Você está na página 1de 19

Civilização Romana

Professor: Philipe Murillo / Disciplina História


Mapa de Roma Antiga
Localização geográfica e população
 Situada na Península Itálica, região européia limitada
ao norte com a cordilheira dos Alpes, ao sul com o
Mar Jônico e a leste com o Mar Tirreno;
 Cortada por dois importantes rios: Arno e Tibre;
 O povo romano foi formado a partir dos:
 Latinos;
Italiotas
 Sabinos;
 Etruscos;
 Gregos.
 A lenda de Fundação de Roma é o estória de
Rômulo e Remo.
Sociedade Romana
Classe Dominante –
Grandes Proprietários e
participavam da política.
Patrícios
Homens pobres e livres –
comerciantes,
Plebeus camponeses e artesãos.

Homens livres que


Clientes dependiam economicamente
dos patrícios.
Escravos por dívida,
Escravos ou prisioneiros de
guerra.
Monarquia Romana
 No início, os romanos eram governados por Reis,
que pertenciam às “gens” mais poderosas;
 Os Etruscos – Esse povo se estabeleceu no
Lácio e dominou os romanos até o século V a.C.;
 Sob a monarquia etrusca, Roma deixou de ser
uma simples aldeia para se tornar uma cidade;
 A partir do séc. V a.C., a aristocracia patrícia
questionaram a monarquia e o domínio etrusco;
 Os patrícios rebelam-se contra o rei Tarquínio,
expulsando-o e estabelecendo uma nova
organização política: A República.
República Romana
 A República Romana tinha uma estrutura
político-administrativa muito complexa:
 Consulado – 2 côsules que presidiam o
Senado e a Assembléia Centurial.
 Senado – Órgão mais importante, só
participavam os patrícios.
 Assembléia Centurial – órgão de
representação popular, onde participavam
patrícios e plebeus.
 Assembléia Curiata – Relacionados à
assuntos religiosos.
 Os Magistrados – Pretor, censor, questor,
edis e pontífice. Posteriormente, os
tribunos da plebe.
 Criação da Lei das Doze tábuas.
MAGISTRADOS
ROMANOS
Conflito entre patrícios e plebeus
 Os patrícios controlavam quase todos os
cargos da República.
 A marginalização política, a
discriminação e a desigualdade imposta
aos plebeus provocaram uma
insatisfação social.
 Em 493 a.C., os plebeus abandonaram
Roma e se refugiaram no Monte
Sagrado. Primeira greve da história.
 Conquistas plebéias:
 Tribuno da Plebe;
 Lei das XII Tábuas;
 Lei Canuléia;
 Lei Licínia.
República Romana
 O expansionismo de Roma.
 A tomada da península itálica pelos
romanos.
 Rumo à conquista do Mediterrâneo.
 As guerras Púnicas – Roma X
Cartago
 Vitória de Roma – Estabelecimento
do domínio sobre a parte ocidental
do Mediterrâneo.
 A conquista da Grécia, da
Macedônia e do Egito.
 Conseqüências do expansionismo:
 Afluxos de riquezas para Roma;
 Aumento no número de escravos;
 Ruínas das pequenas propriedades;
 Êxodo Rural.
Crise da República Romana
 Aumento da desigualdade social –
Patrícios com mais terras e
camponeses sem terra e empobrecidos.
 Os irmãos Graco – Tibério e Caio – e a
Reforma Agrária
 Generais conquistadores – Mário
(defensor da Plebe) e Silas
(aristocrático)
 Revoltas escravas - surgimento de
revolta escravas na república romana.
 Revolta de Espártaco
Crise da República Romana
 Instabilidade Política –
Formação dos triunviratos.
 1º Triunivrato – Pompeu, Crasso
e Júlio César;
 2º Triunvirato – Marco Antônio,
Lépido e Otávio.
 A disputas entre os triúnviros se
acentuou, sendo que Otávio
vence, apresentando-se como
primeiro Imperador de Roma
Império Romano

 Otávio reúne os poderes de


Imperator, Augustus e Princeps
Maximus;
 Mudanças Políticas:
 O senado e a assembléia
perdem força;
 O império se divide em
províncias.
 Século I – Pax Romana – Período
de esplendor de Roma;
 A política do “Pão e Circo”.
 Avanço do Cristianismo.
A crise e a queda do Império Romano
 Entre os fatores que enfraqueceram o Império foi:
 Ausência de conquistas;
 Menos Escravos;
 Crise na produção;
 Empobrecimento da população;
 Crise militar;
 Invasões Militares;
 Surgimento do sistema de colonato.
 As dinastias do Império Romano
 Tibério – Morte de Cristo
Dinastia Júlio-clau-
 Calígula – Desequilíbrio Mental
diana: Intrigas,
 Claúdio – Intrigas e Caos conspirações, per-
 Nero – Perseguição aos Cristão seguições e des-
controle moral e
 Tito, Vespasiano e Domiciano
político
 Nerva Trajano
 Adriano Dinastia dos Antoninos
– Roma pôde contar
 Antonio Pio
com a prosperidade
 Marco Aurélio material, relação
 Cômodo equilibrada com o
Senado e realizou suas
últimas anexações.

Severo, Caracala, Enfraquecimento do


Heliogábalo e Alexandre Império Romano
“As feras selvagens que rondam a Itália têm
covas e cavernas onde dormir, enquanto os
homens que vão à guerra e dão sua vida por
Roma só possuem ar e fogo. Os soldados
dão suas vidas na guerra para manter o luxo
e a riqueza de outras pessoas, enquanto eles
não possuem nem um pedacinho de terra
própria.”
Tibério Graco, séc. II a.C.