Você está na página 1de 55

República Velha

Prof.a Fernanda Gouveia


Brasil Império
D. Pedro II

Fonte: apostila do 3º ano Ensino Médio – Professora Márcia Carvalho


Na origem, a palavra república (do
latim, rés = coisa; publica = do povo) significa
governo da coisa do povo, da coisa pública, do
bem comum. No final do século XIX, a
monarquia caíra no Brasil e, em seu lugar, foi
implantada a república. O país mudava a forma
de governo sem revolucionar a sociedade:
trocava de bandeira, separava a Igreja do
Estado, fazia uma nova Constituição,tudo no
clima de ordem que interessava às elites.
No Brasil, quando foi estabelecida,
a república significou "governo da coisa do
povo"? Foi construída com participação popular
ou excluiu o envolvimento do povo no governo?
www.eustaquiovidigal.com
A REPÚBLICA VELHA
• 15 DE NOVEMBRO DE 1889
• MARECHAL DEODORO DA FONSECA
• POPULAÇÃO – “BESTIFICADA”

www.eustaquiovidigal.com
REPÚBLICA VELHA

• Termo negativo, pejorativo, dado


posteriormente.
• Indica o período da história do Brasil
entre 1889 e 1930.
DA MONARQUIA À REPÚBLICA

Duas dos historiadores sobre


essa mudança:
1 – Golpe organizado e executado por
militares.

2 – Papel principal coube aos fazendeiros


do Oeste Paulista que desejavam um
poder político correspondente ao seu
poder econômico.
1 - Diferentes projetos republicanos:
• República Positivista: centralização política nas
mãos do presidente. Postura predominante entre os
militares. Prevaleceu entre 1889 e 1894, durante a
chamada República da Espada.
• República Liberal: federalismo descentralizado com
grande autonomia para os estados. Postura
predominante entre os cafeicultores paulistas.
Prevaleceu entre 1894 e 1930, durante a chamada
República Oligárquica.
• República Jacobina: formação de uma república com
forte participação popular e favorável à criação de
medidas com alcance social. Postura predominante
entre setores da classe média urbana que não
chegou a se concretizar.
Auguste Comte • O fundador do positivismo,
Augusto Comte acreditava
que só se podia conhecer
o espírito humano através
das obras produzidas
pelos homens – obras da
civilização, artes, ciências.

• Para Comte o homem


passa por três estágios na
vida: estado teológico,
estado metafísico e estado
positivo – a lei dos três
estados.
IGREJA POSITIVISTA DO BRASIL
• Ausência de participação da população
– “assistiu bestificada àquilo tudo”.
– “não foi consultada a respeito”.

• Herói republicano  Tiradentes.

Imagem de Tiradentes antes e depois da República.


MILITARES NO PODER

• REPÚBLICA DA ESPADA:
presidentes militares.

1
Deodoro
2
Floriano

(1889 – 1891) (1891 – 1894)


Governo do Marechal
Deodoro da Fonseca

• Início com aparência democrática:


– Convocação de uma Assembléia para
elaborar nova constituição.
Governo do Marechal
Deodoro da Fonseca
- Decreto de banimento da família real
- Separação entre Igreja e Estado (criação do
casamento civil).
- Grande naturalização
– Nepotismo.
– Promulgação da Constituição de 1891.
– Encilhamento (plano econômico desenvolvido
pelo então Ministro da Fazenda, Rui Barbosa).
– Fracasso do plano econômico e grande inflação
Constituição de 1891
ESTADOS UNIDOS DO BRASIL
· Copiada da constituição dos Estados Unidos

· Adotou o federalismo (Estados com autonomia) e o presidencialismo

· Fim do poder moderador e manutenção dos outros 3 Poderes do Estado: Executivo,


Legislativo e Judiciário

· Legislativo federal bicameral (Senado e Câmara dos Deputados Federais) e estadual


unicameral

· Voto aberto e universal masculino para os maiores de 21 anos alfabetizados (exceto


praças, religiosos e mendigos)

· Fim do voto censitário

· Separação entre Estado e Igreja (criação de cartórios e casamentos civis....)

· Mandato de quatro anos para presidente


-Governo se torna
autoritário

- Não aceita críticas : fecha


jornais e prende opositores.

- Congresso reage limitando


seus poderes.

- Deodoro reage e FECHA O


CONGRESSO!

- Marinha e alguns generais


se rebelam  perigo de
Guerra Civil.
(Primeira Revolta da
Armada)

- Renúncia de Deodoro.
ECONOMIA
HERANÇA IMPERIAL
Abuso de empréstimos e emissões para
custear despesas públicas

INFLAÇÃO
(1888 A 1891 = 1,1 % PARA 84,9 %)
Encilhamento: o primeiro pacote econômico
Articulador: Rui Barbosa,
Ministro da Fazenda
-EMISSÃO DE PAPEL MOEDA
-FACILIDADE DE CRÉDITO
-AUMENTO DE TARIFA ALFANDEGÁRIA
-FACILIDADE DE IMPORTAR MATÉRIA - PRIMA
-EMPRÉSTIMOS ESTATAIS

• OPOSIÇÃO DOS CAFEICULTORES E DOS PAÍSES


INDUSTRIALIZADOS, ESPECULAÇÃO,FRACASSO,
EMPRESAS FASTASMAS

CONSEQUÊNCIAS:

-FALÊNCIA DO PLANO DE INDUSTRIALIZAÇÃO


-INFLAÇÃO, CRISE ECONÔMICA
-FALÊNCIA DE INÚMERAS EMPRESAS
Governo de Floriano Peixoto
• Missão: “botar ORDEM na casa” ou “o governo
nos trilhos” e conter:
– Revolta da Armada (marinha). Vence com a nova frota
fornecida pelos americanos.
– Revolução Federalista (RS)
castilhistas ou pica-paus (grupo aliado a Floriano)
x
maragatos (aliados a Gaspar da Silveira Martins).

• O “Marechal de ferro” impôs sua autoridade e


fuzilou inúmeros opositores.
• Tabelamento dos aluguéis e da carne aos pobres.
REPÚBLICA OLIGÁRQUICA (1894-
1930)
• Casa em ordem o governo passa para os
civis (fazendeiros cafeicultores).
• Oligarquia: governo de poucos.
• Política Café com leite:

– “De Floriano Peixoto a 1930, apenas 2 dos 11


presidentes não tinham origens políticas em
São Paulo ou Minas Gerais.”
• Oligarca: chefe de uma família
poderosa. Ex.: família Accioly no Ceará.
– Estados maiores: várias famílias disputam o
poder. Divergências resolvidas dentro dos
partidos republicanos ou de forma violenta.
Família do Coronel Douca Medrado - Bahia
Café com Leite.
Charge do desenhista Storni, Revista Careta
República do Café com Leite. Caricatura de Oswaldo Storni, sobre as eleições presidenciais de 1910.
PRP (Partido Republicano Paulista) e PRM (Partido Republicano Mineiro) e
a Política do “Café com Leite”
SISTEMA POLÍTICO DA REPÚBLICA VELHA e a
MANUTENÇÃO DO DOMÍNIO OLIGÁRQUICO (1894-1930)

Política do “Café
com Leite” (PRP/PRM)

Política dos
Governadores

Coronelismo
SISTEMA POLÍTICO

• Eleitores: voto de “cabresto”.

• Coronel: controla ou disputa poder local,


municipal.
– Formas de controle dos eleitores:
compadrio, laços familiares (nepotismo),
troca de favores (clientelismo), intimidação
(ação dos jagunços, capangas ou “cabras”).
Voto de
cabresto
O voto de cabresto, charge de Storni, revista Careta Rio de Janeiro, 1927

O “voto de
cabresto” e
outras fraudes
eleitorais
ECONOMIA NA REPÚBLICA VELHA:
A REPÚBLICA DO CAFÉ

• Origem: Etiópia (África).


• Chegada no Brasil: 1727 (Francisco de
Melo Palheta).
• Café x Sustentabilidade
– Efeito devastador das
queimadas.
– Indução ao crescimento
demográfico, urbanização
e industrialização.
REPÚBLICA DO CAFÉ
CONVÊNIO DE TAUBATÉ
(1906)

ACORDO:
SÃO PAULO – MINAS GERAIS – RIO DE JANEIRO
A partir de 1895- superprodução de café,queda de preço no
mercado internacional
• SOLUÇÃO:
-COMPRA DO EXCEDENTE POR PARTE DO GOVERNO
-DESVALORIZAÇÃO CAMBIAL
- ACORDO FIRMADO NO ACORDO FIRMADO NO
CONVÊNIO DE TAUBATÉ (1906)

• ESSE MECANISMO MANTINHA O EQUILÍBRIO ENTRE


A OFERTA E A PROCURA DO CAFÉ NO MERCADO
CRISE ECONÔMICA
SOLUÇÃO: FUNDING LOAN (1898)
(empréstimo inglês)

OBJETIVO: consolidar a dívida externa


anterior que seria paga com novos
empréstimos a juros mais elevados.
no valor de 10 milhões de libras esterlinas,
MADE IN BRAZIL
Outros produtos exportados
• Borracha: Amazônia.
– Segundo produto mais exportado.
– Prosperidade para os latifundiários,
doenças tropicais (ex.: malária)
para os trabalhadores.
• Açúcar:
Açúcar RJ, SP e Nordeste.
• Cacau:
Cacau Sul da Bahia.
• Carne,
Carne couro e erva-mate:
erva-mate
estados do Sul.
ACRE - Ao final do século XIX, a região pertencia à Bolívia. No entanto, por conta
do aumento do consumo da borracha no mundo e por ali ser uma área propícia a
grandes seringais, o povoamento de brasileiros foi crescente por lá.

Os seringais acreanos já são responsáveis pela maior parte da produção de látex da


Amazônia, além de oferecer a borracha de melhor qualidade.

De tão valioso, o látex ganha o apelido de “ouro negro”. A vulcanização da


borracha – processo inventado por Charles Goodyear em 1839 – permite a
fabricação de pneus para automóveis e bicicletas, botas, capas impermeáveis,
câmaras de ar, tapetes, forros, botes, salva-vidas, balões de gás, luvas. Tudo isso
passa a ser feito com a borracha amazônica.

Favorecidas pela aplicação cada vez maior da borracha na indústria automobilística,


as elites paraense e amazonense começam a desfrutar um período de grande
riqueza, ganhando visibilidade nacional e internacional. É a Belle Époque
amazônica, que dura até 1910.

A década de 1910 iniciou com uma grande desvalorização da borracha


amazônica no mercado internacional, provocada pela concorrência inglesa. Logo
depois sobreveio a deflagração da 1ª Guerra Mundial, interrompendo de vez o
comércio com a Europa. Era a ruína financeira da Amazônia, com a pobreza
rondando todos os segmentos da população.
TRATADO DE PETRÓPOLIS – concluídas as negociações entre Brasil e Bolívia
em novembro de 1903, foi assinado em março de 1904

Sugestão de vídeo: minissérie


“Amazônia: de Galvez a Chico Mendes” -
http://amazonia.globo.com/
Manifestações
dos
trabalhadores:
“caso de polícia
”.
Nova classe
social:
Proletariado

Idéias vindas da
Europa:
• Anarquismo
Enterro do sapateiro José Martinez, • Socialismo
morto em São Paulo pela polícia durante
greve de 1917, mesmo ano da Revolução
Russa.

<www1.folha.uol.com.br/folha/especial/2002/eleicoes/hi
storia-1914.shtml>
BRASIL DURANTE A I GUERRA MUNDIAL

GOVERNO DE VENCESLAU BRÁS-1914-1918:

-QUEDA DAS IMPORTAÇÕES , CRIAÇÃO DE NOVAS INDÚSTRIAS

-A MARINHA COLABOROU POLICIANDO O ATLÂNTICO

-O PAÍS FORNECEU ALIMENTOS AOS ALIADOS E ENVIOU MÉDICOS

- CRESCIMENTO DO OPERARIADO, CONDIÇÕES DE TRABALHO PRECÁRIAS


QUE PROVOCOU MANIFESTAÇÕES E GREVES

O SURTO INDUSTRIAL DO PERÍODO NÃO ANULOU O CARÁTER AGRÁRIO


DO PAÍS, PRODUTOR DE CAFÉ.
MOVIMENTOS POPULARES
NO CAMPO E NA CIDADE:
• Canudos • Vacina
• Contestado • Chibata
• Cangaço • Greves operárias
• Padre Cícero • Reuniões sindicais
• Tenentismo
• CULTURA:
– Cultura popular: samba, choro, sertanejo,
folclore.
– Cultura erudita: música clássica (Carlos
Gomes), academicismo, saraus, recitais.
CULTURA
POPULAR
X
CULTURA
ERUDITA

Santos Dumont: invenções


Referência ao Jeca-Tatu (personagem
financiadas pelo pai, próspero
criado por Monteiro Lobato) e aos
fazendeiro de café.
filmes de Mazaroppi.
Encarnou o modelo da elite
brasileira afrancesada pelas
benesses das safras cafeeiras.
BRASIL

RURAL
X
URBANO
CRISE DE 29....

CRISE INTERNA  1930  NOVO ARRANJO POLÍTICO


Material Complementar:

• Assista aos filmes: • Leia:


– Sonhos Tropicais
– Baile Perfumado
– Canudos
– Abril Despedaçado
– O Coronel e o
Lobisomem
Brasil Império
D. Pedro II

Fonte: apostila do 3º ano Ensino Médio – Professora Márcia Carvalho


A crise da República Velha e o Golpe de 1930
- Em 1929 ocorreu o “crack” de 29, ou seja, a quebra da bolsa de Nova York,
devido a essa crise o café brasileiro não foi exportado;
- A produção do café brasileiro entra em crise;
- O presidente era Washington Luís (1926-1930), era do Partido Republicano Paulista
e a política vigente era a do Café-com-Leite (Minas e SP alternavam no poder), ele ficou
com medo do candidato de Minas Gerais não respeitar os interesses paulistas no momento
da crise e o próximo candidato deveria ser mineiro e apoiado pelo paulista;
- Washington quebra, então, a política do Café-com-Leite pois indicou um paulista e
não um mineiro ao governo, indicou Júlio Prestes (PRP);
- Minas Gerais (PRM), então, passa para a oposição e une-se com o Partido
Republicano Riograndense (PRR), essa união passou a ser chamada de Aliança Liberal
(oposição). O candidato dessa Aliança Liberal era Getúlio Vargas (RS) e o vice era João
Pessoa (PB), eram oposição;
- A Aliança Liberal tinha o maior campo de votos do Brasil, deveria ter ganho as
eleições, mas quem ganhou foi Júlio Prestes por fraude;
- A Aliança Liberal queria dar um golpe, mas Getúlio disse que não era a hora;
- João Pessoa (PB) foi assassinado por motivos pessoais, e colocam, canalizaram o
fato como motivo político, canalizou a insatisfação da Aliança que com o apoio popular
depôs Washington Luís;
- Instalou-se um governo provisório e esse fato foi chamado de Revolução de 1930;
- Julio Prestes não assume o cargo de presidente;
- O Governo provisório foi administrado por Getúlio Vargas;
- A era Vargas começa em 1930 e só tem fim em 1945.
http://www.sofi.com.br/node/515