Você está na página 1de 52

DSS – Diálogo Semanal de Segurança

Segurança no trabalho de pintura

O trabalho do pintor envolve riscos bem específicos.

Nessa postagem iremos abordar os principais riscos e medidas de


prevenção que devem ser adotadas para a minimizar os riscos.

Para um trabalho seguro:

- Conheça o trabalho a ser executado

A falta de conhecimento sobre o trabalho e dos riscos é um causador de risco.

Se a empresa não prover treinamento admissional pr ocure saber os riscos de


outra forma, talvez uma conversa com o pessoal da CIPA ou do SESMT já
será suficiente.

- Inspecione os andaimes no começo de cada jornada

Atenção a cada detalhe, fazer uma inspeção minuciosa é muito importante.

Se observar algum risco ainda que pequeno, não util ize o referido andaime.
O mesmo vale para qualquer equipamento. Nada vale mais do que a vida.

Acione o reparo qualificado, para posteriormente depois de liberado utilizá-lo.

- Cuidado com a rede elétrica na pintura de fachadas

Evite aproximação! Se o rede elétrica oferecer riscos solicite o desligamento


até o término do trabalho.

- Quando estiver trabalhando em altura solicite o isolamento da área a


baixo

Essa atitude colabora com a segurança de quem está trabalhando no nível do


solo.

Às vezes por um descuido pode cair algum objeto ou ferramenta, e se tiver


alguém passando no momento o acidente pode ser até fatal.
- Cinto de Segurança

Ao sair ou entrar no balancim bem como durante todo o exercício de cada


atividade o trabalhador deverá usar o Cinto de Segu rança;

- Mantenha o local de trabalho desimpedido e organizado

A bagunça é um causador de acidentes em potencial.

Um ambiente com ferramentas espalhadas por todo lado é um convite para um


novo acidente

- Utilize os EPI's recomendados para a função e para a tarefa

Lembre-se o incomodo causado pelo EPI é passageiro, as sequelas de um


acidente podem não ser.

- Participe dos exames periódicos quando convocado

Através dos exames médicos busca-se um diagnósticoprecoce e antecipação


de doenças ocupacionais, por isso são importantes.

- Não levante nem transporte peso acima da sua capaci dade física

Se estiver muito pesado peça ajuda a algum colega na empresa.

- Janelas, sacadas e vãos abertos

Em serviços, próximos a sacadas ou vãos de janelas, os trabalhadores devem


utilizar o cinto de segurança.

Algumas pessoas se penduram para realizar esse tipo de serviço, isso é um


erro que pode custar à vida.

Dê à devida atenção a atividade que irá executar, n ão faça na correria


faça com segurança;

- Inspecione o balancim no começo da cada jornada de trabalho

Isso não é dever só do Setor de Segurança do Trabalho, CIPA e empresa.


Na realidade ninguém pode fazer mais pela segurançado trabalhador do que
ele mesmo, portanto que cada um faça mais do que a sua parte.

- Evite contato prolongado com as tintas

Conheça a composição química da tinta que está util izando. Para isso basta
ler o rótulo do produto.

Recomenda-se evitar o contato fazendo uso de luvas, camisa de manga longa,


calça comprida e botina.

Troque sempre que possível as roupas sujas com o produto.

Use máscara no lixamento de parede

O ato de lixar parede normalmente desprende grande quantidade de pó. O EPI


é muito indicado.

THINNER OU OUTROS SOLVENTES

- Quando estiver utilizando thinner use proteção adeq uada

Em ambientes com ventilação e ventilação moderada a máscara com


filtros para vapores orgânicos é recomendada.

Em ambientes confinados verifique com o SESMT ou CIPA a necessidade de


usar aparelho respiratório com ar mandado ou aparelho autônomo.

- Para proteção das mãos

Use luvas com material resistente a solventes. As luvas recomendadas


são com borracha butílica, PVC ou outra resistente a solventes.

- Para proteção dos olhos

Use óculos de segurança resistente ao produto, ou máscara facial.

- Para proteção da pele e do corpo


Avental, Capacete e Botas de material impermeável e quimicamente resistente
ao thinner. Se houver risco de projeção, usar vestuário de proteção total com
botas de borracha butílica ou Neoprene.

- Não reutilize as embalagens de solventes para outro s fins

Principalmente se for para armazenar algum tipo de produto alimentício.

- Durante a aplicação

Não coma ou beba. Após a aplicação lave as mãos, me smo se estiver


usando luvas.

- Após a aplicação

Retire as roupas sujas com o produto.

Retire também os trapos ensopados com Thinner ou outros materiais


combustíveis do local de trabalho

Algumas misturas químicas nem dependem da ação do homem para entrar em


combustão. Todo cuidado é pouco!

Descarte esses trapos em local seguro.

- Respeite as normas internas da empresa

Elas foram elaboradas para proporcionar um ambiente mais seguro.

Se não concordar com alguma delas, mesmo assim cont inue obedecendo
e procure conversar educadamente a respeito.
Como evitar o estresse no trabalho - DDS

Conhecido como “o mal do século” o estresse tem afetado muitas pessoas


nos dias atuais..

No texto mostraremos que é possível sim, ter qualidade de vida até no trabalho.
Tudo irá depender de nós, afinal, nosso modo de encarar a vida irá
determinar como viveremos!

Trabalhar é viver, e viver é trabalha r

Tem muita gente que encara o trabalho como uma guerra!

Tem gente que quando está indo para o trabalho o fi lho pergunta, “pai para
onde o Senhor está indo” ele diz “estou indo para o inferno”. Quer dizer, além
do pai não gostar de trabalhar, está vacinando o fi lho contra o trabalho.

É importante que nos lembremos que somos responsáveis pela formação


intelectual dos nossos filhos. Se vacinarmos eles contra o trabalho, irão ter
uma vida de trabalho frustrada...

Devemos nos lembrar que trabalhar é viver! Trabalhar é uma atividade natural!
E a menos que tenha nascido podre de rico terá que trabalhar por longos anos,
seja de um jeito ou de outro! Que tal passar por esses anos acreditando na
naturalidade do trabalho para com o ser humano?

- Mantenha uma alimentação saudável

Boa parte de nossas doenças teriam sido evitadas apenas adotando uma
alimentação saudável.

A alimentação saudável é importante durante todas a s etapas da vida.

É fato, que quem se alimenta melhor adoece menos, emt mais chance de
viver mais e envelhece mais devagar.

- Tenha hábitos saudáve is


Tudo que sentimos a noite é fruto do que fizemos durante o dia. Adotar
hábitos e atividades saudáveis é importante para manter um corpo são, e até
pode ser responsável por uma ótima noite de sono.

- Durma bem

Entre 6 e 8 horas de sono é suficiente para a maioria de sentir descansado e


desestressado. Descubra entre esse tempo qual é o suficiente para você!

Invista em seu bem estar, dormir bem não é luxo é obrigação! É provado que
quem não dorme bem tem mais chances de sofrer com p roblemas de saúde
com o passar dos anos.

- Não leve as críticas para o lado pessoal

Antes de se irritar com a crítica, pare e observe se ela tem fundamento. Se


tiver, corrija seu erro e peça desculpa se necessário, se não tiver não a
absorva.

Seja racional em relação a crítica. As que forem lógicas ,ou seja, tiverem
motivo, use como escada para subir em lugares mais altos.

- Encare os desafios de frente

Cada desafio deve ser encarado como uma oportunidade de auto-superação


e crescimento profissional.

Os medrosos se acovardam e os guerreiros vão para a guerra! Nos devemos


decidir em que lado queremos estar!

- Comunique-se

Trabalhar às vezes é muito cansativo, mas, tem uma grande vantagem em


trabalhar ao redor de muitas pessoas. Me refiro a quantidade de colegas e
amigos que podemos fazer no ambiente de trabalho.
É claro que tem hora para tudo, mas, as vezes é fácil encontrar pessoas
com pensamentos em crenças em comum.

Tem alguns amigos de empresas são mais amados por nós do que nossos
próprios familiares. Esse tipo de amizade é muito bom, nos mantém felizes,
quem é feliz se estressa menos.

- Se afaste de pessoas pessimistas

Tem pessoas que só vêem a vida com olhos negativos.

Assim como a alegria de uma pessoa pode te contagiar, o pessimismo de outra


também pode!

Não se deixe contagiar pelo pessimismo. Se for nece ssário diminua


relações com pessoas assim.

- Organize seu ambiente de trabalho

Esse passo é difícil para alguns e me incluo neles.

É fundamental manter o ambiente de trabalho organizado, seja ele qual for.

Uma pessoa organizada passa uma impressão de ser bo m profissional e


todos valorizam isso.

Um ambiente organizado é um ambiente mais leve e gostoso de passar o dia.

- Cuide de sua postura

Uma pessoa que se larga na cadeira além de passar uma impressão de “to
nem aí” adquire problemas ergonômicos a médio e logo prazo. E, além disso,
uma boa postura melhora a circulação do sangue e isso tende a diminuir a
carga de estresse.

Se a cadeira tem encosto use-o adequadamente.

Se trabalha com computador, ajuste a luminosidade da tela para evitar o


cansaço prematuro das vistas.
- Deixe o trabalho no trabalho

Ao terminar um dia de trabalho um pouco “puxado” é comum que fiquemos


"remoendo o que aconteceu no dia :). E com isso ficamos pensando, “amanhã
tenho muita coisa a fazer, aquele problema não pode passar de amanhã”,
esse tipo de pensamento nos faz ficar “armados” contra o trabalho. Então no
outro dia já chegamos a empresa com a carga de estresse l á em cima, e
qualquer probleminha por minúsculo que seja, se transforma e m um gigante...

A menos que seja impossível não leve trabalho para casa, se isso acontecer
não permita que se torne rotina.

Com as novas regras para o trabalho as empresas estão se precavendo


mais, afinal, levar trabalho para casa em alguns casos pode até gerar
problemas judiciais com a empresa.

Tenha momentos de lazer em família

Ter momentos de lazer é muito importante para nos livrar das cargas de
estresse.

Pesquisas recentes comprovaram que até as crianças são vítimas de


estresse. E os pais podem fazer muito para mudar esse quadro, simplesmente
tendo momentos de lazer em família.

Pratique esportes

A atividade física é indispensável para o bom funci onamento do nosso


corpo como um todo.

Quando mencionamos prática de esportes, isso não qu er dizer que tem


que passar o dia na academia!

Existem vários tipos de atividades físicas que pode mos fazer no nosso dia a
dia sem precisar gastar muito, vamos alguns exemplos:

- Quando estiver em um prédio prefira usar as escadas;


- Que tal fazer de bicicleta os trajetos menores;

- Jogar futebol com os amigos;

- Caminhar também é um ótimo exercício;

- Dançar: Esse é tão bom que pode envolver até outras pessoas mais
“chegadas” a você, ou seu parceiro (a) de vida afet iva;

- Nadar geralmente é um exercício indicado até para pessoas com elevado


grau de obesidade.

Observação: Antes de começar a se exercitar procure seu médicoe faça os


exames necessários para ver até que ponto está apto a atividade física!

Conclusão:

Se a gente seguir pelo menos um pouco dessas dicas nossa qualidade de vida
irá dar um salto rumo a qualidade! Já estou dentro, e você!
Segurança no trabalho com Lixadeiras e Esmerilhadeiras

Hoje mostraremos dicas de segurança no trabalho com Lixadeiras e


Esmerilhadeiras.

Um disco de 7 polegadas de diâmetro gira numa veloc idade de 8.500


rpm (rotações por minuto), que é alguma coisa parecida com 288 Km/h.

Quando um disco abrasivo se rompe, cada um dos seus pedaços sai numa
direção diferente na mesma velocidade de rotação, cortando o que aparecer
na frente.

Este é o motivo pelo qual se deve tomar uma série de cuidados antes e durante
a operação de esmerilhadeiras, conhecidas mais como lixadeiras:

EPI’s indicados:

- Protetor auricular

Para proteger o aparelho auditivo contra o ruído proveniente do equipamento.

- Óculos de segurança ou viseira

Para evitar acidentes com partículas em projeção

- Avental de raspa

Avalie a necessidade de utilização.

- Máscara

Para evitar a inalação de partículas pequenas.

Material frágil
Um disco usado nos trabalho de desbaste ou corte é frágil e pode quebrar.

Evite batê-los contra o soloou deixá-los em contato com umidade, fato este que
viria fragilizar ainda mais esse equipamento, diminuindo muito sua vida útil.

Proteção ou coifa

Nunca retire a proteção a capa de proteção conhecid a como “Coifa ” da


esmerilhadeira. A função é Coifa é evitar que partículas provenientes do corte
ou lixamento sejam projetadas contra operador do equipamento.

A Coifa também evita que em caso de quebra do disco o mesmo seja


lançado contra o operador . Como vimos acima a velocidade alcançada
pelo disco é incrível, as possibilidades de cortes são reais, os cuidados
também devem ser.

Roupas

Não use roupas frouxas quando estiver usando o equi pamento. Evite
ser puxado pelo equipamento, isso seria causador de algum acidente.

Ferramentas

Use ferramentas apropriadas para colocar ou retirar os discos abrasivos


do equipamento.

O certo é usarmos um par de ferramentas, uma das quais é conhecida como


"forqueta" e outra é a chave de boca, a chave de boca fixa o eixo da
esmerilhadeira, enquanto que a forqueta se encaixa nos furos do flange de
fixação para apertar ou desapertar.

Não existe necessidade de apertar o parafuso com mu ita força, o próprio sentido
de rotação do equipamento dará o aperto ade quado durante o trabalho.

Uso do disco
- Não use força excessiva para cortar ou esmerilhar algo. O disco do
equipamento não foi projetado para suportar o seu p eso;

- Antes de iniciar os trabalhos deixe o disco girar livre por um tempo e


observe se não tem oscilações no disco . Se tiver procure trocar o
disco, colocar da forma correta, corrigir...

- Se notar trepidação no momento do lixamento procure averiguar o que


está errado.

- Use o disco específico para o trabalho a ser realizado

O uso de discos não compatíveis com o trabalho são um dos grandes


causadores de acidentes com o equipamento.

Segure firme e trabalhe com atenção

- Nunca use o equipamento segurando apenas com uma mã o,


segure sempre com as duas de maneira firme. Se necessário for use
luvas para aumentar o tato e segurança melhor.

- Evite escutar músicas, MP3 ou qualquer outro tipo de coisa que possa
tirar sua atenção do trabalho .

Trabalhar de forma atenta é um dos principais itens que colaboram para evitam
acidentes.

Eletricidade

- Não use o equipamento se estiver com fios desencapa dos. Imagine se


acontecer de levar um choque quando estiver lixando algo, o risco de perder a
consciência por meio minuto que seja já leva ao ris co do operador se cortar
sem perceber.

- Não use o equipamento sem o plugue da tomada elétrica. Essa simples


atitude evita o risco de choque, e é simples de fazer;

- Mantenha o cabo de alimentação a uma distância segura do equipamento;


Incêndio

Cuidado com faíscas próximo a materiais inflamáveis.

Desligando e guardando

- Quando terminar o trabalho espere o disco parar para depois guardar o


equipamento.

- Guarde o equipamento em lugar adequado e com o disco virado para cima.

Treinamento

Em todo trabalho que envolve risco, o treinamento é peça importante para


evitar acidentes. Não permita que pessoas não trein adas operem o
equipamento.

Dicas gerais

- O equipamento pode projetar partículas a longas distâncias, evite


pessoas que não forem necessárias ao trabalho no local. Se
a permanênciafor inevitável, forneça EPis a todas elas;

- Não toque na parte em rotação ;

- Não pressione o disco de corte lateralmente. Ele não foi projetado


para isso;

- Mantenha o local de trabalho sempre organizado a desordem é sempre


uma causadora de acidente.
Riscos na construção civil – DDS

Famoso por ser um lugar com muitos riscos de acidente de trabalho,


a construção civil será o tema dessa postagem.

Segurança e Saúde do Trabalho na construção civil.

Vamos conhecer os principais riscos e as medidas gerais de prevenção.

Os riscos mais comuns no ambiente são:

- Queda de materiais

Para evitar acidentes com queda de materiais é necessário tanto o uso de


EPis quanto a segurança proporcionada pelos EPCs.

O uso do capacete de segurança é muito importante para amenizar os estragos


nesse tipo de acidente.
A plataforma de segurança também é um aliado indispensável. É um EPC
obrigatório para obras com mais de 4 pavimentos.

- Dermatoses (cimento, argamassa, etc)

É importante que todo trabalhador use luvas e máscaras para diminuir


o contato com esses materiais.

- Queda de nível

por; Andaimes;

Em todo trabalho acima de 2Mts o trabalhador deverá usar cinto de segurança


de preso em algum lugar fixo, esse lugar fixo “nunca” deve estar ligado ao
andaime. Pois em caso de queda do andaime de nada adiantaria esse cinto.

Os andaimes devem sempre estar sobre piso nivelado e estáveis, é importante


que se tiver rodas as mesmas sejam bem travadas durante o período em que o
trabalhador estive-lo usando.
É importante que os andaimes tenham guarda corpo erodapé para evitar a
queda do trabalhador.

Jamais os andaimes devem ser movimentados com pessoas sobre ele.

Risco de queda na periferia das lajes

Todos os vãos das lajes internos e externos devem s er protegidos com


material resistente para evitar quedas.

Balancim

Inspecione o Balancim antes do início da jornada de trabalho. Isso não é


dever só do setor de segurança do trabalho, CIPA ou empresa. Quando cada
um faz sua parte às chances de sucesso aumentam muito, ninguém pode
fazer mais pela segurança do trabalhador do que ele mesmo.

Conecte o cinto de segurança em algum lugar fixo e independente da estrutura


do balancim.

- Queda no nível (mesmo nível do solo)

Causado principalmente por materiais fora do lugar e desorganização


no ambiente de trabalho.

Esse é o tipo de acidente que se evita facilmente, apenas com


organização arrumação e limpeza no ambiente trabalho.

- Choque elétrico

A principal causa de acidentes continua sendo as gambiarras.

Evite ligar vários equipamentos na mesma extensão.


Evite usar extensões muito longas. Quanto mais long a a extensão, maior
será a chance de aquecimento do cabo.
Não use sacolinhas como se fosse fita isolante. Sej a prudente evite
gambiarras e com isso acidentes.
- Serra circular

Utilize a coifa na serra circular. A coifa é uma segurança muito importante para
evitar cortes acidentais que podem até levar a morte. Use protetor auricular e
óculos ou viseira.

- Falta de sinalização

A sinalização de segurança é fator determinante para uma boa gestão


de segurança do trabalho.

Sinalizar é informar, é conscientizar.

Não retire a sinalização de segurança. E faça até melhor, se notou que algum
lugar deveria ser sinalizado, mas não é, comunique a CIPA, dê a sugestão.
Funcionário ativo faz a diferença dentro da organização.

Sinalização de manutenção

Todo equipamento que pode gerar riscos se for ligado no momento da


manutenção deverá ter a placa avisando “não ligue, estamos em manutenção
ou equipamento em manutenção, não ligue”, isso evit a acionamentos no
momento da manutenção que poderiam causa acidentes. Além da sinalização
pode-se usar também algum método tipo barreira, cadeados, fita zebrada, etc.

- Ferramentas

Quando não estiver em uso devem ser guardadas em lo cal apropriado. Use
a ferramenta só para a finalidade que se destina, evite gambiarras e assim
evite acidentes.

Se for indispensável andar com a ferramenta durante o experiente use


equipamento próprio para isso.

- Fundação
Todos os buracos ociosos devem ser sinalizados e isolados para evitar queda
de trabalhadores.

- Armazenagem e estocagem de madeiras usadas

As madeiras que foram usadas como formas, tapumes, escoramentos,


armação de telhados e outros, devem ter seus pregos retirados ou rebatidos
antes de empilhá-las ou estocá-las.

Nunca deixe madeiras com pregos espalhados pelo ambiente. Coloque-as


sempre no local correto.

- EPIs indicados na construção

civil: Botina de segurança

Protege os pés contra cortes causados por objetos, como um prego por
exemplo.

Capacete

Protege o trabalhador contra queda de materiais.

Cinto de segurançaProtetores auriculares

Luvas de raspa

Para transporte ou manuseio de materiais que causam risco de corte ou


ferimentos em geral.

Máscaras
Para evitar a ingestão de partículas dispersas, cim ento, pó de Brita,
poeiras, etc.
Luva de PVC
Para evitar contato com cimentos argamassas, etc.

Luva de Latéx
Para efetuar serviços de limpeza em geral.

Viseira

Protege contra partículas em projeção, como por exemplo, farpas de madeira no


momento do manuseio da serra circular, fagulhas lançadas pelo policorte.

Óculos de proteção

Protege contra partículas em projeção. Mesma função da viseira.

Leitura recomendada: Por que devo usar EPIs - DDS

- EPCs indicados:

Plataforma de segurança

Em toda construção de edifícios com mais de 4 pavimentos (lajes) ou altura


equivalente, é obrigatória a instalação de uma plataforma principal de
proteção na altura da primeira laje que esteja, no mínimo, um pé-direito acima
do nível do terreno.

A Partir da plataforma principal de proteção, devem ser instaladas acima


também, plataformas secundárias de proteção, em bal anço, de 3 em 3 lajes.

Sinalização de segurança:
Placas, e informativos;

Cones para limitar ou evitar acesso.

Guarda corpos;

São usados na periferia das lajes e em vãos interno s para evitar quedas
de trabalhadores.
Capacete de Segurança – DDS

Para proteção da cabeça contra queda de objetos e materi ais o EPC é


o mais indicado, até por conseguir parar objetos de maior porte, mas nem
por isso devemos abrir mão da proteção oferecida pelo E PI capacete de
segurança.

O capacete tem a finalidade de proteger a cabeça co ntra ferimentos


causados pela queda de materiais, seu uso é simples e embora incomode
principalmente nos primeiros dias de uso, ele é indispensável para uma
proteção completa.

Nos locais com muita ação do vento deve-se utilizar junto com o capacete uma
fita que o prenderá a cabeça, essa fita passa em baixo do pescoço evitando a
queda do mesmo por ação do vento e inclinação da cabeça essa fita é
conhecida como jugular.

O capacete deve ser usado com a aba frontal virada para frente. O objetivo da
aba é proteger o rosto do trabalhador contra a queda de objetos.

- Não use capacete com o casco trincado ou fissurad o.

- Não use carneira estragada, pois diminui muito su a eficiência.

- Não use gorros ou bonés embaixo do capacete, afinal, ele não foi
projetado para uso assim.

- Na hora de lavá-lo use sabão neutro, e assim mant enha uma maior vida
útil do equipamento.

- Confira sempre o CA (Certificado de Aprovação) do equipamento.

- Comunique ao responsável qualquer alteração que o torne impróprio para o


uso.

- Lembre-se é melhor o incômodo do capacete na cabeça do que conviver com


as seqüelas de um ferimento. O uso do capacete pode até ser a diferença entre
a vida ou a morte.

Siga as normas de segurança da sua empresa.


Só para lembrando que, o empregado é obrigado por força da CLT e NR 1
a cumprir as normas de segurança e saúde no trabalho, usar EPI’s é uma
delas.

Quem não cumpre as normas fica passível a punição.


Segurança no trabalho com facas

As facas se tornaram ferramentas indispensáveisaos seres humanos desde


o início da civilização quando eram feitas de pedras. No entanto, o manuseio
desse equipamento gera muitos riscos específicos.

Hoje veremos que com adoção de medidas básicas, e u m pouco de atenção,


se conseguem bons resultados, na prevenção de acidentes com facas.

Vale a pena lembrar que os acidentes com facas são doloridos e muitas
vezes graves, e podem comprometer inclusive o movimento natural
dos dedos das mãos , dentre outro problemas.

Boa parte dessas dicas podem ser adotadas para outros objetos cortantes,
estiletes, facões, podões, etc. Então vamos as dicas :

- Evite usar facas enferrujadas

Com faca enferrujada qualquer corte pode ser até fatal;

- Ao perceber que o cabo está escorregadio por caus a de algum material,


lave-o imediatamente. Isso evitará que a mesma escorregu e da sua mão e
cause um corte;

- Não corte alimentos ou qualquer outro material em local inapropriado.


Lembre-se o improviso é uma das principais causas de acidentes;

- Quando for cortar com a faca, corte sempre em direção oposta ao próprio
corpo;

- Mantenha as facas sempre afiadas;

Faca mal amolada é um perigo em potencial. Pois nesse caso a pessoa que
está usando terá que empregar mais força do que nor malmente é
necessário, podendo a faca escapulir ou escorregar da mão e cau sar corte,
às vezes até profundo;

- Se for indispensável carregar a faca de um durant e o trabalho, coloque


numa bainha própria;
- Faca não é chave de fenda (essa é clássica), uti lize-a só para a finalidade
a que se destina;

- Facas defeituosas podem causar acidentes. Se perceber qualquer defeito


no cabo ou lâmina a substitua imediatamente;

- Não deixe faca misturada às vasilhas sujas na pi a, uma faca camuflada é


um convite ao acidente para qualquer pessoa que colocar a mão;

- Se trabalha com facas profissionais, é bom verificar a possibilidade de usar


luvas de aço (EPI) para evitar possíveis cortes. As luvas são eficientes para
evitar acidentes e possuem um preço relativamente baixo;

- Mantenha as facas bem guardadas, de preferência c om o cabo virado


para onde se tem mais fácil acesso;

- Evite acidentes com crianças. Guarde as facas em local alto ou dificultando o


acesso das crianças a elas;

Em caso de corte:

- O primeiro socorro é muito importante para evitar infecções e


complicações no ferimento;

- Se possível lave o ferimento;

- Pressione o local com um pano limpo até diminuir o sangramento, o que


acontece geralmente entre 5 a 10 minutos;

- Procure socorro médico imediatamente;

- Se o corte aconteceu com algum equipamento enferrujado, relate isso ao


médico para que o mesmo analise a possibilidade de ministrar a injeção
antitetânica.
Dicas de segurança no trabalho com martelo - DDS

Os martelos são muito úteis, sua utilidade é imensurável e como tudo


que existe, e não usado corretamente pode causar aciden tes.

Nessa postagem veremos dicas de segurança a serem observadas


no trabalho com uso de martelos.

Provavelmente irá se surpreender com a quantidade d e ações que podem


ser adotadas para evitarmos acidentes com o equipamento.

A maioria dos acidentes com martelos acontecem causando lesões


nos lesões nos dedos e olhos . Não importa o quão bom e profissional
é a pessoa, basta um descuido e lá está o acidentecausando
prejuízos materiais e pessoais.

Ações de prevenção são muito importantes, e agora v eremos algumas


delas aqui.

- Verifique a condição do cabo

Um cabo rachado ou trincado trás com ele um risco q ue poderia ser


evitado facilmente. Não use o martelo se a cabeça metálica estiver frouxa.

- Não use martelos com a cabeça estragada

Se a cabeça do martelo estiver estragada de alguma forma, considere trocar de


ferramenta. Um martelo com a cabeça estragada fornece uma martelada
“manca” e isso é um convite ao acidente.

- Mantenha o corpo equilibrado

Principalmente em andaimes ou em trabalho em altura, mantenha o equilíbrio


para acertar as marteladas. Se o local não proporci ona bom equilíbrio é hora
de criar de alguma forma um ponto de equilíbrio.

- Não use pregos com a cabeça estragada


Pregos com a cabeça estragada podem espirrar longe na hora da tentativa de
martelá-los, imagine de um prego desses é projetado na direção dos olhos...

- Quando estiver usando martelo com luva, prefira as que te proporcione


mais tato. Isso é importante para evitar que o martelo escorregue da mão e
seja projetado contra alguém ou alguma coisa importante.

- Não use as agarras do martelo como alavancas

Não foram projetadas para isso.

- Não force as agarras do martelo além de sua capacidade

E não adianta dizer que não sabe o limite ou capaci dade do seu martelo.
Saber a capacidade de um martelo durante o uso só depende de atenção e
bom censo

- Use óculos sempre que necessário

Dependendo do tipo da madeira (mais dura ou mais mole) é necessário


usar óculos de proteção incolor.

- Para transportá-lodurante a jornada de trabalho use equipamento


projetado para isso. Fuja da gambiarra.

- Use o martelo certo para o trabalho que está fazendo

- Mantenha o martelo guardado no lugar certo quando não estiver em uso

A desorganização é um convite ao acidente.


- Em casa guarde o martelo em lugar seguro

Crianças gostam de brincar com martelo e isso gera um tipo de risco que pode
ser evitado facilmente.

Seguindo essas dicas com certeza fará um trabalho c om muito


mais segurança.
Prevenção de incêndios - DDS

Independente do tamanho e proporção que atingi, um incêndio sempre traz


prejuízos materiais e as vezes pessoais. Algumas dessas perdas nunca
serão recuperadas...

A prevenção é sempre a melhor escolha , e pensando nisso hoje


trataremos sobre como evitar incêndios, agindo de forma preven tiva, afinal, a
melhor proteção é a prevenção.

Para a prevenção contra incêndios algumas atitudes são importantes:

Respeite a sinalização indicativa de combate e ação em casos de


incêndios

A sinalização indicativa é muito importante, em caso de incêndio é ela que


mostrará as ações a serem tomadas para que as pesso as saiam do lugar
em segurança.

Não obstrua o acesso aos corredores de passagem de emergência e


escadas

Lembrem-se em caso de incêndio eles são a esperança de uma saída rápida e


segura, mantê-los desobstruídos é fundamental para a segurança de todos que
estão no ambiente.

Não fume próximo a produtos inflamáveis

Isso parece obvio, mas acredite, acontece! Obedecer a sinalização de


não fumar é um ato de inteligência.

Fume apenas nos lugares permitidos para tal.

Cuide bem da manutenção da rede elétrica

Boa parte dos incêndios ocorrem por causa de curto circuitos elétricos.
Não faça gatos e gambiarras elétricas em máquinas e na rede elétrica.
Não sobrecarregue as tomadas

Elas não foram feitas para suportar vários equipame ntos ligados ao
mesmo tempo.

Substitua os extintores avariados

Principalmente em ambientes com circulação constante de empilhadeiras é


comum que aconteçam avarias em alguns extintores, tornando-os inadequados
para uso.

Fazer a substituição no menor tempo possível é muito importante para manter


o ambiente mais preparado para uma eventual ação.

Mantenha os extintores com carga de água longe dosequipamentos


energizados

Isso é importante para evitar que na hora da correria, algum desavisado use
e com isso sofra uma descarga elétrica (a água conduz eletricidade).

Mantenha os extintores com carga de água longe dosprodutos químicos


inflamáveis

Lembre-se, os extintores de água podem fazer com qu e as chamas


se espalhem, e com isso o fogo poderá se tornar incont rolável.

Conheça os produtos químicos da sua empresa

Alguns produtos químicos reagem em contato com outro, e essa reação às


vezes gera fogo. Conhecer os produtos químicos e sua reação irá fazer com
que tome as medidas para armazená-los a uma distânc ia certa e lugar
seguro, e com evitar o risco.

Mantenha os materiais combustíveis em local seguro


Não improvise, na dúvida procure opinião especializ ada.

Nunca obstrua o acesso aos extintores

Os extintores são as vezes a única chance de um com bate a tempo de


evitar que as chamas se tornem incontroláveis.

Lembre-se os primeiros minutos são os mais importan tes no combate


a incêndio, quanto mais demorar em combater, maior achance de que
ele fique incontrolável .
Proteção dos olhos - DDS

Os olhos são um órgão do nosso que corpo que tem ex trema importância.
Imagine o quão seria difícil nossa vida se não pudé ssemos enxergar.

Por mais improvável que possaparecer segundo as estatísticas de


acidentes cerca de 20% dos acidentes envolvem os olhos.

Objetivo do texto

Como todos sabem para que aconteça um acidente basta um descuido, as


vezes é questão de segundos! Prevenção é coisa séria e nesse texto
darei dicas de como proteger os olhos contra acidentes com adoção de
medidas básicas.

Principais agressores no ambiente de trabalho

Partículas projetadas por:

- Esmeril;

- Policorte;

- Serra Circular;

Partículas projetadas quentes por:

- Oxicorte;

- Maquina de Solda;

Medida de proteção coletiva


Tipo barreira:

- Coifa: Esse tipo de proteção é colocado em cima da serra e é muito


importante. Ela diminui muito a área para onde as p artículas serão lançadas.
Fornecendo proteção para o operador e pessoas vizinhas a ele. E, além disso,
fornece proteção para as mãos do operador.

- Parede: tem utilidade parecida com a da coifa. Serve para limitar a área onde
partículas serão lançadas, esse tipo de proteção pode ser feita de parede de
alvenaria, como também outros materiais. E assim protege o trabalhador e
pessoas que passam perto quando o equipamento está em funcionamento.

Medida de Proteção Individual – EPI’s

- Óculos de segurança; É eficiente para proteger, porém dependendo do


equipamento a ser utilizado é do risco que o trabalho oferece é melhor utilizar a
Máscara de Proteção total.

- Máscara proteção total; É ideal para a proteção contra partículas em alta


velocidade e até aquecidas. Por ter um custo baixo é acessível a todos os tipos
e tamanhos de empresas. Fornece uma proteção muito satisfatória.

Segurança do Trabalho se faz com consciência, portanto não adianta ter


o melhor equipamento do mundo se não o usarmos da for ma correta.

Não retire as proteções das máquinas quando for ope rá-las, isso é
atentar contra a própria vida e segurança .

Não abra mão de sua segurança por nada nesse mundo. Lembre-se sempre
existe alguém que te ama e precisa de você.

Ame-se, cuide-se!
Cuidados no uso de velas - DDS

O uso de velas traz riscos de incêndio seja em casa , no trabalho ou


qualquer outro local que não tenha sido projetado para tal.

Hoje veremos como usá-las de forma a minimizar os r iscos desse uso, que
as vezes é inevitável.

Dicas que salvam vidas e bens materiais:

- Se possível substitua velas por lanternas

Além de mais economia, o risco de incêndio também será diminuído;

- Não deixe velas acesas próximas a crianças ou animais

Crianças não têm malícia. Elas podem esbarrar na ve la e dar início a


um incêndio. Se possível sempre coloque as velas em lo cal alto;

- Nunca deixe velas acesas perto das janelas com cortinas que podem
voar com uma corrente de ar, e com isso provocar um incê ndio;

- Não deixe velas próximas a materiais combustíveis, como cortina, lençol ou


estruturas de madeira.

Lembre-se, basta um descuido e lá está a acidente c ausando perdas,


algumas irreparáveis;

- Fique sempre alerta monitorando a vela quando a mesma estiver acesa;

- Apague a vela ao sair de casa ou ao deitar-se para dormir;

- Velas devem ser acesas sobre recipientes não inf amáveis e longe
de materiais combustíveis;
- A vela deve ser colocada num prato ou outro material incombustível com
diâmetro suficiente para abrigá-la caso caia. Coloc ar em cima do pratinho
de plástico é muito perigoso;

- Não permita que criança brinque com fósforos, isqueiros ou velas. Seja
prudente.
Por que devo usar EPI - DDS

Por que devo usar EPI’s?


Essa pergunta é feita todos os dias, todas as horas, todos os minutos, sempre.
Definir motivos para usar os EPI’s é muito fácil. Os EPIs são fundamentais
para proteger a saúde e integridade física do trabalhado r só que muitas vezes
o trabalhador não quer usá-los.

Hoje vamos mostrar a importância do EPI na vida do trabalhador, e assim


estimular o uso.

Principais vias de exposição aos riscos no ambient e de trabalho:

- Inalatória (Nariz)

- Ocular (Olhos)

- Oral (Boca)

- Cutânea (Pele)

O EPI usado corretamente proporciona proteção ao trab alhador


através do controle da exposição ao risco.

Vejamos o exemplo do protetor auricular, ele não im pede que o ruído exista,
mas controla a quantidade que penetra no corpo do trabalhador. E assim evita
os danos ao organismo do mesmo.

Um exemplo na construção civil: o trabalhador está em nível do solo e um tijolo


cai da 5ª laje em cima da sua cabeça. O fato de eleusar capacete não impede
o tijolo de cair, mas, com certeza irá minimizar o estrago em sua cabeça.

Ènecessário, porém observar que não basta usar EPI’s, temos que usá-los direito.

Tem muito trabalhador que só usa EPI’s para não levar bronca do chefe, e por
isso acaba não usando da forma correta. Trabalhador inteligente valoriza sua
saúde usando o EPI’s para protegê-la, e não somente usando para se livrar de
advertido pelo chefe.
Usar EPI é importante para o bem da sua família

Quando alguém da família se acidenta e fica incapacitado, se torna um peso a


mais para a família, e ás vezes sobrecarrega os fam iliares. Os problemas
mais comuns são:

- Menos dinheiro em casa:


O Auxílio Acidente apenas cerca de 70% do salário d o funcionário.

- Mais gasto em casa:

O acidentado terá gastos que não fazem parte do orç amento normal da
família, tratamentos médicos, remédios, fisioterapias, etc.

- Transporte de pessoa incapacitada:

Transportar uma pessoa incapacitada geralmente gera algum trabalho extra, e


dependendo da gravidade da lesão esse transporte só poderá ser feito por
profissionais capacitados, e esse serviço quase sempre é pago!

Usar EPI é importante para o seu desenvolvimento profissional

Quando o trabalhador usa EPI ele mostra para a empresa sem dizer uma
palavra que é uma pessoa comprometida com o regulamento interno
da empresa. Isso faz com que seja bem visto pelos superiores e isso aumenta
as chances de uma promoção interna.

A guarda do EPI é de total responsabilidade do trabalhador, a legislação


até permite que o patrão cobre do funcionário o val or total pelo EPI em caso
de extravio.

Além de guardar adequadamente o trabalhador é responsável também pela


higienização do EPI, e manter em condições de uso ( limpo e
descontaminado) é fundamental para evitar problemas posteriores.

O EPI só deve ser usado para a função a que se destina, antes de usar
busque orientação de um profissional em Segurança do Trabalho ou de uma
pessoa preparada para tal.
É importante lembrar quetodo EPI antes de ser colocado a venda é testado
e aprovado por órgão que tem ligação com o Ministério do Trabalho, esse
órgão hoje é o INMETRO.

O EPI não substitui os demais cuidados do trabalhad or no ambiente de


trabalho, ele é só um complemento dos cuidados, e deve ser levado á sério!

Lembre-se: o incomodo causado pelo EPI é passageiro, mas as sequelas de


um acidente ou doença podem ser não ser...
Principais riscos no chapisco e reboco – DDS

A Construção Civil é uma das atividades que mais ocorrem acidentes de


trabalho hoje em dia por isso é importante observar e seguir procedimentos
de segurança em todas as fases da obra .

A fase do chapisco e reboco envolve riscos bem particulares, e hoje


veremos os riscos relacionados e as medidas de proteção a serem adotadas.

Noções de Segurança do Trabalho a serem adotadas n o Revestimento


e Acabamento

Atividades:

- Chapisco;

- Reboco interno;

- Reboco externo.

Riscos mais frequentes

- Queda de nível (andaimes, balancins);

- Queda no nível (é quando se cai do mesmo nível do solo);

- Respingos nos olhos;

- Dermatoses por contato com a Argamassa;

- Exposição a energia elétrica (revestimento externo);

- Cortes e feridas (ferramentas);

- Poeira (limpeza, ventania e outros);

- Ruído.
Medidas Preventivas

- Inspecione os andaimes no começo de cada jornada. Atenção a cada


detalhe, ser minucioso nessa hora é muito importante. Se observar algum risco
ainda que pequeno, não deixe que o andaime seja uti lizado. Acione o reparo
qualificado, para posteriormente liberá-lo o para u so;

- Em serviços de revestimento interno, próximos a sac adas ou vãos de


janelas, os trabalhadores devem utilizar o cinto de segurança . Muita
gente se pendura para realizar o serviço, isso é um erro que pode custar a
vida. Dê a devida atenção a atividade que irá executar, não fa ça na correria
faça com segurança.

Isso não é dever só do Setor de Segurança do Trabalho, CIPA e empresa. Na


realidade ninguém pode fazer mais pela segurança do trabalhador do que ele
mesmo, oriente-o a fazer sua parte!;

- Evitar contato prolongado com a argamassa, ou cimento. Pois quando


esses entram em contato com a pele e não são logo r emovidos, tornam ela
seca e enrijecida. Recomenda-se evitar o contato com o uso de luvas, camisa
de manga longa, calça comprida e botina para evitar problemas nos pés.
Trocar sempre que possível as roupas sujas com o produto;

- Cuidado com a rede elétrica. Evite a aproximação! Se for impossível


solicite o desligamento da energia até o término do trabalho;

- Planejamento, acompanhamento, orientação aos trabal hadores da


fachada. As vezes o mínimo cuidado faz toda a diferença. Esteja de olho,
confira se estão se cuidando como devem;

- Isolamento da área a baixo dos balancins. Isso faz a segurança de quem


está trabalhando no nível do solo. Ás vezes por um descuido pode cair algum
objeto do balancim, e se tiver alguém passando nessa hora o acidente pode
ser até fatal;

- Ao sair ou entrar no balancim bem como durante todo o exercício de cada


atividade o trabalhador deverá usar o Cinto de Segurança ;

- Manter o local limpo e organizado. A bagunça é um causador de acidentes


constantemente. Um ambiente com ferramentas jogadas no chão ou
espalhadas por todo lado, é um prato cheio para um novo acidente;

EPI’s recomendados
- Capacete de Segurança ;

- Vestimenta adequada ao trabalho;

- Óculos de Segurança nos serviços de chapisco e reboco;

- Luvas de PVC;

- Cinto de Segurança Tipo Paraquedista;

- Protetor Auricular Tipo Plug (avaliar necessidade).


Como agir em caso de incêndio – Evacuação de emergência

Veja nessa postagem o que fazer diante de incêndio. Descubra como sair do
local em segurança .

O Processo de evacuação de emergência em caso de incêndio sempre


muito delicado. Daí a importância de saber o que fazer diante dessa
situação. Pois normalmente um erro de calculo pode não permitir uma
segunda chance.

Siga essas dicas para ter uma saída segura

- Manter a calma;

- Se a empresa tem brigadista, todos os funcionários devem seguir suas


orientações ;

- Caminhar com pressa, mais sem correria e nem atropelos;

- Não empurrar;

- No momento da saída chame os companheiros de sala;

A união e comunicação com os orientadores faz muita diferença em favor do


sucesso da operação;

- Se estiver de salto, retire- os! Isso irá facilitar, proporcionando


uma locomoção mais rápida;

- Ao sair fechar portas e janelas. Isso pode evitar que a propagação evolua;

- Esteja atento a pessoas nervosas e descontroladas, elas podem


representar um perigo para os demais;

- Não fazer brincadeiras . Manter o foco, nessa hora seriedade


é fundamental. Isso até em simulados;

- Não voltar para pegar qualquer objeto . Nada vale mais do que a vida;

- Não se afaste dos orientadores ;


Em locais com muitos pavimentos

- Não utilize o elevador ;

- Não pare entre os andares , a menos que seja orientado para isso.
Não volte, ande até a saída segura mais próxima;

- Desça sempre pelo lado direito da escada . Isso ajudará na organização da


descida, e a facilitará o trabalho de quem precisa subir para combater o fogo.

Para situações de alto risco

- Se o calor estiver insuportável, procure molhar a roupa. Isso irá


manter sua pele úmida e prolongará a hidratação;

- Se precisar abrir uma porta, fazer isso bem devagar e com atenção. Se ela
estiver quente não abra! Lembre-se que o oxigênio alimenta a chama, se
abrir a porta de uma sala em chamas a chance delas aumentarem é grande;

- Cuidado ao tentar atravessar uma barreira com fogo. Só faça isso se tiver
certeza de que sabe o que se encontra do outro lado dela, e das condições que
outro lado oferece;

- Se perceber a presença de fumaça, cubra o nariz com um pano


molhado. Cuidado! Dependendo do tipo, e da quantidade de fumaça inalada,
pode ser fatal;

- Se ficar preso em algum ambiente, procure molhar o local o máximo que


conseguir. Isso evitará que as chamas o alcance;

- Se o local estiver coberto por fumaça , tente molhar o chão e sair


rastejando. Esse é o jeito mais seguro para sair de um local assim;

- Caso seja impossível sair em segurança procure uma janela, e fique


acenando e gritando por socorro até que seja localizado pela equipe de
socorro;

- Mantenha as portas fechadas, mas não trancadas ! Se trancar,


só dificultará seu resgate;
- Não salte do prédio! Às vezes é questão de segundos até o socorro chegar.

Saiba combater

Antes de tudo, é importante que conheça os equipamentos de combate a


incêndio. Nunca se sabe, algum dia eles poderão salvar muit as vidas,
procure aprender como usá-los.
Direção defensiva

Édirigir de modo a evitar acidentes, apesar dos erros dos outros, das condições adversas

enfrentadas e não importando-se muitas vezes o que dizem as leis.

O motorista defensivo sabe que não tem nenhum domín io sobre as


ações irrefletidas de outros condutores ou pedestres, nem sabe as
condições do tempo nem das estradas, e então desenvolve vária s práticas
defensivas contra todos esses riscos.

Elementos da prevenção de acidentes no trânsito:

- Conhecimento - das leis e regras de trânsito, das vias, do veícu lo que


você dirige e dos riscos e a maneira de se defender deles;

- Atenção - mantenha-se sempre alerta quando estiver dirigindo;

- Preveja situações de risco e livre-se delas;

-Decisão - tomar a decisão certa, escolhendo a melhor altern ativa para evitar
e amenizar os efeitos de um acidente;

Método básico da prevenção de acidentes:

- Prever o perigo;
- Descobrir o que fazer;
- Agir a tempo.

Os 10 mandamentos do Motorista Defensivo:

1 - Conhecer as leis de transito e obedecer a sinalização;

2 - Usar sempre o cinto de segurança;

3 - Conhecer o veículo que está dirigindo e saber como comandá-lo;

4 - Manter o veículo sempre em boas condições de funcionamento;


5 - Prever a possibilidade de acidentes e ser capaz de evitá-los;

6 - Ser capaz de decidir com rapidez e corretamente em situações de risco;

7 - Não aceitar desafios e provocações;

8 - Não dirigir cansado, sob efeito de drogas, ou á lcool;

9 - Ver e ser visto;

10 - Não abusar da auto - confiança.

Quem segue essas dicas sempre vai em segurança!

Lembre – se, o acidente só acontece onde a prevenção falha!


Como proteger as mãos – DDS

As mãos são um bem de incalculável valor a vida, e contribuem com a


maioria de nossas ações diárias.

Com as mãos, nós pintamos, apalpamos, prendemos, soltamos, agarramos,


batemos, lançamos, sinalizamos, escrevemos, desenhamos, acariciamos...

Podemos diferenciar o que é duro, mole, áspero, mol hado, seco, quente, frio,
afiado.

A mão é um das partes mais complexas do corpo, contendo: nervos, ossos,


tendões e tecidos.

Nossas mãos são constantemente vítimas de acidentes , cerca de 30 por


cento dos acidentes de trabalho envolvem as mãos , segundo dados
recentes do Anuário Estatístico de acidentes de trabalho.

Principais perdas em decorrência de acidentescom as mãos:

. Dificuldades de ingresso em emprego;

. Alteração da função no trabalho;

. Dificuldades de realizar a função;

. Dificuldades de promoções de emprego na empresa;

. Restrições e dificuldades de realização de ativi dades de lazer;

. Impossibilitado à prática de esportes;

. Privação de tocar em pessoas coisas ou objetos;

. Dificuldades de alimentar, vestir e higiene pessoal;

. Problemas psicológicos, inclusive no meio familiar;

. Dependência de pessoas;

. Limitação física.
Principais tipos de acidentes envolvendo as mãos

- Cortes;

- Prensamentos;

- Esfolamentos;

- Choques;

- Perfurações;

- Fraturas;

Principais fontes de perigo para as mãos:

- Pontos de enrascamento e atrito:

São os espaços existentes entre componentes de uma máquina, tais como:


engrenagens em movimento, polias, etc...

Nunca introduza as suas mãos nestes espaços, somente o faça com a máquina
parada e a chave geral desligada.

- Pontos Quentes:

São locais que geram um calor e que sã o responsáveis


considerável
por queimaduras, muitas delas graves.

Exemplo: tubulações de vapor, máquinas de solda, mo tores etc...

O uso de luvas adequadas livra as mãos dos problema s causados por


queimaduras.

- Superfícies Giratórias:

São atividades desenvolvidas com uso de esmeril, po licorte, discos de corte,


etc, são extremamente perigosas.
- Máquinas automáticas:

Cuidado! Muitas vezes parecem estar desligadas, mais podem estar apenas
hibernando e voltam a funcionar inesperadamente, causando acidentes.

- Anéis, pulseiras, jóias e Roupas Largas:

São um perigo diante de certos equipamentos. Através deles as engrenagens e


polias puxam a vítima para dentro da máquina, poden do causar amputações e
outros tipos de acidentes graves.

Antes de iniciar as atividades é necessário se desv encilhar de todos os


acessórios que possam causar esse tipo de acidente.

Dicas de segurança para proteção das mãos

- Nunca opere nenhum equipamento sem antes conhecê- lo bem.

- Antes de iniciar seu trabalho verifique se o equipamento usa alguma proteção.


As vezes as pessoas tiram a proteção e não a coloca m novamente. Só inicie
seu trabalho depois de recolocá-las.

- Ao manipular algum material verifique se é agressivo ao corpo e faça uso da


luva adequada.

- Se tiver alguma dúvida quanto ao funcionamento de alguma máquina ou


processo, procure seu superior imediatamente.

- Seja crítico! Ao notar alguma falha de segurança no equipamento faça a


sugestão de melhoria.

- Seja ativo! Ao notar que uma peça é pesada demais use alavanca, proteja
seus dedos que são sensíveis, e não podem suportar uma carga
demasiadamente pesada.

- Facas, estiletes, representam um risco para as mã os e dedos. As lâminas


são afiadas e leves, requer menos força no manuseio, portanto, muito cuidado
para não perder o controle.
- Nunca manuseie um objeto cortante em direção ao próprio corpo.

- Nunca guarde objetos cortantes sem proteção.

- Luvas são muito importantes o para o bom desempenho de di versas funções:

Nunca use luvas muito grandes ou folgadas, elas diminuem muito o tato, com
isso tornam-se ineficazes.

Tratamento

Dependendo do tipo da lesão o tratamento pode ser d emorado, exigir


fisioterapia, etc...
Epilepsia - Como socorrer

A epilepsia é causada por uma alteração nas atividades elétricas do


cérebro, é temporária e sempre reversível.

Foi se o tempo em que o Epilético era tido como doido, hoje as pessoas que
levam o tratamento a sério levam uma vida perfeitamente normal, inclusive se
destacando no mercado de trabalho.

Ataque Epilético

Durante um ataque epilético, normalmente a pessoa fica com a musculatura


retraída e começa a se debater com violência, em alguns casos a pessoa fica
com os olhos virados para cima.

Como Socorrer

- Deite a vítima no chão afaste tudo que estiver ao seu redor para que não
se machuque;

- Coloque algo confortável em baixo da cabeça da vítima, e a segure


firmemente, para evitar que bata com a cabeça e sofra alguma lesão;

- Tente virar a vítima de lado, para que escorra a saliva e secreções bucais;

- Retire objetos que a possam ferir, relógio, óculos, pulseiras, dentaduras, etc;

- Jamais dê líquidos a uma pessoa inconsciente. A p essoa inconsciente


pode asfixiar com o líquido, e até ir a óbito;

- Espere a convulsão passar e deixe a pessoa descan sar, pode ser que ela
durma, e se isso acontecer deixe-a pelo tempo em que sentir necessário;

- Nesse tipo de situação não se desespere, e preste o socorro com carinho,


como se fosse para a pessoa que mais ama.

Socorrer alguém não é coisa de outro mundo, só requer uma dose de amor e
coragem!

Telefones de emergência:
Samu 192
Corpo Bombeiros 193
Polícia Militar 190
Defesa civil 199
Polícia Civil 197
Transporte manual de carga – DDS

O transporte manual de carga é uma das formas de trabalho mais antigas e


comuns do mundo. E hoje é responsável por um grande número de lesões
e acidentes de trabalho especialmente em transportadoras e na indústria
da construção civil.

As lesões por causa de transporte de forma inadequa da em sua grande


maioria afetam a coluna vertebral, mas, também podem causar outros males
como, por exemplo, hérnia escrotal.

Nesse texto vamos aprender como transportar uma carga de forma prática e
segura.

Nunca podemos esquecer o valor de um corpo são e uma coluna saudável.


Sendo assim, ao transportar uma carga devemos observar:

- Peso, forma, volume, tipo, condições gerais;

- Posicionar-se sempre próximo a carga;

- Não torcer o corpo para pegar ou movimentar carga s;

- Usar sempre a musculatura das pernas para erguer a carga, os pés


levemente separados e o corpo equilibrado;

- Mantenha a carga sempre que possível perto do corpo;

- Procurar segurar a carga com as duas mãos sempre que possível,


centralizando a carga em relação às pernas;

- Utilize as pernas como apoio e sustentação do movimento;

- O esforço tem que ser na coluna vertebral, para levantar peso mantenha a
coluna na posição vertical;

- Observar quais Equipamentos de Proteção Individual a carga exige;

- Ao manusear peças com rebarbas use luvas;


- Jamais tente transportar a carga quando tiver peso, tamanho ou forma a
adversas;

- Lembre-se que outros colegas de trabalho, poderã o auxiliá-lo


quando necessário, não tenha vergonha se precisar peça aju da.

É muito importante evitar acidentes e lesões, pois nesses casos, todos


perdem:

- O Trabalhador perde: Perde credibilidade no emprego, com isso perde a


chance de alcançar uma promoção, ou um aumento salarial. Além disso,
receberá menos no final do mês, pois o benefício do INSS é bem inferior ao
salário de um trabalhador ativo (trabalhando).

- A família perde: Menos dinheiro em casa e mais uma pessoa que


precisará de ajuda dos familiares, pois está incapaz de se cu idar sozinha.

- A empresa perde: Terá que pagar os primeiros quin ze dias depois


do afastamento. Terá que contratar um substituto para o cargo.

Tudo depende apenas de mudança de atitude, fazer o certo é possível e vale a


pena, sua saúde agradece!