Você está na página 1de 14

Gestão de Logística

e Supply Chain
Escola Método Logística
MRP – MATERIAL REQUIREMENTS PLANNING
 Conjunto de técnicas e analises que utiliza o “BOM”, estoques e
MPS para calcular as necessidades de materiais, respeitando
políticas preestabelecidas.

 BOM – Bill Of Materials

 Faz recomendações para liberação de ordens de abastecimento

 Quando necessário gera alertas para que se faça novas


programações.
MRP – ESTRUTURA DAS LISTAS DE MATERIAIS
 Estrutura da lista de materiais
• Itens pais
• Itens filhos
 Utilidade da lista de materiais
• Definição do produto
• Controle de mudanças da engenharia
• Peças de reposição
• Planejamento
• Entrada de pedidos
• Manufatura
• Custos
MRP – ESTRUTURA DO PRODUTO

 ITENS PAIS – AQUELE QUE TEM COMPONENTES


MRP – ESTRUTURA DO PRODUTO
 EXEMPLO DE LISTA DE ENTRADA
BOM BILL OF MATERIAL
CÓDIGO DESCRIÇÃO QUANTIDADE
200 BASE 1
203 PERNA 4
220 PARAFUSO DA PERNA 4
300 ESTRUTURA 1
622 LATERAL 2
411 FRENTE 1
023 TAMPO 1
030 TÁBUAS 2
066 COLA 1
MRP – LEAD TIME
 TEMPOS DE OBTENÇÃO
BOM BILL OF MATERIAL
CÓDIGO DESCRIÇÃO QUANTIDADE LEAD TIME
100 MESA 1 1 SEM.
200 BASE 1 1 SEM.
203 PERNA 4 2 SEM.
220 PARAFUSO DA PERNA 4 1 SEM.
300 ESTRUTURA 1 3 SEM.
622 LATERAL 2 1 SEM.
411 FRENTE 1 1 SEM.
023 TAMPO 1 2 SEM.
030 TÁBUAS 2 3 SEM.
066 COLA 1 2 SEM.
MRP – LEAD TIME
SEMANA 3 SEMANA 4 SEMANA 5 SEMANA 6 SEMANA 7 SEMANA 8 SEMANA 9 SEMANA 10

MESAS (5) NECESSIDADE


LT=1 DE 5 MESAS

BASE (5)
LT=1

PERNA (20) LT=2


PARAFUSOS
(20) LT=1

ESTRUTURA (5) LT=3


LATERAL (10)
LT=1

FRENTE (5)
LT=1

TAMPO (5) LT=1

TÁBUAS (10) LT=3

COLA (5) LT=2


MRP – REGISTO BÁSICO NO MRP
 Registro básico do MRP
• Viabilizar o uso de computador para efetuar os cálculos
• Representa a interface essencial entre o sistema mrp e seus
usuários
• Organização em forma de matriz

PERÍODOS 1 2 3 4 5 6 7 8
NECESSIDADES BRUTAS 100 230 400 380 600
LOTE= UNITÁRIO RECEBIMENTOS PROGRAMADOS 100
LT=3 NECESSIDADES LÍQUIDAS 0 0 250 380 600
ES=0 ESTOQUE PROJETADO 380 280 380 380 150 0 0 0 0
RECEBIMENTO DE ORDENS PROJETADAS 250 380 600
LIBERAÇÃO DE ORDENS PROJETADAS 250 380 600
MRP – PARAMENTRIZAÇÃO DO SISTEMA DE MRP
 ES ou estoque de segurança
 Lote: é a quantidade em que o item é fabricado
 LT: tempo de atendimento ou lead time
 Reservados/quaretena:
 Estoque em disponível:
 NP ou necessidade de produção projetada
 RP ou recebimentos previstos
 NL ou necessidade líquida produção
 Independente do tamanho do lote;
 PL ou produção lotes
 Liberação da ordem
 Efetuada as projeções de planejamento.
RCCP – ROUGTH CAPACITY PLANNING

 Módulo de planejamento mestre da produção (MPS) e


planejamento grosseiro da capacidade (RCCP):
 É o responsável por elaborar o plano de produção
planejamento mestre da produção (MPS) e planejamento
grosseiro da capacidade (RCCP) responsável por elaborar o
plano de produção de produtos finais, item a item, período a
período.
PROCESSO DO RCCP
CRP – CAPACITY REQUIREMENTS PLANNING
PLANEJAMENTO DAS NECESSIDADE DE CAPACIDADE (CURTO PRAZO)
 Cálculo detalhado, período a período, da necessidade de capacidade
produtiva

 Utiliza roteiros de produção e informações de consumo de recursos item por


item

 Analisa a viabilidade do plano sugerido pelo MRP


 Estrutura dos produtos
 Posições dos estoques
 Parâmetros dos itens

 Permite que o programador tome as providencias em caso de inviabilidade


do plano
MRP II – MANUFACTURING RESOURCES PLANNING
PLANEJAMENTO DOS RECURSOS DE MANUFATURA

 No MRP II adiciona-se duas questões no MRP:


 Há capacidade suficiente para realizar o plano sugerido pelo MRP?
 Os recursos humanos e equipamentos são suficientes para cumprir o
plano nos prazo?
MRP II – MANUFACTURING RESOURCES PLANNING
PLANEJAMENTO DOS RECURSOS DE MANUFATURA

MRP II (DEFINIÇÃO)