Você está na página 1de 36

PLANO ESTRATÉGICO INSTITUCIONAL

PROGRAMA 
AVANÇAR
2º CICLO (2019-2023)
PLANO ESTRATÉGICO INSTITUCIONAL

PROGRAMA 
AVANÇAR
2º CICLO (2019-2023)
POLÍCIA CIVIL DO DISTRITO FEDERAL
PCDF

Robson Cândido da Silva Diretor-Geral da Polícia Civil


Benito Augusto Galiani Tiezzi Diretor-Geral Adjunto da Polícia Civil

Anderson Jorge Damasceno Espindola Corregedor-Geral de Polícia


Glaucia Cristina da Silva Diretora da Escola Superior de Polícia Civil

Silvério Antônio Moita de Andrade Diretor do Departamento de Administração Geral


Guilherme Lorentz Blank Diretor do Departamento de Atividades Especiais

Saulo Ribeiro Lopes Diretor do Departamento de Gestão da Informação

Fernando Cesar Lima de Souza Diretor do Departamento de Gestão de Pessoas


Jeferson Lisboa Gimenez Diretor do Departamento de Polícia Circunscricional
Victor Dan de Alencar Alves Diretor do Departamento de Polícia Especializada
Raimundo Cleverlande Alves de Melo Diretor do Departamento de Polícia Técnica

ELABORAÇÃO
ASSESSORIA DE GESTÃO ESTRATÉGICA (AGE)
José Werick de Carvalho - Chefe

Daniela Aquino Melo de Oliveira - Coordenação


Raphael Felipe de Sousa
Margareth Ribeiro Assis

FOTOS
Rafael O. M. Muffato
POLÍCIA CIVIL DO
DISTRITO FEDERAL

PORTARIA DE APROVAÇÃO
DO PLANO ESTRATÉGICO
PORTARIA Nº 81, de 03 de julho de 2019.

Aprova o Plano Estratégico da Polícia Civil do Distrito Federal para o período de 2019-2023.
 
O DIRETOR-GERAL DA POLÍCIA CIVIL DO DISTRITO FEDERAL, no uso de suas atribuições legais contidas no
artigo 5º, inciso I, da Lei Distrital nº 837, de 28 de dezembro de 1994, e tendo em vista o disposto no artigo
102, incisos I, IV, e X do Regimento Interno da Polícia Civil, aprovado pelo Decreto Distrital nº 30.490, de 22
de junho de 2009, e,
CONSIDERANDO a necessidade de aperfeiçoar a gestão pública e buscar a excelência na qualidade dos
serviços prestados aos cidadãos;
CONSIDERANDO a necessidade de revisar, aprimorar e atualizar o referencial estratégico com ações,
projetos, planos, indicadores e diretrizes que consolidem a gestão por resultados;
CONSIDERANDO a necessidade de padronizar a prática organizacional para a gestão norteada pela
transparência, eficiência, eficácia e efetividade;
CONSIDERANDO a necessidade de fortalecer a unidade entre os servidores como instrumento de conjugar,
direcionar e alcançar os objetivos institucionais;
CONSIDERANDO a validação da proposta do Plano Estratégico Institucional da Polícia Civil do Distrito
Federal através do Processo SEI nº 00052-00008411/2019-29 e o lançamento oficial em Julho de 2019, 
RESOLVE:
 
 CAPÍTULO I
DAS DISPOSIÇÕES GERAIS
Art. 1º Fica aprovado o Plano Estratégico Institucional da Polícia Civil do Distrito Federal, que será
denominado Programa Avançar – 2º Ciclo (2019-2023).
Art. 2º As regras dispostas nesta Portaria constituem as diretrizes estratégicas que nortearão a Polícia Civil
do Distrito Federal no período de 2019 a 2023.
Art. 3º O Programa Avançar – 2º Ciclo (2019-2023) orientará os programas, projetos, ações, atividades,
indicadores e metas de gestão, assim como a elaboração dos demais planos e a identificação de
oportunidades de inovação da Polícia Civil do Distrito Federal.
Art. 4º Compete à Unidade de Planejamento e Gestão Estratégica a implementação, apoio metodológico e
coordenação das atividades de planejamento e gestão estratégica da PCDF, bem como as demais ações
vinculadas a esta Portaria, contando com a colaboração das unidades e gestores envolvidos.

CAPÍTULO II
DO PLANO
Art. 5º A identidade institucional em que se baseia o Plano Estratégico da PCDF, representada graficamente
em seu Mapa Estratégico, é constituída pelos seguintes componentes:
I - missão: Proporcionar Segurança pública com excelência na elucidação de infrações penais, no
desempenho da função de polícia judiciária e na promoção da cidadania;
II - visão: Consolidar a credibilidade institucional firmando-se como organização policial de referência;
III - valores: Ética, legalidade, urbanidade, proatividade, resiliência, transparência, justiça social e cidadania;
IV – onze objetivos estratégicos (OE).
PROGRAMA AVANÇAR PCDF
2º CICLO
Art. 6º Os objetivos estratégicos da PCDF estão distribuídos em quatro perspectivas:
Perspectiva I - Gestão
a) Aprimorar a Governança com foco na Gestão de resultados;
b) Assegurar assertividade orçamentária e financeira.
Perspectiva II - Estrutura
a) Aprimorar o uso da tecnologia da informação e comunicação;
b) Garantir a modernização institucional.
Perspectiva III - Servidor
a) Desenvolver equipe de alta performance;
b) Assegurar a valorização do servidor;
Perspectiva IV - Resultado
a) Fomentar a redução da criminalidade;
b) Elucidar infrações com efetividade;
c) Maximizar a satisfação do cidadão;
d) Fortalecer a Imagem Institucional;
e) Exercer com excelência as funções de polícia judiciária.
 
CAPÍTULO III
DO ACOMPANHAMENTO DOS RESULTADOS
Art. 7º Os resultados e as iniciativas decorrentes do Programa Avançar – 2º Ciclo (2019-2023) serão
monitorados com o fim de identificar e antecipar estratégias e necessidades institucionais, bem como
avaliar o desempenho da PCDF.
Art. 8º Fica instituída a figura de Gestor Responsável, Chefe da Unidade de Planejamento e Gestão
Estratégica, que deve promover as ações necessárias para o correto monitoramento dos indicadores da
PCDF.
Art. 9º O Diretor-Geral promoverá, mensalmente, Reuniões de Avaliação da Estratégica (RAE) com os
diretores de Departamento e indicará substituto em seus impedimentos.
Parágrafo único. Para subsidiar estas reuniões, os reportes de indicadores e projetos deverão ser
encaminhados pelos Departamentos à Unidade de Planejamento e Gestão Estratégica até o quinto dia útil
de cada mês.
Art. 10. Será realizado um balanço no final de cada exercício, com a apresentação dos resultados de todas
as áreas da PCDF, oportunidade em que serão homenageadas as Unidades que alcançarem o melhor
desempenho.
 
CAPÍTULO IV
DAS DISPOSIÇÕES FINAIS
Art. 11. O Programa Avançar – 2º Ciclo (2019-2023) passará por avaliação e revisão anual, sendo o Gabinete
do Diretor-Geral responsável, com o apoio da Unidade de Planejamento e Gestão Estratégica, o responsável
pela sua discussão e validação, com apresentação das alterações ao Comitê Interno de Governança e
Gestão, juntamente com os resultados e lançamento das novas metas.
Art. 12. Compete ao Diretor-Geral de Polícia Civil do Distrito Federal dirimir as dúvidas suscitadas na
aplicação do disposto nesta Portaria e adotar medidas junto às unidades da Polícia Civil, com vistas à
execução do plano estratégico.
Art. 13. A Unidade de Controle Interno – UCI deverá apoiar a implementação e assegurar o cumprimento do
plano estratégico.
Art. 14. Este plano deverá ter ampla divulgação, sendo o Mapa Estratégico o documento oficial para
divulgação externa.
Art. 15. Este plano, bem como eventuais alterações, deverão ser publicadas no sítio eletrônico da PCDF. Os
resultados e iniciativas desenvolvidas serão apresentados anualmente no Relatório Integrado de Gestão da
Polícia Civil do Distrito Federal.
Art. 16. Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.
 
ROBSON CÂNDIDO DA SILVA
POLÍCIA CIVIL DO
DISTRITO FEDERAL

SUMÁRIO

APRESENTAÇÃO....................................................................................................09

A POLÍCIA CIVIL DO DISTRITO FEDERAL...........................................................10

HISTÓRICO DO PLANEJAMENTO NA PCDF .....................................................11

MODELO ADOTADO PARA FORMULAÇÃO DO PLANO ESTRATÉGICO.......12

IDENTIDADE ESTRATÉGICA ................................................................................13

DIAGNÓSTICO INSTITUCIONAL ........................................................................14

MATRIZ SWOT.......................................................................................................15

ALINHAMENTOS...................................................................................................16

OBJETIVOS ESTRATÉGICOS E PERSPECTIVAS...................................................17

MAPA ESTRATÉGICO ...........................................................................................20

INDICADORES E METAS.......................................................................................22

DETALHAMENTO ESTRATÉGICO........................................................................29

INICIATIVAS ESTRATÉGICAS ...............................................................................31

COLABORADORES ...............................................................................................34
PROGRAMA AVANÇAR PCDF
PÁGINA 09
2º CICLO

APRESENTAÇÃO

Atento às recentes mudanças no cenário da segurança pública e


compreendendo a relevância do Planejamento Estratégico
PRINCIPAIS FATORES
Institucional como instrumento de gestão, o Diretor-Geral da Polícia
CONSIDERADOS Civil do Distrito Federal - PCDF, Robson Cândido da Silva, determinou
a revisão do plano vigente nos primeiros meses de 2019. O trabalho
Apresentação simples de revisão foi realizado entre os meses de março e maio de 2019,
sob a coordenação da Assessoria de Gestão Estratégica (AGE) e com
e objetiva facilitando a a participação de todos os Departamentos e Assessorias.
comunicação interna;
O plano estratégico anterior, Programa Avançar, contemplava o
Recorrentes intervalo de 2014-2020 e todo seu conteúdo foi consultado para esta
revisão e continuará sendo observado nos próximos passos, quando
descontinuidades e do desdobramento da estratégia para os demais níveis. Assim, foi
realizada uma atualização incremental da estratégia institucional.
necessidade de foco
Para tais alterações foram considerados fatores relevantes:
no curto e médio

prazo;
A maturidade organizacional no setor público acerca do tema
Necessidade de “Planejamento Estratégico” ainda é embrionária. Diante desse
contexto foi indispensável traduzir a estratégia em algo simples
congruência do plano e objetivo. A máxima "a simplicidade é o último grau de
sofisticação" (Leonardo da Vinci) pautou esta renovação;
com novas Os órgãos do Poder Executivo sofrem recorrente
descontinuidade em seus comandos e atividades, havendo a
regulamentações e necessidade de enfatizar o curto e médio prazo. Em um plano
estratégico com vigência reduzida, torna compulsória sua revisão
agendas.
e atualização em conjunto com o Plano Plurianual;
Necessária conexão do plano com novas regulamentações e
agendas, como é o caso dos Objetivos do Desenvolvimento
Sustentável e Lei do Sistema Único de Segurança Pública (Susp).

Desta forma, apresentamos o Plano Estratégico da Polícia Civil do


Distrito Federal, Programa Avançar - 2º Ciclo (2019-2023). Com um
modelo mais compreensivo e pragmático, pretendemos promover
uma melhor administração, com foco na gestão por resultados.
PROGRAMA AVANÇAR PCDF
PÁGINA 10
2º CICLO

A POLÍCIA CIVIL DO DISTRITO FEDERAL

Em 1902, o então Presidente da República, Rodrigues Alves, reformou o serviço policial da


capital federal, que à época era o Rio de Janeiro/RJ, denominando-o Polícia Civil do Distrito
Federal. No decorrer do governo Vargas (1930-1945) a Polícia Civil do Distrito Federal foi
transformada em Departamento Federal de Segurança Pública – DFSP, que no governo
Juscelino Kubitschek, com a mudança da Capital Federal para o DF, transferiu sua sede do
Rio de Janeiro para Brasília e incorporou servidores da Guarda Especial de Brasília – GEB.

Durante o governo Castelo Branco, em 1964, o DFSP foi reorganizado, sendo acrescida à
sua estrutura a Polícia do Distrito Federal, que contava com a Divisão de Polícia Judiciária –
DPJ. Em 1965, foram promovidas alterações adicionais, em especial a implantação do
Regime Jurídico dos Policiais Civis da União e do Distrito Federal, iniciando a era
contemporânea da Polícia Civil do Distrito Federal.

Em 2002, na gestão do presidente Fernando Henrique Cardoso, foi instituído, por meio da
Lei nº 10.633, o Fundo Constitucional do Distrito Federal, com a finalidade da União prover
os recursos necessários à organização e manutenção, dentre outros, da Polícia Civil do
Distrito Federal, conforme disposto no inciso XIV do Art. 21 da Constituição Federal. Na
prática, a obrigação que a Constituição impôs de organizar e manter a Polícia Civil do
Distrito Federal é limitada, pois a administração desse órgão é de responsabilidade do
Governo do Distrito Federal.

A Polícia Civil do Distrito Federal, que é dirigida por delegado de polícia de carreira, possui
a incumbência, ressalvada a competência da união, de exercer as funções de polícia
judiciária e a apuração de infrações penais, exceto as militares, conforme estabelecido na
Constituição Federal.
PROGRAMA AVANÇAR PCDF
PÁGINA 11
2º CICLO

HISTÓRICO DO
PLANEJAMENTO NA PCDF
EVOLUÇÃO DO O primeiro Plano Estratégico da Polícia Civil do Distrito Federal
PLANEJAMENTO foi confeccionado em 2006, com vigência de 2006 - 2009. Foi
desenvolvido por um grupo de servidores da PCDF submetidos
NA PCDF ao Curso de Atualização em Planejamento Estratégico, fruto de
uma parceria da Secretaria de Estado de Segurança Pública e
Defesa com a Secretaria Nacional de Segurança Pública do
Ministério da Justiça. Neste plano foram identificadas a Missão,
1º Plano a Visão e os Valores institucionais, bem como foi realizada a
Estratégico 2006 análise de ambientes, definição de diretrizes, de objetivos e de
da PCDF estratégias. Não foram consolidados dados a respeito do
monitoramento desse plano.

Em 2013 foi construído um modelo de gestão estratégica,


denominado Programa Avançar e para essa construção foi
contratada consultoria da Fundação Dom Cabral que definiu este
trabalho em seu relatório final, como um modelo abrangente e
complexo o suficiente para instrumentalizar a PCDF, com
metodologias e ferramentas para gerir, orientar, monitorar e
Programa avaliar sistematicamente seus programas, projetos, ações e
Avançar 1º 2013 resultados. Este programa foi definido para o prazo de seis anos,
Ciclo período de 2014 – 2020, e contemplou todos os níveis
organizacionais.

Agora em 2019, revisamos este trabalho e temos pela frente


uma tarefa audaciosa, de não só estabelecer um plano coerente
e compreensível, mas principalmente algo instigante o suficiente
para angariar o compromisso dos profissionais de toda a Polícia
Civil do Distrito Federal.

Programa Num contexto de crise econômica nacional sem precedentes,


Avançar 2º 2019 considerando a evolução dos índices criminais, bem como
Ciclo
alterações no ordenamento jurídico brasileiro que impactam
negativamente o enfrentamento à violência, torna-se premente a
utilização de metodologias e ferramentas de gestão que

Where we are
oportunizem a elevação do desempenho com efetividade nas
ações e melhor uso dos recursos públicos.

TODAY
Com planejamento e dedicação pretendemos promover
segurança pública com excelência apoiando a redução da
criminalidade.
PROGRAMA AVANÇAR PCDF
PÁGINA 12
2º CICLO

MODELO ADOTADO PARA


FORMULAÇÃO DO PLANO ESTRATÉGICO

Na tentativa de eliminar lacunas entre o plano estratégico e a execução operacional, este


trabalho foi realizado em estágios e com adaptações ao preconizado pela metodologia
Balanced Scorecard (BSC).

Estágio 1: Nesta primeira fase foi realizado o desenvolvimento da estratégia.


Definição da identidade estratégica, com as declarações de Missão, Visão e Valores.
Diagnóstico institucional, com revisão e análise dos ambientes internos e externos,
sintetizando este resultado na matriz SWOT, bem como análise dos Stakeholders.
Busca junto aos Departamentos dos seus problemas, dificuldades e possíveis riscos.
Identificação de perspectivas, objetivos e batalhas institucionais.

Estágio 2: Nesta segunda fase realizou-se a tradução da estratégia.


Elaboração do mapa estratégico com uma apresentação mais amigável e intuitiva.
Definição de indicadores para mensurar o alcance dos objetivos.
Desdobramento dos Objetivos em estratégias indispensáveis para seus alcances.
Definição de diretrizes e portfólio de iniciativas correlacionadas às estratégias.

Estágio 3: Momento de comunicar a estratégia à instituição.


Normatização do plano estratégico.
Comunicação interna formal do plano, com reuniões setoriais, publicação de vídeos
e material impresso.

Próximo Estágio: Monitoramento e controle


O próximo estágio gira em torno do monitoramento e controle da execução do plano em
nível estratégico, tornado as Reuniões de Avaliação da Estratégia – RAEs, um hábito.
Também deverão ser elaborados painéis que facilitem a interpretação das informações e
indicadores, apoiando o processo decisório.
PROGRAMA AVANÇAR PCDF
PÁGINA 13
2º CICLO

IDENTIDADE
ESTRATÉGICA

IDENTIDADE
As declarações de Missão, Visão e Valores traduzem a identidade DA PCDF
estratégica da instituição. Sua definição é o primeiro passo para o
planejamento estratégico, pois traduzem as diretrizes institucionais e
direcionam os resultados a serem alcançados. MISSÃO
Proporcionar
segurança pública
com excelência na
elucidação de
Missão: esta declaração define a razão de ser da instituição. infrações penais, no
Reflete o nosso propósito fundamental, sobretudo o que oferecemos desempenho da
aos cidadãos. Permite responder à pergunta: Para que a Polícia Civil função de polícia
do Distrito Federal existe? judiciária
e na promoção da
cidadania

VISÃO
Visão: nesta declaração foi definido o objetivo institucional a
médio e longo prazo. Responde à pergunta: como queremos ser Consolidar a
vistos? credibilidade
A Polícia Civil do DF enfrenta grandes adversidades, padecendo institucional
com o baixo efetivo e com o aumento das demandas. Esta dicotomia firmando-se como
interfere na percepção de confiança sobre a real eficiência da polícia organização
judiciária.  policial de
referência

Valores: prescrevem nossas atitudes e comportamentos. VALORES


Refletem o que é realmente importante para os servidores como Ética,
instituição e alicerçam a cultura do órgão. Legalidade,
Nos planos anteriores, bem como na Lei Orgânica do Distrito Transparência,
Federal, outros valores foram destacados, como honestidade, Urbanidade,
profissionalismo, moralidade e impessoalidade, que neste plano foram Proatividade,
compreendidos como princípios da ética e então agregados. A Resiliência,
urbanidade passou a fazer parte dos valores, ressaltando a Justiça Social e
necessidade de atenção à dignidade humana. Cidadania
PROGRAMA AVANÇAR PCDF
PÁGINA 14
2º CICLO

DIAGNÓSTICO
INSTITUCIONAL
O diagnóstico institucional visa o autoconhecimento da instituição e também a análise do
contexto em que ela se insere. Partindo do planejamento anterior, foram revisadas as análises
dos seguintes fatores:

Ambiente interno
Forças e recursos institucionais que precisam ser melhor desenvolvidos para que possam
impactar positivamente a execução do plano estratégico. Para esta análise foi utilizado
o processo de brainstorming (tempestade de ideias), que é uma dinâmica de grupo onde
as pessoas sugerem qualquer pensamento ou ideia que vier à mente com um
julgamento posterior, permitindo a criatividade.

Ambiente externo
Identificação dos fatores que podem afetar direta ou indiretamente a instituição. Para
este processo foi utilizada a ferramenta PESTAL, acrônimo que abrange a análise das
variáveis Política, Econômica, Social, Tecnológica, Ambiental e Legal.

Stakeholders
Identificação, qualificação e avaliação dos grupos de pessoas que se relacionam de
alguma forma com a instituição, permitindo o mapeamento de potenciais colaboradores.

Com estes insumos e atualizações, consolidamos as análises estratégicas em uma Matriz


SWOT, que é uma ferramenta de planejamento simples e intuitiva. SWOT é uma sigla que
sintetiza as variáveis: Strengths, Weaknesses, Oportunities e Threats, que significam
respectivamente, forças, fraquezas, oportunidades e ameaças. As duas primeiras estão
relacionadas ao ambiente interno e as duas últimas ao ambiente externo à instituição.

Dessa forma, permitiu-se montar de forma esquemática uma tabela de quatro


quadrantes, nos quais foram expostas as forças, fraquezas, oportunidades e ameaças
relacionadas à PCDF. O foco da nova SWOT é trabalharmos com tópicos expressivos e
que atentem em destacar as principais vantagens, desvantagens, incrementos e riscos
institucionais.
PROGRAMA AVANÇAR PCDF
PÁGINA 15
2º CICLO
MATRIZ SWOT
PROGRAMA AVANÇAR PCDF
PÁGINA 16
2º CICLO

ALINHAMENTOS

Em 2015, representantes dos 193 Estados membros


da ONU, incluindo o Brasil, comprometeram-se a
tomar medidas ousadas e transformadoras para a
promoção do desenvolvimento sustentável, que
visa atender as necessidades da geração atual sem
comprometer as futuras. Esse compromisso
materializou-se na Agenda 2030, onde estão
definidos 17 Objetivos de Desenvolvimento
Sustentável, suas metas e métricas. Em 2016 o
Distrito Federal aderiu à esta agenda, tornando
necessária a atenção para esta pauta. Veja mais no
site https://ods.ibge.gov.br/

Foram estabelecidas regulamentações no âmbito da Administração


Pública federal direta, as quais temos que observar tendo em vista
nossa hibridez legislativa. Ademais, foi publicada a Lei nº 13.675/2018
disciplinando a organização e o funcionamento dos órgãos
responsáveis pela segurança pública nacional, criando a Política
Nacional de Segurança Pública e Defesa Social - PNSPDS, bem como
instituindo o Sistema Único de Segurança Pública- Susp.

Em 1998 foi criado o Conselho Nacional de Chefes de Polícia


Civil - CONCPC, composto pelos chefes das polícias Civis de
todos os Estados do Brasil e do Distrito Federal. Com reuniões
periódicas, as decisões do CONCPC são consubstanciadas em
resoluções e tem caráter orientativo para as Polícias Civis.

O Governo do Distrito Federal definiu o


Planejamento Estratégico do Estado até seu
centenário (2019-2060), identificando
prioridades e políticas públicas para os anos
que virão. Por estarmos inseridos neste
contexto, foram realizadas alterações que
contemplem os direcionamentos
governamentais. Veja mais no site
http://www.gestao.df.gov.br/pedf.php
PROGRAMA AVANÇAR PCDF
PÁGINA 17
2º CICLO

OBJETIVOS ESTRATÉGICOS
E PERSPECTIVAS

Com base nas declarações de identidade estratégica e no diagnóstico institucional, foram


definidos 11 objetivos estratégicos. Os objetivos esclarecem, em palavras, os principais
anseios e batalhas que, se vencidas, nos permitirá alcançar nossa declaração de visão.

Posteriormente, os objetivos foram agrupados em eixos, também chamados de


perspectivas, de acordo com suas correlações. Foram definidos os 4 principais eixos de
atuação: GESTÃO, ESTRUTURA, SERVIDOR e RESULTADO.

EIXOS DE ATUAÇÃO

GESTÃO ESTRUTURA SERVIDOR RESULTADO

Aprimorar a Aprimorar o Desenvolver Fomentar a redução da


Governança com uso da Equipe de alta criminalidade
foco na Gestão Tecnologia da performance Elucidar infrações penais
por Resultados Informação e Assegurar a com efetividade
Assegurar Comunicação Valorização do Maximizar a satisfação do
Assertividade Garantir a servidor cidadão
orçamentária e Modernização Fortalecer a imagem
financeira institucional institucional
Exercer com excelência as
funções de polícia judiciária
PROGRAMA AVANÇAR PCDF
PÁGINA 18
2º CICLO

PERSPECTIVA GESTÃO

OBJETIVO: APRIMORAR A GOVERNANÇA COM FOCO NA GESTÃO POR RESULTADOS


Definir mecanismos de liderança, estratégia e controle para avaliar, direcionar e
monitorar a gestão, com vistas à condução de ações e à prestação de serviços de
interesse da sociedade, enfatizando os objetivos institucionais e a gestão por resultados.

OBJETIVO: ASSEGURAR ASSERTIVIDADE ORÇAMENTÁRIA E FINANCEIRA


Em concordância com o planejamento institucional, consumir de forma integral e
responsável os recursos captados e disponibilizados, garantindo eficiência, eficácia e
efetividade nas contratações, aquisições e investimentos.

PERSPECTIVA ESTRUTURA

OBJETIVO: APRIMORAR O USO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO


Desenvolver as ferramentas necessárias para que o acesso às informações ocorra de
forma ampla e segura.

OBJETIVO: GARANTIR A MODERNIZAÇÃO INSTITUCIONAL


Adotar política voltada à promoção contínua de melhorias nas instalações físicas, nos
instrumentos de trabalho e demais ferramentas de suporte ao desenvolvimento da
missão institucional.

PERSPECTIVA SERVIDOR

OBJETIVO: DESENVOLVER EQUIPE DE ALTA PERFORMANCE


Desenvolver uma equipe altamente qualificada e voltada a resultados.

OBJETIVO: ASSEGURAR A VALORIZAÇÃO DO SERVIDOR


Criar mecanismos de reconhecimento dos profissionais, juntamente com a promoção
de um ambiente motivacional favorável ao desenvolvimento de suas atribuições.
PROGRAMA AVANÇAR PCDF
PÁGINA 19
2º CICLO

PERSPECTIVA RESULTADO

OBJETIVO: FOMENTAR A REDUÇÃO DA CRIMINALIDADE


Contribuir para a redução dos índices de criminalidade e de reincidência por meio da
prevenção, controle, recuperação de bens e do fluxo financeiro ilícitos.

OBJETIVO: ELUCIDAR INFRAÇÕES PENAIS COM EFETIVIDADE

Elucidar crimes e atos infracionais de forma técnica e célere, atuando proativamente


na identificação de grupos criminosos.

OBJETIVO: MAXIMIZAR A SATISFAÇÃO DO CIDADÃO


Desempenho da missão institucional de forma a elevar o índice de satisfação do
cidadão com melhoria no atendimento e eficiência do serviço prestado.

OBJETIVO: FORTALECER A IMAGEM INSTITUCIONAL


Aumentar a credibilidade institucional, possibilitando tal constatação por todos os
segmentos da sociedade e órgãos governamentais.

OBJETIVO: EXERCER COM EXCELÊNCIA AS FUNÇÕES DE POLÍCIA JUDICIÁRIA


Cumprir mandados judiciais com celeridade e eficácia, alcançando o máximo de
eficiência na atividade de polícia judiciária.
PROGRAMA AVANÇAR PCDF
PÁGINA 20
2º CICLO

MAPA
ESTRATÉGICO

Um dos princípios do mapa estratégico é sintetizar em uma única página a estratégia da


instituição de forma clara e objetiva. Pensando nisso, adotou-se um layout mais
compreensível e de fácil comunicação.

O formato de pirâmide facilita o fluxo de leitura de baixo para cima e deixa clara a
relação alicerce e projeção. Na base estão os valores institucionais que alicerçam todos
os demais elementos. Na sequência estão os 4 eixos de atuação e seus objetivos
estratégicos correlatos. No topo do mapa estão a missão e finalmente onde queremos
chegar, nossa visão de futuro.
PROGRAMA AVANÇAR PCDF
PÁGINA 21
2º CICLO
MAPA ESTRATÉGICO DA PCDF
PROGRAMA AVANÇAR PCDF
PÁGINA 22
2º CICLO

INDICADORES E METAS
Os objetivos esclarecem, em palavras, as principais batalhas, mas como saber se os
objetivos estão sendo alcançados? A fim de tornarmos os objetivos mais factíveis e
significativos, precisamos atribuir indicadores específicos para medir seus alcances.

O interesse na mensuração como meio para induzir melhorias de desempenho baseia-


se na máxima "o que não se mede não se gerencia". O monitoramento de indicadores
possibilita a assertiva gestão por resultados e não apenas gestão por entregas.

Alguns dos indicadores definidos são oriundos dos alinhamentos e regulamentações


externas e outros são variáveis críticas que precisam ser monitoradas, controladas e
corrigidas tempestivamente pela alta gestão.

Por fim, foram definidas metas para estes indicadores, que é o que se pretende atingir.
Algumas metas são gerais e qualitativas, outras são específicas e quantitativas.

PERSPECTIVA GESTÃO

OBJETIVO: APRIMORAR A GOVERNANÇA COM FOCO NA GESTÃO POR RESULTADOS

Indicadores de resultado:
Índice Integrado de Governança e Gestão Pública (IGG) – mede a situação
da governança e gestão realizada no órgão. Esse indicador já é monitorado e seu
resultado disponibilizado pelo Tribunal de Contas da União, passando a ser
exigido no âmbito do Governo do Distrito Federal, conforme Decreto nº
39.736/2019.
Meta: Aprimorar os mecanismos de governança e gestão institucional,
incrementando em 4% ao ano este índice, com base na média de acréscimo
dos últimos anos.

Índice de Transparência Ativa – mede o grau de cumprimento da Lei de


Acesso à Informação. Este indicador já é monitorado e seu resultado
disponibilizado pelo Governo do Distrito Federal, com base na Instrução
Normativa nº 02/2015 da Controladoria-Geral do DF.
Meta: Manter a nota máxima de 100% em transparência ativa, oportunizando
novas premiações como o acontecido em 2018.
PROGRAMA AVANÇAR PCDF
PÁGINA 23
2º CICLO

OBJETIVO: ASSEGURAR ASSERTIVIDADE ORÇAMENTÁRIA E FINANCEIRA

Indicador de resultado:
Índice de assertividade orçamentária – mede o percentual do orçamento que
foi executado.
Meta: Executar integralmente o orçamento disponível à PCDF em consonância
com as prioridades estratégicas definidas.

PERSPECTIVA ESTRUTURA

OBJETIVO: APRIMORAR O USO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO

Indicador de resultado:
Índice de execução do PDTIC – mede o percentual de ações executadas dentro
do Plano Diretor de Tecnologia de Informação e Comunicação da PCDF.
Meta: Cumprir o Plano Diretor conforme estabelecido e priorizado,
executando integralmente as ações anuais previstas.

OBJETIVO: GARANTIR A MODERNIZAÇÃO INSTITUCIONAL


Indicadores de resultado:

Taxa de execução do Plano Anual de Manutenção: mede o percentual de


execução das reformas e ajustes nas instalações físicas previamente planejados
e priorizados.
Meta: Cumprir o Plano conforme estabelecido e priorizado, executando
integralmente as ações anuais previstas.

Taxa de execução do Plano Anual e Contratações (PAC): mede o percentual


efetivado das contratações de bens e serviços, inclusive obras, serviços de
engenharia e contratações de soluções de tecnologia da informação e
comunicação. PAC disposto na Instrução Normativa nº 01/2019 do Ministério da
Economia.
Meta: Cumprir o Plano conforme estabelecido e priorizado, executando
integralmente as ações anuais previstas, evitando contratações emergenciais.
PROGRAMA AVANÇAR PCDF
PÁGINA 24
2º CICLO

PERSPECTIVA SERVIDOR

OBJETIVO: DESENVOLVER EQUIPE DE ALTA PERFORMANCE

Indicadores de resultado:
Taxa de ocupação do Quadro de Lotação Policial (QLP) – mede o percentual
dos cargos ocupados para o funcionamento regular de todas as unidades da
PCDF, considerando o número total de cargos existentes em Lei.
Meta:Consolidar o mapeamento destes cargos e concluir processos seletivos
para aumento do efetivo policial, evitando o fechamento de unidades e
paralisação de serviços.

Número de desligamentos previstos – apresenta o número de servidores com


possibilidade de desligamento permanente do órgão dentro do ano vigente.
Meta: Não se pretende diminuir este número, pois são aposentadoria e com
a futura reforma da previdência este número naturalmente será reduzido.
Entretanto, esta é uma variável crítica que deve ser monitorada para que
haja um planejamento prévio de recomposição.

Taxa de servidores recapacitados no Plano de Capacitação Continuada –


mede o percentual de servidores que foram submetidos a algum curso do
Plano de Capacitação Continuada junto à Escola Superior de Polícia Civil.
Meta: Reduzir o intervalo de tempo em que os servidores retornam a Escola
Superior de Polícia para se atualizarem.

OBJETIVO: ASSEGURAR A VALORIZAÇÃO DO SERVIDOR


Indicadores de resultado:
Taxa de absenteísmo por motivo de saúde – mede o percentual de servidores
que se ausentaram de suas atividades por qualquer motivo de saúde, bem
como o tempo de ausência.
Meta: Reduzir significativamente o número de adoecimentos e tempo de
ausência ao trabalho, por meio da identificação de unidades com número
elevado de problemas, principais causas, novas práticas para tratamento,
dentre outros.

Índice de clima organizacional – realizado através de pesquisa, mede a


satisfação dos servidores a respeito de diferentes aspectos institucionais.
Meta: Resgatar o orgulho de ser policial e a satisfação dos servidores em
fazer parte do corpo de profissionais da Polícia Civil do Distrito Federal.
PROGRAMA AVANÇAR PCDF
PÁGINA 25
2º CICLO

PERSPECTIVA RESULTADO

OBJETIVO: FOMENTAR A REDUÇÃO DA CRIMINALIDADE


Indicadores de resultado:
Recuperação de ativos de origem ilícita – apresenta dados relacionados aos
itens e montantes recuperados oriundo de prática criminosa. Este indicador está
alinhado aos ODS - Objetivo 16 - meta global 16.4.
Meta: Reduzir significativamente os fluxos financeiros, reforçar a recuperação e
devolução de recursos roubados e combater todas as formas de crime
organizado (texto ODS adaptado).

Número de vítimas de CVLI – mede o número de vítimas de Crimes Violentos


Letais Intencionais (CVLI): homicídio, feminicídio, latrocínio e lesão corporal
seguida de morte. Este indicador está alinhado aos Objetivos do Desenvolvimento
Sustentável - Objetivo 16 - indicador 16.1.1. Também está relacionado ao Plano
Estratégico do DF 2019/2060.
Meta: Elevar a resolução de crimes, impactando positivamente na redução de
8% o número de CVLI, conforme estabelecido no Planejamento Estratégico do
Distrito Federal 2019-2060.

Número de vítimas de crimes contra a liberdade sexual – mede o número


de vítimas de estupro, estupro de vulneráveis e importunação sexual. Também
está relacionado ao Plano Estratégico do DF 2019/2060.
Meta: Elevar a resolução de crimes e promover ações de prevenção e apoio às
vítimas, impactando positivamente na redução de 10% o número de crimes de
violência contra a mulher, conforme estabelecido no Planejamento Estratégico
do Distrito Federal 2019-2060.

Número de Crimes Contra o Patrimônio (CCP) – mede o número de registros de


roubo a transeunte, roubo de veículo, roubo em transporte coletivo, roubo em
comércio, roubo em residência e furto em veículo. Também está relacionado ao
Plano Estratégico do DF 2019/2060.
Meta: Elevar a resolução de crimes, impactando positivamente na redução de
16% o número de CCP, conforme estabelecido no Planejamento Estratégico do
Distrito Federal 2019-2060.
PROGRAMA AVANÇAR PCDF
PÁGINA 26
2º CICLO

OBJETIVO: ELUCIDAR INFRAÇÕES PENAIS COM EFETIVIDADE


Indicadores de resultado:
Índice de elucidação das investigações – mede o percentual de
procedimentos elucidados remetidos ao Poder Judiciário. Este indicador
foi definido pelo Conselho Nacional dos Chefes de Polícia Civil do Brasil
(CONCPC), publicado na Resolução nº 6/2018.
Meta: Tornar-se a Polícia Civil do Brasil com a maior taxa de elucidação de
crimes.

Taxa de conclusão – mede a relação de procedimentos elucidados e


ocorrências registradas. Este indicador foi definido pelo CONCPC, Resolução nº
6/2018 e também está relacionado ao Art. 12 da Lei nº 13.675/2018 que institui
o Sistema Único de Segurança Pública (Susp).
Meta: Tornar-se a Polícia Civil do Brasil com a maior taxa de conclusão de
procedimentos.

Taxa de denúncias oferecidas – mede o percentual de procedimentos


remetidos ao Ministério Público que resultaram em denúncia. Apesar de não ser
um indicador gerenciável pela PCDF, passou a compor este portfólio por se
tratar de informação importante e estratégica para a qualificação dos
procedimentos.
Meta: Meta preliminar de viabilizar este monitoramento, possibilitando a
futura análise dos dados, favorecendo a realização de ajustes e melhoria dos
procedimentos relatados.

Taxa de laudos conclusivos – mede o percentual dos laudos periciais que


resultaram em produção qualificada das provas relevantes à instrução criminal.
Este indicador foi definido no Art. 12 da Lei nº 13.675/2018 que instituiu
o Sistema Único de Segurança Pública (Susp).
Meta: Aumentar o percentual de laudos que auxiliam a resolução de crimes.

OBJETIVO: MAXIMIZAR A SATISFAÇÃO DO CIDADÃO


Indicadores de resultado:
Índice de satisfação do cidadão – mede a satisfação do cidadão com o
atendimento prestados nas unidades da PCDF. Calculado por meio de pesquisa
pós atendimento.
Meta: operacionalizar a pesquisa, estabelecendo preliminarmente linha de
base e posterior identificação das principais necessidades de ajuste.
PROGRAMA AVANÇAR PCDF
PÁGINA 27
2º CICLO

OBJETIVO: FORTALECER A IMAGEM INSTITUCIONAL

Indicadores de resultado:
Taxa de notícias positivas – mede o percentual de notícias publicadas onde a
Polícia Civil teve uma citação favorável.
Meta: Manter em 84% o percentual de notícias onde a Polícia Civil do DF é
citada positivamente, rastreando os temas negativos em busca de medidas que
mitiguem estas questões.

Número de reclamações na ouvidoria – mede o montante de reclamações


sobre a atuação dos servidores, qualidade dos atendimentos e serviços
disponíveis.
Meta: Reduzir drasticamente o número de queixas, trabalhando as causas das
reclamações e atendendo de forma oportuna as demandas de caráter coletivo.

Taxa de atendimento às recomendações de auditoria – mede o percentual de


recomendações emitidas pelos órgãos de controle que foram devidamente
atendidas dentro do período estabelecido.
Meta: Responder e atender 100% das recomendações dos órgãos de controle
externo dentro do prazo definido.

Taxa de execução do Plano de Logística Sustentável (PLS) - mede o percentual


de execução dos itens previstos no plano. O Decreto nº 7.746/2012 regulamentou
e estipulou prazo para a publicação do plano em todos os órgãos e entidades da
Administração Pública federal direta.
Meta: Executar integralmente as ações previstas para o ano.

OBJETIVO: EXERCER COM EXCELÊNCIA AS FUNÇÕES DE POLÍCIA JUDICIÁRIA


Indicadores de resultado:

Taxa de recuperação dos produtos de crime – mede o percentual de produtos


subtraídos que foram recuperados. Este indicador foi definido no Art. 12 da Lei nº
13.675/2018 que instituiu o Sistema Único de Segurança Pública (Susp).
Meta: Fomentar o foco investigativo na recuperação de produtos obtidos por
meio ilícito e não só na identificação e prisão de autores.

Taxa de cumprimento de mandados dos condenados a reclusão – mede o


percentual de mandados desta natureza cumpridos no mês. Este indicador foi
definido no Art. 12 da Lei nº 13.675/2018 que instituiu o Sistema Único de
Segurança Pública (Susp).
Meta: Tornar célere e tempestiva a identificação de novos mandados,
viabilizando o cumprimento integral dos mandados desta natureza.
PROGRAMA AVANÇAR PCDF
PÁGINA 28
2º CICLO
INDICADORES DE RESULTADO
PROGRAMA AVANÇAR PCDF
PÁGINA 29
2º CICLO

DETALHAMENTO
ESTRATÉGICO

Este modelo foi criado para facilitar a comunicação interna, visando clareza na
dentificação dos meios indispensáveis ao alcance dos objetivos institucionais.

No primeiro nível estão apresentados os Objetivos Estratégicos numerados de 1 a 11 e


abaixo de cada um deles estão as estratégias correspondentes. Estas estratégias não são
as ações e iniciativas, e sim os temas e pontos de atenção relacionados a cada um dos
objetivos. Alguns temas impactam mais de um objetivo, não havendo necessidade de
repeti-los, pois já estão contemplados e serão observados nos diversos segmentos.

Ressalta-se que algumas ameaças identificadas na matriz SWOT serão trabalhadas em


temas específicos e outras serão mitigadas por meio das Relações Institucionais, que
apesar de vinculada ao objetivo "Fortalecer a imagem institucional", permeia interesses
relacionados aos demais objetivos.

Com esta ferramenta será possível identificar temas não trabalhados, o orçamento
destinado a cada um deles e os esforços correlatos. Essa ferramenta também irá auxiliar
na organização de reuniões temáticas por objetivo estratégico.
PROGRAMA AVANÇAR PCDF
PÁGINA 30
2º CICLO
DETALHAMENTO ESTRATÉGICO 
PROGRAMA AVANÇAR PCDF
PÁGINA 31
2º CICLO

INICIATIVAS
ESTRATÉGICAS
Os indicadores apresentam as métricas de alcance dos objetivos, já as iniciativas são as
ações que deverão impactar estas métricas. Utilizando o documento "detalhamento
estratégico", serão implementadas iniciativas, ações e projetos para cada um dos temas
definidos, possibilitando um controle mais direcionado.

As principais iniciativas já foram definidas pela alta gestão e o portfólio completo será
apresentado no Relatório Anual de Gestão. Todas elas deverão estar alinhadas às seguintes
diretrizes definidas como fundamentais para o sucesso da estratégia.

Transparência Aperfeiçoar as ferramentas que garantem o direito de acesso


à informação.

Controle Instituir mecanismos de controle que garantam a prevenção


interno de erros, fraudes e desperdício dos recursos públicos.

Ouvidoria e Aprimorar os procedimentos de correição, permitindo sua


Aprimorar a Correição otimização sem a perda de efetividade e legalidade.
Governança Atualizar e consolidar o plano estratégico institucional como
com Foco na Planejamento instrumento norteador da gestão.
Gestão por
Resultados Gestão de Avaliar e realizar ajustes necessários nos processos internos,
Processos tornando-os padronizados, sustentáveis e efetivos.

Disseminar o conhecimento, habilidades e ferramentas para


Gestão de Projetos
planejar, executar e melhor monitorar os projetos.

Normatizações Organizar e elaborar atos observando a técnica legislativa

Qualidade dos Aperfeiçoar os procedimentos policiais formais.


Procedimentos
Modernização das técnicas Buscar técnicas inovadoras que apoiem as investigações, em
de Investigação especial as novas modalidades criminosas.

Elucidar Gerenciar as provas como elemento determinante do


Gestão da prova
Infrações sistema processual penal.
Penais com
Efetividade Inteligência Produzir conhecimento que possibilite a geração de provas
Policial e apoie as investigações.

Estudo dos Sombreamentos Otimizar a força de trabalho evitando retrabalhos e


de Competência enfrentamentos de apuração.

Gestão de acordos e Atrair e estabelecer parcerias que apoie o desempenho da


parcerias missão institucional.
PROGRAMA AVANÇAR PCDF
PÁGINA 32
2º CICLO

Governança e Gestão de Direcionar os recursos de TIC às prioridades institucionais,


TIC promovendo a melhoria continuada deste segmento.

Aprimorar o Serviços de TIC Disponibilizar os recursos tecnológicos de forma regular.


uso da
Tecnologia da Segurança da Proteger as informações institucionais, bem como o valor
Informação e Informação que possuem.
Comunicação
Gestão da Adquirir, realizar a custódia e dispor as informações
Informação relevantes ao negócio institucional de maneira assertiva.

Serviços Digitais Disponibilizar serviços com tecnologia de dados digital.

Segurança Estabelecer planos e medidas de proteção à organização e


orgânica a seus servidores.

Gestão Controlar os ativos institucionais de maneira sustentável.


Patrimonial
Garantir a Gestão de Administrar de forma correta e eficaz todas as variáveis
Modernização Contratos envolvidas nas contratações para o órgão.
Institucional
Gestão de Administrar de forma correta e eficaz todas as variáveis
Compras envolvidas nas aquisições para o órgão.

Gestão de Obras e Administrar de forma correta e eficaz todas as variáveis


Infraestrutura envolvidas nas obras em realização e previstas.

Política de Regulamentar a movimentação dos servidores, observando


Remoção critérios normativos e o bem do serviço público.

Recomposição Realizar gestão com vista à manutenção da recomposição


Salarial salarial da categoria.
Assegurar a
Assistência à Promover projetos que assistam os servidores em seus
valorização
Saúde adoecimentos.
do Servidor
Clima Garantir ambiente saudável para o desenvolvimento das
Organizacional atividades e que promova a integração dos servidores.

Gestão por Competência Definir critérios para a ocupação de cargos de gestão, bem
e Meritocracia como avaliar os desempenhos e resultados individuais.
Identificar e reter os conhecimentos disponíveis,
Gestão do
Desenvolver oportunizando seu melhor aproveitamento, difusão e
Conhecimento
Equipe de perpetuação.
Alta Fortalecimento de Promover a ampliação dos conhecimentos, habilidades
Performance Competências e práticas dos servidores.
PROGRAMA AVANÇAR PCDF
PÁGINA 33
2º CICLO

Processo Garantir periodicidade necessária e processo condizente às


Seletivo necessidades institucionais.
Desenvolver
uma Equipe Abono de Realizar a gestão mais proveitosa dos servidores que estão
de Alta Permanência em condições de se desligar
Performance Quadro de Lotação
Gerir continuamente a necessidade de efetivo.
Policial

Aproximação Polícia e Promover ações que oportunizem maior contato com as


Comunidade comunidades e solução de seus problemas.

Comunicação Aprimorar fluxo de comunicação interna e externa,


Fortalecer a interna e externa difundindo de forma mais eficaz as informações corporativas
Imagem
Institucional Sustentabilidade Fomentar as melhores práticas de desenvolvimento e
ambiental consumo sustentável e possibilitar sua execução.

Relações Fortalecer a assessoria institucional com vistas à defesa


Institucionais dos interesses do órgão

Cumprimento de Garantir o cumprimento de mandados de forma oportuna,


Exercer com Mandados segura e efetiva.
Excelência as
Trabalho Fomentar a execução dos trabalhos de maneira transversal
Funções de
Integrado entre as unidades, bem como com outros órgãos externos.
Polícia
Judiciária Técnicas Aprimorar e difundir as melhores técnicas operacionais
Operacionais para o desempenho das atividades policiais.
Executar corretamente os orçamentos oriundos de emendas
Captação de Recursos parlamentares e convênios, bem como buscar novas
Assegurar oportunidades.
Assertividade Redução de Custos
Tornar os custos institucionais mais sustentáveis.
Orçamentária Administrativos
e Financeira
Alinhamento Planejamento Garantir que o orçamento disponível esteja alinhado às
x Orçamento definições estratégicas do órgão.

Programa de Desenvolver projetos de prevenção à criminalidade e


Apoiar a Prevenção mecanismos de proteção às vítimas.
Redução
Fomentardaa
Criminalidade Monitoramento e Controle regionalizado e contínuo das práticas criminosas,
Redução da
Controle possibilitando a intervenção tempestiva.
Criminalidade
Fomentar a recuperação de ativos de origem ilícita como
Recuperação de Ativos de estratégia primordial para combater as causas e efeitos do
origem ilícita crime organizado.

Qualidade no Prestar atendimentos norteado pelo princípio da


Maximizar a Atendimento urbanidade.
Satisfação do
Cidadão Produtos e serviços Disponibilizar produtos e serviços que facilitem e atendam
Diferenciados efetivamente às demandas da sociedade.
PROGRAMA AVANÇAR PCDF
PÁGINA 34
2º CICLO

COLABORADORES
DIREÇÃO GERAL DA POLÍCIA CIVIL DEPARTAMENTO DE POLÍCIA CIRCUNSCRICIONAL
Robson Cândido da Silva - Diretor Geral Jeferson Lisboa Gimenes - Diretor
Benito Augusto Galiani Tiezzi - Diretor Geral Adjunto Joás Rosa De Souza
Fábio Luiz De Farias
CORREGEDORIA GERAL DE POLÍCIA Cláudio Yassuo Ota
Anderson Jorge Damasceno Espindola - Corregedor Geral Eduardo De Freitas Da Silva
Waldeck Fachinelli Cavalcante - Chefe do Controle Interno
DEPARTAMENTO DE POLÍCIA ESPECIALIZADA
ESCOLA SUPERIOR DE POLÍCIA CIVIL Victor Dan de Alencar Alves - Diretor
Glaucia Cristina da Silva - Diretora Nilton J. De Oliveira Júnior
Marcelo Zago Gomes Ferreira Débora De Albuquerque Couto
Reinaldo Lobo
Yuri Santana DEPARTAMENTO DE POLÍCIA TÉCNICA
Wesley Bomfim Raimundo Cleverlande Alves de Melo - Diretor
Robinson Pereira Valadão
DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO GERAL Cyntia Gioconda Honorato Nascimento Caamaño
Silvério Antônio Moita De Andrade - Diretor
Baltazar de Deus Pereira ASSESSORIA DE GESTÃO ESTRATÉGICA
Márcio Marquez de Freitas José Werick de Carvalho
Érika Borges Moura do Amaral Daniela Aquino Melo de Oliveira
Raphael Felipe de Sousa
DEPARTAMENTO DE ATIVIDADES ESPECIAIS Margareth Ribeiro Assis
Guilherme Lorentz Blank - Diretor
Gustavo Farias Gomes ASSESSORIA DA DIREÇÃO GERAL
Felipe Teixeira Gabriel Sergio Henrique de Araujo Moraes - Chefe

DEPARTAMENTO DE GESTÃO DA INFORMAÇÃO ASSESSORIA INSTITUCIONAL


Saulo Ribeiro Lopes - Diretor Kleber Luiz da Silva Júnior
Ana Carolina Litran Andrade Anie Rampon Barretto
Charles Fernando Alves Thiago Frederico de Souza Costa
Leila Mara Martins
Márcia Aparecida Alves DIVISÃO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL
José Fernando Grana Lúcio Fagner Chagas Valente - Diretor
Josafá Leite Ribeiro
Oswaldo Gilson Victorino Silva
Ademar Júlio Do Carmo Silva

DEPARTAMENTO DE GESTÃO DE PESSOAS


Fernando Cesar Lima de Souza - Diretor
POLÍCIA CIVIL DO DISTRITO FEDERAL
DIREÇÃO GERAL DA POLÍCIA CIVIL
ASSESSORIA DE GESTÃO ESTRATÉGICA