ESTUDO DE CASO NIVEA

Para começar a analisar o meio envolvente pode-se verificar que existia um crescente interesse dos homens por produtos de beleza, particularmente os produtos de branqueamento diários, uma vez que o seu tom de pele é escuro e da crescente vontade de se integrarem melhor na sociedade. Existem dois concorrentes da Beiersdorf AG, a Emami que, ao lançar a sua linha de produtos de beleza masculinos, possuiu fortes recursos e apostou numa forte promoção com publicidade e conseguiu atingir 160 milhões de Rs. nos primeiros 11 meses de lançamento. A HLL seguiu as pegadas da Emami relativamente à estratégia, usando uma força de promoção, de reconhecimento da marca e desta forma, os dois concorrentes revolucionam o mercado dos produtos de beleza, que estimava um crescimento de 8 biliões de Rs. Baseando-me no Modelo das 5 forças de Porter, o mercado é extremamente atractivo. Existiam poucos produtos, pouca rivalidade (apenas dois concorrentes) permitindo assim, uma grande estimativa de crescimento do mercado de produtos para homens. Recorreram a uma campanha alargada, no sentido de fazerem os homens entender que os produtos de beleza das senhoras não se aplicavam aos homens, uma vez que os tipos de pele e as diferentes condições a que eram dispostos no dia-a-dia. Desta forma conseguiu-se alargar o mercado. Estimava-se que 29% dos utilizadores dos produtos de beleza eram homens. A Beiersdorf AG, ao lançar a linha Nivea for Men na Índia, utilizou uma estratégia de second mover, uma vez que deixou a Emami e a HLL lançarem o conceito, permitindo que este ficasse a marinar até os erros serem resolvidos e depois entra no mercado pois o ciclo de vida deste se encontra em crescimento. Os factores críticos de sucesso que aplicaram rondavam a criação de valor da marca, promovendo a sua notoriedade, bem como a aplicação de diferenciações. A Beiersdorf AG foca a sua visão na conquista da confiança dos consumidores. Como missão e valores, foca-se na oferta de inovação e qualidade de todos os seus produtos aos consumidores, baseada numa política ecológica e de sustentabilidade. Como objectivos pretendem alcançar 5% da quota de mercado e aplicar uma direcção de crescimento diferente dos seus concorrentes. Focaram o seu target na classe média-alta e alta, enquanto a Emami e a HLL focaram-se nos mercados urbanos e nos mercados rurais. Ao lançar a linha Nivea for Men, entra num mercado novo com produtos inovadores, recorrendo a uma estratégia de diferenciação. Aplicaram o efeito de agrupamento, reforçando o valor global percebido que já possuíam desde o lançamento da marca no mercado. Ao competir com a Emami e a HLL, a principal vantagem competitiva da Beiersdorf AG provém da qualidade da oferta em termos de valor percebido pelo cliente, através da inovação dos produtos bem como das suas características. Segundo o

Trabalho realizado por: Bárbara Botelho . A diferenciação dos produtos da linha Nivea for Men foca-se em Diferenciação Técnica. o mercado de produtos de beleza masculinos encontra-se em grande crescimento. uma vez que o segmento de mercado em que actuam se encontra em crescimento e exige grandes investimentos. Entretanto. Em suma. Ao analisar a diversificação dos produtos da Nivea for Men. uma vez que o valor da marca é muito importante na escolha dos produtos. pois pode-se tornar numa "vaca leiteira" se não houver perda de mercado. bem como a confiança depositada na marca e a aceitação e reconhecimento das campanhas de publicidade aplicadas. gerando receitas (ainda que não muito elevadas) e com taxas de crescimento potencialmente elevadas. a participação de mercado deve ser mantida. verifica-se que se encontram na fase Estrela. o que se torna muito aliciante para as empresas investirem e entrarem nele. percebe-se que a Beiersdorf AG actua num mercado restrito e uma diferenciação de foco específica na classe masculina.Modelo de Porter. Emocional e Simbólica. segundo o Modelo BCG.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful