Reflexões de um anjo que se tornou humano

É um dia de tristeza profunda e de uma alegria ao mesmo tempo , eu era um anjo , residia na luz briliante e amorosa , toda compaixão , gratitude infinita , total paz e tranquilidade sem medida , sem tempo e espaço , eternidade absoluta , consciencia total , por um motivo que agora como ser humano não me é permitido lembrar , cá estou neste espaço/tempo chamado de universo , mais exatamente em um planeta chamado terra . Vim para cumprir uma missão porém sem lembrete e manual anexo , tendo que descobrir por meio da minha consciencia , ( reduzida a um misero frangalho chamado cerebro e corpo ) , o meu proposito nesta vida . Tive vislumbres da luz onipresente , do amor total , saudades tenho daquele momento em que fui conduzido para mais perto do Supremo . Não há dia em que não anseio o retorno para lá , meu lar .

Choro hoje ... porque fui omisso em meus prestamos ... sinto-me impotente diante do sofrimento humano ... enganei ... ... enganado fui ... tento ver em cada ser humano o lado divino ... e falho ... o que importa neste mundo é aquilo que se pode ver , tocar , sentir , cheirar... apesar do material ... desejo o imaterial ... ridicularizado sou ... cansei-me de ser comparado com outros seres humanos ... inveja tenho ( imensa ) daqueles que já se foram deste mundo ... não consegui ser o que queria ser ... invejo aos grandes mestres ... e estou falando palavras que se perdem no vento ... um dia me verei frente a frente , vendo em retrospectiva , tudo de errado que fiz na minha vida ... não sou um milionario para que pudesse dar dinheiro aos que precisam ... de dinheiro eu preciso para sobreviver aqui ... tantas pessoas me acham anormal ... não consigo viver sem magoar alguem ... magoado sou ... tenho tantos conhecimentos , dons e habilidades que não me servem aqui ... tenho de me calar portanto e a solidão dolorosamente invade meu ser ... tento lembrar-me do momento em que anjo fui ... porem vivo em um mundo onde os anjos não são bem-vindos !!! Dizem-me que vivo no mundo da lua ... vivo em duas dimensões ... o daqui e o de lá ... e sofro de insonia por causa disso ... é uma dor profunda ... tenho medo do conhecido ... tenho medo das pessoas ... tenho medo de viver , porque viver implica em ser bom e ser ruim ... por mais que tente só faço o mal ... sou incompreendido ... mas compreendo as pessoas que vivem aqui e isto causa-me sofrimentos sem fim ... não posso ajudar a todos que me pedem ajuda ... quero amar sem barreiras e sem fim , mas tambem isto não me é permitido ... ( de onde vim , sim ) ...se um dia iluminado fui , devo ter-me tornado o que sou de fato , um anjo , apesar de na minha pequena consciencia humana ter achado que tivesse me encontrado com o Supremo , hoje não tenho mais esta pretensão , apenas me tornei por instantes terrenos aquilo que sou , luz , amor , compaixão , tranquilidade e paz infinita ... ( que tento manter neste estado atual em que estou , corpo e mente , mas não consigo ) , julgo mas tento minuto a minuto não fazer-lo , mas falho ... culpado sou do mal que infligi as pessoas , consciente ou inconscientemente ... peço perdão a todos !!! e sei que sómente o perdão não basta ... porque há os que compreendem meu pedido sincero e outros não ... Amo a todo ser vivente e por causa disso acabei causando sofrimentos ... como posso amar sem magoar ? ... Como posso ser util sem machucar ? ... Como posso viver sem causar sofrimentos ... Estou diante de um dilema ... por ajuda peço aos altos brados ao meu Pai/Mãe Celeste , ainda que ninguem ouça meus gritos de apelo , pois é no silencio que mais grito ... É este o meu destino ?

Saudades ... saudades ... saudades de quem eu era antes ... voltar a ser um anjo ... haverá os que não acreditam em mim ... já não me importo mais com isso !!!

Jean Servais Henri Colemonts