Você está na página 1de 8

Parâmetros híbridos

O modelamento de um transistor bipolar de junção tem por objetivo facilitar a análise de circuitos transistorizados operando com sinais alternados, partindo do princípio da equivalência do transistor á um modelo elétrico formado apenas por elementos lineares. Um circuito elétrico formado por elementos lineares pode ser representado por um único dispositivo denominado quadripólo, de modo a ser modelado matematicamente.

quadripólo, de modo a ser modelado matematicamente. As quatro variáveis envolvidas no modelo( i 1 ,i

As quatro variáveis envolvidas no modelo(i1,i2,v1,v2 ) podem ser relacionadas entre si através de funções lineares, ficando duas variáveis independentes e duas dependentes. O tipo de modelo que fixa a tensão de entrada v1 e a corrente de saída i2 como variáveis dependentes e a corrente de entrada i1 e a tensão de saída v2 como variáveis independentes é denominado modelo híbrido h. Para relacionar essas tensões e correntes, o quadripólo deve ser formado por quatro parâmetros internos, definindo assim duas funções lineares da seguinte forma:

então:

v

i

i

1

2

v

2

1

= f

1

= f

2

= h

= h

11

21

.i

.i

.(

.(

i

i

1

1

,

,

v

2

)

v

2

)

1

1

+ h

+ h

12

22

.v

2

.v

2

Para entendermos o significado físico dos parâmetros devemos:

1-Curto-circuitar os terminais 22 .

o

o

v 1 = h

11

.i

1

h

11

=

v 1 i 1
v
1
i
1

v

2 =

0

que caracteriza h

11

i

2

= h

como uma impedância.

21

.i

1

h

21

=

i

i

2

1

v

2

=

0

que caracteriza h

21

como ganho direto de corrente.

2-abrir os terminais 11.

v

1 = h

12

.v

2

h

12

=

v 1 v 2 i
v
1
v
2
i

1 =

0

caracteriza

h

12

com ganho reverso de tensão.

caracteriza

h

22

i

2

= h

22

.v

2

h

22

=

como admitância.

i 2 v 2 i
i
2
v
2
i

1 =

0

Sendo conhecido os parâmetros h do quadripólo seu modelo elétrico é determinado.

h do quadripólo seu modelo elétrico é determinado. Os manuais dos fabricantes de transistores trazem

Os manuais dos fabricantes de transistores trazem especificações dos parâmetros híbridos para a configuração emissor comum. Para as demais configurações de circuitos com transistores é necessário a determinação dos parâmetros híbridos.

Parâmetros híbridos nas configurações EC,BC e CC

parâmetro

Emissor comum

Base comum

Coletor comum

h

11

h

ie

h

ib

h

ic

h

12

h

re

h

rb

h

rc

h

21

h

fe

h

fb

h

fc

h

22

h

oe

h

ob

h

oc

Identificação dos parâmetros hxy

a primeira letra( x) tem o seguinte significado i – input

r

– reverse

f

– forward

o – output

a segunda letra( x) tem o seguinte significado

e-emissor comum b-base comum c-coletor comum

exemplo hie – impedância de entrada na configuração emissor comum

Fórmulas para a conversão dos parâmetros

 

Base comum

 

Coletor

 
 

comum

 

h

=

h

ie

 

h

ic

=

h

ie

 

ib

1 + h

fe

 

h

rb

=

h

ie

.

h

oe

1 + h

fe

h

re

 

h

rc

1

 
 

h

h

= fe

 

h

fc

= −

(1

+ h

fe

)

 

fb

1 + h

fe

 
 

h

ob

h

= oe

   

h

oc

= h

oe

 

1 +

h

fe

 

Portanto, para efeito de análise um transistor pode ser visto como um modelo híbrido nas três configurações.

configuração base comum

híbrido nas três configurações. configuração base comum configuração coletor comum configuração emissor comum 3

configuração coletor comum

híbrido nas três configurações. configuração base comum configuração coletor comum configuração emissor comum 3

configuração emissor comum

híbrido nas três configurações. configuração base comum configuração coletor comum configuração emissor comum 3

Modelo elétrico de um amplificador

A partir do modelo híbrido do transistor podemos analisar um

amplificador e determinar os parâmetros do circuito. Ligando um gerador de tensão a entrada e uma carga a saída do quadripólo, temos:

a entrada e uma carga a saída do quadripólo, temos: Ai - ganho de corrente do

Ai - ganho de corrente do quadripólo

O ganho de corrente do quadripólo é definido como:

Ai =

i

i

2

1

Das equações lineares para o quadripólo substituímos i e portanto,

2

Ai

=

h v

22

.

2

+

h

21

.

i

1

i

1

Como a tensão na carga é igual a:

v

2

= −

i .z

2

l

Substituindo e arranjando os termos,

Ai

=

h

21

+

h

22

.(

i

2

.

z

l

)

i

1

e simplificando, chegamos a:

Ai

=

h

21

1

+

h

22

.

z

l

Av - ganho de tensão do quadripólo

O ganho de tensão do quadripólo é definido como:

Av =

v

2

v

1

Das equações lineares para o quadripólo substituímos

Av

=

v

2

h .i

11

1

+

h

12

.v

2

v 1 e portanto,

Como a tensão na carga é igual a:

v

2

= −

i .z

2

l

Substituindo e arranjando os termos,

e simplificando, chegamos a:

Av

Av

=

i

2

.

z

l

h

11

.

i

1

+

h

12

.(

i

2

.

z

l

)

=

h

21

.

z

l

h

11

+

(

h h

11

.

22

h

12

.

h

21

).

z

l

Zi - impedância de entrada do quadripólo

A impedância de entrada do quadripólo é definida como:

Zi =

v

1

i

1

Das equações lineares para o quadripólo substituímos

Zi

=

h i

11

.

1

+

h

12

.

v

2

i

1

Como a tensão na carga é igual a:

v

2

= −

i .z

2

l

simplificando, chegamos a:

Zi

=

h

11

h h

12

.

21

.

z

l

1

+

h

22

.

z

l

Zo - impedância de saída do quadripólo

v 1 e portanto,

A impedância de entrada do quadripólo é definida como:

Zo

=

v

2

i

2

Para a impedância de saída substituímos o gerador da entrada por

um curto circuito e ligamos um gerador com tensão

v

2

a saída

Das equações lineares para o quadripólo substituímos A corrente Zo = v 2 h 21

Das equações lineares para o quadripólo substituímos

A corrente

Zo

=

v

2

h

21

.i

1

+

h

22

.v

2

i 1 no circuito é igual a:

i

1

=

h

12

.

v

2

z

g +

h

11

i

2

e portanto,

Substituindo e arranjando os termos, chegamos a:

Aig

Zo =

z

g

+

h

11

(z

g

+

h

11

).h

22

h

21

.h

12

- ganho de corrente do circuito

h 11 ). h 22 − h 21 . h 12 - ganho de corrente do

O ganho de corrente do circuito é definido como:

Aig =

i

l

i

g

Multiplicando a relação anterior por

Aig

=

i

l

i

g

i

. i

1

1

i 1 ,temos:

O ganho de corrente do quadripólo é igual a

Aig

=

Ai

.

i

1

i

g

Do divisor de corrente,

i

1

=

rg

rg

+

Zi

. ig

Ai =

i

i

2

1

e então:

Substituindo e simplificando, chegamos a:

Aig

=

rg

rg

+

Zi

. Ai

Como podemos perceber rg modifica o ganho de corrente do circuito, então fazendo rg , teremos Aig Ai .

Avg

- ganho de tensão do circuito

g → A i . A v g - ganho de tensão do circuito O ganho

O ganho de corrente do circuito é definido como:

Avg =

v

l

v

g

Multiplicando a relação anterior por

Avg

=

v

l

v

1

g

. v

1

v

v 1 ,temos:

O ganho de corrente do quadripólo é igual a

Avg

=

Av

.

v

1

v

g

Do divisor de corrente,

v

1

=

v

g

rg

+

Zi

. Zi

Av =

v

2

v

1

e então:

Substituindo e simplificando, chegamos a:

Avg

=

rg

Zi

+

Zi

. Av

Como podemos perceber rg modifica o ganho de corrente do circuito, então fazendo rg = 0 , teremos Avg = Av .