Você está na página 1de 9

AS NORMAS JURÍDICAS

- e as suas principais características -


AS NORMAS E A ORDEM SOCIAL
◦ Para que a sociedade possa viver em harmonia e ordem é necessário haver

NORMAS
◦ Regras de conduta que determinam o que deve ou não acontecer

ORDEM SOCIAL
◦ Conjunto de normas de conduta que regulam a vida do Homem em sociedade
A ordem social é essencial para:

Regular a vida em sociedade

Prevenir e resolver os conflitos

Criar uma sociedade organizada e pacífica


AS CARACTERÍSTICAS DAS NORMAS JURÍDICAS

As normas jurídicas apresentam as seguintes características:

◦ IMPERATIVIDADE- impõem uma determinada conduta aos cidadãos.

◦ GENERALIDADE- aplicam-se a todos e não a alguns.

◦ COERCIBILIDADE- o não cumprimento da norma implica uma sanção (multa, prisão, indemnização,
etc.).

◦ ABSTRAÇÃO- preveem as condutas de modo abstrato, não concretizando as situações.


3. OS RAMOS DO DIREITO

O Direito é só um, mas porque o desenvolvimento da sociedade conduziu a uma vastidão e


complexidade de normas jurídicas, houve necessidade de o dividir em vários ramos:

.
RAMOS DE DIREITO

DIREITO PUBLICO DIREITO PRIVADO

Regula a organização geral do Estado Regula as relações jurídicas que se


e as relações que se estabelecem entre estabelecem entre os particulares ou entre
este e os particulares, intervindo o particulares e o Estado, intervindo este numa
primeiro numa posição de soberania. posição de igualdade
Exemplos: direito constitucional,
administrativo, penal, fiscal, etc.

Direito civil- regula Direito comercial-


as relações civis regula os atos de
entre as pessoas em comércio, sem que
questões de seja necessário
propriedade e de serem praticados
direitos puramente por comerciantes
individuais.
Conceito de código

◦ A compilação de forma sistematizada de um conjunto de leis relativas a cada um dos


ramos do direito deu lugar aos códigos.

◦ CÓDIGO- é um corpo de leis estruturadas englobando as normas relativas a um


determinado ramo de Direito.

◦ O aparecimento do Direito Comercial como ramo autónomo do direito privado deve-


se ao grande desenvolvimento da atividade comercial que, a partir de um
determinado momento, exigiu um conjunto de leis com características especiais e
adaptadas às exigências que tais transações implicavam.
CARACTERÍSTICAS DO DIREITO COMERCIAL

◦ SIMPLICIDADE- redução de formalidades a cumprir no sentido de facilitar e


dar mais rapidez à celebração dos contratos.

◦ DEFESA E FACILIDADE DO CRÉDITO- utilização de mecanismos que


incrementam o crédito e, simultaneamente, protejam o credor.

◦ UNIVERSALIDADE E UNIFORMIDADE- uniformização internacional do Direito


Comercial com o objetivo de facilitar as trocas.