Ensino Médio TRABALHO Português

Professor(a): Luciene Gabriel Nome: Ano: 1º EM
1.

Nota

Número: Turma: Turno:
Manhã Tarde

Data:

2 0 1 1

Qual a semelhança e qual a diferença entre a derivação prefixal e derivação sufixal?

2.

Qual é a característica básica de uma palavra formada por parassíntese?

3.

O que deve acontecer a uma palavra para que ela seja um caso de derivação imprópria?

4.

Explique os processos de Composição por justaposição e Composição por aglutinação. Dê exemplos.

5.

Leia o início do conto “Fita Verde no cabelo”, de Guimarães Rosa. “ Havia uma aldeia em algum lugar, nem maior nem menor, com velhos e velhas que velhavam, homens e mulheres que esperavam, e meninos e meninas que nasciam e cresciam. Todos com juízo, suficiente, menos uma meninazinha(...)”

Uma das características do estilo literário de Guimarães Rosa é a criação de neologismos, por meio dos quais ele revela aspectos peculiares do que narra ou descreve. a) Identifique no trecho acima um exemplo de neologismo e aponte o seu processo de formação.

b) Se o escritor, em vez de criar o neologismo, tivesse optado por uma palavra já existente na língua, qual seria ela?

6.

Leia estes dois trechos da crônica “Um pé de milho”, de Rubem Braga. “(...)Já viu o leitor um pé de milho? Eu nunca tinha visto. Tinha visto centenas de milharais- mas é diferente. Um pé de milho sozinho, em um canteiro espremido, junto do portão, numa esquina de rua não é um número numa lavoura, é um ser vivo e independente . (...)” “(...) Mas aquele pendão (pé de milho) firme, vertical, beijado pelo vento do mar, veio enriquecer nosso canteirinho vulgar com uma força e uma alegria que fazem bem.(...)” a) As palavras independente e enriquecer formaram-se pelo mesmo processo? Justifique.

www.vidaativa.com.br

1

não só limpou as propriedades de agravos e roubalheiras. Não levava medo de homem. aproveitei para fazer ironização: . Mas o aguardenteiro de nome Cicarino Dantas. Considere a palavra Aguardenteiro: a) Eliminando o seu sufixo. a) Esses dois substantivos seguem o mesmo processo de formação? Justifique.Sou lá homem disso. Avisaram a ele: .. Leia o techo abaixo extraído do romance “O Coronel e o Lobisomen” de José Cândido de Carvalho e responda as questões a seguir. há uma palavra que. Identifique-a e justifique sua resposta. Refuguei: . Como fosse mês de agosto. O verbo roubar é uma palavra primitiva. Deu de ombros. coisa que acabou desde a inventoria do pau de fogo..)” 7. o mesmo valor semântico.Pois diga a esse boi de chocalho que ainda tenho mês e meio para rebentar o chifre dele. formaram a palavra em estudo (resposta do item a) 9. então. do qual derivam os substantivos roubo e roubalheira. [Digite texto] . a poder de leis e artimanhas. ou seja a mesma “ideia”? Justifique. com engenho de cachaça em Paus Amarelos. quis jogar a demanda no terreno do atrevimento. Qual é essa palavra? b) Que palavras deram origem à que serve de resposta ao item a? c) Que processos. Era camarada vingancista e garantiu que o coronel do Sobradinho não pegava o tempo das águas com vida no corpo. doutor! Quero só o que é meu. Pernambuco Nogueira. temos a palavra que lhe deu origem.. Identifique o processo de formação das seguintes palavras do texto: a) Artimanhas: b) Propriedades: c) Adentrou (adentrar): 8. c) O sufixo –inho tem nas palavras sozinho e canteirinho . “(.b) No primeiro trecho. embora apresente o sufixo aumentativo. (. ideia de aumento. necessariamente. não exprime. Como adentrou suas leis em terra que não era minha.Esse Ponciano é o tal que em dia dos antigos estuporou um valentão de circo de cavalinhos..) Valeu a pena o trabalho.

Justifique 10. seria válido substituir roubalheira (1º parágrafo) por roubo.b) No contexto da narrativa. b) Considerando as características da personalidade do coronel que podem ser percebidas no texto. a) Transcreva do texto essas três palavras e relacione quais são as palavras dicionarizadas equivalentes a elas. podem ser facilmente compreendidas pelo leitor. No penúltimo parágrafo. que imagem ele pretendeu passar de si próprio ao usar as palavras referidas em a? . embora não estejam dicionarizadas. por analogia com outras palavras de significação equivalente. o coronel Ponciano emprega três palavras que.