Você está na página 1de 13

1. Lê com atenção os documentos A, B, C e D. Doc. A – As invasões francesas.

Doc. A – A resistência popular às invasões francesas.


A nossa marcha de Chaves sobre Braga foi um combate contínuo. Tinha de
lutar contra uma nação inteira: todos os habitantes, homens, mulheres,
crianças, velhos e padres estavam em armas (…). A parte da frente do meu
exército era dia e noite perseguida por nuvens de camponeses (…). Toda
esta gente parecia realmente tomada por uma fúria desesperada.
Memórias do general Soult (comandante da 2ª invasão
francesa), século XIX (adaptado)
Doc. C – A violência dos soldados franceses.

Doc. D – A partida da corte portuguesa para o Brasil.


Vejo que, pelo interior do meu reino, marcham tropas do imperador dos franceses. (…) sabendo eu que
elas se dirigem em particular contra a minha pessoa (…) tenho resolvido passar com a rainha e com toda
a família real para o Brasil e estabelecer-me na cidade do Rio de Janeiro até à paz geral.
Carta do príncipe regente D. João, 26 de novembro de 1807 (adaptado)
1.1. Faz um círculo à volta da opção correta.
Portugal foi invadido por tropas francesas por: a) 1 vez b) 2 vezes c) 3 vezes d) 4 vezes

1.2. Qual a atitude dos Portugueses perante as invasões?


Atitude de resistência, tendo dado muita luta aos Franceses.

1.3. A qual das invasões francesas se refere o documento A?


Segunda invasão.

1.4. Que país enviou tropas para ajudar os Portugueses na luta contra os exércitos
franceses?
Inglaterra.
1.5. Dá um título único aos documentos A, B, C e D.
As invasões francesas.
1.6. Risca as palavras erradas nas afirmações que se seguem.

a) Na primeira/segunda/terceira invasão a Portugal, as tropas francesas foram


impedidas de entrar em Lisboa pelas Linhas de Torres.
b) Na primeira/segunda/terceira invasão a Portugal, as tropas francesas chegaram à
cidade do Porto.
c) A primeira/segunda/terceira invasão francesa a Portugal está relacionada com o
documento D.
d) As invasões francesas desenvolveram/prejudicaram a produção agrícola, a
indústria e o comércio.
e) A batalha do Buçaco deu-se durante a primeira/segunda/terceira invasão francesa
a Portugal.
2. Observa/lê com atenção os documentos E, F, G e H.
Doc. E – William Carr Doc. F – A Revolução
Beresford, Marechal Liberal de 1820: os
inglês que comandou militares
o exército português revoltosos são
entre 1809 e 1820. aclamados no
Rossio, em Lisboa.

Doc. G – Excertos da Constituição Portuguesa de 1822 (texto adaptado).


Artigo 1º – A Constituição política da Nação Portuguesa
tem por objeto manter a liberdade (…) de todos os
Portugueses. (…).
Artigo 9º – A lei é igual para todos (…).
Artigo 29º – O governo da Nação Portuguesa é a
Monarquia Constitucional (…).
Artigo 30º – Estes poderes são: legislativo, executivo e Doc. H – Distribuição
judicial (…). O primeiro reside nas Cortes de poderes numa
(…). O segundo está no rei e nos ministros (…). O Monarquia Absoluta.
terceiro está nos juízes (…).
2.1. O que é uma Constituição?
Uma Constituição é a lei mais importante de um país, à qual todas as leis gerais têm
de se submeter.

2.2. Quais os princípios defendidos pela Constituição de 1822 que são enunciados no
documento G?
A igualdade, a liberdade e a separação de poderes.

2.3. Explica em que consiste a separação dos poderes do Estado.


Consiste na existência de três órgãos autónomos, detendo cada um deles um dos
três grandes poderes do Estado: o legislativo, o executivo e o judicial.
2.4. Assinala com um A as expressões que melhor caracterizam uma monarquia
absoluta e com um L as expressões que melhor definem uma monarquia liberal.

A a) O rei faz as leis.

A b) O rei é o juiz supremo.

L c) O rei e os ministros governam.

A d) O rei governa.

L e) As leis são feitas pelos deputados nas Cortes

L f) Os juízes julgam quem não cumpre as leis.


2.5. Qual o regime político que passou a vigorar em Portugal com a Constituição
de 1822?

Monarquia constitucional.
Brasil • reino • Lisboa • Porto • rei • ingleses • governo • agosto
2.6. Completa o texto
exército que se segue
• brasileiros utilizando •assetembro
• francesas palavras da• caixa (algumas
liberais
das palavras são usadas mais do que uma vez).
francesas os Ingleses controlavam o governo, o b) _________e
Após as invasões a) _________, exército
Brasil
o comércio. Com a fixação da corte portuguesa no Rio de Janeiro, o c) ______
brasileiros ao
desenvolveu-se. Logo em 1808 dá-se a abertura dos portos d) _________
Brasil é elevado à categoria de reino.
comércio com outros países e em 1815 o e) _______
agosto
No dia 24 de f) ________de Porto
1820 tem início no g) _______a Revolução Liberal. A 15
setembro de 1820, em Lisboa, militares liberais depuseram os regentes e
de h) __________
voltaram a exigir o regresso do i) rei Brasil A 28 de
_____ , que se encontrava no j) ______.
Lisboa
setembro os revolucionários do Porto uniram-se aos de k) _________. Foi criado um
governo provisório que incluía m) ________das
l) _________ liberais Ingleses
duas cidades. Os n) _______
deixaram de controlar o governo e o o) _______
exército portugueses.
3. Observa/lê com atenção os documentos I, J e K.
Doc. I – Desembarque de
tropas na praia do Pampelido
(perto da cidade do Porto).

Doc. J – Cronologia. Doc. K – A guerra civil.


Da Terceira (Açores), D. Pedro partiu para Portugal
com os seus seguidores (liberais). O desembarque
efetuou-se perto do Porto. Apanhadas de surpresa, as
tropas absolutistas que protegiam a cidade retiraram-
se, deixando os liberais entrar no Porto. Começara a
guerra civil. Iria durar dois anos causando estragos,
mortos e feridos.
A. H. de Oliveira Marques, História de Portugal,
Volume III (adaptado)
3.1. O que é uma guerra civil?
Uma guerra civil é aquela em que as forças em confronto pertencem
ao mesmo país.
3.2. Assinala com V as afirmações verdadeiras e com F as falsas. Corrige as falsas.

F a) A guerra civil foi entre absolutistas e miguelistas.


liberais.

F b) As tropas que vemos no documento I são comandadas por D. Miguel.


Pedro

F c) A guerra civil começou em 1822


1832 e terminou em 1834.

V d) D. Pedro IV era defensor do liberalismo.

V e) A guerra civil foi ganha pelos liberais.

F f) Depois da guerra civil, a monarquia liberal


absoluta foi instituída em Portugal.
FIM
Luís Sousa

Luiz Soares

Mavilde Albino