Você está na página 1de 3

Formulário escadas

Relação de conforto

𝑆 + 2𝐸 ≅ 63 á 65 𝑐𝑚
Piso → 𝑆 ≥ 25 𝑐𝑚

Espelho → 𝐸 ≤ 19 𝑐𝑚

1) Espessura da laje
2) Altura útil
𝑙𝑦
𝜆= 𝑙𝑥

𝑙𝑥
𝑑≥ (𝜓2 ∗𝜓3 )

3) Espessura

𝑆 + 2𝐸 ≅ 63 á 65 𝑐𝑚
𝐸
𝑡𝑔 𝛼 = 𝑆

ℎ1 =
cos 𝛼
𝐸
ℎ𝑚 = ℎ1 + 2

4) Ações na laje
𝛾𝑐𝑜𝑛𝑐𝑟𝑒𝑡𝑜 ∗(ℎ𝑚 ∗𝐴𝑙+ℎ∗𝐴𝑝 )
Peso próprio → 𝑃𝑃 = 𝐴𝑡

𝐴𝑙 = á𝑟𝑒𝑎 𝑑𝑜𝑠 𝑙𝑎𝑛𝑐𝑒𝑠


𝐴𝑝 = á𝑟𝑒𝑎 𝑑𝑜 𝑝𝑎𝑡𝑎𝑚𝑎𝑟
𝐴𝑡 = á𝑟𝑒𝑎 𝑡𝑜𝑡𝑎𝑙 𝑑𝑎 𝑒𝑠𝑐𝑎𝑑𝑎
𝑃𝑚 ∗ 𝐴𝑚
Peso próprio da mureta → 𝑃𝑝𝑚 = 𝐴𝑡

Ação Variável
𝑃𝑝
𝑃𝑝𝑚
∑{
𝑃𝑖𝑠𝑜 + 𝑟𝑒𝑣𝑒𝑠𝑡𝑖𝑚𝑒𝑛𝑡𝑜
𝐴çã𝑜 𝑣𝑎𝑟𝑖𝑎𝑣𝑒𝑙
5) Reações de apoio
𝑣∗(𝑔+𝑞)∗𝑙
𝑉= 10

6) Dimensionamento dos lances e patamar


𝑙𝑎
 𝛾 = 𝑙𝑏 , obs: la = menor vão
 Momento fletor
𝜇∗(𝑔+𝑞)∗𝑙²
𝑀= 100
– lx novo
7) Cálculo das armaduras

Área de aço mínima longitudinal

𝐴𝑠,𝑚𝑖𝑛 = 0,15% ∗ 𝑏𝑤 ∗ ℎ

Área de aço mínima transversal

𝐴𝑠,𝑚𝑖𝑛 = 0,15% ∗ 𝑏𝑤 ∗ ℎ1

Espaçamento ≤ 20 𝑐𝑚

Diâmetro máx. - 𝜙 = 0,1 ∗ ℎ

Mk Md Kc Ks As
As min 𝜙𝑚𝑚 S (cm) As,ef obs
(kN*cm/m) (1,4*MK) ((b*d²/Md) (tabela) ((Ks*Md)/d)
Mx
My
Myb
ou
Mxb

8) Dimensionamento das vigas VE


 Força cortante

𝑉𝑑𝑢 = 𝜏𝑤𝑢 ∗ 𝑏𝑤 ∗ 𝑑
𝜏𝑤𝑢 = 0,30 ∗ 𝑓𝑐𝑑 ≤ 4,5 𝑀𝑃𝑎

 Cálculo de Vd,min
1
𝑉𝑑,𝑚𝑖𝑛 = 1,15
∗ [𝜌𝑤,𝑚𝑖𝑛 ∗ 𝑓𝑦𝑑 + 0,15√𝑓𝑐𝑘] ∗ 0,1 ∗ 𝑏𝑤 ∗ 𝑑

𝜌𝑤,𝑚𝑖𝑛 = 0,14%

 Armadura min

𝐴𝑠,𝑚𝑖𝑛 = 0,15% ∗ 𝑏𝑤 ∗ ℎ

 Armadura transversal mín


0,14∗𝑏𝑤
𝐴𝑠𝑤,𝑚𝑖𝑛 = 𝑛

𝑛 = 𝑛º 𝑑𝑒 𝑟𝑎𝑚𝑜𝑠 𝑑𝑜 𝑒𝑠𝑡𝑟𝑖𝑏𝑟𝑜 = 2
𝑏𝑤
5𝑚𝑚 < 𝜙 𝑒𝑠𝑡 <
Espaçamento entre estribos ≤ { 12
𝑆 ≤ 0,5 ∗ 𝑑
9) Ações na viga
 Peso próprio= 𝛾𝑐𝑜𝑛𝑐𝑟𝑒𝑡𝑜∗𝑏∗ℎ
 Reação de apoio da laje
 Área da Parede
 Força concentrada = área da parede * 3,2 → (𝑐𝑜𝑒𝑓 𝑝𝑎𝑟𝑎 1 𝑡𝑖𝑗𝑜𝑙𝑜 𝑓𝑢𝑟𝑎𝑑𝑜)
𝐹𝑜𝑟ç𝑎 𝑐𝑜𝑛𝑐𝑒𝑛𝑡𝑟𝑎𝑑𝑎
 Força distribuída = 𝑣ã𝑜
Ação total = 𝑃𝑝 + 𝑅𝑒𝑎çã𝑜 𝑑𝑒 𝑎𝑝𝑜𝑖𝑜 𝑑𝑎 𝑙𝑎𝑗𝑒 + 𝐹𝑜𝑟ç𝑎 𝑑𝑖𝑠𝑡𝑟𝑖𝑏𝑢𝑖𝑑𝑎

10) Esforços
1,4∗𝑝∗𝑙²
Momento fletor → 𝑀𝑑 =
8
1,4∗𝑝∗𝑙
Força cortante → 𝑉𝑑 = 2
Obs: p = ação total
11) Armadura longitudinal
𝑏∗𝑑²
𝐾𝑐 =
𝑀𝑑

𝐾𝑠 = 𝑡𝑎𝑏𝑒𝑙𝑎

𝐾𝑠 ∗𝑀𝑑
𝐴𝑠 =
𝑑
12) Verificação do cisalhamento
𝑉𝑑 < 𝑉𝑑𝑢
𝑉𝑑 < 𝑉𝑑𝑚𝑖𝑛