Você está na página 1de 191

Copyright ©

MANUAL DO OPERADOR
CARREGADOR SOBRE RODAS
721E
821E
TIER 3

87551597 A - EU

CNH ITALIA S.p.A. Português - Europa


Viale delle Nazioni, 55 Número de Peça 87551597 A - EU
Modena, Italia 44100 Impresso nos E.C. Emitido em 11-2006
Copyright ©

MANUAL DO OPERADOR
CARREGADOR SOBRE RODAS
721E
821E
TIER 3

ANTES DE COMEÇAR A TRABALHAR COM A MÁQUINA,


LEIA, CERTIFIQUE-SE DE QUE COMPREENDE E CUMPRE
TODAS AS PRECAUÇÕES DE SEGURANÇA E INSTRUÇÕES
PRESENTES NESTE MANUAL.

Emitido em 11-2006
Impresso nos E.C. • Livro/Formulário Número 87551597 A - EU
Copyright © 2006. CNH Italia, S.p.A. Todos os direitos reservados.
Copyright ©

A CNH Italia, S.p.A. reserva-se o direito de efectuar melhorias ou mudanças nas especificações do projecto a qualquer momento, sem
incorrer na obrigação de instalá-las nas unidades previamente vendidas.
Todos os dados existentes nesta publicação estão sujeitos a variações de produção. As dimensões e os pesos são apenas
aproximados. As ilustrações não mostram necessariamente os produtos no seu estado normal. Para obter informações exactas sobre
um produto em particular, por favor consulte o seu concessionário.

HISTÓRIA DE REVISÕES
Publicação Data de Emissão Máquinas Aplicáveis Observações
Primeira Edição 11-2006 721E, 821E Tier 3 87551597 A - EU

ESTE SÍMBOLO DE SEGURANÇA ALERTA PARA MENSAGENS DE SEGURANÇA IMPORTANTES


EXISTENTES NESTE MANUAL. QUANDO VIR ESTE SÍMBOLO, LEIA COM ATENÇÃO A MENSAGEM
QUE O SEGUE E ESTEJA ALERTA PARA A POSSIBILIDADE DE OCORRÊNCIA DE FERIMENTOS
GRAVES OU MORTE.
Os autocolantes de segurança nesta máquina usam as palavras Perigo, Advertência ou Cuidado, que são definidas do
seguinte modo:
· PERIGO: Indica uma situação de perigo iminente que, se não for evitada, resultará em morte ou ferimentos graves. A
cor associada à palavra Perigo é a VERMELHA.
· ADVERTÊNCIA: Indica uma situação potencialmente perigosa que, se não for evitada, poderá resultar em morte ou
ferimentos graves. A cor associada à palavra Advertência é a COR-DE-LARANJA.
· CUIDADO: Indica uma situação potencialmente perigosa que, se não for evitada, poderá resultar em ferimentos
ligeiros ou de menor gravidade. Este aviso pode ser igualmente utilizado para alertar contra práticas arriscadas. A cor
associada à palavra Cuidado é a AMARELA.
Os autocolantes de segurança nesta máquina seguem o padrão ISO pictórico de dois painéis, e definem-se do seguinte modo:
· O primeiro painel indica a natureza do perigo.
· O segundo painel indica o modo adequado de evitar o perigo.
· A cor de fundo é a AMARELA.
· Sinais de Proibição, tais como e STOP , se usados, são VERMELHOS.

ATENÇÃO
A OPERAÇÃO INADEQUADA DESTA MÁQUINA PODE PROVOCAR MORTE OU FERIMENTOS GRAVES. ANTES DE
UTILIZAR ESTA MÁQUINA, CERTIFIQUE-SE DE QUE CADA OPERADOR:
· Foi instruído sobre a utilização segura e correcta da máquina.
· Leu e compreendeu o(s) manual(ais) referente(s) à máquina.
· Leu e compreendeu TODOS os autocolantes de segurança presentes na máquina.
· Evacuou a área.
· Aprendeu e praticou o uso seguro dos controlos da máquina numa área segura e desimpedida antes de operá-la no
local de trabalho.
É da sua responsabilidade cumprir as leis e regulamentos vigentes e seguir as instruções relativamente à operação e
manutenção da máquina.

MANUAIS TÉCNICOS
Os manuais relativos à operação, manutenção e reparação da sua máquina poderão ser obtidos junto do seu concessionário.
Contacte o concessionário para obter mais informações sobre como obter os manuais correctos para a sua máquina. O seu
concessionário poderá encomendar os Manuais do Operador, Catálogos de Peças, Manuais de Manutenção e Registos de
Manutenção de que necessita.
Forneça sempre ao seu concessionário o Nome da Máquina, Modelo e PIN (Número de Identificação do Produto) ou o Nº/S
(Número de Série) da sua máquina, para que este possa providenciar os manuais adequados para a sua máquina.
Qualquer utilização do conteúdo editorial ou pictórico é estritamente proibida sem a permissão escrita expressa da
CNH Italia, S.p.A. Modena, Italia 44100
Copyright ©

CONTEÚDO

CAPÍTULO 1
INFORMAÇÕES GERAIS
Ao Proprietário . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-1
Componentes da Máquina . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-6

CAPÍTULO 2
SEGURANÇA, AUTOCOLANTES E SINAIS DE MÃO
Conteúdo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-1
Regras de Segurança . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-3
Segurança Pessoal . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-3
Segurança perto de Redes de Fornecimento . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-4
Autocolantes . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-11

CAPÍTULO 3
INSTRUMENTOS E CONTROLOS
Conteúdo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-1
Consola Dianteira . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-3
Mostrador Multifunções LCD . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-14
Pedais . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-22
Alavancas de Controlo do Carregador . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-23
Consola Lateral . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-27
Assento do Operador . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-38

CAPÍTULO 4
INSTRUÇÕES DE UTILIZAÇÃO
Conteúdo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-1
Instruções de Funcionamento . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-3
Alavancas de Controlo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-12
Interruptores das Funções do Carregador . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-16
Acumuladores dos Travões . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-19
Conselhos para a Operação do Carregador . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-22
Transporte da Máquina . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-25

CAPÍTULO 5
LUBRIFICAÇÃO, FILTROS E FLUIDOS
Conteúdo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-1
Instruções para Manutenção . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-3
Escora de Apoio para os Braços de Levantamento do Carregador . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-4
Fluidos e Lubrificantes . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-5
Viscosidade do Óleo/Variações da Temperatura . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-6
Inspecções Diárias . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-9
Localização das Portas de Acesso e Bocais de Enchimento . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-12

CAPÍTULO 6
MANUTENÇÃO E AJUSTES
Conteúdo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-1
Manutenção e Ajustes . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-3
Verificação da Direcção Secundária . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-7
Verificação do Travão de Estacionamento . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-7
Extintor de Incêndio (Não Fornecido) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-8
Peças de Plástico e de Resina . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-8
Soldagem na Máquina . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-9

87551597 A - EU Emitido em 11-06 I


Copyright ©

Ajustes do Carregador . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-10


Cinto de Segurança . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-13
Estrutura de Protecção do Operador . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-13
Correia Acessória do Motor . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-15

CAPÍTULO 7
SISTEMA ELÉCTRICO
Conteúdo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-1
Sistema Eléctrico . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-3
Fusíveis . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-5
Fusíveis Sobressalentes . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-6
Relés . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-7
Conector Eléctrico de Manutenção (Se Equipado) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-8
Tomada Eléctrica Auxiliar (Se Equipado) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-8
Localização do Suporte de Montagem do Equipamento Eléctrico Auxiliar . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-8

CAPÍTULO 8
ESPECIFICAÇÕES
Conteúdo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-1
Especificações . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-3
Equipamento Opcional . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-28

CAPÍTULO 9
ÍNDICE GERAL

II Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPÍTULO 1 – INFORMACOES GERAIS

Capítulo 1
INFORMAÇÕES GERAIS

AO PROPRIETÁRIO

BD06F164 Figura 1
721E
Leia este manual antes de dar arranque ao motor ou operar a máquina. Se necessitar de mais informações, consulte o seu
concessionário.
O seu concessionário poderá fornecer-lhe assistência com peças de manutenção aprovadas pela Case. O seu concessionário
dispõe de técnicos especializados que conhecem os melhores métodos para a reparação e manutenção da sua máquina.
Utilize este manual como um guia. O seu Carregador sobre Rodas manter-se-á uma ferramenta de trabalho fiável desde que seja
mantido em boas condições de operação e a sua manutenção seja efectuada de forma correcta.
CNH Italia S.p.A. SELO DO CONCESSIONÁRIO
Viale delle Nazioni, 55
Modena, Italia 44100

87551597 A - EU Emitido em 11-06 1-1


Copyright ©
CAPÍTULO 1 – INFORMACOES GERAIS

BD06F005 Figura 2
721E XT
NÃO OPERE nem permita a qualquer pessoa operar ou fazer a manutenção desta máquina até que você ou as outras pessoas
tenham lido e compreendido as instruções de segurança, operação e manutenção presentes neste manual. Use apenas operadores
com formação adequada, que tenham demonstrado habilidade para operar e efectuar a manutenção desta máquina de forma
correcta e segura.
Este Carregador sobre Rodas, com equipamento e acessórios padrão, destina-se a ser utilizado para operações de escavação
acima do nível do solo e operações de remoção de terra em geral, tais como o nivelamento do solo, carregamento de camiões e
manuseio de materiais. Esta máquina não foi concebida para rebocar outros equipamentos, levantar outro tipo de objectos nem
transportar cargas a altas velocidades.

1-2 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPÍTULO 1 – INFORMACOES GERAIS

BD06F007 Figura 3
821E
NÃO utilize esta máquina para quaisquer outros tipos de aplicação ou propósitos diferentes dos descritos neste manual. Se o
carregador for utilizado numa aplicação que envolva acessórios ou equipamentos especiais, como actividades florestais, etc.,
consulte um concessionário autorizado ou a Case Corporation. Consulte um concessionário autorizado sobre alterações,
acréscimos ou modificações que possam ser necessários realizar na sua máquina, a fim de que estes cumpram com os vários
regulamentos e requisitos de segurança do seu país. Modificações não autorizadas poderão provocar acidentes graves ou morte.
Qualquer pessoa que efectuar tais modificações será responsável pelas respectivas consequências.
Este Manual do Operador deve ser guardado no compartimento do manual existente nesta máquina. Verifique se este manual está
completo e em boas condições. Contacte o seu concessionário para obter outros manuais. Contacte o seu concessionário para
obter mais informações ou assistência relativamente à sua máquina. O seu concessionário possui peças de manutenção aprovadas
da Case. O seu concessionário dispõe de técnicos especializados que conhecem os melhores métodos de reparação e manutenção
do Carregador sobre Rodas.
Antes de permitir a presença de um novo operador na máquina, certifique-se de que:
• O operador recebeu a formação necessária relativamente à operação correcta e segura da máquina.
• O operador leu e compreendeu as instruções fornecidas neste manual.
Mantenha sempre este manual no compartimento do operador. Certifique-se que este manual se encontra sempre completo e em
boas condições de utilização. Se desejar obter cópias extra, ou cópias em línguas que não correspondam ao país de utilização,
consulte o seu concessionário.
O seu concessionário está sempre ao seu dispor para qualquer tipo de informação de que necessite. Este providenciar-lhe-á
também qualquer assistência pós-venda e peças originais Case, a sua garantia de qualidade e peças correctas.

87551597 A - EU Emitido em 11-06 1-3


Copyright ©
CAPÍTULO 1 – INFORMACOES GERAIS

LADO DIREITO, LADO ESQUERDO, DIANTEIRA E


TRASEIRA DA MÁQUINA

DIANTIERA

BD06F071 Figura 4

COMPARTIMENTO DE ARMAZENAMENTO DO
MANUAL DO OPERADOR
Para obter acesso à área de armazenamento do manual do
operador localizada na par te traseira do assento do
operador, liber te o tr inco na par te super ior e abra o
compartimento.
LEIA ESTE MANUAL NA SUA ÍNTEGRA e certifique-se de
que compreende o funcionamento de cada um dos controlos.
Todo o equipamento tem as suas limitações. Certifique-se de ESQUERDA DIREITA
que compreende as características de velocidade, travagem,
direcção, estabilidade e carga desta máquina antes de
começar a trabalhar.
NÃO retire este manual nem o manual de segurança da
máquina. Contacte o seu concessionário para obter manuais
adicionais. Leia também as informações sobre o manual na
parte interna da capa traseira do manual.
Quando vir este símbolo, leia o seu Manual do Operador

Quando vir este símbolo, consulte o seu Manual do


Manutenção TRASIERA

B891464 Figura 5
Os autocolantes de segurança nesta máquina seguem o Os termos Direita, Esquerda, Dianteira e Traseira são usados
padrão ISO pictórico de dois painéis, e definem-se do neste manual para indicar os lados vistos a partir do assento
seguinte modo: do operador.
• O primeiro painel indica a natureza do perigo.
• O segundo painel indica o modo adequado de evitar o
perigo.
• A cor de fundo é a AMARELA.
Os sinais de proibição, tais como e STOP , se
utilizados, são VERMELHOS.

1-4 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPÍTULO 1 – INFORMACOES GERAIS

NÍVEIS DE RUÍDO 721E - 821E (2000/14/EC)


Nível de potência sonora Certificado de teste especial
Lwa = 105 dB (A) (721E) Segurança (98/37/CE, antiga 89/392/CE com as emendas
Lwa = 107 dB (A) (821E) 91/368/CE e 93/44/CE)

Avaliado numa máquina idêntica em conformidade Nível de Ruído (2000/14/CE)


com a directiva 2000/14/CE. Compatibilidade electromagnética 2004/108/EC

Nível da pressão acústica no posto de condução


LpA = 72 dB (A)
Avaliado numa máquina idêntica em conformidade
com a directiva ISO 6396:1992.

NÍVEL DAS VIBRAÇÕES TRANSMITIDAS AO


OPERADOR

O nível das vibrações transmitidas ao operador


depende principalmente das condições do terreno no
qual se esta trabalhando, das modalidades de uso
da máquina e das suas aparelhagens.
A exposição às vibrações pode ser reduzida de
maneira notável quando se observam as seguintes
recomendações:
-utilizar as aparelhagens idóneas para a máquina e
ao tipo de trabalho a realizar;
-regular e bloquear o assento na posição correcta;
inspeccionar também de modo regular as
suspensões do assento, realizando as regulações
ou a manutenção necessárias;
-realizar regularmente as operações de manutenção
ordinária da máquina nas cadências previstas;
-operar com o aparelho de modo uniforme evitando
por quanto possível movimentos bruscos ou cargas
excessivas;
-durante a translação evitar por quanto possível
percursos especialmente acidentados ou o impacto
com possíveis obstáculos.
Esta máquina está equipada com um banco do
operador que satisfaz os requisitos da norma ISO
7096 : 2000. Isto garante que a exposição do corpo
do operador às vibrações respeita os requisitos da
protecção contra vibrações quando a máquina é
utilizada conforme previsto no destino de uso, de
acordo com o descrito no presente manual.
• O valor quadrático médio ponderado da
aceleração a que estão sujeitos os braços do
operador não supera 2,5 m/s2.
• O valor quadrático médio ponderado da
aceleração a que está sujeito o corpo do operador
não supera 1,25 m/s2.
Estes resultados foram obtidos através de um
aparelho que media a aceleração durante o
trabalho de escavação de um fosso.

87551597 A - EU Emitido em 11-06 1-5


Copyright ©
CAPÍTULO 1 – INFORMACOES GERAIS

COMPONENTES DA MÁQUINA

5 7

1
2
8
3

BD06F164 Figura 6
COMPONENTES DA MÁQUINA

1. PORTA DA CABINA E PEGA DE ACESSO 5. CILINDRO DO BALDE


2. DEGRAUS 6. CABINA ROPS
3. BALDE 7. CAPÔ DO MOTOR
4. COTOVELO 8. ACESSO À BATERIA DO LADO ESQUERDO

1-6 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPÍTULO 1 – INFORMACOES GERAIS

3 6
1

BD06F166 Figura 7
COMPONENTES DA MÁQUINA

1. COMPARTIMENTO DA BATERIA 3. ACESSO AO O FILTRO 5. BRAÇO DE LEVANTAMENTO


DO LADO DIREITO DE AR DA CABINA. DO CARREGADOR
2. CAPÔ DO MOTOR 4. CONSOLA DIANTEIRA 6. CILINDRO DO LEVANTAMENTO
DO CARREGADOR

87551597 A - EU Emitido em 11-06 1-7


Copyright ©
CAPÍTULO 1 – INFORMACOES GERAIS

NÚMEROS DE IDENTIFICAÇÃO

MODELO, NÚMERO DE SÉRIE E ANO DE


FABRICO
Quando encomendar peças, quiser obter informações ou
assistência, forneça sempre ao seu concessionário o tipo e
número de série da sua máquina e acessórios.
Escreva as seguintes informações nos espaços abaixo. O
tipo, número de série e ano de fabrico da sua máquina,
acessórios e números de série dos vários componentes
hidráulicos e mecânicos

NÚMERO DE IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO


A placa de identificação inclui os principais dados da
máquina.
Transcrever aqui a seguir os dados relativos à
própria máquina.

Modelo........................................................................

Número de Série ........................................................

Ano de Fabrico ...........................................................

721E-3M002 Figura 1

MARCAÇÃO E NÚMERO DO QUADRO


1. O código do construtor (FNH).
2. O código da máquina (721E1 o 821E1).
3. Check letter (N).
4. O ano de produção (6 para o 2006).
5. O estabelecimento de produção (H para Lecce Plant).
6. A linha de produto (E for Wheel loader).
7. Número do quadro (últimos 5 caracteres).

721E-3M003 Figura 1

1-8 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPÍTULO 1 – INFORMACOES GERAIS

MOTOR DE IDENTIFICAÇÃO
Fabricante e Modelo...................................................
Número de Série ........................................................

BD06F092 Figura 1

IDENTIFICAÇÃO DA TRANSMISSÃO
Modelo........................................................................
Número de Série ........................................................

BD02N124 Figura 1

IDENTIFICAÇÃO DO EIXO DIANTEIRO E


TRASEIRO
Tipo de eixo dianteiro .................................................
Número de série do eixo dianteiro..............................
Tipo de eixo traseiro ...................................................
Número de série do eixo traseiro ...............................

BD02N126 Figura 1

87551597 A - EU Emitido em 11-06 1-9


Copyright ©
CAPÍTULO 1 – INFORMACOES GERAIS

NOTAS

1-10 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPITULO 2 – SEGURANCA, AUTOCOLANTES E SINAIS DE MÃO

Capítulo 2
SEGURANÇA, AUTOCOLANTES E SINAIS DE MÃO
CONTEÚDO

REGRAS DE SEGURANÇA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-3


SEGURANÇA PESSOAL . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-3
SEGURANÇA PERTO DE REDES DE FORNECIMENTO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-4
Pessoal . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-5
Gerais . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-5
Precauções de Montagem e Desmontagem . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-5
Precauções Relativamente ao Arranque e Paragem da Máquina . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-5
Precauções com a Operação . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-6
Precauções Relativamente à Manutenção . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .2-7
Precauções com o Manuseio de Combustível . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-8
Prevenção de Queimaduras . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-8
Precauções com Produtos Químicos Perigosos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-8
Precauções de Transporte . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-8
Estrutura de Protecção contra Capotamento (Se Equipado) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-8
Extintor de Incêndio . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-9
Precauções a Ter Com o Cinto de Segurança . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-9
Precauções Específicas para esta Máquina . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-10
AUTOCOLANTES . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-11

Emitido em 11-06 87551597 A - EU 2-1


Copyright ©
CAPITULO 2 – SEGURANCA, AUTOCOLANTES E SINAIS DE MÃO

NOTAS

2-2 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPITULO 2 – SEGURANCA, AUTOCOLANTES E SINAIS DE MAO

REGRAS DE SEGURANÇA

ADVERTÊNCIA: Este símbolo de alerta de segurança indica importantes mensagens de segurança exis-
tentes neste manual. Quando vir este símbolo, leia cuidadosamente a mensagem que o segue e esteja
preparado para a possibilidade de ocorrência de ferimentos graves ou morte.
M171C

A maioria dos acidentes que envolvem a operação e manutenção de máquinas podem ser evitados respeitando os regulamentos
básicos e as precauções de segurança. Leia e certifique-se de que compreende todas as mensagens de segurança contidas neste
manual, no manual de segurança e os avisos de segurança na máquina antes de operar ou realizar a manutenção da máquina. Em
caso de dúvidas, contacte o seu concessionário.
SEGURANÇA PESSOAL
Os Autocolantes de Segurança nesta máquina utilizam as
palavras, Perigo, Adver tência ou Cuidado, que são
definidas da seguinte forma:
• PERIGO: Indica uma situação de perigo imediata que,
se não for evitada, resultará em morte ou ferimentos
graves. A cor associada à palavra Perigo é a
VERMELHA.
• ADVERTÊNCIA: Indica uma situação potencialmente
perigosa que, se não for evitada, resultará em
ferimentos graves. A cor associada à palavra
Advertência é a COR-DE-LARANJA.
BD06F071 Figura 1 • CUIDADO: Indica uma situação potencialmente
perigosa que, se não for evitada, poderá resultar em
ESPAÇO DE ARMAZENAMENTO DO MANUAL DO OPERADOR
ferimentos ligeiros ou de menor gravidade. Este aviso
LE IA O MANUAL COMP LETO e cer tifique- se de que pode ser igualmente utilizado para alertar contra
compreende o funcionamento de cada um dos controlos. práticas arriscadas. A cor associada à palavra Cuidado
Todo o equipamento tem as suas limitações. Certifique-se de é a AMARELA.
que entendeu as características de velocidade, direcção,
estabilidade e carga da máquina antes de começar a Os au toco lan tes co m s ímbol os de doi s p ain éis IS O
operá-la. definem-se do seguinte modo:

NÃO retire este manual nem o manual de segurança da • O primeiro painel indica a natureza do perigo.
máquina. Contacte o seu concessionário para obter manuais • O segundo painel indica o modo adequado de evitar o
adicionais. Consulte igualmente as informações do manual perigo.
presentes nas páginas com títulos (primeira e segunda
páginas antes do Índice) deste manual. • A cor de fundo é a AMARELA.
As informações de segurança dadas neste manual não Os sinais de proibição, tais como e STOP , se
substituem os códigos de segurança, a necessidade do utilizados, são VERMELHOS.
seguro para máquinas agrícolas nem as leis federais,
estaduais e locais. Assegure-se de que a sua máquina
possui o equipamento adequado, em conformidade com
estas normas e regulamentos.
Este manual contém mensagens de segurança adicionais
que são utilizadas para chamar a atenção para perigos
específicos.
IMPORTANTE: As mensagens de segurança nesta
secção chamam a atenção para situações que poderão
ocorrer durante a operação e manutenção normal da sua
máquina. Estas mensagens de segurança indicam
igualmente as diferentes formas de lidar com esse tipo
de situações.

87551597 A - EU Emitido em 11-06 2-3


Copyright ©
CAPITULO 2 – SEGURANCA, AUTOCOLANTES E SINAIS DE MAO

SEGURANÇA PERTO DE REDES DE


FORNECIMENTO
DEVEM ser seguidas as precauções de segurança ao
trabalhar perto de redes de fornecimento subterrâneas e
aéreas.
Durante a operação, é muito provável que tenha de trabalhar
perto de redes subterrâneas ou aéreas que poderão incluir,
mas não limitar-se a:
• Redes de Electricidade
• Redes de Gás
• Redes de Água
• Redes de Comunicações – Telefone ou Televisão por
Cabo
• Redes de Esgotos
IMPORTANTE: Antes de iniciar qualquer operação
com a máquina, é da sua responsabilidade tomar
conhecimento da localização das redes subterrâneas e RH99G001 Figura 2
aéreas na área onde irá trabalhar e evitá-las.
TELEFONE PARA TODAS AS COMPANHIAS RESPONSÁVEIS
Assegure-se de que as companhias que gerem as redes de PELAS REDES DE FORNECIMENTO ANTES DE REALIZAR
QUALQUER OPERAÇÃO COM A MÁQUINA
fornecimento assinalam SEMPRE devidamente o sítio por
onde estas passam. Depois de localizar as redes de fornecimento subterrâneas,
escave cuidadosamente um buraco com a mão e/ou com
IMPORTANTE: Informe-se junto das autoridades equipamento de sucção automático junto às redes de
locais quanto a leis, regulamentos e/ou sanções que for necimento para ver ificar as suas posições e
exigem que o operador localize e evite as redes de profundidades.
fornecimento.

2-4 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPITULO 2 – SEGURANCA, AUTOCOLANTES E SINAIS DE MAO

PESSOAL PRECAUÇÕES DE MONTAGEM E


DESMONTAGEM
• Esteja preparado para possíveis situações de emergên-
cia. Tenha sempre um estojo de primeiros socorros e um
extintor em boas condições de funcionamento consigo e
saiba como utilizá-los.
• Evite utilizar roupas folgadas, cabelos longos soltos ou
desprotegidos, jóias e artigos pessoais soltos.
• Certifique-se de que conhece e utiliza o equipamento de
protecção que deve ser utilizado quando trabalhar com
esta máquina. Capacetes, protecções para os olhos, cal-
çados de protecção, luvas, coletes reflectores, respirado-
res e protecção para os ouvidos são exemplos de tipos de
equipamentos que podem ser necessários.
• Certos equipamentos de protecção devem ser substituí- BD06F163 Figura 3
dos e renovados após determinado tempo de utilização e • Quando entrar ou sair da máquina utilize os corrimãos e
devido ao desgaste. Os capacetes de protecção antigos os degraus recomendados, utilizando no mínimo três pon-
poderão não oferecer a protecção inicial desejada. Vestu- tos de suporte. Mantenha os degraus e plataforma lim-
ários de protecção desvanecidos e sujos já não oferece- pos. Quando subir ou descer da máquina, faça-o voltado
rão a visibilidade original pretendida. Consulte as para o sistema de acesso.
recomendações do fabricante.
• Nunca salte para fora da máquina.
• Não se apresse. Caminhe, não corra.
• Não desça da máquina enquanto esta estiver em
• Conheça e use os sinais de mão necessários para traba- movimento.
lhos específicos que irá realizar e saiba quem será o res-
• A presença de materiais estranhos ou massa lubrificante
ponsável por fazer os sinais.
nos degraus e nas pegas poderá provocar um acidente.
Mantenha as pegas e os degraus limpos.
GERAIS
PRECAUÇÕES RELATIVAMENTE AO
• É da responsabilidade do operador ler e entender o ARRANQUE E PARAGEM DA MÁQUINA
Manual do Operador e outras informações fornecidas,
assim como utilizar o procedimento de operação correcto.
• Caminhe à volta da máquina e avise a todos que possam
estar a fazer a manutenção da máquina ou que estejam
As máquinas devem ser operadas apenas por operadores
no caminho da máquina que vai ligar o carregador. Ape-
qualificados.
nas ligue a máquina depois de todos terem se afastado
• NÃO OPERE nem efectue a manutenção desta máquina da área. Soe a buzina, se a máquina estiver equipada
caso não tenha recebido a formação adequada para o com uma, antes de ligar o motor.
efeito. Certifique-se igualmente de que lê e compreende
• Caminhe à volta da ferramenta, do acessório ou do ponto
as instruções e avisos de segurança contidos neste
de contacto mais distante da máquina para verificar a
manual.
existência de áreas perigosas a partir do ponto de vista e
• Use o cinto de segurança para maximizar a capacidade ângulo do pessoal que está a trabalhar no local.
de protecção da ROPS (Estrutura de Protecção contra • Verifique se o dispositivo de estacionamento está enga-
Capotamento) quando a máquina estiver equipada com tado, coloque a transmissão em ponto morto ou estacione
este dispositivo. como indicado pelo fabricante e desengate a TDF, se a
• Inspeccione diariamente a ROPS e parafusos de monta- máquina estiver equipada com uma, antes de ligar a
gem do cinto de segurança para assegurar a sua integri- máquina.
dade. • Ajuste, prenda e bloqueie o assento e coloque o cinto de
• Não transporte passageiros na máquina se não houver segurança antes de ligar a máquina.
um local designado pelo fabricante para um passageiro. • Coloque a máquina a trabalhar e trabalhe com esta ape-
• Certifique-se de que todas as protecções de segurança, nas quando estiver na estação do operador.
capotas, portas, etc., estão devidamente colocadas e • Não anule o sistema de ponto morto/arranque da
seguras. máquina. O sistema de ponto morto/arranque deve ser
• Retire todos os objectos soltos que se encontrem na consertado se estiver a funcionar mal.
máquina. Retire todos os objectos soltos que não perten- • Utilize os cabos auxiliares apenas da forma recomendada.
çam à máquina e respectivo equipamento. A utilização incorrecta pode causar a explosão da bateria
ou o movimento inesperado da máquina. Faça a ventilação
da área da bateria antes de usar os cabos da bateria auxi-
liar. Certifique-se de que a utilização dos cabos da bateria
auxiliar não irá interferir nem danificar o processamento
electrónico ou os dispositivos de informática.
87551597 A - EU Emitido em 11-06 2-5
Copyright ©
CAPITULO 2 – SEGURANCA, AUTOCOLANTES E SINAIS DE MAO

• NUNCA PONHA O MOTOR A TRABALHAR num espaço • Observe as pessoas presentes e nunca permita que nin-
fechado que não disponha de ventilação adequada. guém fique sob ou ao alcance da máquina e dos seus
• Estacione a máquina numa superfície nivelada sempre equipamentos enquanto estiver a trabalhar.
que possível e engate o travão de estacionamento. Em • Escolha uma mudança que evitará a velocidade exces-
grades, estacione a máquina com as rodas ou esteiras siva quando estiver a descer uma ladeira. Não conduza
devidamente bloqueadas. na transversal da ladeira.
• Antes de sair da estação do operador, baixe o equipamento • Quando estiver a conduzir na estrada, saiba como usar
até ao solo, desligue o motor e coloque a alavanca de can- os dispositivos de sinalização necessários da máquina.
celamento de função na posição trancada ou superior. Obtenha uma escolta, quando necessário, para conduzir
• Retire a chave da ignição ou desligue a ignição quando na estrada.
estacionar a máquina ou quando a deixar sem • Em máquinas com travões das rodas que são operados
supervisão. independentemente, prenda os pedais um ao outro antes
de conduzir na estrada para permitir a aplicação equili-
PRECAUÇÕES COM A OPERAÇÃO brada dos travões.
• Verifique os travões, a direcção e outros dispositivo de • Use os dispositivos de transporte recomendados quando
controlo da máquina de acordo com as instruções do fabri- conduzir a máquina em estradas.
cante antes de iniciar a operação. Observe todos os indi- • Use uma barra de engate ou um ponto de engate apro-
cadores ou instrumentos de advertência para verificar se vado quando utilizar a máquina para rebocar algo. Se
está tudo a funcionar correctamente. Opere todos os con- usar um cabo ou uma corrente, mantenha as pessoas
trolos para verificar se estão a funcionar correctamente. afastadas da linha de reboque.
Se qualquer dispositivo não estiver a funcionar correcta-
mente, retire a chave da ignição ou desligue a chave do • Antes de trabalhar com a máquina à noite, verifique se
interruptor. Coloque um aviso de “NÃO OPERE” na todas as luzes funcionam.
máquina, até que a avaria seja reparada. • Se a sua máquina tiver uma cabina, certifique-se de que
• Se a falha que ocorreu for do tipo que cause perda de todas as janelas se encontram limpas e de que os
controlo da máquina, tal como na direcção, nos travões limpa-pára-brisas e lava-pára-brisas, se equipados, funci-
ou no motor, pare a máquina o mais rápido possível, retire onam correctamente.
a chave da ignição ou desligue a chave do interruptor. • Os gases provenientes do escape do motor podem provo-
Coloque um aviso de “NÃO OPERE” na máquina e estaci- car a morte. Se operar esta máquina numa área fechada,
one-a com segurança até que o problema tenha sido cor- certifique-se de que existe uma boa ventilação para subs-
rigido ou que a máquina possa ser rebocada. tituir os gases provenientes do escape por ar fresco.
• Compreenda as limitações da máquina e mantenha-a sob • Verifique todos os controlos numa área livre e certifi-
controlo. que-se de que a máquina está a operar correctamente.
• Opere e conduza a máquina com cuidado e à velocidade • Pó, nevoeiro, fumo, etc., poderão diminuir a visibilidade e
compatível com as condições locais. Tenha muito cuidado provocar um acidente. Pare a máquina ou reduza a veloci-
quando operar em terrenos irregulares, ladeiras ou dade até que possa ver.
quando virar a máquina.
• O contacto com cabos de alta tensão, cabos subterrâ-
• Marque e evite todos os perigos e todas as obstruções neos, etc., pode causar ferimentos graves ou morte por
tais como valas, linhas subterrâneas, árvores, penhascos, electrocussão.
linhas eléctricas suspensas ou áreas onde haja risco de
deslizamento. • Mantenha a máquina e os acessórios a uma distância
segura das linhas eléctricas, de acordo com as
• Transporte as cargas nas posições recomendadas para instruções.
obter a estabilidade máxima.
VOLTAGEM (VOLTS) DISTÂNCIA SEGURA
• Nunca levante cargas que superem a capacidade da
máquina. 50K OU MENOS 3,0M (10ft)
• Use os lastros e contrapesos recomendados para a 50K A 200K 4,5M (15ft)
máquina. 200K A 350K 5,0M (20ft)
• Conheça e compreenda os padrões de fluxo de tráfego do
350K A 500K 7,5M (25ft)
local de trabalho e obedeça à pessoa que estiver a fazer
sinais, aos sinais da estrada e à pessoa com sinalizadores. 500K A 750K 10,5M (35ft)
• Conheça e compreenda que as condições do local de tra- 750K OU MAIS 13,5M (45ft)
balho podem mudar no intervalo de horas ou de minutos.
Montes de terra, resíduos ou obstruções podem mudar
desde o momento em que iniciou os trabalhos. É de sua
responsabilidade monitorizar as mudanças e manter a
máquina, as ferramentas e os acessórios, etc., a uma dis-
tância segura.

2-6 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPITULO 2 – SEGURANCA, AUTOCOLANTES E SINAIS DE MAO

• Antes de conduzir ou operar a máquina numa área com • Use luvas para proteger as suas mãos quando manusear
linhas ou cabos de alta tensão, ou próximo de uma central o cabo.
eléctrica, informe a companhia de redes de fornecimento • Desligue as baterias antes de efectuar qualquer operação
da operação que irá realizar. O operador DEVE DESLIGAR no sistema eléctrico. Conheças as consequências de des-
A ELECTRICIDADE OU MANTER UMA DISTÂNCIA DE ligar qualquer dispositivo electrónico ou de informática.
TRABALHO SEGURA em relação às linhas, aos cabos ou
à central eléctrica. Mantenha todas as peças da máquina a • Evite realizar quaisquer lubrificações ou ajustes mecâni-
uma distância segura da fonte de energia. Você deverá cos com a máquina em movimento ou com o motor a tra-
igualmente estar familiarizado com todas as leis federais, balhar. Se for necessário pôr o motor a trabalhar para
estatais/provinciais, ou outros códigos ou regulamentos de realizar determinados ajustes, coloque a transmissão em
segurança que se apliquem ao local de trabalho. ponto morto, engate o dispositivo de estacionamento,
coloque o equipamento numa posição segura, bloqueie
• Se alguma parte da máquina entrar em contacto com uma as rodas de forma segura e tenha bastante cuidado.
fonte de energia de alta voltagem:
1. Avise os outros trabalhadores PARA NÃO TOCAREM
• Bloqueie a máquina ou qualquer equipamento que possa
cair com segurança antes de trabalhar na máquina ou no
NA MÁQUINA e para se m anter em afastados da
componente. Se possível, use também um dispositivo de
máquina.
bloqueio auxiliar ou secundário.
2. Se puder desfazer o contacto, inverta a operação que
provocou o contacto com a fonte de energia de alta • Para evitar movimentos inesperados, bloqueie com segu-
voltagem e desloque a máquina para longe da área de rança os elementos em funcionamento quando reparar ou
perigo. Se não puder desfazer o contacto, permaneça na mudar as peças da ferramenta em funcionamento, tal
máquina até que a companhia da rede de fornecimento como cunhas.
desligue a linha de ser viços e o infor me de que a • Nunca efectue quaisquer reparações em componentes
energia foi cortada. sob pressão (por fluido, gases ou mecânicos), até que
• Se as condições forem extremas, como por exemplo um toda a pressão tenha sido aliviada, de acordo com as ins-
incêndio, etc. e você for forçado a abandonar a máquina, truções dos fabricantes.
não saia como o faria normalmente. Salte com os pés jun- • Tenha extremo cuidado quando remover as tampas do
tos para o mais longe possível da máquina e não toque depósito ou tanque do radiador, bujões de drenagem,
no solo com as mãos. pontos de lubrificação ou torneiras de pressão. Estacione
• Não opere a máquina se não se sentir bem. Isto pode ser a máquina e deixe-a arrefecer antes de abrir um depósito
perigoso para si e para as pessoas à sua volta. pressurizado.
• O operador deve fazer o seu próprio julgamento, se o • Liberte toda a pressão antes de trabalhar em sistemas
tempo, a estrada ou as condições do solo permitirão uma que tenham um acumulador.
operação segura em colinas, rampas inclinadas ou em • Use um pedaço de cartão, jornal ou madeira para verificar
terrenos acidentados. vazamentos lubrificados a fim de evitar que fluido penetre
• Mantenha-se afastado de zonas perigosas tais como na sua pele. Pressurize os acumuladores com o gás cor-
valas, barrancos, etc. Caminhe pela área de trabalho recto, de acordo com as recomendações do fabricante.
antes de iniciar e identifique as fontes de perigo. • Quando insuflar os pneus, use um bico de insuflação de
• Esteja alerta e certifique-se de que conhece sempre a ligação automática com válvulas de desligamento remo-
localização de todas as pessoas na sua área de trabalho. tas e fique longe do pneu. Posicione-se ao lado da banda
Mantenha todas as outras pessoas totalmente afastadas do pneu e não à frente do aro.
da máquina. Se estas instruções não forem cumpridas, • Quando for absolutamente necessário rebocar a
poderão ocorrer ferimentos graves ou morte. máquina, não exceda a velocidade de reboque recomen-
• Desenvolva técnicas de operação que funcionem e mante- dada. Certifique-se de que a máquina que fará o reboque
nha o estado da superfície onde a máquina se desloca tem capacidade de travagem suficiente para parar a carga
para controlar a transferência de vibração para o operador. que está a ser rebocada. Se a máquina que está a ser
rebocada não puder ser travada, dever ser usada uma
PRECAUÇÕES RELATIVAMENTE À barra de reboque ou duas máquinas de reboque – uma à
MANUTENÇÃO frente a puxar e uma atrás a servir de travão. Evite rebo-
• Não tente fazer consertos a não ser que tenha recebido a car longas distâncias.
devida formação. Consulte os manuais e os técnicos de • Observe os procedimentos de manutenção adequados.
reparos devidamente formados para obter ajuda.
• Sempre que estiver a fazer a manutenção e a substituir
• Antes de proceder à manutenção da máquina, coloque pinos endurecidos, etc., use um mandril de latão ou um
um aviso de “NÃO OPERE” na chave de ignição. Certifi- outro material adequado entre o martelo e o pino. Alt: Use
que-se de que a máquina está devidamente “etiquetada”. um martelo ou um mandril de latão ou um material ade-
• Use óculos de protecção e outros equipamentos de segu- quado no pino, etc.
rança necessários quanto fizer a manutenção ou conser- • Mantenha os travões e sistemas de direcção em boas
tos na máquina. condições de operação.

87551597 A - EU Emitido em 11-06 2-7


Copyright ©
CAPITULO 2 – SEGURANCA, AUTOCOLANTES E SINAIS DE MAO

• Substitua todos os sinais danificados, perdidos ou ilegí- • Quando o electrólito da bateria estiver congelado, a bate-
veis. Mantenha todos os sinais de segurança limpos. ria poderá explodir se tentar carregá-la ou tentar dar
arranque ao motor com uma bateria auxiliar. Para evitar
PRECAUÇÕES COM O MANUSEIO DE congelar o electrólito da bateria, tente manter a bateria
COMBUSTÍVEL com a carga máxima. Se estas instruções não forem cum-
• Não fume nem permita a presença de chamas expostas pridas, você ou outras pessoas na área poderão sofrer
enquanto estiver encher o depósito de combustível ou ferimentos graves.
durante operações de enchimento. • Se a tampa do radiador for retirada, o fluido de arrefeci-
• Nunca retire o tampão do depósito de combustível nem mento quente pode esguichar para fora. Para retirar a
coloque gasolina nas máquinas com o motor a funcionar tampa do radiador, deixe o sistema de arrefecimento arre-
ou quente. Nunca permita o derramamento de combustível fecer, rode a tampa até ao primeiro entalhe, espere até
sobre os componentes quentes da máquina. Nunca per- que a pressão seja aliviada e retire então a tampa do
mita o derramamento de combustível no meio ambiente. radiador.
• Para evitar o derramamento de combustível mantenha o PRECAUÇÕES COM PRODUTOS QUÍMICOS
controlo do bico de enchimento de combustível quando PERIGOSOS
estiver a encher o depósito.
• Se você for exposto ou entrar em contacto com produtos
• Não encha o depósito de combustível até à sua capacidade químicos perigosos, isso poder-lhe-á causar ferimentos
máxima. Conte sempre com o espaço para a expansão. graves. Os fluidos, lubrificantes, tinta, colas, fluidos de
• Limpe combustível derramado imediatamente e deite fora arrefecimento, etc., utilizados na sua máquina podem ser
o material contaminado respeitando as regras de protec- perigosos.
ção do meio ambiente. • As folhas com dados sobre a segurança dos materiais
• Aperte bem o tampão do depósito de combustível. Se o (MSDS) fornecem informações sobre as substâncias quí-
tampão do depósito de combustível for perdido, substi- micas contidas num produto, procedimentos de segu-
tua-o apenas por um novo que seja uma peça original rança, medidas de primeiros socorros e medidas a tomar
aprovada do fabricante. A utilização de um tampão não quando o produto for derramado ou espalhado. Estas
aprovado sem a ventilação adequada pode causar a pres- folhas adicionais de informações estão disponíveis junto
surização do depósito. do seu concessionário.
• Nunca use o combustível como agente de limpeza. • Antes de proceder à manutenção da sua máquina, verifi-
• Use o combustível de classificação correcta para a esta- que as folhas MSDS relativas a cada fluido, lubrificante,
ção de operação. etc., utilizado nesta máquina. As informações presentes
nestas folhas indicam os riscos envolvidos e a forma
como efectuar a manutenção da máquina de forma cor-
PREVENÇÃO DE QUEIMADURAS
recta e segura. Siga estas informações ao efectuar a
manutenção da máquina.
ADVERTÊNCIA: O ÁCIDO DA BATERIA
PROVOCA QUEIMADURAS GRAVES. As • Antes de efectuar a manutenção desta máquina e
baterias contêm ácido sulfúrico. Evite o con- eliminar os fluidos e lubrificantes usados, tenha sempre
tacto com a pele, os olhos ou o vestuário. em atenção o meio ambiente. NÃO verta o óleo ou os
Antídoto: EXTERNO – Enxagúe com água. fluidos no solo ou em contentores que possam vazar.
Antídoto: INTERNO – Beba grandes • Informe-se junto da sua organização ambiental, do seu
quantidades de água ou leite. centro de reciclagem local ou do seu concessionário
NÃO induza ao vómito. Procure assistência sobre a forma como deverá eliminar correctamente estes
médica imediatamente. materiais.
OLHOS – Lave com água durante 15
PRECAUÇÕES DE TRANSPORTE
minutos e procure assistência médica
imediata. Cer tifique-se de que conhece as normas, as leis e os
equipamentos de segurança necessários para o transporte
ADVERTÊNCIA: AS BATERIAS PRODU- desta máquina na estrada ou na auto-estrada.
ZEM GASES EXPLOSIVOS. Mantenha-as
afastadas de faíscas, chamas, cigarros e
ESTRUTURA DE PROTECÇÃO CONTRA
charutos. Mantenha uma boa ventilação CAPOTAMENTO (SE EQUIPADO)
sempre que carregar ou utilizar a bateria em
espaços fechados. Utilize sempre protecção NÃO modifique a ROPS de forma alguma. Modificações sem
para os olhos quando trabalhar perto de autorização, tais como a soldagem, a perfuração, o corte ou
baterias. Lave as mãos depois de ter estado o acrescento de acessórios poderão enfraquecer a estrutura
em contacto com as baterias. MANTENHA e reduzir a sua protecção. Substitua a ROPS se esta capotar
FORA DO ALCANCE DE CRIANÇAS. ou sofrer danos. Não tente repará-la.
M144B

2-8 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPITULO 2 – SEGURANCA, AUTOCOLANTES E SINAIS DE MAO

EXTINTOR DE INCÊNDIO
ADVERTÊNCIA: Aperte o cinto de segu-
Recomendamos que conser ve sempre um extintor de
rança. A sua máquina está equipada com
incêndios na sua máquina. Contacte o seu concessionário
uma cabina ROPS, uma capota ROPS ou
para obter informações sobre o tipo e sobre o local a instalar
uma estrutura ROPS para sua protecção. O
um extintor de incêndio nesta máquina.
cinto de segurança pode ajudar a garantir a
sua segurança se a sua utilização e manu-
PRECAUÇÕES A TER COM O CINTO DE
SEGURANÇA tenção forem efectuadas de forma correcta e
segura. Nunca use um cinto de segurança
frouxo ou com folgas no sistema do cinto.
Nunca use o cinto se este estiver torcido ou
preso entre os componentes da estrutura do
1 assento.
M437

BD06G176 Figura 4
1. TIRA DIREITA DO CINTO
2. MECANISMO DE TRANCAMENTO

1. Insira a extremidade de metal na tira direita do cinto no


mecanismo de trancamento no lado esquerdo do
assento.
2. Aperte o cinto de segurança puxando a extremidade
solta no lado direito do cinto de segurança.

BD06G176 Figura 5
1. Para soltar o cinto de segurança, pressione o botão
vermelho no mecanismo de bloqueio do lado esquerdo.

ADVERTÊNCIA: Antes de ligar o motor, cer-


tifique-se de que os cintos de segurança
estão bem apertados. O cinto de segurança
pode ajudar a garantir a sua segurança se a
sua utilização e manutenção forem correc-
tas. Nunca use um cinto de segurança frouxo
ou com folgas no sistema do cinto. Nunca
use o cinto se este estiver torcido ou preso
entre os componentes da estrutura do
assento.
M422A

87551597 A - EU Emitido em 11-06 2-9


Copyright ©
CAPITULO 2 – SEGURANCA, AUTOCOLANTES E SINAIS DE MAO

PRECAUÇÕES ESPECÍFICAS PARA ESTA


MÁQUINA
• Mantenha a carga ou a ferramenta tão baixas quanto pos-
sível enquanto estiver a mover a máquina no local de
trabalho.
• Nunca fume enquanto estiver a reabastecer.
• Antes de fazer qualquer manutenção, trabalho ou trans-
porte, tranque a articulação da ligação de trans-
porte/manutenção.

BD06G099 Figura 6
LIGAÇÃO DE TRANSPORTE/MANUTENÇÃO BLOQUEADA

BD06G098 Figura 7
LIGAÇÃO DE TRANSPORTE/MANUTENÇÃO NO MODO
DE OPERAÇÃO
• Use sempre a escora de apoio do braço do carregador, se
for necessário fazer manutenção com os braços elevados
do solo.

2-10 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPITULO 2 – SEGURANCA, AUTOCOLANTES E SINAIS DE MAO

AUTOCOLANTES

ADVERTÊNCIA: Um autocolante ilegível ou em falta pode ter consequências graves. Inspeccione os


autocolantes diariamente. Limpe e substitua os autocolantes danificados, conforme for necessário.
CE-NA000

ADVERTÊNCIA: Certifique-se de que os autocolantes estejam perfeitamente legíveis, limpe-os regular-


mente e substitua aqueles que estejam destruídos, que tenham sido perdidos, cobertos por tinta ou que já
não sejam legíveis por autocolantes novos. Quando substituir peças que tenham autocolantes, certifi-
que-se de que autocolantes novos são colocados nas peças novas.
CE-NA000

NOTA: Quando limpar os autocolantes, use apenas um pano, água e sabão. Não utilize solventes, gasolina, etc.
NOTA: Este capítulo cobre apenas os autocolantes relacionados com a segurança e operação e manutenção da máquina.
Para obter informações sobre todos os autocolantes da máquina, consulte o seu concessionário autorizado.
NOTA: Os autocolantes de segurança nesta máquina usam as palavras Perigo, Advertência ou Cuidado, que são
definidas do seguinte modo:
• PERIGO: Indica uma situação de perigo imediato que, se não for evitada, poderá resultar em morte ou ferimentos graves. A cor
associada à palavra Perigo é a VERMELHA.
• ADVERTÊNCIA: Indica uma situação potencialmente perigosa que, se não for evitada, poderá resultar em morte ou
ferimentos graves. A cor associada à palavra Advertência é a COR-DE-LARANJA.
• CUIDADO: Indica uma situação potencialmente perigosa que, se não for evitada, poderá causar ferimentos ligeiros ou de
pequena gravidade. Este aviso pode ser igualmente utilizado para alertar contra práticas arriscadas. A cor associada à palavra
perigo é a AMARELA.
Os autocolantes de segurança nesta máquina seguem o padrão ISO pictórico de dois painéis, e definem-se do seguinte modo:
• O primeiro painel indica a natureza do perigo.
• O segundo painel indica o modo adequado de evitar o perigo.
• A cor de fundo é a AMARELA.
• Os sinais de proibição, tais como e STOP , se utilizados, são VERMELHOS.

1 2
1

BD06G178 / 721E-3M004 / 721E3M005 Figura 8

87551597 A - EU Emitido em 11-06 2-11


Copyright ©
CAPITULO 2 – SEGURANCA, AUTOCOLANTES E SINAIS DE MAO

4
6 5

3 4

BD06F032 / 721E-3M006 / 721E-3M007 / 721E-3M008 / 721E-3M009 Figura 9

BD06F036 /721E-3M010 Figura 10

2-12 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPITULO 2 – SEGURANCA, AUTOCOLANTES E SINAIS DE MAO

8 8

BD06G101 / 721E-3M011 Figura 11


UMA DE CADA LADO

9 10

10

BD06G232 / 721E-3M010 / 721E-3M012 Figura 12

87551597 A - EU Emitido em 11-06 2-13


Copyright ©
CAPITULO 2 – SEGURANCA, AUTOCOLANTES E SINAIS DE MAO

11
11

BD06F001 / 721E-3M013 Figura 13

12

12

13

13

BD06F149 / 721E-3M015 / 721E-3M014 Figura 14

2-14 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPITULO 2 – SEGURANCA, AUTOCOLANTES E SINAIS DE MAO

14

16

15

14 15 16

BD06G235 / 721E-3M009 / 721E-3M005 / 721E-3M004 Figura 15

17
17

BD06G234 / 721E-3M016 Figura 16

87551597 A - EU Emitido em 11-06 2-15


Copyright ©
CAPITULO 2 – SEGURANCA, AUTOCOLANTES E SINAIS DE MAO

NOTAS

2-16 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPITULO 3 – INSTRUMENTOS E CONTROLOS

Capítulo 3
INSTRUMENTOS E CONTROLOS
CONTEÚDO

CONSOLA DIANTEIRA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-3


Libertação do Travão de Estacionamento . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-5
Indicadores do Painel de Instrumentos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-7
MOSTRADOR MULTIFUNÇÕES LCD . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-14
Navegação Através dos Ecrãs do Mostrador Multifunções LCD . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-15
Entrar nos Ecrãs de Manutenção . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-17
Selecção dos Modos de Potência . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-19
Calibragem da Caixa de Mudanças . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-20
PEDAIS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-22
ALAVANCAS DE CONTROLO DO CARREGADOR . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-23
Válvula de Duas Bobinas – Uma Alavanca de Controlo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-23
Válvula de Três Bobinas – Duas Alavancas de Controlo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-24
Três Bobinas – Três Alavancas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-25
Válvula de Quatro Bobinas – Três Alavancas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-26
CONSOLA LATERAL . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-27
Interruptor de Desligamento Geral . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-33
Interruptor do Capô . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-34
Frestas de Recirculação de Ar . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-35
Frestas de Recirculação de Ar Principais . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-35
Frestas de Desembaciamento . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-36
Rádio (Se Equipado) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-36
Trinco da Porta . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-36
Trinco da Janela . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-37
Trinco de Retenção da Janela . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-37
ASSENTO DO OPERADOR . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-38
Assento Standard . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-38
Assento de Suspensão Pneumática Opcional . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-39
Cinto de Segurança . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-40
Saída de Emergência . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-41

Emitido em 11-06 87551597 A - EU 3-1


Copyright ©
CAPITULO 3 – INSTRUMENTOS E CONTROLOS

NOTAS

3-2 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPITULO 3 – INSTRUMENTOS E CONTROLOS

CONSOLA DIANTEIRA

1
2

BD06F223 Figura 1
1. INTERRUPTOR DAS LUZES DE EMERGÊNCIA:
Carregue no lado ESQUERDO do interruptor das luzes de emergência para as ligar. Carregue no lado DIREITO do
interruptor das luzes de emergência para as DESLIGAR.
BC00B087

2. INTERRUPTOR DO CONTROLO PILOTO:


Carregue no lado ESQUERDO do interruptor para desligar os controlos piloto. A luz do controlo piloto acender-se-á
quando as alavancas de controlo hidráulico forem desactivadas. A ligação do carregador permanecerá no lugar
BC00B048
quando os controlos piloto estiverem desactivados. Carregue no lado DIREITO do interruptor para accionar os
controlos piloto. Agora as alavancas de controlo hidráulico funcionarão.

87551597 A - EU Emitido em 11-06 3-3


Copyright ©
CAPITULO 3 – INSTRUMENTOS E CONTROLOS

3. ALAVANCA DE CONTROLO DA
TRANSMISSÃO:
A alavanca de controlo da transmissão é utilizada para mudar
as mudanças da transmissão da 1ª até à 4ª mudança. Rode a
alavanca de controlo da transmissão para longe de si para
seleccionar uma mudança mais alta e em direcção a si para
seleccionar uma mudança mais baixa. Esta alavanca de
controlo também é utilizada para colocar a transmissão na
posi ção de M AR CH A À FRE N TE, P ONTO MO RTO e
MARCHA ATRÁS.
4

BD06F161 Figura 3
4. CONTROLO DA INCLINAÇÃO DO VOLANTE:
Este controlo tem múltiplas posições. Puxe a alavanca para
cima e ajuste o volante até ao ângulo correcto. Liberte o
controlo para manter o volante na posição. Incline totalmente
o volante para cima quando sair da máquina. Ajuste sempre
o volante para a posição correcta antes de ligar o motor.

BD06F160 Figura 2
NOTA: A função F-N-R (Marcha à Frente – Ponto Morto
– Marcha Atrás) da Alavanca de Controlo da Transmissão
pode ser movida para a Alavanca de Controlo do
Carregador para se obter uma operação eficaz.
A. Mova a alavanca de controlo para longe de si para se
deslocar PARA A FRENTE.
B. A posição central é o PONTO MORTO.
C. Mova a alavanca de controlo em direcção a si para se
deslocar em MARCHA ATRÁS.

3-4 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPITULO 3 – INSTRUMENTOS E CONTROLOS

NOTA: O travão de manutenção deve encontrar-se à


pressão de operação para que o travão de
estacionamento possa ser liber tado e para que a
5 máquina possa ser movida. A Luz Indicadora da Pressão
do Travão não deverá iluminar-se quando o Travão de
Estacionamento for desengatado. Tentar mover a
máquina antes de as pressões do travão de manutenção
atingirem a pressão de operação pode causar o
desgaste prematuro da almofada do Travão de
Estacionamento.
6
LIBERTAÇÃO DO TRAVÃO DE
ESTACIONAMENTO
BD06F157 Figura 4
A. (Para que o controlo FNR da transmissão esteja na
5. BUZINA: Alavanca de Controlo da Transmissão no lado esquerdo
Carregue no botão da buzina para a accionar. do volante).
6. ALAVANCA DO PISCA-PISCA: São necessários todos os passos a seguir:
D. Empurre a alavanca de controlo para cima para 1. A pressão do Travão de Manutenção deve ter atingido a
indicar uma mudança de direcção para a esquerda. pressão de operação.
P uxe o c ont rolo para ba ix o pa ra indi car uma
2. A Alavanca de Controlo da Transmissão deve estar em
mudança de direcção para a direita. Para desligar o
ponto morto.
sinal mova a alavanca de controlo para a posição
intermédia. 3. Carregue no botão do interruptor do travão de
estacionamento para libertar o interruptor do travão de
Estacionamento.
4. Coloque a alavanca de controlo da transmissão em
MARCHA À FRENTE ou MARCHA ATRÁS para mover a
máquina.
B. (Para que o controlo FNR da transmissão esteja no
7 l a d o d i r e i t o d o vo l a n t e n a á r e a d o c o n t r o l a d o r
hidráulico).
São necessários todos os passos a seguir:
1. A pressão do Travão de Manutenção deve ter atingido a
pressão de operação.
BD02N211

7. INTERRUPTOR DO TRAVÃO DE 2. O controlo FNR do lado esquerdo da Alavanca de


Controlo da Transmissão deve estar em ponto morto.
ESTACIONAMENTO:
3. O interruptor do controlo FNR do lado direito deve estar
NOTA: Certifique-se de que a máquina
em ponto morto.
BC00B095
está totalmente parada antes de engatar o
travão de estacionamento. 4. A máquina está parada.
5. O motor deve estar a funcionar.
IMPORTANTE: O Travão de Estacionamento é um 6. Carregue na parte superior do interruptor para accionar
travão engatado por mola e desengatado hidraulica- a transmissão na consola lateral. (A luz indicadora na
mente que é engatado ao eixo da transmissão. É efici- p ar te d e b a ix o d o i n t er r u p t or de a cc i o n am e n to
ente para manter a máquina no lugar quando utilizado acender-se-á quando este for activado.)
correctamente.
7. Carregue no botão do interruptor do travão de
Para Engatar o Travão de Estacionamento: estacionamento para libertar o travão de
E staci onamento. (Isto deve oc orrer dentro de 8
1. Prima a parte superior do interruptor do travão de segundos depois da activação.)
e s t a c i o n a m e n t o p a r a E N G ATA R o t r a v ã o d e
e s t a c i o n a m e n t o. O t r a v ã o d e e s t a c i o n a m e n t o 8. Coloque o interruptor do controlo FNR do lado direito em
engatar-se-á sempre que a chave de ignição for movida MARCHA À FRENTE ou MARCHA ATRÁS para mover a
para a posição DESLIGADA. máquina. (Isto deve ocorrer dentro de 8 segundos
depois da activação.)

87551597 A - EU Emitido em 11-06 3-5


Copyright ©
CAPITULO 3 – INSTRUMENTOS E CONTROLOS

IMPORTANTE: Uma falha no procedimento de opera-


ção ou uma falha no funcionamento eléctrico ou hidráu-
lico pode resultar num engate brusco do Travão de
Estacionamento. Utilize sempre o sinto de segurança.

BD06F155 Figura 5
8. CHAVE DE IGNIÇÃO
A chave de ignição tem quatro posições:
POSIÇÃO DE ACESSÓRIOS
Esta posição accionará somente o rádio opcional. Nesta
posição, os instrumentos ficam desactivados e o motor
desligado.
POSIÇÃO DESLIGADA
Toda a corrente controlada através do interruptor encontra-se
DESLIGADA. Rode a chave para a posição DESLIGADA para
desligar o motor. Retire a chave e rode o interruptor de
desligamento geral para a posição DESLIGADA.
POSIÇÃO LIGADA
Nesta posição todos os sistemas eléctricos ficam activados.
A chave voltará para esta posição após ser libertada da
posição de ARRANQUE.
POSIÇÃO DE ARRANQUE
Rode a chave para esta posição para accionar o motor de
arranque e dar arranque ao motor. O interruptor é engatado
por mola e, como tal, quando for libertado, regressará à
posição LIGADA.

3-6 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPITULO 3 – INSTRUMENTOS E CONTROLOS

INDICADORES DO PAINEL DE INSTRUMENTOS


CONJUNTO DE INSTRUMENTOS
O conjunto de instrumentos verificará cada sistema monitorizado quando a chave de ignição for rodada para a posição LIGADA.
Todos os LEDs (díodos emissores de luz) acender-se-ão e o alarme de advertência soará durante três segundos. No final desta
verificação todos os sistemas monitorizados voltarão à operação normal. Se existir um circuito aberto entre um sensor e o conjunto
de instrumentos, o LED piscará e o alarme de advertência soará durante 5 segundos.
IMPORTANTE: Se, durante a operação, a luz de advertência de paragem geral (na consola dianteira) piscar e o alarme
de advertência for contínuo, pare a máquina, desligue o motor e verifique qual a causa da avaria.

2 4

3 5

1
1

BD06F096 Figura 6
1. LUZ INDICADORA DAS LUZES DE EMERGÊNCIA E DOS PISCAS-PISCAS:
Esta luz indicadora verde piscará quando o operador indicar uma mudança de direcção ou quando accionar as luzes
de emergência.
BS96H049

2. INDICADOR DAS LUZES:


Este indicador acende-se quando as luzes estiverem ACESAS.

BS03K046

3. INDICADOR DA PRESSÃO DOS TRAVÕES:


Este indicador acende-se quando a pressão do sistema dos travões estiver muito baixa. O alar me soará
continuamente e o indicador geral de paragem ficará vermelho.
BC00B108 NOTA: Pare a máquina e corrija o problema.
4. INDICADOR DA DIRECÇÃO SECUNDÁRIA (SE EQUIPADO):
Este indicador acende-se quando a pressão do sistema primário da direcção estiver demasiado baixa. O alarme soa
continuamente e o indicador geral de paragem fica vermelho.
BS00B111 NOTA: Se esta situação se verificar, pare imediatamente a máquina e entre em contacto com o seu
concessionário.
5. INDICADOR DO TRAVÃO DE ESTACIONAMENTO:
Este indicador acende-se quando o travão de estacionamento for engatado. Quando o travão de estacionamento for
engatado e a transmissão for mudada para a posição de MARCHA À FRENTE ou MARCHA ATRÁS o alarme soa
BS96H049
durante 3 segundos e o indicador geral de cuidado fica amarelo.
6. LUZ INDICADORA DO AQUECEDOR DA GRADE DO MOTOR:
Para ligar o motor, rode a chave para a posição LIGADA. O indicador (6) se acende quando o aquecedor da grade do
motor está a funcionar. Espere até que a luz indicadora se APAGUE antes de mover o interruptor da chave para a
posição de ARRANQUE para ligar o motor. A luz indicadora pode se acender novamente durante o arranque e
brevemente depois do motor começar a trabalhar para o aquecimento posterior do ar. Isto permite um funcionamento
suave durante o período de aquecimento em tempo frio.

87551597 A - EU Emitido em 11-06 3-7


Copyright ©
CAPITULO 3 – INSTRUMENTOS E CONTROLOS

INDICADORES DO PAINEL DE INSTRUMENTOS 7. INDICADOR GERAL DE PARAGEM


(VERMELHO, CRÍTICO):
O indicador geral de paragem é um mostrador
de advertências críticas. Consulte Mostradores
BC00B290
de Advertências Críticas.

BD06F096

Mostradores de Advertências Críticas


Quando este indicador se acender, o operador deverá parar a máquina imediatamente e DESLIGAR o motor. O não cumprimento
destas instruções poderá provocar ferimentos nas pessoas e/ou danificar a máquina. A tabela a seguir é uma lista de avisos críticos
de advertência que podem aparecer no conjunto de instrumentos e as acções correctivas necessárias. Quando ocorrer uma avaria,
um alarme contínuo soará, o indicador geral de paragem ficará VERMELHO e o indicador do mostrador acender-se-á.

Visor Descrição Acção Correctiva


ENGINE OIL Pressão Baixa do Óleo do Motor. Inferior Pare a máquina com segurança e DESLIGUE o motor imediatamente. Entre em
PRESSURE a 10 PSI. contacto com o seu concessionário.
BRAKE Pressão Baixa dos Travões. Pare a máquina com segurança e DESLIGUE o motor imediatamente. Entre em
PRESSURE contacto com o seu concessionário.
STEERING PRESSURE Pressão Baixa da Direcção. Pare a máquina com segurança e DESLIGUE o motor imediatamente. Entre em
(W/AUX STEERING) contacto com o seu concessionário.
COOLANT LEVEL Nível Baixo do Fluido de Arrefecimento. Pare a máquina com segurança e DESLIGUE o motor imediatamente. Verifique os
níveis do fluido de arrefecimento após o motor e o fluido de arrefecimento terem
arrefecido. Entre em contacto com o seu concessionário.
COOLANT Alta do Fluido de Arrefecimento do Motor Pare a máquina com segurança e DESLIGUE o motor imediatamente. Verifique os
TEMPERATURE Temperatura. níveis do fluido de arrefecimento após o motor e o fluido de arrefecimento terem
arrefecido. Entre em contacto com o seu concessionário.
HYDRAULIC OIL Aumento da Temperatura do Óleo Pare a máquina com segurança e DESLIGUE o motor imediatamente. Entre em
TEMPERATURE Hidráulico Temperatura. contacto com o seu concessionário.
TRANSMISSION OIL Aumento da Temperatura do Óleo da Pare a máquina com segurança e DESLIGUE o motor imediatamente. Entre em
TEMPERATURE Transmissão Temperatura. contacto com o seu concessionário.

3-8 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPITULO 3 – INSTRUMENTOS E CONTROLOS

INDICADORES DO PAINEL DE INSTRUMENTOS 8. INDICADOR GERAL DE CUIDADO


(AMARELO, NÃO-CRÍTICO):
O indicador geral de cuidado é um mostrador
d e a d ve r t ê nc i a s n ã o c r í t i c a s. C o n s u l t e
BC00B291
Mostradores de Advertências Não Críticas.

8 MOSTRADORES DE ADVERTÊNCIAS NÃO


CRÍTICAS
Quando o símbolo de advertência se “acender”, altere o seu
método de operação, estabeleça um prazo para a realização
de uma manutenção ou, se o problema persistir, contacte o
seu concessionário. A tabela a seguir é uma lista das
adver tê nci as qu e po derão ap arec er n o c onj unto de
instrumentos e a respectiva acção correctiva que poderá ser
necessária. Quando ocorrer uma avaria, um alarme soará
durante 3 segundos, o indicador geral de cuidado ficará
BD06F096 AMARELO e o indicador do mostrador iluminar-se-á. Quando
isto ocorrer, volte a colocar a máquina numa posição de
manutenç ão e desligue o motor de modo a preveni r
reparações dispendiosas.

Visor Descrição Acção Correctiva


PARKING BRAKE Travão de estacionamento engatado e muda Liberte o travão de estacionamento.
para marcha à frente ou marcha atrás.

COOLANT Alta do Fluido de Arrefecimento do Motor 1. Coloque a máquina à velocidade de ralenti e verifique a temperatura.
TEMPERATURE Temperatura. 2. Limpe o radiador ou ligue o inversor da ventoinha. (Se equipado)
3. Se o problema persistir, entre em contacto com o seu concessionário.

HYDRAULIC Temperatura alta do sistema hidráulico. 1. Coloque a máquina à velocidade de ralenti e verifique a temperatura.
TEMPERATURE 2. Limpe o arrefecedor ou o inversor da ventoinha. (Se equipado)
3. Se o problema persistir, entre em contacto com o seu concessionário.

TRANSMISSION Temperatura alta da transmissão. 1. Coloque a máquina à velocidade de ralenti e verifique a temperatura.
TEMPERATURE 2. Limpe o arrefecedor ou o inversor da ventoinha. (Se equipado)
3. Use uma mudança mais baixa.
4. Se o problema persistir, entre em contacto com o seu concessionário.

AIR Pressão alta ou baixa do ar condicionado 1. Desligue o ar condicionado.


CONDITIONING pressão. 2. Temperatura exterior baixa.
3. Manutenção necessária.
4. Se o problema persistir, entre em contacto com o seu concessionário.

AIR FILTER Filtro de ar muito entupido. 1. Limpe o filtro de ar.


2. Substitua os filtros primário e secundário.
3. Se o problema persistir, entre em contacto com o seu concessionário.

TRANSMISSION Filtro da transmissão entupido. 1. Substitua o filtro da transmissão.


FILTER 2. Se o problema persistir, entre em contacto com o seu concessionário.

HYDRAULIC Restrição do filtro Hidráulico. 1. Substitua o filtro hidráulico.


FILTER 2. Se o problema persistir, entre em contacto com o seu concessionário.

ALTERNATOR Mau funcionamento do alternador. 1. Verifique o sistema eléctrico.


2. A voltagem está fora da variação.
3. Adopte outro procedimento de operação.
4. Se o problema persistir, entre em contacto com o seu concessionário.

FUEL Nível do combustível baixo. 1. Encha o depósito de combustível assim que puder.

87551597 A - EU Emitido em 11-06 3-9


Copyright ©
CAPITULO 3 – INSTRUMENTOS E CONTROLOS

INDICADORES DO PAINEL DE INSTRUMENTOS

BD06F096

9. MEDIDOR DA TEMPERATURA DO ÓLEO DA TRANSMISSÃO:


O medidor da temperatura do óleo da transmissão indica a temperatura do óleo da transmissão. A temperatura normal
de operação situa-se na zona verde. Quando a temperatura do óleo da transmissão aumenta, o medidor move-se para
a zona amarela, o alarme de advertência soa durante 3 segundos, e o indicador geral de cuidado fica amarelo. Se a
BS98M028 temperatura continuar a aumentar, o medidor move-se para a zona vermelha, o alarme de adver tência soa
continuamente, e o indicador geral de paragem fica vermelho. A máquina NÃO DEVE ser operada quando a
temperatura estiver na zona vermelha.

MEDIDOR DA TEMPERATURA DO ÓLEO DA TRANSMISSÃO


Indicação do Medidor Condição Indicador Geral Estado Estado
do Medidor do Alarme
20 °C e inferior A temperatura do óleo está muito baixa Cuidado Pisca 3 segundos
(68 °F e inferior) (Amarelo)
20 a 120 °C A temperatura do óleo está normal
(68 a 248 °F)
120 a 125 °C A temperatura do óleo está alta Cuidado Pisca 3 segundos
(248 a 257 °F) (Consulte a nota abaixo.) (Amarelo)
125 °C e superior A temperatura do óleo está muita alta Pare Pisca Contínuo
(257 °F e superior) (Vermelho)

NOTA: Para evitar danificar a transmissão, pare a máquina, mude a transmissão para PONTO MORTO e faça o motor
funcionar à aceleração máxima até que a transmissão arrefeça. Se a temperatura do óleo da transmissão não regressar à
temperatura normal de operação, faça o motor funcionar à velocidade de ralenti e verifique o nível de óleo da transmissão.
Corrija o problema antes de continuar a operar a máquina.

3-10 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPITULO 3 – INSTRUMENTOS E CONTROLOS

INDICADORES DO PAINEL DE INSTRUMENTOS

10

BD06F096

10. MEDIDOR DA TEMPERATURA DO ÓLEO HIDRÁULICO:


O medidor da temperatura do óleo hidráulico indica a temperatura do óleo do sistema hidráulico. A temperatura
normal de operação situa-se na zona verde. Quando a temperatura do óleo hidráulico aumenta, o medidor move-se
para a zona amarela, o alarme de advertência soa durante 3 segundos, e o indicador geral de cuidado fica amarelo.
BC00B123 Se a temperatura continuar a aumentar, o medidor move-se para a zona vermelha e o alarme de advertência soa
continuamente. O indicador geral de paragem fica vermelho. A máquina NÃO DEVE ser operada quando a
temperatura estiver na zona vermelha.
MEDIDOR DA TEMPERATURA DO ÓLEO HIDRÁULICO
Indicação do Medidor Condição Indicador Geral Estado Estado
do Medidor do Alarme
20 °C e inferior A temperatura do óleo hidráulico está muito Cuidado Pisca 3 segundos
(68 °F e inferior) baixa (Amarelo)
20 a 105 °C A temperatura do óleo hidráulico está
(68 a 221 °F) normal
105 a 110 °C A temperatura do óleo hidráulico está alta Cuidado Pisca 3 segundos
(221 a 230 °F) (Amarelo)
110 °C e superior A temperatura do óleo hidráulico muito alta Stop Pisca Contínuo
(230 °F e superior) (Vermelho)

NOTA: Pare a máquina e corrija o problema.

87551597 A - EU Emitido em 11-06 3-11


Copyright ©
CAPITULO 3 – INSTRUMENTOS E CONTROLOS

INDICADORES DO PAINEL DE INSTRUMENTOS

11

BD06F096

11. MEDIDOR DO NÍVEL DE COMBUSTÍVEL:


O medidor do nível de combustível indica a quantidade de combustível existente no depósito. A faixa de operação
normal situa-se na zona verde. Quando o depósito estiver quase vazio, o medidor move-se para a zona amarela e
BS98M034
começa a piscar, o alarme de advertência soa durante três segundos e o indicador geral de cuidado fica amarelo.

MEDIDOR DO NÍVEL DE COMBUSTÍVEL


Indicação do Medidor Condição Indicador Geral Estado Estado
do Medidor do Alarme
10 por cento e inferior Nível do combustível baixo Cuidado Pisca 3 segundos
(Amarelo)
10 por cento e superior Nível do combustível normal

3-12 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPITULO 3 – INSTRUMENTOS E CONTROLOS

INDICADORES DO PAINEL DE INSTRUMENTOS

12

BD06F096

12. MEDIDOR DA TEMPERATURA DO FLUIDO DE ARREFECIMENTO DO MOTOR:


O medidor da temperatura do fluido de arrefecimento do motor indica a temperatura do fluido de arrefecimento do
motor. A temperatura normal de operação situa-se na zona verde. Quando a temperatura do fluido de arrefecimento
BS98H053
aumentar, o medidor move-se para a zona amarela e o alarme de advertência soa durante três segundos. O indicador
geral de cuidado fica amarelo. Se a temperatura continuar a aumentar, o medidor move-se para a zona vermelha e o
alarme de advertência soa continuamente. O indicador geral de paragem fica vermelho. A máquina NÃO DEVE ser operada quando
a temperatura estiver na zona vermelha.

MEDIDOR DA TEMPERATURA DO FLUIDO DE ARREFECIMENTO


Indicação do Medidor Condição Indicador Geral Estado Estado
do Medidor do Alarme
20 °C e inferior A temperatura do fluido de arrefecimento Cuidado Pisca 3 segundos
(68 °F e inferior) está muito baixa (Amarelo)
20 a 105 °C A temperatura do fluido de arrefecimento
(68 a 221 °F) está normal
105 a 110 °C A temperatura do fluido de arrefecimento Cuidado Pisca 3 segundos
(221 a 230 °F) está alta (Amarelo)
110 °C e superior A temperatura do fluido de arrefecimento Pare Pisca Contínuo
(230 °F e superior) está muito alta (Vermelho)
(Consulte a nota abaixo.)

NOTA: Desligue o motor imediatamente e corrija o problema.

87551597 A - EU Emitido em 11-06 3-13


Copyright ©
CAPITULO 3 – INSTRUMENTOS E CONTROLOS

MOSTRADOR MULTIFUNÇÕES LCD 2. Este exemplo mostra que a Alavanca de Controlo da


Transmissão está em ponto morto. O mostrador exibirá
Forward (Marcha à Frente), Neutral (Ponto Morto) ou
Reverse (M archa Atr ás), dependendo de onde a
Alavanca de Controlo da Direcção estiver posicionada.
NOTA: As posições Forward (Marcha à Frente) e
Reverse (Marcha Atrás) piscarão se as embraiagens da
1 transmissão estiverem desligadas.
3. Este exemplo mostra a mudança máxima permitida para
o modo Automático. Se o mostrador estiver em branco, o
modo Manual está seleccionado.
4. Este exemplo mostra o modo de transmissão actual que
foi seleccionado.
A. Se a Transmissão estiver a funcionar normalmente,
será exibido o seguinte:
BD06F096 Figure 1
1. MOSTRADOR MULTIFUNÇÕES LCD. • A - Automático
O Mostrador Multifunções LCD encontra-se localizado no • M - Operação manual.
centro do painel de instrumentos modular. Quando ligar o B. Se a Transmissão não estiver a funcionar
motor, o painel de instrumentos iluminará as luzes de normalmente, o mostrador exibirá o seguinte:
instrução e o Mostrador Multifunções LCD piscará Case com • C - Substitua a Embraiagem.
o modelo da máquina.
• L - Modo Flexível.
1 • S - Desligamento da Transmissão.
• U - Desligamento da UCT.
2
5. Este exemplo (não exibido) mostrará as embraiagens da
3
4 t r a n s m i s s ã o d e s e n g a t a d a s , s e o Tr a v ã o d e
Estacionamento estiver DESLIGADO.
6. Este exemplo mostra o Estado de Potência Auxiliar.
5 Consulte a página 3-19.
• MAX - Potência Máxima.
• STD - Modo Padrão de Operação.
• AUTO - Muda automaticamente entre a Potência
Máxima e Standard.

6 • ECO - Potência Limitada para eficiência de


7 combustível.
BD06F185 Figura 2
Este exemplo mostra as Horas no sistema de 12 horas ou
MOSTRADOR MULTIFUNÇÕES LCD 24 horas.
As informações serão exibidas em zonas diferentes no LCD,
como direccionado pelo operador ou máquina. Na maioria
dos casos, o operador ou o técnico receberão informações
específicas a seguir, se as condições não estiverem
correctas.
1. No exemplo acima, as horas da máquina serão exibidas.
As horas da máquina serão sempre exibidas
brevemente, quando ligar a máquina. Depois de ligar a
máquina, o mostrador exibirá as RPMs do motor. Depois
de i ni ci ar o de sl o ca m en to, a má qui na exi bi r á a
vel oc ida de de d es loc am ent o, s e os p arâm et r os
pr edefinidos não foram mudados pelo operador.
(Consulte Opções na página 3-21)

3-14 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPITULO 3 – INSTRUMENTOS E CONTROLOS

NAVEGAÇÃO ATRAVÉS DOS ECRÃS DO


MOSTRADOR MULTIFUNÇÕES LCD

A
C

B D BD06F188 Figura 4
A partir do ecrã de condução, use a tecla de seta para baixo,
BD06F186 Figura 3 como mostrado.
TECLADO
Localizado na coluna da direcção, à esquerda do Interruptor
de Estacionamento. Use este teclado para mover de um ecrã
para outro, escolher várias selecções, monitorizar as funções
da máquina e obter informações. Todas as funções podem
ser acedidas da mesma forma básica.
A. Tecla Escape: Use esta tecla para sair e voltar ao
ecrã de condução. Use esta tecla sempre que
desejar voltar ao início e recomeçar, e também para
verificar e reconhecer erros activos.
B. Tecla Enter: Use esta tecla para confirmar, sim, esta
é a função desejada.
C. Teclas de seta para cima: Use este tecla para subir BD06F183 Figura 5
na lista de selecções.
Info 1 (Informações 1) é o primeiro ecrã de informações
D. Teclas de seta para baixo: Use este tecla para exibido quando usar a tecla de seta para baixo a partir do
descer na lista de selecções. ecrã de condução. Este exibe as RPMs, a velocidade, o nível
NOTA: As setas no ecrã indicam se as selecções estão de combustível e o nível de voltagem do motor.
para cima ou para baixo da selecção actual.
NOTA: As unidades no mostrador podem ser mudadas
pelo operador (Consulte a página 3-19).
UTILIZAÇÃO DAS TECLAS DAS SETAS
A qualquer altura, durante a operação ou com a chave de
ignição ligada, o operador deve ir aos três ecrãs de
informações e aos dois ecrãs de viagens usando as teclas
das setas. Estes cinco ecrãs estão num círculo e podem ser
accionados premindo a tecla de seta para cima ou para
baixo. A sequência seguinte é usando a tecla de seta para
baixo apenas.
NOTA: Premir a tecla Escape voltará o LCD ao ecrã de
BD06F027 Figura 6
condução normal.
Info 2 (Informações 2) será exibido em seguida. O ecrã
Info 2 (Informações 2) exibirá a temperatura do fluido de
arrefecimento, a temperatura do ar do turbocarregador, a
temperatura do óleo do motor em Farenheit ou Celsius, bem
como a pressão do óleo em PSI.

87551597 A - EU Emitido em 11-06 3-15


Copyright ©
CAPITULO 3 – INSTRUMENTOS E CONTROLOS

PARA REINICIAR AS INFORMAÇÕES DE


VIAGENS

BD06F184 Figura 7
Carregue novamente no interruptor para exibir o ecrã Info 3
(Informações 3). Este ecrã exibe a temperatura do óleo da BD06F170 Figura 10
transmissão, óleo hidráulico, óleo do colector e a temperatura Destaque o ecrã de viagem que deseja configurar.
do fluido de arrefecimento do radiador em Farenheit ou
Celsius.

BD06F187 Figura 11
Prima o botão de confirmação para reiniciar a selecção de
BD06F169 Figura 8
viagem para zero.
Carregue novamente no interruptor para exibir o ecrã Trip 1
(Viagem 1). O LCD fornece dois computadores de viagens.
Estes exibem as informações das horas totais, combustível
total e o consumo de combustível médio desde a última vez
que o computador foi reiniciado.

BD06F172 Figura 12
O ecrã de viagem indicará a mensagem de reinicialização.
Neste ecrã, prima Confirm (Confirmar) para apagar os
números e reiniciar as informações da viagem. A data e a
hora actuais são exibidas automaticamente. As horas, o
BD06F170 Figura 9
consumo de combustível e o combustível usado por hora
Se continuar a andar para baixo, o quinto ecrã exibirá o ecrã serão reinicializadas e voltarão para zero.
Trip 2 (Viagem 2). Os ecrãs Trip 1 e Trip 2 podem ser
reinicializados independentemente. O ecrã anterior pode ser
acedido usando a tecla de seta para cima.

3-16 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPITULO 3 – INSTRUMENTOS E CONTROLOS

ENTRAR NOS ECRÃS DE MANUTENÇÃO


Depois de a máquina ser ligada ou a chave ser rodada para a posição ligada, o operador ou técnico de manutenção pode usar este
menu de manutenção para ajustar as configurações da máquina para condições de trabalho, testar componentes, visualizar defeitos
que possam ter ocorrido, ou seleccionar preferências.
NOTA: Quando todas as selecções tiverem sido feitas, as mesmas serão guardadas na memória. Se houver um
desligamento inesperado da bateria, pode perder todas as suas selecções e pode ter de reprogramar o mostrador
multifunções LCD.

BD06F177 / BD06F188 Figura 13


Prima e mantenha premido o botão de confirmação durante 6. Conjunto de Instrumentos H/W
dois segundos para chegar ao ecrã de manutenção acima. • Número de peça
Os itens e selecções neste menu são: • Número de Série
1. Menu Power Mode (Modo de Potência) • ID
• Max – Potência Máxima possível • Versão
• Standard – Operação standard 7. Conjunto de Instrumentos S/W
• Auto – Alterna entre Máxima e Normal • Número de peça
• Eco – Potência Limitada para economia • Versão do Carregador
2. Menu Preferences (Preferências) • ID
• Línguas – Inglês, Italiano, Francês, Espanhol, • Versão
Português, Alemão
8. Menu de configuração
• Unidades – Sistema Métrico, Inglês ou Imperial
• Mude o Modelo *
• Relógio – 24 ou 12 horas
• Seleccione os Pneus (Seleccione o tamanho dos
3. Menu Options (Opções) pneus, etc.)
• Ventoinha Automática – manual ou automática • Calibragem da embraiagem (calibre a caixa de
• Ralenti Automático – manual ou automático mudanças)*
• Exibir RPMs • Limites da Embraiagem (escolha a mudança máxima)
• Exibir MPH / KM/H • Travão de Estacionamento (Teste o travão de
4. Menu Display (Exibir) estacionamento)
• Mostrador para o Dia • Arranque em Tempo Frio (escolha o sistema de
arranque em tempo frio)
• LED para o Dia
• Teste da VENTOINHA (nível de som)
• Mostrador para a Noite
• Especiais
• LED para a Noite
– Reinicialize o Erro
5. Menu Clock (Relógio)
– Ajustes de Fábrica
• Horas
*Os testes no menu de configuração devem ser realizados
• Minutos apenas por um operador ou técnico qualificado, pois alguns
• Dia testes requerem que o motor esteja a trabalhar a RPMs altas.
• Mês
• Ano
87551597 A - EU Emitido em 11-06 3-17
Copyright ©
CAPITULO 3 – INSTRUMENTOS E CONTROLOS

ECRÃ SELECT (SELECCIONAR) ECRÃ HARDWARE


O ecrã Select (Seleccionar) permitir-lhe-á fazer ajustes de Vá para a selecção do hardware e prima Confirm (Confirmar)
tempo, bem como for necer acesso às infor mações da para exibir as informações da máquina.
máquina. Navegue neste ecrã destacando a sua selecção e
premindo Confirm (Confirmar). Isto permitir-lhe-á mudar os
ajustes do relógio ou visualizar os ecrãs de hardware e
software. O operador não pode fazer mudanças aos ecrãs de
hardware ou software.

BD106F193 Figura 15
A selecção do hardware do painel de instrumentos exibirá o
número de peça CNH, o número de série, o número de
i d e n t i fi c a ç ã o e a ve r s ã o d o h a r d wa r e d o pa i n e l d e
Instrumentos. O mostrador é uma fonte conveniente de
informações quando encomendar peças ou acessórios.
Prima Escape para sair deste campo e voltar ao menu de
selecção ou use as teclas de seta para cima ou para baixo
BD06F177 Figura 14 para mudar para o ecrã de informações do hardware.
ECRÃ DE SOFTWARE

BD06H028 Figura 16
A selecção do software do painel de instrumentos exibirá o
número de peça CNH, o número de série, o número de
i d e n t i fi c a ç ã o e a ve r s ã o d o s o f t w a r e d o p a i n e l d e
Instrumentos. O mostrador é uma fonte conveniente de
informações quando encomendar peças ou acessórios.
Prima Escape para sair deste campo e voltar ao menu de
selecção ou use as teclas de seta para cima ou para baixo
para mudar para o ecrã de informações do software.

3-18 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPITULO 3 – INSTRUMENTOS E CONTROLOS

SELECÇÃO DOS MODOS DE POTÊNCIA O modo seleccionado será exibido na zona 3 (parte inferior)
O modo de potência permite ao operador escolher a potência do Mostrador Multifunções quando o modo de potência for
da máquina mais eficaz para as condições de trabalho seleccionado correctamente.
actuais. A escolha mais comum é a automática, à medida NOTA: As opções de selecção e de navegação através
que a potência aumenta ou diminui automaticamente entre a dos menus dos ecrãs são os mesmos para todas as
potência máxima e a potência standard enquanto a máquina funções. O mostrador informará o operador se ocorreram
está a trabalhar. Isto per mite a potência máxima, se erros.
necessár io, mas mudará para o modo standard para
economia. A potência máxima pode ser escolhida para
condições de trabalho mais severas. A economia pode ser
e s c o l h i d o p a r a a p o t ê n c i a l i m i t a d a e e fi c i ê n c i a d e
combustível.
Prima e mantenha premido o botão de confirmação durante
dois segundos para chegar ao ecrã de manutenção.

BD06F176 Figura 19
Se uma mensagem de erro for exibida, prima o botão de
confirmação para aceitar e começar novamente.
PREFERÊNCIAS

BD06F177 Figura 17
No ecrã mostrado acima, destaque o modo de potência e
prima o botão de confirmação para se mover para o Menu de
Selecção do Modo de Potência.

BD06F179 Figura 20
ECRÃ DE LÍNGUA, UNIDADES DE MEDIDAS E
RELÓGIO
O ecrã LCD pode ser ajustado com preferências de língua,
unidades e relógio. Use as teclas de setas para paginar o
menu de preferências. Prima Confirm (Confimar).
Escolha as preferências desejada, incluindo a língua em
inglês, italiano, espanhol, por tuguês, alemão, francês,
unidades de medida no sistema inglês, métrico ou imperial e
as unidades do relógio no sistema de 12 ou 24 horas. Realce
BD06F178 Figura 18 a preferência que pretende alterar e pr ima a tecla de
N o M e n u d o M o d o d e Po t ê n c i a , p r i m a o b o t ã o d e confirmação. A preferência piscará e permitir-lhe-á alternar
confirmação novamente para activar as selecções. A secção entre as escolhas. Quando a preferência correcta estiver
destacada piscará para indicar que pode ser feita uma escolhida, use a tecla de confir mação para manter a
selecção nova. preferência para o mostrador. A tecla Escape permitir-lhe-á
Prima o botão para cima ou para baixo para seleccionar o sair desta aplicação.
Modo de Potência, e, em seguida, pr im a o botão de
confirmação novamente. Isto muda o modo e bloqueia-o na
memória.

87551597 A - EU Emitido em 11-06 3-19


Copyright ©
CAPITULO 3 – INSTRUMENTOS E CONTROLOS

CALIBRAGEM DA CAIXA DE MUDANÇAS


Depois de aquecer a temperatura do óleo.
1. Estacione a máquina numa superfície firme e nivelada.
2. Coloque a Alavanca de Controle da Transmissão em
PONTO MORTO.
3. Engate o travão de estacionamento.
4. Com o motor a funcionar ao ralenti baixo, entre no Menu
do Ecrã de Manutenção e vá até Config (Configuração).

BD06F196 Figura 23
Se as condições não estiverem correctas, será exibida uma
mensagem de erro e orientará o operador ou técnico.
Existem seis ecrãs, se as condições não estiverem correctas:
• Não em ponto morto
• Travão de Estacionamento Não Engatado
• Máquina em movimento
• Temperatura do óleo demasiado baixa
BD06F202 Figura 21
• Temperatura do óleo demasiado alta

Use as teclas de confirmação e de setas para paginar para o • RPMs do motor baixas
menu mostrado acima. Neste ecrã, pr ima o botão de • RPMs do motor baixas
confirmação novamente.
Se as condições estiverem correctas, o operador ou técnico
verá seis ecrãs de calibragem. Os ecrãs serão exibidos nesta
ordem:
• Ajuste K1
• Ajuste K2
• Ajuste K3
• Ajuste K4
• Ajuste KV
• Ajuste KR
Uma vez que o processo esteja com pleto, este ecrã
direccionará o operador ou técnico para desligar o motor e
reiniciá-lo.
BD06F195 Figura 22 Se o processo não estiver completo, o operador ou técnico
Este ecrã pedirá ao operador ou técnico para confirmar ou terão de premir Escape.
premir Escape.

3-20 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPITULO 3 – INSTRUMENTOS E CONTROLOS

VENTOINHA AUTOMÁTICA
A ventoinha pode ser configurada para funcionar no modo
automático ou manual. No modo manual, a ventoinha
funcionará à velocidade máxima num sentido. O modo
automático é o ajuste mais comum ou preferido. A ventoinha
mudará de velocidade alta para velocidade baixa ou inverterá
o se nt id o, co nfor m e for n ec es sá r i o de pe nde nd o da
t e m p e r a t u r a d o f l u i d o d e a r r e fe c i m e n t o, d o a r d o
turbocarregador, do óleo da transmissão e do óleo hidráulico.
O operador pode escolher a velocidade da ventoinha ou as
capacidades de inversão. Destaque a selecção automática
da ventoinha usando as teclas de seta, e, em seguida, prima
Confirm (Confirmar). Isto permitirá paginar através das
BD06F174 Figura 24 escolhas da ventoinha. Quanto tiver escolhido a selecção,
gr ave a s e l e c ç ã o n a m e m ó r i a p r e m i n d o a t e c l a d e
MENU OPTIONS (OPÇÕES) confirmação.
Use as teclas de setas para escolher o menu de opções.
Prima a tecla de confirmação, e o sub-menu de opções será RALENTI AUTOMÁTICO
exibido. O menu de opções permitirá ao operador escolher as
opções para a ventoinha, e ralenti. O ralenti pode ser mudado de um ajuste automático para um
ajuste fixo. A taxa de ralenti fixo é definida como Ralenti
Standard a 900 RPMs. Destaque a selecção automática do
ralenti usando as teclas de seta, e, em seguida, prima
Confirm (Confirmar). Isto permitirá paginar através das
escolhas do ralenti. Quanto tiver escolhido a selecção, grave
a selecção na memória premindo a tecla de confirmação.

MENU DISPLAY (EXIBIR)


O menu do mostrador pode ser usado para mudar o fundo e
o brilho do ecrã. Use as teclas das setas para fazer a sua
se le cç ão do menu do mos trado r e pr i m a a tec la de
confir ma ção para gr avar a s elecç ão na me móri a. O
mostrador do ecrã pode ser mudado para estar adequado às
condições de trabalho para o dia e para a noite,
separadamente.

RPM
A velocidade do motor em RPMs será exibida no mostrador
se a velocidade do motor está até 550 RPMs, e desaparecerá
se a velocidade do motor for inferior a 300 RPMs.

MPH/KM/H
A velocidade do veículo será exibida no mostrador se a
mesma for até 1,5 KM/H / 1.0 MPH e desaparecerá se a
velocidade do veículo for inferior a 1,0 KM/H / 0.6 MPH.

87551597 A - EU Emitido em 11-06 3-21


Copyright ©
CAPITULO 3 – INSTRUMENTOS E CONTROLOS

PEDAIS

1
2

BD06F104 BD06F104

1. PEDAL DE ACELERAÇÃO: 2. PEDAL DOS TRAVÕES:


C ar r e g u e n o p e da l de a ce l e r aç ã o p a r a a u m e n ta r a Carregar no pedal accionará os travões.
velocidade do motor. Liberte o pedal de aceleração para
diminuir a velocidade do motor.
NOTA: Utilize o INTERRUPTOR DE DESEMBRAIAGEM (página 3-31) quando necessitar de potência (velocidade)
máxima para o balde e braços de levantamento.

3-22 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPITULO 3 – INSTRUMENTOS E CONTROLOS

ALAVANCAS DE CONTROLO DO CARREGADOR


VÁLVULA DE DUAS BOBINAS – UMA ALAVANCA DE CONTROLO

2
A

1 B
F E

BD06H024 / W170-3M004

1. CONTROLO DO BRAÇO DE LEVANTAMENTO E DO


BALDE 3
A. FLUTUAÇÃO (BATENTE): Esta é uma posição de
batente. Na posição de FLUTUAÇÃO (Batente), o
balde do carregador pode acompanhar o nível do
solo sem ser necessár io mover a alavanca de
controlo.
BD06G091
B. BAIXAR
2. INTERRUPTOR F-N-R AUXILIAR: Este interruptor
C. RETENÇÃO: Os braços e o balde do carregador não permitirá ao operador colocar a Transmissão em Marcha
se movem quando a alavanca de controlo está na à Frente, Ponto Morto ou Marcha Atrás. Para activar este
pos içã o de RE TE N ÇÃ O. Qu ando li ber tada , a interruptor F-N-R auxiliar, a sequência a seguir deve ser
alavanca de controlo regressa automaticamente à seguida. Mova o interruptor para a frente para colocar a
posição de RETENÇÃO. O operador deverá mover Transmissão em Marcha à Frente. Mova o interruptor
manualmente a alavanca de controlo da posição de para a posição intermédia para colocar a Transmissão
FLUTUAÇÃO para a posição de RETENÇÃO. em Ponto morto e puxe o interruptor para trás para
D. ELEVAR colocar a Transmissão na posição de Marcha Atrás.
E. DESCARREGAR NOTA: Consulte Operação da Transmissão/Movimento
F. RETRAIR Inicial da Máquina para mover a máquina depois do
arranque do motor.
3. BOTÃO DE REDUÇÃO DE MUDANÇA DA
TRANSMISSÃO

87551597 A - EU Emitido em 11-06 3-23


Copyright ©
CAPITULO 3 – INSTRUMENTOS E CONTROLOS

VÁLVULA DE TRÊS BOBINAS – DUAS ALAVANCAS DE CONTROLO

4 2

D H

B C A
1

F G

BD06F271 / W170-3M006

1. CONTROLO DO BRAÇO DE LEVANTAMENTO E DO 4. INTERRUPTOR F-N-R AUXILIAR: Este interruptor


BALDE permitirá ao operador colocar a Transmissão em Marcha
A. DESCARREGAR à Frente, Ponto Morto ou Marcha Atrás. Para activar este
interruptor F-N-R auxiliar, a sequência a seguir deve ser
B. RETRAIR seguida. Mova o interruptor para a frente para colocar a
C. RETENÇÃO: Os braços e o balde do carregador não transmissão na posição de Marcha à Frente. Coloque o
se movem quando a alavanca de controlo está na interr uptor na posição inter média para colocar a
pos içã o de RE TE NÇ Ã O. Qu ando li ber tada , a transmissão em Ponto Morto e puxe o interruptor para
alavanca de controlo regressa automaticamente à trás para colocar a Transmissão em Marcha Atrás.
posição de RETENÇÃO. O operador deverá mover
NOTA: Consulte Operação da Transmissão/Movimento
manualmente a alavanca de controlo da posição de
Inicial da Máquina para mover a máquina depois do
FLUTUAÇÃO para a posição de RETENÇÃO.
arranque do motor.
D. FLUTUAÇÃO (Batente): Esta é uma posição de
batente. Na posição de FLUTUAÇÃO (Batente), o
balde do carregador pode acompanhar o nível do
solo sem ser necessár io mover a alavanca de
controlo.
E. BAIXAR
F. ELEVAR
2. CONTROLO AUXILIAR
G. FUNÇÃO AUXILIAR
H. FUNÇÃO AUXILIAR

3 4

3. BOTÃO DE REDUÇÃO DE MUDANÇA DA


TRANSMISSÃO

3-24 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPITULO 3 – INSTRUMENTOS E CONTROLOS

TRÊS BOBINAS – TRÊS ALAVANCAS

H A D
2 5
1
E
3

I B G
BD06F004 / W170-3M007

1. CONTROLO DO BALDE
A. DESCARREGAR
B. RETRAIR
C. RETENÇÃO: Os braços e o balde do carregador não se movem quando a alavanca de controlo está na posição de
RETENÇÃO. Quando libertada, a alavanca de controlo regressa automaticamente à posição de RETENÇÃO. O operador
deverá mover manualmente a alavanca de controlo da posição de FLUTUAÇÃO para a posição de RETENÇÃO.
2. CONTROLO DO BRAÇO DE LEVANTAMENTO
D. FLUTUAÇÃO (Batente): Esta é uma posição de batente. Na posição de FLUTUAÇÃO (Batente), o balde do carregador pode
acompanhar o nível do solo sem ser necessário mover a alavanca de controlo.
E. BAIXAR
F. RETENÇÃO: Os braços e o balde do carregador não se movem quando a alavanca de controlo está na posição de
RETENÇÃO. Quando libertada, a alavanca de controlo regressa automaticamente à posição de RETENÇÃO. O operador
deverá mover manualmente a alavanca de controlo da posição de FLUTUAÇÃO para a posição de RETENÇÃO.
G. ELEVAR
3. CONTROLO AUXILIAR
H. FUNÇÃO AUXILIAR
I. FUNÇÃO AUXILIAR

4 A 5

BD06F004
4. BOTÃO DE REDUÇÃO DE MUDANÇA DA TRANSMISSÃO
5. Interruptor FNR: Este interruptor permitirá ao operador colocar a Transmissão em Marcha à Frente, Ponto Morto ou Marcha
Atrás. Para activar este interruptor F-N-R auxiliar, a sequência a seguir deve ser seguida. Mova o interruptor para a frente para
colocar a Transmissão em Marcha à Frente. Mova o interruptor para a posição intermédia para colocar a Transmissão em Ponto
morto e puxe o interruptor para trás para colocar a Transmissão na posição de Marcha Atrás.
A. F – Marcha à Frente (Transmissão) C. R – Marcha Atrás (Transmissão)
B. N – Ponto Morto (Transmissão)

87551597 A - EU Emitido em 11-06 3-25


Copyright ©
CAPITULO 3 – INSTRUMENTOS E CONTROLOS

VÁLVULA DE QUATRO BOBINAS – TRÊS ALAVANCAS

G I
D

2
1 2 3
3

E
B A

C
F
H J
BD06H025 / 721E-3M017

1. CONTROLO DO BALDE E DO BRAÇO DE


LEVANTAMENTO
A. DESCARREGAR
B. RETRAIR 5
C. RETENÇÃO: Os braços e o balde do carregador não
se movem quando a alavanca de controlo está na 4
pos içã o de RE TE NÇ Ã O. Qu ando li ber tada , a
alavanca de controlo regressa automaticamente à
posição de RETENÇÃO. O operador deverá mover
manualmente a alavanca de controlo da posição de
BD06G091
FLUTUAÇÃO para a posição de RETENÇÃO.
4. BOTÃO DE REDUÇÃO DE MUDANÇA DA
D. FLUTUAÇÃO (Batente): Esta é uma posição de
TRANSMISSÃO
batente. Na posição de FLUTUAÇÃO (Batente), o
balde do carregador pode acompanhar o nível do 5. INTERRUPTOR F-N-R AUXILIAR: Este interruptor
solo sem ser necessár io mover a alavanca de permitirá ao operador colocar a Transmissão em Marcha
controlo. à Frente, Ponto Morto ou Marcha Atrás. Para activar este
E. BAIXAR interruptor F-N-R auxiliar, a sequência a seguir deve ser
seguida. Mova o interruptor para a frente para colocar a
F. ELEVAR Transmissão em Marcha à Frente. Mova o interruptor
2. CONTROLO AUXILIAR para a posição intermédia para colocar a Transmissão
em Ponto morto e puxe o interruptor para trás para
G. FUNÇÃO AUXILIAR colocar a Transmissão na posição de Marcha Atrás.
H. FUNÇÃO AUXILIAR NOTA: Consulte Operação da Transmissão/Movimento
3. CONTROLO AUXILIAR Inicial da Máquina para mover a máquina depois do
arranque do motor.
I. FUNÇÃO AUXILIAR
J. FUNÇÃO AUXILIAR

3-26 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPITULO 3 – INSTRUMENTOS E CONTROLOS

CONSOLA LATERAL

1
2

BD06F094 / BD06F105

1. DESCANSO PARA O PULSO:


Ajuste o descanso para o pulso até uma altura confortável para operar as alavancas de controlo do carregador.
2. BOTÃO DE AJUSTE:
Para ajustar, desaperte o botão de ajuste e levante ou baixe o descanso para o pulso até à altura desejada. Aperte o botão.

BD06F156

3. BOTÃO DE AJUSTE LATERAL:


Para ajustar, desaperte o botão de ajuste e mova o descanso para o pulso lateralmente. Aperte o botão quando terminar de fazer
ajustes.

87551597 A - EU Emitido em 11-06 3-27


Copyright ©
CAPITULO 3 – INSTRUMENTOS E CONTROLOS

5 6

4. CONTROLO DO AQUECIMENTO (SE EQUIPADO):


Rode o controlo no sentido dos ponteiros do relógio para LIGAR. Ajuste o controlo até à temperatura desejada. Rode o controlo
totalmente no sentido contrário ao dos ponteiros do relógio para DESLIGAR (consulte Frestas de Recirculação de Ar neste manual).
Seleccione a velocidade da ventoinha desejada.
NOTA: Certifique-se de que a entrada de água do motor para o aquecedor se encontra na posição totalmente LIGADA.
5. INTERRUPTOR DA VENTOINHA (SE EQUIPADO):
O interruptor da ventoinha tem quatro posições: DESLIGADA, 1, 2, 3 e 4. Rode o interruptor para a posição 4 para obter a
velocidade máxima e para a posição 1 para obter a velocidade mínima. Rode o interruptor totalmente no sentido contrário ao dos
ponteiros do relógio para DESLIGAR.
Para activar o Ar Condicionado, carregue no interruptor da ventoinha. O centro do interruptor acender-se-á.
6. AR FRESCO / RECIRCULAÇÃO (SE EQUIPADO):
Rode o botão para a esquerda para obter a recirculação e para a direita para obter ar fresco.

3-28 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPITULO 3 – INSTRUMENTOS E CONTROLOS

CONSOLA LATERAL

BD02N189

7. INTERRUPTOR DO LIMPA/LAVA-PÁRA-BRISAS (SE EQUIPADO):


O interruptor do limpa/lava-pára-brisas tem oito posições.
A. DESLIGADO – O interruptor está na posição traseira na posição DESLIGADA.
B. INTERMITENTE – Empurre o interruptor para a primeira posição, para obter uma velocidade intermitente do limpa
pára-brisas. Existem seis ajustes para as velocidades intermitentes do limpa-pára-brisas.
C. BAIXA – Empurre o interruptor para a frente até que o limpa pára-brisas funcione continuamente para obter uma velocidade
baixa.
D. ALTA – Empurre o interruptor para a frente uma posição para obter a velocidade alta.
E. LAVAR – Carregue na parte dianteira do interruptor para accionar o esguicho do lava pára-brisas.
8. INTERRUPTOR DO LIMPA PÁRA-BRISAS TRASEIRO:
A. Empurre o interruptor para a posição central para ligar.
B. Carregue na parte dianteira do interruptor para esguichar o líquido de lavagem.

87551597 A - EU Emitido em 11-06 3-29


Copyright ©
CAPITULO 3 – INSTRUMENTOS E CONTROLOS

CONSOLA LATERAL

9 10

BD06F101

9. INTERRUPTOR DOS MÍNIMOS:


A. Carregue na parte dianteira do interruptor para acender os mínimos da máquina.
10. INTERRUPTOR DO FAROL DE TRABALHO:
A. Carregue na parte dianteira do interruptor para trabalhar à noite.

3-30 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPITULO 3 – INSTRUMENTOS E CONTROLOS

CONSOLA LATERAL

19
20

11
13
18
17

14

15 21
16
12
BD06G089

11. INTERRUPTOR DE DESEMBRAIAGEM:


A desembraiagem desengata a transmissão quando for necessária uma potência máxima para o carregador. Prima a parte superior
do interruptor de desembraiagem e carregue no pedal do travão para operar a máquina com a desembraiagem.
12. INTERRUPTOR DE RETORNO-AO-DESLOCAMENTO:
O interruptor de Retorno-ao-Deslocamento é utilizado para voltar a colocar o balde do carregador automaticamente na posição de
deslocamento assim que o balde do c arr egador estiver descarregado. P r i ma a par te de cima do interr uptor do
Retorno-ao-Deslocamento para engatar o batente do retorno ao deslocamento. Carregue na parte de baixo do interruptor para
colocar o batente na posição de Flutuação do Batente.
13. INTERRUPTOR DE MUDANÇAS AUTOMÁTICAS:
O interruptor de mudanças automáticas é utilizado para seleccionar o modo de operação manual ou automático da transmissão.
Quando o interruptor de mudanças automáticas estiver na posição LIGADA a transmissão mudará automaticamente para CIMA e
para BAIXO entre a 1ª e a 2ª mudança e o ponto de velocidade máxima na alavanca da transmissão (para obter mais informações
relativamente à operação, consulte Operação da Transmissão neste manual).
14. INTERRUPTOR DE CONTROLO DA SUSPENSÃO:
Carregue na parte de cima do interruptor de função para colocá-lo na posição LIGADA. O controlo da suspensão pode ser deixado
sempre LIGADO, quer a máquina esteja a transportar cargas ou simplesmente a deslocar-se. Na posição ligada o controlo da
suspensão será automaticamente accionado quando a velocidade de deslocamento for superior a 5 km/h (3.1 mph) e desligar-se-á
automaticamente quando a velocidade de deslocamento for inferior a 5 km/h (3.1 mph). A luz indicadora da metade do interruptor
acender-se-á quando o controlo da suspensão for accionado. Para DESLIGAR o controlo da suspensão, prima a parte de baixo do
interruptor da função para DESLIGAR.
15. RETORNO-À-ESCAVAÇÃO:
Carregue na parte de cima do interruptor de função para colocá-lo na posição LIGADA. Isto permite que o balde volte ao nível do
solo para escavação.
16. CONTROLO DA ALTURA:
Carregue na parte de cima do interruptor de função para colocá-lo na posição LIGADA. Isto permite que o balde seja levantado para
a posição ajustada, quando activado.

87551597 A - EU Emitido em 11-06 3-31


Copyright ©
CAPITULO 3 – INSTRUMENTOS E CONTROLOS

17. INTERRUPTOR F-N-R (SE EQUIPADO):


Accione o interruptor F-N-R auxiliar carregando na parte de cima do interruptor de accionamento. A luz indicadora na parte de baixo
do interruptor de accionamento acender-se-á quando este for activado. Seguindo a sequência correcta e accionando o interruptor
auxiliar F-N-R, o operador poderá seleccionar MARCHA À FRENTE – PONTO MORTO – MARCHA ATRÁS a partir da ALAVANCA
DE CONTROLO DO CARREGADOR ou a partir do INTERRUPTOR F-N-R AUXILIAR.
18. INTERRUPTOR DO FAROL ROTATIVO (SE EQUIPADO):
Carregue na parte de cima do interruptor do farol rotativo para colocar o interruptor na posição LIGADA e carregue na parte de baixo
do interruptor para o colocar na posição DESLIGADA.
19. INTERRUPTOR DO INVERSOR DA VENTOINHA (SE EQUIPADO):
Para utilizar o inversor da ventoinha deixe a máquina funcionar à velocidade de ralenti em ponto morto. Carregue no interruptor do
inversor da ventoinha e carregue no acelerador para colocar a máquina à velocidade alta de ralenti durante um mínimo de 10
segundos ou até que os detritos parem de sair dos arrefecedores. Deixe a máquina funcionar de novo à velocidade de ralenti e em
seguida liberte o interruptor do inversor da ventoinha.
20. INTERRUPTOR DE ENGATE DO PINO DO ACOPLADOR:
Deslize a placa de trancamento em direcção à parte central do interruptor e carregue na parte de cima do interruptor para RETRAIR
os pinos. A luz do interruptor acender-se-á quando os pinos estiverem retraídos. O interruptor ficará trancado na posição de
EXTENSÃO DOS PINOS depois da parte de baixo do interruptor ter sido premida e os PINOS ESTENDIDOS.
21. INTERRUPTOR DO ALARME DE MARCHA ATRÁS (SE EQUIPADO):
Para cancelar o alarme de marcha atrás, carregue na parte dianteira do interruptor.

3-32 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPITULO 3 – INSTRUMENTOS E CONTROLOS

INTERRUPTOR DE DESLIGAMENTO GERAL

BD06F045 BD06F043

1
2

BD06F042
O interruptor de desligamento geral tem duas posições: LIGADA e DESLIGADA. (1) O painel, localizado na posição
traseira direita do capô, pode estar trancado. Consulte o adesivo localizado na parte interna do painel.

BS00A018

LIGADA – Esta posição activa todo o sistema eléctrico. Quando o interruptor de desligamento geral estiver LIGADO e
a chave de ignição estiver DESLIGADA, os seguintes componentes eléctricos serão accionados: luz do tecto, buzina,
luzes de paragem, luzes de emergência e interruptor da luz do farol rotativo.

BS00A203

DESLIGADA – Esta posição desliga toda a alimentação da máquina.


IMPORTANTE: NÃO utilize o interruptor de desligamento geral para desligar o motor.

BS00A017

87551597 A - EU Emitido em 11-06 3-33


Copyright ©
CAPITULO 3 – INSTRUMENTOS E CONTROLOS

INTERRUPTOR DO CAPÔ
Se a máquina não tiver potência ou se a bateria
estiver demasiado descarregada para o
interruptor do capô funcionar:

BD06F044
1. Empurre o interruptor para cima para levantar o capô. O
interruptor permanecerá na posição superior para

BD06G174
ADVERTÊNCIA: Este procedimento não deve ser
utilizado para dar arranque ao motor. Tentar dar
arranque ao motor deste local pode causar danos
eléctricos e na armação.
1. Ligue o cabo positivo da bateria auxiliar ao poste de
junção B+ da Cabina, localizada atrás da por ta de
acesso da cabina do lado direito.
2. Ligue o cabo negativo a uma ligação à terra apropriada.
O capô, pode, agora, ser operado pelo interruptor.
BD06F042
Se a máquina tem potência, mas o accionador
2. Para fechar o capô carregue no interruptor. A posição
não funciona:
inferior deve ser mantida para baixar o capô.
ADVERTÊNCIA: Mantenha as mãos afastadas do
capô enquanto este estiver a fechar para evitar feri-
mentos.
M a n t e n h a t o d a s a s fe r r a m e n t a s , e q u i p a m e n t o d e
manutenção e pessoal fora da área enquanto o capô é
baixado.

BD03A229
1. Estacione a máquina numa superfície plana, baixe o
balde. Coloque a transmissão em ponto morto, engate o
travão de estacionamento. Desligue o motor.
2. Retire os dois parafusos de montagem do accionador na
traseira esquerda da máquina imediatamente à frente do
compartimento da bateria.
3. Levante e apoio o capô com o equipamento adequado.

3-34 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPITULO 3 – INSTRUMENTOS E CONTROLOS

FRESTAS DE RECIRCULAÇÃO DE AR FRESTAS DE RECIRCULAÇÃO DE AR


PRINCIPAIS
As frestas de recirculação de ar situam-se atrás do assento
do operador, próximas do chão. Quando abertas, o ar é
recirculado na cabina. Para abrir as frestas de recirculação
de ar, rode o botão no sentido dos ponteiros do relógio. Para 1
fechar as frestas, rode o botão no sentido contrário ao dos
ponteiros do relógio.
NOTA: Mantenha estas frestas sempre abertas para
obter um arrefecimento máximo com o ar condicionado
ou para obter um aquecimento máximo com o aquecedor.

BD06G095
1. FRESTAS PRINCIPAIS DE RECIRCULAÇÃO DE AR DO
LADO ESQUERDO

2
1

BD06F095
2
1. Desaperte o botão e retire a tampa para obter acesso ao
filtro de recirculação.
2. Filtro de recirculação.
BD06G094
2. FRESTAS PRINCIPAIS DE RECIRCULAÇÃO DE AR DO
LADO DIREITO

As frestas no lado direito e esquerdo, situadas à frente da


consola, dirigem o fluxo de ar de volta para o operador.

3
BD06F159
3. FRESTAS PRINCIPAIS DIANTEIRAS INFERIORES

As frestas dianteiras inferiores dirigem o fluxo de ar de volta


para o operador.

87551597 A - EU Emitido em 11-06 3-35


Copyright ©
CAPITULO 3 – INSTRUMENTOS E CONTROLOS

FRESTAS DE DESEMBACIAMENTO RÁDIO (SE EQUIPADO)


As frestas superiores, localizadas debaixo do pára-brisas
dianteiro e a fresta por baixo da janela traseira dirigem o
fluxo de ar para desembaciar as janelas. Para obter o fluxo
de ar máximo para as janelas, feche todas as outras frestas e
ligue a ventoinha à velocidade máxima.
Se ocorrer a formação de neblina, certifique-se de que todas
as frestas de recirculação de ar estão FECHADAS. Se a
máquina estiver equipada com ar condicionado, LIGUE o ar
condicionado e rode o controlo do aquecimento totalmente
no sentido dos ponteiros do relógio.

RD06F053

Junto do seu concessionário poderá encontrar um rádio (se


equipado) para a sua máquina. Para a operação correcta do
4 rádio, consulte as instruções fornecidas pelo fabricante.

TRINCO DA PORTA

1
BD06F159
4. FRESTAS DE DESEMBACIAMENTO INFERIORES

BD06G103

1. CARREGUE PARA ABRIR A PORTA

3-36 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPITULO 3 – INSTRUMENTOS E CONTROLOS

TRINCO DA JANELA TRINCO DE RETENÇÃO DA JANELA

1
1

BD06G177 BD06F158
1. LEVANTE PARA ABRIR
1. PUXE PARA LIBERTAR A JANELA

2
1

BD06G093
1. PINO DE FIXAÇÃO
2. TRINCO DE FIXAÇÃO

A janela pode ser mantida parcialmente aberta levantando o


trinco de fixação e deslizando-o de volta para o pino de
fixação até que o trinco de fixação engate no pino de fixação.
A janela pode ser aberta e trancada contra o lado da cabina.
Para fazer isto, puxe o trinco de fixação em direcção à
traseira da cabina quando a janela estiver parcialmente
aberta. Isto destrancará a janela e permitirá que esta oscile
para trás contra a cabina e se tranque na posição.
Para retirar a janela da posição totalmente aberta, puxe o
comando de libertação situado no canto traseiro direito da
cabina.

87551597 A - EU Emitido em 11-06 3-37


Copyright ©
CAPITULO 3 – INSTRUMENTOS E CONTROLOS

ASSENTO DO OPERADOR
ASSENTO STANDARD

4
1

BD06F052 Figura 28
BD06F051 Figura 25
4. ALAVANCA DE AJUSTE DO DESLIZAMENTO:
1. MAÇANETA DE AJUSTE DO SUPORTE Puxe esta alavanca para cima e mova o assento para a frente
LOMBAR: ou para trás, conforme desejado. Solte a alavanca para
Rode a maçaneta no sentido dos ponteiros do relógio para trancar o assento na posição.
aumentar o suporte lombar. Rode-a no sentido contrário ao
dos ponteiros do relógio para diminuir o suporte lombar.

2
2

BD06F048 Figura 29
BD06F047 Figura 26 5. MAÇANETA DE AJUSTE DO PESO:
2. AJUSTE DO CONTROLO DA ALTURA DO Para ajustar o assento ao seu peso, puxe a alavanca de
DESCANSO DO BRAÇO: libertação para fora da maçaneta. Utilize a alavanca de
Rode a maçaneta para levantar ou baixar o descanso do libertação para rodar a maçaneta no sentido dos ponteiros do
braço até à posição desejada. relógio, para aumentar a resistência ao peso. Rode a
maçaneta no sentido contrário ao dos ponteiros do relógio
NOTA: Cada descanso do braço articular-se-á para para diminuir a resistência ao peso.
cima.
6. AJUSTE DA ALTURA DO ASSENTO
STANDARD:
Levante o assento totalmente para cima e coloque-o na
posição mais baixa possível. Levante o assento para a
3 posição desejada. O assento trancar-se-á numa das
posições disponíveis.

BD06F046 Figura 27
3. ALAVANCA DE AJUSTE DA INCLINAÇÃO:
Levante a alavanca, mova as costas para a posição desejada
e solte a alavanca para trancar as costas na posição.
3-38 Emitido em 11-06 87551597 A - EU
Copyright ©
CAPITULO 3 – INSTRUMENTOS E CONTROLOS

ASSENTO DE SUSPENSÃO PNEUMÁTICA 4. ALAVANCA DE AJUSTE DO DESLIZAMENTO:


OPCIONAL Puxe esta alavanca para cima e mova o assento para a frente
ou para trás, conforme desejado. Solte a alavanca para
trancar o assento na posição.
NOTA: Quando ajustar a altura do assento pela
1 primeira vez ou para um novo operador: Sente-se no
assento do operador e levante a alavanca de ajuste da
altura durante alguns instantes. O assento ajustar-se-á
automaticamente ao peso do operador. Consulte
Alavanca de Ajuste da Altura para obter mais
informações sobre os ajustes finais.
2 5. ALAVANCA DE AJUSTE DA ALTURA:
A. (Ajuste Automático): Com o operador sentado no
assento: Levante a alavanca PARA CIMA e liberte-a.
BD06G181
O assento ajustar-se-á automaticamente PARA
1. MAÇANETA DE AJUSTE DO SUPORTE CIMA, eliminando em seguida a pressão de ar em
LOMBAR: excesso, de forma a ajustar-se ao peso do operador.
Rode a maçaneta no sentido dos ponteiros do relógio para
B. (Ajuste Manual): O assento pode ser levantado ou
aumentar o suporte lombar. Rode-a no sentido contrário ao
baixado aumentando ou diminuindo a pressão de ar
dos ponteiros do relógio para diminuir o suporte lombar.
do assento. Mova a alavanca PARA CIMA para
2. AJUSTE DO CONTROLO DA ALTURA DO aumentar a pressão de ar. Mova a alavanca PARA
DESCANSO DO BRAÇO: BAIXO para diminuir a pressão de ar e baixe o
Rode a maçaneta para levantar ou baixar o descanso do assento.
braço até à posição desejada.
NOTA: Cada descanso do braço articular-se-á para
cima.

6
7
3

BD06G182

BD06F046 6. ALAVANCA DE AJUSTE DA PROFUNDIDADE


3. ALAVANCA DE AJUSTE DA INCLINAÇÃO: DO ASSENTO:
Mova a alavanca para cima e mova a almofada para a
Levante a alavanca, mova as costas para a posição desejada posição desejada. Liberte a alavanca para fixar a almofada
e solte a alavanca para trancar as costas na posição. na posição.
7. ALAVANCA DE AJUSTE DO ÂNGULO DA
ALMOFADA DO ASSENTO:
Mova a alavanca para cima. Mova o assento para o ângulo
desejado. Liberte a alavanca para fixar o ângulo da almofada.

4
BD06G182

87551597 A - EU Emitido em 11-06 3-39


Copyright ©
CAPITULO 3 – INSTRUMENTOS E CONTROLOS

CINTO DE SEGURANÇA

5
8

BD06G183

8. ALAVANCA DE AJUSTE DO RD97F225


AMORTECIMENTO: 1. Puxe o cinto para fora do suporte. Prenda a extremidade
A alavanca de ajuste do amor tecimento possui quatro do cinto na fivela do lado direito.
posições de regulação, de suave a rígida. A primeira posição
de ajuste obtém-se quando a extremidade pequena da
alavanca de ajuste fica apontada em direcção à parte da
frente do assento, tal como é exibido na figura. As outras três
posições de ajuste podem ser obtidas rodando-se a
extremidade pequena da alavanca de ajuste para fora do
assento. Cada uma das posições de ajuste possui um
pequeno batente. A suspensão pode ser ajustada para cada
uma das diversas condições de operação.

RD97F225

2. Para libertar o cinto de segurança, carregue no botão


vermelho da fivela.
NOTA: Certifique-se de que a extremidade do cinto e a
fivela ficam correctamente presas. Não puxe a fivela do
lado direito para fora.

ADVERTÊNCIA: Aperte o cinto de segu-


rança. Para sua protecção, a máquina está
equipada com uma cabina ou capota com
estrutura de protecção contra capotamento
(ROPS). O cinto de segurança pode ajudar a
garantir a sua segurança se a sua utilização
e manutenção forem efectuadas de forma
correcta e segura. Nunca use um cinto de
segurança frouxo ou com folgas no sistema
do cinto. Nunca use o cinto se este estiver
torcido ou preso entre os componentes da
estrutura do assento.
M437

3-40 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPITULO 3 – INSTRUMENTOS E CONTROLOS

Inspecção e Cuidados com o Cinto de Segurança SAÍDA DE EMERGÊNCIA


1. Mantenha todas as extremidades pontiagudas e outros
objectos que possam causar danos afastados dos cintos
de segurança.
2. Verifique periodicamente se os cintos, fivelas, 1
retractores, trancas, sistema tensor e parafusos de
montagem estão danificados.
3. Substitua todas as peças que estiverem gastas ou
danificadas.
4. Substitua todos os cintos que apresentem cortes que
possam diminuir a eficácia do cinto.
5. Certifique-se de que os parafusos estão bem apertados
BD06F166
no suporte do assento ou na estrutura de montagem. 1. SAÍDA DE EMERGÊNCIA
6. Se o cinto estiver preso ao assento, certifique-se de que
o assento ou os respectivos supor tes estão
correctamente montados.
7. Conserve os cintos de segurança limpos e secos.
8. Limpe os cintos somente com uma solução de água
morna e sabão.
9. Não use lixívia nem tinta nos cintos uma vez que isso 2
poderá enfraquecê-los. 1

BD06G177
1. PINO
2. TRINCO

Levante e puxe o trinco para fora do pino. Empurre a janela


do lado direito para a abrir.

87551597 A - EU Emitido em 11-06 3-41


Copyright ©
CAPITULO 3 – INSTRUMENTOS E CONTROLOS

NOTAS

3-42 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPITULO 4 – INSTRUÇÕES DE UTILIZAÇÃO

Capítulo 4
INSTRUÇÕES DE UTILIZAÇÃO
CONTEÚDO

INSTRUÇÕES DE FUNCIONAMENTO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-3


Antes de Pôr o Motor a Trabalhar . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-3
Antes de Operar a Máquina . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-3
Arranque do Motor . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-5
Desligamento do Motor e Estacionamento da Máquina depois das Operações . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .4-5
Operação no Modo Automático . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-8
ALAVANCAS DE CONTROLO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-12
Válvula de Duas Bobinas – Uma Alavanca de Controlo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-12
Válvula de Três Bobinas – Duas Alavancas de Controlo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-13
Válvula de Três Bobinas – Três Alavancas de Controlo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-14
Válvula de Quatro Bobinas – Três Alavancas de Controlo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-15
INTERRUPTORES DAS FUNÇÕES DO CARREGADOR . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-16
Retorno-à-Escavação . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-16
Controlo da Altura do Balde . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-16
Função de Retorno-ao-Deslocamento . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-17
Flutuação . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-18
Controlo do Carregador . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-18
ACUMULADORES DOS TRAVÕES . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-19
Função de Desembraiagem . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-19
Indicador do Nível do Balde . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-20
Conexão Hidráulica Auxiliar (Se Equipado) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-20
Farol Rotativo (Se Equipado) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-20
Controlo da Suspensão (Se Equipado) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-21
Engate do Pino do Acoplador (Se Equipado) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-21
CONSELHOS PARA A OPERAÇÃO DO CARREGADOR . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-22
Operação de Nivelamento . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-22
Operação de Empurrar . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-22
Operação de Raspagem . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-22
Operação de Transporte e Carregamento . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-23
Operação em Encostas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-23
Movimentação de uma Máquina Avariada . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-24
TRANSPORTE DA MÁQUINA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-25
Transporte da Máquina num Reboque . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-26
Funcionamento da Máquina numa Encosta . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-27
Operação da Máquina em Água . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-27
Armazenamento da Máquina . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-28
Operação em Condições de Clima Frio . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-29
Operação da Máquina em Tempo Quente . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-30

Emitido em 11-06 87551597 A - EU 4-1


Copyright ©
CAPITULO 4 – INSTRUÇÕES DE UTILIZAÇÃO

NOTAS

4-2 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPITULO 4 – INSTRUÇÕES DE UTILIZAÇÃO

INSTRUÇÕES DE FUNCIONAMENTO ANTES DE OPERAR A MÁQUINA

ANTES DE PÔR O MOTOR A TRABALHAR ADVERTÊNCIA: Não tente operar esta


1. Efectue uma vistoria geral diária da máquina. Verifique se máquina a não ser que tenha lido e compre-
as mangueiras roçam contra outros componentes, se exis- endido completamente as mensagens de
tem fugas de óleo, detritos ou acumulação de lixo, parafu- segurança e instruções que aparecem neste
sos soltos, danificados, ou peças em falta que possam pôr manual.
em causa a operação normal e segura da máquina. Efec- -NA000

tue quaisquer tipos de correcções que julgar necessárias Antes de operar esta máquina, certifique-se de que
antes de começar a trabalhar com a máquina. efectua o seguinte:
2. Consulte Quadro de Manutenção neste manual e cum- 1. Verifique o nível de todos os fluidos (óleo do motor,
pra as instruções descr itas na secção relativa às f l u i d o h i d r á u l i c o e f l u i d o d e a r r e fe c i m e n t o ) e
10 Horas. certifique-se de que os fluidos e os lubrificantes são
adequados para as condições prevalecentes.
3. Verifique se o depósito de combustível da máquina está
cheio com combustível limpo, que esteja em conformi- 2. Efectue as operações de manutenção diárias.
dade com as especificações indicadas neste manual. 3. Inspeccione a máquina, e procure sinais de fugas
possíveis e verifique as mangueiras. Aperte ou substitua
ADVERTÊNCIA: NÃO OPERE a máquina conforme for necessário.
sob o efeito de álcool ou drogas. 4. Consulte Período de Rodagem, se a máquina for nova
CM112 ou se o motor tiver sido recondicionado.
5. Verifique a pressão dos pneus e verifique se existem
Procedimento para o Período de Rodagem do danos. Ajuste a pressão dos pneus e repare ou substitua
Motor pneus danificados. Consulte Manutenção dos Pneus
A sua máquina durará mais tempo e terá um desempenho 6-4.
melhor e mais económico, se prestar especial atenção ao 6. Limpe os degraus e as pegas de acesso. Graxa, óleo,
motor durante as primeiras 100 horas de funcionamento. lama ou gelo (no Inverno) nos degraus e pegas de
Durante este período: acesso podem causar acidentes. Certifique-se de que os
degraus estão sempre limpos.
Aqueça o motor antes de usá-lo com carga.
7. Limpe ou substitua todos os autocolantes que estiverem
NÃO OPERE o motor à potência máxima durante longos ilegíveis. Consulte Autocolantes no Capítulo 2.
períodos de tempo.
8. Certifique-se de que os painéis de acesso ao motor e
Não deixe o motor a trabalhar por longos períodos à to d as as po r t as es t ão dev i da me nt e fe ch a da s e
velocidade de ralenti. trancadas.
Ver ifique os instr um entos no painel de instr um entos 9. Prenda a porta da cabina na posição completamente
frequentemente. fechada ou completamente aberta.
Verifique os níveis de óleo e de fluido de arrefecimento 10. Retire quaisquer obstruções à visibilidade. Limpe o
frequentemente. pára-brisas, as janelas e os espelhos retrovisores.
Durante o período de rodagem, deverá efectuar as seguintes 11. Verifique se foram deixadas ferramentas ou outros itens
ver ificações e m anutenções, além das manutenções na máquina ou no compartimento do operador.
especificadas no calendário:
12. Certifique-se de que não existe ninguém em cima ou
IMPORTANTE: Para motores turbocarregados, é debaixo da máquina. O operador deve estar sozinho na
necessário desligar o motor depois de ter estado em máquina.
ralenti baixo para prevenir danos no turbocompressor. 13. Certifique-se de que não existe ninguém na área de
trabalho da máquina.
Após as Primeiras 100 Horas
14. Informe-se sobre medidas actuais de segurança a
• Mude o óleo e os filtros do motor. serem utilizadas no local de trabalho.
• Substitua os filtros de combustível. 15. Tenha em mente uma saída de emergência da máquina
• Substitua o filtro de retorno do óleo hidráulico. (saída de emergência através do pára-brisas, janela de
• Troque o óleo dos eixos durante o período de vidro lateral ou traseira) no caso da porta da cabina ficar
rodagem. presa ou a máquina capotar.
16. Antes de fazer qualquer deslocamento ou operações de
Após as Primeiras 500 Horas trabalho à noite, certifique-se de que o equipamento de
iluminação e de sinalização está a funcionar bem.
• Mude o óleo da transmissão e o filtro.
• Calibre a embraiagem.
87551597 A - EU Emitido em 11-06 4-3
Copyright ©
CAPITULO 4 – INSTRUÇÕES DE UTILIZAÇÃO

ADVERTÊNCIA: Antes de cada período de ADVERTÊNCIA: As operações em encos-


operação, verifique o funcionamento da direc- tas podem ser perigosas. A chuva, neve,
ção, travões, controlos hidráulicos, instru- gelo, pedras soltas, solo macio, etc., alteram
mentos e equipamento de segurança da as condições do solo. Verifique se a máquina
máquina. Verifique a posição de PONTO pode ser utilizada com segurança numa
MORTO da alavanca de controlo da transmis- encosta ou rampa.
são. O funcionamento correcto da máquina SB013
ajuda a prevenir acidentes. Antes de trabalhar 22. Liberte o travão de estacionamento.
com a máquina efectue todas as reparações
ou ajustes que julgar necessários. 23. Verifique se os travões estão a funcionar correctamente
SA040 a intervalos máximos de 250 horas de operação.
17. Ajuste o assento de forma a que seja possível carregar A. Carregue no pedal do travão e mantenha-o premido
nos pedais dos travões, mantendo ao mesmo tempo as com o pé.
costas contra o encosto do assento. B. Levante ligeiramente o balde do carregador acima do
18. Coloque o cinto de segurança e ajuste-o. nível do solo.
19. Quando o motor estiver a funcionar e se encontrar à C. Coloque a transmissão no modo manual.
temperatura de operação, verifique se o painel de instru- D. Mude a transmissão para a 2ª mudança de marcha à
mentos fornece as indicações correctas. frente.
20. Verifique se os controlos do carregador funcionam cor- E. Liberte o travão de estacionamento.
rectamente.
F. Aumente a velocidade do motor até à aceleração
21. Verifique regularmente o funcionamento da função de máxima. A máquina não se deverá mover. Se a
trancamento do ponto morto do travão de estaciona- máquina se mover, reduza a velocidade do motor
mento: para uma velocidade de ralenti baixa. Consulte o seu
A. Engate o travão de estacionamento carregando no manual de manutenção ou o seu concessionário
lado esquerdo do interruptor. quando necessitar de efectuar uma reparação.
B. Accione as alavancas de controlo piloto premindo o G. Engate o travão de estacionamento novamente.
lado direito do interruptor.
24. Verifique o funcionamento da direcção secundária em
C. Carregue no pedal do travão e mantenha-o premido intervalos máximos de 250 horas de operação. (Con-
com o pé. sulte Verificação da Direcção Secundária na secção
D. Levante o balde do carregador acima do nível do Manutenção e Ajustes neste manual.)
solo.
E. Mude a transmissão para a primeira mudança de
marcha à frente.
F. A buzina de aviso soará.
G. Retire o pé do pedal do travão.
H. Aumente a velocidade do motor para metade da
aceleração. A máquina não deverá mover-se. Se a
máquina se move r, consulte o manual de
manutenção ou o seu concessionário autorizado e
corrija o problema. Quando o travão de
estacionamento estiver engatado, a transmissão
muda automaticamente para ponto morto.

ADVERTÊNCIA: Nunca opere o motor num


espaço fechado. É necessário manter uma
ventilação adequada em todas as condições
de operação.
M142A

ADVERTÊNCIA: Opere a máquina com a


porta fechada para que a ROPS ofereça a
protecção adequada e para utilizar os siste-
mas de aquecimento, ventilação ou arrefeci-
mento correctamente.
M122B

4-4 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPITULO 4 – INSTRUÇÕES DE UTILIZAÇÃO

ARRANQUE DO MOTOR VELOCIDADE DO MOTOR


NOTA: Se a máquina estiver fora de uso durante NÃO OPERE o motor à velocidade de ralenti durante longos
algum tempo, consulte Arranque Depois do períodos de tempo. Isto poderá provocar uma temperatura de
Armazenamento neste capítulo. operação baixa. Uma temperatura de operação baixa pode
NOTA: Se necessitar de ligar o motor usando uma provocar a formação de ácidos e detritos no óleo do motor.
bateria auxiliar, consulte Ligação de uma Bateria Faça o motor trabalhar a ralenti baixo durante um minuto
Auxiliar no Capítulo 7. após o arranque antes de aumentar a velocidade e a carga.
1. Rode o interruptor de desligamento geral para a posição Faça o motor trabalhar a ralenti baixo por alguns minutos
LIGADA. para permitir que todas as peças arrefeçam igualmente antes
2. Coloque-se na posição correcta no assento do operador de desligar.
com o cinto de segurança devidamente aper tado.
Desligue sempre o motor depois de ter estado em ralenti
Certifique-se de que consegue carregar nos pedais
baixo para prevenir danos no turbocompressor.
totalmente para baixo e de que consegue, ao mesmo
tempo, manter as costas contra a almofada do assento.
DESLIGAMENTO DO MOTOR E
3. Certifique-se de que o controlo da direcção da ESTACIONAMENTO DA MÁQUINA DEPOIS DAS
transmissão está em PONTO MORTO e de que o travão OPERAÇÕES
de estacionamento está engatado.
4. Rode a chave de ignição totalmente para a posição ADVERTÊNCIA: Saltar para dentro ou para
LIGADA e verifique os indicadores do conjunto de fora da máquina poderá provocar ferimentos
instrumentos. Monitorize o indicador do aquecedor da graves. Sempre que subir ou descer da
grade do motor. Não ligue o motor até que a luz máquina, faça-o lentamente, utilizando os
indicadora do aquecedor da grade esteja apagada. degraus e as pegas destinados para o efeito.
SA038
NOTA: Em tempo frio, consulte Operação da
1. Antes de sair da máquina, certifique-se de que esta fica
Máquina em Tempo Frio na página 4-29.
estacionada numa superfície nivelada. Antes de se
5. Rode a chave de ignição para a posição de ARRANQUE efectuar qualquer operação de manutenção agendada, a
até o motor começar a trabalhar e, em seguida, solte a máquina deverá estar estacionada numa superfície
chave. nivelada.
IMPORTANTE: Não segure a chave na posição de IMPORTANTE: Se necessitar de estacionar
ARRANQUE durante mais de 15 segundos. Se o temporariamente a máquina numa encosta, coloque a
motor não der arranque, volte a colocar a chave na máquina virada em direcção ao fundo da encosta.
posição DESLIGADA, aguarde 30 segundos e tente Cer tifique-se de que a máquina fica estacionada atrás de
novamente. um objecto imóvel.
6. Depois de o motor arrancar, verifique os instrumentos 2. Baixe o carregador até ao solo.
para se certificar de que as indicações estão correctas.
3. Mude o controlo da direcção da transmissão para
Po n h a o m o t o r a t r a b a l h a r a a p r ox i m a d a m e n t e
PONTO MORTO e engate o travão de estacionamento.
1.200 RPMs com a transmissão em ponto morto até que
o fluido de arrefecimento do motor fique quente. 4. Deixe o motor a funcionar à velocidade de ralenti
durante três a cinco minutos para que a temperatura do
IMPORTANTE: Opere a máquina com cargas motor e do turbocompressor diminua.
leves até que todos os sistemas atinjam a
temperatura de operação. Isto é muito importante NOTA: Só desligue o motor a partir de ralenti baixo
durante a operação a temperaturas extremamente para prevenir danos no turbocompressor.
baixas para a protecção do motor e dos sistemas 5. Rode a chave de ignição completamente para a posição
hidráulicos. Consulte Operação da Máquina em DESLIGADA e retire a chave.
Tempo Frio na página 4-29.
6. Mova lentamente as alavancas de controlo do
equipamento para a frente para apoiar o equipamento
no chão.
NOTA: Mova lentamente as alavancas do equipamento
através de todas as rotações para assegurar que
pressões residuais no sistema hidráulico são libertadas.
Rode o interruptor de desligamento geral para a posição
DESLIGADA.

87551597 A - EU Emitido em 11-06 4-5


Copyright ©
CAPITULO 4 – INSTRUÇÕES DE UTILIZAÇÃO

AQUECEDOR DO FLUIDO DE ARREFECIMENTO AQUECEDOR DA GRADE DO MOTOR


DO MOTOR (SE EQUIPADO)

BD06F096 Figura 2
BD06G097 Figura 1
A máquina está equipada com um aquecedor da grade do
O bloco do cilindro esquerdo do motor tem um espaço para a motor para operação em tempo frio.
instalação de um aquecedor de fluido de arrefecimento.
Mova o interruptor de ignição para LIGADO e espere até que
Consulte o seu concessionário para obter mais informações
a luz indicadora se apague. O motor só deve ser ligado
sobre este aquecedor opcional. Para a instalação, siga as
depois que a luz se apagar.
instruções do fabricante do aquecedor.
A luz indicadora pode se acender novamente durante o
arranque e brevemente depois do motor começar a trabalhar
para o aquecimento poster ior do ar. Isto per mite um
funcionamento suave durante o período de aquecimento em
tempo frio.

4-6 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPITULO 4 – INSTRUÇÕES DE UTILIZAÇÃO

LIGAÇÃO DA BATERIA AUXILIAR ÀS BATERIAS DA MÁQUINA PARA OBTER UM ARRANQUE AUXILIAR

ADVERTÊNCIA: As baterias contêm ácido e gás explosivo. Faíscas, chamas ou conexões erradas dos
cabos podem dar origem a uma explosão. Para ligar correctamente os cabos da bateria auxiliar à bateria
desta máquina, consulte o método correcto exibido neste manual. O não cumprimento destas instruções
pode dar origem a ferimentos graves ou morte.
SA006

ADVERTÊNCIA: As más conexões das baterias auxiliares ou do carregador podem provocar uma explo-
são da bateria e/ou danificar os componentes eléctricos. Ligue o positivo ao positivo e o negativo ao nega-
tivo. A nível externo, o ácido da bateria poderá causar queimaduras e cegueira, e, se ingerido, é venenoso.
M146B

Para este procedimento são necessárias duas pessoas. Certifique-se de que a pessoa que efectua as conexões utiliza protecção
para o rosto.
1. Abra o painel de acesso. Sente-se no assento do operador e peça à outra pessoa que efectue as conexões.
2. Se utilizar baterias auxiliares, certifique-se de que estas são de 24 V.
3. Se utilizar outra máquina para carregar as baterias, certifique-se de que as duas máquinas NÃO SE TOCAM.
4. Ligue o cabo de arranque auxiliar positivo (+) ao terminal positivo (+) da bateria em primeiro lugar.
5. Ligue o cabo de arranque auxiliar negativo (–) ao terminal negativo (–) das baterias de arranque ou à outra máquina. Ligue a
outra extremidade do cabo de arranque auxiliar negativo (–) a uma boa estrutura de ligação à terra, afastada das baterias.
6. Ligue o motor seguindo as instruções dadas neste manual. Consulte Arranque do Motor neste manual.
7. Faça com que a outra pessoa desligue os cabos de arranque auxiliar na ordem inversa à que eles foram ligados. Feche o painel
de acesso.

87551597 A - EU Emitido em 11-06 4-7


Copyright ©
CAPITULO 4 – INSTRUÇÕES DE UTILIZAÇÃO

OPERAÇÃO NO MODO AUTOMÁTICO


Para colocar a transmissão no modo automático, prima a parte superior do interruptor de mudança automática.

Mudança de Engrenagem, Modo Automático


Quando a transmissão estiver no modo automático, a transmissão começará a mover-se em 1ª mudança (quando a máquina estiver
parada) e continuará a mudar automaticamente de mudança para cima até que a engrenagem seleccionada seja alcançada. A
transmissão efectuará igualmente uma redução automática da mudança à medida que a velocidade for diminuindo.
NOTA: Quando o Modo Automático for escolhido pelo operador, o indicador de Modo Automático será exibido no
Mostrador Multifunções.

Botão de Redução de Mudança, Modo Automático


O botão de redução de mudança (1) é utilizado para reduzir as mudanças em passos simples. Cada vez que se prime o interruptor,
a transmissão efectua uma redução de mudança até alcançar a 1ª mudança. Assim que o botão de redução de mudança for
premido, a mudança máxima da transmissão permitida é baixada. A transmissão regressará ao modo automático quando (1) a
mudança da alavanca de controlo da transmissão mudar, ou (2) quando a alavanca de controlo da transmissão for movida para
PONTO MORTO e, em seguida, para a posição de MARCHA À FRENTE ou para a posição de MARCHA ATRÁS.
NOTA: Quando o Modo Automático for escolhido pelo operador, o indicador de Modo Automático será exibido no
Mostrador Multifunções.

BD06F091
BOTÃO DE REDUÇÃO DE MUDANÇA, CONTROLO DE BD06F004
JOYSTICK BOTÃO DE REDUÇÃO DE MUDANÇA, CONTROLOS DE TRÊS
ALAVANCAS

Mudanças em Movimento de Vaivém (Mudança de Direcção) Manuais ou Automáticas


Não é necessário parar a máquina completamente quando mudar de direcção, da frente para trás, ou de trás para a frente. Para
assegurar uma operação suave e um maior conforto do operador, reduza a velocidade do motor antes de efectuar uma mudança de
direcção.

4-8 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPITULO 4 – INSTRUÇÕES DE UTILIZAÇÃO

INTERRUPTOR DE MARCHA À FRENTE, PONTO MORTO, MARCHA ATRÁS (F-N-R)

BD06F100

O interruptor F-N-R pode ser accionado depois de se ter verificado o seguinte:


1. O controlador da transmissão está na posição de ponto morto (lado esquerdo).
2. O interruptor F-N-R está na posição de ponto morto (lado direito).
3. O motor deve estar a funcionar.
4. A máquina está parada.
5. O travão de estacionamento está desengatado.
Carregar no interruptor de accionamento F-N-R permite que a transmissão seja controlada pelo interruptor auxiliar F-N-R. A luz
indicadora na parte de baixo do interruptor de accionamento acender-se-á quando este for activado. Consulte a Nota:
Se o controlador da transmissão montado na coluna for movido da posição de ponto morto, o motor for desligado ou o travão de
estacionamento engatado, o modo F-N-R auxiliar será desactivado e o controlo da transmissão volta para a Alavanca de Controlo da
Transmissão.
NOTA: Dentro de 8 segundos depois de premir o interruptor de activação F-N-R, as 3 acções seguintes devem ocorrer ou
o interruptor de activação F-N-R deverá ser reactivado.
1. O interruptor do travão de estacionamento não deve estar engatado.
2. O travão de serviço deve ser premido.
3. O interruptor F-N-R deve seleccionar F ou R da posição de ponto morto.

87551597 A - EU Emitido em 11-06 4-9


Copyright ©
CAPITULO 4 – INSTRUÇÕES DE UTILIZAÇÃO

INTERRUPTOR DE MARCHA À FRENTE, PONTO MORTO, MARCHA ATRÁS (F-N-R) AUXILIAR PARA
APLICAÇÕES DE ALAVANCAS DE CONTROLE MANUAIS

1
B
3

C
BD06F099
BD06F065
5. O Travão de Estacionamento não deve estar engatado (3).
1. INTERRUPTOR F-N-R AUXILIAR
A. MARCHA À FRENTE
B. PONTO MORTO
C. MARCHA ATRÁS
Para accionar o interruptor F-N-R auxiliar DEVERÁ possuir
as seguintes condições:
1. A máquina deve estar parada. 4
2. O motor deve estar a funcionar.
3. O Interruptor F-N-R Auxiliar (1) deve estar em Ponto
Morto (B).
BD06F103

Quando os passos 1 a 5 tiverem sido completados, o


Interruptor F-N-R Auxiliar pode ser accionado carregando na
parte superior do interruptor (4). A luz indicadora na parte de
baixo do interruptor acender-se-á.
O Interruptor F-N-R Auxiliar será DESACTIVADO e o controlo
F-N-R voltará para a Alavanca de Controlo da Transmissão
Standard se:
2
1. O motor estiver desligado.
2. O travão de estacionamento está engatado.
3. A alavanca de controlo da transmissão for retirada da
BD06F160
posição de ponto morto.
4. A Alavanca de Controlo da Transmissão Standard (2)
deve estar em ponto morto.

4-10 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPITULO 4 – INSTRUÇÕES DE UTILIZAÇÃO

INTERRUPTOR DE MARCHA À FRENTE, PONTO MORTO, MARCHA ATRÁS (F-N-R) AUXILIAR COM TRÊS
ALAVANCAS DE VÁLVULAS DE BOBINA

C 3
1

BD06F099
5. O Travão de Estacionamento não deve estar engatado (3).
BD06F004

1. INTERRUPTOR F-N-R AUXILIAR


A. MARCHA À FRENTE
B. PONTO MORTO
C. MARCHA ATRÁS
Para accionar o interruptor F-N-R auxiliar, as seguintes 4
condições DEVEM ser respeitadas:
1. A máquina deve estar parada.
2. O motor deve estar a funcionar.
3. O Interruptor F-N-R Auxiliar (1) deve estar em Ponto BD06F103
Morto (B).
Quando os passos 1 a 5 tiverem sido completados, o
Interruptor F-N-R Auxiliar pode ser accionado carregando na
parte superior do interruptor (4). A luz indicadora na parte de
baixo do interruptor acender-se-á.
O controlo F-N-R auxiliar regressará automaticamente à
Alavanca de Controlo da Transmissão Standard se:
1. O motor estiver desligado.
2. O travão de estacionamento está engatado.
2 3. A alavanca de controlo da transmissão for retirada da
posição de ponto morto.

BD06F160
4. A Alavanca de Controlo da Transmissão Standard (2)
deve estar em ponto morto.

87551597 A - EU Emitido em 11-06 4-11


Copyright ©
CAPITULO 4 – INSTRUÇÕES DE UTILIZAÇÃO

ALAVANCAS DE CONTROLO
VÁLVULA DE DUAS BOBINAS – UMA ALAVANCA DE CONTROLO

3
1

2 5
4

BD06H024
Consulte Interruptores das Funções do Carregador neste manual para obter mais informações sobre os interruptores de
RETORNO-À-ESCAVAÇÃO, CONTROLO DA ALTURA DO BALDE e RETORNO-AO-DESLOCAMENTO/FLUTUAÇÃO.

1 3

2 4

B1119A88
1. DESCARREGUE O BALDE 3. BAIXE OS BRAÇOS DE LEVANTAMENTO
2. RETRAIA O BALDE 4. LEVANTE OS BRAÇOS DE LEVANTAMENTO
5. RETENÇÃO: Os braços e o balde do carregador não se movem quando a alavanca de controlo está na posição de RETENÇÃO. Quando
libertada, a alavanca de controlo regressa automaticamente à posição de RETENÇÃO. O operador deverá mover manualmente a
alavanca de controlo da posição de FLUTUAÇÃO para a posição de RETENÇÃO.
6. FLUTUAÇÃO (BATENTE): Esta é uma posição de retenção. Na posição de FLUTUAÇÃO (Batente), o balde do carregador pode
acompanhar o nível do solo sem ser necessário mover a alavanca de controlo.

NOTA: Esta página indica as posições básicas da alavanca de controlo do carregador. O interruptor do batente para as
funções do carregador está na posição DESLIGADA.

4-12 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPITULO 4 – INSTRUÇÕES DE UTILIZAÇÃO

VÁLVULA DE TRÊS BOBINAS – DUAS ALAVANCAS DE CONTROLO


NOTA: Esta página indica as posições básicas da
6 alavanca de controlo. O interruptor do batente para as
funções do carregador está na posição DESLIGADA.
3 Consulte Interruptores das Funções do Carregador neste
5 1 manual para obter mais informações sobre os interruptores
6 de RETORNO-À-ESCAVAÇÃO, CONTROLO DA ALTURA DO
BALDE e RETORNO-AO-DESLOCAMENTO/FLUTUAÇÃO.
2
4
7

BD06F271

1 3

2 4

B1119A88
1. DESCARREGUE O BALDE 3. BAIXE OS BRAÇOS DE LEVANTAMENTO
2. RETRAIA O BALDE 4. LEVANTE OS BRAÇOS DE LEVANTAMENTO
5. RETENÇÃO: Os braços e o balde do carregador não se movem quando a alavanca de controlo está na posição de RETENÇÃO. Quando
libertada, a alavanca de controlo regressa automaticamente à posição de RETENÇÃO. O operador deverá mover manualmente a
alavanca de controlo da posição de FLUTUAÇÃO para a posição de RETENÇÃO.
6. FLUTUAÇÃO (BATENTE): Esta é uma posição de retenção. Na posição de FLUTUAÇÃO (Batente), o balde do carregador pode
acompanhar o nível do solo sem ser necessário mover a alavanca de controlo.

(7. 8.) Função Auxiliar

87551597 A - EU Emitido em 11-06 4-13


Copyright ©
CAPITULO 4 – INSTRUÇÕES DE UTILIZAÇÃO

VÁLVULA DE TRÊS BOBINAS – TRÊS ALAVANCAS DE CONTROLO


NOTA: Esta página indica as posições básicas da
6 alavanca de controlo do carregador. O interruptor do
batente para as funções do carregador está na posição
3 DESLIGADA.
1 5 Consulte Interruptores das Funções do Carregador neste
manual para obter mais informações sobre os interruptores
5 de RETORNO-À-ESCAVAÇÃO, CONTROLO DA ALTURA DO
6
5 4 BALDE e RETORNO-AO-DESLOCAMENTO/FLUTUAÇÃO.

2
7

BD06F004

1 3

2 4

B1119A88
1. DESCARREGUE O BALDE 3. BAIXE OS BRAÇOS DE LEVANTAMENTO
2. RETRAIA O BALDE 4. LEVANTE OS BRAÇOS DE LEVANTAMENTO
5. RETENÇÃO: Os braços e o balde do carregador não se movem quando a alavanca de controlo está na posição de RETENÇÃO. Quando
libertada, a alavanca de controlo regressa automaticamente à posição de RETENÇÃO. O operador deverá mover manualmente a
alavanca de controlo da posição de FLUTUAÇÃO para a posição de RETENÇÃO.
6. FLUTUAÇÃO (BATENTE): Esta é uma posição de retenção. Na posição de FLUTUAÇÃO (Batente), o balde do carregador pode
acompanhar o nível do solo sem ser necessário mover a alavanca de controlo.

(7. 8.) Função Auxiliar.

4-14 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPITULO 4 – INSTRUÇÕES DE UTILIZAÇÃO

VÁLVULA DE QUATRO BOBINAS – TRÊS ALAVANCAS DE CONTROLO


NOTA: Esta página indica as posições básicas da
6 alavanca de controlo do carregador. O interruptor do
batente está na posição DESLIGADA.
6 8 Consulte Interruptores das Funções do Carregador neste
3 manual para obter mais informações sobre os interruptores
5 1
de RETORNO-À-ESCAVAÇÃO, CONTROLO DA ALTURA DO
BALDE e RETORNO-AO-DESLOCAMENTO/FLUTUAÇÃO.
2
4 9
7

BD06H025

1 3

2 4

B1119A88
1. DESCARREGUE O BALDE 3. BAIXE OS BRAÇOS DE LEVANTAMENTO
2. RETRAIA O BALDE 4. LEVANTE OS BRAÇOS DE LEVANTAMENTO
5. RETENÇÃO: Os braços e o balde do carregador não se movem quando a alavanca de controlo está na posição de RETENÇÃO. Quando
libertada, a alavanca de controlo regressa automaticamente à posição de RETENÇÃO. O operador deverá mover manualmente a
alavanca de controlo da posição de FLUTUAÇÃO para a posição de RETENÇÃO.
6. FLUTUAÇÃO (BATENTE): Esta é uma posição de retenção. Na posição de FLUTUAÇÃO (Batente), o balde do carregador pode
acompanhar o nível do solo sem ser necessário mover a alavanca de controlo.
(7. 8.) PRIMEIRA FUNÇÃO AUXILIAR
(9. 10.) SEGUNDA FUNÇÃO AUXILIAR

87551597 A - EU Emitido em 11-06 4-15


Copyright ©
CAPITULO 4 – INSTRUÇÕES DE UTILIZAÇÃO

INTERRUPTORES DAS FUNÇÕES DO Para accionar, mova a(s) alavanca(s) de controlo para os
CARREGADOR batentes de FLUTUAÇÃO e RETRACÇÃO. A alavanca de
controlo do balde regressará automaticamente à posição de
Prima a parte superior do interruptor do batente para engatar RETENÇÃO e o braço do carregador per manecerá na
todos os batentes. Prima a parte inferior do interruptor para o posição de flutuação quando o carregador estiver na posição
colocar na posição DESLIGADA. de Retorno-à-Escavação. Consulte Ajustes do Carregador
neste manual para obter mais informações sobre o ajuste do
1 retorno-à-escavação.

2 CONTROLO DA ALTURA DO BALDE


O controlo da altura do balde é utilizado para parar
automaticamente os braços de levantamento do carregador à
altura de descarga seleccionada.
3

BD06F273

1. CONTROLO DA ALTURA
2. INTERRUPTOR DE
RETORNO-AO-DESLOCAMENTO/FLUTUAÇÃO
3. RETORNO-À-ESCAVAÇÃO
BD06F004
RETORNO-À-ESCAVAÇÃO
1. LEVANTAR
A função de retorno-à-escavação é utilizada para fazer com
que o balde do carregador regresse automaticamente à
posição de escavação assim que o balde do carregador for
descarregado. Para activar a função de retorno-à-escavação,
carregue na parte de baixo do interruptor de
retorno-ao-deslocamento/flutuação.
1

2
1
BD06F271
1. LEVANTAR

Para accionar, mova a alavanca de controlo para o batente


LEVANTAMENTO. A(s) alavanca(s) de controlo volta(m)
BD06F004 automaticamente à posição de RETENÇÃO quando o balde
1. FLUTUAÇÃO do carregador atinge a altura seleccionada. Consulte Ajustes
2. BATENTE DE RETRACÇÃO do Controlo da Altura do Balde neste manual.

BD06F271
1. BATENTE DE FLUTUAÇÃO E RETRACÇÃO

4-16 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPITULO 4 – INSTRUÇÕES DE UTILIZAÇÃO

FUNÇÃO DE RETORNO-AO-DESLOCAMENTO
A função de retorno-ao-deslocamento é utilizada para parar
automaticamente o balde do carr egador à altura de
transpor te seleccionada. Para accionar a função de
retor no-ao-deslocamento, pr ima a par te de cima do
interruptor de retorno-ao-deslocamento/flutuação.

1
2
BD06F271
1. BATENTE DE FLUTUAÇÃO E RETRACÇÃO

Para accionar, mova a(s) alavanca(s) de controlo para os


batentes de FLUTUAÇÃO e RETRACÇÃO. A(s) alavanca(s)
BD06F004
1. BATENTE DE RETRACÇÃO de controlo volta(m) automatic amente à posição de
2. FLUTUAÇÃO RETENÇÃO quando o carregador alcança a posição de
retor no-ao-deslocamento. Consulte Ajuste do
Retorno-ao-Deslocamento neste manual.

87551597 A - EU Emitido em 11-06 4-17


Copyright ©
CAPITULO 4 – INSTRUÇÕES DE UTILIZAÇÃO

FLUTUAÇÃO CONTROLO DO CARREGADOR


A função de flutuação é utilizada para que o balde do As alavancas de controlo do carregador estão ligadas ao
carregador possa flutuar em terrenos irregulares. acumulador hidráulico através de uma válvula de redução da
pressão. O objectivo da combinação da válvula de redução e
do acumulador é: (1) permitir ao operador baixar os braços
do carregador se o motor parar com os braços do carregador
elevados, ou (2) dar assistência à pressão hidráulica do
sistema de controlo quando a máquina estiver a trabalhar à
velocidade de ralenti baixo. Para testar o desempenho do
acumulador, efectue os passos 1 a 5.
1. Ligue o motor.
2. Levante o balde do carregador.
B1128A88J

Para accionar, mova a alavanca de controlo para o batente 3. Desligue o motor.


de FLUTUAÇÃO. A alavanca de controlo permanecerá nesta 4. Rode a chave para a posição de FUNCIONAMENTO.
posição até ser manualmente retirada. Para activar esta
f u n ç ã o, p r i m a a p a r t e d e b a i x o d o i n t e r r u p t o r d e Mova o controlo do braço de levantamento para BAIXAR. O
Retorno-à-Escavação/Flutuação. balde do carregador deve ser baixado até ao solo. Se o balde
n ão fo r b a i x a do a t é a o s o l o, c on s u l t e o m a nu a l d e
manutenção desta máquina ou entre em contacto com o seu
concessionário.

BD06F004
1. Flutuação

BD06F271
1. Flutuação

4-18 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPITULO 4 – INSTRUÇÕES DE UTILIZAÇÃO

ACUMULADORES DOS TRAVÕES


Dois acumuladores hidráulicos estão ligados ao sistema de
travagem. O objectivo dos acumuladores é fornecer uma
distribuição positiva de fluido hidráulico sob pressão à
válvula de modulação de travagem.
Ve r i f i q u e s e o s a c u m u l a d o r e s e s t ã o a f u n c i o n a r
correctamente a cada 100 horas de operação.
1. Ligue o motor.
2. Deixe o motor ligado a metade da aceleração durante
15 segundos.
3. Desligue o motor.
4. Sem ligar o motor, rode a chave para a posição LIGADA.
Depois do conjunto de instrumentos completar a verifi-
cação de diagnóstico, certifique-se de que a luz de pres-
são do travão não fica acesa.
5. Carregue e solte repetidamente o pedal do travão até
que a luz da pressão dos travões se acenda.
6. Depois da luz se acender, continue a carregar e a soltar
o pedal do travão e conte o número total de aplicações.
Se for possível efectuar seis (6) aplicações totais do travão
depois da luz indicadora se acender sem que o travão falhe,
isso significa que os acumuladores estão a funcionar
c o r r e c ta m e n te. S e n ã o c o n s e g u i r e fec t u a r s e i s ( 6)
aplicações, consulte o manual de manutenção da máquina
ou entre em contacto com o seu concessionário.

FUNÇÃO DE DESEMBRAIAGEM
A função de Desembraiagem é utilizada para permitir ao
motor aumentar a velocidade e distribuir mais óleo hidráulico
ao carregador, de forma a obter uma maior alimentação para
o carregador e uma função de controlo mais rápida. Quando
o interruptor de Desembraiagem estiver na posição LIGADA
e o pedal do travão for pressionado, a transmissão é
desengatada das rodas de tracção. Liberte o pedal do travão
para engatar a alimentação da transmissão. Se necessário,
utilize os travões para parar a máquina.

BD06F103

1. INTERRUPTOR DE DESEMBRAIAGEM

87551597 A - EU Emitido em 11-06 4-19


Copyright ©
CAPITULO 4 – INSTRUÇÕES DE UTILIZAÇÃO

INDICADOR DO NÍVEL DO BALDE FAROL ROTATIVO (SE EQUIPADO)


A parte de baixo do balde fica paralela ao solo quando a O interruptor de controlo do farol rotativo encontra-se na
parte plana (exibida) do balde está numa posição horizontal. consola do lado DIREITO. Pr im a a par te de cima do
interruptor para LIGAR e prima a base do interruptor para
DESLIGAR.

BD00N076

CONEXÃO HIDRÁULICA AUXILIAR


(SE EQUIPADO)
BD06G089
Este Carregador sobre Rodas está equipado com um
Sistema Hidráulico Auxiliar. A alavanca de controlo na
consola controla o fluxo para os pontos da conexão
hidráulica nos braços de levantamento. A alavanca de
controlo auxiliar (1), utilizada com um joystick (2), está
equipada com batentes mecânicos para ficar trancada nas
posições totalmente para a frente, totalmente para trás e
ponto morto. As alavancas de controlo auxiliar nas máquinas
sem alavanca NÃO têm batentes mecânicos.

BD03A009

BD06F165

4-20 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPITULO 4 – INSTRUÇÕES DE UTILIZAÇÃO

CONTROLO DA SUSPENSÃO (SE EQUIPADO) ENGATE DO PINO DO ACOPLADOR


(SE EQUIPADO)
O controlo da suspensão é uma característica
que aumenta o confor to da suspensão do Utilize o sistema de acoplador instalado de fábrica/no campo
Carregador sobre Rodas em todos os tipos de para substituir os acessórios de forma rápida. O interruptor
t e r r e n o, q u e r o b a l d e e s t e j a v a z i o o u de controlo do sistema encontra-se na consola do lado
BC00B094 carregado. O controlo da suspensão reduzirá o DIREITO.
movimento longitudinal durante o Para ligar um acessório, deslize a patilha de trancamento
deslocamento e permitirá efectuar aplicações de carga e de para cima e pr ima a par te super ior do interr uptor do
deslocamento a velocidades mais rápidas, proporcionando ACOPLADOR para RETRAIR os PINOS. A luz
assim uma maior produtividade e maior conforto para o amarelo-âmbar acender-se-á e os PINOS permanecerão na
operador. Esta característica reduzirá igualmente o risco de posição retraída. Coloque o acoplador dianteiro no acessório.
impactos com carga do Carregador sobre Rodas de forma a Para ESTENDER os PINOS, prima a parte de baixo do
reduzir a flexão dos pneus, a vibração e fadiga estruturais, interruptor até que este fique totalmente trancado na posição.
proporcionando um maior tempo de vida útil dos Certifique-se de que os pinos do acoplador ficam totalmente
componentes e uma redução de custos. engatados no acessório e de que a luz amarelo-âmbar se
A máquina está equipada com um controlo da suspensão apaga antes de utilizar a máquina.
accionado pela velocidade. Carregue no símbolo da função Para mudar de acessório, baixe o acessório até ao solo,
no interr uptor para o ac tivar. Quando o controlo da deslize a patilha de trancamento para cima e prima a parte
suspensão estiver activo, a luz indicadora verde iluminar-se-á de ci ma do inte rr uptor d o AC OP LAD OR (O S P INO S
sempre que a velocidade for superior a 5 km/h (3.1 mph), RETRAEM-SE). Afaste-se do acessório.
indicando que o controlo da suspensão está a funcionar. O
controlo da suspensão desactivar-se-á automaticamente a
velocidades inferiores, para as operações de carregamento e
descarga.
O controlo da suspensão pode ser deixado sempre LIGADO,
quer a máquina esteja a transportar cargas ou simplesmente
a deslocar-se.
Para DESLIGAR o controlo da suspensão, carregue no botão
do interruptor de função para a posição DESLIGADA.

BD06G089

ADVERTÊNCIA: Antes de utilizar a máquina


certifique-se de que o acessório fica correcta-
mente ligado à máquina, assentando a parte
da frente do acessório no solo e exercendo
pressão sobre o mesmo.
M781

NOTA: O controlo da suspensão deverá ser


DESLIGADO quando o balde for utilizado para
operações de nivelamento precisas ou quando for
necessária a colocação exacta de uma carga suspensa
no balde ou a utilização de outro tipo de acessórios.

87551597 A - EU Emitido em 11-06 4-21


Copyright ©
CAPITULO 4 – INSTRUÇÕES DE UTILIZAÇÃO

CONSELHOS PARA A OPERAÇÃO DO CARREGADOR


Este Carregador sobre Rodas, com equipamento e acessórios autorizados standard, destina-se a ser utilizado em operações de
escavação acima do nível do solo e para as operações de remoção de terra em geral, tais como o nivelamento do solo, o
carregamento de camiões e o manuseio de materiais. Se a máquina tiver de ser utilizada para levantar objectos, certifique-se de que
ela está correctamente equipada e siga as instruções e regras de segurança indicadas neste manual.

OPERAÇÃO DE NIVELAMENTO
Conduza a máquina em marcha atrás sempre que estiver a
efectuar o nivelamento de uma superfície.

OPERAÇÃO DE EMPURRAR
Ao empurrar material, não ajuste o ângulo de descarga do
balde a um ângulo superior a 20 graus.
163L96

IMPORTANTE: Durante uma operação de empurrar, o


balde NÃO DEVE estar na posição de DESCARGA
TOTAL.

OPERAÇÃO DE RASPAGEM
Ao raspar superfícies duras ou congeladas, o balde deve
estar nivelado com a superfície. Opere a máquina a uma
164L96
velocidade baixa.

163L96

ADVERTÊNCIA: Perigo de Choque – Durante as operações de raspagem da superfície, a extremidade


do balde ou os dentes poderão ficar presos nas superfícies congeladas ou enterrados. Antes da operação,
inspeccione a área à volta e identifique todos os objectos nos quais o balde possa ficar preso, colo-
cando-lhes um sinal de identificação. Durante a operação, certifique-se de que a base do balde fica nive-
lada com a superfície a ser raspada. Opere a máquina à volta dos objectos e a uma velocidade baixa. O
não cumprimento destas precauções poderá provocar ferimentos no operador e danificar a máquina.
M465

4-22 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPITULO 4 – INSTRUÇÕES DE UTILIZAÇÃO

OPERAÇÃO DE TRANSPORTE E CARREGAMENTO


O balde deverá estar em posição recolhida e a base do
mesmo não deverá estar a mais de 305 a 457 mm (12 a
18 in.) acima da superfície.

165L96

ADVERTÊNCIA: Quando operar a máquina, mantenha o balde do carregador a uma altura o mais baixo
possível. Uma posição baixa do balde proporciona um maior equilíbrio e permite igualmente uma melhor
visibilidade. Quando conduzir a máquina com o balde cheio em superfícies irregulares ou escorregadias,
desloque-se sempre a uma velocidade baixa. Se este procedimento não for respeitado, a máquina poderá
ficar fora de controlo e capotar.
SA041

OPERAÇÃO EM ENCOSTAS

ADVERTÊNCIA: As operações em encostas podem ser perigosas. A chuva, neve, gelo, pedras soltas,
solo macio, etc., alteram as condições do solo. Verifique se a máquina pode ser utilizada com segurança
numa encosta ou rampa.
SB013

Antes de operar a máquina numa encosta, coloque sempre a transmissão numa faixa mais baixa e verifique os travões. NÃO permita
que a máquina desça a encosta com a transmissão em PONTO MORTO. NÃO utilize a função de desembraiagem numa encosta.

87551597 A - EU Emitido em 11-06 4-23


Copyright ©
CAPITULO 4 – INSTRUÇÕES DE UTILIZAÇÃO

MOVIMENTAÇÃO DE UMA MÁQUINA AVARIADA


O Motor Apaga-se durante o Deslocamento
Sistema de Travagem: Os travões podem ser usados carregando no pedal durante quatro ou cinco aplicações até o acumulador
estar descarregado. O operador deverá limitar o uso dos travões nesta situação. No caso de os travões não puderem ser usados
através do pedal, use o interruptor do travão de estacionamento.
Sistema de Direcção: A direcção fica difícil de mover quando o sistema hidráulico perde potência. No caso de o motor se apagar
durante o deslocamento, estacione o carregador num local seguro e identifique o problema.
Falha do Motor ou Hidráulica
Se a máquina estiver avariada, será da responsabilidade do operador decidir se esta poderá ou não ser movida sem que sofra ainda
mais danos. Se possível, repare a máquina no local do trabalho.
Se não puder reparar a máquina no local do trabalho e possuir um reboque para transporte, estacione o reboque o mais perto
possível da máquina.
Nunca Reboque a Máquina Pela Dianteira

BD06F167 Figura 3 BD03A037 Figura 5


1. Ligue uma barra de tracção rígida à máquina. d. Desaperte a contraporca (2).
2. Se não puder dar arranque à máquina para soltar o e. Rode o parafuso de ajuste no sentido contrário ao
travão de estacionamento, efectue o seguinte: dos pont eiros do relógi o até que o travão de
a. Coloque blocos à frente e atrás de cada uma das estacionamento seja desengatado.
rodas. f. Aperte a contraporca e coloque novamente a
cobertura.
3. Se a máquina tiver de ser rebocada durante mais de
0,8 km (1/2 milha), os eixos dianteiro e traseiro da
1 transmissão devem ser desligados.
4. Reboque a máquina avariada a uma velocidade máxima
de 8 km/h (5 mph).

BD03A036 Figura 4
b. Limpe a área à volta da tampa para eliminar
contaminação.
c. Retire a cobertura do travão de estacionamento (1).

4-24 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPITULO 4 – INSTRUÇÕES DE UTILIZAÇÃO

TRANSPORTE DA MÁQUINA

ADVERTÊNCIA: A máquina pode deslizar, cair do reboque ou da rampa e causar ferimentos ou morte.
Certifique-se de que o reboque e a rampa não estão escorregadios. Retire todo o óleo, massa lubrificante,
gelo, etc. Mova a máquina com cuidado para colocá-la ou retirá-la do reboque, mantendo-a centrada sobre
o reboque e a rampa.
SB042

ADVERTÊNCIA: Antes de colocar a máquina num reboque, retire toda a neve, gelo, óleo ou massa lubri-
ficante da rampa.
46-76C

ADVERTÊNCIA: Certifique-se de que conhece as regras, regulamentos, leis e equipamento de segurança


necessários para transportar ou operar a máquina em estrada ou auto-estrada. O farol rotativo, o alarme
de marcha atrás, o emblema de veículo de marcha lenta e outras peças que fazem parte do equipamento
de segurança estão disponíveis junto do seu concessionário.
84-13A

O operador deverá estar familiarizado com as regras e 7. Rode o interruptor de desligamento geral da bateria para a
regulamentos relativos ao transporte e segurança a utilizar posição DESLIGADA.
na área em que irá trabalhar. Certifique-se de que o camião e
a máquina estão equipados com o respectivo equipamento 8. Coloque calços À FRENTE e ATRÁS de cada um dos
de segurança. pneus da máquina.

1. Coloque um calço à frente e atrás de cada uma das 9. Utilize correntes para amarrar a máquina ao reboque.
rodas do reboque. Consulte a página seguinte para obter mais informações
relativas aos pontos de amarração da máquina.
2. Seja cuidadoso e mova a máquina LENTAMENTE em
direcção ao reboque. 10. Coloque uma cobertura por cima do tubo de escape.

3. Baixe o balde do carregador até ao reboque. 11. Meça a distância compreendida entre o solo e o ponto
mais alto da máquina. O operador deverá conhecer a
4. Coloque a ligação de transporte/manutenção na posição altura da máquina.
TRANCADA.
5. Engate o travão de estacionamento e desligue o motor.
Retire a chave.
6. Certifique-se de que o controlo da transmissão se
encontra na posição de PONTO MORTO e de que os
controlos do carregador se encontram na posição de
RETENÇÃO.

87551597 A - EU Emitido em 11-06 4-25


Copyright ©
CAPITULO 4 – INSTRUÇÕES DE UTILIZAÇÃO

TRANSPORTE DA MÁQUINA NUM REBOQUE


Localização dos Pontos de Amarração da Máquina

BD01E126 BD00M030
AS CORRENTES DEVEM SER DEVIDAMENTE PRESAS AOS A TRANCA DE TRANSPORTE DEVE FICAR FIXA.
ORIFÍCIOS DOS PONTOS DE AMARRAÇÃO DIREITO E
ESQUERDO DIANTEIROS.

BD00B012
AS CORRENTES DEVEM SER DEVIDAMENTE PRESAS À
BD00M032 VOLTA DOS LADOS DIREITO E ESQUERDO DO BRAÇO DO
AS CORRENTES DEVEM SER DEVIDAMENTE PRESAS AOS CARREGADOR.
ORIFÍCIOS DOS PONTOS DE AMARRAÇÃO DIREITO E
ESQUERDO TRASEIROS.

ELEVAÇÃO FRENTE
Antes de elevar a máquina bloqueie a articulação
entre os dois módulos do quadro (dianteiro/traseiro)
usando a barra prevista. Bloqueie também o balde.
Utilize uma grua com capacidade suficiente para
elevar a máquina (incluindo o peso dos acessórios
montados).
Recomenda-se que a máquina seja elevada pelos
quatro pontos previstos para esse fim.
Antes de elevar a máquina certifique-se que:
– a articulação entre os módulos está bloqueada;
– o balde está mecânicamente bloqueado;
– o travão de mão está aplicado;
–portas, janelas, painéis e outras partes móveis se
encontram devidamente trancados.
Durante a elevação mantenha-se a uma distância
segura.
TRAS
721E-3M018

4-26 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPITULO 4 – INSTRUÇÕES DE UTILIZAÇÃO

FUNCIONAMENTO DA MÁQUINA NUMA OPERAÇÃO DA MÁQUINA EM ÁGUA


ENCOSTA
1. Certifique-se de que o fundo do riacho ou a água em
que se encontra a trabalhar podem suportar o peso da
ADVERTÊNCIA: As operações em encos- máquina.
tas podem ser perigosas. A chuva, neve,
gelo, pedras soltas, solo macio, etc., alteram 2. Não permita que o nível da água alcance a parte
as condições do solo. Deverá tomar a superior dos eixos.
decisão se a máquina pode ser usada com IMPORTANTE: NÃO OPERE num local com
segurança. deslocamento rápido de água.
CE-NA000
3. Antes de usar esta máquina em água, injecte
Seja extremamente cuidadoso durante operações em quantidades grandes de graxa fresca nos pontos de
encostas. lubrificação apropriados.
Certifique-se de que selecciona “deslocamento a velocidade 4. Depois de completar a operação, certifique-se de que
baixa”. injecta quantidades frescas de graxa em qualquer ponto
que esteve dentro de água.
Desloque-se sempre na mesma direcção da encosta, para
prevenir que a máquina capote.

87551597 A - EU Emitido em 11-06 4-27


Copyright ©
CAPITULO 4 – INSTRUÇÕES DE UTILIZAÇÃO

ARMAZENAMENTO DA MÁQUINA Verificações Periódicas

Preparação para Armazenamento Todos os meses, verifique:

O seguinte procedimento aplica-se quando a máquina for A. O nível do electrólito nas baterias e a carga da
armazenada durante um mês ou mais. Armazene a máquina bateria. Recarregue as baterias, se necessário.
numa superfície plana, dentro de um edifício. Se não for B. A graxa nos tirantes dos cilindros.
possível estacioná-la dentro de um edifício, estacione-a C. O nível de combustível no depósito de combustível e
numa área seca, em cima de calços nas rodas dianteiras e o nível de óleo corrosivo no motor. Adicione mais, se
traseiras. Cubra a máquina com uma cobertura à prova de for necessário.
água. Antes de armazenar a máquina, efectue o seguinte:
D. O estado de todos os tubos, conectores e grampos
1. Limpe a máquina completamente e lubrifique todos os (ferrugem). Lubrifique, se necessário.
componentes equipados com pontos de lubrificação.
E. O estado da tinta. Aplique uma camada de
2. Drene a água do sistema de arrefecimento. Se o sistema tratamento anti-ferrugem, onde necessário.
estiver cheio com mistura de anti-congelante, esta
operação não é necessária. Ligação do Sistema depois do Armazenamento
3. Para evitar ferrugem, é necessário encher o depósito de 1. Feche as válvulas de drenagem e encha o sistema de
combustível completamente. arrefecimento.
4. Retire os injectores e injecte, através dos orifícios 2. Drene o depósito de combustível e encha com gasóleo
injectores, algum óleo do motor (a operação deve ser limpo.
feita usando uma seringa, depois de mover cada pistão
do B.D.C.). 3. Drene o reservatório do motor, encha com óleo para
motor limpo e verifique o nível do óleo.
5. Acelere o motor várias vezes para espalhar uma
camada protectora nas paredes do cilindro. Volte a 4. Substitua o filtro do combustível.
instalar os injectores. 5. Instale as baterias.
6. Se possível, armazene as baterias num local onde a 6. Lubrifique a máquina completamente.
temperatura seja superior à temperatura de 7. Verifique o estado da correia dos acessórios do motor e
congelamento. Recarregue as baterias todos os meses.
substitua-a, se necessário.
7. Para garantir protecção adequada dos componentes da 8. Verifique o nível do fluido hidráulico e adicione mais
transmissão, pelo menos uma vez por mês, a máquina
fluido, se necessário.
deve ser movida uma distância curta, para que uma
camada de óleo seja renovada nas peças. 9. Verifique o nível do óleo do eixo e adicione mais óleo, se
necessário.
8. Coloque uma etiqueta de NÃO OPERE na ignição ou no
volante. 10. Limpe os tirantes dos cilindros.
11. Retire a etiqueta NÃO OPERE e ligue o motor, seguindo
o procedimento de arranque.
12. Observe cuidadosamente todas as luzes e indicadores
do painel do mostrador dos sistemas.

ADVERTÊNCIA: Verifique a máquina


quanto a fugas ou peças partidas, danifica-
das ou em falta.
CE-NA000

ADVERTÊNCIA: Evite ligar o motor num


local fechado. Certifique-se de que existe
sempre ventilação adequada.
CE-NA000

4-28 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPITULO 4 – INSTRUÇÕES DE UTILIZAÇÃO

OPERAÇÃO EM CONDIÇÕES DE CLIMA FRIO


As condições de operação em tempo frio requerem procedimentos especiais. De forma a obter-se o máximo rendimento da máquina
durante as condições de tempo frio, a máquina necessitará de um procedimento especial de arranque e de aquecimento, e os
procedimentos de manutenção deverão ser cuidadosamente respeitados. Uma correcta manutenção da máquina durante o tempo
frio aumentará o seu tempo de vida útil.
1. Baterias 5. Dispositivos Auxiliares de Arranque com
Temperaturas Baixas
Limpe as baterias e assegure-se de que as mesmas estão
completamente carregadas. Em condições frias, é importante Esta máquina pode estar equipada com um aquecedor de
deixar a máquina a funcionar o tempo suficiente para grade do motor. Mova o interruptor de ignição para LIGADO
recuperar a carga perdida durante o arranque. Na maioria e espere até que a luz indicadora se apague. A luz indicadora
das condições frias, isto é cerca de dez minutos, mas em frio p o d e s e a c e n d e r n ova m e n t e d u r a n t e o a r r a n q u e e
extremo pode ser 30 minutos. brevemente depois do motor começar a trabalhar para o
aquecimento posterior do ar. Isto permite um funcionamento
NOTA: Uma bateria com carga máxima a -17 °C (0 °F)
suave durante o período de aquecimento em tempo frio.
possui apenas 40% da potência de arranque normal. A
-29 °C (-20 °F), a bateria possui apenas 18% da sua 6. Aquecimento da Máquina
carga.
Assim que o motor estiver a funcionar, deixe-o funcionar a
Inspeccione os cabos e terminais da bateria. Limpe os cerca de metade da aceleração (1100 a 1300 RPMs) sem
terminais e aplique um produto de vedação para terminais carga durante um período mínimo de 4 minutos. Isto auxiliará
eléctricos de forma a prevenir a formação de corrosão. a estabilizar o motor.
Consulte o seu concessionário.
Depois do motor estar quente, accione o controlo piloto
Se adicionar água às baterias e a temperatura estiver abaixo premindo o botão de controlo situado na parte traseira das
de 0 °C (32 °F), carregue as baterias ou deixe o motor a alavancas de controlo do carregador. Nesta altura, coloque o
funcionar durante aproximadamente 2 horas. Isto evitará que braço de levantamento na posição de flutuação e o balde na
a bateria congele. posição de retracção para carregar o motor para aquecer o
óleo hidráulico e mantenha durante aproximadamente
2. Lubrificantes
2 minutos. Isto obterá aproximadamente 20 °C (68 °F). Isto
Siga as instruções de manutenção do óleo e filtros do motor pode demorar alguns minutos. Prima e segure o pedal do
e do sistema hidráulico deste manual. Utilize um óleo com a travão e use o braço de levantamento e o balde. Repita o
viscosidade corr ecta em cada um dos componentes procedimento de aquecimento de flutuação/retracção
adequada às condições de temperatura ambiente de novamente durante aproximadamente 2 minutos. Levante os
operação da máquina. Para condições extremas, contacte o braço s de levanta me nto para dir igir a unidade
seu concessionário para obter lubrificantes alternativos para completamente para a esquerda e direita para aquecer o
os sistemas hidráulico e de transmissão. óleo nos cilindros de direcção. Em condições de fr io
extremas, mantenha a condição de flutuação/retracção
3. Combustível durante 5 minutos no máximo.
Consulte o seu fornecedor de combustível para obter mais IMPORTANTE: Antes de virar a direcção da máquina
informações sobre o tipo de combustível adequado a utilizar
da direita para a esquerda cer tifique-se de que existe um
em tempo frio. A potência do motor diminuirá se existirem
espaço livre à volta da máquina.
par tículas de cera nos filtros de combustível. Algumas
misturas de combustível para tempo frio fazem com que o Mesmo que o sistema hidráulico/de travagem tenha o tipo de
motor tenha menos potência. óleo correcto, nas primeiras vezes em que os travões são
accionados o tempo de resposta poderá ser lento. O
Verifique se existe água no sistema de combustível. As operador deverá accionar o pedal do travão um mínimo de 8
t e m p e r a t u r a s b a i x a s p o d e m c a u s a r a fo r m a ç ã o d e
a 1 0 vezes ante s d e move r a m áqui na para obt er o
condensação no depósito de combustível. Verifique e drene a
aquecimento adequado. Accionar e libertar os travões deve
água do filtro e do depósito de combustível, conforme for
ocorrer num ciclo de 3 segundos activados e 3 segundos
necessário.
desligados para obter a troca do óleo dos travões.
4. Sistema de Arrefecimento Em condições extremas de temperatura baixa, o tempo de
Verifique a mistura de fluido de arrefecimento antes de resposta dos travões poderá ser lento. É necessário utilizar
operar a máquina com temperaturas baixas. Deve-se utilizar um tipo de óleo correcto no sistema hidráulico/de travagem
uma mistura de 50% de etileno glicol e 50% de água. Esta em aplicações severas persistentemente. Contacte o seu
mistura é usada se a temperatura ambiente mais baixa concessionário para obter o óleo correcto.
estiver a -37 °C (-34 °F). Se a temperatura ambiente for
inferior, ajuste a mistura. Recomendamos que o etileno glicol
e a água sejam utilizados na máquina durante o ano inteiro.
Consulte Sistema de Arrefecimento do Motor neste manual.

87551597 A - EU Emitido em 11-06 4-29


Copyright ©
CAPITULO 4 – INSTRUÇÕES DE UTILIZAÇÃO

Quando a máquina estiver devidamente aquecida, prima o OPERAÇÃO DA MÁQUINA EM TEMPO QUENTE
pedal do travão e segure-o, mude a mudança para a posição Siga as recomendações feitas abaixo:
de marcha à frente, coloque o travão de estacionamento na
posição DESENGATADA e solte o pedal do travão. Opere a 1. Mantenha o fluido de arrefecimento ao nível correcto no
máquina numa área desimpedida e segura. Verifique todas depósito do fluido de arrefecimento e no radiador.
as funções de operação da máquina. 2. Utilize a solução correcta de etileno glicol e água no
IMPORTANTE: NÃO OPERE a máquina em estrada sistema de arrefecimento.
sem que o óleo da transmissão e o óleo do eixo tenham 3. Teste a tampa do radiador antes que comece o tempo
aquecido devidamente. Opere a máquina numa área quente. Substitua a tampa conforme necessário.
desimpedida e segura antes de efectuar uma operação 4. Limpe toda a sujidade e detritos da área do radiador, do
em estrada em primeira ou segunda mudanças apenas. arrefecedor e do motor.
7. Se a máquina for deixada em ralenti em clima frio, o 5. Verifique o estado da correia da transmissão dos
motor manter-se-á aquecido, mas o óleo hidráulico/dos acessórios do motor.
travões e o óleo do eixo não se manterá quente. O óleo
6. Verifique a válvula anti-pó do filtro de ar com frequência
e os componentes poderão arrefecer, diminuindo assim
quando trabalhar em locais onde haja muito pó.
o tempo de resposta dos travões. Se isto acontecer, o
operador DEVERÁ realizar todos os procedimentos de 7. Use lubrificantes da viscosidade correcta. Consulte Flui-
aquecimento. dos e lubrificantes no Capítulo Lubrificação, Filtros e
Fluidos.
8. A transmissão está equipada com um sistema de protec-
ção interno que não permite que a transmissão seja
engatada abaixo dos -12 °C (10 °F). Se a transmissão
não for engatada abaixo destas temperaturas, permita
que esta funcione durante 2 a 4 minutos na posição de
ponto morto e, em seguida, tente novamente. O tempo
de aquecimento necessário varia dependendo da tem-
peratura do ar.

4-30 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPITULO 5 – LUBRIFICAÇÃO, FILTROS E FLUIDOS

Capítulo 5
LUBRIFICAÇÃO, FILTROS E FLUIDOS
CONTEÚDO

INSTRUÇÕES PARA MANUTENÇÃO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-3


Informações Gerais . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-3
Horómetro . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-3
ESCORA DE APOIO PARA OS BRAÇOS DE LEVANTAMENTO DO CARREGADOR . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-4
FLUIDOS E LUBRIFICANTES . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-5
Capacidades e Especificações do Carregador 721E . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-5
Capacidades e Especificações do Carregador 821E . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-5
VISCOSIDADE DO ÓLEO/VARIAÇÕES DA TEMPERATURA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-6
Viscosidade do Óleo da Transmissão/Variações da Temperatura . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-6
Sistema Hidráulico/de Travagem – Faixa de Temperatura . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-7
Solução do Fluido de Arrefecimento . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .5-8
Combustível . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-8
Fluido Hidráulico . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-8
Óleo do Componente da Transmissão . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .5-8
Massa Lubrificante . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .5-8
Ambiente . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-8
Óleo do Motor . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-8
INSPECÇÕES DIÁRIAS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-9
TABELA DE LUBRIFICAÇÃO E MANUTENÇÃO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-10
QUADRO GERAL DE MANUTENÇÃO E LUBRIFICAÇÃO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-11
LOCALIZAÇÃO DAS PORTAS DE ACESSO E BOCAIS DE ENCHIMENTO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-12
Manutenção Periódica Variável . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-14
Manutenção das 10 Horas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-15
Manutenção das 50 Horas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-16
Manutenção das 100 Horas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-19
Manutenção das 250 Horas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-19
Manutenção das 500 Horas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-22
Manutenção das 1000 Horas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-26
Manutenção das 2000 Horas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-30

Emitido em 11-06 87551597 A - EU 5-1


Copyright ©
CAPITULO 5 – LUBRIFICAÇÃO, FILTROS E FLUIDOS

NOTAS

5-2 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPITULO 5 – LUBRIFICAÇÃO, FILTROS E FLUIDOS

INSTRUÇÕES PARA MANUTENÇÃO


Quando efectuar trabalho de manutenção na máquina,
ADVERTÊNCIA: Existe um risco de feri- coloque uma etiqueta de NÃO OPERE ou de Advertência no
mentos graves se a manutenção ou as repa- painel de instr umentos ou na ignição. Nunca saia do
rações não forem feitas correctamente. Se compartimento do operador com o motor a funcionar.
não entender os procedimentos de manuten-
ção, consulte o seu Concessionário. Quaisquer modificações as esta máquina sem autorização
CE-NA000
prévia podem causar ferimentos graves. Não faça quaisquer
m o d i fi c a ç õ e s s e m a u t o r i z a ç ã o. C o n s u l t e o s e u
ADVERTÊNCIA: Antes de tentar qualquer concessionário.
procedimento de manutenção na máquina, é Os intervalos de manutenção neste capítulo referem-se a
sua responsabilidade saber quantos acumu- condições de operação normais. Durante o primeiro período
ladores se encontram na máquina e como de operação de uma máquina nova ou componente de
libertar a pressão de cada um deles devida- reconstrução e em condições particularmente severas, as
mente. Não libertar a pressão devidamente manutenções devem ser feitas mais frequentemente.
pode causar ferimentos graves ou morte.
M959
IMPORTANTE: Tenha cuidados especiais para substi-
tuir todos os filtros regularmente. Manter os filtros limpos
ADVERTÊNCIA: Certifique-se de que todas prolonga a vida do motor.
as operações de manutenção são efectua-
IMPORTANTE: Os óleos e fluidos devem ser descar ta-
das nos intervalos dados, para assegurar
níveis de desempenho ideais e uma segu- dos devidamente.
rança máxima quando usar a máquina.
HORÓMETRO
CE-NA000

INFORMAÇÕES GERAIS
Siga os intervalos de manutenção verificando o horómetro
todos os dias. Antes de iniciar a manutenção da máquina,
estacione-a numa superfície plana e fir me, longe de
obstáculos, com o balde ou alfaia no chão. A não ser que
seja especificado em contrário, todas as operações devem
ser efectuadas com:
• o motor parado
• a ligação de transporte/manutenção trancada no lugar
para impedir articulações inesperadas da máquina
• engate o travão de estacionamento
BD06F097 Figura 1
• retire a chave da ignição
O h or ó m et r o p er m i te a m a r c a ç ã o d e o p e r a ç õ es d e
• coloque uma etiqueta de NÃO OPERE na ignição manutenção. As indicações em horas são as mesmas de um
• coloque calços nas rodas para bloquear as rodas relógio quando o motor está a funcionar.
• águarde que todos os circuitos arrefeçam antes de Os intervalos de manutenção são calculados cuidadosa-
começar a trabalhar mente para garantir a segurança e eficácia do funcionamento
• liberte todas as pressões hidráulicas nos circuitos do da máquina.
braço de levantamento e da alfaia do balde Certifique-se de que efectua todas as operações de manu-
• certifique-se de que qualquer pressão no acumulador tenção devidamente, como definido neste manual.
é libertada para o circuito devido
Limpe os pontos de lubrificação antes da lubrificação. Limpe
à volta dos bujões e orifícios de enchimento antes de
adicionar fluido. Não deixe entrar pó nem sujidade nos
componentes nem nos circuitos. Use roupa adequada e
lembre-se de usar o equipamento de segurança adequado.

87551597 A - EU Emitido em 11-06 5-3


Copyright ©
CAPITULO 5 – LUBRIFICAÇÃO, FILTROS E FLUIDOS

ESCORA DE APOIO PARA OS BRAÇOS DE LEVANTAMENTO DO CARREGADOR

ADVERTÊNCIA: Se for necessário efectuar a manutenção da máquina com os braços de levantamento


do carregador levantados, utilize sempre a escora de apoio.
1. Esvazie o balde do carregador, levante os braços de levantamento do carregador aproximadamente
2,1 m (7 ft) e desligue o motor.
2. Remova a escora de apoio da posição de armazenamento removendo o parafuso de retenção (1).
3. Coloque a escora de apoio na haste do cilindro com a patilha de trancamento guia na parte de cima
do cilindro, apontada em direcção ao balde (2).
4. Instale totalmente o parafuso de retenção na escora de apoio, utilizando todas as roscas (3).
5. Baixe lentamente os braços de levantamento até à escora de apoio.
O não cumprimento deste procedimento poderá originar ferimentos graves ou morte se os braços de
levantamento do carregador forem baixados inesperadamente.
M824 Figura 2

2
2

1 3

BD06G178 Figura 3 BD06G090 Figura 4


ESCORA DE APOIO NA POSIÇÃO DE TRANSPORTE ESCORA DE APOIO NA POSIÇÃO DE MANUTENÇÃO

5-4 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPITULO 5 – LUBRIFICAÇÃO, FILTROS E FLUIDOS

FLUIDOS E LUBRIFICANTES
CAPACIDADES E ESPECIFICAÇÕES DO CARREGADOR 721E
Motor
Tipo de Óleo...................................................................................................................................... Case Akcela (SAE 15W-40)
Capacidade .............................................................................................................................................................. 13,2 l (14 qt.)
Capacidade (com mudança de filtro)........................................................................................................................ 14,2 l (15 qt.)
Sistema de arrefecimento
Capacidade do sistema ........................................................................................................................................36,9 l (9.75 gal.)
Sistema de combustível
Capacidade do reservatório..................................................................................................................................... 246 l (65 gal.)
Sistema Hidráulico/de Travagem
Tipo de Fluido ...................................................................................................................................... Case Akcela Hy-Tran Ultra
Capacidade total do sistema...............................................................................................................................176,0 l (46.5 gal.)
Capacidade do reservatório................................................................................................................................105,7 l (27.9 gal.)
Transmissão
Tipo de Óleo...................................................................................................................................... Case Akcela (SAE 15W-40)
Capacidade de reabastecimento – com mudança de filtro.................................................................................... 25,6 l (6.75 gal.)
Eixos
Tipo de Óleo..................................................................................................... Fluido do Transeixo Case Akcela (SAE 80W-140)
NOTA: As máquinas são enviadas da fábrica com óleo para o período de rodagem.
Capacidade Dianteira ............................................................................................................................................ 30,3 l (32.0 qt.)
Capacidade Traseira .............................................................................................................................................. 23,7 l (25.0 qt.)
Pontos de lubrificação, como necessário .................................................................................... Óleo Molidissulfídio Case Akcela

CAPACIDADES E ESPECIFICAÇÕES DO CARREGADOR 821E


Motor
Tipo de Óleo...................................................................................................................................... Case Akcela (SAE 15W-40)
Capacidade .............................................................................................................................................................. 19,9 l (21 qt.)
Capacidade (com mudança de filtro)........................................................................................................................ 21,0 l (22 qt.)
Sistema de arrefecimento
Capacidade do sistema ........................................................................................................................................40,9 l (10.8 gal.)
Sistema de combustível
Capacidade do reservatório...................................................................................................................................288 l (76.0 gal.)
Sistema Hidráulico/de Travagem
Tipo de Fluido ...................................................................................................................................... Case Akcela Hy-Tran Ultra
Capacidade total do sistema...............................................................................................................................176,0 l (46.5 gal.)
Capacidade do reservatório..................................................................................................................................90,0 l (23.8 gal.)
Transmissão
Tipo de Óleo...................................................................................................................................... Case Akcela (SAE 15W-40)
Capacidade de reabastecimento – com mudança de filtro.................................................................................... 39,7 l (10.5 gal.)
Eixos
Tipo de Óleo..................................................................................................... Fluido do Transeixo Case Akcela (SAE 80W-140)
Capacidade Dianteira ............................................................................................................................................ 37,4 l (39.5 qt.)
Capacidade Traseira .............................................................................................................................................. 23,7 l (25.0 qt.)
Pontos de lubrificação, como necessário .................................................................................... Óleo Molidissulfídio Case Akcela

87551597 A - EU Emitido em 11-06 5-5


Copyright ©
CAPITULO 5 – LUBRIFICAÇÃO, FILTROS E FLUIDOS

VISCOSIDADE DO ÓLEO/VARIAÇÕES DA TEMPERATURA

TEMPERATURA EM FAHRENHEIT

TRÓPICO

TODAS AS ESTAÇÕES

CASE AKCELA Nº 1 15W-40 TODAS AS ESTAÇÕES

INVERNO

CASE AKCELA Nº 1 10W-30 INVERNO

ÁRCTICO

ÁRCTICO

TEMPERATURA EM CELSIUS
Indica que é necessária a utilização de um aquecedor do óleo motor ou um aquecedor de áqua.

BC02N250 Figura 5
NOTA: Quando as temperaturas de operação forem de Inverno ou árcticas poderá ser necessário um aquecedor do
recipiente do óleo do motor ou um aquecedor do fluido de arrefecimento do motor.
NOTA: A utilização de óleos com baixa viscosidade, tal como 10W-30, pode auxiliar o arranque do motor e fornecer fluxo
de óleo suficiente a temperaturas ambiente abaixo de -5 °C (23 °F). A utilização contínua de óleos com baixa viscosidade
pode diminuir o tempo de vida útil do motor devido ao desgaste. Consulte a tabela acima para obter o óleo correcto
adequado à temperatura ambiente.

VISCOSIDADE DO ÓLEO DA TRANSMISSÃO/VARIAÇÕES DA TEMPERATURA

TEMPERATURA EM FAHRENHEIT

CASE AKCELA Nº 1 SAE 15W-40

CASE AKCELA Hy-Tran Ultra‚

CASE AKCELA Hy-Tran Ultra SSL

TEMPERATURA EM CELSIUS
BC04F193 Figura 6

5-6 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPITULO 5 – LUBRIFICAÇÃO, FILTROS E FLUIDOS

SISTEMA HIDRÁULICO/DE TRAVAGEM – FAIXA DE TEMPERATURA

TEMPERATURA EM FAHRENHEIT

CASE AKCELA Hy-Tran Ultra‚

CASE AKCELA Hy-Tran Ultra SSL

TEMPERATURA EM CELSIUS
BC04F192 Figura 7

87551597 A - EU Emitido em 11-06 5-7


Copyright ©
CAPITULO 5 – LUBRIFICAÇÃO, FILTROS E FLUIDOS

SOLUÇÃO DO FLUIDO DE ARREFECIMENTO FLUIDO HIDRÁULICO


Utilize apenas uma solução de arrefecimento à base de eti- O fluido hidráulico foi concebido especialmente para
leno glicol no sistema de arrefecimento. Utilize etileno glicol aplicações de alta pressão e para o sistema hidráulico Case
de boa qualidade, com um ponto de ebulição elevado que e depende da temperatura ambiente. Consulte a Tabela na
não contenha aditivos para vedar fugas. Não utilize inibidores página 5-7.
de ferrugem que não sejam aprovados. Os inibidores de fer- Case Akcela
rugem e o etileno glicol poderão misturar-se e reagir um con-
tra o outro, diminuindo a protecção contra a corrosão, a Hy-Tran Ultra
formação de depósitos no sistema de arrefecimento e causar Hy-Tran Ultra SSL
danos ao sistema de arrefecimento e radiador.
Contacte o seu concessionário que lhe fornecerá a solução ÓLEO DO COMPONENTE DA TRANSMISSÃO
de arrefecimento adequada. O óleo para pressões extremas usado para componentes da
transmissão fechados depende das temperaturas ambientes.
Solução Anti-congelamento/Anti-corrosão Consulte a Tabela na página 5-6.
Use uma solução anti-congelamento para proteger o sistema Case Akcela
de arrefecimento de corrosão e contra todos os riscos de Nº 1 SAE 15W-40
congelamento. Hy-Tran Ultra
Para áreas onde a temperatura ambiente seja superior a -36 °C Hy-Tran Ultra SSL
(-34 °F), use uma mistura de anti-congelamento de 50% de
água e 50% de etileno glicol. MASSA LUBRIFICANTE
Para áreas onde a temperatura seja inferior a -36 °C (-34 °F), O tipo de graxa a usar depende da temperatura ambiente.
recomenda-se use uma mistura de anti-congelamento de
Molidissulfídio Case Akcela
40% de água e 60% de etileno glicol.
AMBIENTE
COMBUSTÍVEL
Antes de efectuar qualquer operação de manutenção nesta
Use o gasóleo adequado para as condições da
máquina e antes de eliminar os fluidos e lubrificantes usados,
temperatura ambiente (ASTM-D-975).
tenha sempre em atenção o meio ambiente. Nunca deite fora
Use o combustível pertencente ao standard ASTM (American óleo ou fluido no chão e nunca coloque em recipientes que
Society for Testing and Materials) D975. possam vazar.
Use combustível de classificação Nº 2. A utilização de outros Contacte o seu concessionário local para obter informações
tipos de combustível pode resultar na perda de potência do sobre o método correcto de descarte destes lubrificantes.
motor e num consumo elevado de combustível.
ÓLEO DO MOTOR
Em tempo frio, poderá usar uma mistura de combustíveis
Nº 1 e Nº 2. Consulte o seu fornecedor de combustível. O tipo de óleo do motor usado depende da temperatura
ambiente.
Se a temperatura baixar ao ponto de ficar inferior ao ponto de
O óleo do motor Case Akcela é recomendado para o seu
turvação (o ponto ao qual se inicia a formação de cera), os
motor. Este óleo assegura a lubrificação correcta do seu
cristais de cera causarão a perda de potência ou podem
motor em todas as condições de trabalho.
impedir que o motor funcione.
Se não conseguir obter o óleo para motor Akcela, use
Em tempo frio, abasteça o depósito de combustível ao fim de qualquer óleo da categoria API/CI. Consulte a Tabela na
cada dia de trabalho para evitar a formação de condensação. página 5-6.
Armazenamento do combustível NOTA: Não coloque nenhum Aditivo de Desempenho
nem outro aditivo no reservatório. Os intervalos de troca
O armazenamento prolongado de combustível pode conduzir de óleo indicados neste manual são baseados em testes
à acumulação de impurezas e condensação no combustível. realizados com os lubrificantes Case.
Problemas no motor são muitas vezes relacionados com a
presença de água no combustível.
O depósito de armazenamento deve ser colocado na rua e a
temperatura do combustível deve ser mantida o mais baixo
possível. Drene a água e as impurezas regularmente.

5-8 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPITULO 5 – LUBRIFICAÇÃO, FILTROS E FLUIDOS

INSPECÇÕES DIÁRIAS
Todos os dias, antes de começar a trabalhar, é necessário Depois do Arranque do Motor
que inspeccione a máquina e faça a manutenção dos seus O motor deu arranque correctamente? Os fumos de
componentes. exaustão são normais? Ouve algum barulho estranho?
IMPORTANTE: Se encontrar qualquer defeito, por Ve r i f i q u e s e e x i s t e m b a r u l h o s a n o r m a i s n o s
mais pequeno que seja, conserte-o imediatamente antes componentes hidráulicos.
de usar a máquina ou consulte o seu concessionário.
Verifique se a máquina tem quaisquer fugas de água ou
óleo ou combustível nos componentes.
Notas Gerais
Verifique os dispositivos de alarme sonoros, as luzes de
Verifique se existem vazamentos de água ou de óleo.
trabalho e os limpa-pára-brisas.
Certifique-se de que todos os parafusos e porcas estão
Certifique-se de que todos os circuitos hidráulicos estão
devidamente apertados.
a funcionar devidamente.
Limpe todo o pó ou resíduos acumulados (motor,
compartimento do operador, etc.).
Verifique a insuflação devida dos pneus.
Verifique se existem danos.

Motor
Verifique o nível do óleo e troque o óleo, se necessário.
Verifique o nível do fluido de arrefecimento.
Verifique se existem obstruções ou danos no radiador.
Verifique a tensão da correia de transmissão acessória
do motor.
Verifique se o filtro de ar está limpo e desobstruído.
Verifique se a máquina tem quaisquer fugas de água ou
óleo ou combustível nos componentes.
Verifique o estado de todos os tubos.
Verifique o nível no depósito de combustível.

Outras
Verifique o nível do reservatório hidráulico.
Verifique se o óleo hidráulico está limpo.
Verifique se a máquina tem quaisquer fugas de água ou
óleo ou combustível nos componentes.
Verifique o estado de todos os tubos.
Verifique se existem curto-circuitos eléctricos.
Verifique se as ligações da bateria estão devidamente
apertadas.
Ajuste os espelhos retrovisores.
Verifique se existem fugas de óleo nos cilindros.
Verifique o estado do balde ou dos garfos.

87551597 A - EU Emitido em 11-06 5-9


Copyright ©
CAPITULO 5 – LUBRIFICAÇÃO, FILTROS E FLUIDOS

Tabela de Lubrificação e Manutenção


FREQUÊNCIA EM HORAS

Serviço Inicial

LUBRIFICAR

SUBSTITUIR
DA PÁGINA

VERIFICAR
INTERVALOS DE

AJUSTAR
PONTOS DE MANUTENÇÃO

NÚMERO

DRENAR
MANUTENÇÃO

LIMPAR

MUDAR
5-30 Filtro de Ar * *
5-25 Filtro Hidráulico *
Periódica Variável 5-20 Inspeccione a Correia de Transmissão do Motor *
(* ) 5-21 Nível do Fluido de Arrefecimento do Radiador *
6-8 Extintor de Incêndio *
6-4 Pneus *
De 10 em
5-15 Verifique o Nível do Óleo do Motor 10
10 Horas
Verifique o Nível do Líquido de Arrefecimento do
5-15 50
Motor
5-16 Drene o Filtro de Combustível de Condensação 50
De 50 em
5-16 Verifique o Nível de Óleo da Transmissão 50
50 Horas
5-17 Verifique o Nível de Óleo Hidráulico 50
Coloque Graxa nos Pontos de Lubrificação de
5-18 50
Montagem do Balde
5-22 Substituição do Óleo do Motor e Filtros 100
Primeiras 5-24 Substitua os Filtros do Combustível 100
100 Horas 5-25 Mude o Filtro Hidráulico 100
5-26 Mude o Óleo nos Eixos 100
Coloque Graxa no Rolamento do Suporte do Eixo da
De 100 em 5-19
Transmissão Dianteira
100
100 Horas
5-19 Pontos de Lubrificação da Máquina 100
5-20 Verifique os Filtros de Ar da Cabina 250
5-20 Verifique a Correia de Transmissão do Motor 250
Verifique o Nível do Fluido de Arrefecimento do
De 250 em 5-21 250
Radiador
250 Horas
Verifique a Pressão dos Pneus/Momentos de Aperto
5-21 4 250
das Rodas
6-6 Calibração da Embraiagem da Transmissão 250 1000
5-22 Substituição do Óleo do Motor e Filtro 500
5-21 Mude o filtro do cárter 500
De 500 em 5-23 Verifique o Nível de Óleo do Eixo 500
500 Horas 5-23 Verifique o Nível do Electrólito da Bateria 500
5-24 Substitua o Filtro do Combustível 500
5-24 Drene a Condensação no Depósito de Combustível 500
5-25 Substitua o Filtro do Óleo Hidráulico 1000
Coloque Graxa nos Pontos de Lubrificação de
5-25 1000
Articulação
5-26 Mude o Óleo do Eixo Dianteiro e Traseiro 1000
De 1000 em 5-26 Substitua os Filtros de Ar da Cabina 1000
1000 Horas 5-27 Mude o Óleo da Transmissão e o Filtro 1000
5-28 Substitua a Correia de Transmissão 1000
MM Verifique a Calibragem do Injector 1000
MM Verifique o Ajuste da Válvula 1000
6-6 Calibração da Embraiagem da Transmissão 1000
5-29 Troque o Óleo Hidráulico 2000
De 2000 em 5-30 Troque o Fluido de Arrefecimento 2000
2000 Horas 5-30 Substitua o Filtro de Ar do Motor 2000
MM Folga da Válvula 2000
De 6000 em MM Injectores do Motor 6000
6000 horas MM Bomba de Combustível 6000 6000
MM = CONSULTE O MANUAL DE MANUTENÇÃO OU O SEU CONCESSIONÁRIO AUTORIZADO.

5-10 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPITULO 5 – LUBRIFICAÇÃO, FILTROS E FLUIDOS

QUADRO GERAL DE MANUTENÇÃO E LUBRIFICAÇÃO

721E-3M001 Figura 8

87551597 A - EU Emitido em 11-06 5-11


Copyright ©
CAPITULO 5 – LUBRIFICAÇÃO, FILTROS E FLUIDOS

LOCALIZAÇÃO DAS PORTAS DE ACESSO E BOCAIS DE ENCHIMENTO

BD06F166 Figura 12
BD06F068 Figura 9 FILTRO DA CABINA / ACESSO AO FUSÍVEL (LADO DIREITO)
PORTA DE ACESSO HIDRÁULICO / TAMPA DE ACESSO
DO RADIADOR (LADO ESQUERDO)

BD06F001 Figura 13
TAMPA DO RADIADOR (LADO DIREITO)
BD06F011 Figura 10
ACESSO À BATERIA (UM DE CADA LADO)

BD06F066 Figura 14
TRANSMISSÃO / ACESSO AO FILTRO HIDRÁULICO
BD06F107 Figura 11 (LADO DIREITO)
CAPÔ DO MOTOR / ARREFECEDOR DO ÓLEO HIDRÁULICO
(LADO DIREITO DO PAINEL)

5-12 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPITULO 5 – LUBRIFICAÇÃO, FILTROS E FLUIDOS

BD06F091 Figura 15 BD06F014 Figura 17


LEVANTE AS UNIDADES DE ARREFECIMENTO PARA EXPOR LOCALIZAÇÃO DA VARETA E BOCAL DE ENCHIMENTO
A TAMPA DE ENCHIMENTO DO FLUIDO HIDRÁULICO DO ÓLEO DO MOTOR

BD06F032 Figura 16
VERIFICAÇÃO E BOCAL DE ENCHIMENTO
DA TRANSMISSÃO (LADO ESQUERDO)

87551597 A - EU Emitido em 11-06 5-13


Copyright ©
CAPITULO 5 – LUBRIFICAÇÃO, FILTROS E FLUIDOS

MANUTENÇÃO PERIÓDICA VARIÁVEL


Alguns ambientes de trabalho requerem que a manutenção seja feita mais frequentemente. O pó, sujidade, humidade, calor ou frio
extremos e muitos outros factores devem ser tidos em conta quando fizer a manutenção da máquina. Determinados equipamentos
ou ferramentas auxiliares podem causar mais stress no sistema hidráulico, trem da transmissão, nos motores ou filtros. A seguinte
manutenção deve ser efectuada regularmente, mas pode precisar de atenção especial se necessário.

Filtro de Ar do Motor Filtro de Combustível


Substitua o elemento primário se a luz indicadora do filtro de Levante o capô do motor para drenar água e sedimentos do
ar se acender. pré-filtro do combustível. Desaperte lentamente a válvula de
drenagem localizada sob o filtro até que saia combustível
O elemento primário pode ser limpo usando ar; contudo,
limpo.
recomendamos um elemento novo, se tiver dúvidas.
Aperte novamente a válvula, mas não aperte demais.
O elemento interno não deve ser limpo. Deve ser:
• substituído depois de 2000 horas Remoção de Ar do Sistema do Combustível
• substituído se a luz indicadora do filtro de ar se acender e
mudar o filtro primário não faz com que a luz se apague Pode entrar ar no sistema de combustível depois de período
prolongado de inactividade ou se a máquina ficar sem com-
• substituído quando o elemento primário tiver sido limpo bustível. Se isto acontecer, certifique-se de que o depósito
três vezes está cheio e, em seguida, drene o sistema.
Rodas e Pneus Fusíveis
Ajuste a pressão de insuflação dos pneus sempre que for Os fusíveis podem ser alcançados abrindo a porta de acesso
necessário. Uma inspecção visual diária a volta à máquina localizada no lado direito da cabina. Se o fusível se fundir, a
antes de dar arranque e verificações mecânicas quando as luz indicadora acender-se-á.
condições ambientais ou de trabalho forem mais exigentes.
NOTA: Se um fusível se fundir, substitua-o
As rodas devem ser verificadas quanto ao momento de imediatamente. Localize o problema e, se o mesmo
aperto correcto de vinte em vinte horas quando forem novas voltar a ocorrer, peça a um técnico para verificar.
ou até as mesmas deixarem de estar apertadas. Consulte
Momento de Aperto nos Parafusos das Rodas na página 6-4
para obter as pressões e momentos de aperto.

Condensador do Ar Condicionado
Abra a porta de acesso hidráulico. O Condensador do Ar
Condicionado encontra-se sob a porta de acesso. Destran-
que o condensador e levante-o. Utilize ar comprimido para
eliminar detritos e materiais acumulados no condensador.

ADVERTÊNCIA: Use óculos de segurança


completos com painéis laterais quando usar
ar comprimido. Limite a pressão a 2 bar
(29 psi).
Figura 18

Arrefecedor do Combustível
Para obter acesso ao arrefecedor do combustível, levante a
por ta d e acesso hi drául ica. De stranque e levante o
co nd ens ad or do ar co nd ic io na do. O arre fec ed or do
combus tível está situado na par te dianteira do
com par ti mento de enc hi mento hi drául ic o. U til ize ar
comprimido para eliminar detritos e materiais acumulados no
arrefecedor.

5-14 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPITULO 5 – LUBRIFICAÇÃO, FILTROS E FLUIDOS

MANUTENÇÃO DAS 10 HORAS MANUTENÇÃO DAS 50 HORAS


Óleo do motor Fluido de Arrefecimento do Motor
O nível do óleo do motor deve ser verificado de 10 em Verifique o nível do fluido de arrefecimento do reservatório
10 horas ou todos os dias, o que ocorrer primeiro. quando o mesmo estiver frio e com o motor desligado. NÃO
retire a tampa do radiador durante a verificação. O nível do
fluido de arrefecimento deve estar entre as marcas FULL
(CHEIO) E ADD (ADICIONAR) do depósito. Adicione fluido
de arrefecimento conforme necessário até que o nível do
fluido de arrefecimento alcance a marca FULL (CHEIO).

ADVERTÊNCIA: Se a tampa do radiador for


retirada, o fluido de arrefecimento quente
pode esguichar para fora. Para retirar a
tampa do radiador:
Deixe o sistema arrefecer, rode a tampa até
ao primeiro entalhe e espere até que toda a
pressão seja libertada.
A remoção rápida da tampa do radiador
BD06F014 Figura 19 poderá resultar em queimaduras. Verifique e
Com a máquina numa superfície nivelada, retire a vareta efectue a manutenção do sistema de
medidora do nível de óleo e verifique o nível do óleo do arrefecimento do motor respeitando as
motor. Este procedimento é efectuado mais facilmente no instruções de manutenção.
início do dia de trabalho, com o motor frio e com todo o óleo SA023 Figura 20
drenado no reservatório.
Não encha demasiado com óleo do motor.

BD06F036 Figura 21
Levante o capô de acesso ao compartimento do motor e veri-
fique o indicador ao lado da garrafa de fluido de arrefeci-
mento.
No caso de o sistema necessitar de ser enchido, certifique-se
de que usa a relação correcta de água e anticongelante/
fluido de arrefecimento.

BD06F001 Figura 22
Acesso à tampa do radiador e ao bocal de enchimento.
87551597 A - EU Emitido em 11-06 5-15
Copyright ©
CAPITULO 5 – LUBRIFICAÇÃO, FILTROS E FLUIDOS

MANUTENÇÃO DAS 50 HORAS


Drene o Filtro de Combustível de Condensação Nível do Óleo da Transmissão

ADVERTÊNCIA: Esta verificação deve ser


feita com o motor a funcionar! Execute os
seguintes passos:
• certifique-se de que o selector de
mudanças está em ponto morto e de
que o travão de estacionamento está
engatado.
• certifique-se de que o balde ou
equipamento está no chão e que a
tranca-piloto esteja engatada para
neutralizar o fluxo hidráulico
• a ligação de transporte/manutenção
deve estar no lugar para prevenir
BD03A015 Figura 23
articulação acidental
Drene a água e os sedimentos do pré-filtro de combustível
localizado no lado direito do motor.
• se esta verificação for efectuada numa
área fechada, certifique-se de ventilar
1. Rode a válvula de drenagem do separador de água 2 ou adequadamente, para reduzir os fumos
3 voltas no sentido contrário ao dos ponteiros do relógio de escape mortíferos
e drene a água do filtro de combustível. Figura 24
2. Feche a válvula de drenagem.
NOTA: Em determinadas regiões geográficas e climas,
poderá ser necessário drenar a condensação mais
frequentemente.

BD06F032 Figura 25
Verifique o nível do óleo da transmissão à velocidade de ralenti
com a temperatura do óleo de 80 a 90 °C (176 a 194 °F).
O nível correcto está dentro da marca HOT (Quente). Não
encha demasiado.

5-16 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPITULO 5 – LUBRIFICAÇÃO, FILTROS E FLUIDOS

MANUTENÇÃO DAS 50 HORAS


Nível do Óleo Hidráulico

BD06F031 Figura 26
Verifique o nível do depósito do óleo hidráulico com a
máquina numa superfície nivelada e dura.
Descanse o balde/alfaia no chão, desligue o motor, e verifi-
que o nível no indicador. O óleo deve aparecer no centro do
medidor visível do nível.
No caso de o óleo não ser visível, desaperte lentamente a
tampa do depósito e encha completamente até alcançar o
nível devido.

ADVERTÊNCIA: O depósito do óleo hidráu-


lico é pressurizado. Se for necessário retirar
a tampa, desaperte-a lentamente para aliviar
a pressão residual no depósito. Não encha
demasiado.
Figura 27

BD06F002 Figura 28
A tampa de enchimento do óleo hidráulico encontra-se locali-
zada sob o núcleo do condensador por trás da cabina do
operador.

87551597 A - EU Emitido em 11-06 5-17


Copyright ©
CAPITULO 5 – LUBRIFICAÇÃO, FILTROS E FLUIDOS

MANUTENÇÃO DAS 50 HORAS

PONTOS DE LUBRIFICAÇÃO DOS PINOS DO PIVÔ DO BALDE


Coloque graxa nos pinos do pivô do balde de 50 em 50 horas de operação.
Especificação ......................................................................................................................................... Molidissulfídio Case Akcela

BS06B144 Figura 29
Limpe à volta da área a colocar graxa antes da manutenção.

ADVERTÊNCIA: Antes da manutenção, estacione sempre a máquina em terreno firme e nivelado, com
o equipamento no chão também. Certifique-se de que toda a pressão residual é libertada dos circuitos
antes de começar a manutenção.
Figura 30

ADVERTÊNCIA: Não trabalhe sob nem perto do equipamento de uma máquina ou componentes que não
estejam devidamente apoiados ou bloqueados.
Figura 31
IMPORTANTE: Em condições extremas, tais como imersão em água, poderá ser necessário aumentar os intervalos de
manutenção da colocação de graxa.

5-18 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPITULO 5 – LUBRIFICAÇÃO, FILTROS E FLUIDOS

MANUTENÇÃO DAS 100 HORAS


Pontos de Lubrificação da Máquina
Lubrifique os pontos de lubrificação do cilindro da direcção, do pivô da lança, do cilindro do braço de levantamento do carregador e
do suporte do eixo da transmissão dianteiro de 100 em 100 horas de operação.
Especificação ........................................................................................................................................ Molidissulfídio Case Akcela

BS06B144 Figura 32

87551597 A - EU Emitido em 11-06 5-19


Copyright ©
CAPITULO 5 – LUBRIFICAÇÃO, FILTROS E FLUIDOS

MANUTENÇÃO DAS 250 HORAS


Filtros de Ar da Cabina Verifique a Correia de Transmissão

BD06F167 Figura 36
A correia da transmissão encontra-se localizada atrás da
BD06F150 Figura 33 grade traseira.
O filtro da cabina está localizado no lado direito da cabina.
Destranque e retire a tampa para obter acesso ao filtro.
1. Retire o filtro e verifique-o quanto a detritos ou sujidade.

BD06F033 Figura 37
Efectue uma inspecção visual para detecção de rachas e
danos. Para substituir a correia, use uma barra separadora e
liberte a tensão do dispositivo de tensão automática.
BD06F095 Figura 34
2. Retire o parafuso de retenção que segura a tampa do
filtro de ar de recirculação no lugar e retire o filtro.
3. Limpe o filtro de recirculação com detergente e água ou
substitua-o por um novo. Limpe com ar comprimido.
NOTA: Não se aproxime demasiado dos filtros com o
bico de ar, caso contrário pode danificar os filtros.

ADVERTÊNCIA: Use óculos de segurança


completos com painéis laterais quando usar
ar comprimido para limpar os componentes.
Limite a pressão a 2 bar (29 psi).
Figura 35
4. Limpe o filtro principal com ar comprimido ou substitua-o
por um novo.
5. Prenda a cobertura do filtro de acesso.

5-20 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPITULO 5 – LUBRIFICAÇÃO, FILTROS E FLUIDOS

MANUTENÇÃO DAS 250 HORAS


Fluido de Arrefecimento do Radiador Pressão dos Pneus

ADVERTÊNCIA: Se a tampa do radiador for


retirada, o fluido de arrefecimento quente
pode esguichar para fora. Para retirar a
tampa do radiador:
Deixe o sistema arrefecer, rode a tampa até
ao primeiro entalhe e espere até que toda a
pressão seja libertada.
A remoção rápida da tampa do radiador
poderá resultar em queimaduras. Verifique e
efectue a manutenção do sistema de
arrefecimento do motor respeitando as
instruções de manutenção.
SA023 Figura 38 BD03A024 Figura 41

ADVERTÊNCIA: Use óculos de segurança


completos com painéis laterais quando usar
ar comprimido.
Figura 42

ADVERTÊNCIA: A explosão de pneus e/ou


de peças das jantes pode causar ferimentos
ou morte. Mantenha-se a si e às outras pes-
soas afastados da ÁREA DE PERIGO. Posi-
cione-se no lado da banda de rodagem do
pneu. Utilize sempre a pressão de ar correcta
e siga as instruções deste manual para
BD06F036 Figura 39
encher ou efectuar a manutenção dos pneus.
Levante o capô do motor e verifique o indicador ao lado da Figura 43
garrafa de fluido de arrefecimento.
No caso de o sistema necessitar de ser enchido, certifique-se ADVERTÊNCIA: A separação por explosão
de que usa a relação correcta de água e anticongelante/ dos componentes do pneu e/ou da jante
fluido de arrefecimento. pode causar ferimentos ou morte. Quando
for necessário efectuar a manutenção dos
pneus, esta deverá ser efectuada por um téc-
nico especializado.
Figura 44
Adição de ar aos pneus:
1. Use uma mangueira de ar com uma válvula reguladora
r em o t a e um a bu c h a p n e u m á ti c a c o m bl o qu e i o
automático.
2. Mantenha-se ATRÁS da banda do pneu e assegure-se
de que TODAS as pessoas em volta estão afastadas
antes de começar.

BD06F001 Figura 40
3. Encha o pneu de acordo com a pressão de ar
recomendada pelo fabricante.
Acesso à tampa do radiador e ao bocal de enchimento.

87551597 A - EU Emitido em 11-06 5-21


Copyright ©
CAPITULO 5 – LUBRIFICAÇÃO, FILTROS E FLUIDOS

MANUTENÇÃO DAS 500 HORAS


Substituição do Óleo do Motor e Filtro
Mude o óleo do motor e o filtro a cada 500 horas de operação
ou uma vez por ano, a situação que se verificar primeiro.
Mude o óleo do motor mais frequentemente quando as condi-
ções de operação do motor forem extremas.
Especificação . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . Case Akcela
1. Estacione a máquina numa superfície firme e nivelada,
em ponto mor to e com o travão de estacionamento
engatado.
2. Baixe o balde/alfaia ao chão e coloque a ligação de
transporte/manutenção na posição de bloqueio.
BD06F041 Figura 47
5. Limpe a área à volta do filtro de resíduos e de sujidade.
6. Rode o filtro no sentido contrário ao dos ponteiros do
relógio para o retirar. Retire e deite fora o filtro seguindo
as leis de meio ambiente e lixo locais.
7. Aplique uma camada fina de óleo limpo na junta de
vedação de cada filtro novo.
IMPORTANTE: Nunca utilize uma chave para filtros
para instalar um filtro novo.
8. Rode o filtro de óleo novo em direcção à base, até que a
junta de vedação entre em contacto com a mesma e, em
BD06F008 Figura 45
seguida, rode 3/4 de volta à mão.
DRENAGEM DO ÓLEO DO MOTOR REMOTA
9. Feche a drenagem remota.
3. Utilize um recipiente adequado e drene o óleo do motor.
10. Encha o motor com a quantidade correcta de óleo.
NOTA: Quando mudar o óleo do motor, a taxa de fluxo
do óleo pode ser melhorada, se a tampa do bocal de 11. Ligue o motor e deixe-o a funcionar à velocidade de
enchimento ou a vareta medidora do nível do óleo forem ralenti. Verifique se o filtro de óleo do motor e o dreno
retiradas do motor enquanto este está a ser drenado. remoto têm fugas.
12. Após dois minutos, desligue o motor.
13. Espere que o óleo do motor drene para obter uma leitura
correcta na vareta medidora do nível do óleo.
14. Verifique a vareta e adicione óleo, se necessário.
15. Baixe o capô do motor.

BD06F042 Figura 46
4. Levante o capô do motor.

5-22 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPITULO 5 – LUBRIFICAÇÃO, FILTROS E FLUIDOS

Filtros do Cárter

BD02N131 Figura 50
5. Coloque a vareta medidora do nível do óleo no lugar e
tape o orifício mas não enrosque.
BD03A209 Figura 48 6. Retire e meça o nível do óleo.
ESTRUTURA DO FILTRO DO RESPIRADOR DO CÁRTER NOTA: Tenha cuidado para não danificar o anel em O.
Retire os parafusos na estrutura do filtro e substitua os dois Substitua-o, se necessário.
filtros. Nível do Electrólito da Bateria
Substitua os filtros do cárter de 500 em 500 horas.
ADVERTÊNCIA: As baterias contêm ÁCIDO
Nível de Óleo do Eixo SULFÚRICO. Proteja os seus olhos quando
1. Estacione a máquina numa superfície nivelada. Baixe o trabalhar em baterias, para prevenir possí-
b a l d e / a l fa i a a t é a o s o l o e e n g a t e o t r av ã o d e veis respingos de ácido. No caso de contacto
estacionamento. de ácido com a pele, olhos ou roupa, LAVE
IMEDIATAMENTE COM ÁGUA DURANTE
2. Tranque o controlo piloto e desligue o motor. UM MÍNIMO DE QUINZE MINUTOS. Pro-
3. Coloque a ligação de transporte/manutenção na posição cure ajuda médica imediatamente.
de manutenção. Trabalhe numa área bem ventilada. Evite
respirar os fumos. GASES INFLAMÁVEIS.
Apague quaisquer cigarros e chamas antes
de verificar, encher ou carregar as baterias.

BD01E134 Figura 49
4. Limpe a área completamente e retire a vareta do eixo.
Uma em cada roda.
BD06F013 Figura 51
Obtenha acesso às baterias retirando as tampas das mesmas.

87551597 A - EU Emitido em 11-06 5-23


Copyright ©
CAPITULO 5 – LUBRIFICAÇÃO, FILTROS E FLUIDOS

Drene a Condensação no Depósito de


Combustível

BD06F011 Figura 52
Destape o electrólito abrindo as tampas com ranhuras. Adici-
one apenas água destilada até ao nível da corrente. Não
encha demasiado. BD06H026 Figura 55

Substitua o Filtro do Combustível De 500 em 500 horas de operação, drene a condensação do


depósito de combustível.
1. Estacione a máquina numa superfície nivelada e siga os
procedimentos de segurança necessários com o balde/
alfaia no solo.
2. Tenha um recipiente adequado à mão pronto para
colocar a condensação e o combustível. Descarte o lixo
de acordo com as normas locais.
3. Coloque a mangueira sobre a torneira de drenagem do
depósito de combustível e abra lentamente para permitir
que a condensação corra até que apenas o combustível
saia.
BD06F014 Figura 53
NOTA: A torneira de drenagem de combustível está
NOTA: situada no canto inferior esquerdo do depósito de
combustível, atrás do eixo traseiro.
Limpe a área da cabeça do filtro, a parte externa do filtro e
qualquer sujidade e detritos à volta da área que possam con- 4. Aperte a torneira de drenagem do depósito de
taminar o sistema. combustível.
1. Rode o filtro no sentido contrário ao dos ponteiros do NOTA: Em determinadas regiões geográficas e climas,
relógio para o retirar. Certifique-se de capturar qualquer poderá ser necessário drenar a condensação mais
combustível restante nas linhas ou no filtro e deite fora frequentemente.
de forma apropriada.
2. Aplique uma camada fina de óleo limpo na junta de
vedação de cada filtro novo.
3. Instale o filtro. Com as mãos, aperte o filtro de 1/2 a 3/4
de volta até que o filtro entre em contacto com a cabeça
do filtro.
IMPORTANTE: Nunca utilize uma chave para filtros
para apertar ou instalar um filtro novo.

ADVERTÊNCIA: O combustível do motor é


inflamável e pode provocar incêndios ou
explosões. Não encha o depósito de com-
bustível nem efectue a manutenção do sis-
tema de combustível perto de chamas,
equipamento de soldagem, charutos, cigar-
ros acesos, cachimbo, etc.
Figura 54

5-24 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPITULO 5 – LUBRIFICAÇÃO, FILTROS E FLUIDOS

MANUTENÇÃO DAS 1000 HORAS

Substitua o Filtro do Óleo Hidráulico Coloque Graxa nos Pontos de Lubrificação de


Articulação
Substitua o filtro do óleo hidráulico a cada 1.000 horas ou se
a Luz de Advertência do filtro hidráulico se acender.

ADVERTÊNCIA: Fluido sob pressão. Colo-


que sempre o balde hidráulico/alfaia assente
no solo.
Figura 56
1. Estacione a máquina numa superfície nivelada. Baixe o
balde/alfaia do carregador até ao solo e desligue o
motor. Engate o travão de estacionamento.
ADVERTÊNCIA: Nunca drene o óleo nem retire o fil-
tro do óleo com o motor a funcionar.
2. Desaperte lentamente a tampa do bocal de enchimento
do depósito hidráulico para liber tar a pressão do
reservatório. Deixe-o solto durante este procedimento.
3. Retire a cobertura de acesso, se equipado. BD06F010 Figura 58
1. Estacione a máquina numa superfície nivelada. Baixe o
balde/alfaia do carregador até ao solo e desligue o
motor. Engate o travão de estacionamento.
2. Coloque a ligação de transporte/manutenção trancada
no lugar para impedir ar ticulações inesperadas da
máquina.
3. Limpe a área à volta do compartimento de cada ponto e
lubrifique.

BD06F066 Figura 57
4. Rode o filtro no sentido contrário ao dos ponteiros do
relógio para o retirar.
5. Lubrifique a vedação do filtro novo com óleo limpo e
instale. Depois de o filtro fazer contacto com a cabeça
do filtro, aperte 1/2 a 3/4 de volta.
IMPORTANTE: Nunca utilize uma chave para filtros
para apertar ou instalar um filtro novo.
6. Aperte a tampa do depósito hidráulico.
7. Ponha o motor a trabalhar e deixe-o a funcionar a
1.000 r pm. Peça a um assistente que verifique se
existem fugas à volta da área do filtro.
8. Desligue o motor e verifique o nível do óleo hidráulico.
Tape, se necessário.

87551597 A - EU Emitido em 11-06 5-25


Copyright ©
CAPITULO 5 – LUBRIFICAÇÃO, FILTROS E FLUIDOS

MANUTENÇÃO DAS 1000 HORAS Substitua os Filtros de Ar da Cabina


Mude o Óleo do Eixo Dianteiro e Traseiro
Depois das primeiras 100 horas de operação numa máquina
nova, mude o óleo do período de rodagem.
A manutenção normal do óleo do eixo será no ponto de ope-
ração de 1000 horas.

ADVERTÊNCIA: Certifique-se de que o


balde/acessório está assente no solo e a liga-
ção de transporte/manutenção está instalada
para prevenir uma articulação inesperada.
Figura 59 BD06F150 Figura 62
1. Limpe a área à volta das tapas de drenagem e de O filtro da cabina está localizado no lado direito da cabina.
enchimento de ambos os eixos e das quatro rodas. Destranque e retire a tampa para obter acesso ao filtro.

BD06F152 Figura 63
BD02N123 Figura 60 Puxe o filtro principal e substitua-o.
2. Coloque um recipiente adequado com capacidade
suficiente para recolher o óleo antigo sob os eixos
dianteiro e traseiro e drene.

BD01E136 Figura 61
3. Coloque um recipiente adequado com capacidade
suficiente para recolher o óleo antigo sob cada eixo.
4. Reinstale os bujões de drenagem de ambos os eixos e
nas quatro rodas.
5. Siga o procedimento na página 5-23 sob o Nível do Óleo
do Eixo para encher os eixos ao nível correcto.
NOTA: O óleo demorará algum tempo a encher cada
eixo. Espere um pouco para que o óleo circule através do
eixo.
5-26 Emitido em 11-06 87551597 A - EU
Copyright ©
CAPITULO 5 – LUBRIFICAÇÃO, FILTROS E FLUIDOS

MANUTENÇÃO DAS 1000 HORAS


Mude o Óleo da Transmissão e o Filtro

ADVERTÊNCIA: Evitar a poluição do meio


ambiente.

1. Estacione a máquina numa superfície nivelada e engate


o travão de estacionamento.
2. Baixe o balde/alfaia ao chão e tranque a alavanca de
bloqueio do controlo piloto.
3. Coloque a ligação de transporte/manutenção na posição BD06F065 Figura 66
de bloqueio para impedir articulações inesperadas e
8. Retire o filtro.
desligue o motor.
9. Aplique uma camada de óleo limpo da transmissão na
junta de vedação do filtro novo e instale. Certifique-se de
que faz o contacto devido com a base.
10. Rode o respiradouro, localizado em cima da
t r a n s m i s s ã o, u m a s ve z e s c o m o d e d o, a c a d a
1000 horas.
11. Se o respiradouro for difícil de rodar, siga os passos 12
e 13.
12. Retire o respiradouro. Limpe-o com solvente de limpeza
e seque-o com ar comprimido.

ADVERTÊNCIA: Use óculos de segurança


BD06F065 Figura 64 completos com painéis laterais quando usar
4. Limpe a área à volta da cabeça do filtro e à volta do ar comprimido.
dreno da transmissão e tampas dos bocais de Figura 67
enchimento.
13. Instale o respiradouro.
5. Retire a vareta medidora.
14. Verifique o nível do óleo no medidor do visor.
6. Coloque um recipiente adequado com a capacidade
15. Ponha o motor a trabalhar e verifique se existem fugas
apropriada de fluido, antes de drenar.
de óleo à volta do filtro e do bujão de drenagem.
16. Aumente a temperatura do óleo da transmissão até à
temperatura de trabalho e volte a verificar o nível do
óleo.

BD02N124 Figura 65
7. Retire o bujão de drenagem e drene o óleo.

87551597 A - EU Emitido em 11-06 5-27


Copyright ©
CAPITULO 5 – LUBRIFICAÇÃO, FILTROS E FLUIDOS

MANUTENÇÃO DAS 1000 HORAS


Substitua a Correia de Tracção

BD06F033 Figura 68
Accione o tensionador da correia com uma barra separadora
e retire a correia.
Para instalar uma correia nova, coloque-a sobre o alternador,
polias do cárter, e complete a volta enquanto levanta o tensi-
onador com a barra separadora.
Verifique a Calibragem do Injector
Isto deve ser feito por um técnico de manutenção qualificado.
Entre em contacto com o seu concessionário.
Verifique o Ajuste da Válvula
Isto deve ser feito por um técnico de manutenção qualificado.
Entre em contacto com o seu concessionário.

5-28 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPITULO 5 – LUBRIFICAÇÃO, FILTROS E FLUIDOS

MANUTENÇÃO DAS 2000 HORAS


Troque o Óleo Hidráulico
1. Estacione a máquina numa superfície nivelada, baixe o
balde/alfaia ao solo e engate o travão de
estacionamento.
2. Desligue o motor. Coloque uma etiqueta de NÃO
OPERE na ignição ou no volante.
3. Coloque a ligação de transporte/manutenção trancada
no lugar para impedir articulações inesperadas.
4. Certifique-se de que os acumuladores do travão estão
completamente descarregados carregando no pedal do
travão um mínimo de 30 vezes.
BD06F065 Figura 70
5. Certifique-se de que os acumuladores do controlo da
suspensão estão completamente desengatados, se 9. Retire e substitua o filtro do óleo hidráulico.
equipado. 10. Encha o reservatório com óleo hidráulico novo.
6. Com a chave na posição de FUNCIONAMENTO, mova 11. Instale a tampa do bocal de enchimento do depósito.
repetidamente as alavancas de controlo do equipamento
passando pelas suas faixas completas durante pelo 12. Ponha o motor a trabalhar e deixe-o a funcionar a
menos 30 segundos. 1.000 rpm. Verifique se existem fugas à volta do filtro e
bujão de drenagem.
13. Opere os controlos do carregador várias vezes para
eliminar o ar presente nos tubos.
14. Coloque o balde/alfaia do carregador até ao solo e
desligue o motor. Verifique o nível do óleo hidráulico.
15. Se for necessário encher com mais óleo, retire a tampa
do bocal de enchimento para liber tar a pressão do
reservatório.

BD06F008 Figura 69
7. Abra o reservatório hidráulico de drenagem remoto e
drene o óleo para dentro de um recipiente adequado.
8. Limpe a área à volta da tampa de enchimento e retire a
tampa lentamente.

87551597 A - EU Emitido em 11-06 5-29


Copyright ©
CAPITULO 5 – LUBRIFICAÇÃO, FILTROS E FLUIDOS

MANUTENÇÃO DAS 2000 HORAS 5. Depois de o sistema ter sido limpo e irrigado, siga as
instruções do fabricante, coloque e prenda a tampa de
Troque o Fluido de Arrefecimento
drenagem.
Drene, enxagúe e substitua o fluido de arrefecimento a cada
2.000 horas de operação ou uma vez ao ano, o que aconte- 6. Coloque a mistura correcta de anticongelante/fluido de
cer primeiro. Limpe o sistema e mude o fluido de arrefeci- arrefecimento e água no sistema para as condições do
mento se este ficar sujo ou se apresentar uma cor ferrugenta. tempo presentes.
7. Ligue o motor e deixe-o funcionar à velocidade de ralenti
ADVERTÊNCIA: Se a tampa do radiador for baixa até que o motor fique à temperatura de operação.
retirada, o fluido de arrefecimento quente Verifique o nível do óleo do sistema.
poderá esguichar para fora. Para retirar a
8. Instale a tampa do radiador.
tampa do radiador:
Deixe o sistema arrefecer, rode a tampa no PRÉ-FILTRO (SE EQUIPADO)
sentido contrário ao dos ponteiros do relógio Verifique o depósito do pré-filtro e retire o pó se necessário.
até ao primeiro entalhe e espere até que toda
a pressão seja libertada.
1
A remoção rápida da tampa do radiador
poderá resultar em queimaduras. Verifique e 3 2
efectue a manutenção do sistema de
arrefecimento do motor respeitando as
instruções de manutenção.

BD06F019 Figura 73
1. Desaperte a porca (1) e retire a tampa (2).
2. Retire o depósito (3) e limpe-o com um pano húmido.
Instale o depósito e a tampa.
Substitua o Filtro de Ar do Motor
BD06F001 Figura 71
O filtro de ar e a válvula anti-pó deve ser verificada periodica-
1. Depois do motor ter arrefecido e a temperatura do fluido mente para detecção de acumulação de sujidade e detritos.
de arrefecimento estar segura, retire a tampa. Em condições de trabalho extremas, mais frequentemente.
Substitua os filtros de ar do motor 2000 horas de operação
ou uma vez por ano, a situação que se verificar primeiro.
Substitua o elemento primário se a luz de advertência do fil-
tro no painel de instrumentos se acender. Se a luz permane-
cer acesa depois de substituir o elemento primário, o
elemento secundário deve ser substituído.
Substitua o elemento secundário depois de substituir o ele-
mento primário três vezes.

BD06F008 Figura 72
2. Com um recipiente adequado de capacidade adequada
debaixo do dreno remoto, abra a tampa rodando-a no
sentido contrário ao dos ponteiros do relógio e drene o
fluido de arrefecimento do sistema.
3. Uma vez que tenha drenado todo o fluido de
arrefecimento, prenda a tampa de drenagem.
4. Use um produto de limpeza do sistema para limpar e
irr ig ar o s ist ema. E nt re em c ontac to c om o seu
concessionário.
5-30 Emitido em 11-06 87551597 A - EU
Copyright ©
CAPITULO 5 – LUBRIFICAÇÃO, FILTROS E FLUIDOS

BD06F107 Figura 74 BD06F016 Figura 77


1. Obtenha acesso aos filtros de ar do motor levantando o 4. Instale o filtro secundário novo.
capô.

BD06F017 Figura 78

BD06F018 Figura 75
5. Instale o filtro primário novo.
1. Liberte os quatro clipes que seguram as pontas do capô.
2. Retire os filtros primário e secundário.

BD06F015 Figura 76
3. Limpe o interior do corpo do filtro e limpe a sujidade e
detritos antes de instalar os filtros novos.

87551597 A - EU Emitido em 11-06 5-31


Copyright ©
CAPITULO 5 – LUBRIFICAÇÃO, FILTROS E FLUIDOS

BD06F018 Figura 79
6. Instale a cobertura da extremidade e tranque os quatro
clipes para prender a tampa.

BD06F018 Figura 80
7. Carregue nas extremidades da válvula anti-pó para
drenar a sujidade e detritos do alojamento do filtro.
8. Feche o capô do motor.

5-32 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPITULO 6 – MANUTENÇÃO E AJUSTES

Capítulo 6
MANUTENÇÃO E AJUSTES
CONTEÚDO

MANUTENÇÃO E AJUSTES . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-3


Rodas e Pneus . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .6-3
Manutenção da Cabina . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-5
VERIFICAÇÃO DA DIRECÇÃO SECUNDÁRIA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-7
VERIFICAÇÃO DO TRAVÃO DE ESTACIONAMENTO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-7
EXTINTOR DE INCÊNDIO (NÃO FORNECIDO) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-8
PEÇAS DE PLÁSTICO E DE RESINA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-8
SOLDAGEM NA MÁQUINA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-9
AJUSTES DO CARREGADOR . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-10
Procedimento de Ajuste do Retorno-à-Escavação XT . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-11
Procedimento de Ajuste do Retorno-à-Escavação da Barra em Z . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-12
Ajuste Ligeiro do Controlo da Altura do Balde . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-13
CINTO DE SEGURANÇA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-13
ESTRUTURA DE PROTECÇÃO DO OPERADOR . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-13
Manutenção e Inspecção da ROPS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-13
Especificações de Momento de Aperto para Cabina ROPS e Capota ROPS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-13
Especificações dos Momentos de Aperto para o Assento e Cinto de Segurança . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-14
CORREIA ACESSÓRIA DO MOTOR . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-15
Intervalo de Manutenção . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-15
Suporte do Extintor de Incêndio (Se Equipado) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-15

Emitido em 11-06 87551597 A - EU 6-1


Copyright ©
CAPITULO 6 – MANUTENÇÃO E AJUSTES

NOTAS

6-2 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPITULO 6 – MANUTENÇÃO E AJUSTES

MANUTENÇÃO E AJUSTES
RODAS E PNEUS

ADVERTÊNCIA: A explosão de pneus e/ou de peças das jantes pode causar ferimentos ou morte. Man-
tenha-se a si e às outras pessoas afastados da ÁREA DE PERIGO. Posicione-se no lado da banda de
rodagem do pneu. Utilize sempre a pressão de ar correcta e siga as instruções deste manual para encher
ou efectuar a manutenção dos pneus.
SD020

ADVERTÊNCIA: A separação por explosão dos componentes do pneu e/ou da jante pode causar ferimen-
tos ou morte. Quando for necessário efectuar a manutenção dos pneus, esta deverá ser efectuada por um
técnico especializado.
84-113

ADVERTÊNCIA: Quando o pneu estiver a ser montado NÃO solde a roda nem a jante. A soldagem cau-
sará uma mistura de ar/gás explosiva que entrará em combustão a altas temperaturas. Isto pode acontecer
tanto com pneus cheios como com pneus vazios. Não é aconselhável retirar o ar nem partir o rebordo do
pneu. Os pneus DEVEM ser completamente retirados da jante antes de se efectuar qualquer tipo de
soldagem.
SB134

ADVERTÊNCIA: Use óculos de segurança completos com painéis laterais quando usar ar comprimido.

LASTRO
A CNH America LLC recomenda que NÃO acrescente lastro aos pneus da carregadora sobre rodas. Certifique-se de que os pneus
estão devidamente cheios.

B910410J Figura 1
As figuras acima exibem as áreas de perigo associadas à explosão de pneus e/ou de peças da jante. MANTENHA-SE A SI E ÀS
OUTRAS PESSOAS AFASTADOS DESTAS ÁREAS DE PERIGO.
A página seguinte exibe os métodos correctos que o operador DEVE utilizar sempre que encher ou efectuar a manutenção dos pneus.
87551597 A - EU Emitido em 11-06 6-3
Copyright ©
CAPITULO 6 – MANUTENÇÃO E AJUSTES

Enchimento dos Pneus Manutenção dos Pneus ou Jantes


Este procedimento é válido apenas para encher um pneu. Se Deixe que um técnico especializado efectue a manutenção
o pneu tiver perdido a maior parte do ar ou a sua totalidade, dos pneus e jantes desta máquina. Recomendamos que o
efectue o seguinte: enchimento dos pneus seja efectuado por um técnico
especializado. Para prevenir acidentes, utilize um dispositivo
• Antes de encher o pneu, instale correctamente a roda ou de retenção (gaiola de protecção para enchimento), o
coloque-a num dispositivo de retenção (gaiola de
equipamento correcto e os procedimentos adequados. A
protecção para enchimento).
separação por explosão do pneu (jante de uma única peça)
ou do pneu e/ou peças da jante (jante de várias peças)
poderá provocar ferimentos graves ou morte.
Direcção da Banda de Rodagem do Pneu

B790490R Figura 2
• Utilize uma mangueira de ar com uma válvula reguladora B770164R Figura 4
remota e uma bucha pneumática de trancamento
automático. Quando o pneu estiver instalado na roda, certifique-se de
que este fica colocado na direcção exibida.
Momento de Aperto dos Parafusos das Rodas
do Carregador 721E
Verifique o momento de aperto dos parafusos das rodas
depois de 20 horas de funcionamento até que os parafusos
das rodas fiquem apertados, se a máquina for nova ou se
uma das rodas tiver sido retirada ou instalada.

1
10 8

6 12
BD03A024 Figura 3
• Mantenha-se ATRÁS da banda do pneu e assegure-se de
que TODAS as pessoas em volta estão afastadas antes
de começar a encher o pneu.
4 3
• Encha o pneu de acordo com a pressão de ar
recomendada pelo fabricante. NÃO encha o pneu a uma
pressão de ar superior à indicada na página seguinte.

11 5

7 9
2
BD03A027 Figura 5
Aper te os parafusos das rodas usando a sequência
mostrada. Aperte primeiramente os parafusos a 278 Nm
(220 lb-ft) e, em seguida, ao momento de aperto final de 640
a 720 Nm (475 – 530 lb-ft), usando a mesma sequência.

6-4 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPITULO 6 – MANUTENÇÃO E AJUSTES

Momento de Aperto dos Parafusos das Rodas


do Carregador 821E

11
15 8
1 4

10 13

5 6
BD06F040 Figura 7
1. CONDENSADOR
14 9
Conserve o núcleo do condensador do ar condicionado
limpo. Use ar comprimido ou uma escova dura para limpar o
3 2 condensador. Verifique e limpe também a rede da grelha.

16 IMPORTANTE: Tenha bastante cuidado quando limpar


12
7 o condensador, uma vez que as palhetas se dobram
87307434 Figura 6 facilmente.
Aper te os parafusos das rodas usando a sequência Acesso ao Radiador/Arrefecedor para Limpeza
mostrada. Aperte primeiramente os parafusos a 298 Nm
(Pode obter acesso adicional ao radiador nos lados direito e
(220 lb-ft) e, em seguida, ao momento de aperto final de 640
esquerdo da máquina).
a 720 Nm (475 – 530 lb-ft), usando a mesma sequência.
1. Retire os parafusos de cada extremidade do encaixe do
MANUTENÇÃO DA CABINA guarda-lamas de plástico.
Ar Condicionado (Se Equipado) 2. Deslize o encaixe do guarda-lamas de plástico da parte
Os componentes da cabina do operador, incluindo os traseira da máquina de 25 mm (1 in.) para desengatar o
componentes do sistema de ar condicionado, necessitam de encaixe do guarda-lamas da placa lateral da parte
uma manutenção em intervalos de tempo diferentes. Efectue traseira.
a manutenção dos seguintes itens conforme necessário de 3. As áreas inferiores e do radiador/arrefecedor, em geral,
forma a manter um máximo desempenho da máquina. podem ser limpas usando um aspirador normal ou um
lavador a pressão.
O líquido de arrefecimento poderá provocar
queimaduras graves e outras feridas IMPORTANTE: Tenha cuidado para não dobrar ou
dolorosas. Não tente efectuar a manutenção danificar as palhetas do radiador/arrefecedor durante a
d o s i s t em a d e a r c o n di c i o n a do d e s t a limpeza. NÃO utilize bicos que excedam 6.890 kPa
máquina se não estiver completamente (1000 psi) de pressão para fazer a limpeza.
familiarizado com o ar condicionado e as
respectivas precauções de segurança a
seguir.
SA048
1
ADVERTÊNCIA: Use óculos de segurança
completos com painéis laterais quando usar
ar comprimido.

Lubrificação das Vedações do Compressor do Ar


Condicionado 2
Ligue o ar condicionado a cada 250 horas para lubrificar as
vedaç ões do c ompre ss or. C olo que o con trol o d o ar
condicionado na posição MÁXIMA durante pelo menos
15 minutos. A temperaturas inferiores a 0 °C (32 °F ), BD06F038 Figura 8
coloque uma cober tura por cima do condensador do ar 1. ENCAIXE 2. PARAFUSO
condicionado. Isto manterá o fluido de arrefecimento e os
lubrificantes do sistema à temperatura de operação.
87551597 A - EU Emitido em 11-06 6-5
Copyright ©
CAPITULO 6 – MANUTENÇÃO E AJUSTES

Forro do Tecto da Cabina Depois de ter retirado a mancha do mater ial, utilize
imediatamente outro pano para secar a área e evitar a
O forro de esponja do tecto da cabina reduz o nível de ruído.
formação de um círculo de fluido. Se a área ficar com um
Para manter o forro em bom estado, retire o pó acumulado
círculo, limpe a área toda.
com um aspirador.
NOTA: As manchas difíceis de eliminar poderão
IMPORTANTE: NÃO lave o forro com água, pois a
precisar de uma segunda aplicação de fluido de limpeza,
água pode danificar o forro e reduzir a capacidade de seguida do uso de uma escova macia para eliminar
controlo de barulho do forro. completamente a mancha.

BD06F053 Figura 9
Dobradiças da Porta
Utilize grafite para lubrificar todas as articulações. NÃO
utilize óleo.
Mangueiras e Fios
Verifique se todas as mangueiras e fios estão em bom
estado. Se estes estiverem danificados, deixe que o seu
concessionário efectue a reparação ou substituição dos
mesmos.
Assento do Operador
Limpe o pó e a sujidade do assento utilizando um aspirador
ou uma escova macia. Limpe as manchas utilizando
correctamente um produto de limpeza.
Antes de limpar as manchas, tente saber de que tipo são e
há quanto tempo existem. Algumas manchas podem ser
limpas utilizando apenas água ou uma solução de sabão.

ADVERTÊNCIA: Nunca utilize gasolina,


nafta ou qualquer outro tipo de produtos volá-
teis para efeitos de limpeza. Estes produtos
podem ser tóxicos e/ou inflamáveis.
SA049

FLUIDO DE LIMPEZA – Este tipo de produto de limpeza


pode ser usado para nódoas de massa lubrificante ou de
óleo. Limpe cuidadosamente cada uma das manchas com um
raspador ou uma faca não afiada. Utilize uma pequena
quantidade de produto de limpeza, não utilize pressão e
utilize sempre um pano limpo. Mova o pano da parte de fora
da mancha em direcção ao centro e mude regularmente a
parte do pano para uma parte limpa.

6-6 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPITULO 6 – MANUTENÇÃO E AJUSTES

VERIFICAÇÃO DA DIRECÇÃO 7. Ponha o motor a trabalhar novamente. Certifique-se de


SECUNDÁRIA que a luz da direcção secundária permanece acesa. O
motor da direcção secundária deverá parar após 3 segun-
NOTA: Verifique a direcção secundária a intervalos dos e a luz da direcção secundária dever-se-á apagar.
mínimos de 250 horas.
8. Se não ocorrerem quaisquer problemas durante os pas-
ADVERTÊNCIA: O sistema de direcção sos 2 a 7, a direcção secundária está a funcionar correc-
secundário é operado electricamente. Este tamente. Se, pelo contrário, ocorrer qualquer problema,
sistema permite-lhe conduzir a máquina se o repare o sistema e volte a testá-lo.
sistema de direcção primário deixar de funci- 9. Deixe o motor a funcionar e permita que as baterias
onar. Mantenha as baterias para assegurar recarreguem durante um mínimo de 10 minutos.
que o sistema funcionará.
ADVERTÊNCIA: Não desligue a chave da
ignição se a máquina for virada contra o
batente esquerdo ou direito da direcção. O
volante poderá virar-se repentinamente no
sentido contrário, dando um coice.

VERIFICAÇÃO DO TRAVÃO DE
ESTACIONAMENTO
NOTA: Verifique o funcionamento do travão de
estacionamento dentro de um máximo de 250 horas.
BD06F096 Figura 10
1. Antes de verificar o sistema de direcção secundária, Antes de operar a máquina, ver ifique regular mente o
estacione a máquina numa superfície nivelada, com- funcionamento do travão de estacionamento.
pacta, com um espaço aberto à volta suficientemente
grande, de modo a que possa virar completamente a
máquina para um lado e para o outro. Levante o balde a
aproximadamente 500 mm (20 in.) acima do solo.
2. Com a chave ligada e o motor desligado, certifique-se de
que a luz da direcção secundária no conjunto de instru-
mentos está acesa. Isto indica que a pressão da direc-
ção está baixa.
3. Ponha a máquina a trabalhar e deixe o motor a funcionar
durante alguns segundos. Certifique-se de que a luz do
sistema de direcção secundária se apaga após um BD06F096 / BD06F099 Figura 11
segundo. Isto confirma que a função eléctrica do circuito 1. Para desengatar o travão de estacionamento, verifique
está a funcionar correctamente, que a pressão subiu e ou efectue o seguinte:
que o módulo foi armado.
A. Mova o interruptor do travão de estacionamento para
4. Com a máquina a funcionar a uma velocidade baixa de a posição de desengate.
ralenti e as rodas da direcção viradas para a frente, rode
a chave da ignição para a posição DESLIGADA para B. Carregue no pedal do travão reparando a função
desligar o motor e, em seguida, imediatamente para a quando as luzes do travão se acendem.
posição LIGADA (não para a posição de arranque). A C. Efectue a manutenção das luzes indicadoras do
bomba/motor da direcção secundária deverá começar a travão engatado.
funcionar de imediato. Certifique-se de que a luz está D. Mude a transmissão de PONTO MORTO para
acesa e de que o motor está a funcionar. MARCHA À FRENTE ou para MARCHA ATRÁS
5. Rode o volante totalmente para a esquerda e depois total- durante um segundo e, em seguida, volte a colocá-la
mente para a direita para verificar se a bomba da direcção em PONTO MORTO.
secundária está a funcionar correctamente. Certifique-se E. Ajuste a pressão do travão para desligar a máquina.
de que a direcção funciona sem quaisquer problemas.
2. Para engatar o travão de estacionamento, será necessá-
6. Verifique o painel de instrumentos de forma a certificar-
rio verificar ou cumprir cada um dos seguintes itens:
se que a luz do sistema de direcção secundária se
acende. A. Perda de pressão no travão em ambos os eixos.
IMPORTANTE: Não deixe o motor/bomba da direcção B. Perda de potência do sistema eléctrico (chave
secundária a funcionar de forma contínua durante mais DESLIGADA).
de 20 segundos de cada vez, sem permitir um intervalo C. Interruptor do travão de estacionamento na posição
de 2 minutos para arrefecimento. engatada.
87551597 A - EU Emitido em 11-06 6-7
Copyright ©
CAPITULO 6 – MANUTENÇÃO E AJUSTES
3. Para verificar cada uma destas funções: EXTINTOR DE INCÊNDIO (NÃO
A. Ponha a máquina a trabalhar numa superfície FORNECIDO)
nivelada e desimpedida. Recomenda-se vivamente que possua um extintor de
B. Após ter completado o Passo 1, de A a C, ponha o incêndio e que o coloque no compar timento traseiro
motor a trabalhar e desengate o travão de esquerdo no suporte concebido para o mesmo.
estacionamento. A luz vermelha deverá apagar-se.
C. Desligue o motor, rode a chave de ignição para a Especificações de Manutenção
posição LIGADA. Quando o motor estiver desligado, a Todos os meses
luz do travão de estacionamento deverá acender-se.
Examine o extintor de incêndio e certifique-se de que o
D. Desengate o travão de estacionamento utilizando os mesmo não está danificado.
p r o c e d i m e n t o s B e C d e s c r i t o s n o Pa s s o 1 .
Cer tifique-se de que a luz do travão de De seis em seis meses
estacionamento está apagada. Um especialista deve vazar e encher novamente o pó no
E. Pressione e solte os travões repetidamente. A luz de extintor de incêndio.
advertência de pressão baixa dos travões deverá Todos os anos
ACENDER-SE primeiro. Continue a carregar e a
soltar os travões de forma alternada. Continue a Um especialista deve examinar o extintor de incêndio.
fazê-lo até que a luz do travão de estacionamento se
ACENDA e depois pressione e solte mais três vezes. PEÇAS DE PLÁSTICO E DE RESINA
Poderá ser necessário pressionar e soltar o travão
Quando limpar as janelas de plástico, a consola, o painel de
um total de até quarenta vezes.
instrumentos, os indicadores, etc., não use gasolina,
F. Ligue o motor e permita que a pressão do travão querosene, diluentes, etc. Use apenas água, sabão e um
aumente até que a luz de advertência se apague. pano macio.
G. Carregue e solte o pedal do travão. A luz do travão A utilização de gasolina, querosene, diluentes, etc. causará a
deve permanecer ACESA. descoloração, rachas ou a deformação destas peças.
H. Coloque a transmissão em F (MARCHA À FRENTE)
ou R (MARCHA ATRÁS) e volte a colocá-la em N
(PONTO MORTO). A luz do travão deve permanecer
ACESA.
I. Coloque o interruptor do travão de estacionamento
na posição e ngatada e tente efectuar os
procedimentos B e C descritos no Passo 1. A luz do
travão de estacionamento deverá per manecer
ACESA.
4. Coloque o interruptor do travão de estacionamento na
posição desengatada e tente efectuar os procedimentos
B e C descritos no Passo 1. A luz do travão de estacio-
namento deverá permanecer APAGADA.
A. Permita que a máquina se desloque lentamente para
a frente com a transmissão em F (MARCHA À
FRENTE) e engate o travão de estacionamento. A
máquina deverá parar imediatamente. A luz do travão
ficará ACESA. A transmissão desengatar-se-á.
Se todos os passos estiverem correctos, o sistema está a
funcionar correctamente. Se tiver ocorrido algum problema
durante o teste, entre em contacto com o seu concessionário.

6-8 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPITULO 6 – MANUTENÇÃO E AJUSTES

SOLDAGEM NA MÁQUINA
Sempre que efectuar uma operação de soldagem na
máquina, como autorizado pelo fabricante da cabina e de
acordo com as suas instr uções, desligue as bater ias,
desligue os fios dos terminais B+ e D+ do alternador e ligue o
cabo de ligação à terra do aparelho de soldagem ao
componente no qual for efectuar a operação de soldagem.
Ligue sempre o aparelho de soldagem à mesma estrutura
que está a ser soldada.
Nunca ligue a ligação à terra do aparelho de soldagem a um
componente do sistema hidráulico.

ADVERTÊNCIA: Não faça quaisquer modifi-


cações a esta máquina.
CE-NA000

87551597 A - EU Emitido em 11-06 6-9


Copyright ©
CAPITULO 6 – MANUTENÇÃO E AJUSTES

AJUSTES DO CARREGADOR 3. A localização do ponto de paragem do controlo da altura


Procedimento de Controlo da Altura e Ajuste do dentro da respectiva ranhura na placa de montagem do
ponto de paragem determinará a altura de paragem
Retorno-ao-Deslocamento
automática dos braços de levantamento, à medida que
estes forem sendo elevados. Quanto mais alto for o
6 ponto de paragem na respectiva ranhura na placa de
montagem do ponto de paragem, menor será a altura à
2 qual os braços de levantamento pararão automatica-
mente à medida que forem sendo elevados. Posicione o
ponto de paragem de acordo com a tabela abaixo.
Aperte o ponto de paragem nesta posição.
5

1 2
A
4
3
BS00N076 Figura 12
1. INTERRUPTOR DE PROXIMIDADE
2. PONTO DE PARAGEM DO RETORNO-AO-
DESLOCAMENTO B 4
3. PLACA DE MONTAGEM ALVO
4. ALVO DO CONTROLO DE ALTURA
5. BRAÇO DE LEVANTAMENTO
6. CHASSI DIANTEIRO (LADO SUPERIOR ESQUERDO)
1. Para evitar danificar o interruptor de proximidade, este
deve se r a jus tad o para t r ás, l ong e do bra ço de
l ev a n t a m e n t o, p a r a a fa s t a r t u d o d o b r a ç o d e
BS00N077 Figura 13
levantamento à medida que este vai passando. 4. A localização do ponto de paragem do retorno-ao-deslo-
camento dentro da respectiva ranhura na placa de mon-
2. Ligue o motor. Coloque o balde assente no solo. Desligue
tagem dos pontos de paragem determinará o local onde
a máquina. Localize o ponto de paragem do retorno-ao-
os braços de levantamento pararão automaticamente à
deslocamento, oposto ao interruptor de proximidade e, em
medida que forem sendo baixados. Quanto mais alto for
seguida, aperte-o contra a placa de montagem dos pontos
o ponto de paragem na respectiva ranhura na placa de
de paragem. Em seguida, ajuste o interruptor de proximi-
montagem dos pontos de paragem, menor será a altura
dade para fora, em direcção ao ponto de paragem, até que
à qual os braços de levantamento pararão automatica-
seja obtido um intervalo de ar de 3,5 a 5,0 mm (1/8 –
mente à medida que forem sendo baixados. Posicione o
3/16 in.). Fixe o interruptor de proximidade na posição utili-
ponto de paragem de acordo com a tabela abaixo.
zando a respectiva contraporca. Aperte a contraporca a
Aperte o ponto de paragem nesta posição.
um momento de aperto de 5 pés/libra.

altura aproximada do pino de articulação de altura aproximada do pino de articulação do


Máquina A mm (in.) retorno ao deslocamento mm (in.) B mm (in.)
controlo da altura em mm (in.)
Barra em Z do
57 (2.24) 358 (14.09) 54 (2.12) 3302 (130)
Carregador 721E
721E XT 65 (2.56) 438 (17.24) 48 (1.90) 3302 (130)
Barra em Z do
44 (1.73) 380 (14.96) 38 (1.50) 3302 (130)
Carregador 821E

5. Certifique-se de que o interruptor de proximidade e os parafusos de montagem estão apertados. Ligue o motor. Coloque o inter-
ruptor do batente na posição ligada, e volte a colocar o interruptor do batente de retorno-ao-deslocamento/flutuação na posição
de retorno-ao-deslocamento. Levante os braços de levantamento até aproximadamente à posição horizontal. Coloque a ala-
vanca de controlo do carregador na posição elevada, e verifique se o electromagneto fica fixo nessa posição, até que o ponto de
paragem do controlo da altura passe à frente ao interruptor de proximidade. Em seguida, com os braços de levantamento ainda
levantados, coloque a alavanca de controlo do carregador na posição mais baixa, e certifique-se de que o electromagneto fica
fixo nessa posição até que o ponto de paragem do retorno-ao-deslocamento passe à frente do interruptor de proximidade. Colo-
que o balde assente no solo. Desligue a máquina.
6-10 Emitido em 11-06 87551597 A - EU
Copyright ©
CAPITULO 6 – MANUTENÇÃO E AJUSTES

PROCEDIMENTO DE AJUSTE DO RETORNO-À-ESCAVAÇÃO XT

2
6

5
3

BS00N078
1. Cilindro de Inclinação (Lado Esquerdo) 4. Barra de Paragem
2. Suporte de Montagem do Interruptor de Proximidade 5. Interruptor de Proximidade
3. Protecção do Interruptor de Proximidade 6. Suporte de Montagem dos Pontos de Paragem
1. Ligue o motor. Levante os braços de levantamento até que estes fiquem aproximadamente na posição horizontal. Retraia o
balde totalmente para trás. Baixe os braços até que estes fiquem assentes no solo. Desligue a máquina.
2. Desaperte os parafusos que fixam o suporte de montagem dos pontos de paragem à forquilha do cilindro de inclinação. Alinhe
o suporte de montagem dos pontos de paragem paralelamente com o cilindro de inclinação e aperte os parafusos.
3. Desaperte os parafusos que fixam a barra de paragem ao suporte de montagem dos pontos de paragem. Alinhe a barra de
paragem paralelamente com o cilindro de inclinação e aperte os parafusos.
4. Desaperte os parafusos que fixam o suporte de montagem do interruptor de proximidade ao cilindro. Posicione a face do inter-
ruptor de proximidade paralelamente à superfície da barra de paragem e aperte os parafusos. Em seguida, ajuste o interruptor
de proximidade para fora, em direcção à barra de paragem, até que seja obtida um intervalo de ar entre 3,5 e 5,0 mm (1/8 –
3/16 in.). O interruptor de proximidade não deverá passar para além da protecção do interruptor de proximidade. Fixe o inter-
ruptor de proximidade na posição utilizando a respectiva contraporca. Aperte a contraporca a um momento de aperto de
5,0 pés/libra.
5. Ligue o motor. Coloque o balde assente no solo. Desligue a máquina. Desaperte os parafusos que fixam a barra de paragem ao
suporte de montagem dos pontos de paragem. Faça deslizar a barra de paragem para longe do interruptor de proximidade, até
que a face do interruptor fique totalmente descoberta. Alinhe a barra de paragem paralelamente com o cilindro de inclinação e
aperte os parafusos.
6. Rode a chave da ignição até à posição ligada (não até à posição de acessórios). Não ponha o motor a trabalhar. Posicione a
alavanca de controlo do balde na posição de retracção completa. O batente electromagnético deve segurar a alavanca de con-
trolo nesta posição.
7. Desaperte os parafusos que fixam a barra de paragem ao suporte de montagem dos pontos de paragem. Deslize lentamente a
barra de paragem até ao interruptor de proximidade. Quando a face do interruptor de proximidade estiver praticamente coberta
pela barra de paragem, o interruptor será activado e a alavanca de controlo voltará à posição central. Aperte os parafusos,
mantendo esta posição da barra de paragem. Certifique-se de que o intervalo de 3,5 a 5,0 mm (1/8 – 3/16 in.) é mantido entre
a barra de paragem e o interruptor de proximidade.
8. Certifique-se de que o interruptor de proximidade e os parafusos de montagem estão apertados. Ligue o motor. Coloque o inter-
ruptor do batente na posição ligada, e volte a colocar o interruptor do batente de retorno-ao-deslocamento/flutuação na posição
de retorno-ao-deslocamento. Levante os braços de levantamento até aproximadamente à posição horizontal. Posicione o balde
na posição de descarregamento total. Coloque a alavanca de controlo do carregador na posição de retracção, e certifique-se de
que o electromagneto fica fixo na posição até que a barra de paragem passe à frente do interruptor de proximidade. Baixe os
braços de levantamento até ao solo e certifique-se de que o balde fica assente no solo.

87551597 A - EU Emitido em 11-06 6-11


Copyright ©
CAPITULO 6 – MANUTENÇÃO E AJUSTES

PROCEDIMENTO DE AJUSTE DO RETORNO-À-ESCAVAÇÃO DA BARRA EM Z

5 7
6
BSOON079 Figura 14
1. Alavanca Angular 5. Interruptor de Proximidade
2. Suporte de Montagem dos Pontos de Paragem 6. Suporte de Montagem do Interruptor de Proximidade
3. Cilindro de Inclinação 7. Barra de Paragem
4. Protecção do Interruptor de Proximidade
1. Ligue o motor. Levante os braços de levantamento até que estes fiquem aproximadamente na posição horizontal. Descarregue
totalmente o balde. Baixe os braços até que a extremidade do balde fique assente no solo. Desligue a máquina.
2. Desaperte os parafusos que fixam o suporte de montagem dos pontos de paragem ao olhal do cilindro de inclinação. Alinhe o
suporte de montagem dos pontos de paragem paralelamente com o cilindro de inclinação e aperte os parafusos.
3. Desaperte os parafusos que fixam a barra de paragem ao suporte de montagem dos pontos de paragem. Alinhe a barra de
paragem paralelamente com o cilindro de inclinação e aperte os parafusos.
4. Desaperte os parafusos que fixam o suporte de montagem do interruptor de proximidade ao cilindro de inclinação. Posicione a face
do interruptor de proximidade paralelamente à superfície da barra de paragem e aperte os parafusos. Em seguida, ajuste a face do
interruptor de proximidade paralelamente à superfície da barra de paragem e aperte os parafusos. Em seguida, ajuste o interruptor
de proximidade para fora, em direcção à barra de paragem, até que seja obtido um intervalo de ar de 3,5 a 5,0 mm (1/8 – 3/16 in.).
O interruptor de proximidade não deverá passar para além da protecção do interruptor de proximidade. Fixe o interruptor de proxi-
midade na posição utilizando as respectivas contraporcas. Aperte a contraporca a um momento de aperto de 5,0 pés/libra.
5. Ligue o motor. Coloque o balde assente no solo. Desligue a máquina. Desaperte os parafusos que fixam a barra de paragem ao
suporte de montagem dos pontos de paragem. Deslize a barra de paragem em direcção ao interruptor de proximidade, até que
a face do interruptor de proximidade fique completamente coberta. Alinhe a barra de paragem paralelamente com o cilindro de
inclinação e aperte os parafusos.
6. Rode a chave da ignição até à posição ligada (não até à posição de acessórios). Não ponha o motor a trabalhar. Posicione a
alavanca de controlo do balde na posição de retracção completa. O batente electromagnético deve segurar a alavanca de con-
trolo nesta posição.
7. Desaperte os parafusos que fixam a barra de paragem ao suporte de montagem dos pontos de paragem. Afaste lentamente a
barra de paragem do interruptor de proximidade, deslizando-a. Quando a face do interruptor de proximidade estiver pratica-
mente descoberta, o interruptor será activado e a alavanca de controlo voltará à posição central. Aperte os parafusos, man-
tendo esta posição da barra de paragem. Certifique-se de que o intervalo de 3,5 a 5,0 mm (1/8 – 3/16 in.) é mantido entre a
barra de paragem e o interruptor de proximidade.
8. Certifique-se de que o interruptor de proximidade e os parafusos de montagem estão apertados. Ligue o motor. Coloque o inter-
ruptor do batente na posição ligada, e volte a colocar o interruptor do batente de retorno-ao-deslocamento/flutuação na posição
de retorno-ao-deslocamento. Levante os braços de levantamento até aproximadamente à posição horizontal. Posicione o balde
na posição de descarregamento total. Coloque a alavanca de controlo do carregador na posição de retracção, e certifique-se de
que o electromagneto fica fixo na posição até que a barra de paragem passe à frente do interruptor de proximidade. Baixe os
braços de levantamento até ao solo e certifique-se de que o balde fica assente no solo.

6-12 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPITULO 6 – MANUTENÇÃO E AJUSTES

AJUSTE LIGEIRO DO CONTROLO DA ALTURA 1. Verifique o binário de aperto dos parafusos de fixação
DO BALDE da ROPS. Se necessário, aperte os parafusos ao binário
1. Estacione a máquina numa superfície nivelada. Baixe o de aperto correcto. Consulte as especificações relativas
balde do carregador até ao solo. ao momento de aperto nesta página.

2. Engate o travão de estacionamento e desligue o motor. 2. Verifique o assento do operador e as peças de monta-
gem do cinto de segurança. Aperte os parafusos ao
3. Desaperte o accionador traseiro. binário de aperto correcto. Consulte Especificações dos
4. Para aumentar a altura de descarga, mova o accionador Momentos de Aperto neste manual. Substitua todas as
para baixo na ranhura. Para diminuir a altura de des- peças que estejam danificadas ou gastas.
carga, mova o accionador para cima. 3. Verifique se existem rachas, ferrugem ou furos na ROPS
5. Aperte o accionador. e nas respectivas peças e componentes. O tempo, o
clima e os acidentes podem danificar a ROPS e as suas
6. Ponha o motor a trabalhar e puxe a alavanca de controlo peças. Se tiver alguma dúvida sobre o sistema da
de levantamento para a posição de batente de LEVAN- ROPS, consulte o seu concessionário.
TAMENTO. Quando os braços do carregador pararem de
se mover, verifique a altura de descarga. ESPECIFICAÇÕES DE MOMENTO DE APERTO
PARA CABINA ROPS E CAPOTA ROPS
CINTO DE SEGURANÇA
O cinto de segurança é uma par te impor tante da sua
Estrutura de Protecção contra Capotamento (ROPS). É
importante usar o cinto de segurança sempre que operar a
máquina.
1. Mantenha os cintos de segurança longe de objectos que
possam danificá-los.
2. Verifique se os cintos de segurança estão danificados.
Substitua todas as peças que estiverem danificadas.
3. Certifique-se de que os parafusos de montagem dos cin-
tos de segurança estão apertados. Consulte Especifica-
ções dos Momentos de Aperto para o Assento neste BD00M101
MONTAGEM DA CABINA ROPS E CAPOTA ROPS
manual. PARAFUSOS DE MONTAGEM DA CABINA E DA CAPOTA ROPS
(AMBOS OS LADOS), APERTE A UM MOMENTO DE APERTO
4. Mantenha os cintos de segurança limpos. Lave os cintos DE 772 A 854 Nm (580 – 630 LB-FT)
de segurança apenas com água e sabão. NOTA: As especificações dos momentos de aper to
Não coloque os cintos de segurança em lixívia ou tinta. Isto destinam-se a roscas limpas e secas.
debilitará os cintos.

ESTRUTURA DE PROTECÇÃO DO
OPERADOR

BD06F070 Figura 15
ETIQUETA DA CAPOTA ROPS

MANUTENÇÃO E INSPECÇÃO DA ROPS


Após as pr imeiras 20 horas de operação e após cada
500 horas de operação, efectue o seguinte:
87551597 A - EU Emitido em 11-06 6-13
Copyright ©
CAPITULO 6 – MANUTENÇÃO E AJUSTES

ESTRUTURA DE PROTECÇÃO DO OPERADOR ESPECIFICAÇÕES DOS MOMENTOS DE


APERTO PARA O ASSENTO E CINTO DE
A sua máquina está equipada com uma Estrutura SEGURANÇA
de Protecção do operador, tal como: Estrutura de
P r o t e c ç ã o c o n t r a C a p o t a m e n t o ( RO P S ) o u 1
Estrutura de Protecção contra a Queda de Objectos
(FOPS) ou Cabina com ROPS. Uma ROPS pode
ser uma armação da cabina ou uma estrutura de
dois ou quatro postes usada para a protecção do
operador para minimizar a possibilidade de lesões
graves. A estrutura de montagem e os prendedores
que formam a ligação de montagem com a máquina
fazem parte da ROPS.
A Estr utura de Pr otecção é um componente
especial de segurança da sua máquina.
NÃO ligue nenhum dispositivo à Estrutura de 1
P rotecção para serem rebocados. NÃO faça
orifícios na Estrutura de Protecção.
A Estrutura de Protecção e os componentes de
inter-ligação são um sistema certificado. Qualquer
d a n o, i n c ê n d i o , c o r r o s ã o o u m o d i f i c a ç ã o
enfraquecerão a estr utura e reduzirão a sua
p r o t ec ç ã o. S e i s t o o c or r er, a E st r u t u r a d e
Protecção DEVE ser substituída para que o nível
de protecção de uma Estrutura de Protecção nova
seja obtido. Contacte o seu concessionário para
fazer a inspecção e substituição da Estrutura de
Protecção.
Depois de um acidente, incêndio, viragem ou 6397 Figura 16
capotamento, DEVE efectuar o seguinte por um
1. 73-87 Nm (54-64 ft-lb)
técnico qualificado, antes de colocar a máquina no
campo ou local de trabalho:
• A Estrutura de Protecção DEVE ser
substituída.
• A montagem ou suspensão da Estrutura de
Protecção, do assento do operador e da
suspensão, dos cintos de segurança e os fios do
sistema de protecção do operador devem ser
cuidadosamente inspeccionados quanto à
existência de danos.
• Todas as peças danificadas DEVEM ser
substituídas.
NÃO SOLDE, FAÇA ORIFÍCIOS E NÃO TENTE
ENDIREITAR NEM CONSERTAR A ESTRUTURA
DE PROTECÇÃO. QUALQUER MODIFICAÇÃO
PODE REDUZIR A INTEGRIDADE ESTRUTURAL
DA ESTRUTURA, O QUE PODE CAUSAR MORTE
OU LESÕES GRAVES NO CASO DE INCÊNDIO,
V I R AG E M , C A P OTA M E N TO, C O L I S Ã O O U
ACIDENTE.

6-14 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPITULO 6 – MANUTENÇÃO E AJUSTES

CORREIA ACESSÓRIA DO MOTOR SUPORTE DO EXTINTOR DE INCÊNDIO


(SE EQUIPADO)
INTERVALO DE MANUTENÇÃO
Tipo de Extintor de Incêndio
Intervalo de manutenção
da correia. . . . . . . . . . . . . Verifique conforme requerido Recomendamos que conser ve sempre um extintor de
ou de 250 em 250 horas incêndios na sua máquina. O extintor de incêndio exibido
abaixo está disponível junto do seu concessionário e pode ser
1. Estacione a máquina numa superfície nivelada e engate instalado na máquina.
o travão de estacionamento.
Este extintor de incêndio de produto químico seco tem uma
2. Abra o capô traseiro. capacidade de 5 libras e está aprovado para os tipos de
3. Rode o interruptor de desligamento geral para a posição incêndio A, B e C. A temperatura de operação é de -54 a 49 °C
desligada. (-65 – 120 °F).

Inspecção e Cuidados
TODOS OS MESES – Recomendamos que inspeccione o
extintor de incêndio uma vez por mês para se certificar de
que este não está danificado e que o medidor está a
funcionar correctamente.
A CADA 6 MESES – Peça a um técnico especializado em
equipamentos de combate a incêndios que retire o produto
químico seco e reabasteça o extintor.
UMA VEZ POR ANO – Peça a um técnico especializado em
equipamentos de combate a incêndios que inspeccione o
extintor de incêndio.
BD06G096
2 PARAFUSOS EM CADA LADO
4. Retire os 4 parafusos que seguram a cobertura de
protecção.

153L95

IMPORTANTE: NÃO monte o extintor de incêndio nas


BD06F033 peças da ROPS ou na estrutura FOPS (Estrutura de
5. Instale uma barra separadora de 3/8 pol. no suporte da Protecção contra a Queda de Objectos). NÃO efectue
polia tensora. quaisquer modificações na ROPS nem na FOPS.
6. Empurre a barra separadora para a frente o suficiente
para conseguir aliviar a tensão na correia da transmissão.

87551597 A - EU Emitido em 11-06 6-15


Copyright ©
CAPITULO 6 – MANUTENÇÃO E AJUSTES

NOTAS

6-16 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPITULO 7 – SISTEMA ELÉCTRICO

Capítulo 7
SISTEMA ELÉCTRICO
CONTEÚDO

SISTEMA ELÉCTRICO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-3


Segurança das Baterias . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-3
Aberturas de Ventilação da Bateria . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-3
Limpeza das Baterias . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-4
Fusíveis . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-5
FUSÍVEIS SOBRESSALENTES . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-6
RELÉS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-7
CONECTOR ELÉCTRICO DE MANUTENÇÃO (SE EQUIPADO) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-8
TOMADA ELÉCTRICA AUXILIAR (SE EQUIPADO) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-8
LOCALIZAÇÃO DO SUPORTE DE MONTAGEM DO EQUIPAMENTO ELÉCTRICO AUXILIAR . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-8

Emitido em 11-06 87551597 A - EU 7-1


Copyright ©
CAPITULO 7 – SISTEMA ELÉCTRICO

NOTAS

7-2 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPITULO 7 – SISTEMA ELÉCTRICO

SISTEMA ELÉCTRICO
SEGURANÇA DAS BATERIAS

ADVERTÊNCIA: Antes de efectuar a manutenção de uma bateria, utilize sempre protecção facial, luvas e
vestuário protector. O ácido presente na bateria ou a explosão da mesma poderá provocar ferimentos
graves.
SA046

ADVERTÊNCIA: O ácido presente na bateria provoca queimaduras graves. As baterias contêm ácido
sulfúrico. Evite o contacto com a pele, os olhos ou o vestuário. Antídoto – EXTERNO: lave com água.
INTERNO: beba grandes quantidades de água ou leite. Prossiga com leite de magnésia, ovos batidos ou
óleo vegetal. Chame um médico imediatamente. OLHOS: lave com água durante 15 minutos e procure
assistência médica imediata.
SB032

ADVERTÊNCIA: Quando o electrólito da bateria estiver congelado, a bateria poderá explodir se (1) tentar
carregá-la, ou se (2) tentar dar arranque ao motor com uma bateria auxiliar. Para evitar congelar o
electrólito da bateria, tente manter a bateria com a carga máxima. Se estas instruções não forem
cumpridas, o operador ou outras pessoas na área poderão sofrer ferimentos graves.
SA033

ADVERTÊNCIA: Faíscas ou chamas podem provocar a explosão do hidrogénio da bateria. Para prevenir
uma explosão, efectue o seguinte:
1. Quando desligar os cabos da bateria, desligue sempre o cabo negativo (–) em primeiro lugar.
2. Quando ligar os cabos da bateria, ligue sempre o cabo negativo (–) por último.
3. Não provoque curto-circuitos nos terminais da bateria com objectos metálicos.
4. Não solde, esmerile nem fume perto de uma bateria.
SB034

MANUTENÇÃO DA BATERIA
NOTA: O sistema eléctrico desta máquina é de 24 V. Cada bateria tem 12 V.
Antes de efectuar a manutenção dos componentes do sistema eléctrico, desligue sempre o cabo NEGATIVO (–) da bateria.
Não ligue o motor com os cabos da bateria ou os fios do alternador desligados.
Não utilize um limpador a vapor ou um solvente de limpeza para limpar o alternador.

NÍVEL DO FLUIDO DA BATERIA


Verifique o nível do fluido das baterias a cada 500 horas de operação. Se a máquina for operada num clima mais quente verifique o
nível do fluido com maior frequência. Se o nível do fluido estiver baixo, adicione água limpa ou destilada a cada uma das células até
o nível do fluido ficar nivelado com o anel dividido na base de cada abertura das células.
IMPORTANTE: Se a temperatura for igual ou inferior a 0°C (32°F) e você tiver de adicionar água às baterias efectue o
seguinte: ligue um carregador de baterias às baterias ou deixe a máquina a funcionar durante aproximadamente duas
horas. Este procedimento é necessário para misturar a água com o electrólito.

ABERTURAS DE VENTILAÇÃO DA BATERIA


Conserve as aberturas de ventilação da bateria limpas e certifique-se de que estas não estão entupidas.

87551597 A - EU Emitido em 11-06 7-3


Copyright ©
CAPITULO 7 – SISTEMA ELÉCTRICO

LIMPEZA DAS BATERIAS


Verifique regularmente se as baterias ou o respectivo compartimento se apresentam sujos, danificados ou ferrugentos. A sujidade
misturada com o electrólito ou humidade na parte superior das baterias poderá descarregá-las. Utilize um dos seguintes métodos
para limpar as baterias.
1. Utilize o Economizador de Bateria Case, Número de Peça M20376. Siga as instruções indicadas no recipiente. Este produto de
limpeza não necessita de ser utilizado com água.
2. Utilize bicarbonato de sódio ou amoníaco e lave a parte de fora das baterias com água. Se não possuir um Economizador de
Bateria Case, utilize outros produtos especiais de limpeza de modo a evitar a formação de corrosão nos terminais da bateria.

BD06G102 BD06G101
COBERTURA DA BATERIA
Para aceder às baterias dos lados direito ou esquerdo, retire os três parafusos que prendem a cobertura. As pegas permitem uma
fácil remoção e instalação (1). (uma em cada lado)
As baterias auxiliares devem ser ligadas no lado ESQUERDO apenas!

7-4 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPITULO 7 – SISTEMA ELÉCTRICO

FUSÍVEIS

BD06G175

Os fusíveis desta máquina são do tipo lâmina. Para substituí-los, puxe o fusível usado para fora e introduza o fusível novo. O valor
de amperagem de cada fusível está impresso no próprio fusível. Consulte o autocolante do painel de fusíveis para verificar qual a
posição correcta de cada fusível.

BD06F069
O autocolante do fusível está localizado dentro da porta de acesso.
NOTA: Consulte a página seguintes para obter mais informações sobre os fusíveis.

87551597 A - EU Emitido em 11-06 7-5


Copyright ©
CAPITULO 7 – SISTEMA ELÉCTRICO

FUSÍVEIS SOBRESSALENTES
PAINEL DE FUSÍVEIS ECC PAINEL DE FUSÍVEIS ECD
FUSÍVEL AMP FUNÇÃO FUSÍVEL AMP FUNÇÃO
F1 7.5 FAROL DO TECTO ROTATIVO F1 7.5 CONTROLO DA TRANSMISSÃO
F2 15 LUZES DE TRABALHO F2 30 MOTOR DE ARRANQUE DO MOTOR
F3 15 LUZES DE ESTRADA F3 10 CONJUNTO DE INSTRUMENTOS
F4 10 LUZES DOS TRAVÕES – F4 10 BUJÃO AUXILIAR DE 12 VOLTS
ADVERTÊNCIA F5 10 BUJÃO AUXILIAR DE 12 VOLTS
F5 10 ARRANQUE DO MOTOR F6 10 RÁDIO
F6 7.5 BUZINA F7 15 BUJÃO AUXILIAR DE 12 VOLTS
F7 7.5 LEVANTAMENTO E ABAIXAMENTO F8
DO CAPÔ
F8 15 ACENDEDOR DE CIGARROS
F9 10 ACESSÓRIO DE DIAGNÓSTICO
F10 PAINEL DE FUSÍVEIS ECB

PAINEL DE FUSÍVEIS ECA FUSÍVEL AMP FUNÇÃO


FUSÍVEL AMP FUNÇÃO F1 10 HOLOFOTES DIANTEIROS
F2 10 HOLOFOTES TRASEIROS
F1 7.5 CONTROLO DA TRANSMISSÃO
F3 5 MÁXIMOS DO LADO ESQUERDO
F2 5 DIRECÇÃO
F4 5 MÁXIMOS DO LADO DIREITO
F3 7.5 CONJUNTO DE INSTRUMENTOS
F5 5 MÍNIMOS DO LADO ESQUERDO
F4 7.5 DIRECÇÃO SECUNDÁRIA
F6 5 MÍNIMOS DO LADO DIREITO
F5 5 CONTROLO DA SUSPENSÃO
F7 5 LUZES TRASEIRAS DO LADO
F6 5 TRAVÃO DE ESTACIONAMENTO
ESQUERDO
F7 7.5 INVERSOR DO
F8 5 LUZES TRASEIRAS DO LADO
ACOPLADOR/VENTOINHA
DIREITO
F8 5 PISCA-PISCA/ADVERTÊNCIA
F9 10 DESLIGUE O MOTOR
F10
F11 25 INTERRUPTOR DO VENTILADOR
F12 10 LIMPA PÁRA-BRISAS DIANTEIRO
F13 10 LIMPA-PÁRA-BRISAS TRASEIRO
F14 5 ALARME DE MARCHA ATRÁS
F15 7.5 AR CONDICIONADO
F16 10 COMPRESSOR (ASSENTO)
F17 7.5 DIRECÇÃO SECUNDÁRIA
F18
F19
F20

7-6 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPITULO 7 – SISTEMA ELÉCTRICO

RELÉS
Os relés encontram-se atrás do painel de grandes
dimensões no lado direito da máquina.

BD06H187 Figura 1
Os relés da máquina encontram-se no interior da porta de
acesso no lado direito da máquina, abaixo da cabina.

87551597 A - EU Emitido em 11-06 7-7


Copyright ©
CAPITULO 7 – SISTEMA ELÉCTRICO

CONECTOR ELÉCTRICO DE MANUTENÇÃO (SE EQUIPADO)


A tomada do acendedor de cigarros (24 V) pode ser utilizada para ligar um dispositivo de iluminação para auxiliar na manutenção e
respectivos procedimentos.
NOTA: Esta tomada é de 24 V.

BD06F056

TOMADA ELÉCTRICA AUXILIAR (SE EQUIPADO)


A tomada eléctrica auxiliar (12 V) pode ser utilizada para ligar um dispositivo de iluminação para auxiliar na manutenção e
respectivos procedimentos.
NOTA: Estas tomadas são de 12 Volts.

BD06F060 / BD06F055

LOCALIZAÇÃO DO SUPORTE DE MONTAGEM DO EQUIPAMENTO


ELÉCTRICO AUXILIAR
Os suportes de montagem do equipamento eléctrico auxiliar
estão situados por trás das protecções dos postes direito e
esquerdo da ROPS. Estes suportes destinam-se à instalação
de rádios, telefones, etc.
Para localizar a base do suporte de montagem meça 300 mm
(11.8 in.) a par tir da extremidade da base do painel de
plástico. Para localizar a par te de cima do supor te de
montagem meça 420 mm (16.5 in.) a partir da extremidade
da base do painel de plástico. O suporte de montagem tem
uma largura aproximada de 70 mm (2.75 in.).

BD00B009
PROTECÇÃO DO POSTE DIREITO DA ROPS

7-8 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPITULO 8 – ESPECIFICAÇÕES

Capítulo 8
ESPECIFICAÇÕES
CONTEÚDO

ESPECIFICAÇÕES . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-3
721E . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-3
Capacidade de Levantamento da Barra em Z do Carregador 721E . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-5
Capacidade de Levantamento do Carregador 721E XT . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-5
821E . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-6
Capacidade de Levantamento da Barra em Z do Carregador 821E . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-8
Dimensões da Barra em Z do Carregador 721E . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-9
Dimensões do Carregador 721E XT . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-14
Dimensões da Barra em Z do Carregador 821E . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-19
Pesos dos Materiais . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-25
Quadros de Momentos de Aperto . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-26
EQUIPAMENTO OPCIONAL . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-28

Emitido em 11-06 87551597 A - EU 8-1


Copyright ©
CAPITULO 8 – ESPECIFICAÇÕES

NOTAS

8-2 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPITULO 8 – ESPECIFICAÇÕES

ESPECIFICAÇÕES
721E
Motor
Modelo ................................................................................................................................. Case 667TA/EED Série 3 Certificado
Tipo ....................................................................................................................... 4 cursos, turbocarregado, arrefecido de ar a ar
Cilindros ...................................................................................................................................................................................... 6
Diâmetro/curso ................................................................................................................... 104 mm x 132 mm (4.09 in. x 5.20 in.)
Cilindrada ...........................................................................................................................................................6,7 l (411 cu. in.)
Injecção de Combustível...............................................................................................................................................Electrónica
Potência – Pico
Potência Máx.
Bruta .................................................................................................................................. 145 kW (195 HP) a 2000 RPMs
Líquida ............................................................................................................................... 137 kW (183 HP) a 2000 RPMs
Potência Padrão
Bruta .................................................................................................................................. 136 kW (182 HP) a 1800 RPMs
Líquida ............................................................................................................................... 128 kW (172 HP) a 1800 RPMs
Alimentação Económica
Bruta .................................................................................................................................. 117 kW (157 HP) a 1500 RPMs
Líquida ............................................................................................................................... 111 kW (149 HP) a 1500 RPMs
Momento de Aperto Máximo
Potência Máx.
Bruta ................................................................................................................................. 862 Nm (636 lb-ft) a 1400 RPMs
Líquida ..............................................................................................................................821 Nm (605 lb-ft) a 1400 RPMs
Potência Padrão
Bruta ................................................................................................................................. 847 Nm (625 lb-ft) a 1400 RPMs
Líquida ..............................................................................................................................809 Nm (596 lb-ft) a 1300 RPMs
Alimentação Económica
Bruta ................................................................................................................................. 832 Nm (614 lb-ft) a 1200 RPMs
Líquida ..............................................................................................................................800 Nm (590 lb-ft) a 1200 RPMs
Aumento do momento de aperto a 2 000 RPMs .............................................................................................................. 31,4%
Velocidade do motor
Velocidade nominal, carga máxima ....................................................................................................................... 2000 RPMs
Ralenti baixo, sem carga ............................................................................................................................... 875 – 925 RPMs
Ralenti alto, sem carga .............................................................................................................................. 2120 a 2200 RPMs
Baterias................................................................................................................................................................2 x 12 V, 100 Ah
Alternador ..............................................................................................................................................................................65 A
Voltagem ............................................................................................................................................. 24, ligação à terra negativa
Trem da transmissão
Transmissão ........................................... 4 Mudanças de Marcha à Frente/3 de Marcha Atrás Proporcional c/ momento de aperto
com Módulo de Controlo Electrónico com mudança automática/mudança manual e modulação
Mudanças............................................................................................................................................................. Corte Helicoidal
Relações de
Mudanças Marcha à Frente Marcha Atrás

1ª 3.745 3.551
2ª 2.089 1.981
3ª 1.072 1.017
4ª 0.636 -----

87551597 A - EU Emitido em 11-06 8-3


Copyright ©
CAPITULO 8 – ESPECIFICAÇÕES

Trem da transmissão do Carregador 721E (cont.)


Relação Stall do conversor do momento de aperto ..............................................................................................................2.81:1
Diferencial....................................................................................................... patinagem limitada nos eixos dianteiros e traseiros
Oscilação do eixo traseiro ............................................................................................................................................total de 24°

Eixos Dianteiro Traseiro


Relação do diferencial 3.364 3.182
Relação do planetário 6.000 6.400
Relação do eixo final 20.18 20.36

Planetários.......................................................................................................................................................................Externos
Travões de serviço .......... hidraulicamente actuados, sem manutenção, discos húmidos múltiplos c/ acumulador nas quatro rodas
Travões de estacionamento........................................... disco de libertação hidráulica com mola no eixo de saída da transmissão

Velocidades de Deslocamento para a frente, Deslocamento para trás,


Deslocamento km/h (mph) km/h (mph)
1ª 7.6 (4.7) 8.0 (5.0)
2ª 13.3 (8.3) 14.0 (8.7)
3ª 24.6 (15.3) 25.7 (16.0)
4ª 38.0 (23.6) -----

NOTA: Velocidades de deslocamento com o motor à aceleração máxima com pneus de 20.5x25 L3.
Sistema Hidráulico
Bomba 1 ...............................................................................................................pressão central fechada/compensação de fluxo
Cilindrada variável ...................................... 119,6 l/min a 2000 RPMs a 248 bar (3.84 in³/rev 31.6 gpm a 2000 RPMs a 3600 psi)
Bomba 2 ...............................................................................................................pressão central fechada/compensação de fluxo
Cilindrada variável ........................................ 85,6 l/min a 2000 RPMs a 248 bar (2.74 in³/rev 22.6 gpm a 2000 RPMs a 3600 psi)
Válvula de controlo do carregador ....................................... centro fechado, seccional com 2, 3 ou 4 bobinas c/ controlo de piloto
para levantamento, inclinação e sistema hidráulico auxiliar, batentes
electromagnéticos na posição de flutuação, levantamento e retracção
Sistema Hidráulico Auxiliar do Carregador .................................................................................. 82 a 205 l/min (21.7 a 54.2 gpm)
Direcção Auxiliar do Carregador........................ pivô central orbital hidráulico articulado c/ fluxo de óleo conforme a necessidade
Standby de pressão alta.................................................................................................................................... 248 bar (3600 psi)
Filtragem.................. 10 microns, cartuchos substituíveis de fluxo cheio na linha de retorno, luz indicadora de estado para o filtro

8-4 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPITULO 8 – ESPECIFICAÇÕES

Capacidade de Levantamento da Barra em Z do Carregador 721E

Balde c/ Dentes e Segmentos Balde c/ Parafuso na Borda Balde c/ Dentes e Segmentos


de 2,3 m3 GP (3.0 yd3) de 2,3 m3 GP (3.0 yd3) de 2,49 m3 GP (3.25 yd3)
Altura Total 7293 kg (16078 lb) 7380 kg (16271 lb) 7244 kg (15970 lb)
Alcance Máximo 10192 kg (22469 lb) 10281 kg (22665 lb) 10140 kg (22355 lb)
Ligação à Terra 13618 kg (30023 lb) 13711 kg (30227 lb) 13512 kg (29790 lb)

Capacidade de Levantamento da Barra em Z do Carregador 721E


Balde c/ Parafuso na Borda Balde c/ Parafuso na Borda
de 2.49 m3 GP (3.25 yd3) de 2,70 m3 GP (3.5 yd3)
Altura Total 7331 kg (16162 lb) 7260 kg (16005 lb)
Alcance Máximo 10229 kg (22551 lb) 10154 kg (22386 lb)
Ligação à Terra 13604 kg (29992 lb) 13466 kg (29687 lb)

Capacidade de Levantamento do Carregador 721E XT

Balde JRB c/ Dentes e Segmentos Balde JRB c/ Borda


de 2,3 m3 GP (3.0 yd 3) de 2,3m3 GP (3.0 yd3)
Altura Total 6839 kg (15077 lb) 6865 kg (15135 lb)
Alcance Máximo 9728 kg (21448 lb) 9755 kg (21506 lb)
Ligação à Terra 13195 kg (29090 lb) 13219 kg (29144 lb)

Capacidade de Levantamento do Carregador 721E XT


Balde ACS c/ Borda Balde ACS c/ Dentes e Segmentos
de 2,3m 3 GP (3.0 yd3) de 2.3m3 GP (3.0 yd3)
Altura Total 6839 kg (15077 lb) 6823 kg (15042 lb)
Alcance Máximo 9693 kg (21369 lb) 9677 kg (21333 lb)
Ligação à Terra 12818 kg (28259 lb) 12790 kg (28197 lb)

87551597 A - EU Emitido em 11-06 8-5


Copyright ©
CAPITULO 8 – ESPECIFICAÇÕES

ESPECIFICAÇÕES

821E
Motor
Modelo..................................................................................................................................Case 667TA/EBD Série 3 Certificado
Tipo ...................................................................................................................... 4 cursos, turbocarregado, arrefecido de ar a ar
Cilindros ..................................................................................................................................................................................... 6
Diâmetro/curso....................................................................................................................104 mm x 132 mm (4.09 in. x 5.20 in.)
Cilindrada .......................................................................................................................................................... 6,7 l (411 cu. in.)
Injecção de Combustível .............................................................................................................................................. Electrónica
Potência – Pico
Potência Máx.
Bruta ................................................................................................................................... 169 kW (227 HP) a 2000 RPMs
Líquida ................................................................................................................................ 159 kW (213 HP) a 2000 RPMs
Potência Padrão
Bruta ................................................................................................................................... 157 kW (210 HP) a 1800 RPMs
Líquida ................................................................................................................................ 148 kW (198 HP) a 1800 RPMs
Alimentação Económica
Bruta ................................................................................................................................... 142 kW (190 HP) a 1500 RPMs
Líquida ................................................................................................................................ 135 kW (181 HP) a 1500 RPMs
Momento de Aperto Máximo
Potência Máx.
Bruta ............................................................................................................................... 1002 Nm (739 lb-ft) a 1400 RPMs
Líquida .............................................................................................................................. 966 Nm (712 lb-ft) a 1400 RPMs
Potência Padrão
Bruta ................................................................................................................................. 982 Nm (724 lb-ft) a 1400 RPMs
Líquida .............................................................................................................................. 950 Nm (701 lb-ft) a 1300 RPMs
Alimentação Económica
Bruta ................................................................................................................................. 966 Nm (712 lb-ft) a 1200 RPMs
Líquida .............................................................................................................................. 940 Nm (693 lb-ft) a 1200 RPMs
Aumento do momento de aperto a 2 000 RPMs...............................................................................................................32.2%
Velocidade do motor
Velocidade nominal, carga máxima ...................................................................................................................... 2000 RPMs
Ralenti baixo, sem carga ................................................................................................................................875 – 925 RPMs
Ralenti alto, sem carga ...............................................................................................................................2120 a 2200 RPMs
Baterias ............................................................................................................................................................................2 x 12 V
Alternador .............................................................................................................................................................................. 65 A
Voltagem............................................................................................................................................. 24, ligação à terra negativa
Trem da transmissão
Transmissão............................................4 Mudanças de Marcha à Frente/3 de Marcha Atrás Proporcional c/ momento de aperto
com Módulo de Controlo Electrónico com mudança automática/mudança manual e modulação
Mudanças .............................................................................................................................................................Corte Helicoidal

Relações de
Mudanças Marcha à Frente Marcha Atrás

1ª 3.745 3.551
2ª 2.089 1.981
3ª 1.072 1.017
4ª 0.636 -----

8-6 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPITULO 8 – ESPECIFICAÇÕES

Trem da transmissão do Carregador 821E (cont.)


Relação Stall do conversor do momento de aperto ............................................................................................................. 2.28:1
Diferencial ............................................................. patinagem limitada com transferência de 45% nos eixos dianteiros e traseiros
Oscilação do eixo traseiro ........................................................................................................................................... total de 24°

Eixo Dianteiro e Traseiro


Relação do diferencial 4.11
Relação do planetário 6.000
Relação do eixo final 24.67

Planetários ...................................................................................................................................................................... Externos


Travões de serviço.......... hidraulicamente actuados, sem manutenção, discos húmidos múltiplos c/ acumulador nas quatro rodas
Travões de estacionamento....................................................... disco de libertação hidráulica com mola no eixo de saída da transmissão

Velocidades de Deslocamento para a frente, Deslocamento para trás,


Deslocamento km/h (mph) km/h (mph)
1ª 7.1 (4.4) 7.9 (4.9)
2ª 12.6 (7.8) 13.8 (8.6)
3ª 23.3 (14.5) 25.3 (15.7)
4ª 37.0 (23.0) -----

NOTA: Velocidades de deslocamento com o motor à aceleração máxima com pneus de 23.5x25 L3.
Sistema Hidráulico
Bomba 1............................................................................................................................................... dupla, tandem tipo palheta
Cilindrada de secção .................................... 120 l/min a 2 000 RPMs a 248 bar (3.84 in³/rev 31.6 gpm a 2000 RPMs a 3600 psi)
Bomba 2............................................................................................................... pressão central fechada/compensação de fluxo
Cilindrada variável ......................................... 120 l/min a 2 000 RPMs a 248 bar (3.84 in³/rev 31.6 gpm a 2000 RPMs a 3600 psi)
Válvula de controlo do carregador ......................................... centro aberto, seccional com 2, 3 ou 4 bobinas c/ controlo de piloto
para levantamento, inclinação e sistema hidráulico auxiliar, batentes
electromagnéticos na posição de flutuação, levantamento e retracção
Sistema Hidráulico Auxiliar do Carregador ...................................................................................96 a 239 l/min (25.3 a 63.2 gpm)
Direcção Auxiliar do Carregador ........................ pivô central orbital hidráulico articulado c/ fluxo de óleo conforme a necessidade
Standby de pressão alta ....................................................................................................................................248 bar (3600 psi)
NOTA: Filtragem 10 microns, car tuchos substituíveis de fluxo cheio na linha de retorno, luz indicadora de estado para
o filtro

87551597 A - EU Emitido em 11-06 8-7


Copyright ©
CAPITULO 8 – ESPECIFICAÇÕES

Capacidade de Levantamento da Barra em Z do Carregador 821E

Balde c/ Dentes e Segmentos Balde c/ Parafuso na Borda Balde c/ Dentes e Segmentos


de 2,6 m3 (3.5 yd3) de 2,6 m3 (3.5 yd3) de 3,2 m3 (4.25 yd 3)
Altura Total 9296 kg (20495 lb) 9351 kg (20615 lb) 9142 kg (20155 lb)
Alcance Máximo 12652 kg (27893 lb) 12707 kg (28014 lb) 12490 kg (27536 lb)
Ligação à Terra 16899 kg (37257 lb) 16959 kg (37388 lb) 16661 kg (36731 lb)

Capacidade de Levantamento da Barra em Z do Carregador 821E


Balde c/ Parafuso na Borda Balde c/ Parafuso na Borda
de 3.2 m3 (4.25 yd3) de 3.4 m3 (4.50 yd3)
Altura Total 9196 kg (20275 lb) 9164 kg (20204 lb)
Alcance Máximo 12545 kg (27658 lb) 12506 kg (27571 lb)
Ligação à Terra 16721 kg (36864 lb) 16605 kg (36608 lb)

8-8 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPITULO 8 – ESPECIFICAÇÕES

DIMENSÕES DA BARRA EM Z DO CARREGADOR 721E COM BALDE GP COM DENTES E SEGMENTOS


DE 2,3 m³ (3.0 yd³)

BS06C560 Figura 1
Capacidade do balde SAE
Não Compacta................................................................................................................................................... 1,94 m³ (2.53 yd³)
Compacta .......................................................................................................................................................... 2,30 m³ (3.01 yd³)
A. Altura até à parte superior da cabina .........................................................................................................3404 mm (134.0 in.)
B. Base das Rodas ........................................................................................................................................3253 mm (128.1 in.)
C. Distância em Relação ao Solo ......................................................................................................................365 mm (14.4 in.)
D. Ângulo de partida ...................................................................................................................................................... 32 graus
Largura –
Total s/ balde e pneus 20.5R25 Michelin XTLA .........................................................................................2562 mm (100.9 in.)
Espaçamento da linha central ..................................................................................................................... 2029 mm (79.9 in.)
Raio de viragem – externo c/ pneus 20.5R25 Michelin XTLA .........................................................................5750 mm (226.4 in.)
Ângulo de viragem
Do centro.................................................................................................................................................................... 40 graus
Ângulo total ................................................................................................................................................................ 80 graus
E. Altura de operação – completamente levantada com protecção contra derramamentos .............................5167 mm (203.4 in.)
F. Altura do pino da articulação – completamente levantado .........................................................................3979 mm (156.6 in.)
G. Comprimento total – balde nivelado com o chão ........................................................................................7749 mm (305.1 in.)
H. Altura de descarga – completamente levantada, descarga de 45 graus......................................................2861 mm (112.6 in.)
J. Alcance do balde – completamente levantado, descarga de 45 graus ..........................................................1192 mm (46.9 in.)
K. Alcance do balde – altura de 2,13 m (7 ft 0 in.), descarga de 45 graus.........................................................1694 mm (66.7 in.)
L. Profundidade de escavação .............................................................................................................................. 84 mm (3.3 in.)
Carga de capotamento – ISO
Máquina direita .......................................................................................................................................... 12509 kg (27577 lb)
Viragem de 40 graus.................................................................................................................................. 10841 kg (23900 lb)
Carga de operação – ISO ...................................................................................................................................... 5420 kg (11950 lb)

87551597 A - EU Emitido em 11-06 8-9


Copyright ©
CAPITULO 8 – ESPECIFICAÇÕES

DIMENSÕES DA BARRA EM Z DO CARREGADOR 721E COM BALDE GP COM PARAFUSO NA BORDA


DE 2,3 m³ (3.0 yd³)

BS06C560 Figura 2
Capacidade do balde SAE
Não Compacta ...................................................................................................................................................1,94 m³ (2.53 yd³)
Compacta ..........................................................................................................................................................2,30 m³ (3.01 yd³)
A. Altura até à parte superior da cabina......................................................................................................... 3404 mm (134.0 in.)
B. Base das Rodas ........................................................................................................................................ 3253 mm (128.1 in.)
C. Distância em Relação ao Solo ...................................................................................................................... 365 mm (14.4 in.)
D. Ângulo de partida ....................................................................................................................................................... 32 graus
Largura –
Total s/ balde e pneus 20.5R25 Michelin XTLA ......................................................................................... 2562 mm (100.9 in.)
Espaçamento da linha central .................................................................................................................... 2029 mm (79.9 in.)
Raio de viragem – externo c/ pneus 20.5R25 Michelin XTLA ......................................................................... 5750 mm (226.4 in.)
Ângulo de viragem
Do centro .................................................................................................................................................................... 40 graus
Ângulo total ................................................................................................................................................................. 80 graus
E. Altura de operação – completamente levantada com protecção contra derramamentos ............................. 5167 mm (203.4 in.)
F. Altura do pino da articulação – completamente levantado ........................................................................ 3979 mm (156.6 in.)
G. Comprimento total – balde nivelado com o chão........................................................................................ 7596 mm (299.1 in.)
H. Altura de descarga – completamente levantada, descarga de 45 graus ..................................................... 2961 mm (116.6 in.)
J. Alcance do balde – completamente levantado, descarga de 45 graus.......................................................... 1087 mm (42.8 in.)
K. Alcance do balde – altura de 2,13 m (7 ft 0 in.), descarga de 45 graus ........................................................ 1633 mm (64.3 in.)
L. Profundidade de escavação .............................................................................................................................. 76 mm (3.0 in.)
Carga de capotamento – ISO
Máquina direita ......................................................................................................................................... 12615 kg (27812 lb)
Viragem de 40 graus ................................................................................................................................. 10947 kg (24135 lb)
Carga de operação – ISO ..................................................................................................................................... 5474 kg (12067 lb)

8-10 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPITULO 8 – ESPECIFICAÇÕES

DIMENSÕES DA BARRA EM Z DO CARREGADOR 721E COM BALDE GP COM DENTES E SEGMENTOS


DE 2,49 m³ (3.25 yd³)

BS06C560 Figura 3
Capacidade do balde SAE
Não Compacta................................................................................................................................................... 2,11 m³ (2.76 yd³)
Compacta .......................................................................................................................................................... 2,49 m³ (3.25 yd³)
A. Altura até à parte superior da cabina .........................................................................................................3404 mm (134.0 in.)
B. Base das Rodas ........................................................................................................................................3253 mm (128.1 in.)
C. Distância em Relação ao Solo ......................................................................................................................365 mm (14.4 in.)
D. Ângulo de partida ...................................................................................................................................................... 32 graus
Largura –
Total s/ balde e pneus 20.5R25 Michelin XTLA .........................................................................................2562 mm (100.9 in.)
Espaçamento da linha central ..................................................................................................................... 2029 mm (79.9 in.)
Raio de viragem – externo c/ pneus 20.5R25 Michelin XTLA .........................................................................5750 mm (226.4 in.)
Ângulo de viragem
Do centro.................................................................................................................................................................... 40 graus
Ângulo total ................................................................................................................................................................ 80 graus
E. Altura de operação – completamente levantada com protecção contra derramamentos .............................5228 mm (205.8 in.)
F. Altura do pino da articulação – completamente levantado .........................................................................3979 mm (156.6 in.)
G. Comprimento total – balde nivelado com o chão ........................................................................................7801 mm (307.1 in.)
H. Altura de descarga – completamente levantada, descarga de 45 graus......................................................2828 mm (111.3 in.)
J. Alcance do balde – completamente levantado, descarga de 45 graus ..........................................................1232 mm (48.5 in.)
K. Alcance do balde – altura de 2,13 m (7 ft 0 in.), descarga de 45 graus ........................................................1717 mm (67.6 in.)
L. Profundidade de escavação .............................................................................................................................. 84 mm (3.3 in.)
Carga de capotamento – ISO
Máquina direita .......................................................................................................................................... 12482 kg (27518 lb)
Viragem de 40 graus.................................................................................................................................. 10812 kg (23836 lb)
Carga de operação – ISO ...................................................................................................................................... 5406 kg (11918 lb)

87551597 A - EU Emitido em 11-06 8-11


Copyright ©
CAPITULO 8 – ESPECIFICAÇÕES

DIMENSÕES DA BARRA EM Z DO CARREGADOR 721E COM BALDE GP COM PARAFUSO NA BORDA


DE 2,49 m³ (3.25 yd³)

BS06C560 Figura 4
Capacidade do balde SAE
Não Compacta ...................................................................................................................................................2,11 m³ (2.76 yd³)
Compacta ..........................................................................................................................................................2,49 m³ (3.25 yd³)
A. Altura até à parte superior da cabina......................................................................................................... 3404 mm (134.0 in.)
B. Base das Rodas ........................................................................................................................................ 3253 mm (128.1 in.)
C. Distância em Relação ao Solo ...................................................................................................................... 365 mm (14.4 in.)
D. Ângulo de partida ....................................................................................................................................................... 32 graus
Largura –
Total s/ balde e pneus 20.5R25 Michelin XTLA ......................................................................................... 2562 mm (100.9 in.)
Espaçamento da linha central .................................................................................................................... 2029 mm (79.9 in.)
Raio de viragem – externo c/ pneus 20.5R25 Michelin XTLA ......................................................................... 5750 mm (226.4 in.)
Ângulo de viragem
Do centro .................................................................................................................................................................... 40 graus
Ângulo total ................................................................................................................................................................. 80 graus
E. Altura de operação – completamente levantada com protecção contra derramamentos ............................. 5228 mm (205.8 in.)
F. Altura do pino da articulação – completamente levantado ........................................................................ 3979 mm (156.6 in.)
G. Comprimento total – balde nivelado com o chão........................................................................................ 7650 mm (301.2 in.)
H. Altura de descarga – completamente levantada, descarga de 45 graus ..................................................... 2927 mm (115.3 in.)
J. Alcance do balde – completamente levantado, descarga de 45 graus.......................................................... 1126 mm (44.3 in.)
K. Alcance do balde – altura de 2,13 m (7 ft 0 in.), descarga de 45 graus ........................................................ 1659 mm (65.3 in.)
L. Profundidade de escavação .............................................................................................................................. 76 mm (3.0 in.)
Carga de capotamento – ISO
Máquina direita ......................................................................................................................................... 12589 kg (27754 lb)
Viragem de 40 graus ................................................................................................................................. 10919 kg (24072 lb)
Carga de operação – ISO ..................................................................................................................................... 5459 kg (12036 lb)

8-12 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPITULO 8 – ESPECIFICAÇÕES

DIMENSÕES DA BARRA EM Z DO CARREGADOR 721E COM BALDE GP COM PARAFUSO NA BORDA


DE 2.70 m³ (3.5 yd³)

BS06C560 Figura 5
Capacidade do balde SAE
Não Compacta................................................................................................................................................... 2,30 m³ (3.01 yd³)
Compacta .......................................................................................................................................................... 2,68 m³ (3.50 yd³)
A. Altura até à parte superior da cabina .........................................................................................................3404 mm (134.0 in.)
B. Base das Rodas ........................................................................................................................................3253 mm (128.1 in.)
C. Distância em Relação ao Solo ......................................................................................................................365 mm (14.4 in.)
D. Ângulo de partida ...................................................................................................................................................... 32 graus
Largura –
Total s/ balde e pneus 20.5R25 Michelin XTLA .........................................................................................2562 mm (100.9 in.)
Espaçamento da linha central ..................................................................................................................... 2029 mm (79.9 in.)
Raio de viragem – externo c/ pneus 20.5R25 Michelin XTLA .........................................................................5750 mm (226.4 in.)
Ângulo de viragem
Do centro.................................................................................................................................................................... 40 graus
Ângulo total ................................................................................................................................................................ 80 graus
E. Altura de operação – completamente levantada com protecção contra derramamentos .............................5297 mm (208.5 in.)
F. Altura do pino da articulação – completamente levantado .........................................................................3979 mm (156.6 in.)
G. Comprimento total – balde nivelado com o chão ........................................................................................7710 mm (303.5 in.)
H. Altura de descarga – completamente levantada, descarga de 45 graus......................................................2889 mm (113.7 in.)
J. Alcance do balde – completamente levantado, descarga de 45 graus ..........................................................1172 mm (46.1 in.)
K. Alcance do balde – altura de 2,13 m (7 ft 0 in.), descarga de 45 graus ........................................................1688 mm (66.4 in.)
L. Profundidade de escavação .............................................................................................................................. 76 mm (3.0 in.)
Carga de capotamento – ISO
Máquina direita .......................................................................................................................................... 12526 kg (27616 lb)
Viragem de 40 graus.................................................................................................................................. 10856 kg (23933 lb)
Carga de operação – ISO ...................................................................................................................................... 5428 kg (11967 lb)

87551597 A - EU Emitido em 11-06 8-13


Copyright ©
CAPITULO 8 – ESPECIFICAÇÕES

DIMENSÕES DO CARREGADOR 721E XT COM BALDE JRB COM DENTES E SEGMENTOS


DE 2,3 m³ (3.0 yd³)

BS06C560 Figura 6
A. Altura até à parte superior da cabina......................................................................................................... 3404 mm (134.0 in.)
B. Base das Rodas ........................................................................................................................................ 3253 mm (128.1 in.)
C. Distância em Relação ao Solo ...................................................................................................................... 365 mm (14.4 in.)
D. Ângulo de partida ....................................................................................................................................................... 32 graus
Largura –
Total s/ balde e pneus 20.5R25 Michelin XTLA ......................................................................................... 2562 mm (100.9 in.)
Espaçamento da linha central .................................................................................................................... 2029 mm (79.9 in.)
Raio de viragem – externo c/ pneus 20.5R25 Michelin XTLA ......................................................................... 5750 mm (226.4 in.)
Ângulo de viragem
Do centro .................................................................................................................................................................... 40 graus
Ângulo total ................................................................................................................................................................. 80 graus
E. Altura de operação – completamente levantada com protecção contra derramamentos ............................. 5384 mm (212.0 in.)
F. Altura do pino da articulação – completamente levantado ........................................................................ 3976 mm (156.5 in.)
G. Comprimento total – balde nivelado com o chão........................................................................................ 7921 mm (311.9 in.)
H. Altura de descarga – completamente levantada, descarga de 45 graus ..................................................... 2750 mm (108.3 in.)
J. Alcance do balde – completamente levantado, descarga de 45 graus.......................................................... 1323 mm (52.1 in.)
K. Alcance do balde – altura de 2,13 m (7 ft 0 in.), descarga de 45 graus ........................................................ 1768 mm (69.6 in.)
L. Profundidade de escavação .............................................................................................................................. 76 mm (3.0 in.)
Carga de capotamento – ISO
Máquina direita ......................................................................................................................................... 12119 kg (26718 lb)
Viragem de 40 graus ................................................................................................................................. 10459 kg (23059 lb)
Carga de operação – ISO ..................................................................................................................................... 5230 kg (11529 lb)

8-14 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPITULO 8 – ESPECIFICAÇÕES

DIMENSÕES DO CARREGADOR 721E XT COM BALDE GP JRB COM BORDA DE 2,3 m³ (3.0 yd³)

BS06C560 Figura 7
A. Altura até à parte superior da cabina .........................................................................................................3404 mm (134.0 in.)
B. Base das Rodas ........................................................................................................................................3253 mm (128.1 in.)
C. Distância em Relação ao Solo ......................................................................................................................365 mm (14.4 in.)
D. Ângulo de partida ...................................................................................................................................................... 32 graus
Largura –
Total s/ balde e pneus 20.5R25 Michelin XTLA .........................................................................................2562 mm (100.9 in.)
Espaçamento da linha central ..................................................................................................................... 2029 mm (79.9 in.)
Raio de viragem – externo c/ pneus 20.5R25 Michelin XTLA .........................................................................5750 mm (226.4 in.)
Ângulo de viragem
Do centro.................................................................................................................................................................... 40 graus
Ângulo total ................................................................................................................................................................ 80 graus
E. Altura de operação – completamente levantada com protecção contra derramamentos .............................5384 mm (212.0 in.)
F. Altura do pino da articulação – completamente levantado .........................................................................3976 mm (156.5 in.)
G. Comprimento total – balde nivelado com o chão ........................................................................................7770 mm (305.9 in.)
H. Altura de descarga – completamente levantada, descarga de 45 graus......................................................2850 mm (112.2 in.)
J. Alcance do balde – completamente levantado, descarga de 45 graus ..........................................................1217 mm (47.9 in.)
K. Alcance do balde – altura de 2,13 m (7 ft 0 in.), descarga de 45 graus ........................................................1713 mm (67.4 in.)
L. Profundidade de escavação .............................................................................................................................. 84 mm (3.3 in.)
Carga de capotamento – ISO
Máquina direita .......................................................................................................................................... 12152 kg (26790 lb)
Viragem de 40 graus.................................................................................................................................. 10492 kg (23131 lb)
Carga de operação – ISO ................................................................................................................................. 5246 kg (11565 lb)

87551597 A - EU Emitido em 11-06 8-15


Copyright ©
CAPITULO 8 – ESPECIFICAÇÕES

DIMENSÕES DO CARREGADOR 721E XT COM BALDE GP ACS COM DENTES E SEGMENTOS


DE 2,3 m³ (3.0 yd³)

BS06C560 Figura 8
A. Altura até à parte superior da cabina......................................................................................................... 3404 mm (134.0 in.)
B. Base das Rodas ........................................................................................................................................ 3253 mm (128.1 in.)
C. Distância em Relação ao Solo ...................................................................................................................... 365 mm (14.4 in.)
D. Ângulo de partida ....................................................................................................................................................... 32 graus
Largura –
Total s/ balde e pneus 20.5R25 Michelin XTLA ......................................................................................... 2562 mm (100.9 in.)
Espaçamento da linha central .................................................................................................................... 2029 mm (79.9 in.)
Raio de viragem – externo c/ pneus 20.5R25 Michelin XTLA ......................................................................... 5750 mm (226.4 in.)
Ângulo de viragem
Do centro .................................................................................................................................................................... 40 graus
Ângulo total ................................................................................................................................................................. 80 graus
E. Altura de operação – completamente levantada com protecção contra derramamentos ............................. 5305 mm (208.9 in.)
F. Altura do pino da articulação – completamente levantado ........................................................................ 3975 mm (156.3 in.)
G. Comprimento total – balde nivelado com o chão........................................................................................ 7919 mm (311.8 in.)
H. Altura de descarga – completamente levantada, descarga de 45 graus ..................................................... 2751 mm (108.3 in.)
J. Alcance do balde – completamente levantado, descarga de 45 graus.......................................................... 1317 mm (51.8 in.)
K. Alcance do balde – altura de 2,13 m (7 ft 0 in.), descarga de 45 graus ........................................................ 1762 mm (69.4 in.)
L. Profundidade de escavação .............................................................................................................................. 76 mm (3.0 in.)
Carga de capotamento – ISO
Máquina direita ......................................................................................................................................... 11712 kg (25821 lb)
Viragem de 40 graus ................................................................................................................................. 10113 kg (22295 lb)
Carga de operação – ISO................................................................................................................................. 5056 kg (11147 lb)

8-16 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPITULO 8 – ESPECIFICAÇÕES

DIMENSÕES DO CARREGADOR 721E XT COM BALDE GP ACS COM BORDA DE 2,3 m³ (3.0 yd³)

BS06C560 Figura 9
A. Altura até à parte superior da cabina .........................................................................................................3404 mm (134.0 in.)
B. Base das Rodas ........................................................................................................................................3253 mm (128.1 in.)
C. Distância em Relação ao Solo ......................................................................................................................365 mm (14.4 in.)
D. Ângulo de partida ...................................................................................................................................................... 32 graus
Largura –
Total s/ balde e pneus 20.5R25 Michelin XTLA .........................................................................................2562 mm (100.9 in.)
Espaçamento da linha central ..................................................................................................................... 2029 mm (79.9 in.)
Raio de viragem – externo c/ pneus 20.5R25 Michelin XTLA .........................................................................5750 mm (226.4 in.)
Ângulo de viragem
Do centro.................................................................................................................................................................... 40 graus
Ângulo total ................................................................................................................................................................ 80 graus
E. Altura de operação – completamente levantada com protecção contra derramamentos .............................5305 mm (208.8 in.)
F. Altura do pino da articulação – completamente levantado .........................................................................3975 mm (156.5 in.)
G. Comprimento total – balde nivelado com o chão ........................................................................................7773 mm (306.0 in.)
H. Altura de descarga – completamente levantada, descarga de 45 graus......................................................2847 mm (112.1 in.)
J. Alcance do balde – completamente levantado, descarga de 45 graus ..........................................................1215 mm (47.8 in.)
K. Alcance do balde – altura de 2,13 m (7 ft 0 in.), descarga de 45 graus ........................................................1709 mm (67.3 in.)
L. Profundidade de escavação .............................................................................................................................. 76 mm (3.0 in.)
Carga de capotamento – ISO
Máquina direita .......................................................................................................................................... 11695 kg (25783 lb)
Viragem de 40 graus.................................................................................................................................. 10095 kg (22256 lb)
Carga de operação – ISO ................................................................................................................................. 5048 kg (11128 lb)

87551597 A - EU Emitido em 11-06 8-17


Copyright ©
CAPITULO 8 – ESPECIFICAÇÕES

721E XT

Dados de desempenho Acoplador e garfos utilitárias


Comprimento do garfo - Frente vertical
1200 mm (47.2")
Superfície do dente à ponta do garfo
Largura do garfo (máx.)
900 mm (35.4")
Exterior para o exterior do dente
Altura geral - Altura de funcionamento do
3762 mm (148.1")
acessório, nível do garfo
Altura do garfo @ Altura total Solo ao
3749 mm (147.6")
topo do dente
Alcance do garfo @ Altura total - Vertical
726 mm (28.6")
Superfície dianteira do dente à frente do pneu
Altura do garfo @ Alcance máximo
1815 mm (71.5")
Solo ao topo do dente
Alcance do garfo (máx.) - Frente vertical
1500 mm (59.0")
Superfície do dente à frente do pneu
Alcance do garfo @ Solo - Vertical
832 mm (32.8")
Superfície dianteira do dente à frente do pneu
Centro da carga do garfo - Frente vertical
Superfície do dente ao CG 600 mm (23.6")
de carg
Posição de transporte - Altura do pino de
596 mm (23.5")
dobradiça
Distância circular do garfo com garfo retraído
Posição de transporte com reboque de 15° 11550 mm (454.7")
(Brecagem-parede a parede)
Peso do acessório de garfo Inclui acoplador 732 kg (1614 lb)
Carga de inclinação a direito ISO 9226 kg (20339 lb)
Carga de inclinação @ Curva de 40° ISO 7824 kg (17248 lb)
Massa de funcionamento da unidade 13667 kg (30131 lb)

AJUSTES DO PESO DO CARREGADOR 721E


Adicione (+) ou deduza (–) kg (lb.) como indicado

Ajuste da Carga de Ajuste da Carga de Capotamento


Seleccione a Opção Ajustes do Peso
Capotamento Direita c/ Viragem de 40°
Pneus de 20.5 x 25 12 lonas L2 -46 kg (-100 lb) -37 kg (-82 lb) -33 kg (-72 lb)
Pneus de 20.5 x 25 12 lonas L3 +103 kg (+228 lb) +84 kg (+185 lb) +74 kg (+163 lb)
Pneus 20.5 R25 XHA TL +172 kg (+380 lb) +140 kg (+309 lb) +124 kg (+273 lb)
Contrapeso Padrão -555 kg (-1224 lb) -1314 kg (-2896 lb) -1112 kg (-2452 lb)

NOTA: Unidade equipada com braços do carregador com Barra em Z, pino de uso geral de 2,3 m³ (3.0 yd³) no balde c/
parafuso na borda, pneus 20.5R25 XTLA Michelin, cabina ROPS com aquecedor e ar condicionado, contrapeso completo,
baterias padrão, guarda-lamas dianteiro e traseiro, depósito de combustível cheio e operador de 79 kg (175 lb).

8-18 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPITULO 8 – ESPECIFICAÇÕES

DIMENSÕES DA BARRA EM Z DO CARREGADOR 821E COM BALDE COM DENTES DE 2,6 m³ (3.5 yd³)

BS06C562 Figura 10
Capacidade do balde SAE
Não Compacta................................................................................................................................................... 2,22 m³ (2.90 yd³)
Compacta .......................................................................................................................................................... 2,63 m³ (3.44 yd³)
A. Altura até à parte superior da cabina .........................................................................................................3450 mm (135.8 in.)
B. Base das Rodas ........................................................................................................................................3340 mm (131.5 in.)
C. Distância em Relação ao Solo ...................................................................................................................415.8 mm (16.4 in.)
D. Ângulo de partida ...................................................................................................................................................... 33 graus
Largura –
Total s/ balde e pneus 23.5-25 XHATL ......................................................................................................2885 mm (113.6 in.)
Espaçamento da linha central ..................................................................................................................... 2230 mm (87.8 in.)
Raio de viragem – externo c/ pneus 23.5-25 XHATL ......................................................................................6033 mm (237.5 in.)
Ângulo de viragem
Do centro.................................................................................................................................................................... 40 graus
Ângulo total ................................................................................................................................................................ 80 graus
E. Altura de operação – completamente levantada com protecção contra derramamentos .............................5337 mm (210.1 in.)
F. Altura do pino da articulação – completamente levantado .........................................................................4122 mm (162.3 in.)
G. Comprimento total – balde nivelado com o chão ........................................................................................7833 mm (308.4 in.)
H. Altura de descarga – completamente levantada, descarga de 45 graus......................................................3000 mm (118.1 in.)
J. Alcance do balde – completamente levantado, descarga de 45 graus ..........................................................1087 mm (42.8 in.)
K. Alcance do balde – altura de 2,13 m (7 ft 0 in.), descarga de 45 graus ........................................................1692 mm (66.6 in.)
L. Profundidade de escavação .............................................................................................................................. 74 mm (2.9 in.)
Carga de capotamento – ISO
Máquina direita .......................................................................................................................................... 14526 kg (32025 lb)
Viragem de 40 graus.................................................................................................................................. 12570 kg (27711 lb)
Carga de operação – ISO ...................................................................................................................................... 6285 kg (13856 lb)

87551597 A - EU Emitido em 11-06 8-19


Copyright ©
CAPITULO 8 – ESPECIFICAÇÕES

DIMENSÕES DA BARRA EM Z DO CARREGADOR 821E COM BALDE COM PARAFUSO NA BORDA


DE 2,6 m³ (3.5 yd³)

BS06C562 Figura 11
Capacidade do balde SAE
Não Compacta ...................................................................................................................................................2,22 m³ (2.90 yd³)
Compacta ..........................................................................................................................................................2,63 m³ (3.44 yd³)
A. Altura até à parte superior da cabina ........................................................................................................ 3450 mm (135.8 in.)
B. Base das Rodas ........................................................................................................................................ 3340 mm (131.5 in.)
C. Distância em Relação ao Solo ...................................................................................................................... 401 mm (15.8 in.)
D. Ângulo de partida ....................................................................................................................................................... 33 graus
Largura –
Total s/ balde e pneus 23.5-25 XHATL ...................................................................................................... 2885 mm (113.6 in.)
Espaçamento da linha central .................................................................................................................... 2230 mm (87.8 in.)
Raio de viragem – externo c/ pneus 23.5-25 XHATL ...................................................................................... 6033 mm (237.5 in.)
Ângulo de viragem
Do centro .................................................................................................................................................................... 40 graus
Ângulo total ................................................................................................................................................................. 80 graus
E. Altura de operação – completamente levantada com protecção contra derramamentos ............................. 5337 mm (210.1 in.)
F. Altura do pino da articulação – completamente levantado ........................................................................ 4122 mm (162.3 in.)
G. Comprimento total – balde nivelado com o chão........................................................................................ 7699 mm (303.4 in.)
H. Altura de descarga – completamente levantada, descarga de 45 graus ..................................................... 3086 mm (121.5 in.)
J. Alcance do balde – completamente levantado, descarga de 45 graus............................................................ 985 mm (38.8 in.)
K. Alcance do balde – altura de 2,13 m (7 ft 0 in.), descarga de 45 graus ........................................................ 1626 mm (64.0 in.)
L. Profundidade de escavação .............................................................................................................................. 74 mm (2.9 in.)
Carga de capotamento – ISO
Máquina direita ......................................................................................................................................... 14596 kg (32178 lb)
Viragem de 40 graus ................................................................................................................................. 12639 kg (27864 lb)
Carga de operação – ISO ..................................................................................................................................... 6320 kg (13932 lb)

8-20 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPITULO 8 – ESPECIFICAÇÕES

DIMENSÕES DA BARRA EM Z DO CARREGADOR 821E COM BALDE COM DENTES DE 3,2 m³ (4.25 yd³)

BS06C562 Figura 12
Capacidade do balde SAE
Não Compacta................................................................................................................................................... 2,71 m³ (3.54 yd³)
Compacta .......................................................................................................................................................... 3,17 m³ (4.15 yd³)
A. Altura até à parte superior da cabina ...........................................................................................................350 mm (135.8 in.)
B. Base das Rodas ........................................................................................................................................3340 mm (131.5 in.)
C. Distância em Relação ao Solo ...................................................................................................................415,8 mm (16.4 in.)
D. Ângulo de partida ...................................................................................................................................................... 33 graus
Largura –
Total s/ balde e pneus 23.5-25 XHATL ......................................................................................................2885 mm (113.6 in.)
Espaçamento da linha central ..................................................................................................................... 2230 mm (87.8 in.)
Raio de viragem – externo c/ pneus 23.5-25 XHATL ......................................................................................6033 mm (237.5 in.)
Ângulo de viragem
Do centro.................................................................................................................................................................... 40 graus
Ângulo total ................................................................................................................................................................ 80 graus
E. Altura de operação – completamente levantada com protecção contra derramamentos .............................5497 mm (216.4 in.)
F. Altura do pino da articulação – completamente levantado .........................................................................4122 mm (162.3 in.)
G. Comprimento total – balde nivelado com o chão ........................................................................................7993 mm (314.7 in.)
H. Altura de descarga – completamente levantada, descarga de 45 graus......................................................2898 mm (114.1 in.)
J. Alcance do balde – completamente levantado, descarga de 45 graus ..........................................................1209 mm (47.6 in.)
K. Alcance do balde – altura de 2,13 m (7 ft 0 in.), descarga de 45 graus ........................................................1765 mm (69.5 in.)
L. Profundidade de escavação.............................................................................................................................. 74 mm (2.9 in.)
Carga de capotamento – ISO
Máquina direita .......................................................................................................................................... 14280 kg (31482 lb)
Viragem de 40 graus.................................................................................................................................. 12333 kg (27190 lb)
Carga de operação – ISO ...................................................................................................................................... 6167 kg (13595 lb)

87551597 A - EU Emitido em 11-06 8-21


Copyright ©
CAPITULO 8 – ESPECIFICAÇÕES

DIMENSÕES DA BARRA EM Z DO CARREGADOR 821E COM BALDE COM PARAFUSO NA BORDA


DE 3,2 m³ (4.25 yd³)

BS06C562 Figura 13
Capacidade do balde SAE
Não Compacta ...................................................................................................................................................2,71 m³ (3.54 yd³)
Compacta ..........................................................................................................................................................3,17 m³ (4.15 yd³)
A. Altura até à parte superior da cabina......................................................................................................... 3450 mm (135.8 in.)
B. Base das Rodas ........................................................................................................................................ 3340 mm (131.5 in.)
C. Distância em Relação ao Solo ................................................................................................................... 415,8 mm (16.4 in.)
D. Ângulo de partida ....................................................................................................................................................... 33 graus
Largura –
Total s/ balde e pneus 23.5-25 XHATL ...................................................................................................... 2885 mm (113.6 in.)
Espaçamento da linha central .................................................................................................................... 2230 mm (87.8 in.)
Raio de viragem – externo c/ pneus 23.5-25 XHATL ...................................................................................... 6033 mm (237.5 in.)
Ângulo de viragem
Do centro .................................................................................................................................................................... 40 graus
Ângulo total ................................................................................................................................................................. 80 graus
E. Altura de operação – completamente levantada com protecção contra derramamentos ............................. 5497 mm (216.4 in.)
F. Altura do pino da articulação – completamente levantado ........................................................................ 4122 mm (162.3 in.)
G. Comprimento total – balde nivelado com o chão........................................................................................ 7859 mm (309.4 in.)
H. Altura de descarga – completamente levantada, descarga de 45 graus ..................................................... 2985 mm (117.5 in.)
J. Alcance do balde – completamente levantado, descarga de 45 graus.......................................................... 1107 mm (43.6 in.)
K. Alcance do balde – altura de 2,13 m (7 ft 0 in.), descarga de 45 graus ........................................................ 1702 mm (67.0 in.)
L. Profundidade de escavação .............................................................................................................................. 74 mm (2.9 in.)
Carga de capotamento – ISO
Máquina direita ......................................................................................................................................... 14351 kg (31639 lb)
Viragem de 40 graus ................................................................................................................................. 12405 kg (27348 lb)
Carga de operação – ISO ..................................................................................................................................... 6202 kg (13674 lb)

8-22 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPITULO 8 – ESPECIFICAÇÕES

DIMENSÕES DA BARRA EM Z DO CARREGADOR 821E COM BALDE COM PARAFUSO NA BORDA


DE 3,4 m³ (4.50 yd³)

BS06C562 Figura 14
Capacidade do balde SAE
Não Compacta................................................................................................................................................... 2,89 m³ (3.78 yd³)
Compacta .......................................................................................................................................................... 3,39 m³ (4.43 yd³)
A. Altura até à parte superior da cabina .........................................................................................................3450 mm (135.8 in.)
B. Base das Rodas ........................................................................................................................................3340 mm (131.5 in.)
C. Distância em Relação ao Solo ...................................................................................................................415,8 mm (16.4 in.)
D. Ângulo de partida ...................................................................................................................................................... 33 graus
Largura –
Total s/ balde e pneus 23.5-25 XHATL ......................................................................................................2885 mm (113.6 in.)
Espaçamento da linha central ..................................................................................................................... 2230 mm (87.8 in.)
Raio de viragem – externo c/ pneus 23.5-25 XHATL ......................................................................................6033 mm (237.5 in.)
Ângulo de viragem
Do centro.................................................................................................................................................................... 40 graus
Ângulo total ................................................................................................................................................................ 80 graus
E. Altura de operação – completamente levantada com protecção contra derramamentos .................................5.53 m (217.7 in.)
F. Altura do pino da articulação – completamente levantado .........................................................................4122 mm (162.3 in.)
G. Comprimento total – balde nivelado com o chão ........................................................................................7894 mm (310.8 in.)
H. Altura de descarga – completamente levantada, descarga de 45 graus......................................................2962 mm (116.6 in.)
J. Alcance do balde – completamente levantado, descarga de 45 graus ..........................................................1133 mm (44.6 in.)
K. Alcance do balde – altura de 2,13 m (7 ft 0 in.), descarga de 45 graus ........................................................1720 mm (67.7 in.)
L. Profundidade de escavação .............................................................................................................................. 74 mm (2.9 in.)
Carga de capotamento – ISO
Máquina direita .......................................................................................................................................... 14232 kg (31376 lb)
Viragem de 40 graus.................................................................................................................................. 12297 kg (27110 lb)
Carga de operação – ISO ...................................................................................................................................... 6148 kg (13555 lb)

87551597 A - EU Emitido em 11-06 8-23


Copyright ©
CAPITULO 8 – ESPECIFICAÇÕES

Ajustes do Peso do Carregador 821E


Ajuste da Carga de Capotamento Ajuste da Carga de Capotamento
Seleccione as Opções Ajustes do Peso
Direita c/ Viragem de 40°
Contrapeso Base -680 kg (-1499 lb) -1637 kg (-3608 lb) -1381 kg (-3045 lb)
Pneus L2BIAS -506 kg (-1116 lb) -406 kg (-895 lb) -358 kg (-790 lb)
Pneus L3CIAS -218 kg (-480 lb) -175 kg (-385 lb) -154 kg (-340 lb)

NOTA: Unidade equipada com braços do carregador com Barra em Z, pino de uso geral de 3,2 m³ (4.25 yd³) no balde c/
parafuso na borda, pneus 23.5-25 XHATL, cabina ROPS com aquecedor/ar condicionado, contrapeso completo, baterias
reforçadas, guarda-lamas dianteiro e traseiro, depósito de combustível cheio e operador de 79 kg (175 lb).

8-24 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPITULO 8 – ESPECIFICAÇÕES

PESOS DOS MATERIAIS

MATERIAL kg/m3 lb/ft3 MATERIAL kg/m3 lb/ft3


Açúcar - Bruto 961 60 Feijões 769 48
Alumínio - compacto 881 55 Feijões de Soja 743 46
Amendoins - com Casca 280 17 Fosfato - Granulado 1442 90
Ardósia 2243 130 Gelo - Esmagado 593 37
Areia - Fundições 1522 95 Granito 1490-1778 93-111
Areia e Cascalho - Secos 1730 108 Limalhas 288 18
Molhado 2003 125 Milho - com Casca 673 42
Argila 368-513 23-32 Minérios de Cobre 1666 104
Arroz 769 48 Minérios de Ferro 2323 145
Aveia 416 26 Neve 240-801 15-50
Batatas 769 48 Polpa de Beterraba - Molhada 561 35
Bauxita 1202-1922 75-120 Potassa 1089 68
Betão 1378-1778 86-111 Pulverizados 769 48
Calcário - Solto - Esmagado 1538-1602 96-100 Quartzo - Granulado 1762 110
Carvão 368 23 Sal - Rochas - Sólidos 2163 135
Carvão 1282 80 Semente de Algodão 401 25
Cascalho - Seco 1522 95 Taconite 1714 107
Molhado 1906 119 Terra - Cascalho de Areia 1570 98
Centeio 705 44 Terra - Solo Seco 929-1089 58-68
Cinzas 561-833 35-52 Molhado 1602-1666 100-104
Coque - Compacto - Solto 849-1009 53-63 Trigo 769 48
Ensilagem 577 36 Turfa - Sólida 753 47
Enxofre - Compacto 1330 83 Xisto 1410 88
Ervilhas 769 48
Escória - Esmagada 1121 70

87551597 A - EU Emitido em 11-06 8-25


Copyright ©
CAPITULO 8 – ESPECIFICAÇÕES

QUADROS DE MOMENTOS DE APERTO


Use estes quadros quando os momentos de aperto especiais não forem fornecidos. Estes momentos de aperto aplicam-se aos
fixadores com roscas UNC e UNF, tal como são recebidos dos fornecedores, secos, ou quando lubrificados com óleo de motor.
Estes momentos de aperto não se aplicam a lubrificantes à base de grafite especial, graxas de molidissulfídio ou outros lubrificantes
de pressão extrema.

Parafusos, Porcas e Pernos Parafusos, Porcas e Pernos


de Classificação N.º 5 de Classificação N.º 8

Newton Lb- Newton Lb-


Tamanho metros ft. Tamanho metros ft.
1/4 in. 12 a 15 9 a 11 1/4 in. 16 a 20 12 a 15
5/16 in. 23 a 28 17 a 21 5/16 in. 33 a 39 24 a 29
3/8 in. 48 a 57 35 a 42 3/8 in. 61 a 73 45 a 54
7/16 in. 73 a 87 54 a 64 7/16 in. 95 a 114 70 a 84
1/2 in. 109 a 130 80 a 96 1/2 in. 149 a 179 110 a 132
9/16 in. 149 a 179 110 a 132 9/16 in. 217 a 260 160 a 192
5/8 in. 203 a 244 150 a 180 5/8 in. 298 a 358 220 a 264
3/4 in. 366 a 439 270 a 324 3/4 in. 515 a 618 380 a 456
7/8 in. 542 a 651 400 a 480 7/8 in. 814 a 976 600 a 720
1,0 in. 787 a 944 580 a 696 1,0 in. 1220 a 1465 900 a 1080
1-1/8 in. 1085 a 1193 800 a 880 1-1/8 in. 1736 a 1953 1280 a 1440
1-1/4 in. 1519 a 1681 1120 a 1240 1-1/4 in. 2468 a 2712 1820 a 2000
1-3/8 in. 1980 a 2278 1460 a 1680 1-3/8 in. 3227 a 3688 2380 a 2720
1-1/2 in. 2631 a 2983 1940 a 2200 1-1/2 in. 4285 a 4827 3160 a 3560
NOTA: Utilize porcas espessas com parafusos
Classificação N.º 8.

8-26 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPITULO 8 – ESPECIFICAÇÕES

Parafusos, Porcas e Pernos Parafusos, Porcas e Pernos


de Classificação N.º 8.8 de Classificação N.º 10.9
8.8 10.9

Newton Lb- Newton Lb-


Tamanho metros ft. Tamanho metros ft.
M4 3a4 2a3 M4 4a5 3a4
M5 7a8 5a6 M5 9 a 11 7a8
M6 11 a 12 8a9
M6 15 a 18 11 a 13
M8 26 a 31 19 a 23
M8 37 a 43 27 a 32
M10 52 a 61 38 a 45
M10 73 a 87 54 a 64
M12 90 a 107 66 a 79
M12 125 a 150 93 a 112
M14 144 a 172 106 a 127
M14 200 a 245 149 a 179
M16 217 a 271 160 a 200
M20 434 a 515 320 a 380 M16 310 a 380 230 a 280
M24 675 a 815 500 a 600 M20 610 a 730 450 a 540
M30 1250 a 1500 920 a 1100 M24 1050 a 1275 780 a 940
M36 2175 a 2600 1600 a 1950 M30 2000 a 2400 1470 a 1770
M36 3500 a 4200 2580 a 3090

Parafusos, Porcas e Pernos de Classificação


N.º 12.9

12.9

De uma forma geral, os valores de momento de aperto para


os fixadores de classificação N.º 10.9 podem ser utilizados
satisfatoriamente com fixadores de classificação N.º 12.9.

87551597 A - EU Emitido em 11-06 8-27


Copyright ©
CAPITULO 8 – ESPECIFICAÇÕES

EQUIPAMENTO OPCIONAL
Grupo da Cabina: Sistema Hidráulico:
Ar Condicionado c/ Aquecedor Sistema Hidráulico Auxiliar
Aquecedor da Cabina Controlo do Deslocamento
Rádio Direcção Secundária
Pronto para Rádio (12 ou 24 volts) Válvulas do carregador de 3 ou 4 bobinas com controlo do
carregador de 2 ou 3 alavancas
Assento de Suspensão Mecânica de Tecido
Ventoinha hidráulica inversa
Assento com Suspensão Pneumática de Tecido
Arrefecedor hidráulico
Potência auxiliar de 12 volts
Acendedor de 24 volts
Pneus:
Extintor de Incêndio
721E
Rotativo, Farol
Grupo do Motor: Pneus 20.5 x 25 12 PR L3 Bias (Rock)
Pneus Radiais 20.5 R25 (Terra/Tracção)
Auxiliar de arranque em tempo frio, aquecedor do bloco
Pneus Radiais 20.5 R25 (Rock)
Pré-filtro, vista completa
821E
Pneus 23.5 x 25 12 PR L3 Bias (Rock)
Pneus Radiais 23.5R25 L2 (Terra/Tracção)
Pneus Radiais 23.5R25 L3 (Rock)

8-28 Emitido em 11-06 87551597 A - EU


Copyright ©
CAPÍTULO 9 – ÍNDICE GERAL

Capítulo 9
ÍNDICE GERAL
A Capacidade de Levantamento do Carregador 821E ......... 8-8
Acumuladores dos Travões ........................................... 4-19 Capacidades dos Fluidos ................................................ 5-5
Advertência: Mostradores Carregador
Mostradores de Advertências Não Críticas ................. 3-9 Conselhos para a Operação ..................................... 4-22
Ajustes do Carregador ................................................... 6-10 Centro de Informações .................................................. 3-14
Alarme de marcha atrás ................................................ 3-32 Cinto de Segurança
Alavancas Especificações do Momento de Aperto ..................... 6-14
Controlo da Transmissão ............................................ 3-4 Compartimento de Armazenamento
Piscas-piscas ............................................................. 3-5 Manual do Operador ................................................... 1-4
Alavancas de Controlo .................................................. 4-12 Compartimento de Armazenamento do Manual
Alavancas de controlo do carregador ............................. 3-23 do Operador ............................................................. 1-4
Ambiente ......................................................................... 5-8 Componentes da Máquina ............................................... 1-6
Antes de Operar a Máquina ............................................. 4-3 Conector para Manutenção ............................................. 7-8
Aquecedor da Grade do Motor ......................................... 4-6 Conselhos para a Operação do Carregador ................... 4-22
Operação de Empurrar ............................................. 4-22
Ar Condicionado
Operação de Nivelamento ........................................ 4-22
Compressor ................................................................ 6-5
Operação de Raspagem ........................................... 4-22
Condensador .............................................................. 6-5
Correia do Compressor ............................................ 6-15 Consola
Lateral ...................................................................... 3-27
Ar: Frestas
Recirculação de Ar ................................................... 3-35 Consola Dianteira ............................................................ 3-3
Alavanca de Controlo da Transmissão ........................ 3-4
Armazenamento da máquina ......................................... 4-28
Buzina ........................................................................3-5
Arranque do Motor .......................................................... 4-5 Controlo Piloto: Interruptor .......................................... 3-3
Assento Inclinação do Volante: Controlo ..................................3-4
Correias ................................................................... 3-40 Interruptor da Chave/Ignição ...................................... 3-6
Inspecção e Cuidados ......................................... 3-41 Interruptor do Travão Estacionamento ........................ 3-5
Especificações do Momento de Aperto ..................... 6-14 Luzes de Emergência ................................................. 3-3
Operador .................................................................. 3-38 Piscas-piscas ............................................................. 3-5
Standard .................................................................. 3-38 Consola Lateral ............................................................. 3-27
Assento do Operador .................................................... 3-38 Controlo do Aquecimento ......................................... 3-28
Autocolantes ................................................................. 2-11 Descanso para o Pulso ............................................. 3-27
Auxiliar: Conexão Hidráulica .......................................... 4-20 Descanso para o Pulso: Ajuste ................................. 3-27
Interruptor da Ventoinha do Ventilador ..................... 3-28
Auxiliar: Tomada Eléctrica ............................................... 7-8
Interruptor de Controlo da Suspensão ...................... 3-31
Interruptor Desembraiar ............................................ 3-31
B Interruptor do Limpa/Lava Pára-brisas ...................... 3-29
Balde Interruptor do Retorno-ao-Deslocamento .................. 3-31
Controlo da Altura Mudanças Automáticas: Interruptor .......................... 3-31
Ajuste Ligeiro ....................................................... 6-13 Controlo da Altura ......................................................... 3-31
Função ................................................................ 4-16
Controlo do Deslocamento ............................................ 4-21
Bateria Interruptor ................................................................ 3-31
Aberturas de Ventilação ............................................. 7-3
Controlo Piloto: Interruptor .............................................. 3-3
Assistência ................................................................. 7-3
Limpeza ..................................................................... 7-4 Controlo, Alavancas ...................................................... 4-12
Nível do Fluido ........................................................... 7-3 Controlos
Segurança .................................................................. 7-3 Cabina: Aquecimento ............................................... 3-28
Bateria: Segurança .......................................................... 7-3 Inclinação do Volante ................................................. 3-4
Interruptor do Limpa/Lava Pára-brisas ...................... 3-29
Buzina ............................................................................. 3-5
Ventoinha do Ventilador ........................................... 3-28
Correia
C Alternador ................................................................. 6-15
Cabina Assento .................................................................... 3-40
Controlo do Aquecimento ......................................... 3-28 Compressor do Ar Condicionado .............................. 6-15
Capacidade de Levantamento do Carregador 721E ......... 8-5 Correia do Alternador .................................................... 6-15

87551597 A - EU Emitido em 11-06 9-1


Copyright ©
CAPÍTULO 9 – ÍNDICE GERAL

D Inspecções Diárias .......................................................... 5-9


Descanso para o Pulso ................................................. 3-27 Instruções para Manutenção ........................................... 5-3
Botão de Ajuste ....................................................... 3-27 Interruptor
Desembraiagem ............................................................ 4-19 Chave/Ignição ............................................................ 3-6
Controlo do Deslocamento ....................................... 3-31
E Controlo Piloto ........................................................... 3-3
Desembraiagem ....................................................... 3-31
Eléctrico Auxiliar Desligamento Geral ................................................. 3-33
Suporte de Montagem do Equipamento ...................... 7-8 Função do Carregador ............................................. 4-16
Tomada ..................................................................... 7-8 Controlo da Altura do Balde ................................ 4-16
Entrar nos Ecrãs de Manutenção .................................. 3-17 Retorno-ao-Deslocamento ................................... 4-17
Escora de Apoio ............................................................. 5-4 Limpa/Lava-pára-brisas ............................................ 3-29
Especificações ................................................................ 8-3 Luzes de Emergência ................................................. 3-3
Momento de Aperto do Assento ............................... 6-14 Mudanças Automáticas ............................................ 3-31
Momento de Aperto do Cinto de Segurança ............. 6-14 Retorno-ao-Deslocamento ....................................... 3-31
Sistema Hidráulico Auxiliar ....................................... 4-20 Travão de Estacionamento ......................................... 3-5
Especificações e Capacidades, Carregador 721E ........... 5-5 Ventoinha do Ventilador ........................................... 3-28
Especificações e Capacidades, Carregador 821E ........... 5-5 Interruptor da Ventoinha do Ventilador .......................... 3-28
Estrutura de protecção contra capotamento (ROPS) Interruptor de Desligamento Geral ................................ 3-33
Assento Interruptor de engate do pino do acoplador ................... 3-32
Especificações do Momento de Aperto ................ 6-14 Interruptor Desembraiar ................................................ 3-31
Cinto de Segurança Interruptor do capô ....................................................... 3-34
Especificações do Momento de Aperto ................ 6-14 Interruptor do farol rotativo ............................................ 3-32
Informações sobre os Danos .................................... 6-14
Interruptor do inversor da ventoinha .............................. 3-32
Extintor de Incêndio ........................................................ 6-8
Interruptor do Limpa/Lava Pára-brisas .......................... 3-29
Interruptor F-N-R .......................................................... 3-32
F
Interruptores das Funções do Carregador ..................... 4-16
Faixa de Temperatura, Sistema Hidráulico ...................... 5-7
Fluido de Arrefecimento do Motor L
Medidor .................................................................... 3-13
Lados da máquina
Fluidos e Capacidades .................................................... 5-5
Direita, esquerda, dianteira e traseira ......................... 1-4
Funcionamento da máquina numa encosta ................... 4-27
Ligação do Sistema depois do Armazenamento ............ 4-28
Fusíveis .......................................................................... 7-5
Ligações da Bateria Auxiliar ............................................ 4-7
Fusíveis, Substituição ..................................................... 7-6
Localização da Porta de Acesso ................................... 5-12
Localizações dos Pontos de Amarração ........................ 4-26
H
Luz
Hidráulico Auxiliar
Luzes de Emergência ................................................. 3-7
Especificações do Sistema ....................................... 4-20 Piscas-piscas ............................................................. 3-7
Ligação .................................................................... 4-20
Luz Indicadora do Aquecedor da Grade do Motor ........... 3-7
Horómetro ....................................................................... 5-3
Luz Indicadora do Aquecedor da Grade do Motor ........... 3-7
I Luzes de Emergência
Interruptor .................................................................. 3-3
Ignição: Chave ................................................................ 3-6 Luz ............................................................................. 3-7
Inclinação do Volante: Controlo ...................................... 3-4 Luzes: Indicador ............................................................. 3-7
Indicador
Direcção Secundária .................................................. 3-7 M
Geral de Cuidado ....................................................... 3-9
Luz ............................................................................ 3-7 Manutenção da Cabina ................................................... 6-5
Paragem Geral ........................................................... 3-8 Manutenção Periódica Variável ..................................... 5-14
Pressão dos Travões ................................................. 3-7 Manutenção, 10 Horas .................................................. 5-15
Travão de Estacionamento ......................................... 3-7 Manutenção, 100 Horas ................................................ 5-19
Indicador do Nível do Balde .......................................... 4-20 Manutenção, 1000 Horas .............................................. 5-25
Indicador Geral de Cuidado ............................................ 3-9 Manutenção, 2000 Horas .............................................. 5-29
Indicador Geral de Paragem ........................................... 3-8 Manutenção, 250 Horas ................................................ 5-20
Indicador Principal da Direcção Secundária .................... 3-7 Manutenção, 50 Horas .................................................. 5-15
Informações Gerais ......................................................... 1-1 Manutenção, 500 Horas ................................................ 5-22
9-2 Emitido em 11-06 87551597 A - EU
Copyright ©
CAPÍTULO 9 – ÍNDICE GERAL

Máquina: Componentes ................................................... 1-6 Piscas-piscas


Medidor do Nível do Combustível .................................. 3-12 Alavanca .................................................................... 3-5
Medidores Luz ............................................................................. 3-7
Fluido de Arrefecimento do Motor ............................. 3-13 Pontos de Lubrificação da Máquina ............................... 5-18
Nível do Combustível ............................................... 3-12 Porta
Temperatura do Óleo da Transmissão ...................... 3-10 Tranca ...................................................................... 3-36
Temperatura do Óleo Hidráulico ............................... 3-11 Precauções a Ter Com o Cinto de Segurança ................. 2-9
Mensagem das Regras de Segurança Úteis .................... 2-4 Precauções com a Operação ...........................................2-6
Momento de Aperto dos Parafusos das Rodas ................ 6-4 Precauções com o Manuseio de Combustível .................. 2-8
Mostradores de Advertências Precauções com Produtos Químicos Perigosos ............... 2-8
Mostradores de Advertências Não Críticas ................. 3-9 Precauções específicas da máquina .............................. 2-10
Movimentação de uma Máquina Avariada ..................... 4-24 Precauções Relativamente à Manutenção ....................... 2-7
Mudanças Automáticas: Interruptor ............................... 3-31 Precauções relativamente ao Arranque
e Paragem da Máquina ............................................ 2-5
N Pressão dos pneus ........................................................ 5-21
Número de Identificação do Produto ................................ 1-8 Prevenção de Queimaduras ............................................ 2-8
Números de Identificação ................................................ 1-8 Procedimento de Ajuste do Retorno-à-Escavação
Números de Série ........................................................... 1-8 da Barra em Z ........................................................ 6-12
Procedimento de Ajuste do Retorno-à-Escavação XT .... 6-11
O
Óleo da Transmissão R
Medidor da Temperatura .......................................... 3-10 Reboque da Máquina .................................................... 4-24
Óleo Hidráulico Recirculação de Ar: Frestas da Cabina .......................... 3-35
Medidor da Temperatura .......................................... 3-11 Retorno-à-Escavação
Operação com Tempo Quente ....................................... 4-30 Função ..................................................................... 4-16
Operação da Máquina ..................................................... 4-3 Retorno-à-escavação .................................................... 3-31
Operação da máquina em água ..................................... 4-27 Retorno-ao-Deslocamento ............................................. 4-17
Operação da Transmissão Interruptor ................................................................ 3-31
Mudança de Engrenagem, Modo Automático .............. 4-8 Rodas e Pneus ................................................................ 6-3
Operação no Modo Automático ................................... 4-8
Rotativo, Farol ............................................................... 4-20
Operação em Climas Frios ............................................ 4-29
S
P
Segurança e Autocolantes
Painel de Fusíveis ........................................................... 7-6 Regras de Segurança ................................................. 2-3
Painel de Instrumentos .................................................... 3-7 Segurança perto de Redes de Fornecimento ................... 2-4
Luzes Indicadoras
Segurança Pessoal ......................................................... 2-3
Direcção Secundária ............................................. 3-7
Geral de Cuidado .................................................. 3-9 Sistema Eléctrico ............................................................. 7-3
Luzes de Emergência ............................................ 3-7 Soldagem na Máquina ..................................................... 6-9
Luzes: Indicador .................................................... 3-7
Paragem Geral ...................................................... 3-8 T
Piscas-piscas ........................................................ 3-7 Tabela de Lubrificação e Manutenção ........................... 5-10
Pressão dos Travões ............................................. 3-7 Tipo de Óleo do Motor ..................................................... 5-8
Travão de Estacionamento .................................... 3-7
Tranca.
Medidores do Indicador
Porta ........................................................................ 3-36
Fluido de Arrefecimento do Motor ........................ 3-13
Nível do Combustível ........................................... 3-12 Transmissão
Temperatura do Óleo da Transmissão ................. 3-10 Alavanca de Controlo ................................................. 3-4
Temperatura do Óleo Hidráulico .......................... 3-11 Transporte da Máquina ......................................... 4-25, 4-26
Paragem e Estacionamento ............................................. 4-5 Travão de Estacionamento
Peças de Plástico e de Resina ........................................ 6-8 Indicador .................................................................... 3-7
Interruptor ..................................................................3-5
Pedais ........................................................................... 3-22
Verificar ...................................................................... 6-7
Aceleração ............................................................... 3-22
Pedal dos Travões ........................................................ 3-22
Período de Rodagem ...................................................... 4-3

87551597 A - EU Emitido em 11-06 9-3


Copyright ©
CAPÍTULO 9 – ÍNDICE GERAL

Travões
Acumuladores .......................................................... 4-19
Estacionamento: Interruptor ....................................... 3-5
Indicador da Pressão ................................................. 3-7
Travão de Estacionamento: Verificação ..................... 6-7

V
Variação da Temperatura, Viscosidade
do Óleo do Motor ..................................................... 5-6
Variações da Temperatura, Viscosidade
do Óleo da Transmissão .......................................... 5-6
Verificação do sistema de direcção secundário ............... 6-7
Verificação do travão de estacionamento ........................ 6-7

9-4 Emitido em 11-06 87551597 A - EU