, a partir da data da sua ARTIGO SEXTO
sócio Tania Beryl Fungura;
constituição.
e) Uma no valor nominal de quarenta e
(Aumentos de capital)
cinco mil meticais, correspondente ARTIGO QUARTO
a dez por cento do capital social, Um) O capital social poderá ser aumentado
pertencente ao sócio Ozias (Objecto) uma ou mais vezes, mediante novas entradas,
Mucheriwa. por incorporação de reservas ou por qualquer
Um) A sociedade tem por objecto principal
outra forma legalmente permitida, mediante
Em tudo nao alterado continuam as o exercício das seguintes actividades:
deliberação dos sócios tomada em assembleia
disposições do pacto anterior. a) A prestação de serviços de consultoria, geral.
Maputo, trinta de Abril de dois mil assessoria e assistência técnica Dois) Não podem ser deliberados aumento
e doze. — O Técnico, Ilegível. especializada nas áreas de comé- de capital social enquanto não se mostrar
rcio internacional e gestão de integralmente realizado o capital social inicial
Empresas, no seu sentido mais ou proveniente de aumento anterior.
Add Value, Limitada amplo, abrangendo nomeadamente, Três) A deliberação da assembleia geral de
Certifico, para efeitos de publicação, que o planeamento, a promoção, o aumento de capital social devem mencionar,
por escritura pública de treze de Abril de dois estudo e a pesquisa de mercados, a pelo menos, as seguintes condições:
mil e doze, lavrada de folhas cento e quatro a formação e o treino profissional; a) A modalidade e o montante do
folhas cento e dezasseis de notas para escrituras b) O exercício de comércio de importação aumento do capital;
diversas número trezentos e trinta e três, traço e exportação, representação de b) O valor nominal das novas participações
A, do Cartório Notarial de Maputo perante Carla empresas, marcas e patentes, sociais;
Roda de Benjamim Guilaze, licenciada em agenciamento, procuradoria, c) As reservas a incorporar, se o aumento
Direito técnica superior dos registos e notariado comissões e consignações, comércio do capital for por incorporação de
N1 e notária em exercício no referido cartório, por grosso e a retalho; reservas;
constituída entre Melissa Adriana Capela c) A sociedade, para o exercício do seu d) Os termos e condições em que os
Filipe e Bruno Alexandre Cristo de Carvalho, objecto, poderá associar-se com sócios ou terceiros participam no
uma sociedade por quotas de responsabilidade terceiros, adquirindo quotas, acções aumento;
limitada denominada, Add Value, Limitada ou partes sociais ou constituindo e) Se são criadas novas partes sociais ou
com sede na Avenida vinte e quatro de Julho, novas sociedades, mediante se é aumentado o valor nominal das
número dois mil e noventa e seis, primeiro existentes;
deliberação dos sócios e cumpridas
Andar Direito, que se regerá pelas cláusulas f) Os prazos dentro dos quais as entradas
as formalidades legais.
constantes dos artigos seguintes. devem ser realizadas.
Dois) Mediante deliberação da administração
Quatro) Os aumentos de capital social serão
CAPÍTULO I da sociedade, a sociedade poderá ainda exercer efectuados nos termos e condições deliberados
Da denominação, sede, duração quaisquer outras actividades relacionadas, em assembleia geral e, supletivamente, nos
e objecto social directa ou indirectamente, com o seu objecto termos gerais.
principal, praticar todos os actos complementares Cinco) Em qualquer aumento do capital
ARTIGO PRIMEIRO da sua actividade e outras actividades com fins social, os sócios gozam de direito de preferência,
(Denominação e sede) lucrativos não proibidas por lei, desde que na proporção das suas participações sociais,
devidamente autorizada pelas autoridades podendo, porém, o direito de preferência ser
A sociedade é constituída sob a forma de limitado ou suprimido por deliberação da
sociedade por quotas de responsabilidade competentes.
Três) A sociedade poderá participar em assembleia geral, tomada pela maioria necessária
limitada, adopta a designação Add Value, à alteração dos estatutos da sociedade.
Limitada e será regida pelos presentes estatutos outras empresas ou sociedades já existentes ou
e pela legislação aplicável. a constituir ou associar-se com elas sob qualquer ARTIGO SÉTIMO
forma permitida por lei.
ARTIGO SEGUNDO (Prestações suplementares)
CAPÍTULO II
(Sede) Não serão exigidas aos sócios prestações
Do capital social, quotas e meios suplementares de capital.
Um) A sociedade tem a sua sede na Avenida
de financiamento ARTIGO OITAVO
vinte e quatro de Julho número dois mil noventa
e seis, primeiro Andar Direito. ARTIGO QUINTO (Suprimentos)
Dois) Mediante deliberação dos sócios
(Capital social) Os sócios podem prestar suprimentos à
tomada em assembleia geral, a sede social
poderá ser transferida para qualquer outro O capital social, integralmente subscrito e sociedade, nos termos e condições a serem
local dentro do território nacional, bem como realizado, em bens e dinheiro, é de cinquenta fixados em assembleia geral.
7 DE MAIO DE 2012 448 — (167)

ARTIGO NONO b) Quando a quota do sócio for ARTIGO DÉCIMO QUINTO


arrestada, penhorada, arrolada ou,
(Transmissão de quotas) (Eleição e mandato dos órgãos sociais)
em geral, apreendida judicial ou
Um) A transmissão, total ou parcial, de quotas administrativamente; Um) Os membros dos órgãos sociais são
entre sócios ou a terceiros, fica condicionada c) Quando o sócio transmita a sua eleitos pela assembleia geral da sociedade,
ao exercício do direito de preferência, da quota ou a dê em garantia ou podendo ser reeleitos uma ou mais vezes.
sociedade, mediante deliberação dos sócios caução de qualquer obrigação, Dois) O mandato dos membros dos órgãos
tomada em assembleia geral, e, caso a sociedade sem observância das formalidades sociais é de dois anos, contando-se como um
não o exerça, dos sócios. previstas nos artigos nono e décimo ano completo o ano da data da eleição.
Dois) Para efeitos do disposto no número dos Estatutos da sociedade; Três) Os membros dos órgãos sociais
anterior, o sócio que pretenda transmitir a d) Se o sócio envolver a Sociedade em permanecem em funções até a eleição de
sua quota, ou parte desta, deverá notificar à actos e contratos estranhos ao quem deva substituir, salvo se renunciarem
sociedade, por escrito, indicando a identidade objecto social; e expressamente ao exercício do seu cargo ou
e) Se o sócio se encontrar em mora, por
do adquirente, o preço e as condições ajustadas forem destituídos.
mais de seis meses, na realização
para a referida cessão, nomeadamente as Quatro) Salvo disposição legal expressa
da sua quota, das entradas em
condições de pagamento, as garantias oferecidas em sentido contrário, os membros dos órgãos
aumentos de capital.
e recebidas e a data da realização da cessão. sociais podem ser sócios ou não, bem como
Três) A sociedade deverá pronunciar-se Três) Se a amortização de quotas não for podem ser eleitas pessoa colectiva para qualquer
acompanhada da correspondente redução de
sobre o direito de preferência, no prazo máximo um dos órgãos sociais da sociedade.
capital, as quotas dos restantes sócios serão
de quarenta e cinco dias a contar da recepção Cinco) No caso previsto na parte final
proporcionalmente aumentadas, fixando a
do mesmo, entendendo-se que a sociedade do número anterior, a pessoa colectiva que
assembleia geral o novo valor nominal das
não pretende adquirir as quotas caso não se for eleita deve designar uma pessoa singular
mesmas.
pronuncie dentro do referido prazo. Quarto) A amortização será feita pelo para exercer o cargo em sua representação e
Quatro) O exercício do direito de preferência valor nominal da quota amortizada, acrescido comunicar o respectivo nome ao presidente da
da sociedade não pode ser subordinado a da correspondente parte nos fundos de mesa da assembleia geral.
quaisquer condições ou limitações, sendo reserva, depois de deduzidos os débitos ou
irrelevantes as que se estipularem. ARTIGO DÉCIMO SEXTO
responsabilidades do respectivo sócio para
Cinco) Caso a sociedade não exerça o direito com a sociedade, devendo o seu pagamento ser (Assembleia geral)
de preferência que lhe assiste, nos termos do efectuado dentro do prazo de noventa dias e/ou
Um) A assembleia geral é formada pelos
disposto no número um do presente artigo, de acordo com as demais condições a determinar
sócios e competem-lhe todos os poderes que lhe
o sócio transmitente, no prazo de cinco dias, pela assembleia geral.
são conferidos por lei e por estes estatutos.
deverá notificar, por escrito, os demais sócios Cinco) Se a sociedade tiver o direito de
para exercerem o seu direito de preferência, amortizar a quota pode, em vez disso, adquiri-la Dois) As assembleias gerais serão convo-
no prazo máximo de quinze dias, dando ou fazê-la adquirir por sócio ou terceiro. cadas, pela administração da sociedade ou por
conhecimento desse facto à Administração da outras entidades legalmente competentes para
sociedade. ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO o efeito, por meio de carta dirigida aos sócios,
Seis) No caso da sociedade e os sócios (Quotas próprias) com quinze dias de antecedência, salvo se for
renunciarem ao exercício do direito de legalmente exigida antecedência maior, devendo
Um) Mediante deliberação dos sócios, a a convocação conter a firma, a sede e o número
preferência que lhes assiste, a quota poderá ser
sociedade poderá adquirir quotas próprias e
transmitida nos termos legais. de matricula da sociedade, mencionar o local, o
realizar sobre elas as operações que se mostrem
Onze) Serão inoponíveis à sociedade, aos dia e a hora em que se realizará a reunião, bem
convenientes ao interesse social.
demais sócios e a terceiros as transmissões como a ordem de trabalhos.
Dois) Enquanto pertençam à sociedade,
efectuadas sem observância do disposto no Três) A administração da sociedade é
as quotas não conferem direito a voto nem à
presente artigo. obrigada a convocar a assembleia geral sempre
percepção de dividendos.
que a reunião seja requerida, com a indicação
ARTIGO DÉCIMO ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO do objecto, por sócios que representem, pelo
(Oneração de quotas) (Obrigações) menos, a décima parte do capital social, sob pena
A oneração, total ou parcial, de quotas de estes a poderem convocar directamente.
É permitida a emissão de obrigações, bem
depende da prévia autorização da sociedade, Quatro) A assembleia geral ordinária reúne
como outros títulos de dívida, nos termos da
sendo aplicável, com as necessárias adaptações, no primeiro trimestre de cada ano, para deliberar
lei, mediante deliberação tomada pelos sócios
o disposto no artigo anterior. sobre o balanço, relatório da administração,
na assembleia geral por votos representativos
aprovação das contas referente ao exercício do
ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO de setenta e cinco por cento da totalidade do
capital social. ano anterior e sobre a aplicação dos resultados,
(Amortização de quotas) bem como para deliberar, sempre que necessário,
CAPÍTULO III sobre a nomeação dos administradores e sobre
Um) A amortização de quotas só poderá ter
lugar nos casos de exclusão de sócio, mediante Dos órgãos sociais quaisquer outros assuntos de interesse para a
deliberação da assembleia geral, ou nos casos de sociedade.
PRIMEIRO – Assembleia Geral
exoneração de sócio, nos termos legais. Cinco) Serão válidas as deliberações
Dois) A sociedade poderá deliberar a ARTIGO DÉCIMO QUAR TO tomadas em assembleia gerais irregularmente
exclusão dos sócios nos seguintes casos: (Órgãos sociais) convocadas, desde que todos os sócios estejam
a) Quando, por decisão transitada em presentes ou representados na reunião e todos
julgado, o sócio for declarado falido São órgãos da sociedade: manifestam a vontade de que a assembleia
ou for condenado pela prática de a) A assembleia geral; se constitua e delibere sobre determinado
qualquer crime; b) A administração. assunto.
448 — (168) III SÉRIE — NÚMERO 18

Seis) Os sócios poderão fazer-se representar SEGUNDO –A Administração Dois) Nos actos de mero expediente é
nas assembleias gerais nos termos legalmente suficiente a assinatura de qualquer administrador
ARTIGO DÉCIMO OITAVO
permitidos. ou de mandatários com poderes bastantes,
Sete) Os sócios indicarão por carta dirigida ( Administração) podendo a assinatura ser aposta por chancela
à sociedade quem os representará na assembleia A sociedade é administrada por um ou dois ou meios tipográficos de impressão.
geral. administradores nomeado pela assembleia
Oito) A assembleia geral pode deliberar, em ARTIGO VIGÉSIMO PRIMEIRO
geral.
primeira convocação, sempre que se encontrem (Fiscalização)
presente ou representados os sócios titulares de, ARTIGO DÉCIMO NONO
Um) A Assembleia Geral, caso o entenda
pelo menos, cinquenta e um por cento do capital (Competências da administração ) necessário, pode deliberar confiar a fiscalização
social, e, em segunda convocação, seja qual for
dos negócios sociais a um Conselho Fiscal ou a
o número de sócios presentes ou o capital social Um) A gestão e representação da sociedade
um Fiscal Único.
por eles representado. compete à administração.
Dois) Caso a Assembleia Geral delibere
Dois) Cabe aos administradores representar confiar a uma sociedade de auditoria
ARTIGO DÉCIMO SÉTIMO a sociedade em juízo e fora dele, activa e independente o exercício das funções de
(Competência da assembleia geral) passivamente, assim como praticar todos os fiscalização, não procederá à eleição do
actos tendentes à realização do objecto social conselho fiscal ou do Fiscal Único.
Um) Dependem de deliberação dos sócios,
e, em especial:
para além de outros assuntos que a Lei ou os ARTIGO VIGÉSIMO SEGUNDO
Estatutos indiquem, as seguintes deliberações: a) Orientar e gerir todos negócios sociais,
praticando todos os actos tendentes (Auditorias externas)
a) A chamada e a restituição das
prestações suplementares; à realização do objecto social, A administração pode contratar uma
b) A prestação de suprimentos, bem como que por lei ou pelos presentes sociedade externa de auditoria a quem
os termos e condições em que os Estatutos não estejam reservados à encarregue de auditar e verificar as contas da
mesmos devem ser prestados; Assembleia geral; sociedade.
c) A amortização de quotas; b) Propor, prosseguir, confessar, desistir
CAPÍTULO IV
d) A aquisição, divisão, alienação ou ou transigir em quaisquer acções em
oneração de quotas próprias; que a sociedade esteja envolvida; Das disposições finais
e) O exercício do direito de preferência e
c) Executar e fazer cumprir as deliberações ARTIGO VIGÉSIMO TERCEIRO
o consentimento para a divisão ou
da assembleia geral;
oneração das quotas dos sócios; (Ano civil)
f) A exclusão dos sócios; d) Proceder à aquisição, oneração e
alienação de quaisquer bens móveis Um) O ano social coincide com o ano
g) A eleição, a remuneração e a destituição
civil.
de administradores e dos órgãos de e imóveis;
Dois) O balanço, o relatório de gestão, a
fiscalização, quando ele exista; e) Constituir mandatários da sociedade,
demonstração de resultados e demais contas do
h) A fixação ou dispensa da caução bem como definir os termos e exercício fecham-se com referência a trinta e um
que os membros do conselho de limites do respectivos mandatos. de Dezembro de cada ano e serão submetidos
administração devem prestar; à apreciação da assembleia geral, durante o
Três) Aos administradores é vedado
i) A aprovação do relatório da primeiro trimestre do ano seguinte.
responsabilizar a sociedade em quaisquer
administração e das contas do
contratos, actos, documentos ou obrigações ARTIGO VIGÉSIMO QUARTO
exercício, incluindo o balanço e a
demonstração de resultados; estranhas ao objecto da mesma, designadamente
(Aplicação de resultados)
j) A atribuição dos lucros e o tratamento em letras de favor, fianças, abonações e actos
dos prejuízos; semelhantes. Os lucros líquidos apurados terão a seguinte
k) A propositura e a desistência de Quatro) Os actos praticados contra o aplicação:
quaisquer acções contra os sócios estabelecido no número anterior importam para a) Vinte por cento serão destinados à
ou os administradores; o administrador em causa a sua destituição, constituição ou reintegração da
l) A alteração dos estatutos da constituindo-se na obrigação de indemnizar reserva legal, até que esta represente,
sociedade; pelo menos, a quinta parte do
a sociedade pelos prejuízos que esta venha a
m) O aumento e a redução do capital; montante do capital social;
sofrer em virtude de tais actos. b) O remanescente terá a aplicação
n) A fusão, cisão, transformação,
dissolução e liquidação da que for deliberada em assembleia
ARTIGO VIGÉSIMO
geral.
sociedade;
(Vinculação da sociedade)
o) A emissão das obrigações; ARTIGO VIGÉSIMO QUINTO
p) A aquisição de participações em Um) A sociedade obriga-se:
sociedades com o objecto diferente (Dissolução e liquidação)
a) Pela assinatura de um administrador;
do da sociedade, em sociedade de A dissolução e liquidação da sociedade
b) Pela assinatura de dois ou mais
capital e indústria ou de sociedades rege-se pelas disposições da lei aplicável que
reguladas por lei especial. mandatários, nas condições e limites
estejam sucessivamente em vigor e, no que
Dois) As deliberações da assembleia geral do respectivo mandato;
estas forem omissas, pelo que for deliberado
são tomadas por maioria dos votos expressos, c) Pela assinatura de um mandatário,
em assembleia geral.
salvo quando a lei ou os presentes estatutos nos termos e nos limites dos
poderes que lhe forem conferidos Está conforme.
exijam maioria qualificada.
Três) Na contagem dos votos, não serão tidas pela assembleia geral ou pela Maputo, dezasseis de Abril dois mil
em consideração as abstenções. administração da sociedade. e doze. — O Ajudante, Ilegível.
7 DE MAIO DE 2012 448 — (169)

Yakakola, Limitada ARTIGO VIGÉSIMO PRIMEIRO denúncia, assinando tudo o que


(Forma de obrigar a sociedade)
necessário for para os indicados
Certifico, para efeitos de publicação, que fins;
por escritura pública de seis de Janeiro de dois A sociedade fica obrigada, sem prejuízo h) Celebrar contratos de trabalho e
mil e doze, lavrada de folhas trinta e quatro do estipulado no artigo vigésimo primeiro de prestação de serviços, bem
a folhas trinta e oito, do livro de notas para dos estatutos, da seguinte forma: corno proceder à sua resolução,
escrituras diversas número trezentos e quinze, Um) É apenas necessária a assinatura denúncia ou rescisão, assinando
traço A, do Cartório Notarial de Maputo, de dois dos membros do conselho de tudo o que necessário for para
administração para: os indicados fins;
perante Carla Roda de Benjamim Guilaze,
licenciada em Direito, técnica superior dos a) Representar a sociedade em juízo i) Celebrar contratos de fornecimento
registos e notariado N1 e notária em exercício e fora dele, propor e contestar de energia eléctrica, com
no referido cartório, procedeu-se na sociedade quaisquer acções, transigir e empresas nacionais ou estran-
desistir das mesmas, assinando geiras bem como proceder à
em epígrafe, cessão de quotas, entrada de novo
tudo o que necessário for para os sua resolução ou denúncia,
sócio, acréscimo de objecto e alteração parcial
indicados fins, nomeadamente assinando tudo o que necessário
do pacto social, em que a sócia Construções
o de constituir mandatário, for para os indicados fins.
J. Teixeira Mendes & Filhos, Limitada, cede
assinando procuração forense Dois) São necessárias as assinaturas
a totalidade da sua quota no valor nominal
com os mais amplos poderes dos três membros do conselho de
de quinze mil meticais a favor do senhor José
forenses em Direito permitidos administração para:
Manuel Teles de Menezes e Mendes que entra
ou com poderes especiais;
para a sociedade como nova sócia. a)Celebrar contratos de financiamento
b) Apresentar candidaturas a estágios
com qualquer instituição
Que, ainda pela presente escritura pública profissionais e outros projectos
bancária nacional ou estrangeira
e de acordo com a acta da assembleia geral de incentivo à criação de
abertura de crédito, contas
extraordinária supra mencionada os sócios emprego assinando tudo o
corrente caucionadas, livranças
alteraram parcialmente o objecto e a forma de que necessário for para os
de qualquer montante, bem
obrigar da sociedade que passara a ter a seguinte indicados fins, junto da Entidade
corno proceder à sua resolução,
nova redacção. Competente;
ou denúncia, assinando tudo
c) Apresentar pedidos de apoio à
Que em consequência da cessão de quotas, o que necessário for para os
criação de emprego, assinando
alteração do objecto, admissão do novo sócio, indicados fins.
tudo o que necessário for para b) Celebrar contratos de fixação de
são alterados o número três do artigo segundo,
os indicados fins, junto da taxas e câmbios a prazo bem
artigo quarto e o artigo vigésimo primeiro
Segurança Social; como proceder à sua resolução
dos estatutos, que passa a ter a seguinte nova
d) Junto de qualquer estância aduaneira ou denúncia, assinando tudo
redacção: solicitar o desalfandegamento o que necessário for para os
ARTIGO SEGUNDO de mercadorias ao abrigo de indicados fins.
Objecto qualquer regime aduaneiro, c) Celebrar contratos de garantias
assinando tudo o que necessário bancárias com qualquer
Um) Mantém-se; for para os indicados fins, instituição bancária nacional
Dois) Mantém-se; nomeadamente o de constituir ou estrangeira, de qualquer
Três) Produção, transformação e mandatário, passando montante, bem como proceder
tra n s a ç ã o c o m e r c i a l , i m p o r t a ç ã o procuração para o efeito;
e exportação de produtos agro- à sua resolução ou denúncia,
e) Junto de qualquer organismo
alimentares. assinando tudo o que necessário
público, prestar declarações,
Quatro) Mantém-se; for para os indicados fins.
requerer diligências no âmbito
Cinco) Mantém-se. d) Celebrar contratos de Renting e
de processos, com a faculdade
Leasing respeitantes a veículos
............................................................ de substabelecer, nomear
mandatário ou delegar em ligeiros de passageiros e de
ARTIGO QUARTO funcionário que integre os mercadorias e veículos pesados
quadros da empresa, com de mercadorias, assinando tudo
(Capital social)
poderes específicos para o o que necessário for para os
O capital social, integralmente acto; indicados fins.
subscrito e realizado de cinquenta mil f) Celebrar contratos de fornecimento e)Adquirir, alienar e onerar ou
meticais, correspondente à soma de três de serviços de telecomunicações, locar quaisquer bens imóveis,
quotas desiguais assim distribuídas:
nomeadamente com operadoras ou móveis incluindo acções,
a) Uma quota no valor nominal de quinhões, quotas e obrigações.
de comunicações móveis, bem
vinte mil meticais pertencente a
sócia Mar Ibérica-Sociedade de como proceder à sua resolução Três) Cheques, letras, livranças e
Produtos Alimentares, Sa, ou denúncia, assinando tudo aceites bancários:
b) Uma quota no valor nominal de o que necessário for para os a) Cheques letras, livranças e aceites
quinze mil meticais pertencente indicados fins; bancários de valor superior
a sócia José Manuel Teles de g) Celebrar contratos de seguros a duzentos e cinquenta mil
Menezes e Mendes. Uma quota de qualquer natureza, com meticais, são necessárias as
no valor nominal de quinze companhias de seguro nacionais assinaturas de dois membros
mil meticais, pertencente a ou estrangeiras, bem corno do conselho de administração,
sócia W&W – Participações e proceder à sua resolução ou desde que com comunicação e
Investimentos, S.A.
448 — (170) III SÉRIE — NÚMERO 18

autorização prévia por escrito reserva legal está fixada em vinte por cento, não doze meses de carência, embora a assembleia
do outro membro do conselho devendo ser inferior à quinta parte do capital geral possa aprovar por maioria qualificada
de administração. social, podendo porém, os estatutos sociais de dois terço do capital social a prorrogação
b) Cheques letras, livranças e determinar montantes mais elevados. deste prazo.
aceites bancários de valor Três) Tendo ainda presente que de acordo
inferior a duzentos e cinquenta com o Artigo trezentos e dezasseis do Código QUINTA

mil meticais, será, apenas, Comercial, a reserva legal só pode ser utilizada (Litígio)
obrigatória a assinatura de para:
Qualquer litígio entre os sócios emergente
qualquer um dos membros do a) Incorporação no Capital;
do presente Acordo será resolvido no Tribunal
conselho de administração, b) Cobrir a parte dos prejuízos transitados
Judicial da Cidade de Maputo.
desde que estes valores de do exercício anterior que não possa ser coberta
cheques emitidos constem pelo lucro do exercício nem pela utilização de Que em tudo o mais não alterado continuam
sempre do relatório de contas outras reservas determinadas pelo contrato de a vigorar as disposições do pacto social
enviado aos três membros do sociedade. anterior.
conselho de administração, Quatro) Sem perder de vista o que decorre Está conforme.
pelo administrador-delegado, do disposto no ponto dois do artigo décimo Maputo, dez de Janeiro de dois mil e doze.—
semanalmente, todas as sextas- segundo dos estatutos da sociedade, compete O Ajudante, Ilegível.
feiras. à assembleia geral deliberar sobre as contas
de ganhos e perdas, o Balanço e o relatório
SEGUNDA da administração referentes ao exercício bem
(Saída voluntária ou exclusão como deliberar sobre a aplicação dos resultados Lob – Line Of Business,
de sócios) apurados no final de cada exercício, depois de Limitada
apreciado o parecer do conselho fiscal ou do
Um) De acordo com o estipulado no artigo Certifico, para efeitos de publicação que por
fiscal único.
sexto dos estatutos da sociedade, é permitida escritura pública de treze de Abril de dois mil e
Cinco) Os outorgantes desde já acordam
a amortização de quotas por acordo entre os doze, lavrada de folhas noventa e três a folhas
que enquanto houver lugar a amortização de
sócios, nos termos permitidos por lei. cento e três de notas para escrituras diversas
Suprimentos por parte da sociedade aos sócios,
Dois) O sócio, se as suas quotas estiverem número trezentos e trinta e três, traço a, deste
será aplicada a seguinte regra para afectação
integralmente realizadas, pode exonerar-se cartório notarial de Maputo perante Carla Roda
dos lucros:
da sociedade nos casos previstos na lei e no de Benjamim Guilaze, licenciada em Direito
Vinte por cento para reserva legal até à
contrato e ainda quando, contra o voto expresso técnica superior dos registos e notariado N1
sua realização;
daquele: e notária em exercício no referido cartório,
Trinta por cento para amortização de
a) A sociedade deliberar mudança do suprimentos; constituída entre: Pedro Miguel Salgado Freire
objecto social; Trinta por cento para dividendos; de Carvalho e Ana Felícia Espiga Mendonça
b) A sociedade deliberar o regresso Vinte por cento para incorporação nos de Carvalho, uma sociedade por quotas de
à actividade da sociedade Capitais Próprios (Resultados responsabilidade limitada denominada, Lob
dissolvida; Transitados) da empresa. – Line Of Business, Limitada Com Sede na
c) havendo justa causa de exclusão Avenida Vinte e Quatro de Julho, número dois
de um sócio, a sociedade QUARTA mil e noventa e seis, primeiro andar direito, que
não delibere excluí-lo ou se regerá pelas cláusulas constantes dos artigos
(Suprimentos)
não promova a sua exclusão seguintes.
judicial. Um) Considerando o supra exposto na
cláusula terceira deste acordo, poderá ser CAPÍTULO I
Três) Na falta de cláusula do contrato de
sociedade em sentido diverso, o sócio excluído apresentada pelo conselho de administração
Da firma, sede, duração e objecto
por sentença tem direito ao valor da sua quota, proposta diferente em cada ano para a aplicação
social
calculado com referência à data da proposição dos resultados apurados no final de cada
exercício, desde que devidamente justificada à ARTIGO PRIMEIRO
da acção e pago nos termos prescritos para a
amortização de quotas, sem prejuízo no disposto assembleia geral, e adequada à prossecução dos (Denominação e sede)
no número três do Artigo trezentos e quatro do objectivos da empresa.
Dois) O valor correspondente aos trinta por A sociedade é constituída sob a forma de
Código Comercial de Moçambique.
cento destinados à amortização de suprimentos sociedade por quotas de responsabilidade
TERCEIRA ou à % que em cada ano for definida, será limitada, adopta a designação Lob – Line Of
repartido de forma proporcional pelo montante Business, Limitada E será regida pelos presentes
(Aplicação de resultados apurados no final estatutos e pela legislação aplicável.
de cada exercício) que cada um dos accionistas investiu na empresa
à data de trinta e um de Dezembro do ano de
Um) Em face dos resultados obtidos no ARTIGO SEGUNDO
aplicação de resultados.
exercício, suportados nas contas da sociedade Três) Os sócios acordam entre si a não (Sede)
e devidamente explicitadas no relatório do utilização da faculdade de exigir o reembolso
exercício elaborado pela administração, Um) A sociedade tem a sua sede na avenida
por parte da Sociedade durante um ano, contado
havendo dividendos a distribuir, o conselho vinte e quatro de Julho número dois mil e
da constituição do crédito, de acordo com o
de administração emitirá uma Proposta de estipulado no número 3 do artigo trezentos e noventa e seis, primeiro Andar direito.
Aplicação de Resultados com observância das sete do Código Comercial de Moçambique. Dois) Mediante deliberação dos sócios
disposições legais e estatutárias aplicáveis. Quatro) Os suprimentos deverão ser tomada em assembleia geral, a sede social
Dois) Tendo presente quanto à aplicação liquidados pela sociedade no prazo máximo poderá ser transferida para qualquer outro
de resultados, nas sociedades por quotas a de cinco anos contados a partir do termo dos local dentro do território nacional, bem como
7 DE MAIO DE 2012 448 — (171)

poder-se-á criar, transferir ou encerrar sucursais, CAPÍTULO II ARTIGO SÉTIMO


filiais, agências, abertura de espaços comerciais (Prestações suplementares)
Do capital social, quotas e meios
para o desenvolvimento das suas actividades de financiamento Não serão exigidas aos sócios prestações
ou quaisquer outras formas de representação
ARTIGO QUINTO suplementares de capital.
em qualquer parte do território nacional ou no
estrangeiro. (Capital social) ARTIGO OITAVO
Um) O capital social, integralmente subscrito (Suprimentos)
ARTIGO TERCEIRO
e realizado, em bens e dinheiro, é de cinquenta
Os sócios podem prestar suprimentos à
(Duração) mil meticais) e acha-se dividido nas seguintes
sociedade, nos termos e condições a serem
quotas:
A sociedade é constituída por tempo fixados em assembleia geral.
a)Uma quota com o valor nominal de
indeterminado, contando-se o seu início, para
trinta mil meticais), representativa ARTIGO NONO
todos os efeitos legais, a partir da data da sua de sessenta por cento do capital , (Transmissão de quotas)
constituição. pertencente ao sócio Pedro Miguel
Salgado Freire de Carvalho; Um) A transmissão, total ou parcial, de quotas
ARTIGO QUARTO b) Uma quota com o valor nominal de entre sócios ou a terceiros, fica condicionada
(Objecto) vinte mil meticais, representativa de ao exercício do direito de preferência, da
quarenta por cento do capital social, sociedade, mediante deliberação dos sócios
Um) A sociedade tem por objecto principal pertencente à Sócia Ana Felícia tomada em assembleia geral, e, caso a sociedade
o exercício das seguintes actividades: Espiga Mendonça De Carvalho ; não o exerça, dos sócios.
Dois) para efeitos do disposto no número
a) Consultoria informática, estudos
ARTIGO SEXTO anterior, o sócio que pretenda transmitir a
de mercado, distribuição e
sua quota, ou parte desta, deverá notificar à
comercialização de programas de (Aumentos de capital)
sociedade, por escrito, indicando a identidade
software, hardware e tecnologia Um) O capital social poderá ser aumentado do adquirente, o preço e as condições ajustadas
computorizada; uma ou mais vezes, mediante novas entradas, para a referida cessão, nomeadamente as
b) Concepção de software próprio por incorporação de reservas ou por qualquer condições de pagamento, as garantias oferecidas
dedicado à gestão de processos. outra forma legalmente permitida, mediante e recebidas e a data da realização da cessão.
c) Implementação e manutenção de deliberação dos sócios tomada em assembleia Três) a sociedade deverá pronunciar-se
geral. sobre o direito de preferência, no prazo máximo
sistemas de informação, redes
Dois) não podem ser deliberados aumento de quarenta e cinco dias a contar da recepção
informáticas, servidores;
de capital social enquanto não se mostrar do mesmo, entendendo-se que a sociedade
d)P restação de serviços, no seu sentido
integralmente realizado o capital social inicial não pretende adquirir as quotas caso não se
mais amplo; ou proveniente de aumento anterior. pronuncie dentro do referido prazo.
e)Representação de empresas marcas Três) a deliberação da assembleia geral de Quatro) o exercício do direito de preferência
e patentes, agenciamentos, pro- aumento de capital social devem mencionar, da sociedade não pode ser subordinado a
curadoria, comissões e consi- pelo menos, as seguintes condições: quaisquer condições ou limitações, sendo
gnações. a) A modalidade e o montante do irrelevantes as que se estipularem.
f) O exercício de comércio de importação aumento do capital; Cinco) caso a sociedade não exerça o direito
e exportação, comércio por grosso b) O valor nominal das novas participações de preferência que lhe assiste, nos termos do
e a retalho. sociais; disposto no número um do presente artigo,
g) A sociedade, para o exercício do seu c) As reservas a incorporar, se o aumento o sócio transmitente, no prazo de cinco dias,
do capital for por incorporação de deverá notificar, por escrito, os demais sócios
objecto, poderá associar-se com
reservas; para exercerem o seu direito de preferência,
terceiros, adquirindo quotas, acções
d) Os termos e condições em que os
ou partes sociais ou constituindo no prazo máximo de quinze dias, dando
sócios ou terceiros participam no
novas sociedades, mediante conhecimento desse facto à administração da
aumento;
deliberação dos sócios e cumpridas sociedade.
f) Se são criadas novas partes sociais ou
Seis) no caso da sociedade e os sócios
as formalidades legais. se é aumentado o valor nominal das
renunciarem ao exercício do direito de
Dois) Mediante deliberação da administração existentes;
preferência que lhes assiste, a quota poderá ser
da sociedade, a sociedade poderá ainda exercer g) Os prazos dentro dos quais as entradas
transmitida nos termos legais.
quaisquer outras actividades relacionadas, devem ser realizadas.
Sete) Serão inoponíveis à sociedade, aos
directa ou indirectamente, com o seu objecto Quatro) Os aumentos de capital social serão
demais sócios e a terceiros as transmissões
principal, praticar todos os actos complementares efectuados nos termos e condições deliberados
efectuadas sem observância do disposto no
da sua actividade e outras actividades com fins em assembleia geral e, supletivamente, nos
presente artigo.
lucrativos não proibidas por lei, desde que termos gerais.
Cinco) Em qualquer aumento do capital ARTIGO DÉCIMO
devidamente autorizada pelas autoridades
social, os sócios gozam de direito de preferência,
competentes. (Oneração de quotas)
na proporção das suas participações sociais,
Três) A sociedade poderá participar em podendo, porém, o direito de preferência ser a oneração, total ou parcial, de quotas
outras empresas ou sociedades já existentes ou limitado ou suprimido por deliberação da depende da prévia autorização da sociedade,
a constituir ou associar-se com elas sob qualquer assembleia geral, tomada pela maioria necessária sendo aplicável, com as necessárias adaptações,
forma permitida por lei. à alteração dos estatutos da sociedade. o disposto no artigo anterior
448 — (172) III SÉRIE — NÚMERO 18

ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO lei, mediante deliberação tomada pelos sócios Quatro) a assembleia geral ordinária reúne
(Amortização de quotas)
na assembleia geral por votos representativos no primeiro trimestre de cada ano, para deliberar
de setenta e cinco por cento da totalidade do sobre o balanço, relatório da administração,
Um) A amortização de quotas só poderá ter capital social. aprovação das contas referente ao exercício do
lugar nos casos de exclusão de sócio, mediante ano anterior e sobre a aplicação dos resultados,
deliberação da assembleia geral, ou nos casos de CAPÍTULO III bem como para deliberar, sempre que necessário,
exoneração de sócio, nos termos legais. sobre a nomeação dos administradores e sobre
Dois) A sociedade poderá deliberar a Dos órgãos sociais
quaisquer outros assuntos de interesse para a
exclusão dos sócios nos seguintes casos: PRIMEIRO – Assembleia geral sociedade.
a) Quando, por decisão transitada em Cinco) serão válidas as deliberações
ARTIGO DÉCIMO QUARTO
julgado, o sócio for declarado falido tomadas em assembleia gerais irregularmente
ou for condenado pela prática de (Órgãos sociais) convocadas, desde que todos os sócios estejam
qualquer crime; São órgãos da sociedade: presentes ou representados na reunião e todos
b) Quando a quota do sócio for manifestam a vontade de que a assembleia
a)A assembleia geral;
arrestada, penhorada, arrolada ou, se constitua e delibere sobre determinado
b) A administração.
em geral, apreendida judicial ou assunto.
administrativamente; ARTIGO DÉCIMO QUINTO Seis) os sócios poderão fazer-se representar
c) Quando o sócio transmita a sua nas assembleias gerais nos termos legalmente
(Eleição e mandato dos órgãos sociais)
quota ou a dê em garantia ou permitidos.
caução de qualquer obrigação, Um) os membros dos órgãos sociais são Sete) os sócios indicarão por carta dirigida à
sem observância das formalidades eleitos pela assembleia geral da sociedade, sociedade quem os representará na assembleia
previstas nos artigos nono e décimo podendo ser reeleitos uma ou mais vezes. geral.
dos estatutos da sociedade; Dois) o mandato dos membros dos órgãos Oito) a assembleia geral pode deliberar, em
d) Se o sócio envolver a sociedade em sociais é de dois anos, contando-se como um primeira convocação, sempre que se encontrem
actos e contratos estranhos ao ano completo o ano da data da eleição. presente ou representados os sócios titulares de,
objecto social; e Três) os membros dos órgãos sociais pelo menos, cinquenta e um por cento do capital
e) Se o sócio se encontrar em mora, por permanecem em funções até a eleição de social, e, em segunda convocação, seja qual for
mais de seis meses, na realização quem deva substituir, salvo se renunciarem o número de sócios presentes ou o capital social
da sua quota, das entradas em expressamente ao exercício do seu cargo ou por eles representado.
aumentos de capital. forem destituídos.
ARTIGO DÉCIMO SÉTIMO
Três) se a amortização de quotas não for Quatro) salvo disposição legal expressa
acompanhada da correspondente redução de em sentido contrário, os membros dos órgãos (Competência da assembleia geral)
capital, as quotas dos restantes sócios serão sociais podem ser sócios ou não, bem como Um) dependem de deliberação dos sócios,
proporcionalmente aumentadas, fixando a podem ser eleitas pessoa colectiva para qualquer para além de outros assuntos que a lei ou os
assembleia geral o novo valor nominal das um dos órgãos sociais da sociedade. estatutos indiquem, as seguintes deliberações:
mesmas. Cinco) no caso previsto na parte final do
a) A chamada e a restituição das
Quarto) a amortização será feita pelo número anterior, a pessoa colectiva que for
prestações suplementares;
valor nominal da quota amortizada, acrescido eleita deve designar uma pessoa singular b) A prestação de suprimentos, bem como
da correspondente parte nos fundos de para exercer o cargo em sua representação e os termos e condições em que os
reserva, depois de deduzidos os débitos ou comunicar o respectivo nome ao presidente da mesmos devem ser prestados;
responsabilidades do respectivo sócio para mesa da assembleia geral. c) A amortização de quotas;
com a sociedade, devendo o seu pagamento ser
d) A aquisição, divisão, alienação ou
efectuado dentro do prazo de noventa dias e/ou ARTIGO DÉCIMO SEXTO
oneração de quotas próprias;
de acordo com as demais condições a determinar (Assembleia geral) e) O exercício do direito de preferência e
pela assembleia geral.
o consentimento para a divisão ou
Cinco) se a sociedade tiver o direito de Um) a assembleia geral é formada pelos
oneração das quotas dos sócios;
amortizar a quota pode, em vez disso, adquiri-la sócios e competem-lhe todos os poderes que lhe
f) A exclusão dos sócios;
ou fazê-la adquirir por sócio ou terceiro. são conferidos por lei e por estes estatutos.
g) A eleição, a remuneração e a destituição
Dois) as assembleias gerais serão convocadas,
ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO de administradores e dos órgãos de
pela administração da sociedade ou por outras
fiscalização, quando ele exista;
(Quotas próprias) entidades legalmente competentes para o h) A fixação ou dispensa da caução
efeito, por meio de carta dirigida aos sócios, que os membros do conselho de
Um) mediante deliberação dos sócios, a
com quinze dias de antecedência, salvo se for administração devem prestar;
sociedade poderá adquirir quotas próprias e
realizar sobre elas as operações que se mostrem legalmente exigida antecedência maior, devendo i) A aprovação do relatório da
convenientes ao interesse social. a convocação conter a firma, a sede e o número administração e das contas do
Dois) enquanto pertençam à sociedade, de matricula da sociedade, mencionar o local, o exercício, incluindo o balanço E A
as quotas não conferem direito a voto nem à dia e a hora em que se realizará a reunião, bem demonstração de resultados;
percepção de dividendos. como a ordem de trabalhos. j) A atribuição dos lucros e o tratamento
Três) a administração da sociedade é dos prejuízos;
ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO obrigada a convocar a assembleia geral sempre k) A propositura e a desistência de
(Obrigações) que a reunião seja requerida, com a indicação quaisquer acções contra os sócios
do objecto, por sócios que representem, pelo ou os administradores;
É permitida a emissão de obrigações, bem menos, a décima parte do capital social, sob pena j) A alteração dos estatutos da
como outros títulos de dívida, nos termos da de estes a poderem convocar directamente. sociedade;
7 DE MAIO DE 2012 448 — (173)

k) O aumento e a redução do capital; ARTIGO VIGÉSIMO ARTIGO VIGÉSIMO QUINTO


l) A fusão, cisão, transformação, dissolu- (Vinculação da sociedade) (Dissolução e liquidação)
ção e liquidação da sociedade;
l) A emissão das obrigações; Um) A sociedade obriga-se: A dissolução e liquidação da sociedade
a) Pela assinatura de um administrador; rege-se pelas disposições da lei aplicável que
m)a aquisição de participações em sociedades
b) Pela assinatura de dois ou mais estejam sucessivamente em vigor e, no que
com o objecto diferente do da sociedade, em
mandatários, nas condições e limites estas forem omissas, pelo que for deliberado
sociedade de capital e indústria ou de sociedades
do respectivo mandato; em assembleia geral.
reguladas por lei especial.
Dois) as deliberações da assembleia geral são c) Pela assinatura de um mandatário, Está conforme.
tomadas por maioria dos votos expressos, salvo nos termos e nos limites dos Maputo, dezasseis de Abril dois mil
quando a lei ou os presentes estatutos exijam poderes que lhe forem conferidos e doze. — A Ajudante, Ilegível.
maioria qualificada. pela assembleia geral ou PELA
Três) na contagem dos votos, não serão tidas administração da sociedade.
em consideração as abstenções. Dois) nos actos de mero expediente é
suficiente a assinatura de qualquer administrador
SEGUNDO – A administração ou de mandatários com poderes bastantes, Cadeinor-Cadeiras
ARTIGO DÉCIMO OITAVO podendo a assinatura ser aposta por chancela de Escritórios Limitada
ou meios tipográficos de impressão.
(Administração) Certifico, para efeitos de publicação, que
A sociedade é administrada por um ou dois ARTIGO VIGÉSIMO PRIMEIRO por escritura pública de sete de Outubro de dois
administradores nomeado pela assembleia mil e onze, lavrada de folhas noventa e quatro
(Fiscalização)
geral. a folhas noventa e seis, do livro de notas para
Um) A assembleia geral, caso o entenda escrituras diversas número trezentos e vinte,
ARTIGO DÉCIMO NONO necessário, pode deliberar confiar a fiscalização traço A, deste Cartório Notarial de Maputo,
dos negócios sociais a um conselho fiscal ou a perante Carla Roda de Benjamim Guilaze,
(Competências da administração ) um fiscal único. licenciada em Direito, técnica superior dos
Um) A gestão e representação da sociedade Dois) Caso a assembleia geral delibere confiar registos e notariado N1 e notária em exercício
a uma sociedade de auditoria independente
compete à administração. no referido cartório, procedeu-se na sociedade
o exercício das funções de fiscalização, não
Dois) Cabe aos administradores representar em epígrafe, à divisão, cessão de quotas e
procederá à eleição do conselho fiscal ou do
a sociedade em juízo e fora dele, activa e fiscal único. alteração parcial do pacto social, em que a sócia
passivamente, assim como praticar todos os Cadeinor-Cadeiras de Escritórios, Limitada,
actos tendentes à realização do objecto social ARTIGO VIGÉSIMO SEGUNDO dividiu e cedeu a sua quota quatrocentos e
e, em especial: (Auditorias externas)
setenta mil e duzentos meticais, em duas novas
a) Orientar e gerir todos negócios sociais, quotas, sendo uma quota no valor nominal de
A administração pode contratar uma trezentos e dezassete mil e duzentos meticais,
praticando todos os actos tendentes sociedade externa de auditoria a quem que reserva para si e outra quota no valor
à realização do objecto social, encarregue de auditar e verificar as contas da
nominal de cento e trinta mil meticais que cede
que por lei ou pelos presentes sociedade.
a favor do sócio Joaquim António Nogueira de
estatutos não estejam reservados à Magalhães e a sócia Valentina Fátima da Silva
CAPÍTULO IV
assembleia geral; Fumo, cede a totalidade da sua quota no valor
b) Propor, prosseguir, confessar, desistir Das disposições finais
de vinte e seis mil meticais, a favor do sócio
ou transigir em quaisquer acções em ARTIGO VIGÉSIMO TERCEIRO Joaquim António Nogueira de Magalhães.
que a sociedade esteja envolvida; (Ano civil)
Que em consequência da divisão, cessão de
c) Executar e fazer cumprir as deliberações quotas é alterado o artigo quinto dos estatutos,
Um) O ano social coincide com o ano que passa ter a seguinte nova redacção:
da assembleia geral;
civil.
d) Proceder à aquisição, oneração e Dois) O balanço, o relatório de gestão, a ARTIGO QUINTO
alienação de quaisquer bens móveis demonstração de resultados e demais contas do
e imóveis; exercício fecham-se com referência a trinta e um Capital social

e) Constituir mandatários da sociedade, de Dezembro de cada ano e serão submetidos O capital social, integralmente
bem como definir os termos e à apreciação da assembleia geral, durante o subscrito e realizado em dinheiro
primeiro trimestre do ano seguinte.
limites do respectivos mandatos. de quinhentos e vinte mil meticais
ARTIGO VIGÉSIMO QUARTO correspondente à soma de duas quotas
Três) Aos administradores é vedado
desiguais assim distribuídas:
responsabilizar a sociedade em quaisquer (Aplicação de resultados)
contratos, actos, documentos ou obrigações a) Uma quota no valor nominal
Os lucros líquidos apurados terão a seguinte de trezentos e dezassete mil e
estranhas ao objecto da mesma, designadamente aplicação: duzentos meticais, correspon-
em letras de favor, fianças, abonações e actos
a)Vinte por cento serão destinados à dente a sessenta e um por cento
semelhantes. do capital social, pertencente
constituição ou reintegração da
Quatro) Os actos praticados contra o reserva legal, até que esta represente, a sócia Cadeinor-Cadeiras de
estabelecido no número anterior importam para pelo menos, a quinta parte do Escritórios, Limitada;
o administrador em causa a sua destituição, montante do capital social. b) Uma quota no valor nominal de
constituindo-se na obrigação de indemnizar b) O remanescente terá a aplicação duzentos e dois mil e oitocentos
a sociedade pelos prejuízos que esta venha a que for deliberada em assembleia meticais, correspondente a
sofrer em virtude de tais actos. geral. trinta e nove por cento do
448 — (174) III SÉRIE — NÚMERO 18

capital social, pertencente Orbit Health Care Services Três) Comercialização de armações ópticas,
ao sócio Joaquim António lentes ópticas, acessórios ópticos, lentes de
Mozambique, Limitada contacto e produtos para cuidados ópticos.
Nogueira de Magalhães;
Que em tudo o mais não alterado continua em Certifico, para efeitos de publicação, que Quatro) Prestação de serviços de emergência
por escritura de dezoito de Abril de dois mil para pacientes com traumas, e ainda exercer
vigor as disposições do pacto social anterior.
e doze, lavrada a folhas sessenta e oito do quaisquer actividades comerciais conexas,
Está conforme. complementares ou secundárias às suas
livro de notas para escrituras diversas número
Maputo, oito de Fevereiro de dois mil principais, tendentes a maximizá-las através de
dezoito traço E do Terceiro Cartório Notarial,
e doze. — O Ajudante, Ilegível. novas formas de implementação de negócios
perante Lucrécia Novidade de Sousa Bonfim,
e como fontes de rendimento, desde que
licenciada em Direito, técnica superior dos legalmente autorizadas e as decisões sejam
registos e notariado N1 e notária do referido aprovadas pelo conselho de administração.
Spot Comunicação, cartório, foi constituída entre Orbit Health Care Cinco) Nos termos da lei, e mediante
Limitada Services, Limited, E Amélia António Buque, deliberação da assembleia geral, a sociedade
uma sociedade por quotas de responsabilidade poderá igualmente participar no capital social
Certifico, para efeitos de publicação, que por limitada que se regerá pelas cláusulas constantes de outras sociedades ou associar-se com elas de
escritura de dezasseis de Setembro de duas mil dos artigos seguintes: qualquer forma legalmente permitida.
e onze, exarada a folhas oitenta e duas a oitenta
e três do livro de notas para escrituras diversas CAPÍTULO I CAPÍTULO II
número duzentos e setenta e oito traço D, do
Segundo Cartório Notarial de Maputo, perante Da denominação, duração, sede e Dos sócios e capital social
a mim, Antonieta António Tembe, Lincenciada objecto
ARTIGO QUINTO
em Direito, técnica superior dos registos e ARTIGO PRIMEIRO
notariado N1 e notária do mesmo, se procedeu Capital social
na sociedade em epígrafe a cedência de quotas Denominação e duração
O capital social, integralmente subscrito e
e alteração parcial do pacto social, de comum A sociedade adopta a forma de sociedade realizado em dinheiro, é cento e cinquenta mil
acordo altera-se a redacção do artigo quinto e meticais, dividido em duas quotas desiguais,
comercial por quotas de responsabilidade
sétimo, que passa a ter o seguinte teor: assim distribuídas:
limitada com a denominação de Orbit Health
ARTIGO QUINTO Care Services Mozambique, Limitada, regendo- a) Uma quota no valor nominal de
se pelos presentes estatutos e pela legislação cento e trinta e cinco mil meticais,
Capital social
aplicável. correspondente a noventa por cento
O capital social integralmente subscrito do capital social, pertencente a
e realizado em dinheiro é de Vinte mil ARTIGO SEGUNDO sócia Orbit Heath Care Services
meticais, correspondente a soma de duas Sede Limited; e
quotas iguais assim distribuídas: b) Uma quota no valor nominal de quinze
a) Uma quota no valor nominal de Um) A sociedade tem a sua sede na Avenida mil meticais, correspondente a
dez mil meticais, pertencente Vinte e Quatro de Julho número trezentos dez por cento do capital social,
ao sócio Frederico José Mendes e dezasseis, primeiro andar direito, Maputo, pertencente a sócia Amélia António
Morim, correspondente a Moçambique. Buque.
cinquenta por cento do capital Dois) Por deliberação do conselho de
social. administração, a sociedade poderá transferir ARTIGO SEXTO
b) Uma quota no valor nominal de a sua sede social para qualquer outro local Prestações suplementares e suprimentos
dez mil meticais, pertencente do território nacional, quando e onde achar
ao sócio Sahid Umar, corres- conveniente. Não são exigíveis prestações suplementares
pondente a cinquenta por cento Três) Mediante deliberação do conselho de capital podendo, porém, os sócios conceder à
do capital social. de administração a sociedade poderá abrir sociedade os suprimentos de que necessite, nos
.......................................................... sucursais, filiais ou qualquer outra forma de termos e condições fixados por deliberação da
representação no país e no estrangeiro. assembleia geral aprovada por maioria absoluta
ARTIGO SÉTIMO de votos representativos do capital social.
Administração e gerência da ARTIGO TERCEIRO
sociedade ARTIGO SÉTIMO
Duração
Um) A administração e gestão da Aumento de capital
A sociedade é constituída por tempo
sociedade em juízo e fora dela, activa e
indeterminado. Um) O capital social poderá ser aumentado,
passivamente passam desde já a cargo
em dinheiro ou em espécie, por deliberação da
dos dois. ARTIGO QUARTO
Dois) Compete aos sócios exercer assembleia geral da sociedade.
os poderes necessários para o bom Objecto social Dois) Os sócios têm direito de preferência
funcionamento da sociedade, desde que nos aumentos de capital na proporção da sua
Um) A sociedade tem como objecto social participação no capital social.
sejam reconhecidas as competências a
a prestação de serviços de serviços clínicos de
executar com o conhecimento de ambas
oftalmologia, com um laboratório de análises ARTIGO OITAVO
partes da sociedade.
Que em tudo o mais não alterado por esta clínicas, farmácia, loja óptica e centro cirúrgico
Transmissão de quotas
escritura pública, continuam a vigorar as para oferecer tratamento e assistência completa
disposições do pacto social anterior. dos olhos. Um) A sociedade em primeiro lugar, e os
Está conforme. Dois) Prestação de serviço de internamento sócios em segundo lugar na proporção das
Maputo, vinte e quatro de Novembro de para admitir pacientes e prestar cuidados suas quotas, gozam do direito de preferência
dois mil e doze. — A Técnica, Ilegível. conforme as necessidades. na aquisição de quotas.
7 DE MAIO DE 2012 448 — (175)

Dois) Caso a sociedade não exerça o direito de mínimo de quinze dias de antecedência, por Dois) O conselho de administração terá
preferência, este transfere-se automaticamente carta registada. O Aviso convocatório deverá os poderes gerais atribuídos por lei e pelos
aos sócios. indicar a agenda, dia, hora e local da reunião. presentes Estatutos, conducentes à realização
Três) O sócio que pretenda alienar a sua Três) As reuniões da assembleia geral do objecto social da sociedade, representando-a
quota comunicará à sociedade e aos sócios, poderão ter lugar, sem que tenha havido lugar ao em juízo e fora dele, activa e passivamente,
por carta, com um mínimo de trinta dias cumprimento das formalidades convocatórias, podendo delegar estes poderes a directores
de antecedência relativamente à data da desde que todos os sócios estejam presentes executivos ou gestores profissionais nos termos
intencionada venda, na qual lhe dará a conhecer e representados e autorizem a realização da a serem deliberados pelo próprio conselho de
o projecto de alienação, o comprador e as reunião e deliberação sobre determinado administração.
assunto.
respectivas condições contratuais. Três) A sociedade não fica obrigada por
Quatro) A assembleia geral, apenas poderá
Quatro) A sociedade e os demais quaisquer fianças, letras, livranças, e outros
adoptar deliberações quando, sócios que
sócios poderão exercer o seu direito de actos, garantias e contratos estranhos ao seu
detenham no mínimo de cinquenta e um por
preferência dentro de trinta dias e quinze objecto social, salvo deliberação em contrário
cento do capital social estejam presentes ou
dias respectivamente, contados a partir da representados. Qualquer sócio que não consiga da assembleia geral.
data da recepção da notificação da intenção de estar presente na reunião, poderá fazer-se Quatro) O mandato dos administradores
transmissão. representar por outra pessoa, por meio de é de quatro anos, podendo os mesmos serem
procuração dirigida ao presidente da mesa, reeleitos.
ARTIGO NONO
no qual se identifica o sócio representado e os
Oneração de quotas
ARTIGO DÉCIMO QUARTO
poderes concedidos.
Cinco) As reuniões da assembleia Poderes do conselho de administração
Um) Os sócios, apenas mediante autorização
geral poderão ser dispensadas se os sócios
da sociedade concedida por deliberação da Sujeito às limitações previstas nestes
determinarem por escrito:
assembleia geral, poderão onerar, ou constituir estatutos relativas à aprovação dos sócios,
encargos ou garantias sobre as suas quotas. a) O seu consentimento a que a assembleia os negócios da sociedade serão geridos pelo
Dois) O sócio que pretenda constituir um se realize por escrito; e conselho de administração, que poderá exercer
ónus, encargo ou garantia, sobre a sua quota, b) A sua concordância com o conteúdo os poderes necessários para a realização do seu
deverá notificar a Sociedade por escrito dos da deliberação em questão. objecto social, nos termos das disposições destes
detalhes de tal ónus, encargo ou garantia, estatutos e da lei, incluindo:
ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO
incluindo os pormenores da relação subjacente a) Gerir e administrar as operações e
à transacção. Poderes da assembleia geral negócios da sociedade mandante;
Três) A reunião da assembleia geral será b) Submeter à aprovação da assembleia
A assembleia geral deliberará, entre outros
convocada no prazo de quinze dias contados geral recomendações sobre qualquer
assuntos, sobre:
da data da recepção da notificação do sócio que matéria que requeira deliberação da
a) O relatório de gestão anual e
pretenda constituir um ónus, encargo ou garantia Assembleia ou sobre qualquer outro
balanço e o relatório do conselho
sobre a sua quota. assunto conforme exija a lei;
de administração referentes ao
c) Abrir em nome da sociedade
CAPÍTULO III exercício;
movimentar e cancelar, quaisquer
b) A aplicação de resultados;
contas bancárias de que a sociedade
Dos órgãos sociais, administração c) Execução ou alteração de acordos
seja titular;
e representação da sociedade celebrados pela sociedade, que d) Celebrar quaisquer tipo de contratos no
se encontrem fora do âmbito da decurso das operações ordinárias da
ARTIGO DÉCIMO
actividade normal, conforme sociedade, incluindo empréstimos
Composição da assembleia geral definido pelo conselho de bancários e outros, e o fornecimento
Um) A assembleia geral será composta pelos administração; de garantias relativamente a esses
sócios da sociedade. d) Demissão dos membros do conselho empréstimos;
Dois) As reuniões da assembleia geral serão de administração; e) Nomear o auditor externo da
conduzidas pela mesa da assembleia composta e) Remuneração dos órgãos sociais da sociedade;
por um presidente e por um secretário. o sociedade; f) Submeter à aprovação da assembleia
presidente da mesa e o secretário da mesa f) Qualquer alteração aos presentes geral os planos estratégicos,
manter-se-ão em funções até que apresentem estatutos, incluindo fusões, propostas de aumento de capital,
a sua demissão ou até que a assembleia geral transformações, cisões, dissolução cessões de posição contratual,
delibere a sua substituição. ou liquidação da sociedade; transmissões, e vendas de bens
g) Aumento ou redução do capital social relacionados ao negócio da
ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO da sociedade; sociedade;
Convocatória e reuniões da assembleia
h) Exclusão de sócio; g) Submeter à aprovação da assembleia
geral i) Amortização de quota. geral as contas e o relatório anual
da sociedade, e o plano e orçamento
Um) A assembleia geral ordinária reunir-se-á SECÇÃO II
anuais, de acordo com a lei e com o
uma vez por ano dentro dos três meses após o Do conselho de administração plano estratégico da sociedade;
fecho de cada ano fiscal e extraordinariamente h) Adquirir e alienar participações
sempre que for necessário. As reuniões terão ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO sociais e obrigações detidas noutras
lugar na sede da Sociedade, excepto quando os Administração e gestão da sociedade sociedades;
sócios acordarem num local diferente. i) Nomear o director-geral, e quaisquer
Dois) As reuniões serão convocadas pelo Um) A sociedade é gerida e administrada por outros gerentes conforme venha a
presidente da mesa da assembleia, ou na sua um conselho de administração composto por ser necessário, com poderes para
falha, por qualquer administrador, com um dois membros, eleitos pela assembleia geral. actuar em nome da sociedade;
448 — (176) III SÉRIE — NÚMERO 18

j) Estabelecer subsidiárias da sociedade as respectivas deliberações constem de acta ARTIGO VIGÉSIMO PRIMEIRO
e/ou participações sociais noutras lavrada no livro de actas e assinada por todos Declarações financeiras
sociedades; administradores, ou em documento avulso
k) Submeter à aprovação da devendo as assinaturas ser reconhecidas Um) As demonstrações financeiras da
assembleia geral, recomendações notarialmente. sociedade deverão ser elaboradas pelo conselho
relativamente a: a) aplicação Quatro) As decisões do conselho de de administração e submetidas à apreciação da
de fundos, designadamente a administração podem ser tomadas por actas assembleia geral.
criação, investimento, emprego circulares, desde que assinadas e acordadas por Dois) As declarações anuais deverão ser
submetidas à assembleia geral no prazo do três
e capitalização de reservas não todos, nas quais deverão declarar o sentido do
meses após o final do ano fiscal.
exigidas por lei; e b) dividendos seu voto relativamente à deliberação proposta
Três) Mediante requerimento de qualquer
a serem distribuídos aos sócios levada a votação.
sócio, as contas anuais da sociedade poderão
de acordo com os princípios
ARTIGO DÉCIMO SÉTIMO ser auditadas por auditores independentes, que
estabelecidos pela assembleia serão nomeados por acordo de todos os sócios,
geral; Quórum cobrindo todas as áreas que normalmente se
l) Iniciar ou entrar em acordo para a incluem em tais exames. Cada sócio, terá o
Um) O quórum para as reuniões do conselho
solução de disputas, litígios, ou direito de se reunir individualmente com tal
de administração considera-se constituído se
processos arbitrais com qualquer auditor e de rever em detalhe todo o processo
nelas estiverem presentes ou representados, a
terceiro, desde que tais disputas de auditoria e documentos de suporte.
maioria dos seus membros.
tenham um impacto substancial nas
Dois) Qualquer membro do conselho de CAPÍTULO V
actividades da sociedade;
administração temporariamente impedido
m) Gerir quaisquer outros conforme Da dissolução e liquidação
de participar nas reuniões do conselho de
previsto nos presentes estatutos e da sociedade
administração poderá fazer-se representar por
na lei; e
qualquer administrador por meio de carta ou ARTIGO VIGÉSIMO SEGUNDO
n) Representar a sociedade em juízo
fax endereçado ao presidente do conselho de
ou fora dele, perante quaisquer Dissolução
administração.
entidades públicas ou privadas.
Três) O mesmo membro do conselho de Um) A sociedade dissolve-se: (i) nos termos
ARTIGO DÉCIMO QUINTO administração poderá representar mais do que fixados na lei, ou (ii) por deliberação unânime
um administrador. da assembleia geral.
Primeiro conselho de administração
Quatro) Os assuntos discutidos nas reuniões Dois) Os sócios acordam a, verificadas as
O primeiro conselho de administração será do conselho de administração serão decididos condições referidas no número um, tomar todas
composto pelos seguintes indivíduos: por maioria de votos. No caso de empate, o as medidas que se afigurem necessárias, nos
presidente do conselho de administração terá termos da lei, à dissolução da sociedade.
a) Ashvin Agarwal;
b) Sundaresan Rajagopalan. voto de desempate.
ARTIGO VIGÉSIMO TERCEIRO
ARTIGO DÉCIMO SEXTO ARTIGO DÉCIMO OITAVO
Liquidação
Convocação das reuniões do conselho de Livros e registos
Um) A liquidação efectuar-se-á extraju-
administração
Um) A sociedade manterá as contas e os dicialmente, nos termos acordados em
Um) O conselho de administração registos que o conselho de administração assembleia geral.
deverá reunir-se, no mínimo, duas vezes por considere necessários, por forma a reflectir a Dois) A sociedade poderá ser imediatamente
ano, podendo realizar reuniões adicionais situação financeira da sociedade. liquidada pela transferência de todos os bens
informalmente ou sempre que convocado por Dois) A sociedade deverá manter as actas e obrigações para um ou mais sócios, desde
qualquer administrador em qualquer altura. das reuniões da, assembleia geral conselho de que tal seja autorizado pela assembleia geral
administração e de outras comissões directivas, e um acordo escrito de todos os credores seja
Dois) A menos que seja expressamente
incluindo os nomes dos administradores obtido.
dispensada por todos os administradores, a
presentes em cada reunião. Três) No caso de a sociedade não ser
convocatória das reuniões do conselho de
imediatamente liquidada nos termos do número
administração deverá ser entregue em mão ou
ARTIGO DÉCIMO NONO dois supra e sem prejuízo de outras imposições
enviada por fax a todos os administradores, estatutárias, todas as dívidas e obrigações da
com uma antecedência mínima de quinze dias Vinculação sociedade incluindo sem limitação, todas as
de calendário, devendo ser acompanhada pela despesas incorridas na liquidação e todos os
Um) A sociedade vincula-se pela assinatura
agenda dos assuntos a ser discutida na reunião, empréstimos não pagos serão pagos antes de
de dois administradores ou de um procurador, nos
bem como todos os documentos necessários qualquer transferência de fundos seja feita para
limites do respectivo mandato ou procuração.
a serem circulados ou apresentados durante a os sócios.
Dois) Os membros do conselho de
reunião. Nenhum assunto poderá ser discutido Quatro) A assembleia geral poderá deliberar,
administração estão dispensados de caução.
pelo conselho de administração a menos que por unanimidade, que os restantes bens sejam
tenha sido incluindo na referida agenda de CAPÍTULO IV distribuídos em espécie entre os sócios.
trabalhos ou quando todos os administradores
Do ano financeiro e declarações CAPÍTULO VI
assim o acordem.
Três) Não obstante o previsto no número financeiras Das disposições finais
dois acima, o conselho de administração ARTIGO VIGÉSIMO ARTIGO VIGÉSIMO QUARTO
poderá dirigir os seus assuntos e realizar as
suas reuniões através de meios electrónicos ou Ano financeiro Auditorias e informação
telefónicos que permitam a todos os participantes O ano fiscal da sociedade corresponderá ao Um) Os sócios e os seus representantes terão
ouvir e responder simultaneamente, desde que ano civil. o direito a examinar e copiar, assistidos ou não
7 DE MAIO DE 2012 448 — (177)

por auditor independente cujos honorários serão Em consequência da fusão precedentemente de nacionalidade portuguesa, residente
pagos pelo sócio em questão, os livros, registos feita, é alterado o artigo quarto do pacto social na Rua de Marracuene, número noventa,
e contas da sociedade e das suas operações e da sociedade Transaly, Limitada, o qual passa primeiro esquerdo Bairro da Polana,
actividades. a ter a seguinte redacção: cidade de Maputo, portadora do Passaporte
Dois) Os sócios comunicarão à sociedade, n.º H343061, emitido aos vinte e nove de
ARTIGO QUARTO) Junho de dois mil e cinco.
com uma antecedência mínima de dois dias,
(Capital social) Pelo presente contrato escrito particular
a sua intenção de examinar a documentação
constitui uma sociedade por quotas unipessoal
mencionada no ponto anterior. O capital social, integralmente subscrito e
limitada, que se regerá pelos artigos seguintes.
Três) A sociedade deverá cooperar na realizado em dinheiro, é de quatro milhões e
totalidade e fornecer toda a documentação que novecentos mil meticais, e correspondente à CAPÍTULO I
o sócio venha solicitar no âmbito do presente soma de cinco quotas desiguais distribuídas
da seguinte forma: Da denominação, duração, sede
artigo.
a) Uma quota no valor nominal e objecto
ARTIGO VIGÉSIMO QUINTO de dois milhões, duzentos e ARTIGO PRIMEIRO
setenta e quatro mil e seiscentos
Contas da sociedade (Denominação e duração)
meticais), correspondente a
Um) A sociedade deverá criar e manter uma quarenta e seis ponto quatro por A sociedade adopta a denominação Fátima
mais contas da sociedade, no qual se depositem cento , pertencente ao Issufo Ferreira Serviços-Sociedade Unipessoal,
os fundos da sociedade, a ser aberta no Banco Saquina Abdul Aly; Limitada, criada por tempo indeterminado.
ou Bancos a ser deliberado pelo conselho de b) Outra quota no valor nominal de
oitocentos e noventa e dois ARTIGO SEGUNDO
administração de tempos a tempos.
mil meticais, correspondente (Sede)
Dois) A sociedade não poderá misturar
a dezoito ponto dois por cento,
os fundos provenientes de outras pessoas Um) A sociedade tem a sua sede social
pertencente à sócia Fátima da
ou entidades com os fundos provenientes Conceição Enosse Aly; em Maputo, Sita na Avenida vinte e cinco de
da sociedade. A sociedade deverá depositar c) Outra quota no valor nominal de Setembro, mil quatrocentos e um , terceiro
todos os fundos da sociedade, receitas brutas, seiscentos e sessenta e nove andar, Porta um , Bairro Central.
contribuições de capital e empréstimos nas mil meticais, correspondente Dois) Mediante simples decisão do sócio
contas da sociedade. Todos os reembolsos a a treze ponto sete por cento, único, a sociedade poderá deslocar a sua sede
serem efectuados pela sociedade aos sócios pertencente ao sócio Dickson para dentro do território nacional, cumprindo
da Conceição Aly; os necessários requisitos legais.
serão pagos através das contas bancárias da
d) Outra quota no valor nominal Três) O sócio único poderá decidir a
sociedade.
de seiscentos e vinte e quatro abertura de sucursais, filiais ou qualquer outra
Três) Nenhum pagamento será efectuado forma de representação no país e no estrangeiro,
mil meticais, correspondente
das contas da sociedade sem a autorização e/ desde que devidamente autorizada.
a doze ponto sete por cento,
ou assinatura de um administrador ou de um
pertencente ao sócio Dinilson ARTIGO TERCEIRO
representante com os poderes concedidos pelo
da Conceição Aly;
conselho de administração. (Objecto)
e) E outra quota no valor nominal
de quatrocentos e quarenta Um) A sociedade tem por objecto a prestação
ARTIGO VIGÉSIMO SEXTO
mil meticais, correspondente a de serviços nas áreas de:
Pagamento de dividendos nove por cento, pertencente à a) Contabilidade;
sócia Organizações Transaly, b) Fiscalidade;
Os dividendos serão pagos nos termos da Limitada. c) e assessoria.
deliberação da assembleia geral.
Maputo, vinte de Abril de dois mil e doze. Dois) A sociedade poderá exercer outras
Está conforme. — O Técnico, Ilegível. actividades conexas com o seu objecto principal
Maputo, vinte e sete de Abril de dois mil e desde que para tal obtenha aprovação das
e doze. — A Ajudante, Ilegível. entidades competentes.
Fátima Ferreira Serviços Três) A sociedade poderá adquirir
participações financeiras em sociedades a
-Sociedade Unipessoal, constituir ou constituídas, ainda que com
Transaly, Limitada Limitada objecto diferente do da sociedade, assim como
associar-se com outras sociedades para a
Certifico, para efeitos de publicação, que Certifico, para efeitos de publicação, que persecução de objectivos comerciais no âmbito
por deliberação da Assembleia Geral de vinte e no dia vinte de Abril de dois mil e doze, foi ou não do seu objecto.
sete de Janeiro de dois mil e doze, a Sociedade matriculada na Conservatória de Registo
de Entidades Legais sob NUEL 100286467 CAPÍTULO II
Transaly, Limitada, registada sob o número
dezasseis mil quinhentos e cinquenta e setenta uma sociedade denominada Fátima Ferreira Do capital social
e sete, se procedeu à fusão por incorporação Serviços-Sociedade- Unipessoal,Limitada.
Nos termos de artigo noventa do Código ARTIGO QUARTO
entre as sociedades Transaly, Limitada
Comercial: (Capital social)
sociedade incorporante e JSV – Transportes e
Serviços, Limitada (sociedade incorporada), ), Maria de Fátima Costa Ferreira, casada O capital social, integralmente subscrito e
extinguindo-se deste modo a sociedade JSV – com Álvaro José Gomes Ferreira, em realizado em dinheiro, é de cinco mil meticais
Transportes e Serviços, Limitada em virtude da regime de comunhão de bens adquiridos, correspondente à uma quota do único socio e
mencionada fusão. natural de Atouguia da Baleia - Peniche, equivalente a cem por cento do capital social.
448 — (178) III SÉRIE — NÚMERO 18

ARTIGO QUINTO Chongo Sistemas ARTIGO TERCEIRO


(Prestações de suplementares) Electrónicos e de (Capital social)

O sócio poderá efectuar prestações Segurança-Sociedade Um) O capital social, integralmente subscrito
suplementares de capital ou suprimentos à Unipessoal, Limitada e realizado em dinheiro, é de cem mil meticais,
sociedade nas condições que forem estabelecidas correspondente a uma única quota e pertencente
por lei. Certifico, para efeitos de publicação, que a sócia Rosa Rafael Tamele, e equivalente a cem
no dia vinte de Abril de dois mil e doze, foi por cento do capital social.
ARTIGO SEXTO matriculada na Conservatória de Registo de Dois) Com a deliberação do único sócio,
(Administração, representação da Entidades Legais sob NUEL 100286467 uma poderá o capital social ser aumentado em
sociedade) sociedade denominada Chongo Sistemas dinheiro ou em bens, com ou sem admissão de
Electrónicos e de Segurança-Sociedade novos sócios, procedendo a respectiva alteração
Um) A sociedade será administrada pelo
Unipessoal, Limitada. do pacto social.
sócio único.
Dois) A sociedade fica obrigada pela Nos termos do artigo noventa do Código ARTIGO QUARTO
assinatura do administrador, ou ainda por Comercial: (Prestações suplementares)
procurador especialmente designado para o
efeito. Rosa Rafael Tamele, solteira maior, natural de
O sócio poderá efectuar prestações
Três) A sociedade pode ainda se fazer Maputo, residente nesta cidade, Bairro da
suplementares de capital ou suprimentos à
representar por um procurador especialmente Matola G, Rua doze mil duzentos e sessenta sociedade nas condições que forem estabelecidas
designado pela administração nos termos e e nove, Q um, número duzentos e oitenta e por lei.
limites específicos do respectivo mandato. cinco, portadora do Bilhete de Identidade
n.º11010017161F, emitido no dia vinte sete ARTIGO QUINTO
CAPÍTULO IV de Abril de dois mil e dez em Maputo. (Administração e gerência)
Das disposições gerais Pelo presente contrato escrito constitui uma Um) A administração e gerência da
ARTIGO SÉTIMO sociedade por quota unipessoal limitada, que se sociedade, bem como a sua representação
regerá pelos artigos seguintes: em juízo ou fora dele, activa e passivamente
(Balanço e contas)
pertencerá ao único sócio.
Um) O exercício social coincide com o ano ARTIGO PRIMEIRO Dois) Para obrigar a sociedade em todos
civil. actos e contratos bastará a assinatura do sócio-
(Denominação, duração e sede)
Dois) O balanço e contas de resultados gerente ou seus mandatários.
fechar-se-ão com referência a trinta e um de Um) A sociedade adopta a denominação de
Dezembro de cada ano. Chongo Sistemas Electrónicos e de Seguranca- ARTIGO SEXTO
Sociedade Unipessoal, Limitada criada por (Balanço e contas)
ARTIGO OITAVO
tempo indeterminado.
Um) O exercício social coincide com o ano
(Lucros) Dois) A sociedade tem sua sede na cidade civil.
Dos lucros apurados em cada exercício de Maputo, podendo ainda transferi-la, abrir e Dois) O balanço e contas de resultados fechar-
deduzir-se-ão em primeiro lugar a percentagem manter ou encerar sucursais, agências, escritórios se-ão com referência a trinta de Dezembro de
legalmente indicada para constituir a reserva ou qualquer outra forma de representação cada ano.
legal, enquanto não estiver realizada nos comercial onde e quando o único sócio achar
termos da lei ou sempre que seja necessário vantagem, em Moçambique ou no exterior ARTIGO SÉTIMO
reintegrá-la. cumprindo os requisitos legais. (Lucros)

ARTIGO NONO Dos lucros apurados em cada exercício


ARTIGO SEGUNDO
deduzir-se-ão em primeiro lugar a percentagem
(Dissoluções)
(Objecto) legalmente indicada para constituir a reserva
A sociedade dissolve-se nos casos e nos legal, enquanto não estiver realizada nos
termos da lei. A sociedade tem por objecto social:
termos da lei ou sempre que seja necessária
a) Instalação de sistemas segurança
reintegrá-la.
ARTIGO DÉCIMO electónica e seus derivados;
(Disposições finais)
b) comercio de equipamentos electónico ARTIGO OITAVO
do ramo com impotação e (Dissolução)
Um) Em caso de morte ou interdição de expotação;, podendo mediar e
único socio, a sociedade continuara com os intermediar os serviços e consultoria A sociedade somente se dissolverá nos casos
herdeiros ou representantes do falecido ou de especialidade; previstos na lei.
interdito, os quais nomearão entre si um que a c) Representação de empresas,
ARTIGO NONO
todos represente na sociedade, enquanto a quota participação em outras sociedades
permanecer indivisa. do ramo, no território nacional e (Disposições finais)
Dois) Em tudo quanto for omisso nos estrangeiro; Um) Em caso de morte ou interdição do
presentes estatutos aplicar-se-ão as disposições d) O exercício de outras actividades único sócio , a sociedade continuará com os
do Código Comercial e demais legislação em distintas de todas acima referidas herdeiros ou representantes do falecido ou
vigor na República de Moçambique. desde que se tenham as referidas interdito, os quais nomeados entre si um que a
Maputo, vinte e cinco de Abril de dois mil autorizações de acordo com a todos represente na sociedade, enquanto a quota
e doze. — O Técnico, Ilegível. permanecer indivisa.
legislação vigente.
7 DE MAIO DE 2012 448 — (179)

Dois) Em tudo que fica omisso nos presentes iii) Realização de estudos de avaliação ARTIGO SÉTIMO
estatutos aplicar-se-ão as disposições do Código de projectos nas áreas de (Delegação de poderes)
Comercial e demais legislação em vigo na ambiente, abastecimento de água
República de Moçambique. e saneamento; O presidente do conselho de administração
iv) Concepção de programas informáticos poderá delegar no todo ou em parte os seus
Maputo, vinte e cinco de Abril de dois mil
para gestão de informação; poderes em qualquer dos sócio ou pessoa
e doze . — O Técnico, Ilegível.
v) Gestão e exploração dos sistemas de estranha á sociedade, mediante instrumento
abastecimento de água; jurídico apropriado.
vi) Captação de águas;
Gewater Engenheiros ARTIGO OITAVO
vii) Assistência técnica na implementação
Consultores, Limitada de projectos nas areas de de águas, (Alienação de quotas)
saneamento e ambiente; A cessão de quotas, no todo ou em parte,
Certifico, para efeitos de publicação, que no
viii) Realização de estudos técnicos e entre os sócios é livre, e não é permitida a cessão
dia vinte e seis de Abril de dois mil e doze,foi
sociais nas areas do ambiente; de quotas a estranhos sem o consentimento da
matriculada na Conservatória de Registo de
ix) Promoção de actividades de sociedade.
Entidades Lagais sob NUEL 100287544 uma
participação e educação para a
socuiedade denominada Gewater Engenheiros
saúde nas comunidades. ARTIGO NONO
Consultores, Limitada
(Dissolução da sociedade)
É celebrado o presente contrato de sociedade, ARTIGO QUARTO
nos termos do artigo 90 do código comercial. (Capital social) A sociedade não se dissolve por morte,
Entre: interdição ou incapacidade definitiva de
O capital social, é de vinte mil meticais, qualquer dos sócios, continuando as suas
Primeiro. Emílio Felisberto Gove, solteiro, integralmente subscrito e realizado em dinheiro, actividades com os sobrevivos e os herdeiros
maior, natural de Inhambane, residente no e corresponde à soma de duas quotas assim ou representante legal, devendo os herdeiros
quarteirão número quarenta e um, casa num,erro distribuídas: nomear um que a todos represente na condução
trinta e um, bairro da Maxaquene, portador dos negócios sociais enquanto a quota se
a) Uma quota de dez mil meticais,
do Bilhete de Identidade n.º 110100977471P, mantiver indivisa.
correspondente a cinquenta porcento
emitido em Maputo, aos vinte e um de Março
do capital social subscrita pelo sócio ARTIGO DÉCIMO
de dois mil e onze.
Segundo. Matias Rofino Ngulela, Emílio Felisberto Gove;
(Exercício social)
solteiro,maior, natural de Maputo, residente b) Uma quota de dez mil meticais,
correspondente a cinquenta porcento O exercício social coincide com o ano
na Rua da Mesquita, casa número setecentos e
do capital social subscrita pelo civil, e o balanço e as contas de resultados
oito, Bairro da Matola, portador do Bilhete de
sócio Matias Rofino Ngulela. serão fechados com referência a trinta e um
Identidade n.º 100133616B, emitido em Maputo,
de Dezembro, sendo submetidas a assembleia,
aos seis de Janeiro de dois mil e nove. geral para deliberação.
ARTIGO QUINTO
Pelo presente contrato de sociedade outorgam
e constituem entre si uma sociedade por quotas (Obrigação da sociedade) ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO
de responsabilidade limitada, que se regerá pelas
A sociedade obriga-se pelas assinatura de (Lucros)
cláusulas seguintes:
dois membros do conselho de administração Os lucros líquidos apurados em cada
ARTIGO PRIMEIRO ou pela assinatura de mandatário especialmente exercício, depois de deduzida a percentagem
(Denominação) designado para a prática de acto certo e para a constituição de outro tipo de reservas
determinado. especiais criados pela assembleia, geral, serão
A sociedade adopta a denominação social de Parágrafo único. A sociedade não ficará distribuídos pelos sócios na proporção das suas
Gewater Engenheiros Consultores, Limitada. quotas.
obrigada em actos ou contratos que a ela não
ARTIGO SEGUNDO disserem respeito e é vedado aos sócios ou ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO
administradores, obrigar a sociedade em actos
(Sede) (Convocação da assembleia geral)
da natureza de abonações, fianças, avales, letras
A sua sede é na cidade de Maputo, Avenida de favor e outros semelhantes, estranhos aos As reuniões da assembleia geral são
Samora Machel número onze, primeiro andar, negócios sociais. convocadas por simples cartas registadas
podendo abrir sucursais, delegações ou outras dirigidas aos sócios com uma antecedência
formas de representação social em qualquer ARTIGO SEXTO mínima de oito dias, prazo que poderá ser
parte do território nacional ou fora dele e a sua dilatado no caso de algum ou alguns dos
(Administração e representação da
duração é por tempo indeterminado. sócios residir fora do local onde se situar a
sociedade) sede social.
ARTIGO TERCEIRO A administração e representação da sociedade
ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO
(Objecto) competirá a todos os sócios em conjunto, os
quais são nomeados administradores com (Casos omissos)
A sociedade têm como seu objecto social a
prestação de serviços nas areas de: dispensa de caução. Em tudo omisso nos presentes estatutos
Parágrafo único. É desde já nomeado aplicar-se-ão as disposições competentes de
i) Fiscalização de obras de construção
presidente do conselho de administração o legislação aplicável e em vigor na República
civil;
senhor Emílio Felisberto Gove, a ele competindo de Moçambique.
ii) Elaboração de projectos de construção
civil, abastecimento de água, o exercício das actividades inerentes a este Maputo, vinte e sete de Abril de dois mil
saneamento e ambiente; cargo. e doze. — O Técnico, Ilegível.
Preço — 23,50 MT
IMPRENSA NACIONAL DE MOÇAMBIQUE, E.P.