Você está na página 1de 6

LISTA DE GENÉTICA: PRIMEIRA E SEGUNDA LEI DE MENDEL

PROF: NICK BUCK

1. (Unesp 2002) Analise a genealogia, que apresenta indivíduos afetados por uma doença recessiva e indivíduos
normais.

a) Quais os indivíduos representados na genealogia que são obrigatoriamente heterozigotos?

b) Qual a probabilidade de o casal formado pelos indivíduos II2 e II3 ter mais dois filhos, sendo ambos do sexo
masculino e afetados?

2. (Unicamp 2003) Considere duas linhagens homozigotas de plantas, uma com caule longo e frutos ovais e outra
com caule curto e frutos redondos. Os genes para comprimento do caule e forma do fruto segregam-se
independentemente. O alelo que determina caule longo é dominante, assim como o alelo para fruto redondo.
a) De que forma podem ser obtidas plantas com caule curto e frutos ovais a partir das linhagens originais? Explique
indicando o(s) cruzamento(s). Utilize as letras A, a para comprimento do caule e B, b para forma dos frutos.
b) Em que proporção essas plantas de caule curto e frutos ovais serão obtidas?

3. (Unicamp 2004) A anemia falciforme é caracterizada por hemácias em forma de foice, em função da produção de
moléculas anormais de hemoglobina, incapazes de transportar o gás oxigênio. Indivíduos com anemia falciforme
são homozigotos (SS) e morrem na infância. Os heterozigotos (Ss) apresentam forma atenuada da anemia. Na
África, onde a malária é endêmica, os indivíduos heterozigotos para anemia falciforme são resistentes à malária.
a) Explique o que é esperado para a frequência do gene S em presença da malária. E em ausência da malária?
b) Qual é a explicação para o fato dos heterozigotos para anemia serem resistentes à malária?

4. (Unicamp 2004) A herança da cor do olho na espécie humana geralmente é representada simplificadamente como
um par de alelos, A (dominante, determinando cor castanha) e a (recessivo, determinando cor azul). Baseando-se
nessa explicação, analise as afirmações abaixo, proferidas por casais em relação à cor dos olhos de seu bebê,
verificando se elas têm fundamento. Justifique sua resposta.
a) Afirmação de um casal de olhos azuis: "nosso bebê poderá ter olhos castanhos porque as avós têm olhos
castanhos".
b) Afirmação de um casal de olhos castanhos: "nosso bebê poderá ter olhos azuis porque o avô paterno tem olhos
azuis".

5. (Unicamp 2005) Gatos Manx são heterozigotos para uma mutação que resulta na ausência de cauda (ou cauda
muito curta), presença de pernas traseiras grandes e um andar diferente dos outros. O cruzamento de dois gatos
Manx produziu dois gatinhos Manx para cada gatinho normal de cauda longa (2:1), em vez de três para um (3:1),
como seria esperado pela genética mendeliana.
a) Qual a explicação para esse resultado?
b) Dê os genótipos dos parentais e dos descendentes. (Utilize as letras B e b para as suas respostas).

6. (Unesp 2005) Suponha que você tenha em seu jardim exemplares da mesma espécie de ervilha utilizada por
Mendel em seus experimentos. Alguns desses exemplares produzem
sementes lisas e outros, sementes rugosas. Sabendo que a característica "lisa" das sementes da ervilha é
determinada por um alelo dominante L, portanto por genótipos LL ou Ll e, sabendo ainda, que as flores são
hermafroditas e que sementes produzidas por autofecundação são viáveis,
a) planeje um cruzamento experimental entre flores de exemplares diferentes que lhe permita determinar se uma
planta que produz sementes lisas é homozigota ou heterozigota para esse caráter.
b) No caso de ocorrer autofecundação em uma planta que produz sementes lisas e é heterozigota, qual seria a
proporção esperada de descendentes com sementes rugosas?

7. (Unesp 2007) O diagrama representa o padrão de herança de uma doença genética que afeta uma determinada
espécie de animal silvestre, observado a partir de cruzamentos controlados realizados em cativeiro.

A partir da análise da ocorrência da doença entre os indivíduos nascidos dos diferentes cruzamentos, foram feitas
as afirmações seguintes.

I. Trata-se de uma doença autossômica recessiva.


II. Os indivíduos I-1 e I-3 são obrigatoriamente homozigotos dominantes.
III. Não há nenhuma possibilidade de que um filhote nascido do cruzamento entre os indivíduos II-5 e II-6 apresente
a doença.
IV. O indivíduo III-1 só deve ser cruzado com o indivíduo II-5, uma vez que são nulas as possibilidades de que
desse cruzamento resulte um filhote que apresente a doença.
É verdadeiro o que se afirma em
a) I, apenas.
b) II e III, apenas.
c) I, II e III, apenas.
d) I e IV, apenas.
e) III e IV, apenas.

8. (Pucpr 2008) Observe a genealogia a seguir:

Sabendo-se que a polidactilia é uma anomalia dominante e que o homem 4 casou-se com uma mulher polidáctila
filha de mãe normal, a probabilidade desse último casal ter um filho homem e polidáctilo é:
a) 1/16 b) 1/2 c) 1/32 d) 1/4 e) 1/8

9. (Ufpr 2008) Os seres vivos são acometidos por várias doenças, que podem ter diversas origens. A exostose
múltipla é uma anomalia que se caracteriza por lesões nos ossos e ocorre tanto em seres humanos quanto em
cavalos. Segundo os pesquisadores que a estudaram, é determinada por um gene autossômico dominante.
Considere um macho afetado, filho de uma fêmea normal, que seja cruzado com uma fêmea também normal. A
probabilidade desse cruzamento produzir um descendente (macho ou fêmea) normal é de:
a) 100% b) 75% c) 50% d) 25% e) 0%
10. Sabe-se que a acondroplasia é um tipo de nanismo, no qual o alelo D, que a condiciona, é letal recessivo. Sabe-
se, também, que a hipertricose auricular (cabelos na orelha) é um fenótipo restrito ao sexo masculino. Podemos
afirmar corretamente que a razão fenotípica, na qual aparecem anãs sem cabelos na orelha, filhas de um casal de
anões acondroplásicos, cujo pai é portador da hipertricose auricular é de:
a) 3/16 b) 3/12 c) 8/12 d) zero

11. Na espécie humana existem várias características cuja herança provém de um par de alelos com relação de
dominância completa. Na forma do lobo da orelha o alelo dominante é responsável pelo lobo solto e o alelo
recessivo pelo lobo preso. A capacidade de enrolar a língua também é determinada por um par de alelos situados
em outros cromossomos autossômicos, onde o alelo dominante determina essa capacidade. A probabilidade de
nascer um descendente com o lobo da orelha preso e a capacidade de enrolar a língua de um casal onde ambos
são heterozigotos para as duas características é:
a) 12/16 b) 9/16 c) 4/16 d) 3/16 e) 1/16

12. (Ufscar 2008) Suponha uma espécie de planta cujas flores possam ser brancas ou vermelhas. A determinação
genética da coloração é dada por um gene, cujo alelo que determina a cor vermelha é dominante sobre o alelo que
determina a cor branca. Um geneticista quer saber se um representante dessa espécie de planta, que produz flores
vermelhas, é homozigótico ou heterozigótico para esse caráter. Para resolver a questão, decide promover a
polinização dessa planta com outra que produza flores brancas porque,
a) se a planta for homozigótica, 100% da descendência será de plantas que produzem flores vermelhas.
b) se a planta for heterozigótica, 75% da descendência será de plantas que produzem flores vermelhas e 25% de
descendentes com flores brancas.
c) se a planta for homozigótica, 50% da descendência será de plantas com flores brancas e 50% de descendentes
com flores vermelhas.
d) se a planta for heterozigótica, 100% da descendência será de plantas que produzem flores brancas.
e) se a planta for homozigótica, 75% da descendência será de plantas com flores vermelhas e 25% de
descendentes com flores brancas.

13. (Ufms 2008) A melanina é um pigmento escuro da pele (caráter dominante) que apresenta importante função de
proteção contra raios solares. A incapacidade do organismo de produzir essa substância causa o albinismo (caráter
recessivo). Os símbolos escuros representam os indivíduos albinos. Os círculos representam os indivíduos do sexo
feminino, e os quadrados, os indivíduos do sexo masculino. Considere as representações: AA = homozigoto
dominante; Aa = heterozigoto; aa = homozigoto recessivo.
Analise o heredograma a seguir, onde os números representam os casais 1, 2 e 3, e assinale a(s) proposição(ões)
correta(s).

01) O homem do casal 1 apresenta genótipo homozigoto dominante (AA).


02) A mulher do casal 3 apresenta genótipo heterozigoto (Aa).
04) A mulher do casal 1 apresenta genótipo heterozigoto (Aa).
08) O homem do casal 3 apresenta genótipo homozigoto recessivo (aa).
16) O homem do casal 2 apresenta genótipo heterozigoto (Aa).
32) O filho do casal 3 apresenta genótipo homozigoto dominante (AA).

14. (Ufrgs 2008) Em gatos, a cor da pelagem preta é dominante em relação à cinza. Uma fêmea preta, chamada Filó,
tem mãe preta homozigota e pai preto, chamado Bigode. A mãe de Bigode é cinza. Se Filó cruzar com um gato
cinza, a probabilidade de nascer um descendente cinza é de
a) 1/8. b) 1/4. c) 1/3. d) 1/2. e) 3/4.

15. (Unicamp 2009) Um reality show americano mostra seis membros da família Roloff, na qual cada um dos pais
sofre de um tipo diferente de nanismo. Matt, o pai, tem displasia distrófica, doença autossômica recessiva (dd).
Amy, a mãe, tem acondroplasia, doença autossômica dominante (A_), a forma mais comum de nanismo, que ocorre
em um de cada 15.000 recém-nascidos. Matt e Amy têm quatro filhos: Jeremy, Zachary, Molly e Jacob.
a) Jeremy e Zachary são gêmeos, porém apenas Zachary sofre do mesmo problema que a mãe. Qual a
probabilidade de Amy e Matt terem outro filho ou filha com acondroplasia? Qual a probabilidade de o casal ter filho
ou filha com displasia distrófica? Explique.
b) Os outros dois filhos, Molly e Jacob, não apresentam nanismo. Se eles se casarem com pessoas normais
homozigotas, qual a probabilidade de eles terem filhos distróficos? E com acondroplasia? Dê o genótipo dos filhos.

16. (Fuvest 2010) Numa espécie de planta, a cor das flores é determinada por um par de alelos. Plantas de flores
vermelhas cruzadas com plantas de flores brancas produzem plantas de flores cor-de-rosa.
Do cruzamento entre plantas de flores cor-de-rosa, resultam plantas com flores
a) das três cores, em igual proporção.
b) das três cores, prevalecendo as cor-de-rosa.
c) das três cores, prevalecendo as vermelhas.
d) somente cor-de-rosa.
e) somente vermelhas e brancas, em igual proporção.

17. (Ufmg 2010) Em aconselhamentos genéticos, um dos recursos utilizados é a elaboração de heredogramas, como
este:

É INCORRETO afirmar que a análise de heredogramas pode


a) determinar o provável padrão de herança de uma doença.
b) ilustrar as relações entre os membros de uma família.
c) prever a frequência de uma doença genética em uma população.
d) relatar, de maneira simplificada, histórias familiares.

18. (Fatec 2010) Observe o heredograma a seguir que representa indivíduos albinos (afetados) e com pigmentação
normal (normais).

Hélio e Maria vão se casar.


A chance de que o casal tenha uma filha albina, considerando que Maria é filha de pais heterozigotos, é
1 1
a) zero b) 1 . c) . d) . e) 1 .
12 8 6 4

19. Na época em que Mendel escreveu suas leis, ainda não eram conhecidos os cromossomos e o fenômeno da
meiose. No entanto, ele postulou algumas ideias básicas que sugeriam as etapas da divisão celular. Suas
conclusões foram mais tarde transformadas por outros pesquisadores na 1ª Lei de Mendel. Sobre as afirmações e o
sucesso de Mendel em suas pesquisas, assinale o que for correto.
01) Mendel concluiu que cada caráter hereditário é condicionado por dois fatores que se separam na formação dos
gametas, indo apenas um fator para cada gameta.
02) A 1a Lei de Mendel, também conhecida como "Lei da pureza dos gametas", postula que os gametas têm um só
gene, sendo, portanto, sempre puros.
04) O sucesso de sua pesquisa deveu-se a algumas particularidades do método que usava: a escolha do material e
a escolha de características contrastantes. Ao contrário de outros pesquisadores que tentavam sem sucesso
entender a herança em bloco, isto é, considerando todas as características ao mesmo tempo, ele estudava uma
característica de cada vez.
08) Segundo Mendel, os genes não se misturam após a fecundação, eles permanecem lado a lado,
independentemente de se manifestarem ou não.
20. (Ufrgs 2010) Assinale a alternativa que preenche corretamente as lacunas do texto a seguir, na ordem em que
aparecem.

A famosa proporção 9:3:3:1 relacionada à Segunda Lei de Mendel refere-se à proporção ...................................
esperada da .......................... de dois indivíduos heterozigóticos quanto a dois pares de genes (AaBb) localizados
em..................... de cromossomos.
a) fenotípica - F2 - diferentes pares

b) fenotípica - Fl - diferentes pares

c) fenotípica - F2 - um mesmo par

d) genotípica - Fl - um mesmo par

e) genotípica - F2 - diferentes pares

21. No homem, a acondroplasia é uma anomalia genética, autossômica dominante, caracterizada por um tipo de
nanismo em que a cabeça e o tronco são normais, mas os braços e as pernas são curtos. A letalidade dessa
anomalia é causada por um gene dominante em dose dupla. Dessa forma, na descendência de um casal
acondroplásico, a proporção fenotípica esperada em F1 é
a) 100% anões.
b) 100% normais.
c) 33,3% anões e 66,7% normais.
d) 46,7% anões e 53,3% normais.
e) 66,7% anões e 33,3% normais.

22. (Enem cancelado 2009) Anemia Falciforme é uma das doenças hereditárias mais prevalentes no Brasil, sobretudo
nas regiões que receberam maciços contingentes de escravos africanos. É uma alteração genética, caracterizada
por um tipo de hemoglobina mutante designada por hemoglobina S. Indivíduos com essa doença apresentam
eritrócitos com formato de foice, daí o seu nome. Se uma pessoa recebe um gene do pai e outro da mãe para
produzir a hemoglobina S ela nasce com um par de genes SS e assim terá a Anemia Falciforme. Se receber de um
dos pais o gene para hemoblobina S e do outro o gene para hemoglobina A ela não terá doença, apenas o Traço
Falciforme (AS), e não precisará de tratamento especializado. Entretanto, deverá saber que se vier a ter filhos com
uma pessoa que também herdou o traço, eles poderão desenvolver a doença.

Disponível em: http://www.opas.org.br. Acesso em: 02 mai. 2009 (adaptado).

Dois casais, ambos membros heterozigotos do tipo AS para o gene da hemoglobina, querem ter um filho cada.
Dado que um casal é composto por pessoas negras e o outro por pessoas brancas, a probabilidade de ambos os
casais terem filhos (um para cada casal) com Anemia Falciforme é igual a
a) 5,05%. b) 6,25%. c) 10,25%. d) 18,05%. e) 25,00%.

23. (Cesgranrio 2010) Apesar de suas utilidades como agente bacteriostático, o cobre pode ser tóxico, quando em
excesso. Na Doença de Wilson, há um defeito no metabolismo desse elemento, fazendo com que se acumule em
determinados tecidos. São vários os sintomas dessa doença, entre eles, problemas neurológicos e hepáticos, sendo
estes últimos tão graves que podem requerer um transplante de fígado. A Doença de Wilson é caracterizada por
mutações no gene ATP7B. No esquema a seguir, encontra-se a representação da hereditariedade da doença.

Os indivíduos representados em cinza possuem o gene, porém não manifestam a doença, enquanto que o branco
apresenta a Doença de Wilson. O indivíduo preto não possui o gene mutado.
Trata-se, portanto, de uma herança do tipo
a) ligada ao sexo.
b) semidominância.
c) epistasia recessiva.
d) autossômica recessiva.
e) autossômica dominante.

24. Considere os seguintes cruzamentos entre humanos:

Com base nesses cruzamentos, é correto afirmar que a anomalia presente nos indivíduos assinalados em preto é
causada:
a) por um gene autossômico dominante.
b) por um gene dominante ligado ao cromossomo X.
c) por um gene autossômico recessivo.
d) pela ação de um par de genes recessivos ligados ao cromossomo Y.
e) pela ação de dois pares de genes dominantes com interação epistática.

25. (Uerj 2011) A doença de von Willebrand, que atinge cerca de 3% da população mundial, tem causa hereditária,
de natureza autossômica dominante. Essa doença se caracteriza pela diminuição ou disfunção da proteína
conhecida como fator von Willebrand, o que provoca quadros de hemorragia.

O esquema abaixo mostra o heredograma de uma família que registra alguns casos dessa doença.

Admita que os indivíduos 3 e 4 casem com pessoas que não apresentam a doença de Von Willebrand.As
probabilidades percentuais de que seus filhos apresentem a doença são, respectivamente, de:
a) 50 e 0 b) 25 e 25 c) 70 e 30 d) 100 e 50

26. Maria possui a anomalia genética autossômica recessiva chamada galactosemia. Indivíduos galactosêmicos
apresentam, entre outras manifestações, a incapacidade de degradar a lactose existente no leite. Maria casou-se
com João, homem normal, cujo pai era galactosêmico.
Este casal teve dois filhos do sexo masculino e normais. Maria está grávida da terceira criança e quer saber qual a
probabilidade desta criança ser do sexo feminino e ter a galactosemia.
Assinale a alternativa correta.
a) 1/2 b) 1/8 c) 1/4 d) 3/8 e) 3/4

27. Para responder à questão, considere as quatro premissas a seguir.


- Genes transmitidos por cromossomos diferentes.
- Genes com expressão fenotípica independente.
- Modo de herança com dominância.
- Padrão de bialelismo.
Um cruzamento diíbrido entre dois indivíduos duplo heterozigotos teria como resultado a proporção fenotípica de
a) 1:2:1. b) 1:2:2:1. c) 1:3:3:1. d) 3:9:3. e) 9:3:3:1.