Você está na página 1de 2

Resultados e discussões

Massa de KCl pesado - 7,503 g


Massa de NaNO3 pesado - 8,513g

A solubilização dos sais em água destilada gerou os seguintes íons:

KCl K+ + Cl-
Água

NaNO3 Na+ + NO3-


Água

Molaridade dos íons em solução:


K+ - 3,935 g em solução 4,024 mol.L-1
Cl- - 3,566 g em solução 4,024 mol.L-1
Na+ - 2,305 g em solução 4,008 mol.L-1
NO3- - 6,212 g em solução 4,008 mol.L-1

Gráfico de solubilidade de sais:

300
Solubilidade (g/100 mL de água)

250

200
KNO3
150
NaNO3

100 KCl
NaCl
50

0
0 20 40 60 80 100
Temperatura (°C)

Analisando o gráfico vemos que à temperatura de 20°C a solubilidade dos sais


KNO3, NaCl e KCl são muito próximos e o composto mais solúvel é o NaNO3, sendo o
menos solúvel à temperatura de 100°C o NaCl.
Durante o procedimento houve a formação de dois cristais com características
diferentes, apesar de ambos terem a coloração branca, o primeiro a ser obtido foi com
temperaturas mais baixas foi o KNO3, que durante a cristalização formou cristais com
longas hastes pontudas que foram observadas com auxílio do microscópio.
Já o segundo cristal obtido nessa reação de dupla troca foi o NaCl que é o
menos solúvel em temperaturas mais elevadas. Os cristais tendo forma de pequenos
grãos arredondados, que também foram observados com auxílio do microscópio
apesar de mesmo a olho nu ser possível notar as diferenças entre os dois.

Conclusão

Os dois cristais obtidos foram KNO3 e NaCl, e com mais alguns processos eles
poderiam ter sido purificados e reutilizados em outros procedimentos, economizando
assim recursos ao invés de serem descartados.