Você está na página 1de 5

As teorias das Construções das

"PIRÂMIDES
"O tempo resiste a tudo,mas as piramides
resistem ao tempo" (provérbio :Árabe)
Nome= NOEMI JORGE DOS SANTOS

MATÉRIA- HISTORIA ANTIGA

(As grandes pirâmides do Antigo Egito e


suas Teorias de Construção)

Existem quatro (4) teorias sobre suas contruções:

1- QUE TENHA SIDO CONTRUÍDA de dentro para fora .(mais


recente].

2- Que sua construção fora d ecima para baixo.

3-Por camadas alternadas.

4-...Em partes da direita para esquerda ,da esquerda para a


direita ,de frente para trás e de trás para frente. Dependendo
das posições que ha colocamos.

"O tempo resiste a tudo, mas as pirâmides resistem ao


tempo"

provérbio árabe.

Construídas há cerca de 4500 anos, aproximadamente entre


2650 e 2550 a.C., as pirâmides de Gisé foram feitas para três
reis da Quarta Dinastia do Egito: Quéops, Quéfren e
Miquerinos. Eles mesmos foram os arquitetos de suas próprias
pirâmides.

Heródoto, "pai da História" , viajando pelo Egito no ano de 450


a.C., conseguiu obter dos sacerdotes certos pormenores sobre
a construção dessas maravilhas e os transmitiu ao resto do
mundo. Segundo seu relato, a Grande Pirâmide, como é
chamada a de Quéops, foi construída num espaço de vinte
anos. Cem mil homens trabalhavam nessa obra durante três
meses por ano, provavelmente durante a época das cheias do
rio Nilo, quando a agricultura ficava paralisada. Foram
utilizadas mais de 2 milhões de pedras calcarias.

É provável que os grupos de trabalho fossem espontâneos. As


pessoas sentiam-se satisfeitas em colaborar com obras
consideradas divinas.

Das 7 maravilhas do mundo antigo, as pirâmides de Gisé são


as únicas que ainda permanecem inteiras, exercendo um
grande fascínio sobre a humanidade.

Quem quer que tenha visto as pirâmides uma só vez na vida -


ou mesmo quem nunca pôde vê-las de perto - fica curioso:

Como foram construídas?

Qual o conhecimento matemático que os egípcios possuíam?


Que técnicas dominavam?

Que ferramentas empregavam?

Ainda hoje existem vestígios das rampas que os egípcios


utilizavam para transportar as pedras. O mais provável, haja
visto as inúmeras teorias sobre a sua construção, é que eles
usassem uma série de pequenas rampas em torno da pirâmide,
para empurrar os blocos iniciais até uma altura de 30 metros.
Outra rampa lateral maior, apoiada em apenas uma das faces,
servia para transportar o restante das pedras até o topo.

Entre os mecanismos de que os egípcios dispunham,


constavam: a alavanca,

as roldanas, carros de arrasto e o chaduf, aparelho com que


suspendiam material de construção.

"Grande pirâmide foi feita de dentro para fora,


diz arquiteto ".

"[...] Um arquiteto francês declarou na


sexta-feira ter resolvido o mistério que há 4.500 anos cerca as
pirâmides do Egito, afirmando que elas foram construídas de
dentro para fora.

Teorias anteriores diziam que o túmulo do faraó Khufu, a


última das sete grandes maravilhas do mundo antigo que
ainda sobrevive, foi construída ou usando uma enorme rampa
frontal ou então uma rampa em formato de saca-rolhas, em
forma de espiral, em volta da parte externa da pirâmide, para
erguer as pedras.

Mas Jean-Pierre Houdin disse que tecnologia 3D avançada


mostra que a rampa principal empregada para erguer as
pedras maciças para o ápice da pirâmide estava contida entre
10 e 15 metros por baixo da camada externa da pirâmide,
fazendo uma pirâmide dentro da pirâmide.

Rampa externa
Ele acredita que uma rampa externa foi usada apenas para
construir os primeiros 43 metros e que, então, foi construída a
rampa interna para transportar os blocos até o cume da
construção, de 137 metros de altura.

A pirâmide foi construída para servir de tumba ao faraó Khufu,


também conhecido como Quéops.

A grande galeria no interior da pirâmide, outra fonte de


mistério para egiptólogos, teria sido usada para abrigar um
enorme contrapeso que teria suspendido as 60 lajes de granito
que ficam acima da Câmara Real.

"Essa teoria vai contra as duas principais teses aceitas até


hoje", disse o egiptólogo Bob Brier à agência de notícias
Reuters.

Teorias anteriores

"Faz 20 anos que as ensino, mas no fundo, sei que elas estão
erradas", admitiu o especialista.

De acordo com Houdin, uma rampa externa até o alto da


pirâmide teria tapado a vista e deixado pouco espaço para
trabalhar, enquanto uma longa rampa frontal necessitaria de
pedras demais.

Além disso, há muito poucos indícios de que jamais tenham


sido montadas rampas externas no entorno da pirâmide.

Houdin disse ainda que, usando a técnica postulada por ele, a


pirâmide pode ter sido construída por apenas 4 mil pessoas,
em vez das 100 mil calculadas por outras teorias.

O arquiteto espera reunir um grupo de especialistas para


comprovar a teoria com o auxílio de radares e outros métodos
não invasivos.
(Por Tim Hepher - Reuters, França)