Você está na página 1de 9

CÁPITULO 5

MODELOS DE QUADRO DE ÁREAS, DE VAGAS DE ESTACIONAMENTO E


DE USO E OCUPAÇÃO DO SOLO

O s modelos de quadros são apenas indicativos. O s quadros a serem


apresentados deverão indicar apenas os itens necessários ao projeto e
documento de atividade edilícia requerido.

Seção 5.A - Modelo de Quadro de Uso e Ocupação do Solo

QUADRO DE USO E OCUPAÇÃO DO SOLO

Macrozona:
Macroárea:
Z o n a de uso:
Perímetro de qualificação ambiental:
Operação Urbana Consorciada:

A r e a d o terreno E = R = M2
A r e a d e d o a ç ã o ( c a l ç a d a - a m p a r o legal) = M L
Area de doação/desapropriar (melhoramento público - amparo _
legal)
A r e a d o terreno r e m a n e s c e n t e E = R = M L
A r e a d e fruição pública = M L

Taxa de ocupação máxima da zona


A r e a de projeção máxima = M2
T a x a d e o c u p a ç ã o utilizada n o projeto =
A r e a d e p r o j e ç ã o d o projeto = M2

Coeficiente de aproveitamento básico da z o n a


Coeficiente de aproveitamento m á x i m o da z o n a
Coeficiente de aproveitamento máximo resultante da cota de
solidariedade
C o e f i c i e n t e d e a p r o v e i t a m e n t o utilizado n o projeto

A r e a c o m p u t á v e l utilizado n o projeto
Area computável excedente ao C A básico = M2
Benefícios redutores de outorga onerosa:
- D o a ç ã o d e c a l ç a d a ( a m p a r o legal) = M2
- F r u i ç ã o pública ( a m p a r o legal) = M2
A r e a c o m p u t á v e l objeto d e outorga o n e r o s a = M2

T a x a de permeabilidade mínima =
Pontuação mínima da Quota Ambiental =
T a x a d e p e r m e a b i l i d a d e a d o t a d a n o projeto =
R e d u ç ã o da taxa permeabilidade = %
Pontuação mínima da Quota Ambiental após a redução da taxa =

20
permeável
Area permeável mínima = M2
A r e a p e r m e á v e l a d o t a d a n o projeto = M2
T a x a d e p e r m e a b i l i d a d e a d o t a d a n o projeto =

A r e a m á x i m a d e b e n e f i c i o ( V I I , art. 6 2 d a L e i 1 6 . 4 0 2 / 1 6 ) - f a c h a d a _
M2
ativa
A r e a d e s t i n a d a a f a c h a d a ativa utilizada n o projeto = M2
A r e a m á x i m a d e b e n e f i c i o ( V I I I , art. 6 2 d a L e i 1 6 . 4 0 2 / 1 6 ) = M2
Area destinada a nR de 20% da área computável utilizada no _
=
M2
projeto

Area destinada a estacionamento, manobra e circulação de _


M2
veículos (Residencial)
Area destinada a estacionamento, manobra e circulação de _
M2
veículos (Não Residencial)
Total d e v a g a s cobertas (Residencial) =
Total d e v a g a s cobertas ( N ã o residencial) =
C o t a d e g a r a g e m m á x i m a permitida = 32,00 M2/vaga
Cota de garagem do empreendimento = M2/vaga

N ú m e r o mínimo de unidades habitacionais =


N ú m e r o d e u n i d a d e s h a b i t a c i o n a i s a d o t a d o n o projeto =
Número de unidades (nR) =
C o t a parte m á x i m a d e terreno por u n i d a d e =

A r e a n ã o c o m p u t á v e l (I a V I , art. 6 2 d a L e i 1 6 . 4 0 2 / 1 6 ) = M2
A r e a c o n s t r u í d a total d a e d i f i c a ç ã o = M2
Porcentagem de área não computável (I a VI, art. 6 2 da Lei _
%
16.402/16) na edificação

VOLUME DE RESERVATÓRIO PARA APROVEITAMENTO DE ÁGUAS PLUVIAIS


A r e a de cobertura impermeável (ACi) = M2
Vri = 16,00 x ACi = L
A r e a de cobertura verde ( A C v ) = M2
Vrv = 5,40 x ACv = L
Vrm = Vri + Vrv = L
V o l u m e a d o t a d o e m projeto = L
Vri: Volume mínimo de reservação para aproveitamento de águas pluviais provenientes de coberturas impermeáveis
Vrv: Volume mínimo de reservação para aproveitamento de águas pluviais provenientes de coberturas verdes
Vrm: Volume mínimo de reservação para aproveitamento de águas pluviais provenientes de coberturas mistas

VOLUME DE RESERVATÓRIO DE CONTROLE DE ESCOAMENTO SUPERFICIAL


Volume de reservação mínima obrigatório para controle de _
L
e s c o a m e n t o superficial
Volume de reservação proposto para controle de escoamento _
L
superficial
V a z ã o m á x i m a d e s a í d a d o lote = L/s
V a z ã o d e s a í d a d o lote p r o p o s t a = L/s

21
Seção 5.B - Modelo de quadro de vagas de estacionamento

QUADRO DE VAGAS DE ESTACIONAMENTO


Automóveis
Tipo Propostas
Exigidas
Cobertas Descobertas1
Automóveis
P e s s o a c o m deficiência
Motos
Bicicletas
Idosos
Táxi
Ambulância
Carga e Descarga
Propostas
Tipo Exigidas
Cobertas Descobertas1
Utilitários
Caminhão
N o t a 1: A s v a g a s d e s c o b e r t a s n ã o s e r ã o c o n s i d e r a d a s p a r a e f e i t o d a c o t a d e g a r a g e m , p o r é m são
consideradas para atendimento do número mínimo de vagas.

Seção 5.C - Modelo de quadro de lotação e escoamento

• O cálculo de lotação e capacidade de escoamento conforme Tabela 5 em


função do tipo de ocupação da edificação (Tabela 1) da N B R 9077
• Distância máxima a serem percorridas conforme Tabela 6, em função do
tipo de ocupação (Tabela 1) e características construtivas (Tabela 4) da
N B R 9077;
• Quantidade e tipo de saídas e escadas (não enclausurada - NE,
enclausurada protegida - EP, e à prova de fumaça - PF) conforme Tabela
7, em função tipo de ocupação (Tabela 1), altura da edificação (Tabela 2) e
área do pavimento da N B R 9077.

QUADRO DE LOTAÇÃO E ESCOAMENTO


(inciso I V d o § 1° d o artigo 1 7 d o COE)
Pavimentos Lotação (pessoas) E s c o a m e n t o (un. d e passagem)

TOTAL

22
Seção 5.D - Modelo de quadro de áreas para fins de outorga onerosa e classificação da unidade residencial

QUADRO DE ÁREAS PARA FINS DE OUTORGA ONEROSA


Número de Area computável Area computável Area computável Parcela do
Tipologia
unidades parcial comum total terreno
Habitação de Interesse Social
habitacional

Habitação do Mercado Popular - H M P até 50 m 2


Habitação do Mercado Popular - H M P de 51 até 70 mP
Uso

Habitação com área até 50 mP


Habitação com área de 51 até 70 m2
Habitação com área maior que 70 mP
Hospitais Públicos -
Escolas Públicas -
institucional

Demais Unidades Públicas de Saúde e Creches -


Uso

Unidades Administrativas Públicas -


Entidades Privadas de Serviço Social e de Formação Profissional
-
Vinculadas ao Sistema Sindical
Instituições de Cultura, Esporte e Lazer -
Templos Religiosos -
Entidades

oras sem
mantened

lucrativos

Hospitais e Clínicas -
fins

Universidades -
Escolas e Creches -
Equipamentos Culturais e Afins -
Hospitais -
entidad

manten
edoras
Outras

Universidades -
es

Escolas -
Equipamentos Culturais e Afins -
Atividades
Outras

Outras atividades -

TOTAL

23
QUADRO DE CLASSIFICAÇÃO DA UNIDADE RESIDENCIAL NO FATOR DE INTERESSE SOCIAL (FS)
Quantidade da unidade residencial Area computável da unidade Area não computável da unidade TOTAL
U n i d a d e final " 1 "
U n i d a d e final " 2 "
(...)
U n i d a d e final " n "

24
Seção 5.E - Modelo de quadro de áreas para licenciamento da atividade edilícia

QUADRO DE ÁREA CONSTRUÍDA - EDIFICAÇÃO NOVA


A Construir
Pavimento TOTAL
Computável Não Computável1

Subtotal
TOTAL
Nota 1: As áreas não computáveis podem ser desmembradas em mais colunas para
demonstração do atendimento a L O E , L P U O S e PDE.

25
Q U A D R O DE Á R E A C O N S T R U Í D A - R E F O R M A

Existente Regular A Construir A Demolir Subtotal A Reformar


Pavimento TOTAL
Computável N ã o Computável Computável N ã o Computável Computável N ã o Computável Computável N ã o Computável

Subtotal
TOTAL

26
Q U A D R O DE Á R E A C O N S T R U Í D A - R E G U L A R I Z A Ç Ã O

Existente Regular A Regularizar Subtotal Irregular a


Pavimento TOTAL
Demolir
Computável N ã o Computável Computável N ã o Computável Computável N ã o Computável

Subtotal
TOTAL

27
QUADRO DE ÁREA CONSTRUÍDA - REFORMA E REGULARIZAÇÃO
Irregular
A
Existente Regular A Demolir A Regularizar A Construir Subtotal a
Reformar
Pavimento TOTAL Demolir
Não Não Não Não Não
Computável Computável Computável Computável Computável
Computável Computável Computável Computável Computável

Subtotal
TOTAL

28