Você está na página 1de 8

DIREITOS HUMANOS

Augusto Vieira

BATERIA DH /PCMG – PERITO – PRO LABORE (2018)


01. (PCMG/FUMARC/ACADEPOL/DELEGADO 2018) A Constituição da República de 1988 cuidou
expressamente dos direitos humanos, enumerando-os no Título que trata dos direitos e garantias fundamentais.
Existem, entretanto, outros direitos humanos não enumerados no texto, mas cuja proteção a própria
Constituição assegura, PORQUE:
a) decorrem do regime e dos princípios adotados pela própria Constituição.
b) o Brasil se submete à jurisdição de Tribunal Penal Internacional.
c) são criados pelo Poder Judiciário, após o trânsito em julgado das decisões.
d) surgem de necessidades que não foram previstas pelo legislador constituinte.

02. (PCMG/FUMARC/ACADEPOL/MÉDICO LEGISLATA 2013) Analise as seguintes afirmativas, à luz


da legislação brasileira:
1. A igualdade, a participação na vida política do Estado, a nacionalidade bem como o direito ao pleno
emprego e à Previdência Social são considerados direitos de 1ª dimensão pela importância que ocupam na
proteção do indivíduo face aos desmandos do Estado.
2. Ninguém será preso senão em flagrante delito ou por ordem escrita e fundamentada de autoridade judiciária
competente, salvo nos casos de transgressão militar ou crime propriamente militar, definidos em lei.

É CORRETO o que se afirma em:


a) A primeira afirmativa é falsa e a segunda, verdadeira.
b) A primeira afirmativa é verdadeira e a segunda, falsa.
c) As duas afirmativas são verdadeiras.
d) As duas afirmativas são falsas.

03. (PCMG/FUMARC/ACADEPOL/ANALISTA 2013) A Constituição Federal de 1988 inova ao realçar


uma orientação internacionalista no campo dos princípios que regem o Brasil em suas relações internacionais.
Tal orientação está contida nos seguintes princípios, EXCETO:
a) Não intervenção. c) Prevalência dos direitos humanos.
b) Autodeterminação dos povos. d) Repúdio ao terrorismo e ao racismo.

04. (PCMG/FUMARC/ACADEPOL/TÉCNICO 2013) No Brasil, depois de 1988, é sob a perspectiva dos


direitos que se afirma o Estado e não sob a perspectiva do Estado que se afirmam os direitos. Há, assim, um
Direito brasileiro pré e pós-88 no campo dos direitos humanos. Em relação às Constituições brasileiras, NÃO
é correto afirmar:
a) A Constituição Federal de 1988 acolhe o princípio da indivisibilidade e interdependência dos direitos
humanos.
b) A Constituição Federal de 1988 não foi a primeira a inserir os direitos sociais no catálogo de direitos
fundamentais.
c) As normas sobre os direitos sociais, nas Constituições brasileiras, antes de 1988, encontravam-se dispersas
no âmbito da ordem econômica e social.
d) As Constituições anteriores à de 1988, primeiramente, tratavam do Estado, para, somente, então,
disciplinar os direitos. Ademais, eram petrificados temas afetos ao Estado e não a direitos.

05. (PCMG/FUMARC/ACADEPOL/DELEGADO 2011) A Constituição da República de 1988 alargou


significativamente o campo dos direitos e garantias fundamentais, por isso é um marco jurídico da transição
ao regime democrá- tico no Brasil. Nesse processo de transição, é acentuada, na Constituição, a preocupação
em assegurar os valores da dignidade e do bem-estar da pessoa humana, como imperativo de justiça social.
NÃO corrobora com o con- texto acima, este entendimento o argumento:
a) Os objetivos fundamentais do Estado brasileiro visam à concretização da democracia econômica, social e
cultural, a fim de efetivar na prática a dignidade da pessoa humana.
b) Os direitos fundamentais, que têm como núcleo a dig- nidade da pessoa humana, são elementos básicos
para a realização do princípio democrático, tendo em vista que exercem uma função democratizadora.
c) A Constituição traz a previsão expressa do valor da dignidade da pessoa humana como imperativo da
justiça social, mas que deve ceder frente à necessidade de se preservar a ordem democrática.
d) O valor da dignidade da pessoa humana impõe-se como núcleo básico e informador do todo o ordena-
mento jurídico como critério e parâmetro que orienta a compreensão do sistema constitucional.

www.prolabore.com.br 1
DIREITOS HUMANOS
Augusto Vieira

06. (PCMG/FUMARC/ACADEPOL/DELEGADO 2011) A verdadeira consolidação do Direito


Internacional dos Direitos Humanos surge em meados do século XX, em decorrência da Segunda Guerra
Mundial, por isso o moderno Direito Internacional dos Direitos Humanos é um fenômeno do pós-guerra.
Dentre as proposições abaixo, assinale a que NãO corrobora com o enunciado acima:
a) O desenvolvimento do Direito Internacional dos Direitos Humanos pode ser atribuído às monstruosas
violações de direitos humanos da era Hitler e, após, à crença de que somente uma guerra poderia por fim a
essas violações no âmbito internacional para garantir internamente em cada Estado nacional a dignidade da
pessoa humana.
b) A internacionalização dos direitos humanos constitui um movimento extremamente recente da história,
surgido a partir do pós-guerra, como proposta às atrocidades e aos horrores cometidos durante o nazismo. Se a
Segunda Guerra significou a ruptura com os di- reitos humanos, o pós-guerra deveria significar sua
reconstrução.
c) No momento em que os seres humanos se tornam supérfluos e descartáveis, no momento em que vigea
lógica de destruição, em que cruelmente se abole o valor da pessoa humana, torna-se necessária a reconstrução
dos direitos humanos como paradigma ético capaz de restaurar a lógica do razoável.
d) A barbárie do totalitarismo significou a ruptura do pa- radigma dos direitos humanos, por meio da negação
do valor da pessoa humana, como valor fonte do di- reito. Essa ruptura fez emergir a necessidade da re-
construção dos direitos humanos como referencial e paradigma ético que aproxime o direito da moral.

07. (PCMG/FUMARC/ACADEPOL/DELEGADO 2011) A Constituição brasileira de 1988 simboliza o


marco jurídico da transição democrática e da institucionalização dos direitos humanos no Brasil. O texto de
1988 empresta aos direitos e garantias ênfase extraordinária, destacando-se como documento mais avançado,
abrangente e pormeno- rizado sobre a matéria na história do País.
Leia e analise as assertivas abaixo:
I. Ao romper com a sistemática das Constituições anteriores, a Constituição de 1988, ineditamente, consagra o
primado do respeito aos direitos humanos, abrindo a ordem jurídica interna ao sistema de proteção
internacional desses direitos.
II. As relevantes transformações internas, decorrentes do processo de democratização, permitiram que os
direitos humanos se convertessem em tema fundamental na agenda internacional do País, a partir de então.
III. No plano das relações internacionais, tem-se de ob- servar que não houve inovações na Constituição de
1988, pois a mesma reproduz ainda, no texto, a antiga preocupação vivida no Império com a dependência
nacional e a não intervenção.

Marque a opção CORRETA:


a) apenas as assertivas I e III estão corretas.
b) Somente a assertiva III está incorreta.
c) apenas as assertivas II e III estão corretas.
d) as assertivas I, II e III estão corretas.

08. (PCMG/FUNDEP/ACADEPOL/DELEGADO 2008) Encontramos na doutrina dos Direitos Humanos a


afirmação de que, para compreender a evolução dos direitos individuais no contexto da evolução
constitucional, é preciso retomar alguns aspectos da evolução dos tipos de Estado.
Analise as seguintes afirmativas e assinale a que NÃO corrobora o enunciado acima.
a) A primeira fase do Estado Liberal caracteriza-se pela vitória da proposta econômica liberal, aparecendo
teoricamente os direitos individuais como grupo de direitos que se fundamentam na propriedade privada,
principalmente na propriedade privada dos meios de produção.
b) As mudanças sociais ocorridas no início do século XX visavam armar os indivíduos de meios de
resistência contra o Estado. Desse modo, a proteção dos direitos e liberdades fundamentais torna-se o núcleo
essencial do sistema político da democracia constitucional.
c) As constituições socialistas consagraram uma economia socialista, garantindo a propriedade coletiva e
estatal e abolindo a propriedade privada dos meios de produção, dando uma clara ênfase aos direitos
econômicos e sociais e uma proposital limitação aos direitos individuais.
d) A implementação efetiva dos direitos sociais e econômicos em boa parte da Europa Ocidental no pós-
guerra, como saúde e educação públicas, trouxe consigo o germe da nova fase democrática do Estado Social e
da superação da visão liberal dos grupos de direitos fundamentais.

www.prolabore.com.br 2
DIREITOS HUMANOS
Augusto Vieira

09. (FUMARC/ACADEPOL/INVESTIGADOR 2014) A Constituição Federal de 1988 pode ser


considerada, na história do Brasil, o documento mais abrangente e pormenorizado sobre os direitos humanos
até então adotado. Sobre a Constituição Federal de 1988, NÃO é correto o que se afrma em:
a) Alargou o campo dos direitos e das garantias fundamentais.
b) É a primeira vez que uma Constituição assinala, especifcamente, objetivos do Estado brasileiro.
c) Inclui os direitos sociais, a nacionalidade e os direitos políticos no rol dos direitos e garantias fundamentais.
d) Não se coloca entre as Constituições mais avançadas do mundo no que diz respeito à matéria.

10. (2008/ACADEPOL/PCMG/PERITO) Os direitos sociais constituem o segundo grupo de direitos que


compõem os Direitos Humanos. São direitos fundamentais que vêm se somar aos direitos individuais,
oferecendo meios para que todos possam ser livres e, não apenas, alguns. Enumeramos abaixo afirmativas que
denotam mudanças no comportamento do Estado moderno quando passa a se preocupar com o bem-estar
social. Assinale a INCORRETA.
a) O Estado passa a planificar, regular, dirigir, controlar e supervisionar a vida socioeconômica.
b) As prestações positivas a cargo do Estado aparecem para cobrir vários pontos como a família, o trabalho, a
educação e a cultura.
c) Os movimentos constitucionais portam sempre duas reivindicações fundamentais: a liberdade política e as
liberdades individuais.
d) O bem comum deve ser meta e justificativa do Poder para proporcionar o desenvolvimento integral da
personalidade humana.

11. (PCMG/FUMARC/ACADEPOL/ANALISTA 2013) Muitos dos princípios nos quais o Direito


Internacional dos Direitos Humanos está baseado relacionam-se à necessidade de assegurar que não apenas as
violações cessem, mas que a justiça seja feita em relação a ambos, vítimas e perpetradores. Estes princípios
NÃO incluem o direito
a) a uma indenização apropriada.
b) à responsabilização e à punição dos autores.
c) a medidas que facilitem a reabilitação da vítima.
d) de escolha sobre a penalidade, se privativa de liberdade ou pecuniária.

12. (PCMG/FUMARC/ACADEPOL/DELEGADO 2011) Os direitos e garantias, enumerados na


Constituição, não excluem outros decorrentes do regime e dos princípios por ela adotados, ou dos tratados
internacionais em que a República Federativa do Brasil seja parte.

Leia e analise as assertivas abaixo:


I. A Constituição atribuiu aos direitos internacionais uma natureza especial e diferenciada, qual seja, a
natureza de norma constitucional.
II. Os direitos enunciados nos tratados de direitos humanos, de que o Brasil é parte, integram o elenco dos
direitos constitucionalmente consagrados.
III. A interpretação sistemática do texto constitucional exige que a dignidade da pessoa seja o parâmetro
orientador para a compreensão do fenômeno constitucional.

Marque a opção CORRETA:


a) apenas as assertivas I e II estão corretas.
b) as assertivas I, II e III estão incorretas.
c) as assertivas I, II e III estão corretas.
d) apenas as assertivas II e III estão corretas.

13. (FUMARC/ACADEPOL/DELEGADO 2011) A Declaração Universal dos Direitos Humanos pode ser
caracterizada, primeiramente por sua amplitude, compreendendo um conjunto de direitos e faculdades, sem as
quais um ser humano não pode desenvolver sua personalidade física, moral e intelectual. Em segundo lugar,
pela universalidade, aplicável a todas as pessoas de todos os países, raças, religiões e sexos, seja qual for o
regime político dos territórios nos quais incide. Assinale abaixo a assertiva que é CONTRÁRIA ao enunciado
acima:
a) Como uma plataforma comum de ação, a Declaração foi adotada em 10 de dezembro de 1948, pela aprova-
ção de 48 Estados, com 8 abstenções.
b) Objetiva delinear uma ordem pública mundial fundada no respeito à dignidade da pessoa humana, para
orientar o desenvolvimento de uma raça humana superior.
www.prolabore.com.br 3
DIREITOS HUMANOS
Augusto Vieira

c) Introduz a indivisibilidade dos direitos humanos, ao conjugar o catálogo dos direitos civis e políticos, com
o dos direitos econômicos, sociais e culturais.
d) Teve imediatamente, após a sua adoção, grande repercussão moral ao despertar nos povos a consciência de
que o conjunto da comunidade humana se interessava pelo seu destino.

14. (FUMARC/ACADEPOL/ESCRIVÃO 2011) A Declaração Universal dos Direitos Humanos, adotada em


10 de dezembro de 1948, objetiva delinear uma ordem pública mundial fundada no respeito à dignidade da
pessoa humana. Leia e analise as assertivas abaixo:
I. A Declaração compreende um conjunto de direitos e faculdades sem as quais um ser humano não pode
desenvolver sua personalidade física, moral e intelectual.
II. Sendo universal, é aplicável a todas as pessoas de todos os países, raças, religiões e sexos, condicionada à
aplicação ao regime político dos territórios nos quais incide.
III. Consolida a afirmação de uma ética universal, ao consagrar um consenso sobre valores de cunho universal
a serem seguidos pelos Estados.

Marque a opção CORRETA.


a) Somente as assertivas I e II estão corretas.
b) Somente as assertivas II e III estão corretas.
c) Somente as assertivas I e III estão corretas.
d) Somente a assertiva I está correta.

15. (FUNDEP/ACADEPOL/DELEGADO 2008) Analise as seguintes afirmativas acerca da Declaração


Universal dos Direitos Humanos de 1948 e assinale com V as verdadeiras e com F as falsas.
( ) É, tecnicamente, uma recomendação que a Assembléia Geral das Nações Unidas faz aos seus membros
(Carta das Nações Unidas, art. 10).
( ) Mostra os abusos praticados pelas potências ocidentais após o encerramento das hostilidades, pois foi
redigida sob o impacto das atrocidades cometidas na Segunda Guerra Mundial.
( ) Enuncia os valores fundamentais da liberdade, da igualdade e da fraternidade, mas é omissa quanto à
proibição do tráfico de escravos e da escravidão.
( ) Representa a culminância de um processo ético que levou ao reconhecimento da igualdade essencial de
todo ser humano e de sua dignidade de pessoa.

Assinale a alternativa que apresenta a seqüência de letras CORRETA.


a) (V) (F) (V) (F)
b) (F) (V) (F) (V)
c) (V) (F) (F) (V)
d) (F) (V) (V) (F)

16. (FUMARC/ACADEPOL/DELEGADO 2011) A concepção universal dos direitos humanos, demarcada


pela Declaração Universal dos Direitos Humanos, sofreu e sofre fortes resistências dos adeptos do movimento
do relativismo cultural. Retoma-se dessa forma o velho dilema sobre o alcance das normas de direitos
humanos. Associe abaixo as características intrínsecas a essas concepções:
(I) Concepção universalista.
(II) Concepção relativista.

( ) Flexibiliza as noções de soberania nacional e jurisdição doméstica, ao consagrar um parâmetro in-


ternacional mínimo, relativo à proteção dos direitos humanos aos quais os Estados devem se conformar.
( ) A noção de direito está estritamente relacionada ao sistema político, econômico, cultural, social e moral
vigente em determinada sociedade.
( ) Cada cultura tem seu próprio discurso acerca dos direitos fundamentais, que está relacionado às es-
pecíficas circunstâncias culturais e históricas de casa sociedade.
( ) O pluralismo cultural impede a formação de uma moral universal, tornando-se necessário que se respeitem
as diferenças culturais apresentadas em cada sociedade.

Marque a opção CORRETA, na ordem de cima para baixo.


a) (I) (II) (II) (I). c) (I) (II) (II) (II).
b) (II) (I) (I) (I). d) (I) (II) (I) (II).

www.prolabore.com.br 4
DIREITOS HUMANOS
Augusto Vieira

17. (FUMARC/ACADEPOL/MÉDICO LEGISLATA 2013) No que diz respeito ao Direito Internacional


dos Direitos Humanos, analise as seguintes afirmativas:
I. Pode-se afirmar que se trata de um ramo do Direito que surgiu após a Segunda Guerra Mundial.
II. São direitos inscritos (positivados) em tratados ou em costumes internacionais.
III. Os tratados internacionais sobre Direitos Humanos que forem aprovados, em cada Casa do Congresso
Nacional, em dois turnos, por três quintos dos votos dos respectivos membros, serão equivalentes às emendas
constitucionais.
IV. A Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência e seu Protocolo Facultativo, assinados em
Nova York, em 30 de março de 2007, foram recepcionados no ordenamento nacional e equivalem a emenda
constitucional.

As afirmativas CORRETAS são:


a) I e II, apenas.
b) I, II e III, apenas.
c) I, II e IV, apenas.
d) I, II, III e IV.

18. (FUNDEP/ACADEPOL/DELEGADO 2008) O Direito Internacional dos Direitos Humanos resultou de


um processo histórico de gradual formação, consolidação, expansão e aperfeiçoamento da proteção
internacional dos direitos humanos. É um direito de proteção dotado de especificidade própria.
Com relação a esse processo histórico, assinale a afirmativa INCORRETA.
a) A aceitação universal da tese da indivisibilidade dos direitos humanos eliminou a disparidade entre os
métodos de implementação internacional dos direitos civis e políticos e dos direitos econômicos, sociais e
culturais, deixando de ser negligenciados estes últimos.
b) A gradual passagem da fase legislativa de elaboração dos primeiros instrumentos internacionais de direitos
humanos, à fase de implementação de tais instrumentos, pode ser considerada como resultado da primeira
Conferência Mundial de Direitos Humanos, ocorrida em Teerã no ano de 1968.
c) Uma das grandes conquistas da proteção internacional dos direitos humanos é, sem dúvida, o acesso dos
indivíduos às instâncias internacionais de proteção e o reconhecimento de sua capacidade processual
internacional em casos de violações dos direitos humanos.
d) Graças aos esforços dos órgãos internacionais de supervisão nos planos global e regional, logrou-se salvar
muitas vidas, reparar muitos danos denunciados e comprovados, bem como adotar programas educativos e
outras medidas positivas por parte dos governos.

19. (FUMARC/ACADEPOL/TÉCNICO 2013) Sobre a ONU, NÃO é correto afirmar:


a) O Conselho de Segurança é composto por cinco membros permanentes (China, França, Reino Unido, EUA
e Rússia) e dez não permanentes.
b) A Corte Internacional de Justiça é composta por quinze juízes, tem competência jurisdicional e consultiva e
é o principal órgão judicial das Nações Unidas.
c) A Comissão de Direitos Humanos da ONU, criada pelo Conselho Econômico e Social, foi substituída pelo
Conselho de Direitos Humanos, cuja composição manteve-se em cinquenta e três membros.
d) O poder de veto dos membros permanentes do Conselho de Segurança decorre da necessidade de que, em
relação às questões materiais sob seu exame, as deliberações sejam tomadas por nove votos afirmativos, in-
cluindo, todavia, os votos dos cinco membros permanentes.

20. (FUMARC/ACADEPOL/DELEGADO 2011) A criação das Nações Unidas, com suas agências
especializadas, demarca o surgimento de uma nova ordem in- ternacional, inclusive a proteção internacional
dos direitos humanos. Associe abaixo cada órgão enumerado da ONU à sua competência:

ÓRGÃO
I. Assembléia Geral.
II. Corte Internacional de Justiça.
III. Conselho Econômico e Social.
IV. Conselho de Tutela.

COMPETÊNCIA
(a) Fomentar o processo de descolonização e autodeter- minação dos povos, a fim de que pudessem alcançar,
por meio de desenvolvimento progressivo, governo próprio.
www.prolabore.com.br 5
DIREITOS HUMANOS
Augusto Vieira

(b) Promover a cooperação em questões econômicas, sociais e culturais e fazer recomendações destinadas a
promover o respeito e a observância dos direitos humanos.
(c) Discutir e fazer recomendações relativas a qualquer matéria objeto da Carta das Nações Unidas.
(d) Decidir acerca das questões contenciosas e consultivas, todavia somente nas questões em que os Estados
são partes perante ela.

Marque a CORRETA relação:


a) I (c); II (d); III (b); IV (a).
b) I (a); II (d); III (b); IV (c).
c) I (c); II (d); III (a); IV (b).
d) I (d); II (c); III (b); IV (a).

21. (2014/ACADEPOL/PCMG/INVESTIGADOR) Sobre o sistema internacional de proteção dos direitos


humanos, é CORRETO afirmar:
a) A Corte Interamericana de Direitos Humanos já decidiu que a lei da anistia de 1979, editada pelo Brasil, é
manifestamente incompatível com a Convenção Americana de Direitos Humanos.
b) O Brasil não ratificou a Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência e seu Protocolo
Facultativo.
c) O Brasil não se submete à jurisdição da Corte Interamericana de Direitos Humanos.
d) O Tribunal Penal Internacional é um órgão jurisdicional criado no âmbito do sistema interamericano de
proteção dos direitos humanos, cuja atuação depende de provocação da Comissão Interamericana de Direitos
Humanos.

22. (2014/ACADEPOL/PCMG/INVESTIGADOR) A partir dos instrumentos internacionais ratificados pelo


Brasil, é possível elencar inúmeros direitos que, embora não previstos expressamente no âmbito nacional,
encontram-se enunciados nesses tratados e, assim, são considerados como incorporados no Direito brasileiro,
EXCETO:
a) Direito da criança e do adolescente, de qualquer idade, de não serem recrutados pelas Forças Armadas para
participar de conflitos armados.
b) Proibição de qualquer propaganda em favor da guerra e de qualquer apologia ao ódio nacional, racial ou
religioso, que constitua incitamento à discriminação, à hostilidade ou à violência.
c) Proibição do restabelecimento da pena de morte nos Estados que a hajam abolido.
d) Vedação da utilização de meios destinados a obstar a comunicação e a circulação de ideias e opiniões.

23. (2014/ACADEPOL/PCMG/INVESTIGADOR) Ao lado do sistema global de proteção dos direitos


humanos, existem os sistemas regionais. Os principais sistemas regionais de proteção dos direitos humanos,
não incipientes, são, EXCETO o
a) africano. c) europeu.
b) asiático. d) interamericano.

24. (2014/ACADEPOL/PCMG/INVESTIGADOR) O Brasil tem revelado, nos últimos anos, crescente


alinhamento à arquitetura de proteção internacional dos direitos humanos. Diante desse posicionamento que
anuncia uma esperança emancipatória do sujeito de direitos, sob o prisma jurídico-político, em face da
proteção dos direitos humanos, é CORRETO afirmar que
a) o Brasil, mesmo depois de condenado pela Corte Interamericana de Direitos Humanos no Caso Escher e
outros versus Brasil, que envolveu a interceptação e o monitoramento ilegal de linhas telefônicas, não
autorizou o cumprimento da sentença por entender que essa medida depende de decisão do Supremo Tribunal
Federal.
b) o Pacto Internacional dos Direitos Civis e Políticos, editado no âmbito do sistema global de proteção dos
direitos humanos, tem a ele o Segundo Protocolo ao Pacto Internacional de Direitos Civis e Políticos, adotado
em 15 de dezembro de 1989, que estabelece que cada Estado-parte deverá adotar todas as medidas necessárias
para abolir a pena de morte em sua jurisdição. O citado Protocolo ainda não foi ratificado pelo Brasil.
c) o Protocolo à Convenção Americana referente aos Direitos Econômicos, Sociais e Culturais (Protocolo de
San Salvador) foi ratificado pelo Brasil.
d) o Protocolo Facultativo ao Pacto dos Direitos Civis e Políticos, no âmbito do sistema global de proteção
aos direitos humanos, que trata do mecanismo das petições individuais, está pendente de apreciação no
Congresso Nacional.

www.prolabore.com.br 6
DIREITOS HUMANOS
Augusto Vieira

25. (2014/ACADEPOL/PCMG/INVESTIGADOR) Sobre a Corte Interamericana de Direitos Humanos,


NÃO é correto o que se afirma em:
a) A Corte Interamericana, até março de 2010, no exercício de sua jurisdição contenciosa, havia proferido 211
sentenças. O Brasil, em 2006, foi condenado, pela primeira vez, pela referida Corte no caso Damião Ximenes
Lopes.
b) Até maio de 2011, dos nove casos relacionados ao Brasil encaminhados à Corte Interamericana, nenhum
teve decisão final.
c) Foi a delegação do Brasil que propôs a criação de uma Corte Interamericana de Direitos Humanos, por
ocasião da IX Conferência Internacional Americana, realizada em Bogotá, em 1948.
d) O Brasil reconheceu em dezembro de 1998 a competência jurisdicional da Corte Interamericana de
Direitos Humanos.

26. (2011/ACADEPOL/PCMG/DELEGADO) O sistema internacional de proteção dos direitos humanos


pode apresentar diferentes âmbitos de aplicação, daí po- der se falar de sistemas global e regional. O
instrumento de maior importância no sistema interamericano é a Con- venção Americana de Direitos
Humanos, também deno- minada Pacto de San José da Costa Rica que
a) foi assinada em San José, Costa Rica, em 1969, tendo como Estados-membros todos os países das
Américas do Norte, Central e do Sul, que queiram participar.
b) substancialmente reconhece e assegura um catálogo de direitos civis, políticos, econômicos, sociais e
culturais, garantindo-lhes a plena realização.
c) exige dos governantes dos Estados signatários estritamente obrigações de natureza negativas, como por
exemplo o dever de não torturar um indivíduo.
d) em face dos direitos constantes no texto, cada Estado-parte deve respeitar e assegurar o livre e pleno
exercício desses direitos e liberdades, sem qualquer discriminação.

27. (2011/ACADEPOL/PCMG/DELEGADO) O sistema internacional de proteção dos direitos humanos


apresenta, no âmbito de aplicação, um sistema global e um sistema regional. Segundo entende a doutrina,
esses dois sistemas não são incompatíveis, são ambos úteis e complementares. Todas as assertivas abaixo
corroboram com esse entendimento, EXCETO:
a) Cada um dos sistemas de proteção apresenta um aparato jurídico próprio.
b) O sistema interamericano tem como principal instru- mento a Convenção Interamericana de Direitos Hu-
manos de 1969.
c) Há atualmente três sistemas regionais principais: o europeu, o interamericano e o africano.
d) O sistema europeu tem como principal instrumento o Tratado da União Europeia.

28. (2011/ACADEPOL/PCMG/ESCRIVÃO) Para a proteção dos direitos humanos, o instrumento de maior


importância no sistema interamericano é a Convenção Americana de Direitos Humanos, também denomina-
da Pacto de San José da Costa Rica.
Leia as assertivas abaixo:
I. Foi esse Pacto assinado em San José, na Costa Rica, em 1969, mas somente entrou em vigor somente em
1988, com a promulgação da chamada Constituição Cidadã no Brasil.
II. Apenas Estados-membros da Organização dos Esta- dos Americanos têm o direito de aderir à Convenção
Americana, que até março de 2010 contava com 25 Estados-partes.
III. Os Estados-partes da Convenção têm deveres negativos que consistem em não violar os direitos, as
medidas necessárias para assegurar o pleno exercício dos direitos humanos internacionais são da competência
da ONU.

Marque a opção CORRETA:


a) Somente a assertiva I é incorreta.
b) As assertivas I, II e III estão corretas.
c) As assertivas I, II e III estão incorretas.
d) Somente a assertiva II está correta.

7
www.prolabore.com.br
DIREITOS HUMANOS
Augusto Vieira

29. (2008/ACADEPOL/PCMG/PERITO) O Direito Internacional dos Direitos Humanos tem o papel de


resguardar o valor da dignidade humana concebida como fundamento dos direitos humanos. Os primeiros
marcos do processo de internacionalização dos direitos humanos são o Direito Humanitário, a Liga das
Nações e a Organização Internacional do Trabalho.
Podemos concluir, então, que, no processo de internacionalização dos direitos humanos, NÃO ocorreu a
necessidade de
a) permitir o advento dos direitos humanos com questão de legítimo interesse internacional.
b) redefinir o âmbito e o alcance do tradicional conceito de soberania estatal.
c) redefinir o status do indivíduo no cenário internacional, tornando-o verdadeiro sujeito de Direito
Internacional.
d) aumentar a autonomia aos Estados nacionais para o emprego de violência no âmbito internacional.

30. (2008/ACADEPOL/PCMG/PERITO) A Comissão Interamericana de Direitos Humanos alcança todos


os Estados-partes da Convenção Americana em relação aos direitos humanos nela consagrados. A principal
função da Comissão Interamericana é promover a observância e a proteção dos direitos humanos na América.
Para tanto, cabe à Comissão:
a) adotar, em substituição aos governos, medidas adequadas à proteção desses direitos.
b) financiar estudos e a elaboração de documentos que se fizerem necessários.
c) solicitar aos governos informações concernentes à efetiva aplicação da Convenção.
d) apreciar o relatório anual da Assembléia Geral da OEA - Organização dos Estados Americanos.

31. (2006/ACADEPOL/PCMG/DELEGADO) A ideologia liberal demonstra-se individualista, baseada na


busca dos interesses individuais. Como decorrência da ideologia liberal, todos os Direitos Humanos
relacionados abaixo são classificados como direitos individuais, EXCETO:
a) a liberdade de consciência e de crença. c) direito à propriedade privada.
b) a proteção à maternidade e à infância. d) a liberdade de comércio e de indústria.

32. (2013/ACADEPOL/PCMG/MÉDICO LEGISTA) Analise as seguintes afirmativas, identificando-as


com V ou F, conforme sejam verdadeiras ou falsas:
( ) Qualquer país membro da ONU pode ser denunciado perante o Comitê de Direi- tos Humanos por violar
direitos civis ou políticos.
( ) O direito à vida, liberdade, propriedade, igualdade e segurança são considerados direitos de cunho
negativo, uma vez que dirigidos a uma abstenção por parte do Estado.
( ) Não podem alistar-se como eleitores os estrangeiros e, durante o período do serviço militar obrigatório, os
conscritos.
( ) A Convenção para a Prevenção e Repressão do Crime de Genocídio de 1948 e o Protocolo sobre o Estatuto
dos Refugiados de 1966 compõem o sistema global de proteção aos Direitos Humanos.

A sequência CORRETA, de cima para baixo, é:


a) V, V, V, V. c) F, V, V, V.
b) V, F, V, F. d) F, V, V, F.

33. (2013/ACADEPOL/PCMG/TÉCNICO) Podem ser considerados avanços da política brasileira na arena


internacional de proteção dos direitos humanos, EXCETO:
a) A assinatura do Protocolo Facultativo à Convenção contra a Tortura.
b) A ratificação do Estatuto de Roma, que criou o Tribunal Penal Internacional.
c) A ratificação do Protocolo Facultativo ao Pacto Internacional dos Direitos Econômicos, Sociais e Culturais.
d) A ratificação do Protocolo Facultativo à Convenção sobre a Eliminação de todas as formas de
Discriminação contra a Mulher.

GABARITO:

01. A 02. A 03. A 04. B 05. C 06. A 07. B 08. B 09. D 10. C
11. D 12. D 13. B 14. C 15. C 16. C 17. D 18. A 19. C 20. A
21. A 22. A 23. B 24. C 25. B 26. D 27. D 28. D 29. D 30. C
31. B 32. C 33. C

www.prolabore.com.br 8