Você está na página 1de 4

Era uma vez uma noite santa...

PROCESSIONAL

Narração #1 – ISABEL: Meu nome é Isabel. João Batista é meu filho. Maria, a mãe
de Jesus, é minha prima. Estou contando a maior história que já se passou. É a
história que começou em gerações passadas, mas esta mensagem ecoa até você
e as gerações que virão. Isto foi a setecentos anos antes do nascimento de Jesus,
quando morreu Uzias, o grande Rei de Judá. Por todo o seu reinado, Uzias temeu
ao Senhor e foi por causa de sua confiança em Deus que a nação de Israel
experimentou grande prosperidade. Depois de sua morte, Israel sente o declínio
moral, pois se torna um país cheio de ódio, um povo violento que odeia a justiça.
Eles violaram os mandamentos deixados por Moises e o julgamento foi eminente.
Então Deus chamou um homem cujo nome era Isaías, para entregar a sua
mensagem ao povo. Ele falou que se eles se arrependessem e voltassem de seus
caminhos, seu Jeová os perdoaria e se voltaria e seu favor. Isto aconteceu num
tempo tenebroso, mas Isaías avançou apressadamente e com firmeza trouxe a
mensagem de esperança, restauração e perdão. Quem seria este salvador
Bendito que o Profeta Isaías tão bravamente proclamou?

MESSIAS

NARRAÇÃO #2 – ISAIAS: Eu nunca falei claramente do chamado de Deus sobre a


minha vida. Quando eu ouvi a voz de Deus, eu lhe indaguei dizendo: “Eu sou um
homem de lábios impuros, um homem imperfeito. “Por que me escolheria? Mas
com as palavras “Eis-me aqui, envia-me”, aceitei Sua vontade em minha vida.
Quão estranho, eu profetizaria sobre a chegada do Messias, no entanto nunca
testemunharia seu nascimento. Confiei no Senhor meu Deus e mantive a
promessa da vinda do Salvador em meu coração. Jeová manteria sua palavra. Pois
um menino nos nasceu, um filho nos foi dado e o governo estará sobre seus
ombros. E seu nome será Maravilhoso Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade
e Príncipe da Paz

A PROMESSA DE DEUS

Narração – ISABEL: centenas de anos depois, a profecia de Isaías foi cumprida. Eu


nunca imaginei que veria isto! Então... Numa bela tarde, minha prima Maria
apareceu em minha porta, ela estava ali... Assustada! Eu trouxe para dentro e nos
sentamos à mesa. Fiquei ouvindo com espanto, o que ela me contava: um anjo
do Senhor apareceu a ela dizendo: “Não temas, Maria, pois Deus achou graça em
ti. Darás a luz um filho e o chamará Jesus. “Jesus? O Messias? Eu sabia que Maria
nunca havia conhecido um homem, então questionei: como isso pode acontecer?
Mas foi apenas eu falar para que o meu bebê saltasse em meu ventre e o Espírito
Santo desceu sobre mim. Ela, virgem, traria Cristo, o nosso salvador ao mundo.
Ficamos ali e nos abraçamos, pois sabíamos que Deus estava traçando um plano
muito grande, bem maior do que poderíamos entender.

MEU SER ENGRANDECE AO SENHOR

ESTRELA BRILHANTE

ALELUIA, NASCEU O CRISTO!

NARRAÇÃO: JOSÉ: Você tem que entender que Maria e eu éramos tão maduros
e a ideia dela estar carregando o Messias era muito difícil de compreender. Mas
quando César Augusto publicou aquele decreto para que todos se alistassem
tivemos que retornar à nossa cidade natal. Os dias de Maria estavam quase se
cumprindo, então decidimos fazer a dura jornada lentamente e eu percebia que
ela estava exausta. Procurei por um lugar confortável para repousarmos, porem
ela não hesitou quando nos ofereceram uma estrebaria. Quando vi que a hora
era chegada, só consegui orar a Deus para nos dar forças durante aquela noite,
eu não sabia o que fazer. Então, a envolvi em um cobertor para aquecê-la e a
abracei. Quando nosso filho nasceu, tudo o que a gente fazia era olhar fixamente
para aquele doce rostinho... Ele era o Prometido. Como Ele estava ali em nossos
braços? Todas as nossas dúvidas e temores se foram ao som do seu inocente
choro.

OLHAI O EMANUEL

NARRAÇÃO – PASTOR (um homem velho, castigado pelos anos de caminha


lentamente pelo palco. Uma vez ao centro, ele ergue suas mãos e a cabeça ao
céu e proclama).

“Na cidade de Davi vos nasceu hoje o Salvador que é Cristo, o Senhor (Lucas 2:11)
“Glória a Deus nas maiores alturas, paz na terra entre os homens a quem Ele quer
bem.” (Lucas 2:14)

(Ele fala como se estivesse relembrando muitos anos atrás),

Foi diferente de qualquer outra noite. Estávamos espalhados, cuidando de nossos


rebanhos, quando em meio a escuridão, apareceu um anjo do Senhor e então a
glória de Deus brilhou sobre nós! Confesso que a princípio ficamos assustados,
prontos para correr e nos escondermos, até que o anjo falou para não temermos.
De repente, uuma hoste celestial surgiu cantando: “Glória a Deus nas alturas!” O
calmo céu que estava sobre nós rompeu-se em grande celebração. Uma estrela
nos chamou atenção. Poderia ela nos guiarão lugar de honra?

Quando chegamos onde a estrela apontava, pensamos estar enganados, pois


esperávamos um lugar de grande importância, pois era o nascimento de um rei;
certamente um estábulo cheio de animais não seria o lugar mais apropriado para
seu berço.

De longe já podíamos ouvir um choro, seguimos o som, e lá estava Ele do jeito


que os anjos disseram – um bebê envolto em panos deitado b=numa manjedoura.
O messias nasceu. Dobramos nossos joelhos e O adoramos ali mesmo.

Aquele foi o maior momento de nossas vidas, agradecemos a Deus, o Pai, por nos
permitir conhecê-lo. Minha vida nunca mais foi a mesma graças àquela “Noite
Santa”.

ERA UMA VEZ UMA NOITE SANTA

VOCÊ PODE CONHECÊ-LO (TESTEMUNHO)

Narração - Isabel: “Pois o Senhor é grande, fez grandes coisas por mim. Santo é
o seu nome. Pois sua misericórdia é sobre os que o temem de geração a geração.
Santo é seu nome!”

SANTO É O SENHOR
FINAL