Você está na página 1de 28

Prof.

Marcelo José Simonetti


mjsimonetti@yahoo.com.br
ACOPLAMENTOS
Conceito
Acoplamento é um conjunto mecânico, constituído de elementos
de máquina, empregado na transmissão de movimento de
rotação entre duas árvores ou eixos-árvore.

Suas funções:
•Ligar eixos de mecanismos diferentes;
•Permitir a sua separação para manutenção;
•Ligar peças de eixos (que pelo seu comprimento não seja
viável ou vantajosa a utilização de eixos inteiriços);
•Minimizar as vibrações e choques transmitidas ao eixo movido
ou motor;
•Compensar desalinhamentos dos eixos ou introduzir
flexibilidade mecânica.
Categorias dos acoplamentos
Rígidos /fixos e Flexíveis /complacentes.

Nos acoplamentos rígidos, nenhum desalinhamento é permitido


entre os eixos e são utilizados quando se necessita precisão e
fidelidade de transmissão é requerida.São exemplos de
aplicação: máquinas automatizadas e servo mecanismos.
Acoplamentos fixos

Os acoplamentos fixos servem para unir árvores de tal maneira


que funcionem como se fossem uma única peça, alinhando as
árvores de forma precisa.
Por motivo de segurança, os acoplamentos devem ser
construídos de modo que não apresentem nenhuma saliência.
Acoplamentos Flexíveis /Elásticos

Esses elementos tornam mais suave a transmissão do


movimento em árvores que tenham movimentos bruscos, e
permitem o funcionamento do conjunto com desalinhamento
paralelo, angular e axial entre as árvores.

Os acoplamentos elásticos são construídos em forma


articulada, elástica ou articulada e elástica. Permitem a
compensação de até 6 graus de ângulo de torção e
deslocamento angular axial.
Acoplamento elástico de pinos
Os elementos transmissores são pinos de aço com mangas de
borracha.
Acoplamento perflex
Os discos de acoplamento são unidos perifericamente por uma
ligação de borracha apertada por anéis de pressão. Esse
acoplamento permite o jogo longitudinal de eixos.
Acoplamento elástico de garras
As garras, constituídas por tocos de borracha, encaixam-se nas
aberturas do contra disco e transmitem o movimento de
rotação.
Acoplamento elástico de fita de aço
Consiste de dois cubos providos de flanges ranhuradas, nos quais está
montada uma grade elástica que liga os cubos. O conjunto está alojado
em duas tampas providas de junta de encosto e de retentor elástico
junto ao cubo. Todo o espaço entre os cabos e as tampas é preenchido
com graxa.
Apesar de esse acoplamento ser flexível, as árvores devem estar bem
alinhadas no ato de sua instalação para que não provoquem vibrações
excessivas em serviço.
Acoplamento de dentes arqueados
Os dentes possuem a forma ligeiramente curvada no sentido
axial, o que permite até 3 graus de desalinhamento angular. O
anel dentado (peça transmissora do movimento) possui duas
carreiras de dentes que são separadas por uma saliência
central.
Junta universal homocinética
Esse tipo de junta é usado para transmitir movimento entre
árvores que precisam sofrer variação angular, durante sua
atividade. Essa junta é constituída de esferas de aço que se
alojam em calhas.
Acoplamentos móveis - Acionamento
São empregados para permitir o jogo longitudinal das árvores. Esses
acoplamentos transmitem força e movimento somente quando
acionados, isto é, obedecem a um comando. Os acoplamentos móveis
podem ser: de garras ou dentes, e a rotação é transmitida por meio do
encaixe das garras ou de dentes. Geralmente, esses acoplamentos
são usados em aventais e caixas de engrenagens de máquinas-
ferramenta convencionais.
EM RESUMO

Os acoplamentos flexíveis permitem algum desalinhamento. Os


desalinhamentos possíveis são: axial,angular,paralelo e torcional.
Estes desalinhamentos podem surgir isolados ou combinados.
OUTROS EXEMPLOS DE ACOPLAMENTOS
DIMENSIONANDO UM ACOPLAMENTO

Caso acoplamento rígido com parafusos


Os Parafusos
Os parafusos que fixam as flanges do
acoplamento rígido trabalham com pré-
carga, sob tensão e deverão ser bem
dimensionados para não sofrerem
deformações na montagem.
Deverá ser observada a força tangencial “F”
que depende fundamentalmente da força
de aperto “Q” e por sua vez, a força de
aperto “Q” é bem maior que a força
cortante “F”.
FORMULAS
CALCULANDO UM ACOPLAMENTO
Dimensione um acoplamento rígido como representado na figura que será
utilizado para unir as extremidades de dois eixos. As flanges do acoplamento
são fixadas por meio de seis parafusos, e os eixos deverão transmitir 40 CV de
potencia, girando a 250 RPM, em serviço continuo 24 horas por dia,
determinar:
a) A força cortante nos parafusos (F);
b) A força de aperto dos parafusos;
c) O diâmetro dos parafusos;
d) O torque de aperto. - Utilizar parafusos classe 6.8 (ABNT).

170
CALCULANDO UM ACOPLAMENTO
CALCULANDO UM ACOPLAMENTO

0000000 00
DIMENSIONANDO UM ACOPLAMENTO ELÁSTICO

FORMULAS
Momento torçor = Kgf.m Momento torçor = N.m
TABELA PARA ENCONTRARMOS “F1”
TABELA PARA ENCONTRARMOS “F1”
TABELA PARA ENCONTRARMOS “F2 - F3 e F4”
APLICAÇÃO
SELEÇÃO RÁPIDA: MOTOR ELETRICO / ACOPLAMENTO
OBRIGADO PELA ATENÇÃO!

Prof. Marcelo José Simonetti


mjsimonetti@yahoo.com.br