UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO

ESCOLA SUPERIOR DE AGRICULTURA “LUIZ DE QUEIROZ”
DEPARTAMENTO DE GENÉTICA
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM AGRONOMIA “GENÉTICA E MELHORAMENTO DE PLANTAS”

BIOLOGIA CELULAR

E GENÉTICA GERAL

Conselho do Programa de Pós-Graduação em Agronomia “Genética e Melhoramento de Plantas”

PIRACICABA /SP

CONSELHO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM AGRONOMIA "GENÉTICA E MELHORAMENTO DE PLANTAS"

Maria Lúcia Carneiro Vieira Coordenadora Isaias Olívio Geraldi Suplente Márcio de Castro Silva Filho Membro

CORPO DOCENTE
Akihiko Ando Aline Aparecida Pizzirani-Kleiner Antonio Augusto Domingos Coelho Augusto Tulmann Neto Carlos Alberto Labate Cláudio Lopes de Souza Júnior Elizabeth Ann Veasey Flávio Cesar Almeida Tavares Gerhard Bandel Isaias Olívio Geraldi João Lúcio de Azevedo José Branco de Miranda Filho Luis Eduardo Aranha Camargo Márcio de Castro Silva Filho Margarida Lopes Rodrigues Aguiar-Perecin Maria Lúcia Carneiro Vieira Natal Antonio Vello Paulo Yoshio Kageyama Ricardo Antunes Azevedo Roland Vencovsky Silvia Maria Guerra Molina Vicente José Maria Savino

ÍNDICE

Apresentação ......................................................................................................... i Programa de Biologia Celular e bibliografia........................................................... ii Programa de Genética Geral e bibliografia............................................................. iv Questões de Biologia Celular................................................................................. 1 Questões de Genética Geral ................................................................................... 26 Anexo 1. Código Genético.................................................................................... 55 Anexo 2. Tabela de Qui-Quadrado......................................................................... 56 Anexo 3. Mapa Genético do milho......................................................................... 57

Conselho do PPG-GMP Conselho do Programa de Pós-Graduação em Agronomia “Genética e Melhoramento de Plantas”. Esta coleção é propriedade intelectual de todos os Professores do PPG-GMP que têm dedicado parte do seu tempo em organizar as provas nos últimos anos. que fizeram a revisão final das questões. O Conselho do PPG-GMP mantém o compromisso de respeitar os programas anexos de “Biologia Celular” e “Genética Geral”. Esta coleção de questões tem por finalidade servir de orientação para o estudo dos candidatos ao PPG-GMP. As questões das provas futuras poderão ser totalmente diferentes da presente coleção. ESALQ/USP .i APRESENTAÇÃO O Conselho do Programa de Pós-Graduação em Agronomia “Genética e Melhoramento de Plantas” (PPG-GMP) da ESALQ/USP decidiu organizar. manifestamos os agradecimentos. A eles e aos pósgraduando do Programa de Aperfeiçoamento em Ensino (PAE). imprimir e deixar disponível na Secretaria de Pós-Graduação do Departamento de Genética uma coleção de questões que têm sido solicitadas nas provas de suficiência em “Biologia Celular” e “Genética Geral” para seleção de pós-graduandos nos últimos anos. esta coleção também deverá contribuir para homogeneizar as condições preparatórias entre os candidatos das diferentes regiões geográficas. Além disso.

Núcleo celular e maquinaria para a síntese protéica. DE ROBERTIS JUNIOR. S. G.R.ii PROGRAMA DE BIOLOGIA CELULAR Introdução: A importância da Biologia Celular para a Biologia Geral e para a Agronomia. B.L. Piracicaba: DECALQ. et al. funções e propriedades. FARAH. A importância da atividade mitocondrial para o desenvolvimento de plantas e animais. E. 3. crescimento e reprodução de plantas e animais. J. R. MANTELL. sais minerais e demais constituintes químicos da célula. DE ROBERTIS. 276p. H. Bibliografia recomendada AGUIAR-PERECIN. . 1994. Cromossomos e evolução cariotípica. Organelas transdutoras de energia: Mitocôndrias e cloroplastos. retículo endoplasmático. polissacarídeos. Citoplasma: hialoplasma. Fibras vegetais e sua importância para a Agricultura.Importância em plantas e animais.A. O sistema genético das mitocôndrias e dos cloroplastos. Biologia celular. S. diferenciação e organização celular. Nucléolo e biossíntese de ribossomos estrutura e função da cromatina e dos cromossomos. M. ESALQ/USP . 1994. em Programas de Melhoramento e na Biotecnologia. numéricas e estruturais: Classificação e sua importância para a Evolução e para a Agricultura. Crescimento. 2. Estrutura.ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan. proteínas. Porto Alegre: Artes Médicas. Conselho do Programa de Pós-Graduação em Agronomia “Genética e Melhoramento de Plantas”.. E. 1997. Tipos especiais de cromossomos.. DNA Segredos e mistérios.F. Métodos de estudo da célula: Técnicas microscópicas e preparação de lâminas. Bases da biologia celular e molecular. citoesqueleto. Princípios de biotecnologia em plantas: uma introdução à engenharia genética de plantas. São Paulo: Sarvier. Importância para a Agricultura. Ribeirão Preto: SBG.A. lisossomos e peroxissomos. membranas internas da célula e síntese de macromoléculas: Estrutura e funções do hialoplasma. D. Importância na síntese e secreção de macromoléculas. ALBERTS. B. BANDEL. 1993. 332p. funções e propriedades. P. Constituição química da célula: Noções básicas de citoquímica e importância do DNA. Aberrações cromossômicas. MATTHEWS. Divisão celular: Mitose e Meiose: Ciclo mitótico e mitose.M. Mapas citológicos. 1997. MCKEE. 1294p. Importância da caracterização do cariótipo (número e morfologia dos cromossomos) para os estudos de Evolução. Membrana plasmática e parede celular: Estrutura. Meiose e suas consequências genéticas. ed. Eficiência fotossintética em programas de Melhoramento. água. Gametogênese . Biologia molecular da célula. Microscopia ótica e eletrônica: Métodos moleculares de estudo da célula.. Importância da mitose para a diferenciação. Meiose e reprodução. 333 p. Núcleo e cromossomos: Estrutura e função do núcleo. Importância da membrana plasmática para a nutrição celular. aparato de Golgi. Relações entre meiose e leis de Mendel. recepção de estímulos externos e interações entre as células nos tecidos. Morfologia da célula: Estrutura e propriedades típicas de células vegetais e animais primitivos e evoluídos. 141p. lipídeos.

Conselho do Programa de Pós-Graduação em Agronomia “Genética e Melhoramento de Plantas”.). ESALQ/USP . Questões de Biologia Celular e Genética Geral. Porto Alegre: Mercado Aberto. 2000. 336p. 1999. Piracicaba: Departamento de Genética. Biologia molecular básica. (Coord. A. 57p. ZAHA. 2 ed.iii USP/ESALQ.

Rio de Janeiro: Conselho do Programa de Pós-Graduação em Agronomia “Genética e Melhoramento de Plantas”. mutação de ponto. interações não alélicas. frequências gênicas e genotípicas em populações panmíticas. replicação e transcrição do DNA . decomposição de variância fenotípica e suas relações com a seleção. descobertas mais relevantes na genética. Heterose. endogamia. Ligação. Elementos genéticos móveis. Bibliografia recomendada CARVALHO. Genética Molecular: Natureza molecular do material genético. DNA mitocondrial e cloroplastidial. animais e microrganismos. coeficiente de herdabilidade e progresso esperado na seleção. Mecanismos de determinação do sexo: mecanismo gênico e cromossômico da determinação do sexo em plantas e animais superiores. desenvolvimento e diferenciação. genética na agricultura: Histórico. Conceito de pleiotropia. Indústria e Medicina. expressão de Wright. Marcadores genéticos. etapas para obtenção de moléculas híbridas. Fundamentos da genética e evolução. Sistemas de incompatibilidade em plantas superiores. Importância de estudos com microrganismos na Genética e na Agricultura.iv PROGRAMA DE GENÉTICA GERAL Importância e objetivos da genética. Polialelia: Segregação e distribuição na população. mecanismo molecular. Princípios de genética e biotecnologia: Engenharia genética. manipulação e transferência de genes. Genética de Populações: Estrutura genética de populações. Pecuária.C. Ligação gênica: (3ª Regra da Genética). ESALQ/USP . permuta e recombinação. A Biotecnologia e o papel da Genética. Mendelismo: Herança monogênica (1ª Regra da Genética). Base molecular da macho-esterilidade em plantas. segregação gamética e zigótica. conceito de alelo e de interação alélica. interferência. enzimas de restrição. Importância para a Agricultura. plasmídeos. conceito de gene. leveduras e vírus. Mapas genéticos: metodologia clássica e molecular. Herança poligênica e princípios de genética quantitativa: Base genética de caracteres quantitativos. Mutação: Conceito e importância. Moderna Teoria Sintética da Evolução. interrelações entre genética. melhoramento e demais áreas da Agricultura. importância para o melhoramento. seleção contra o homozigoto recessivo. Genes limitados e influenciados pelo sexo. genes letais. código genético. ação gênica e distribuição de frequências. teste do X2. Princípio da distribuição independente (2ª Regra da Genética). Recombinação em microrganismos: Metodologia de estudo em bactérias. Herança ligada ao sexo. Genética Fisiológica: Mecanismos de expressão e regulação gênica. Herança extracromossômica: Elementos genéticos extracromossômicos. interação genótipo x ambiente. obtenção e tipos de mutantes. equilíbrio de Castle-Hardy-Weinberg. síntese de proteínas. agentes mutagênicos. recombinação e mapeamento de genes através do cruzamento-teste e em F2. predição do comportamento de híbridos e mestiços. expressão e regulação do gene. fatores que alteram o equilíbrio. uniformidade. variabilidade. fatores evolutivos. testes de alelismo. fungos filamentosos. 3. Evolução: Conceito. H.ed. Genes mendelianos em plantas. Organização do material genético em procariotos e eucariotos. teste de dois e três pontos. plasmídeo.

Genetics. M. A. PINTO. 1996. L. 359p. 1981. H.). Ribeirão Preto: SBG.O. 4. 559p. Genética de populações e evolução.W.P. C. MATTHEWS. WALLACE. RFLP em análise genética. Brasília: Embrapa. SNUSTAD. 1986.A. RAMALHO. Introdução ao uso de marcadores.. J. 1987. RAPD. F. Basic population genetics. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan. New York: MacMillan. 1995. S.P.. B.A. J. S. 497 p. São Paulo: Manole. 1973. et al. GRIFFITHS. 1985. An introduction to genetic analysis. E.ed. 1987. (Coord. Genética na agropecuária. E. São Paulo: EDUSP. 3. COSTA. São Paulo: Globo.B.P.. ESALQ/USP . 842p. 1994. Freeman.. M. Genética. 333 p.B.P. 688p. 262p. 916p MANTELL. Genética molecular e de microrganismos: os fundamentos da engenharia genética.ed. METTLER. 1995. GARDNER.ed. D. SANTOS. J.GRATTAPAGLIA.E. 7.H. Princípios de biotecnologia em plantas: uma introdução à engenharia genética de plantas.J. D. FERREIRA. M. Irvington: Columbia University Press. & MCKEE.ed. 6.v Atheneu. STRICKBERGER.A. Conselho do Programa de Pós-Graduação em Agronomia “Genética e Melhoramento de Plantas”. 220p. New York: W.. R.A.

Questões . ESALQ/USP .Biologia Celular 1 QUESTÕES BIOLOGIA CELULAR Conselho do Programa de Pós-Graduação em Agronomia “Genética e Melhoramento de Plantas”.

Somente um cromossomo desta espécie é representado no esquema: o cromossomo nº 6. que não deixa descendentes. utilizados como marcadores citológicos. Estes "Knobs" não mudam de posição e não desaparecem de uma geração para outra. c) Esquematize um cruzamento qualquer onde os parentais tenham número diferente de cromossomos. d) Qual a frequência de gametas formados (esquematize) supondo-se que 10% das células-mãe da meiose apresentam permuta ? GkGk’ significa que no cromossomo 6 há um "knob" (k) na posição próxima ao centrômero e há outro "knob" (k') na posição distante do centrômero. por que os híbridos F1 são estéreis ? b) Se ocorrer a duplicação cromossômica (natural e induzida) nas células desses híbridos F1 estéreis podem se formar indivíduos viáveis . Qual é a denominação citogenética desses descendentes férteis ? Alguns autores acham que “esses descendentes férteis são uma nova espécie formada!" Justifique esta afirmação. No par de homólogos nº 6 do esquema somente um dos cromossomos tem dois "Knobs". ESALQ/USP . isto é.Questões . a duplicação.Biologia Celular 2 1) O esquema abaixo representa uma célula-mãe da meiose do milho (2n = 20 cromossomos). uma vez presentes. Esquematíze também o F1. férteis e que produzem descendentes. o outro não tem nenhum. representando somente o número de cromossomos. c) Esquematize a tétrada resultante dessa permuta. a) Esquematize um quiasma b) Esquematize a diáda resultante dessa permuta. a) Do ponto de vista citogenético. Conselho do Programa de Pós-Graduação em Agronomia “Genética e Melhoramento de Plantas”. passam aosdes aos descendentes em cruzamentos. No braço longo deste cromossomo aparecem dois pequenos pontos pretos: são "Knobs" cromossômicos. 2) O cruzamento interespecífico em plantas geralmente resulta num híbrido F1 estéril. e o F2.

Porque que um determinado tipo de alotetraplóide é fértil? Os alotetraplóides férteis tem qual constituição genômica específica ? 4) Suponha um indivíduo 2n = 4. Indique os genomas por: AA. Represente esquematicamente este segmento de DNA. e) Como se denomina o fenômeno que ocorreu nos ítens c) e d)? Quais seriam as consequências ? Genoma(s) Conselho do Programa de Pós-Graduação em Agronomia “Genética e Melhoramento de Plantas”. de tal modo que a sequência de bases seja complementar ao novo segmento formado na cadeia de DNA. 2n. em que todos os cromossomos são metacêntricos. Faça um esquema das seguintes fases da meiose: a) Leptóteno b) Diplóteno c) Metáfase I d) Anáfase I e) Anáfase II 5) Qual é a importância do Complexo de Golgi. com as duas cadeias. d) Represente esquematicamente o m-RNA formado a partir do novo segmento de DNA. etc.Biologia Celular 3 3) Complete o quadro abaixo. AABB. destacam-se os alotetraplóides férteis. indicando as diferenças entre autopoliploidia e alopoliploidia. Indique os números de cromossomos por: n.Questões . 3n. sendo esta substituída por timina. considerando a fita complementar como sendo a ativa. da Parede Celular e dos Cloroplastos para a Célula Vegetal ? Qual é a importâcia dessas 3 organelas para a produção vegetal ? 6) Um segmento de uma molécula de DNA tem a seguinte sequência de bases nitrogenadas numa de suas cadeias: A-G-C-T-G-C-A-T a) Represente esquematicamente esse segmento. Número de Cromossomos a) Haplóide b) Diplóide c) Autotriplóide d) Autotetraplóide e) Autopentaplóide f) Alotriplóide g) Alotetraplóide Entre as plantas poliplóides. c) Suponha que no segmento do DNA (do enunciado desta questão) ocorresse uma modificação na 1ª molécula de adenina. etc. com as duas cadeias: b) Represente esquematicamente um segmento de m-RNA formado a partir desse DNA. ESALQ/USP . BB.

. Complete o esquema abaixo indicando a frequência dos gametas e zigotos.M.. O genótipo su su su (triplo recessivo) determina o caráter de sementes enrugadas do milho.M. que seja autofecundada..% das sementes têm endosperma com genótipo... Indicar os genótipos G e os fenótipos F dos endospermas....... b) preencher os espaços pontilhados sendo que as sementes resultantes da autofecundação da planta Su su têm as seguintes proporções de genótipos e de fenótipos de endospermas: .. Conselho do Programa de Pós-Graduação em Agronomia “Genética e Melhoramento de Plantas”.M..... ESALQ/USP ... dos núcleos polares e dos endospermas..e com fenótipo...e com fenótipo......Biologia Celular 4 7) Uma planta de milho Yy foi autofecundada e obteve-se uma espiga segregante..... yy: Grãos Brancos)..M. Microsporogênese C. DÍADA TÉTRADA Macrosporogênese C. .Questões . pergunta-se: Quais os genotípos o os fenótipos resultantes? Para responder esta pergunta... a) preencher os espaços pontilhados (............. DÍADA TÉTRADA ___________________________________________________________________ A ESPIGA DA PLANTA SEGREGA 3 :1 Favor fazer um esquema legível..) indicando os genótipos G dos núcleos generativos. favor preencher os espaços pontilhados. destacando o Y “grande" do "y" pequeno ! 8) O gene su “sugary” do milho controla o caráter enrugado das sementes.......... Supondo-se uma planta de milho heterozigota Su su. (YY e Y_: Grãos Amarelos..% das sementes têm endosperma com genótipo.....

G .............. 9) A figura abaixo mostra 3 células de uma espécie vegetal a) Qual o nome das fases das 3 células: 123b) Quais as principais características das 3 fases ? c) Quantos cromossomos tem esta espécie: n=........Biologia Celular 5 NÚCLEOS GENERATIVOS G .. durante a evolução....... 10) Esquematizar a metáfase da mitose. NÚCLEOS F ............................. a metáfese da meiose.......... e quaI é a sua importância para o funcionamento da célula ? 13) Cite as analogias morfológicas. G .... e o cromossomo menor é metacêntrico............................................ 11) Algumas aberrações cromossômicas podem acabar resultando...... F .................. na criação de novas funções gênicas (novos locos). F .... metabólicas e evolutivas entre cloroplastos e mitocôndrias. o "intermediário" é sub-metacêntrico.... F ........................... POLARES G ... G ... onde o cromossomo maior é duas vezes maior que o "intermediário"............ e este é duas vezes maior que o cromossomo menor. Conselho do Programa de Pós-Graduação em Agronomia “Genética e Melhoramento de Plantas”. O cromossomo maior é acrocêntrico..........Questões ...... ESALQ/USP ............ Como estas surgem e quais são as aberrações que possibilitam seu surgimento ? 12) O que você entende por "compartimentaIização"................. G ............. 2n= ........................ o cariótipo e o idiograma de uma espécie com 2n=6 cromossomos............. G ......... G ..................................................

Biologia Celular 6 14) Cada códon. 21) Qual é a importância da poliploidia para a Evolução e para o Melhoramento de Plantas ? Exemplifique. corresponde a um aminoácido. elongação e terminação da síntese de uma cadeia polipeptídica. ao comparar-se o número total de nucleotídeos de um cromossomo e o número total daqueles que correspondem a aminoácidos. anáfase I e a anáfase II de uma planta com 2n=4 cromossomos. Verificou-se que plantas com maior produtividade (Kg/ha) apresentam maior eficiência fotossintética (fixam mais mg Co2 /dM2 /h) e maior eficiência mitocondrial (transformam mais ADP em ATP). que contém 3 nucleotídeos. Qual o papel das proteínas que participam do mesmo ? 18) Descreva.Questões . Relacione as diferenças e semelhanças entre essas estruturas. verifica-se um grande excesso de nucleotídeos que não correspodem a aminoácidos. quando se comparam plantas primitivas e evoluídas. 15) Explique 2 funções biológicas do empacotamento da cromatina. O cromossomo nº 1 tem uma relação de braços RB=2. Mitocôndrias.No entanto. O cromossomo nº 1 tem um comprimento total duas vezes maior que o cromossomo nº 2. resumidamente como são os processos de iniciação. d) Cite o nome de tecidos (ou órgãos) vegetais onde essas duas organelas podem ser encontradas. 19) Esquematize as vistas laterais da metáfase mitótica . durante a replicação do mesmo. Relacione este fato (evolução) com o melhoramento de plantas. 20) Os cloroplastos e mitocôndrias de plantas desempenham importantes funções no citoplasma das células. 22) Faça um esquema mostrando as estruturas molecular do DNA o do RNA. ESALQ/USP . e o cromossomo nº 2 tem uma relação de braços RB=1. Pergunta-se: a) Quais as funções dessas duas organelas ? b) Como se da a herança (de uma geração para outra) dessas duas organelas ? c) Verificou-se que o DNA mitocondrial e o DNA cloroplastidial evoluíram. Explique porquê (cite pelo menos 4 fatores responsáveis por isso). Conselho do Programa de Pós-Graduação em Agronomia “Genética e Melhoramento de Plantas”. Retículo Endoplasmático e Lisossomos? GOLGI: a) b) c) RETÍCULO ENDOPLASMÁTICO: a) b) c) MITOCÔNDRIAS: a) b) c) LISOSSOMOS: a) b) c) 17) Responda as seguintes questões sobre a molécula de DNA: a) Como é sua estrutura primária e secundária ? b) O que é replicação bidirecional do DNA ? c) Descreva o processo molecular de formação de novas fitas de DNA. 16) Quais as principais funções desempenhadas pelo Complexo de Golgi.

d) em prófase mitótica ou prófase II. ESALQ/USP . Supor que um dos cromossomos é metacêntrico e o outro. h) em telófase mitótica ou telófase II. se observa ao microscópio uma célula em divisão. a macrosporogênese e a microsporogênese. qual a importância do conhecimento citológico para a genética e para o melhoramento ? 29) Esquematize um cromossomo típico com todos os seus componentes. Como você poderá distinguir se a célula está: a) em metáfase mitótica ou metáfase I da meiose. e) em anáfase mitótica ou anáfase I. c) em prófase mitótica ou prófase I. 26) Relacione as etapas que deverão ser seguidas se você tiver que determinar o número de cromossomos de uma espécie de planta superior. 28) Na sua opinião. 31) Em um organismo superior com 2n = 4. identificando-os. 27) Discuta. esquematicamente. Quais as causas citológicas desta esterilidade? Como se restauraria a fertilidade do híbrido interespecífico? 24) Descreva resumidamente as funçoes básicas das seguintes organelas: a) ribossomos b) mitocôndrias c) estruturas de Golgi d) retículo endoplasmático e) vacúolos f) cloroplastos 25) Represente e identifique as fases da meiose de um organismo com n=2 cromossomos.Questões . 30) Compare. resumidamente. f) em anáfase mitótica ou anáfase II. do ponto de vista genético e evolutivo. segregação cromatídica e bivalentes. Conselho do Programa de Pós-Graduação em Agronomia “Genética e Melhoramento de Plantas”. segregação cromossômica. onde se observam quiasmas. g) em telófase mitótica ou telófase I. a importância da ocorrência de quiasmas durante o processo de formação de gametas. sub-metacêntrico.Biologia Celular 7 23) O cruzamento entre espécies diferentes resulta geralmente em um híbrido alta ou totalmente estéril. b) em metáfase mitótica ou metáfase II da meiose.

onde você poderia encontrar moléculas de DNA e RNA. 2. ESALQ/USP .Questões . Relacione essas funções com "caracteres de interesse agronômico para o melhoramento". Identifique as organelas 1. Onde se localizam os diversos tipos de RNA ? 33) A figura abaixo mostra uma célula vegetal vista ao microscópio eletrônico.Biologia Celular 8 32) Assinale na figura abaixo. Conselho do Programa de Pós-Graduação em Agronomia “Genética e Melhoramento de Plantas”. 3 e 4 e indique a principal função de cada uma delas.

=2. Suponha que ocorre quiasmas entre os pares de genes Aa e Bb em 20% das células. anáfase II (em um dos polos). d) mRNA de coelho. a relação entre o número de nucleotídeos (a) de um mRNA e o número de aminoácidos da proteína formada (b) mostrou que a/b = 3. Esquematize: a) O cariótipo desta espécie b) O idiograma desta espécie c) A metáfase em vista polar desta espécie. c) em diversos organismos analisados. metáfase II. ESALQ/USP .Questões .B. O cromossomo nº 2 tem uma relação de braços R. Explique o novo modelo. mas as fotografias são as mesmas. e) os codons GGU. com os genes abaixo indicados.0. c) Em uma espécie vegetal 2n=20 qual o número de cromossomos nos seguintes tipos de célula: microsporócito I. anafase I (em um dos polos). 40) Apresente aplicações importantes para a denaturação e renaturação de filamentos de DNA. colocado num sistema livre de células obtido de bactérias de E. oosfera originária a partir de apomixia apospórica 42) Considere um indivíduo 2n=4. 35) Compare mitose e meiose. a nova interpretação das fotos e como esse modelo explica dois fenômenos: (a) permeabilidade seletiva de íons e (b) as vias metabólicas ligadas à membrana. Hoje em dia esse modelo não é mais aceito. 41) Responda as seguintes questões: a) Qual o conteúdo de DNA (expresso em valores de "C") nos períodos G1 e G2 do ciclo mitótico. 36) Por que certos aberrantes cromossômicos produzem uma grande quantidade de gametas estéreis ? 37) O antigo modelo de estrutura das membranas celulares incluía três camadas moleculares: 2 externas de proteína e 1 interna de lipídeos. qual o número de cromossomos e de cromátides nas seguintes fases da meiose: paquiteno.=1. oosfera. metáfase I. Abaixo estão representados os resultados de alguns destes experimentos. Indicar.Biologia Celular 9 34) Uma espécie vegetal tem 2n=4 cromossomos. qual propriedade do código genético é evidenciada e justificar: a) um aminoácido pode ter todos os 20 aminoácidos como vizinhos. coli codifica proteína de coelho. GGA e GGG codificam o aminoácido glicina.0. 38) Cite 3 evidências em prol da teoria da origem procariótica das mitocôndrias e dos cloroplastos. 39) As propriedades do código genético foram decifradas a partir de uma série de experimentos. com esquema do centrômero e das cromátides. b) a alteração de uma base nitrogenada só pode alterar um aminoácido na proteína. Faça um quadro destacando pontos importantes de semelhanças e diferenças. b) Em uma espécie 2n-20.B. que era aparentemente corroborado pelas ultramicrofotografias da membrana. Considerando-se que a ligação é em repulsão pede-se: a) Faça um esquema mostrando os tipos de orientação dos bivalentes que podem ocorrer na anáfase I. b) Quais os tipos e frequência de gametas que podem se originar ? Conselho do Programa de Pós-Graduação em Agronomia “Genética e Melhoramento de Plantas”. CGC. em cada caso. O cromossomo nº 2 tem um comprimento total exatamente igual a metade do comprimento total do cromossomo nº 1. O cromossomo nº 1 é metacêntrico e a sua relação de braços é R.

b) os tipos e frequência de gametas formados. para a atividade gênica? 46) Esquematize como se dá a transcrição e a tradução. quanto ao número de cromossomos e de genomas.Biologia Celular 10 43) O que é eficiência fotossintética e eficiência mitocondrial ? Qual sua ímportância para o melhoramento de plantas ? 44) Quais as diferenças entre autopoliploidia e alopolipoloidia em plantas? Qual dos dois tipos de poliploidia é mais importante para a evolução ? E para o melhoramento? Por que? Justifique e exemplifique. 45) Qual a importância da membrana como receptor hormonal. S e G2 (do ciclo mitótico). nos zigotos. 51) Considere um indivíduo 2n=4.Questões . 47) Responda as seguintes questões sobre a molécula de DNA: a) Como é sua estrutura primária e secundária ? b) O que é replicação bidirecional do DNA ? c) Descreva o processo molecular de formação de novas fitas de DNA. com os genes indicados: Suponha que 20% dos meiócitos tenham crossing-over entre A a B. na metáfase II. na telófase I. mostrando: a) os tipos de orientação que ocorrem na metáfase I. Faça esquemas. na telófase mitótica. Esquematize. ESALQ/USP . nas fases G1 . na telófase II e nos gametas. durante a replicação do mesmo. Qual o papel das proteínas que participam desse processo ? 48) O que é endomitosa o quais os tipos que você conhece? 49) Explique e faça um esquema da organização da molécula de DNA: a) como é a sua estrutura ? (=duplicação) b) como é o modelo de replicação proposto por WATSON & CRICK ? 50) Qual é o conteúdo de DNA (expresso em valores de "C") nas seguintes fases: nos gametas. 52) O que é trissomia e monossomia ? Como podem se originar? 53) Compare plantas autopoliplóides e alopoliplóides. na metáfase I. Como se originam? Qual é a sua importância para a Genética e para a Agricultura? Conselho do Programa de Pós-Graduação em Agronomia “Genética e Melhoramento de Plantas”. na metáfase mitótica.

........ sendo que o maior é metacêntrico..(centrômero) d) Esquema do idiograma: . com 2n=6 cromossomos..... de uma célula vegetal.. para todos os braços longos e curtos.. b) a metáfase I c) a anáfase II d) a tétrada (telófase II) Indique em cada fase esquematizada o nº de cromátides (c) e o nº de cromossomos (n) presentes em cada célula. neste esquema. Dê valores arbitrários em micras...... 56) Defina os seguintes termos no contexto da biologia celular: a) criofratura e gravação b) fosforilação oxidativa c) citocromo c d) processamento de RNA e) heterocromatina 57) Elabore um texto onde você descreva a composição da membrana plasmátíca e o modelo mosaico fluido e discuta as funções de membranas especializadas presentes em células vegetais....Biologia Celular 11 54) Qual a importância dos cloroplastos o das mitocôndrias para a produtividade das plantas? 55) Uma espécie tem 2n=4 cromossomos... 58) O que você conhece a respeito da macho-esterilidade em plantas em termos de natureza citológica e molecular deste fenômeno ? 59) Qual a relação entre o Retículo Endoplasmático e o Complexo de Golgi no processo de secreção de proteínas? 60) Como se dá a transferência e a tradução das informações genéticas contidas no DNA nuclear para o citoplasma da célula e qual a relação deste processo com a definição dos termos genótipo....... o intemediário é sub-metacêntrico..... e o menor é acrocêntrico....... Represente esquematicamente: a ) a metáfase da mitose. ESALQ/USP . 64) Esquematize uma metáfase mitótica em vista polar... fenótipo e mutação gênica ? 61) O que caracteriza e região organizadora do nucléolo e quais são as técnicas que podem ser usadas para a sua localização ? 62) Como se define o cariótipo de uma espécie? 63) Caracterize a progênie obtida pela autofecundação de um autotetraplóide simplex considerando que são formados somente bivalentes na meiose... a) Vista polar da metáfase (2n=6) b) Preencha a tabela Número de cromossomos Braço longo Braço curto Comprimento total Relação de braços c) Esquema do cariótipo: .....(centrômero) Conselho do Programa de Pós-Graduação em Agronomia “Genética e Melhoramento de Plantas”...Questões .... sendo o par nº 1 metacêntrico e o par nº 2 acrocêntrico...

. admitindo que 10% das células-mãe da meiose tenham quiasmas entre os 2 “knobs”.Questões . chamado de “teste dos estômatos”. A glicose é uma molécula precursora de: sacarose. A produtividade de milho é avaliada em t de grãos (amido)/ha. Uma das espécies tem 2n cromossomos e a outra tem 4n cromossomos. nos gametas resultantes de uma meiose. atualmente. e como se “preparam as lâminas para a contagem de cromossomos”. Qual é a constituição cromossômica e a frequência de gametas paternais e recombinantes. seguida de um teste “definitivo”. b) Supondo não haver "crossing-over” nos 2 cromossomos. quais serão os tipos de gametas formados e em que proporção? 66) A glicose é uma das mais importantes moleculas do metabolismo de células vegetais.Biologia Celular 12 65) Suponha uma planta de milho com a seguinte constituição de “knobs" nos cromossomos 4 e 9: a) Suponha que no cromossomo 4 não ocorre “crossing-over”. bem como a eficiência de seu metabolismo que resulta na síntese de glicose.Como se determina qual é a espécie 2n e qual é a 4n ? Esta determinação pode ser feita através de um teste “preliminar”. que é a preparação de lâminas e a observação dos cromossomos ao microscópio ótico. no Departamento de Genética da ESALQ. Qual é a importância desta afirmativa para programas de melhoramento genético ? 67) Esquematize a microsporogênese e a macrosporogênese de uma planta hipotética com 2n = 2 cromossomos. o outro cromossomo não tem “knobs”. No cromossomo 9 ocorre 100% de permuta entre os 2 “knobs". e em que proporção? Esquematize. celulose e amido. varia entre e dentro de espécies vegetais. A produtividade do eucalipto é avaliada em m3 de madeira (celulose)/ha/ano. exemplifique e esquematize detalhadamente como se realiza o “teste dos estômatos”. . Pergunta-se: a) Qual é a organela responsável pela síntese da glicose? Qual é o nome do processo metabólico que ocorre nesta organela? b) Quais as relações entre as atividades fisiológicas (funções) desta organela e a produtividade das 3 culturas acima mencionadas? c) A eficiência desta organela.Descreva. Quais e quantos tipos de gametas estas plantas podem formar. ESALQ/USP . A produtividade da cana-de-açúcar é avaliada em t de sacarose/ha. Conselho do Programa de Pós-Graduação em Agronomia “Genética e Melhoramento de Plantas”. a) Microsporogênese: b) Macrosporogênese: 68) Duas espécies de arroz estão sendo estudadas.

ESALQ/USP . vista lateral N S 70) A herança citoplasmática das mitocôndrias de milho é maternal. mostrando as etapas principais dos mesmos. Para a produção comercial de sementes híbridas de milho têm-se utilizado a herança mitocondrial maternal para a obtenção de linhagens macho-estéreis. homólogos. a) Esquematize o saco embrionário com os 8 núcleos n e a micrópila. Vista lateral N S b) METÁFASE II. b) Esquematize o saco embrionário no momento da dupla-fertilização. 71) O estudo de células e tecidos animais ou vegetais pode ser realizado através de preparação de lâminas utilizando-se dois tipos de métodos: esmagamento ou cortes feitos no micrótomo. 72) Descreva resumidamente a estrutura do DNA e RNA. Esquematize as duas (1 e 2) células da díada. c) Esquematize o saco embrionário e o zigoto.Biologia Celular 13 69) Uma espécie tem 4 pares de cromossomos. sendo 2 pares de metacêntricos e 2 pares de acrocêntricos. a metáfase II e a metáfase mitótica. a) Exemplifique os referidos métodos. 73) O núcleo. 1 2 N S N S c) METÁFASE MITÓTICA . indicando todos os cromatídeos. b) Dependendo dos objetivos de um determinado estudo. Esquematizar a metáfase I. a) Por que estas três organelas são consideradas semi-autônomas ? b) Esquematize estas organelas e mostre como é organizado e onde se localiza o seu DNA.Questões . a) METÁFASE I . Conselho do Programa de Pós-Graduação em Agronomia “Genética e Melhoramento de Plantas”. vista lateral. deve-se utilizar o 1º ou o 2º método ? Dê um exemplo para cada situação. O zigoto tem um citoplasma com mitocôndrias de que origem? Esquematize. a mitocôndria e o cloroplasto são as três mais importantes organelas da célula vegetal.

Descreva as semelhanças do processo em ambas as organelas. Justifique. Quais as três principais funções da membrana plasmátíca? 75) Descreva as etapas do processo de secreção de uma proteína. Indique no esquema: cromossomos. Conselho do Programa de Pós-Graduação em Agronomia “Genética e Melhoramento de Plantas”. Suponha que os genes a e b se localizam no mesmo braço cromossômico e que ocorrem quiasmas em 20% das célulasmãe da meiose.a frequência e a constituição genética dos gametas formados. O que é um alotetraplóide artificial? Como ele se origina? Exemplifique. esquematizar os gametas formados após a aciose e a frequência de cada tipo. 78) Esquematize: (a) célula-mãe da meiose.Questões . 81) Com base em seus conhecimentos. (b) díada e (c) tétrada de uma espécie vegetal com 2n=2 cromossomos metacêntricos. responda: a) O que é eficiência fotossintética ? b) O que é eficiência mitocondrial ? c) Qual a importância para a Agronomia dos ítens a) e b) ? 82) Qual a relação existente entre: a) Milho híbrido b) Macho-esterilidade c) Mitocôndrias 83) Considerando-se uma célula com 2n = 2 cromossomos. Considere a ocorrência de heterozigose para dois genes (AaBb). cromatídeos. após tratamento com colchicina ? Faça um esquema. 79) O que são inversões paracêntrlcas e pericêntrícas e quais os efeitos dessas inversões na meiose de heterozigotos para as mesmas ? Faça um esquema de algumas fases da meíose que você considerar que evidencie esses efeitos. 77) Quais os componentes cromossômicos que podem ser visualizados em metáfases mitóticas. bem como as estruturas celulares envolvidas. 76) Tanto a mitocôndria como o cloroplasto são organelas capazes de gerar ATP. com a presença de 2 “knobs” em associação em um dos cromossomos homólogos. genes.Biologia Celular 14 74) Esquematize a estrutura molecular da membrana plasmátíca. centrômeros. 80) O que são aberrações estruturais ? Explique os tipos existentes e as suas consequências. admitindo-se que ocorrem quiasmas entre esses dois “knobs” em 30% das células. 84) A maioria das plantas apomíticas é poliplóide. o número. Fazer esquema bem visível. 85) O que é um alotetraplóide natural? Como ele se origina? Exemplifique. ESALQ/USP .

Biologia Celular 86) Resuma (em menos de 20 linhas) o significado de: a) Transcrição b) Tradução c) Replicação 15 87) Suponha uma espécie 2n=4 cromossomos em que os 2 pares de homólogos são metacêntricos. ESALQ/USP . correlacionado com as mudanças na quantidade de DNA por célula.0 Com base nessas medições. indicando: a) o nº de cada cromossomo b) anote ao lado do centromero o comprimento em micra de cada cromssomo c) anote ao lado de cada braço cromossômico o seu comprimento em micra (FAVOR FAZER UM DESENHO BEM GRANDE!) Conselho do Programa de Pós-Graduação em Agronomia “Genética e Melhoramento de Plantas”. fotografada ao microscópio na metáfase. d) anáfases I e II da meiose.0 2 18 micra 2. realizaram-se as seguintes medições: Nº do cromossomo Comprimento total Relação de braços 1 20 micra 1. b) metáfase I e II da meiose. I: II: Indique abaixo o nome dos 5 estágios da figura: III: IV: V: 89) Numa célula mitótica com 2n=6 cromossomos. Em cada desenho esquematize claramente as cromátides e os centrômeros. 88) A figura abaixo mostra o esquema da sequência de estágios no ciclo vital de uma planta superior que se reproduz sexuadamente. esquematize uma metáfase mitótica. c) paquíteno. Faça um esquema das seguintes fase da mitose e meiose: a) metáfase da mitose.0 3 12 micra 5.Questões .

b) Represente uma metáfase mitótica visualizada após tratamento com colchicina e esmagamento da célula. Suponha que na meiose ocorra uma situação ilustrada na figura abaixo. membrana plasmática ? 94) Esquematize uma metáfase vista polar de uma planta com 2n=6 cromossomos.oosfera . a) Represente: cromatídeos.embrião sexual .Biologia Celular 16 90) Um indivíduo tem 2n = 4 cromossomos.L. centrômero. retículo endoplasmático.endosperma . Quantos tipos diferentes de gametas serão produzidos ? Qual a sua constituição? Esquematize detalhadamente.) e curto (B.C. Responda às seguintes questões: a) Represente o idiograma desta espécie. para a Agricultura. indicando as diádas e tétradas. O cromossomo nº 1 é acrocêntrico. e B. "knobs" e 3 quiasmas. após uma meiose normal nos seguintes tipos de células ou estruturas: . e o nº 3 é sub-metacêntrico. Represente todas as possibilidades. supondo-se que os dois pares de homólogos são do mesmo tamanho. ESALQ/USP . golgi.).C. o nº 2 é metacêntrico. e) Quantos cromossomos devem ser encontrados.microsporócito I. ribossomos. Os valores dos B. e uma anáfase I em que ocorre não disjunção em um dos pares de homólogos. 91) Explique resumidamente: a) O que é trissomia b) O que é endosperma e porque ele é 3n em determinadas espécies c) o que é apomixia 92) Suponha uma planta 2n=4 cromossomos em que um dos pares de homólogos é metacêntrico (RB=1) e o outro é acrocêntrico (RB=4). na fase de paquíteno . dimensões em mm dos braços longo (B. em mm ficam a seu critério.Questões . d) Represente as possíveis consequências dessa não disjunção na constituição das células (ou produtos) resultantes da meiose. As letras representadas nas figuras representam genes. c) Represente uma anáfase I da meiose normal. 93) Quais as relacões existentes entre as funções exercidas pelas seguintes (nesta ordem) organelas da célula: núcleo.núcleos espermáticos do tubo polínico .L. Nota-se a presença de centrômeros. b) Esquematize o cariótipo c) Esquematize o idiograma Conselho do Programa de Pós-Graduação em Agronomia “Genética e Melhoramento de Plantas”.embrião produzido através de embrionia adventícia f) Qual a importância desses conhecimentos.

com (1) núcleo. para o melhoramento de plantas? 104) Para se determinar o número de cromossomos de um vegetal. Uma espécie diplóide fértil tem normalmente n bivalentes. fazendo com que cada célula filha receba um complemento igual para garantir a perpetuação da linhagem: descreva em detalhes cada uma destas etapas do ciclo celular. Consultar tabela 1 no apêndice. proteína formada. ESALQ/USP . com relação aos cloroplastos e mitocôndrias ? 103) Qual a importância de estudos citológicos sobre a membrana plasmática e a parede celular. cite a importância destes estudos para o melhoramento genético de plantas. (2) mRNA que se forma a partir desse DNA e que se transloca para o citoplasma (esquematlze onde o mRNA é formado e para onde ele vai).). com sequência de 6 bases nitrogenadas do DNA (a seu critério). 96) A multiplicação celular dos eucariotos requer uma duplicação do material genético e uma divisão. o que pode ter acontecido ? Quais as principais consequências para a meiose e para a reprodução? 106) Quais as diferenças entre segregação cromossômica e cromatídica numa espécie com 2n=6 cromossomos ? Descreva como. 97) Defina eucromatina e heterocromatina. (3) Retículo Endoplasmático (R.Biologia Celular 17 95) Esquematize como se dá a transcrição e a tradução. Como se dá o pareamento destes cromossomos e quais são os gametas formados ? 100) Defina os seguintes termos: a) fracionamento celular b) mosaico fIuido c) processamento de RNA d) apomixia e) RFLP 101) A biotecnologia se fundamenta em princípios de genética. qual o tecido mais empregado para a preparação de lâminas ? Por que? Qual a fase da mitose utilizada para a confecção de cariótipos ? 105) Lâminas de meiose são utilizadas para observação do pareamento de cromossomos. ribossomos (Ri).Questões . Conselho do Programa de Pós-Graduação em Agronomia “Genética e Melhoramento de Plantas”. Discuta o significado desta afirmativa. da planta. onde se deseja aumentar a produtividade. Quais as funções desenvolvidas por estas duas organelas? Por se tratar de duas organelas citoplasmáticas. a) Desenhe uma célula bem grande. rRNA. ou n pares de cromossomos homólogos. caracterize os DNAs satélites. consequentemente. quais as vantagens e desvantagens de um programa de melhoramento de uma planta. Discuta o significado desta afirmativa e como ocorre este processo na célula. tRNA. 102) Os cloroplastos e mitocôndrias são duas organelas diretamente envolvidas nos processos produtivos da célula e.E. 99) Represente em esquema a metáfase I de uma planta com 2n+ I =7 cromossomos. 98) A fosforilação oxldativa é um fenômeno que está associado a organização das membranas de mitocôndria. Se uma determinada planta não apresentar n bivalentes. onde e porque ocorrem estes 2 tipos de segregação. biologia celular e bioquímica.

a fisiologia. pergunta-se: qual é a frequência dos gametas resultantes dessa meiose para os genes em questão? 114) É sabido que a mitocôndria representa para a célula o seu maior centro de energia. Explique qual o papel de cada um. e que essa esterilidade é devida à sua condição aneuplóida. b) de que modo essa esterilidade se apresenta. 113) Se numa planta é observado que 80% das células que estão sofrendo meiose não apresentam permuta genética para dois pares de genes em heterozigose e ligados. Justifique e explique esta afirmativa. 110) Aberrações estruturais em plantas podem ser obtidas através de programas indução de mutações. Discuta como essa energia é na verdade gerada. Por que a maioria das aberrações estruturais obtidas são mutações deletérias ou prejudiciais. 109) Quais os efeitos da autopoliploidia em plantas sobre: a morfologia. deseja-se saber: a) como poderia ter aparecido essa aneuploidia. ESALQ/USP . 112) Sabendo-se que um indivíduo apresenta-se com alto grau de esterilidade. aproveitar indivíduos aneuplóides. 108) Defina e esquematize o que são: quiasmas. 116) Por que a meiose é considerada um processo de divisão celular que cria variabilidade ? Conselho do Programa de Pós-Graduação em Agronomia “Genética e Melhoramento de Plantas”.Biologia Celular 18 107) A meiose é considerada um processo que "cria suficiente variabilidade e mantém suficiente constância" no material genético de uma espécie. do ponto de vista do melhoramento. c) teria alguma vantagem. tétrada. num programa de melhoramento ? 111) Cite as diferenças entre a mitose das células vegetais e das células animais. 115) Três tipos de RNA são essenciais para a síntese de proteínas. Que associação teria o glicogênio ou o fitoglicogênio com essa produção de energia. bivalentes. crossing-over.Questões . e sobre a fertilidade? Exemplifique. por métodos físicos ou químicos.

preencha os espaços em branco. Esquematize a segregação cromossômica em F2 .Biologia Celular 19 117) Uma espécie vegetal tem 2n = 4 cromossomos. resultante da autofecundação de um F1 obtido do seguinte cruzamento: PA PB X F1 Pergunta-se: Quantos tipos diferentes de zigots se formam em F2? 118) Esquematize o que são: segregação cromossômica.Segregação gênica: Conselho do Programa de Pós-Graduação em Agronomia “Genética e Melhoramento de Plantas”.Segregação cromatídica: .Questões . ESALQ/USP . a) Para responder esta pergunta. b) Defina e explique: .Segregação cremossômica: . segregação cromatídica e segregação gênica.

Biologia Celular 20 119) Esquematize uma célula no espaço abaixo. O produto do cruzamento destas duas espécies resulta no burro (mula) com 63 cromossomos. Quais as razões citológicas que explicam a esterilidade do burro (mula) ? 123) Uma planta tem 2n=4 cromossomos e apresenta a seguinte constituição de braços com relação a presença de "knobs”: O = centrômero o = ‘knob” = cromômero Supondo que não ocorre ”crossing-over". rRNA e ribossomos ? 122) O cavalo (égua) tem 64 cromossomos e o jumento (jumenta) tem 62 cromossomos. Sugira uma sequência qualquer de 6 bases nitrogenadas de um segmento da molécula de DNA. esquematizar todos os tipos possíveis de tétrades que podem ser obtidas. 121) Que relação existe entre nucléolos. ESALQ/USP . 120) Interprete o esquema abaixo. indicando como ocorre a transcrição e a tradução. para responder cada pergunta. Assinale neste esquema todas as organelas e os principais acontecimentos da tradução e da transcrição. Ele diz respeíto à origem dos cloroplastos da alga Zygnema. Conselho do Programa de Pós-Graduação em Agronomia “Genética e Melhoramento de Plantas”.Questões . na mitose e na conjugação.

.................... d) . indique o que acontece em cada uma das 7 fases............. de autotetraplóides (4n=l6) e alotetraplóides (4n=l6).. O ciclo celular constitui-se da mitose (M)..... frequência .. que dura 88.... Os gametas recombinantes são: c) ........ nos gametas resultantes de uma meiose......... o outro cromossomo não tem “knobs”..................... que dura 11.. frequência ..... frequência .Biologia Celular 124) Qual a relação que existe entre Golgi e Parede Celular ? 21 125) Qual a diferença entre espécies vegetais autotetraplóides e alotetraplóides ? Como se detecta esta diferença citologicamente ? Esquematize metáfases em vista lateral.. Qual é a constituição cromossômica e a frequência de gametas recombinantes e paternais........ e a interfase é subdividida em 3 fases. b) ...... com 2 “knobs” do mesmo lado do centrômero num dos cromossomos (esquema)..... 126) Definir : monoicia....7% do ciclo celular. autógama. ESALQ/USP ....... admitindo a frequência de permuta de 14% ? Célula-mãe da meiose O = centrômetro 14% com Permuta Duplicação o = “knob” 86% sem Permuta Díada Tétrada Os gametas paternais são: a) ... frequência ......... 128) Um indivíduo tem 2n=2 cromossomos...... 127) Interprete e descreva o esquema abaixo.... e qual a razão da duração maior ou menor de cada uma das 7 fases. interfase (I). alógama..............3% do ciclo celular da espécie estudada. dioicia........ Conselho do Programa de Pós-Graduação em Agronomia “Genética e Melhoramento de Plantas”... Na interpretação e descrição do esquema do ciclo celular.... A mitose é subdividida em 4 fases..Questões ..........

132) Descreva os dois principais métodos de preparação de lâminas para a observação no microscópio óptico. de cromossomos e de tecidos vegetais.23 0.87 0.15 0. Note que em eucariotos multicelulares o conteúdo de CG em relação ao de GC (na mesma fita) é bastante inferior.23 0. o comprimento em micra de cada cromossomo. citando nome do órgão ou tecido.97 131) Numa célula mitótica com 2n = 6 cromossomos. Nota: Favor fazer esquema grande.0 2 18 micra 8.mitose Tecido ou órgão: Espécie: b) Animais .Biologia Celular 22 129) Nas aulas práticas de Biologia Celular observam-se células em mitose e em meiose em diversos vegetais e animais.meiose Tecido ou órgão: Espécie: 130) Interprete a Tabela mostrada a seguir referente à taxa de nucleotídeos vizinhos em DNAs de vários organismos. a) Animais . realizaram-se as seguintes medições: Nº de cromossomo Comprimento total Relação de braços 1 20 micra 4.02 0. Quais os orgãos ou tecidos em que ocorrem as mitoses e as meioses.0 3 12 micra 3.95 0.82 0. nos animais e vegetais ? Preencha os espaços abaixo.mitose Tecido ou órgão: Espécie: c) Vegetais . Conselho do Programa de Pós-Graduação em Agronomia “Genética e Melhoramento de Plantas”.21 0.90 1.00 0. Qual a razão desta discrepância ? ORGANISMO Fago lambda Escherichia coli Bacillus subtillis Saccharomyces cerevisiae Aves Homem Camundongo Trigo 5’-CG/5’-GC-3 1. e o nome da espécie.15 1.Questões . c) anote ao lado de cada braço cromossômico seu comprimento em micra. fotografada ao microscópio na metáfase. esquematize uma METÁFASE DA MITOSE (não esquematizar o cariótipo). ESALQ/USP .meiose Tecido ou órgão: Espécie: d) Vegetais .0 Com base nessas medições.96 1.87 0. Exemplifique e esquematize.78 5’-AG/5’-GA-3’ 0. indicando: a) o número de cada cromossomo b) anote ao lado do centrômero.28 1.

Questões . Quais são as fases (da mitose e da meiose) das 6 seguintes figuras: 1 2 3 4 5 6 134) Faça uma relação sobre os principais métodos de estudo da célula. ESALQ/USP . Conselho do Programa de Pós-Graduação em Agronomia “Genética e Melhoramento de Plantas”. 135) Qual é a importância das mitocôndrias para: a) Milho híbrido: b) Aumento da produtividade agrícola (eficiência mitocondrial) : 136) Quais são as 5 sub-fases da prófase I? Esquematize. Discuta em detalhes o que é fracionamento celular.Biologia Celular 23 133) O lírio tem 2n = 24 cromossomos. descreva e explique o significado biológico das 5 sub-fases.

ESALQ/USP . d) Importância prática para a evolução e melhoramento de plantas. ligações fosfodiester e pontes de hidrogênio. b) Descreva. 24 138) Esquematize um polímero de 10 pb de DNA. c) Consequências na meiose. descreva e explique o que são : a) Sinapse: b) Disjuncão: c) Ligação: d) Citocinese: 140) Com relação às mitocôndrias e cloroplastos. responda: a) Como as mitocôndrias e os cloroplastos são herdados de uma geração para outra numa espécie vegetal? Esquematize um saco embrionário (com o zigoto) para responder esta pergunta.Questões . pareamento e orientação das fitas. b) Quais as principais características dos mtDNAs e dos cpDNAs ? 141) Explicar as relações fisiológicas (funções) entre: a) Núcleo e Retículo Endoplasmático b) Nucléolo e Ribossomos Conselho do Programa de Pós-Graduação em Agronomia “Genética e Melhoramento de Plantas”. mostrando a configuração dos nucleotídeos.Biologia Celular 137) Quais os 4 tipos de aberrações cromossômicas estruturais ? a) Esquematize. 139) Esquematize.

F. UGA = P. Primeira Posição U UUU = PHE (F) UUC = PHE (F) UUA = LEU (L) UUG = LEU (L) C CUU = LEU (L) CUC = LEU (L) CUA = LEU (L) CUG = LEU (L) AUU = ILE (I) AUC = ILE (I) AUA = ILE (I) AUG = MET (M) GUU = VAL (V) GUC = VAL (V) GUA = VAL (V) GUG = VAL (V) Segunda Posição UCU = SER (S) UCC = SER (S) UCA = SER (S) UCG = SER (S) CCU = PRO (P) CCC = PRO (P) CCA = PRO (P) CCG = PRO (P) ACU = THR (T) ACC = THR (T) ACA = THR (T) ACG = THR (T) GCU = ALA (A) GCC = ALA (A) GCA = ALA (A) GCG = ALA (A) Terceira Posição UAU = TYR (Y) UGU = CYS (C) UAC = TYR (Y) UGC = CYS (C) UAA = P. O código genético: catálogo dos codons. ESALQ/USP .Questões .Biologia Celular APÊNDICE Tabela 1.F.F. UGG = TRP (W) CAU = HIS (H) CAC = HIS (H) CAA = GLN (Q) CAG = GLN (Q) AAU = ASN (N) AAC = ASN (N) AAA = LYS (K) AAG = LYS (K) GAU = ASP (D) GAC = ASP (D) GAA = GLU (E) GAG = GLU (E) CGU = ARG (R) CGC = ARG (R) CGA = ARG (R) CGG = ARG (R) AGU = SER (S) AGC = SER (S) AGA = ARG (R) AGG = ARG (R) GGU = GLY (G) GGC = GLY (G) GGA = GLY (G) GGG = GLY (G) 25 U C A G U C A G U C A G U C A G A G Conselho do Programa de Pós-Graduação em Agronomia “Genética e Melhoramento de Plantas”. UAG = P.

Genética Geral 26 QUESTÕES GENÉTICA GERAL Conselho do Programa de Pós-Graduação em Agronomia “Genética e Melhoramento de Plantas”. ESALQ/USP .Questões .

ESALQ/USP . iniciando com o gameta (1) que originará o zigoto. indicando valores arbitrários dos 3 teores de c de DNA/célula (ordenada) nos vários estágios (abcissa) do ciclo vital de uma planta superior que se reproduz sexuadamente. Conselho do Programa de Pós-Graduação em Agronomia “Genética e Melhoramento de Plantas”. portanto. que produzirá o gameta (2).Relação da função com o melhoramento: c) organela 3 I .Função: III . 2.Nome: II .Função: III .Relação da função com o melhoramento: b) organela 2 I . etc... II .identifique as organelas 1. na maturidade sexual. planta adulta. 3 e 4. no trecho pontilhado da abcissa: zigoto. c) construa o gráfico.Nome: II . mitose. embrião.Qual a relação das funções dessas 4 organelas com os "caracteres de interesse agronômico para o melhoramento” ? a) organela 1 I .Relação da função com o melhoramento: d) organela 4 I . Indicar.Função: III .Quais as funções das 4 organelas ? III .Nome: II .Questões .Nome: II .Genética Geral 1) A Figura abaixo mostra uma célula vegetal vista ao microscópio eletrônico. Preencher (Completar) no gráfico: a) os 3 teores de c de DNA/célula (ordenada) b) os vários estágios (abscissa) do ciclo vital.Relação da função com o melhoramento: 2) Preencha o gráfico abaixo. etc. 27 Célula meristemática da raiz do trigo I . até gameta (2).Função: III .

os braços. com a presença de "knobs”: Supondo que não ocorre “crossing-over". os braços.Questões . ESALQ/USP . anotando o número de cromossomos. em vista polar (não é vista lateral ! ) b) cariótipo c) idiograma Conselho do Programa de Pós-Graduação em Agronomia “Genética e Melhoramento de Plantas”.0. O cromossomo 2 tem a metade do comprimento do cromossomo 1. O cromossomo 1 tem um comprimento de 8 microns e uma relação de braços (RB) de 3. O cromossomo 3 tem a metade do comprimento do cromossomo 2 e uma RB = 1. e uma RB =3. centrômero e "knob" 4) Uma célula vegetal tem 2n = 6 cromossomos.Genética Geral 28 3) Uma planta A tem 2n=4 cromossomos e apresenta a seguinte constituição de braços. anotando o número de cromossomos. Esquematizar: a) a metáfase mitótica. centrômero e "knob" d) constituição cromossômica dos zigotos. Favor anotar no quadro acima: a) frequências gaméticas b) frequências zigóticas c) constituição cromossômica dos gametas.0.0. esquematizar as 16 possíveis combinações cromossômicas que podem ocorrer nas 16 plantas resultantes de uma autofecundação da planta A.

a seguinte composição genotípica é observada: AA =490 Aa = 420 aa = 90 a) Eliminando-se para cruzamento todos os indivíduos aa.Fenilalanina .Lisina (Tryp) (Gly) (Thr) (Lys) (Phe) (Lys) Pergunta: Qual é a sequência de bases nitrogenadas do mRNA que originou a proteína normal e a proteína alterada? Resposta: 5.Lisina (Tryp) (Asp) (GluN) (Phe) (Lys) 29 Após o códon do triptofano foram adicionados dois G (GG) e após o códon da glutamina foi adicionado outro G. cujo controle é poligênico. 10) Em diversas espécies de plantas.2.Ácido Aspártico . 6) Suponha que em uma população de milho. De que forma este dado pode auxiliar em programas de melhoramento ? 11) Indique as expressões que definem: a) Variância b) Variância devida a diferenças genéticas c) Erro experimental d) Herdabilidade e) Coeficiente de endogamia 12) Conceitue precisamente o que vem a ser: a) Norma de reação b) Efeito epistático c) Heterose d) Seleção recorrente e) QTL Conselho do Programa de Pós-Graduação em Agronomia “Genética e Melhoramento de Plantas”.Lisina .Glicina .: Consultar tabela de Código Genético no Anexo 1. ESALQ/USP . mRNA da Proteína Alterada: Obs.Glutamina . 8) Quais as propriedades de um plasmídio ideal para ser usado como vetor de transformação em plantas? 9) Elabore um texto sobre a Teoria Sintética da Evolução.Genética Geral 5) Uma proteína normal tem a seguinte sequência de aminoácidos: Proteína Normal Triptofano .1.Questões . A proteína formada foi a seguinte: Proteína Alterada Triptofano .Fenilalanina . como será constituída a próxima geração? b) A população original está em Equilíbrio de Hardy-Weinberg ? c) É possível conhecer o valor do coeficiente de endogamia da população original ? 7) Faça um esquema de um gene policistrônico de um procarioto. mRNA da Proteína Normal: 5. há relatos na literatura sobre o mapeamento de genes associados à tolerância ao alumínio e a doenças.Treonina .

produzindo o fenótipo albino). Assim. recessivo. agindo de forma epistática (i inibe a ação do gene Y e y. a) G + C / A + T = 1 b) G + A / C + T = 1 c) Pirimidinas/Purinas = 1 d) G + C + A / T = 1 e) GA / C = T 15) Analise a sequência hipotética de bases de DNA. 17) Em uma certa espécie animal. Este sistema tende a manter todos os 4 alelos na população. dominante. Indique em que proporções e quais os genótipos a serem produzidos a partir dos seguintes cruzamentos: a) flor masculina S1S3 x flor feminina S2S4 b) flor masculina S1S3 x flor feminina S1S4 14) Quais das seguintes taxas são compatíveis com o modelo de Watson e Crick para a molécula de DNA? Justifique a sua escolha. Um indivíduo de corpo negro é submetido ao cruzamento teste e produz uma progênie de 4 filhotes. sendo que a distância entre os genes B e C é 20% e entre D e E é 12%. um grão de pólen S1 não consegue fertilizar um estigma de genótipo S1S2 ou S1S3. supondo que há um intron que se inicia na base 10 e termina na 15 e que à esquerda da base 1. 3' TAC ATG TCC CGT TAT CGA GGA CCT CGT TTT AAA TAC ATC 5' a) Qual a principal sequência que caracteriza um promotor ? b) Qual a enzima que sintetiza o RNA e onde ela se liga ? c) Qual a sequência de bases e a orientação do transcrito primário ? d) Como se chama o processo que ocorre com este transcrito antes de ele ser exportado para o citoplasma ? e) Qual a sequência de aminoácidos do polipeptídeo traduzido ? (Consulte a tabela do Código Genético no Anexo 1). o alelo Y. Pergunta-se: a) qual a probabilidade de que todos os indivíduos sejam amarelos ? b) qual a probabilidade de que 1 seja amarelo e 3 sejam negros ? c) qual a probabilidade de que pelo menos 1 seja negro ? 18) Supondo-se que um outro loco. determina pelagem negra e o alelo y. c) Aa BC/bc. com 2 alelos. d) BC/bc dE/De. descrita a seguir. ESALQ/USP . responda: a) quais as porcentagens dos diferentes genótipos e fenótipos encontrados em uma população F2? Conselho do Programa de Pós-Graduação em Agronomia “Genética e Melhoramento de Plantas”. determina pelagem amarela. está o promotor desse gene. sendo que a distância entre A e B é 10%. 16) Para cada genótipo indicado forneça os gametas produzidos na meiose com as devidas proporções: a) AaBb b) Ab/ aB. I (dominante) e i (recessivo) participa igualmente da determinação da cor da pelagem da espécie referida no problema anterior. mas poderá fertilizar um estigma S3S4 produzindo uma progênie S1S3 e S1S4. em heterozigose e a evitar a autofecundação.Genética Geral 30 13) Um dos sistemas de auto-incompatibilidade encontrado em algumas espécies de plantas funciona da seguinte maneira: grãos de pólen contendo determinado alelo deixam de germinar se caem em um estigma que possua o mesmo alelo.Questões . sendo que a distância entre B e C é 20%.

d) Interpretar os resultados dos ítens a e b. Da avaliação de plantas individuais em cada lote.4 1. 22) Explique pelo menos três das propriedades a) físicas.5 38.5 21. Norte Tipo A 53. c) Quais os mecanismos que explicam (ou podem explicar) as diferenças alélicas entre as populações ? d) A população de indígenas da América do Norte está em equilíbrio de Hardy-Weinberg ? Justifique sua resposta. 20) Discuta sobre os mecanismos que geram e ampliam variabilidade genética em plantas superiores.0 Tipo O 41.4 a) Calcule as frequências alélicas IA. c) O aumento de produtividade em kg/ha com a utilização de clones da população melhorada.7 0. onde o lote A é constituído por uma amostra de diferentes clones e o lote B é constituído por apenas um clone. 23) Analise os dados mostrados a seguir referentes às frequências fenotípicas em várias populações humanas para o sistema ABO.4 6.000 plantas/ha.5 30. 21) Faça um esquema de um gene policistrônico. Conselho do Programa de Pós-Graduação em Agronomia “Genética e Melhoramento de Plantas”. soma de quadrados (SQ) e médias (X). Identifique também um enhancer e um intron.5 9.6 Tipo B 3.5 14.9 0.Questões . ESALQ/USP . b) As quatro populações mostram polimorfismo? Justifique sua resposta.Genética Geral 31 b) se a população indicada. com relação ao número de plantas (N). População Esquimós Alemães Japoneses Índios da Am.1 98.1 36. está de acordo com o modelo de herança proposto (use o teste estatístico do x2 para demonstração) : 215 brancos. situando a região promotora e as demais sequências que o caracterizam. Lote A 221 2200 20g/planta Lote B 56 275 25g/planta N SQ X Estimar: a) A variância genética.0 Tipo AB 1. b) químicas e c) biológicas da molécula de DNA. obtida a partir de um cruzamento teste. b) O progresso esperado com seleção dos 20% melhores clones do lote A. lB e I0 na população de esquimós. supondo uma densidade populacional de 100. 19) Tem-se para uma espécie de propagação vegetativa dois lotes vizinhos. foram obtidos os seguintes resultados. 84 negros. a variância ambiental e o coeficiente de herdabilidade no sentido amplo. cuja média é de 30g/planta. 101 amarelos.8 42.

múltiplos alelos controlam incompatibilidade de tal forma que o tubo polínico não cresce se o alelo S que ele contém está também presente no gameta feminino. represente o alelo para cor amarela por y+ e o alelo para cor branca por y0. 32 25) Em pessegueiros. dispõe de algumas árvores e que decide fazer experimentos para estudos de genética. Suponha que V. Supondo-se que os genótipos S1S3 e S2S4 foram cruzados e a progênie obtida foi totalmente intercruzada. porém algumas apresentam frutos com manchas brancas. a) Quais são os genótipos das árvores parentais? b) Qual a progênie esperada a partir da autofecundação da árvore # 1. pode concluir sobre as diferenças genéticas entre pêssegos e nectarinas? 26) Em certas espécies vegetais. Qual a proporção de cruzamentos: a) totalmente férteis? b) totalmente estéreis? c) parcialmente férteis? 27) Analise a progênie apresentada a seguir que foi obtida a partir de um cruzamento teste. os frutos podem ter o aspecto fuzzy. Os cruzamentos efetuados e as progênies obtidas estão na tabela a seguir: Cruzamento Parentais 1 pêssego branco # 1 x nectarina amarela # 2 2 3 Progênie 12 árvores de pêssego amarelo: 10 árvores de pêssego branco nectarina amarela # 1 x nectarina amarela # 2 15 árvores de nectarina amarela pêssego branco # 1 x nectarina amarela # 2 14 árvores de pêssego amarelo Responda as questões usando a seguinte nomenclatura: represente o alelo fuzzy por f+e o alelo para frutos lisos por f0. abc ABC aBC Abc abC Abc aBC Abc 580 592 45 40 3 5 89 94 Conselho do Programa de Pós-Graduação em Agronomia “Genética e Melhoramento de Plantas”. ESALQ/USP . A maioria das variedades comerciais de pessegueiros e nectarinas tem frutos amarelos. que produz nectarinas amarelas? c) Qual a progênie esperada se V.Questões . isto é. autofecundar um dos pessegueiros obtidos no cruzamento 3? d) O que V. cobertos com pêlos enquanto as nectarinas têm frutos lisos.Genética Geral 24) Calcule o valor do coeficiente de endogamia do indivíduo E mostrado no pedigree.

28) Foram avaliados experimentalmente 15 tratamentos de milho em um experimento em blocos ao acaso. b) Calcule a distância entre os genes.94 c) teste de independência .51 b) segregação monofatorial (3 vermelho: 1 creme) . 33) Esquematizar a transferência (método convencional) de citoplasma macho.x2 = 2.x2 = 1. (b) transformação.02 Dar as conclusões possíveis quanto à herança desses dois caracteres. sendo um deles para resistência a estreptomicina (strR) e o outro auxotrófico para triptofano (trp-). o gene B apresenta ação gênica intermediária e que o gene S não interfere na expressão fenotípica. ESALQ/USP . deveria plantar para obter 1500 plantas do tipo aBC/aBC. c) Calcule o valor da interferência. Foi realizado o seguinte cruzamento: (Macho) : AB ab S1S2 X (Fêmea) : aB aB S2S3 Admitindo-se que o gene A apresenta dominância completa. forma e coloração das raízes do rabanete: a) segregação monofatorial (1 redondo: 2 ovalado: 1 alongado) . 31) Suponha que voce tem uma linhagem de Escherichia coli portadora de dois genes cromossômicos. com 6 repetições. G. 29) Os resultados abaixo referem-se a um estudo da herança de dois caracteres.x2 = 4. d) Calcule o número mínimo de sementes que V. 32) Utilizando simbologia apropriada.Questões . b) os híbridos diferem entre si.20. considerando separadamente cada um dos três processos. Conselho do Programa de Pós-Graduação em Agronomia “Genética e Melhoramento de Plantas”. 30) Os alelos da série S referem-se ao sistema de auto-incompatibilidade gametofítica. utilizando testes estatísticos.estéril para uma linhagem originalmente macho-fértil. e o teste F) e indique como faria para verificar. Esquematize a análise de variância (F. esquematizar e justificar geneticamente a ocorrência mais frequente de chifres entre os touros do que entre as vacas.. c) a heterose média (vigor híbrido) é diferente de zero.b = 0. Como você faria para obter uma linhagem strR trp+ via: (a) conjunção. se: a) as variedades diferem entre si. (c) transdução ? Descreva em ítens todos os passos necessários para obtenção da referida linhagem.Genética Geral 33 De posse dos dados: a) Esquematize a geração parental e o F1 que deu origem à progênie. quais as proporções genotípicas e fenotípicas esperadas na descendência deste cruzamento. considerando-se que c a.L. Os tratamentos eram constituídos de 5 variedades e dos 10 híbridos entre eles.V.

b) O coeficiente de herdabilidade. 35) Conceitue: a) muton b) recon c) transposon d) exon e) intron 36) Na sua opinião. centrômeros e 'knobs'. Responda: a) o que é equilíbrio de Hardy-Weinberg e quais as condições para que esse equilíbrio se manifeste ? b) A população acima está em equilíbrio de Hardy-Weinberg ? Embase sua resposta em cálculo estatístico. quais os aspectos básicos. fundamentais. Qual teste poderia ser usado para as seguintes hipóteses: a) A variação observada entre híbridos não difere de zero b) As médias dos híbridos 1 e 2 não diferem entre si: m1 .b: BB=84. O = centrômero o = “knob” 39) Numa população foram amostrados 200 indivíduos que se classificaram da seguinte maneira. onde um dos cromossomos possui dois 'knobs' do mesmo lado do centrômero e o outro cromossomo não tem nenhum 'knob' (ver esquema). de maneira a se ter 30 graus de liberdade para o Resíduo. Ver tabela de x2 .96 0.63 1.40 Pede-se: a) O tipo de ação gênica envolvida no controle do caráter. da teoria de evolução proposta por Darwin? O que a moderna teoria sintética de evolução acrescentou ao modelo de Darwin? 37) Discorra sobre a base genética dos caracteres quantitativos e sobre a natureza da variação contínua que esses caracteres apresentam.72 P2 100 14.Genética Geral 34 34) Do cruzamento entre duas linhagens puras (P1 e P2) foram obtidas as gerações F1 e F2 . 38) Suponha um indivíduo com 2n=2 cromossomos. c) Calcular a heterose em valor absoluto e em percentagem.68 F2 500 14.60 0. ESALQ/USP . em relação ao loco B. 40) Onze híbridos serão testados em um experimento delineado em blocos casualizados. Bb=68.70 F1 100 15. pergunta-se: qual a constituição cromossômica e qual a frequência dos gametas produzidos? Esquematize nestas respostas constituição cromossômica representando os cromatídeos.Questões .m2 = o Conselho do Programa de Pós-Graduação em Agronomia “Genética e Melhoramento de Plantas”. para um caráter quantitativo foram obtidos os seguintes resultados: Geração Número de indivíduos Média Variância P1 100 12. bb=48. Admitindo que a frequência de permuta seja de 20%.00 0. Da avaliação de todas as gerações. Que teste poderia ser utilizado para comprovar estatisticamente. Calcular o número de blocos (repetições) e esquematizar a análise de variância.

onde foram testados 10 genótipos em 5 ambientes.Q. ESALQ/USP .L.V. m1 M1 r R M2 m2 c(m1 . c) o que entende por interação G X E. 12 490 72 32 392 Q. que desdobramento adicional poderia ser feito ? F. transcrição e tradução.Questões . em um experimento em blocos ao acaso com 5 repetições. 47) Explique resumidamente o que você entende por duplicação. r) = 0. 44) Como podemos classificar as espécies vegetais em função do sistema reprodutivo ? Que implicações tem o sistema reprodutivo com o melhoramento genético de uma espécie? 45) O quadro a seguir refere-se a uma análise de variância. S. 48) Partindo-se de uma geração F2.Genética Geral 35 41) Que mecanismos podem ser responsáveis pela geração e amplificação da variabilidade observada em populações naturais? Como esta atividade pode ser quantificada e expressada? 42) Considere o seguinte genótipo (F1) em que M1(m1) e M2(m2) são dois marcadores moleculares que segregam de forma codominante (1:2:1) e R(r) um loco que confere resistência a uma doença (R= resistente. Pede-se: a) complete a análise de variância. r) = 0. o que você entende por coeficiente de herdabilidade? Quais as implicações desse coeficiente nas atividades de seleção em populações vegetais ? Conselho do Programa de Pós-Graduação em Agronomia “Genética e Melhoramento de Plantas”. 49) Considerando-se um caráter quantitativo. em que grupo de espécies você espera que o equilíbrio ocorra mais rapidamente: a) alógamas b) autógamas c) intermediárias Justifique a sua resposta. Blocos Tratamentos Genótipos (G) Ambientes (E) GXE Resíduo G.40 c(m2 .10 Dado que não é recomendada a seleção para resistência via inoculação. torna-se necessária a seleção via marcadores (M). d) caso a interação G X E dê significativa. b) interprete os resultados da mesma. F 46) Defina Evolução e relacione os principais mecanismos propostos pela Teoria Sintética da Evolução. r=suscetível).M. Pede-se: a) Como você procederia para selecionar em F2 as plantas resistentes ? b) Quais os problemas decorrentes deste processo de seleção ? 43) Cite 3 propriedades do código genético e explique como elas foram determinadas.

Bb e bb nas seguintes populações: POPULAÇÕES BB Bb bb 1 0. 54) Uma determinada cultivar é portadora de um par de genes alelos recessivos que conferem resistência a um patógeno. Considere duas hipóteses: a) Todos os gametas têm a mesma viabilidade.37 0. y e d enquanto os caracteres contrastantes "grãos normais". Esquematize os cruzamentos através dos quais se transfere este gene para uma segunda cultivar desta mesma espécie. os caracteres "grãos opacos". em equilíbrio de Hardy Weinberg.Genética Geral 50) Defina. Esquematize o xadrez mendeliano de F2 indicando os genótipos e os fenótipos.08 0. ESALQ/USP . 53) Em milho. “endosperma branco" e "plantas anãs" são devidos à condição recessiva dos genes o-2. Supondo que o gene o-2 está no cromossomo 7 e os genes y e d ocupam as posições 40 e 60 do cromossomo 6. Em F2 obteve-se: 9/16 sementes não-enrugadas (lisa) : 7/16 enrugadas. não enrugadas. Que proporção de genótipos e de fenótipos deverá ser obtida de um cruzamento teste.Questões . na seguinte proporção: B1B1 = 20%. Esquematize os seus efeitos desde a sua ocorrência até a expressão final do gene. B2B2= 30% e B3B3 = 50%.18 0.48 0. Cruzando-se dois milhos de sementes enrugadas (su-2 su-2 Sh-2 Sh-2) X (Su-2 Su-2 sh-2 sh-2).04 2 0. o caráter sementes enrugadas pode ser controlado por 2 genes: o gene “sugary” (su-2) e o gene shrunken” (sh-2). Quais os problemas que o geneticista encontram quando introduz um gene numa cultivar ? 55) Em milho. calcule as frequências gênicas e genotípicas da população. resumidamente. Após cruzamentos ao acaso.24 0. b) Qual ou quais populações estão em equilíbrio de Hardy-Weinberg? Por que? c) Cruzamentos ao acaso dentro de cada população produzirão 4 novas populações. “endosperma amarelo" e "plantas altas" são devidos aos genes dominantes correspondentes.81 0.88 0.01 a) Calcule a frequência dos alelos B e b em cada uma.39 4 0. envolvendo estes 3 genes ? 56) Considere a frequência dos genótipos BB. cada um dos seguintes termos: a) fenótipo b) genótipo c) epistasia d) pleiotropia e) cruzamento-teste d) retrocruzamento 36 51) Conceitue mutação do ponto de vista molecular.36 3 0. Quais serão as frequências genotípicas nestas últimas ? Conselho do Programa de Pós-Graduação em Agronomia “Genética e Melhoramento de Plantas”. 52) Foi feita uma mistura de sementes de duas linhagens homozigóticas para um caráter com alelismo múltiplo. em associação. obteve-se em F1 sementes normais.16 0. b) Os gametas portadores do alelo B1 têm viabilidade de 80% em relação aos demais.

o sistema de macho-esterilidade envolve uma interação entre genes nucleares e fatores citoplasmáticos. Conselho do Programa de Pós-Graduação em Agronomia “Genética e Melhoramento de Plantas”. d) a média de produção de grãos da população melhorada. b) determinar se os genes que controlam estes 2 caracteres estão ligados. segregando para 2 caracteres: tipo de folha (lisa ou enrugada) e cor de flor (vermelho. 58) Discorra sobre os principais fatores que levam à especiação em plantas. B e R) necessárias para que o sistema possa ser plenamente utilizado. A avaliação destas progênies mostrou média de produção de grãos de 2 t/ha e variância fenotípica igual a 20 (t/ha) 2. As progênies superiores produziram em média 4 t/ha.600 plantas F2 de uma espécie vegetal. estimar: a) o coeficiente de herdabilidade.Genética Geral 57) Do seguinte cruzamento: (+ + +) (a b c) (a b c) (a b c) 37 onde a ordem dos genes não é conhecida. c) Calcule os valores de interferência e coincidência. 60) Como se dá a regulação da expressão gênica em procariotos ? 61) Relacione as principais estratégias empregadas na tecnologia do DNA recombinante. originaram uma série de progênies. b) Calcule a distância genética entre os genes. foi obtida a seguinte descendência: (a + c ) / ( a b c ) = 30 (a b c ) / ( a b c ) = 392 (a b + ) / ( a b c ) = 2 (+ b + ) / ( a b c ) = 25 (+ b c ) / ( a b c ) = 73 (a + + ) / ( a b c ) = 75 (+ + + ) / ( a b c ) = 402 (+ + c ) / ( a b c ) = 1 a) Determine a ordem dos genes em um mapa genético. b) o diferencial de seleção. Apresentar todos os testes estatísticos necessários. Pede-se: a) identificar a constituição genética (núcleo e citoplasma) das 3 linhagens parentais (A. VERMELHO ROSA BRANCO LISA 295 615 300 ENRUGADA 95 185 110 Pede-se: a) determinar a herança de cada caráter. 59) Sementes colhidas de plantas individuais homozigóticas em uma população geneticamente heterogênea de soja (espécie autógama). c) o progresso genético esperado nas progênies superiores. c) utilizando símbolos apropriados determinar os genótipos correspondentes aos 6 fenótipos. 62) A tabela abaixo refere-se à avaliação de 1. ESALQ/USP . rosa ou branco). Considerando que a variância ambiental foi estimada em 15 (t/ha )2 . 63) Nas plantas cultivadas.Questões .

b) Qual o delineamento experimental utilizado ? c) Quantas repetições foram empregadas ? d) Quantos ambientes foram testados ? e) O que você entende por G x E ? 66) Relatar sobre mutação. O que é valor adaptativo ao nível de população ? Qual a relação entre seleção natural e valor adaptativo ? O que é coeficiente de seleção ao nível genotípico ? 70) O controle da expressão gênica pode ser regulado nos diferentes passos que levam do DNA ao RNA até a formação da proteína.1. Determinar como se pode obter um cultivar somente com sementes amarelas e lisas.2. Quais são os mecanismos de regulação gênica ? Conselho do Programa de Pós-Graduação em Agronomia “Genética e Melhoramento de Plantas”. Animal e Microbiana. 68.4.3. c) Depressão por endogamia. 68. e) Progênie S1.Genética Geral 38 b) esquematizar os cruzamentos que devem ser feitos para a produção de sementes híbridas e para a manutenção das 3 linhagens parentais. d) Erro experimental. b) Correlação genética. 65) Dado o seguinte quadro de análise de variância: FV GL SQ QM Blocos 4 12 Tratamentos 49 490 Genótipos (G) 9 72 Ambientes (E) 32 G X E 36 Resíduo 392 Pede-se: a) Calcular os valores que estão faltando e completar o quadro.Questões . ESALQ/USP . do ponto de vista genético. a partir de um duplo heterozigoto ? 69) Defina seleção natural. 67) Descreva sobre as novas tecnologias que estão sendo empregadas em Genética e as perspectivas de utilização na área Vegetal. Esquematizar o cruzamento efetuado para cada caso. 64) Conceituar: a) Variância genética aditiva. Determinar as classes fenotípicas esperadas. 68) Espigas de milho provenientes de diferentes cruzamentos produziram estes resultados: SEMENTES AMARELAS LISAS AMARELAS ENRUGADAS BRANCAS LISAS BRANCAS ENRUGADAS ESPIGA 1 179 52 64 19 ESPIGA 2 86 0 90 0 ESPIGA 3 0 0 99 103 ESPIGA 4 58 63 55 59 F 68. Determinar o número de genes envolvidos. 68.

de seu híbrido e da progênie e F2 utilizando-se duas sondas moleculares e uma enzima de restrição forneceu o padrão de bandas apresentado na página seguinte. b) Discuta as aplicações dessa técnica (RFLP) na genética ou melhoramento. ESALQ/USP . Em que consistem os outros 99% e qual sua função? Conselho do Programa de Pós-Graduação em Agronomia “Genética e Melhoramento de Plantas”. a) Interprete os resultados do ponto de vista genético (segregação de marcas).Questões . Cultivar A Cultivar B Híbrido F1 Progênie F2 72) Defina os seguintes termos: a) Epistasia b) Macho-esterilidade genética c) Hibridação introgressiva d) Auto-incompatibilidade gametofítica e) Depressão por endogamia 73) Calcula-se que apenas 1% das sequências de DNA dos eucariotos correspondem a códons que são traduzidos em polipeptídeos.Genética Geral 39 71) A análise de indivíduos parentais.

t A d. S1S2). determine os genótipos correspondentes aos seis fenótipos. Os tratamentos são uma amostra de progênies de meios irmãos em espécies alógamas. 76) A tabela abaixo refere-se a avaliação de 1. 79) Quais são os parâmetros genético-estatísticos envolvidos com o progresso com seleção ? Explique o significado dos mesmos e uma forma de estimá-los. c) Defina: O que é gene ? 75) Considere a seguinte análise de variância: FV Blocos Tratamentos Resíduo GL 3 99 297 SQ 300 15. respectivamente e σ2 à variância do resíduo entre parcelas. c) Utilizando símbolos apropriados. Pede-se: a. Estimar as variâncias genética e ambiental. rosa e branco). Citar e justificar as informações genéticas que cada um deles pode fornecer do ponto de vista básico e aplicado.600 plantas de geração F2 de uma espécie vegetal segregando para dois caracteres: tipo de folha (lisa e enrugada) e cor da flor (vermelho. ESALQ/USP . Explicar o significado de σ2 nas seguintes situações: t b1. LISA ENRUGADA VERMELHO 295 95 ROSA 615 185 BRANCO 300 110 Pede-se: a) Determinar a herança de cada caráter. 77) Partindo de plantas heterozigóticas (p. Nota: Apresente todos os testes estatísticos necessários. Explicar o significado da herdabilidade em cada caso.Genética Geral 40 74) a) Quais são os principais passos da transferência de um gene eucariótico para uma bactéria através de engenharia genética ? b) Com base no que você sabe sobre processamento de RNA e transcrição reversa. explicar e justificar os procedimentos que você utilizaria para obter linhagens puras para os alelos de incompatibilidade. explique porque o cDNA (DNA complementar produzido pela transcrição reversa) de um eucarioto é menor do que o DNA original do gene correspondente a ele. Conselho do Programa de Pós-Graduação em Agronomia “Genética e Melhoramento de Plantas”. b2. b) Determinar se os genes que controlam os dois caracteres estão ligados.840 23.ex.Questões . lembrando que no caso b2. 78) Descrever os processos de recombinação em fungos. c. b. Os tratamentos são uma amostra de clones. Calcular as herdabilidades entre plantas e entre médias de parcelas para os dois casos do item b. incluindo os clássicos e aqueles que se enquadram dentro das novas tecnologias.760 QM E(QM) 2 σ2 + T σb σ2 + R σ2 t σ2 onde: R e T correspondem aos números de repetições e tratamentos. σ2 = (1/4) σ2 .

Em uma população geneticamente heterogênea existem 30% de plantas anãs.e. observou-se o seguinte resultado: a) 500 progênies com todas as plantas normais b) 200 progênies segregando na proporção de 3 normais : 1 anã. O que ocorreu como consequência dos acasalamentos entre irmãos. supondo que a média de população original é 100 kg/ha e que a amostra selecionada era 20% mais produtiva. 84) O que é seleção natural ? ∆q ou a alteração da frequência gênica devido à seleção. em que br1 (braquítico. 85) Uma população tem a seguinte estrutura quanto a um loco A: AA = 0. c) Estimar o progresso esperado com seleção (em kg/ha e em %) para ambos os casos. pergunta-se: a) Quais as frequências genotípicas nessas duas gerações (população original e na derivada do cruzamento entre irmãos germanos). Discuta esta afirmação supondo q= 1/2 e q= 0 ou 1 é W com valor máximo e valor mínimo. com baixa estatura) é recessivo a Br1 (normal).30 Aa = 0. c) O progresso genético (em unidades do caráter e em %) após um ciclo de seleção contra o Homozigoto Recessivo. d) A variância genética nas populações original e melhorada.4.Genética Geral 41 80) Uma população vem se reproduzindo por acasalamento ao acaso. 82) Dado o indivíduo de genótipo Br1 br1 Ts3ts3 HtHt su1su1. é de 0. b) Se a população original está em equilíbrio de Hardy-Weinberg. Supondo que nessa população todos os acasalamentos passem a ser entre irmãos germanos. pede-se: a) A média da população original.. em um loco com dois alelos.Questões .40 aa = 0. Lg2 dominante sobre lg2) . cite um exemplo de um par de locos ligados e um par de locos não ligados. Supondo ausência de efeitos ambientais. (Consulte o mapa genético no anexo 3). é diretamente proporcional à pq e inversamente proporcional à W. todos os outros fatores permanecendo constantes. Entre as progênies obtidas. sendo que a frequência do alelo recessivo. 83) Considerando os mesmos genes e dado o cruzamento a seguir: (Lg2= com lígula. resistentes à helmintosporiose e endosperma sem açúcar na progênie ? d) Dada uma progênie de 8 indivíduos. ESALQ/USP . Conselho do Programa de Pós-Graduação em Agronomia “Genética e Melhoramento de Plantas”. 81) O caráter planta anã em milho é devido a um gene recessivo. i. sementes no pendão) é dominante a ts3 (normal). Foi feito um cruzamento teste a partir de 700 plantas normais da população. qual a probalidade de se obterem 6 indivíduos com lígula e 2 sem lígula ? e) Com os alelos até agora apresentados (questões 82 e 83). Verificar se a população original está em equilíbrio de Hardy-Weinberg. Ts3 ("tassel seed". consulte o mapa genético do milho (anexo 3).30 O genótipo A___ confere 20 unidades ao caráter (valor genotípico) e o genótipo aa confere 10 unidades ao caráter. quantos tipos diferentes de genótipos completos (envolvendo os 5 locos) são possíveis ? Para a resolução das questões. sementes no pendão. Lg2lg2 Ts3ts3 HtHt Su1 su1 X Lg2lg2 Ts3ts3 htht Su1Su1: a) Qual é a frequência de indivíduos sem lígula na progênie ? b) Qual é a frequência de indivíduos resistentes à helmintosporiose com pendões normais na progênie ? c) Qual é a frequência de indivíduos com lígula. lg2 = sem lígula. b) Idem em relação a frequências alélicas. Ht (resistente à doença Helmintosporiose) é dominante a ht (normal) e su1 (endosperma açucarado) é recessivo a Su1 (normal).

Questões - Genética Geral

42

86) Que evidências são necessárias para determinar se a variação geográfica observada em um ou mais caracteres morfológicos e/ou fisiológicos é primariamente adaptativa (devido à seleção natural), ou resultado do acaso (devido à deriva genética) ? 87) Em ratos, o caráter cor dos pêlos, é controlado por dois pares de genes alelos, A e B, que interagem dando uma segregação tritípica em F2. O gene A é responsável pelo aspecto colorido enquanto seu alelo recessivo dá o fenótipo albino. O gene B dá a cor cinza nos indivíduos coloridos, enquanto seu alelo recessivo b dá a cor preta. Considerando tais informações, relacione a coluna (I) relativa ao cruzamento com a coluna (II) relativa à descendência Apresente as resoluções. COLUNA (I) ) AAbb x aaBB ) AaBb x aabb ) Aabb x Aabb ) AaBb x AaBb )AABb x AABb COLUNA (II) 2 3 4 16 12 12 4 4 -

( ( ( ( (

CINZA PRETA ALBINA

1 4 4 8

5 9 3 4

6 4 12

7 4 12

88) O feijão (Phaseolus vulgaris L.) tem 2n = 22 cromossomos. Hipoteticamente, quais seriam os números de cromossomos de feijões: a) autotetraplóides b) autopentaplóides c) trissômicos d) monossômicos e) nulissômicos f) tetrassômicos g) Qual é a constituição cromossômica (hipotética) de um alotetraplóide fértil, resultante do cruzamento de Phaseolus vulgaris L. , AA, 2n = 22 , com Phaseolus lanatus L., BB , 2n = 22 ? h) Quais são os 4 tipos de aberrações cromossômicas estruturais ? Esquematize: 89) Esquematize e descreva, resumidamente, as fases da meiose de uma planta com 2n = 2 cromossomos. 90) Quais as principais funções exercidas pela MEMBRANA PLASMÁTICA e pela PAREDE CELULAR ? Qual a importância para o MELHORAMENTO DE PLANTAS da membrana plasmática e da parede celular ? 91) Relacione os principais métodos de estudo da célula. Discuta em detalhes o que é o método de cortes no micrótomo para o estudo citológico de tecidos vegetais.

Conselho do Programa de Pós-Graduação em Agronomia “Genética e Melhoramento de Plantas”, ESALQ/USP

Questões - Genética Geral

43

92) Suponha uma planta com 2n = 2 cromossomos, com 2 "knobs" em um dos homólogos (esquema). Admitindo que a frequência de permuta seja de 10%. Pergunta-se: Qual a constituição cromossômica e qual a frequência dos gametas produzidos. Esquematize abaixo: na díade, na tétrade e nos gametas, o número de cromossomo, os braços, o centrômero e os 'knobs".

a) Díade

b) Tétrade

c) Os gametas produzidos são: ESQUEMA FREQUÊNCIA

93) A seguir é dada a sequência inicial do primeiro exon de um gene eucariótico (fita sense). A tabela do código genético é mostrada no anexo 1. Os códons estão separados por pontos. 3’ - TAC.AAA.CGC.TAC.TTT.AGT - 5' a) Qual é a sequência do mRNA correspondente a sequência acima ? b) Qual é a sequência de aminoácidos correspondentes à sequência acima ? c) Como seria essa sequência de aminoácidos se ocorressem as seguintes mutações? (as mutações não são cumulativas; considere cada item independente). I) Uma transição no terceiro nucleotídeo do segundo códon ? lI) Uma transversão no primeiro nucleotídeo do segundo códon ? lll) Uma transversão no terceiro nucleotídeo do segundo códon ? IV) Uma transição no primeiro nucleotídeo do primeiro códon ? V) Uma transição no primeiro nucleotídeo do quarto códon ? IV) Uma adição de um A logo depois do primeiro códon ?

Conselho do Programa de Pós-Graduação em Agronomia “Genética e Melhoramento de Plantas”, ESALQ/USP

Questões - Genética Geral

44

94) Os resultados obtidos em um cruzamento teste de três pontos estão representados a seguir: DESCENDÊNCIA DO CRUZAMENTO TESTE GENÓTIPOS NÚMEROS ABd 10 aBd 80 abd 290 ABD 310 aBD 120 abD 10 AbD 70 Abd 110 TOTAL 1000 a) Determine a ordem dos genes no cromossomo. b) Construa o mapa genético. c) Calcule os valores da coincidência e interferência 95) O sequenciamento de um segmento de um cromossomo contendo os genes A, B e C resultou no seguinte mapa, em que os números representam a quantidade de nucleotídeos em cada trecho assinalado: I)

A análise genética clássica do mesmo segmento envolvendo os mesmo genes A, B e C resultou no seguinte mapa de ligação: (u.m. = unidade de mapeamento). II)

O cruzamento teste AC/ac x ac/ac produziu a seguinte progênie: III) AC/ac + ac/ac - 96,06% Ac/ac + aC/ac - 3,94%

95.1. Qual é a aparente discrepância entre os resultados de (I) e de (lI) e qual sua explicação ? 95.2. Qual é a aparente discrepância entre os resultados de (lI) e de (lll) e qual sua explicação ? 96) Do cruzamento de duas linhas puras (P1 e P2) de uma espécie autógama foram obtidas as gerações F1 e F2. A avaliação para um caráter quantitativo mostrou os seguintes resultados: GERAÇÃO P1 P2 F1 F2 MÉDIA 6,0 8,0 8,0 7,5 VARIÃNCIA 0,50 0,48 0,72 0,75

Conselho do Programa de Pós-Graduação em Agronomia “Genética e Melhoramento de Plantas”, ESALQ/USP

cada um dos 3 sacos corresponde a uma linha pura. existem operons que regulam processos catabólicos e outros que regulam processos anabólicos. localizado no cromossomo 8 do milho.F) q 2 + Fpq 99) Conceituar: a) Epistasia b) Pleiotropia c) Cistron d) Transposon e) Plasmídio f) Variação somaclonal g) Seleção natural vs seleção artificial 100) Comparar seleção natural com seleção artificial.Questões . 97) 45 Foi feita uma mistura de sementes de linhagens homozigóticas para um caráter com alelismo múltiplo. 101) Conceituar: a) Segregação independente b) Gene restaurador de fertilidade c) Herança ligada ao sexo d) Supergene e) Herança poligênica f) Um gene . com relação aos genes j-1 e j-2 ? Considerando que as linhagens são puras.Genética Geral Pede-se: a) Qual o tipo de ação gênica predominante no controle do caráter. Considere duas hipóteses: a) Todos os gametas tem a mesma viabilidade. c) A média da geração F3. b) O coeficiente de herdabilidade no sentido amplo. a) como se pode ter certeza se essas linhagens são realmente puras (homozigóticas) ? b) qual a constituição genética das sementes de milho nos 3 saquinhos . como saber se as duas linhagens são homozigóticas para o mesmo gene ? Descreva e esquematize os passos do processo. b) Os gametas portadores de alelo B1 tem viabilidade de 80% em relação aos demais. e o outro saquinho contém o gene j-2 no cromossomo 4. Explique as diferenças entre eles.uma enzima g) Ligação absoluta h) Teste x 2 102) Em procariotos. na seguinte proporção B1B1 = 20%. 98) Interpretar as equações seguintes e descrever as suas implicações práticas: BB Bb bb p 2+ Fpq 2 pq (1 . Cada um dos saquinhos de milho japônica contém linhas puras diferentes: um deles contém o gene j-1. calcule as frequências gênicas e genotípicas na população em equilíbrio de Hardy-Weinberg. Conselho do Programa de Pós-Graduação em Agronomia “Genética e Melhoramento de Plantas”. 103) Um melhorista tem 3 saquinhos com sementes de milho: o 1º saquinho tem sementes de milho normal (folhas verdes) e os outros 2 saquinhos tem sementes de milho japônica (folhas estriadas de verde e branco). B2B2 = 30% e B3B3 = 50%. ESALQ/USP . Após cruzamento completamente ao acaso. d) A média da geração Fn (homozigose completa).

8 polegadas.20.2 polegadas e a média de indivíduos selecionados desta população para serem reprodutores da geração seguinte é de 0. ESALQ/USP .Questões . relações e limitações deste procedimento. exemplifique e comente sobre as perspectivas da utilização das mesmas em relação aos sistemas convencionais de recombinação. Relatar sobre os processos que podem ser usados para separar e medir os efeitos mencionados. 112) Suponha uma sequência de nucleotídeos de DNA.Exon b) Alelos múltiplos c) Frequências alélicas e genotípicas d) Mecanismos de isolamento reprodutivo e) Espécie (genética) f ) Herdabilidade g) Pleiotropia h) Variação somaclonal 111) Após 1973. é mantido um acesso de determinada planta autógama. 109) Nas pesquisas genéticas tem sido frequentemente necessário separar os efeitos genéticos dos efeitos ambientais. Em uma população. considere uma mutação mostrando como a mesma foi obtida e descreva. A e a . cada um dos seguintes termos: a) fenótipo b) genótipo c) dominância d) cruzamento teste e) retrocruzamento 46 105) As estimativas demonstram que a espessura da gordura no lombo de certa raça de suínos tem uma herdabilidade de 80%. Qual é a média que podemos prever para a geração seguinte ? 106) O loco A tem dois alelos. f(a) = 0. 113) Em um banco de germoplasma.Genética Geral 104) Definir em menos de 5 linhas. valor adaptativo médio e efeito aditivo de substituição gênica ? Justifique sua resposta. Quais são essas técnicas conhecidas até o momento ? Descreva separadamente cada uma delas. 110) Conceituar e exemplificar se necessário : a) Intron . constituído de 5 sementes. localizando na célula todos os passos desde a ocorrência dessa mutação até os efeitos finais causados. Qual a máxima frequência de heterozigotos possível nesta população ? 107) Que relações você pode estabelecer entre mudança de frequência gênica devido à seleção natural e nível de variabilidade da população. novas técnicas foram descritas e estão disponíveis para o Geneticista empregálas como mecanismos diretos ou auxiliares de recombinação. Suponha que a média da espessura desta raça é de 1. cujos genótipos são: Aa Aa AA AA AA Conselho do Programa de Pós-Graduação em Agronomia “Genética e Melhoramento de Plantas”. 108) Os programas de melhoramento comumente envolvem seleção simultânea para vários caracteres. Descrever sobre as implicações.

ShSh WxWx JJ HtHt X shsh wxwx JJ htht em que todos os locos apresentam dominância. participam da mesma via metabólica. c) A frequência esperada do genótipo AaBbccdd. Qual a probabilidade de o alelo a ser extinto na primeira geração ? 114) Dois locos estão localizados no mesmo cromossomo: ___A. de Fisher quais são os três fatores dos quais depende a velocidade de alteração da frequência gênica sob a ação da seleção? Como essa velocidade é afetada por cada um desses fatores ? 118) Considere um indivíduo heterozigoto (geração F1) para quatro genes (AaBbCcDd). b) a diferença entre as variâncias do caráter na geração 0 e na geração 1(em kg2). além disso. que produz uma enzima eficiente e b que produz uma enzima inativa. Quais as porcentagens dos diferentes tipos de fenótipos obtidos do cruzamento AaBb (associação) x aabb ? 115) Uma população.05 . que determina a cor da flor: A B Substrato ______↓_______ Pigmento ______↓_______ Pigmento incolor Azul Roxo O loco A tem 2 alelos: A . envolvendo locos independentes de milho.30 . De cada progênie uma semente é sorteada e guardada. b) A frequência esperada do genótipo parental com a mesma estrutura de ligação. responda: a) Qual a probabilidade de obtenção de um indivíduo geneticamente idêntico a F1 em F2? b) Qual a probabilidade de obtenção de Sh____J____Ht____ em F2 ? 117) De acordo com o Teorema Fundamental da Seleção Natural. tem a seguinte estrutura. para produzir a geração 1. com distâncias genéticas de 0.m. que produz uma enzima eficiente e a . sendo A e B ligados em associação no cromossomo I e C e D ligados em repulsão no Cromossomo V.80 . Conselho do Programa de Pós-Graduação em Agronomia “Genética e Melhoramento de Plantas”. para manter o tamanho do acesso (5). que produz uma enzima inativa.10 e 0. na geração 0 . Calcule: a) a diferença entre as médias do caráter na geração 0 e no geração 1(em kg). Desconsidere os efeitos do ambiente ou de genes modificadores.Questões . Estes locos. com relação ao loco A: f(AA) = 0. f(Aa) = 0. Pede-se: a) As frequências gaméticas esperadas.0 kg. supondo que a combinação gênica ab torna inviável o gameta masculino que a contem. as sementes são plantadas e produzem progênies. e permita que os indivíduos restantes (o grupo selecionado) se intercruze ao acaso. o loco B tem 2 alelos: B . ESALQ/USP . depois de determinado intervalo de tempo. f(aa) = 0. Realize uma seleção de 100% contra os indivíduos aa. respectivamente.____ 6 u.Genética Geral 47 Para preservar o acesso.I5 O genótipo A___ confere o peso de 20.0 Kg ao indivíduo e o genótipo aa lhe confere o peso de 8.__________B. 116) Dado o cruzamento seguinte.

40. 2 braquítico. 122) Explique com detalhes como pode ser demonstrado que a duplicação do DNA é semiconservativa. c) Em diversos organismos analisados. 123) Defina os seguintes termos: a) Transposon b) Cistron c) Intron/Exon d) Codon 124) Conceituar: a) Heterose e endogamia b) Interação de genótipos por ambientes c) Coeficiente de herdabilidade d) Variância genotípica e) Epistasia 125) O cruzamento de duas variedades de milho resultam em uma geração F1 heterozigota para 3 genes recessivos: an (antera anormal). Conselho do Programa de Pós-Graduação em Agronomia “Genética e Melhoramento de Plantas”. qual é o valor da variância devida ao ambiente ? Se em vez de seleção individual for feito um teste de progênie (seis plantas por progênie). Do cruzamento teste da geração F1 com uma linhagem totalmente homozigota recessiva obteve-se a seguinte progênie: 355 antera anormal. Pergunta-se: a) Qual o genótipo das variedades parentais ? b) Construa o mapa genético com as respectivas distâncias entre os 3 genes. a) Auto-incompatibilidade gametofítica b) Macho-esterilidade genética c) Espécie monóica d) lnteração genótipo x ambiente e) Heterose 121) Comparar seleção natural vs seleção artificial como forças determinantes de alterações da estrutura genética de populações. a relação entre o número de nucleotídeos (a) de um mRNA e o número de aminoácidos da proteína formada (b) mostrou que a/b = 3. c) Calcule o valor de interferência. sob as mesmas condições ? 120) Definir os seguintes termos. ESALQ/USP . em cada caso. 339 braquítico e estriado. a) Um aminoácido pode ter todos os 20 aminoácidos como vizinhos. qual propriedade do código genético é evidenciada e justificar. 17 antera anormal e braquítico. 21 estriado. qual seria o diferencial de seleção para obter o mesmo ganho anterior. 126) As propriedades do código genético foram decifradas a partir de uma série de experimentos. br (braquítico) e f (estriado). 88 totalmente tipo selvagem.Questões . 55 antera anormal. Indicar. 2 antera anormal e estriado. b) A alteração de uma base nitrogenada só pode alterar um aminoácido na proteína. braquítico e estriado. Qual deverá ser o diferencial de seleção para elevar a média populacional para 100 g/planta após o processo de seleção ? Se a variância genética for Vg = 200 . Abaixo estão representados os resultados de alguns destes experimentos.Genética Geral 48 119) Considere uma população heterogênea de plantas individuais homozigóticas com média de produção de m = 80 g/planta e coeficiente de herdabilidade de h2 = 0.

c) qual a importância das mutações espontâneas na agricultura ? 130) Quais as diferenças básicas entre deriva genética e seleção natural ? 131) Qual a função: (a) do promotor ? (b) do operador ? (c) da sequência líder do mRNA ? 132) Uma população.T C T.A U C.G G A.U U U. (Consultar o Código Genético no Anexo 1). GGA e GGG codificam o aminoácido glicina. Por que a fita de RNA não corresponde inteiramente à de DNA ? Que fenômenos ocorreram para a formação desse mRNA a partir do DNA ? Em que parte da célula estes fenômenos ocorrem ? 128) Com base na questão acima.A C U. Desconsidere efeitos do ambiente ou de genes modificadores.G T A.0 kg ao indivíduo e o genótipo aa lhe confere o peso de 5.A C G .C C A.G T G.A U G.A A A A A A A A A A A A A A . 1 10 20 30 40 5' .A U A.A C C.24 f(aa) = 0.3' 10 20 30 40 5' . 92 O genótipo A___ confere o peso de 10.C A G . 133) Considere a população com a seguinte estrutura: f(AA) = 0. e permita que os indivíduos restantes (o Grupo Selecionado) se intercruze ao acaso.U A C. se ocorresse: a) uma substituição da timina da posição 20 por uma citosina ? b) uma deleção da timina da posição 25 . e) Os codons GGU. A U G.G A C.A T T.56 (Geração 0) Conselho do Programa de Pós-Graduação em Agronomia “Genética e Melhoramento de Plantas”.06 f (aa) = 0. com relação ao loco A: f(AA) = 0. U A A.G G C. coli codifica proteína de coelho. 50 60 70 80 G T A.A G C. colocado num sistema livre de células obtido de bactérias de E.T T T .T A G.A A C .3' Os nucleotídeos estão numerados de 10 em 10. U A G. 127) São dadas a seguir uma sequência de DNA (fita non-sense) eucariótico e a respectiva fita de mRNA normalmente transcrito a partir dela.C C G. 129) Que alterações seriam provocadas no polipeptídeo traduzido a partir do mRNA da questão anterior. 90 100 G C C.A T G. .T C C.U C C. 90 100 T A C . C C C .Questões .Genética Geral 49 d) mRNA de coelho. ESALQ/USP . b) a diferença entre as variâncias do caráter na geração 0 e na geração 1(em kg2).G C C.A T A.G A G.U G G.G T C. tem a seguinte estrutura. Calcule: a) a diferença entre as médias do caráter na geração 0 e na geração 1(em kg).G C T. A C C.A G C.U C A. sem acumulá-las. G U G.A A C.T A A. Considere todas essas mutações separadamente. T T C.A U U. CGC.A C G.G U C. para produzir a geração 1. A C T. T G G. T C A. U C U.G G C .G A A.T T T.G A G.G G A.C C G. na geração 0 .G A A.A C C. qual será a sequência de aminoácidos do polipeptídeo traduzido do mRNA.U U C.G. 50 60 70 80 G U A.20 f(Aa) = 0. Realize uma seleção de 100% contra os indivíduos aa.C A G.G C U.C C C.0 kg.A T G.A T C.02 f(Aa) = 0.

em relação ao loco B. com dois alelos (A1 e A2) e o loco S. 135) Relacione os princípios básicos da teoria evolutiva proposta por Darwin. Os códons estão separados por pontos. Calcule as frequências genotípicas resultantes do seguinte cruzamento. Bb-68.Genética Geral 50 Nessa geração o coeficiente de endogamia (F0) é 0. A1S1 A1S2 A2S2 A2S3 138) A seguir é dada a sequência inicial do primeiro exon de um gene eucariótico (fita sense). ESALQ/USP . com alelos múltiplos (S1. A tabela do código genético é mostrada no anexo 1.0. Responda: a) O que é equilíbrio de Hardy-Weinberg e quais as condições para que esse equilíbrio se manifeste ? b) A população acima está em equilíbrio de Hardy-Weinberg ? Embase sua resposta em cálculo estatístico. 10.TAC.TAC.. Todos os indivíduos são autofecundados sucessivamente produzindo as gerações 1. bb.Questões . considerando-se que a série S refere-se ao sistema de auto-incompatibilidade gametofítica.AAA. a) Qual é o coeficiente de endogamia da geração 1 ? b) Qual é a frequência de AA na geração 1 ? c) e na geração 10 ? 134) Numa população foram amostradas 200 indivíduos que se classificaram da seguinte maneira.48.AGT-5' a) Qual é a sequência do mRNA correspondente à sequência acima ? b) Qual é a sequência de aminoácidos correspondentes à sequência acima ? c) Como seria essa sequência de aminoácidos se ocorresse a seguinte mutação. 3’ . considere cada item independentemente.b: BB-84. O que a moderna teoria sintética da evolução acrescentou ao modelo proposto por Darwin ? 136) O que é intron e exon e quais as suas funções ? 137) O loco A.TTT. Conselho do Programa de Pós-Graduação em Agronomia “Genética e Melhoramento de Plantas”. S2 e S3) são ligados com uma frequência de recombinação de c = 0. I)Uma transição no terceiro nucleotídeo do segundo códon ? II) Uma transversão no primeiro nucleotídeo do segundo códon ? III) Uma transversão no terceiro nucleotídeo do segundo códon ? IV) Uma transição no primeiro nucleotídeo do primeiro códon ? V) Uma transição no primeiro nucleotídeo do quarto códon ? VI) Uma substituição do G do último códon por um T ? VII) Uma adição de um A logo depois do primeiro códon? 139) O que é: a) mutação silenciosa ? b) mutação neutra ? c) exon ? 140) Qual é o efeito dos seguintes sistemas reprodutivos sobre a estrutura genética das populações de plantas que as apresentam. 2.CGC. As mutações não são cumulativas...20 . em termos de frequência de homozigotos e heterozigotos.

Uma população apresenta a seguinte constituição genotípica : S1S2 = 30%. O pedaço C foi idêntico a 22 . como aquele que controla o amadurecimento dos frutos. S1S3 = 50% e S2S3 = 20%. você encontrou que o fragmento produziu dois subfragmentos (31 e 32) e o fragmento 2 produziu três (21. ESALQ/USP . o pedaço D produziu fragmentos 1 e 31. Trabalhando com essa bactéria. 145) Suponha que você isolou uma bactéria resistente à estreptomicina. especule sobre as possíveis reações dos 3 materiais.Questões . uma população de uma espécie alógama que se reproduz por semente na prática e um clone de uma espécie alógama que se reproduz vegetativamente na prática com relação às frequências de homozigotos e heterozigotos. Depois da digestão da molécula inteira com Hind II.Genética Geral a) cleistogamia b) dioicia c) agamospermia 51 141) Compare uma linhagem de uma espécie autógama. 2. Depois da digestão de cada um desses fragmentos com Hind II. Depois da digestão com Eco RI. Que critérios você utilizaria para saber se a resistência a estreptomicina em estudo é determinada por um gene cromossômico ou plasmidial ? 146) Você tem uma molécula de DNA purificado e deseja fazer o mapa de restrição desse DNA. Calcule as frequências gênicas e genotípicas na população resultante do cruzamento completamente ao acaso. Frente a uma epidemia de determinada doença. você verificou que essa característica pode ser perdida em uma determinada frequência. 142) Por que interessa ao melhorista conhecer os componentes da variância fenotípica de uma população ? 143) Uma espécie alógama apresenta incompatibilidade gametofítica controlada pelos alelos múltiplos S1. No genoma da planta transgênica estão presentes o gene normal e o gene clonado de forma invertida ligado a um promotor forte. B. você obteve quatro fragmentos : 1. você recuperou quatro pedaços : A. 147) Conceitue: (a) Domesticação (b) Seleção (c) Melhoramento (d) Variedade (e) Híbrido 148) Em transformação de plantas existe um estratégia (chamada RNA anti-sense) para diminuir ou anular a expressão de um gene endógeno. C e D. Construa o mapa de restrição desse DNA. Quando esses pedaços foram tratados com Eco RI. A produziu 32 e 21 e B produziu 23 e 4. 2 2 e 23) . 3 e 4. Explique e esquemetize como e porque a expressão do gene normal é anulada ou reduzida. 144) Conceituar : a) Progresso esperado na seleção b) Variância genética aditiva c) Correlação genética d) Herdabilidade realizada e) Coeficiente de endogamia. Conselho do Programa de Pós-Graduação em Agronomia “Genética e Melhoramento de Plantas”. S2 e S3.

indivíduos normais são representados pela figura vazia enquanto os afetados por uma doença hereditária.. 321 101 310 107 1 Verm. 70 91 86 77 5 Verm. as diferenças nas frequências do alelos quando se comparam as três populações. Lisa 219 207 64 71 2 Verm. Rec. X Verde.. Rec. Rec. X Verde. Fenótipo dos Parentais Recortada Lisa Recortada Lisa Verm. ESALQ/USP . 722 231 0 0 3 Verm.. X Verm. Rec... N° de Indivíduos Vermelho Vermelho Verde Verde Cruzam. (a) Determine os alelos dominantes e (b) os genótipos dos parentais em cada cruzamento. provavelmente. Rec. dois alelos de um gene determinam a cor do caule e dois alelos de um outro loco controlam a forma das folhas. Rec. (b) fornecendo o valor da interferência e (c) os valores esperados para cada classe de descendentes se o gene C segregasse independentemente dos demais. múltiplos alelos controlam incompatibilidade de tal forma que o tubo polínico não cresce se o alelo S que ele contém está também presente no gameta feminino. 468 156 156 52 6 153) A tabela mostra o número de indivíduos de cada uma das classes genotípicas de um loco com ação codominante. Lisa X Verde. pela figura cheia. (b) responda se estão em equilíbrio de H-W e (c) indique a que se devem. Rec. A tabela mostra a segregação obtida para estas duas características em 6 cruzamentos...... X Verde. BaC bAc BAC bac 42 43 140 145 Bac bAC BAc baC 6 9 305 310 150) Em certas espécies vegetais..Questões .Genética Geral 52 149) (a) Calcule a distância entre os genes de uma espécie vegetal a partir da análise dos descendentes do seguinte um cruzamento-teste. Rec. Rec. Supondo-se que os genótipos S1S3 e S2S4 foram cruzados e a progênie obtida foi totalmente intercruzada. No pedigree. População Esquimós Egípcios Chineses MM 8350 2780 3320 MN 1560 4890 4860 NN 90 2330 1820 Conselho do Programa de Pós-Graduação em Agronomia “Genética e Melhoramento de Plantas”. indivíduos heterozigotos são representados com um traço no meio da figura. correspondentes ao padrão de bandas de cada indivíduo. Lisa 404 0 387 0 4 Verm. Qual a proporção de cruzamentos: a) totalmente férteis? b) totalmente estéreis? c) parcialmente férteis? 151) Interprete o seguinte esquema relativo a um pedigree e os respectivos géis de DNA. 152) Em tomate. X Verm. Determine: (a) a frequência dos alelos M e N em cada população.

b) se os híbridos diferem entre si. não afeta a variedade A.L. com 6 repetições. 156) Associe as duas colunas escolhendo a opção na qual nenhum dos algarismos se repete. utilizando testes estatísticos.V. (1) eletroforese ( ) vacinas de DNA (2) RNA de fita dupla ( ) síntese de DNA in vivo (3) intron ( ) separação de fragmentos de DNA (4) operon ( ) vírus (5) primer ( ) código genético (6) promotor ( ) amplificação do DNA (7) PCR ( ) diversidade genética (8) transcrição ( ) região não-codificadora (9) AUG ( ) gene policistrônico (10) isoenzimas ( ) região regulatória (11) clonagem ( ) inserção em vetor (12) resposta imune ( ) síntese de RNA Conselho do Programa de Pós-Graduação em Agronomia “Genética e Melhoramento de Plantas”. Duas variedades de feijão (A e B) e duas linhagens do fungo (å a e b) foram estudadas e se concluiu que a linhagem å a causa doença na variedade A mas não na variedade B enquanto a linhagem b causa doença na variedade B porém. Esquematize a análise de variância (F. Interprete os resultados do ponto de vista da herança da resistência.. se: a) se as variedades diferem entre si. ESALQ/USP . Os tratamentos eram constituídos de 5 variedades e dos 10 híbridos entre elas. O cruzamento estre as variedades de feijão (A x B) foi efetuado e as populações F1 e F2 obtidas. G. houve uma segregação de 9:7 (resistentes:susceptíveis). c) se a heterose média (vigor híbrido) é diferente de zero.Genética Geral 53 154) A antracnose é uma doença fúngica que ataca o feijoeiro. Nenhuma das plantas F1 mostrou-se afetada enquanto em F2. 155) Foram avaliados experimentalmente 15 tratamentos de milho em um experimento em blocos ao acaso.Questões . e teste F) e indique como faria para verificar.

Anexos 54 ANEXOS Conselho do Programa de Pós-Graduação em Agronomia “Genética e Melhoramento de Plantas”. ESALQ/USP .Questões .

Código Genético U U UUU Phe UUC UUA Leu UUG C CUU CUC Leu CUA CUG A AUU AUC AUA AUG G GUU GUC Val GUA GUG GCA GCG Met Iieu CCA CCG ACU ACC Thr ACA ACG GCU GCC Ala GAA Glu GAG GGG G GGA AAA Lys AAG GAU Asp GAC GGC Gly A C AGG GGU AGA Arg G U A UCG CCU CCC Pro CAA GluN CAG AAU AspN AAC AGC CGG AGU Ser C G U CGA UAG AMBAR UGG Tryp CAU His CAC CGC Arg A C CGU G U UCC Ser UCA UAA OCRE UGA ? A UAC UCU C UAU Tyr UGC A UGU Cys C G U 55 Conselho do Programa de Pós-Graduação em Agronomia “Genética e Melhoramento de Plantas”.Anexos ANEXO 1. ESALQ/USP .Questões .

5271 96.2672 35.0170 13.5312 101.3072 23.4607 45.6660 23.498 χ2.5871 28.4494 16.0261 22.6384 42.0128 17.0705 12.1882 26.0863 16.3970 85.0642 22.3816 35.87944 10.3616 14.9894 27.8133 32.9200 23.3367 24.4010 42.050 3.5476 20.4202 83.6883 29.2093 24.9278 48.5048 79.8194 31.6449 50.3193 32.6465 41.77944 9.6751 21.5346 19.3641 40.7659 79.215 116.3794 100.9968 41.879 113.6837 15.8325 14.3070 19.8013 34.8119 18.145 124.4104 32.21034 11.5782 107.2750 18.5893 25.9550 23.8922 63.342 χ2.9933 52.0757 39.9159 39.6720 66.8852 40.1910 31.4900 91.Questões .807 χ2.9792 59.425 112.2962 27.1564 38.100 2.5418 24.9190 18.70554 4.2782 49.02389 7.4151 37.25139 7.7569 28.63490 9.5662 38.7807 38.2976 95.0069 33.8602 16.3417 71.565 118.9798 44.3621 23.99147 7.3141 45.9244 35.6705 33.5966 12.7185 37.1908 37.2560 51.3372 42.6151 30.4884 28.9232 43.136 129.1813 45.7956 44.4789 36.9958 26.2995 29.34840 11.60517 6.1413 30.1725 36.0231 106.23635 10.321 128.4753 20.0875 40.629 118.1944 44.2899 49.9871 17.8053 36.7585 67. ESALQ/USP .3356 53.025 5.0228 20.4831 21.1133 41.4087 34.2036 28.7250 26.1433 12.2894 41.37776 9.5569 43.299 140.4120 29.5585 46.005 7.9630 48.8050 63.8454 30.5822 39.561 χ2.6907 76.7690 25.5631 36.5916 14.7356 26.8523 34.1696 35.010 6.2170 27.2767 15.0902 21.169 Conselho do Programa de Pós-Graduação em Agronomia “Genética e Melhoramento de Plantas”.7729 55.5494 19.6848 24.1963 34.329 124.5879 50.7496 18.116 135.3449 13.9517 104.8119 21.9999 33.1190 27.48773 11.8693 30.1435 31.5264 32.9321 40.5779 31.84146 5.Anexos ANEXO 2.6525 38.7412 37.5073 16. Tabela de Qui-Quadrado Degrees of freedom 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 40 50 60 70 80 90 100 56 χ2.0671 15.6446 12.1671 74.1539 88.6417 46.7222 46.2777 21.81473 9.0819 90.8381 14.

Anexos ANEXO 3. Mapa Genético do Milho Linkage Map of Maize Chromosomes 57 Conselho do Programa de Pós-Graduação em Agronomia “Genética e Melhoramento de Plantas”. ESALQ/USP .Questões .

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful