Você está na página 1de 24

SISTEMA NERVOSO

Profa. Dra. Virgínia Pinto


Sistema Nervoso
• captar as mensagens, os estímulos do ambiente,
decodificá-las, isto é, interpretá-Ias, arquivá-Ias ou elaborar
respostas, se solicitadas.

• As respostas podem ser dadas na forma de movimentos,


de sensações agradáveis ou desagradáveis ou, apenas, de
constatação.
• Sistema Nervoso Central → localizado dentro do
esqueleto axial (cavidade craniana e canal vertebral)
• Sistema Nervoso Periférico → se localiza fora deste
esqueleto
Classificação Anatômica do Sistema
Nervoso
- Cérebro
-Encéfalo - Cerebelo
Central - Tronco encefálico

-Medula espinal
• SN
Cranianos
- Nervos
Espinais
Periférico
- Gânglios

- Órgãos do sentido (visão,


audição, paladar e
corpúsculos táteis)
Classificação Funcional do Sistema
Nervoso Central
- Aferente  traz informações
relacionadas ao corpo
Somático

- Eferente  dá ordens de
contração/Movimentos

- Aferente  sensibilidade visceral


Visceral
- Eferente  controle das vísceras

Sistema Nervoso - Simpático


Autônomo - Parassimpático
Sistema Nervoso
• Tecido nervoso → neurônio + células da Glia
• Unidade morfofuncional – neurônio
– Função: receber, processar e enviar informações
• Células da Glia = ocupa espaço entre os neurônios
– Funções: sustentação, revestimento e isolamento

• Partes de um neurônio:
– Corpo celular
– Dendrito
– Axônio
Excitabilidade e condução!!
Pericário ou corpo celular: representa o centro trófico da célula,
capaz de receber estímulos.
Dendritos: recebe estímulos do meio ambiente, de células
epiteliais de outros órgãos e envia ao pericário.
Axônios: recebe os estímulos do pericário e transmite até o seu
final. A maioria tem bainha de mielina e termina em
ramificações menores (telodendro).
Extensão do corpo celular.
• Axônio → grande extensão do corpo celular, que se conecta à
outros neurônios ou à células de outros tecidos, como músculos,
glândulas, etc.
• Em torno do axônio geralmente são formadas as “bainhas de
mielina”, compostas de células especializadas chamadas de
“células de Schwann”, que são envoltórios contendo material
lipídico.
• Essa bainha faz com que o transporte de impulsos elétricos seja
mais rápido. Alguns axônios podem ultrapassar 1 metro de
comprimento.
• Classificação Morfológica dos Neurônios:
• Unipolar – raros – um só axônio, nenhum dendrito – órgãos
do sentido – receptores sensoriais no lugar dos dendritos
• Bipolar – 2 prolongamentos deixam o corpo celular (1
dendrito e 1 axônio)
• Pseudounipolar (ou unipolar) – 1 prolongamento
• Multipolar – vários dendritos e 1 axônio
Tipos de neurônios de acordo com sua
função:

– Neurônio aferentes (ou sensitivo): leva ao SNC as


informações
– Neurônios eferentes (ou motor): conduz informações do
SNC ao órgão efetuador (músculo ou glândula)
– Neurônios de associação: fazem a conexão entre
aferente e eferente.
– Exemplo.
Neuroglias ou glias
.Fornecem suporte estrutural e metabólico ao SN.
· Sustentam os elementos neurais, funcionando como isolante.
· São mais numerosas que os neurônios e se multiplicam.
São divididas em:
1 – Astrócitos →forma de estrela.
2 – Oligodendróglias → fazer a bainha de mielina no SNC.
3 – Micróglias → função fagocítica.
4 - Células Ependimárias → revestem as cavidades do
encéfalo e da medula e ficam em contato imediato com o líquor
encontrado nessas cavidades.
Sinapses
• Transmissão de impulso entre os neurônios
• Podem ser:
• Elétricas
O impulso passa de uma célula para outra muito mais
rápido que na sinapse química. Ocorre em músculo liso
e cardíaco → a contração ocorre por um todo em todos
os sentidos.
• Químicas – Maioria
O impulso é transmitido através mensageiro químico –
neurotransmissores
Quase todas sinapses do SNC são químicas!
Cada neurônio recebe no corpo celular e nos dendritos algo em
torno de 1000 sinapses. Como são 10¹¹ neurônios ao todo, são,
em números aproximados, 1014 sinapses no sistema nervoso.
Potencial de ação

1- Potencial de repouso da membrana nervosa:

Ocorre quando não se tem sinais nervosos transmitidos,


tendo um valor de cerca de -90mV então meio intracelular
é negativo em sua região adjacente a membrana.

No meio intra-celular tem-se uma maior concentração de


potássio k+ ,em relação ao sódio Na+que possui uma
maior concentração em meio extra-celular.
2-Potencial de Ação

Os impulsos nervosos são transmitidos através de


potencial de ação, que é uma rápida variação do potencial
de repouso, ou seja, do potencial de negativo para o
potencial de positivo com um rápido retorno para o
potencial de repouso negativo, a membrana muda sua
polaridade e depois volta ao normal.

No geral o potencial de ação vai de -70 a -90mV, indo até


+10 a +30mV, em fibras nervosas e musculares

e de -40 a –60mV até +40mV em m.liso e cardíaco.


Bomba de Na+ / K+ :

Estão presentes em todos os tecidos, sendo uma bomba eletrogênica, ou seja,


gerando uma diferença de potencial entre a parte intra e extra-celular.

È uma bomba auto reguladora.

Ex: quanto mais íon sódio houver dentro da célula mais rápido ela ira bombear o
mesmo para fora e ao mesmo tempo ira bombear o íon potássio para dentro da
célula.
Sinapses
Axo axônicas
Axo somática
Axo dendriticas
Neurotransmissores
Mais de 60 tipos, classificados em 4 grupos:

Colinas - a acetilcolina é a mais importante; controla atividades de


áreas cerebrais relacionadas com a atenção, aprendizagem e
memória.
Aminas Biogênicas - a adrenalina, serotonina, noradrenalina,
dopamina e DOPA.
A noradrenalina - principal neurotransmissor do SNA simpático.
Aminoácidos – glutamato, aspartato, glicina, taurina.
Neuropeptídeos - formados por cadeias mais longas de
aminoácidos (como uma pequena molécula de proteína). Mais de
50 deles ocorrem no cérebro.
Dopamina → Controla a estimulação e os níveis do controle motor.
Mal de Parkinson - ↓ pacientes não conseguem se mover.
Serotonina→ Possui forte efeito no humor, memória e
aprendizado. Alimentação balenceada e exercícios físicos - ↑ níveis
Acetilcolina (ACh) → Controla a atividade de áreas cerebrais
relacionadas à atenção, aprendizagem e memória. Doença de
Alzheimer - ↓ níveis de ACh no córtex cerebral.
É liberada pelo sistema autônomo parassimpático.
Noradrenalina → Induz a excitação física e mental e bom humor.
Glutamato → O principal neurotransmissor excitatório do sistema
nervoso
Encefalina e endorfina → são opiáceos que, como as drogas
heroína e morfina, modulam a dor, reduzem o estresse, etc.
Doenças derivadas de alterações de
neurotransmissores

A diminuição dessas substâncias pode provocar alteração do


sistema supressor da dor, causando enxaqueca, depressão,
ansiedade, fibromialgia, dor crônica, parkinson,alzheimer,
etc.
Sistema Nervoso

•  Receptor Neurônio Aferente  SNC 


Neurônio eferente  Órgãos efetores Tecido Muscular

Tecido Glandular
Receptores
Terminações nervosas especializadas para receber estímulos
físicos ou químicos na superfície ou interior do corpo.

• Exteroceptores – associam-se a pele .dor, pressao, tato.


• Visceroceptores – vísceras. Distensão e dor.
• Proprioceptores - associam-se às articulações, tendões . postura