P. 1
Questões de custos

Questões de custos

|Views: 6.961|Likes:

More info:

Published by: Marco Aurélio Brandi on Dec 12, 2010
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

11/14/2013

pdf

text

original

CUSTOS – DIVERSAS BANCAS ICMS SP – VUNESP – 1997 1. A Indústria Martelo de Ferro Ltda.

Incorreu nos seguintes custos de produção,
no mês de fevereiro de 1997:Matéria-prima R$ 180.000,00 Mão-de-obra direta R$ 88.000,00 Custos Indiretos de fabricação R$ 12.500,00 TOTAL R$ 280.000,00 A matéria-prima é aplicada no início da produção e os custos indiretos de fabricação são apropriados na mesma proporção da matéria aplicada na produção. No mês de março de 1997, os custos incorridos foram os seguintes: Matéria-prima R$ 95.000,00 Mão-de-obra direta R$ 45.000,00 Custos Indiretos de fabricação R$ 36.000,00 TOTAL R$ 176.000,00 A produção dos meses de fevereiro e março de 1997 foi a seguinte: Fevereiro/97 Saldo inicial produção em elaboração ? Saldo inicial produção acabada ? Produção iniciada no mês 12.000/un. Produção acabada no mês 10.000/un. Produção em elaboração na data de 28/02/97: 2.000/un., que receberam 30% da MOD e 100% da MP e CIF. Março/97 Saldo inicial produção em elaboração 2.000/un. Saldo iniciada no mês 8.000/un. Produção acabada e vendida no mês 7.000/un. Produção em elaboração na data de 31/03/97: 3.000/un., com 40% da MOD e 100% da MP e CIF. Considerando as informações acima, pode-se afirmar que o custo dos produtos vendidos de março de 1997 foi A) R$ 136.848,00. B) R$ 156.848,00. C) R$ 146.848,00. D) R$ 166.848,00. E) R$ 186.848,00. 2. A Indústria Sol Nascente S/A apresentou as seguintes informações referentes ao exercício de 1996: R$ compra de matéria-prima .......................... 896.000,00 mão-de-obra direta .................................... 1.500.000,00 custos indiretos de fabricação ...................... 350.000,00 estoque de matéria-prima em 31/12/95 ........ 156.000,00 estoque de matéria-prima em 31/12/96 ........ 215.000,00
1

estoque de produtos acabados em 31/12/95 ..115.000,00 estoque de produtos acabados em 31/12/96 ..178.000,00 estoque de produtos em elaboração em 31/12/96 ... 56.000,00 Considerando as informações dadas e o conceito de custeio por absorção, podese afirmar que o custo dos produtos vendidos no exercício de 1996 foi A) R$ 2.568.000,00. B) R$ 2.658.000,00. C) R$ 2.685.000,00. D) R$ 2.586.000,00. E) R$ 2.856.000,00.

3. A Indústria Lua de Mel S/A, no ano de 1996, produziu e vendeu 15.000/un.
De vestidos de noiva, ao preço unitário de R$ 1.200,00. O custo unitário variável foi de R$ 420,00, os custos fixos atingiram o montante de R$ 8.500.000,00 em 1996. Para o ano de 1997, o preço de venda será reajustado em 10%; estima-se que a quantidade a ser fabricada e vendida será a mesma, porém os custos variáveis terão um reajuste de 32%; estima-se também, que os custos fixos atingirão o montante de R$ 9.150.000,00 em 1997. Considerando as informações dadas, pode-se dizer que, para a empresa atingir seu ponto de equilíbrio contábil, no ano de 1997, a mesma terá que produzir e vender A) 4.881,46/unidades. B) 6.931,81/unidades. C) 10.897,43/unidades. D) 11.951,41/unidades. E) 16.504,32/unidades.

4. A Indústria de Móveis, Mesas e Cadeiras Ltda., que produz e vende mesas e
escrivaninhas, efetuou uma ampliação em seu parque industrial, e está analisando o resultado do mês de novembro de 1995 (1º mês após o investimento), que apresentou as seguintes informações de custos:Novembro/1995 Custos Diretos Mesas Escrivaninhas Matéria-prima R$ 208.000,00 R$ 214.800,00 Mão-de-obra Direta R$ 121.000,00 R$ 136.200,00 Custos indiretos de fabricação R$ 251.000,00. Informações adicionais do mês de Nov/a995 Preço de Venda por unidade Tempo de fabricação Quantidade produzida Quantidade vendida Mesas R$ 215,00 15.000 h 2.500/un 1.800/un Escrivaninhas R$ 156,00 14.000 h 4.000/un 3.800/un Considerando que a empresa apropria os custos indiretos na mesma proporção dos custos diretos, pode-se afirmar que o lucro bruto por unidade, apurado pela contabilidade para os produtos mesas e escrivaninhas foi, respectivamente, A) R$ 34,83; R$ 35,86. B) R$ 35,86; R$ 34,83. C) R$ 38,36; R$ 38,43. D) R$ 38,43; R$ 38,36.
2

E) R$ 41,51; R$ 42,86.

5. Analise as afirmativas abaixo.I. O sistema de apropriação de custos
denominado "custeio por absorção" apropria tão somente os custos indiretos de fabricação dos produtos elaborados. II. O sistema denominado "custeio variável" apropria todos os custos de produção aos produtos elaborados. III. O sistema de apropriação de custos denominado "custeio padrão" apropria tão somente os custos fixos da produção aos produtos elaborados. IV. O sistema de apropriação de custos denominado "custeio por absorção" apropria todos os custos de produção aos produtos elaborados. V. O sistema denominado "custeio baseado em atividades" apropria somente os custos diretos aos produtos elaborados. Pode-se afirmar que está correta apenas a A) II. B) III. C) IV. D) I. E) V.

6. A empresa Pastor Rodrigues Comércio de Carnes Ltda. Adquiriu em um
determinado mês, 10 (dez) bois vivos, ao preço de R$ 340,00 cada, com ICMS incluso de 18%. Durante o processo de abate de todos os animais, a empresa incorreu nos seguintes custos operacionais:Mão-de-obra direta R$ 503,00 Custos indiretos R$ 1.045,00 O produto acabado é vendido no mercado pelos seguintes preços de venda: Filé mignon R$ 10,00/kg Picanha R$ 11,00/kg Alcatra R$ 6,00/kg Demais carnes (preço médio) R$ 5,00/kg Miúdos R$ 2,00/kg Ossos e couros R$ 1,00/kg A produção total foi de: Filé mignon R$ 30kg Picanha R$ 40/kg Alcatra R$ 45/kg Demais carnes (preço médio) R$ 800/kg Miúdos R$ 120/kg Ossos e couros R$ 50/kg A empresa atribui custos aos diferentes produtos com base no valor de venda dos mesmos. Considerando os dados acima, pode-se afirmar que os custos de produção da picanha e da alcatra foram, respectivamente, A) R$ 821,00 e R$ 612,00. B) R$ 715,00 e R$ 158,00. C) R$ 612,00 e R$ 821,00. D) R$ 365,00 e R$ 226,00. E) R$ 360,00 e R$ 221,00.
3

7. A Help Corporation S/A trabalha com três linhas de produtos: leite, manteiga e
iogurte; a empresa é composta de três filiais industriais, em regiões diferentes do país; a sede central localiza-se em São Paulo e presta serviços para as três filiais. No ano de 1996, foram apresentadas ao contador as seguintes informações:Receita em Reais: Filiais Leite Manteiga Iogurte Filial 1 180.000,00 120.000,00 98.000,00 Filial 2 110.000,00 90.000,00 106.000,00 Filial 3 210.000,00 114.000,00 46.000,00 CUSTOS E DESPESAS FIXOS Custos e Despesas em R$ Leite Manteiga Iogurte Filial 1 95.000,00 30.000,00 15.000,00 Filial 2 15.000,00 10.000,00 11.000,00 Filial 3 18.000,00 14.000,00 22.000,00 Custos e despesas fixos do escritório central rateado às filiais e aos produtos: Custos e Despesas Fixos do Escritório Custos e Despesas em R$ Leite Manteiga Iogurte Filial 1 86.800,00 12.280,00 7.800,00 Filial 2 21.710,00 15.650,00 22.850,00 Filial 3 19.250,00 18.680,00 13.180,00 Considerando as informações acima e o conceito de margem de contribuição, pode-se afirmar que o produto e a filial que mais contribuíram para a formação do resultado da empresa foram, respectivamente, A) leite e filial 1. B) manteiga e filial 2. C) iogurte e filial 3. D) manteiga e filial 1. E) manteiga e filial 3. NCE

8. A Nossa Fábrica de Produtos conseguiu produzir 8 mil unidades do objeto
Mono e, no mesmo período, vendeu 6 mil unidades dele, a vista, pelo preço total de R$ 60.000,00.As outras informações relativas às operações do período são as seguintes: - materiais diretos R$ 2,00 por unidade; - mão-de-obra direta R$ 1,00 por unidade; - custos indiretos de fabricação R$ 40.000,00 total; - custos indiretos de fabricação fixos, corres-pondentes a 60% dos CIFs; - despesas fixas de venda e de administração R$ 10.000,00; - a empresa não possuía estoque inicial
4

de pro-dutos; - tanto a fabricação como a venda estão isentas de tributação. Com os dados acima alinhados, se a empresa utilizar o Custeio por Absorção, o valor do Lucro Bruto apurado no período será de A)R$12.000,00 B)R$18.000,00 C)R$30.000,00 D)R$42.000,00 E)R$48.000,00

9. A Cia. Fabricante S/A produziu 8 mil unidades de seu produto e, no mesmo
período, vendeu 6 mil unidades ao preço unitário de R$ 10,00.As outras informações relativas às operações do período são as seguintes: - materiais diretos R$ 2,00 por unidade; - mão-de-obra direta R$ 1,00 por unidade; - custos indiretos de fabricação R$ 40.000,00 total; - custos indiretos de fabricação fixos, corres-pondentes a 60% dos CIFs; - despesas fixas com vendas e administração R$ 10.000,00; - a empresa não possuía estoque inicial de produtos; - tanto a fabricação como a venda estão isen-tas de tributação. Com os dados acima alinhados, se a empresa utilizar o Custeio Variável, o Resultado Líquido apurado no período será: A) Lucro Líquido de R$ 44.000,00 B) Lucro Líquido de R$ 38.000,00 C) Prejuízo Líquido de R$ 22.000,00 D) Prejuízo Líquido de R$ 4.000,00 E)Não haverá nem lucro nem prejuízo FISCAL TRIBUTOS ESTADUAL – SEFAZ PA 2002 ESAF

10. Considere os seguintes dados, relativos à única mercadoria que a empresa
revende. 31/01/02 Estoque de 300 unidades a R$ 4,00 cada uma. 10/02/02 Compra de 200 unidades por R$ 1.000,00 [valor de fatura]. 15/02/02 Venda de 400 unidades. 20/02/02 Venda de 50 unidades. 25/02/02 Compra de 450 unidades por R$ 2.250,00 [valor de fatura].
5

28/02/02 Venda de 100 unidades. 01/03/02 Venda de 300 unidades. Considerando que - o Lucro Bruto sobre Vendas foi de R$ 680,00; - as compras e vendas estão sujeitas ao ICMS de 20%; - as despesas operacionais foram de R$ 180,00; - foi adotado o sistema de avaliação de estoques denominado de custo médio ponderado; - a provisão para Imposto de Renda foi de R$150,00, podemos afirmar que, no Balanço de 28.02.2002, A) a Receita Bruta de Vendas foi de R$ 5.100,00. B) o Custo de Mercadorias Vendidas foi de R$ 2.880,00. C) o Custo de Mercadorias Vendidas foi de R$ 3.400,00. D) a Receita Bruta de Vendas foi de R$ 3.600,00. E) o Custo de Mercadorias Vendidas foi igual ao Lucro Bruto sobre Venda, isto é, de R$ 680,00.

11. Considere os dados abaixo e assinale a opção correta. Compras do período
(líquidas de ICMS) R$ 200,00 Custo das Mercadorias Vendidas R$ 150,00 Despesas com Vendas R$ 100,00 Despesas Financeiras R$ 50,00 Despesas Gerais R$ 80,00 Lucro Líquido do Exercício R$ 20,00 Receita Líquida de Vendas R$ 400,00 Os estoques inicial e final são, respectivamente, de: A) R$ 70,00 e R$ 50,00. B) R$ 50,00 e R$ 70,00. C) R$ 20,00 e R$ 70,00. D) R$ 70,00 e R$ 20,00. E) R$ 20,00 e R$ 50,00.

12. Considere os dados abaixo e assinale a opção correta. Compras 100 unidades
a R$ 2,50, cada; Estoque final 10 unidades; Estoque inicial 20 unidades, no valor de R$ 40,00; Lucro bruto R$ 100,00; Lucro operacional R$ 20,00; ICMS sobre Compras e Vendas - 20%. Na apuração do resultado verificamos que A) a Receita Líquida de Vendas é de R$ 400,00. B) a Receita Bruta de Vendas é de R$ 400,00. C) a Receita Bruta de Vendas é de R$ 320,00. D) o Custo de Mercadorias Vendidas é de R$ 290,00. E) o Custo de Mercadorias Vendidas é de R$ 300,00. ICMS – SP – VUNESP – 2002

6

13. Primeiro exercício social da Cia. Alfa, fabricante de bicicletas ergométricas.
Custos e despesas operacionais R$ Matéria-prima e outros materiais diretos 20.000 Mão-de-obra direta 22.000 Custos indiretos variáveis 6.000 Custos indiretos fixos 12.000 Despesas fixas de vendas 5.000 Despesas variáveis de vendas, por unidade 20 Informações adicionais: A Cia. Alfa fabricou, no exercício, 300 unidades, das quais vendeu, nesse mesmo período, 250 unidades, ao preço unitário de R$300. O custo de produção de cada unidade, pelo custeio por absorção, é de A) R$ 220. B) R$ 200. C) R$ 160. D) R$ 140. E) R$ 113.

14. Primeiro exercício social da Cia. Alfa, fabricante de bicicletas ergométricas.
Custos e despesas operacionais R$ Matéria-prima e outros materiais diretos 20.000 Mão-de-obra direta 22.000 Custos indiretos variáveis 6.000 Custos indiretos fixos 12.000 Despesas fixas de vendas 5.000 Despesas variáveis de vendas, por unidade 20 Informações adicionais: A Cia. Alfa fabricou, no exercício, 300 unidades, das quais vendeu, nesse mesmo período, 250 unidades, ao preço unitário de R$300. O custo de produção de cada unidade, pelo custeio variável, é de A) R$ 140. B) R$ 160. C) R$ 176. D) R$ 216. E) R$ 220. 15.A margem de contribuição total das unidades vendidas é de A) R$ 13.000. B) R$ 15.000. C) R$ 27.000. D) R$ 30.000. E) R$ 35.000.

16 Consideradas unicamente as informações fornecidas, o lucro bruto, de acordo
com os princípios de contabilidade aceitos no Brasil, é de A) R$ 75.000. B) R$ 35.000. C) R$ 30.000. D) R$ 25.000.
7

E) R$ 15.000.

17. Examine as afirmações a seguir. I. No custeio por absorção apropriam-se aos
produtos elaborados todos os custos de produção, quer fixos, quer variáveis, quer diretos ou indiretos, e tão somente os custos de produção. II. Os custos fixos tendem a ser muito mais um encargo para que a empresa possa ter condições de produção do que sacrifício para a fabricação específica desta ou daquela unidade. Assim sendo, não há, normalmente, grande utilidade para fins gerenciais no uso de um valor onde existem custos fixos apropriados. III. Quando se apropriam custos fixos aos produtos, o custo de determinado produto pode variar em função não só de seu volume, mas também em função da quantidade dos outros bens fabricados. IV. No custeio variável ou custeio direto só são alocados aos produtos os custos diretos, ficando os fixos e os indiretos variáveis separados e considerados como despesas do exercício, indo diretamente para o Resultado. Estão corretas somente as afirmações A) I e II. B) I e III. C) I, II e III. D) II, III e IV. E) III e IV.

18. No início de dezembro de 2001, a Gama & Gama foi convidada, pelas
empresas A e B, a apresentar propostas para a prestação de serviços técnicos especializados. O departamento de custos preparou os seguintes orçamentos: Custos e despesas variáveis orçados Empresa A Empresa B Mão-de-obra direta e encargos 30.000 64.000 Materiais diretos 3.000 8.000 Outros custos indiretos 8.000 22.000 Despesas variáveis 4.000 8.000 Totais 45.000 102.000 Informações adicionais: - Os custos fixos da Gama & Gama somam R$ 9.000 por semana, considerandose sempre quatro semanas e meia por mês. - As despesas fixas mensais somam R$ 8.500. - Os preços de venda foram fixados em R$ 90.000 para a Empresa A e R$ 150.000 para a Empresa B. Ao ser consultado, o chefe do departamento de produção da Gama & Gama informou que só havia a possibilidade de se aceitar um dos dois serviços, pois existiam, em dezembro de 2001, vários outros serviços em execução e, a partir de janeiro de 2002, todo o pessoal estaria trabalhando em serviços já contratados. A Gama & Gama deve incentivar a venda do serviço para a Empresa A) A, pois os custos e despesas totais do serviço são menores. B) B, pois o valor da receita é maior. C) A, pois é o que proporciona melhor resultado, considerados os custos e despesas totais. D) B, pois é o que proporciona melhor resultado, considerados os custos e despesas totais.

8

E) B, pois sua margem de contribuição é maior. 19.A margem de contribuição e os custos variáveis dos serviços solicitados são, respectivamente, A) B) C) D) E) para a Empresa A: R$ 49.000 e R$ 41.000. para a Empresa A: R$ 45.000 e R$ 41.000. para a Empresa A: R$ 56.000 e R$ 72.000. para a Empresa A: R$ 48.000 e R$ 102.000. para a Empresa A: R$ 45.000 e R$ 45.000

20. A Cia. Delta dedica-se à produção de um único tipo de veículo. Sua
capacidade de produção é de 60 unidades, por mês. Devido à acirrada concorrência, a entidade só conseguiu vender, no mês de fevereiro de 2002, 40 unidades. São os seguintes seus dados de custos, despesas e receitas: - Custos fixos mensais de produção: R$ 1.150.000; - Mão-de-obra direta de cada veículo: R$ 9.000; - Despesas fixas mensais: R$ 150.000; - Materiais diretos de cada veículo: R$ 14.000; - Despesas variáveis de venda, por unidade: R$ 2.000; - Preço unitário de venda: R$ 60.000; Para fazer face à ociosidade de mão-de-obra, o diretor de planejamento propôs à diretoria plena a venda de 20 veículo pelo valor unitário de R$ 30.000. A margem de contribuição unitária dos veículos já vendidos é de A) R$ 2.500. B) R$ 13.333. C) R$ 32.500. D) R$ 35.000. E) R$ 60.000. 21. Para fazer face à ociosidade de mão-de-obra, o diretor de planejamento propôs à diretoria plena a venda de 20 veículo pelo valor unitário de R$ 30.000. A proposta do diretor de planejamento A) Deve ser aceita, pois contribuirá para a melhoria do lucro antes do imposto de renda e da contribuição social. B) Não deve ser aceita, pois comprometerá a margem de contribuição unitária. C) Não deve ser aceita, porque reduzirá o lucro antes do imposto de renda e da contribuição social. D) Deve ser aceita, pois o nível dos gastos fixos permanecerá inalterado. E) Não deve ser aceita, porque comprometerá o equilíbrio entre gastos fixos e variáveis. 22. Para fazer face à ociosidade de mão-de-obra, o diretor de planejamento propôs à diretoria plena a venda de 20 veículo pelo valor unitário de R$ 30.000. O preço unitário pelo qual deveriam ser vendidos os 20 veículos ainda não comercializados, para se atingir o ponto de equilíbrio contábil, antes do imposto de renda e da contribuição social, é

9

A) B) C) D) E)

R$ 60.000. R$ 50.000. R$ 35.000. R$ 25.000. R$ 20.000.

23. A Cia. Dzeta produz 100 unidades de determinado produto, incorrendo em
custos e despesas fixos de R$ 2.000 e custos e despesas variáveis de R$ 6.000. O preço unitário de venda é de R$ 100. Indique, respectivamente, - O ponto de equilíbrio contábil (antes do imposto de renda e da contribuição social), em unidades, e - O valor da receita necessária para se obter lucro (antes do imposto de renda e da contribuição social) de 30% sobre a receita de vendas. A) 100 unidades e R$ 10.000. B) 100 unidades e R$ 6.000. C) 65 unidades e R$ 6.500. D) 50 unidades e R$ 20.000. E) 50 unidades e R$ 5.000. 24. Considere os seguintes gastos relativos a determinado exercício social da Cia. Beta. Natureza do gasto R$ Material de consumo, administração geral 2.000 Despesas com entrega de produtos vendidos 22.500 Comissões dos vendedores 40.000 Salários do pessoal da fábrica 70.000 Manutenção da fábrica 25.000 Seguro do prédio da administração 3.000 Matéria-prima consumida 180.000 Salários da administração 45.000 Materiais diversos utilizados na fábrica 8.000 Seguros da fábrica 5.000 Depreciação da fábrica 25.000 Despesas financeiras 25.000 Honorários da diretoria 20.000 Energia elétrica da fábrica, medida globalmente 42.000 Os custos de produção e as despesas administrativas são, respectivamente, A) R$ 377.000 e R$ 92.500. B) R$ 357.000 e R$ 117.500. C) R$ 355.000 e R$ 70.000. D) R$ 355.000 e R$ 157.500. E) R$ 550.000 e R$ 95.000.

25. A Cia. Sigma iniciou o exercício social de 2001 sem estoque. Durante o ano
de 2001 produziu 250 unidades do produto Y, 30 das quais ficaram estocadas para serem vendidas em 2002. As outras 220 unidades foram vendidas, parte à vista e parte à prazo, sempre pelo valor unitário de R$ 500. Os custos de produção e as despesas, no ano de 2001, foram: - Matéria-prima: R$ 11.300; - Mão-de-obra direta: R$ 26.000; - Custos indiretos de fabricação: R$ 15.200; - Despesas gerais e administrativas: R$ 16.800; - Comissões sobre vendas, por unidade: 10% do valor de venda.
10

O total das despesas operacionais e o lucro bruto do exercício de 2001 é, respectivamente, de A) R$ 74.000 e R$ 36.000. B) R$ 29.300 e R$ 63.800. C) R$ 29.300 e R$ 57.500. D) R$ 27.800 e R$ 57.500. E) R$ 27.800 e R$ 63.800.

26. A Cia. Sigma iniciou o exercício social de 2001 sem estoque. Durante o ano
de 2001 produziu 250 unidades do produto Y, 30 das quais ficaram estocadas para serem vendidas em 2002. As outras 220 unidades foram vendidas, parte à vista e parte à prazo, sempre pelo valor unitário de R$ 500. Os custos de produção e as despesas, no ano de 2001, foram: - Matéria-prima: R$ 11.300; - Mão-de-obra direta: R$ 26.000; - Custos indiretos de fabricação: R$ 15.200; - Despesas gerais e administrativas: R$ 16.800; - Comissões sobre vendas, por unidade: 10% do valor de venda. O valor do estoque, no final do exercício de 2001, e o custo de cada unidade produzida no período, de acordo com os princípios contábeis aceitos no Brasil é, respectivamente, de A) R$ 3.600 e R$ 220. B) R$ 5.520 e R$ 184. C) R$ 6.300 e R$ 210. D) R$ 6.300 e R$ 250. E) R$ 9.639 e R$ 321.

27. A Cia. Ômicron utiliza o método do valor de mercado para apropriação dos
custos conjuntos aos três co-produtos A, B e C, produzidos da mesma matériaprima. São os seguintes os custos de produção: - Matéria-prima: R$ 10.000.000; - Mão-de-obra e encargos: R$ 6.000.000; - Outros custos industriais: R$ 2.000.000. São os seguintes os valores de venda, por quilograma, e as quantidades produzidas: Co-produtos Valor de venda por kg Quantidade produzida Valor total de venda R$ A R$ 480 10.000 kg 4.800.000 B R$ 160 60.000 kg 9.600.000 C R$ 240 40.000 kg 9.600.000 Total - - 24.000.000 Considerados os dados fornecidos, pode-se afirmar que os custos conjuntos, por quilo, a serem apropriados aos co-produtos A, B e C são, respectivamente, de A) R$ 163,64; R$ 163,64; R$ 163,64. B) R$ 218,18; R$ 218,18; R$ 218,18. C) R$ 360,00; R$ 120,00; R$ 180,00. D) R$ 480,00; R$ 160,00; R$ 240,00. E) R$ 981,90; R$ 54,57; R$ 122,74.
11

28. Dados extraídos da Contabilidade da Cia. Iota: - Matéria-prima comprada no
mês: R$ 400; - Devolução de parte da matéria prima comprada no mês: R$ 300; - Custos indiretos de fabricação incorridos no mês: R$ 300; - Estoque final de produtos em elaboração: R$ 200; - Estoque final de matéria-prima: R$ 100; Estoque inicial de produtos acabados: R$ 150; - Estoque inicial de produtos em elaboração: R$ 200; - Não havia outros estoques iniciais ou finais. Os valores dos custos de produção do mês, do custo da produção acabada no mês e o custo da produção vendida no mês são, respectivamente, A) R$ 1.500, R$ 1.350 e R$ 1.350. B) R$ 1.450, R$ 1.350 e R$ 1.600. C) R$ 1.400, R$ 1.300 e R$ 1450. D) R$ 1.350, R$ 1.350 e R$ 1500. E) R$ 1.500, R$ 1.550 e R$ 1.500.

29. A Cia. Heta apresentou os seguintes saldos em determinado período contábil:
- Matéria-prima: R$ 1.000; - Mão-de-obra direta: R$ 500; - Salário da administração: R$ 400; - Manutenção da fábrica: R$ 80; - Energia elétrica das máquinas da fábrica, medida globalmente: R$ 220; - Aluguel do prédio administrativo: R$ 50; - Depreciação da fábrica: R$ 100; - Materiais indiretos: R$ 350; - Seguros da fábrica: R$ 120; - Salário do setor de faturamento: R$ 85; - Mão-de-obra indireta: R$ 700. Os valores dos custos diretos dos custos indiretos de fabricação e do custo de produção são, respectivamente, A) R$ 1.500, R$ 1.570 e R$ 3.070. B) R$ 1.580, R$ 1.490 e R$ 3070. C) R$ 1.720, R$ 1.750 e R$ 3.470. D) R$ 1.720, R$ 1.350 e R$ 3.070. E) R$ 1.900, R$ 1.570 e R$ 3.470.

30. Julgue as afirmações a seguir. I. Na sua aquisição, a matéria-prima é um
gasto que imediatamente se transforma em investimento; no momento de sua utilização, transformase em custo integrante do bem fabricado; quando o produto é vendido, transforma-se me despesa. II. Muitos gastos são automaticamente transformados em despesas; outros passam, primeiro, pela fase de custos; outros, ainda, passam pelas fases de investimento, custo, investimento, novamente e, por fim, despesa. III. Cada componente que foi custo no processo de produção torna-se, na baixa, despesa; no Resultado, existem receitas e despesas - às vezes ganhos e perdas, mas não custos. Pode-se afirmar que A) Apenas as afirmações I e II são verdadeiras. B) Apenas a afirmação I é verdadeira. C) Apenas a afirmação II é verdadeira. D) Apenas a afirmação III é verdadeira. E) Todas as afirmações são verdadeiras.
12

31. Considere os saldos abaixo extraídos da Contabilidade da Cia. Épsilon,
correspondentes ao mês de fevereiro de 2002, e as informações adicionais sobre a posição dos estoques. Nomenclatura R$ Mão-de-obra direta 48.000 Materiais diretos 260.000 Seguros de fábrica 3.000 Mão-de-obra indireta 30.000 Depreciação administração 10.000 Vendas 461.000 Salários departamento de vendas 7.000 Materiais indiretos 4.000 Depreciação fábrica 15.000 Energia elétrica fábrica, medição global 40.000 Salários setor administrativo 4.000 Total 882.000 Posição dos estoques: Tipos de estoque Saldos no mês de fevereiro Início Fim Matéria-prima 30.000 10.000 Produtos em fabricação 25.000 35.000 Produtos acabados 35.000 25.000 O valor dos custos apropriados à produção no mês é de A) R$ 430.000. B) R$ 421.000. C) R$ 420.000. D) R$ 400.000. E) R$ 390.000. 32. Os valores do custo dos produtos fabricados no mês é de A) R$ 390.000. B) R$ 400.000. C) R$ 410.000. D) R$ 420.000. E) R$ 440.000. 33. Os valores do custo dos produtos vendidos e do lucro bruto são, respectivamente, de A) R$ 390.000 e R$ 71.000. B) R$ 400.000 e R$ 61.000. C) R$ 410.000 e R$ 51.000. D) R$ 420.000 e R$ 41.000. E) R$ 430.000 e R$ 31.000.

13

34. Considere as proposições a seguir.
I. Custos diretos e indiretos dizem respeito ao relacionamento entre o custo e o produto feito. Custos fixos e variáveis são uma classificação que não leva em consideração o produto, e sim a relação entre os custos e o volume de atividade numa unidade de tempo. II. O valor global de consumo dos materiais diretos por mês depende diretamente do volume de produção; quanto maior a quantidade fabricada, maior o seu consumo. Dentro, portanto, de uma unidade de tempo (mês, por exemplo), o valor do custo com tais materiais varia de acordo com o volume da produção; logo, materiais diretos são custos variáveis. III. Se a empresa adota um sistema de depreciação com base e, quotas decrescentes e com isso atribui para cada ano um valor diferente desse custo, passa a ter, na depreciação, um custo variável. IV. O valor total consumido de matériaprima depende da quantidade de bens fabricados. Contudo, por unidade produzida, a quantidade de matériaprima é, provavelmente, a mesma. Isto, portanto, lhe tira a característica de custo variável. Sobre as proposições, pode-se afirmar que são corretas A) I, II, III e IV. B) Apenas I, II e III. C) Apenas I e II. D) Apenas I, III e IV. E) Apenas II, III e IV.

Contador – Termuaçu – Cesgranrio

35. Para responder à questão, considere os dados abaixo relativos ao mês de
janeiro de 2007, de uma indústria química que utiliza o método de custeio por absorção e que vendeu 50% da sua produção.

O custo dos produtos vendidos no mês de janeiro, em reais, foi A) 500,00 B) 950,00 C) 1.100,00 D) 1.150,00 E) 1.300,00 36. O lucro líquido no mês de janeiro, em reais, foi A) 1.900,00 B) 1.350,00 C) 1.300,00
14

D) 1.250,00 E) 1.100,00

SEFAZ RJ – FGV – 2008

37. Determinada empresa industrial produz e vende somente três produtos
diferentes: A, B e C, os quais são normalmente vendidos por R$ 10,00; R$ 15,00 e R$ 20,00, respectivamente. Os custos variáveis unitários dos produtos A, B e C costumam ser R$ 6,00; R$ 8,00 e R$ 15,00, respectivamente. A empresa ainda incorre em custos fixos de R$ 400,00 por mês; despesas fixas administrativas e de vendas no valor de R$ 350,00 por mês; comissão variável aos vendedores de 3% da receita auferida. O gerente da produção constatou, com o responsável pelo almoxarifado, que a matéria-prima X, comum aos três produtos, está com o estoque muito baixo - só se dispõe de 700kg desse recurso. Constatou-se, ainda, que só se dispõe de 60kg da matéria-prima Y. O gerente da produção sabe que cada unidade do produto A consome 2kg da matéria-prima X; que cada unidade do produto B consome 3kg da matéria-prima X e que cada unidade do produto C consome 5kg da matéria-prima X, além de 4kg da matéria-prima Y ( que é exclusiva do produto C ). O gerente de produção verificou com a equipe de vendas que a demanda mensal pelos produtos da empresa tem se mantido em 220 unidades do produto A, 100 unidades do produto B e 150 do produto C. O gerente de produção procurou a equipe de compras e verificou que não é viável adquirir mais matérias-primas até o fim deste mês. Sabe-se que no almoxarifado há 45 unidades da mercadoria A e 78 unidades da mercadoria C, prontas para serem vendidas, embora não haja qualquer unidade da mercadoria B. Para se maximizar o resultado da empresa neste período, devem ser produzidas, ainda este mês, das mercadorias A, B e C, respectivamente: A) zero unidade, 100 unidades e 150 unidades. B) 175 unidades, 100 unidades e 10 unidades. C) 175 unidades, 300 unidades e 72 unidades. D) 200 unidades, 100 unidades e zero unidade. E) 220 unidades, 100 unidades e 150 unidades.

38. Analise as afirmativas a seguir:
I. Os co-produtos são todos os produtos secundários, isto é, deles se espera a geração esporádica de receita que é relevante para a entidade. II. Dos subprodutos se espera a geração de receita regular ou esporádica para a entidade, sendo seu valor irrelevante para a entidade, em relação ao valor de venda dos produtos principais. III. Os subprodutos são avaliados, contabilmente, pelo valor líquido de realização. IV. A receita auferida com a venda de sucatas é reconhecida como "Receita NãoOperacional". Assinale: A) se somente as afirmativas I e II forem corretas. B) se somente as afirmativas I, II e IV forem corretas. C) se somente as afirmativas II e III forem corretas.
15

D) se somente as afirmativas II e IV forem corretas. E) se somente a afirmativa III for correta.

39. A empresa industrial Grasse fabrica e vende 2 tipos de perfume: X e Y. A
fabricação do produto X consome 2,75kg de matériaprima por unidade e 2h de mão-de-obra direta por unidade, ao passo que a fabricação do produto Y consome 10kg de matéria-prima por unidade e 3h de mão-de-obra direta por unidade. Sabe-se que a matéria-prima e a mão-de-obra direta podem ser utilizadas indistintamente nos dois produtos. O quilo da matéria-prima custa R$ 2,00 e a taxa da mãode- obra R$ 3,00/h. A empresa incorre em custos fixos mensais (comuns aos dois produtos) de R$ 9.400 e em despesas fixas mensais de R$ 4.000, além de despesas variáveis correspondentes a 10% da receita. Considere que, em agosto próximo passado, a empresa Grasse produziu 100 unidades do produto X e 90 unidades do produto Y. Considere, ainda, que em agosto os estoques iniciais estavam vazios e que a empresa vendeu 80 unidades de cada produto, sendo o produto X ao preço unitário de R$ 150 e o produto Y por R$ 250. O resultado que a empresa industrial Grasse apurou em agosto próximo passado, pelo custeio por Absorção (utilizando-se as horas totais de mão-de-obra direta como critério de rateio), foi: A) R$ 20.760,00. B) R$ 13.400,00. C) R$ 13.538,67. D) R$ 13.560,00. E) R$ 12.160,00. 40. O ponto de equilíbrio contábil da empresa industrial Grasse, em valores arredondados, é: A) R$ 5.007,82. B) R$ 14.909,60. C) R$ 11.768,39. D) R$ 10.458,97. E) R$ 16.776,21. 1 41. Admitindo que, para setembro, todas as variáveis de agosto próximo passado permanecem válidas (inclusive a demanda: 80 unidades de cada produto), salvo a disponibilidade de matérias-primas, pois, em função da greve dos transportadores, a empresa industrial Grasse só dispõe de 605kg dessa matériaprima. Considerando que a única decisão viável diz respeito ao volume a ser produzido, determine quantas unidades de cada produto deverão ser produzidas e vendidas a fim de a empresa industrial Grasse apurar o maior lucro possível em setembro. ( Perfume X e Perfume Y, respectivamente - valores arredondados ). A) zero unidade e 76,7 unidades B) 10 unidades e 70 unidades C) 100 unidades e 33 unidades D) 80 unidades e 38,5 unidades E) 60 unidades e 44 unidades
16

Ciências contábeis – BNDS – 2008 – Cesgranrio

42. O Gerente de Custos da Cia. Industrial Tamoio S/A, durante a apuração do
custo dos produtos do mês, chegou aos seguintes números, em reais:

Sabendo-se que os custos indiretos usualmente alocado aos produtos por rateio, com base no custo da matéria-prima, totalizaram o valor de R$ 250.000,00 no mês, pode-se afirmar que o custo total do Produto C, em reais, é A) 170.000,00 B) 265.000,00 C) 325.000,00 D) 355.000,00 E) 450.000,00

43 No levantamento dos custos dos produtos da Cia. Medina S/A obtiveram-se os
seguintes números, em reais:

Considerando-se o critério de margem de contribuição unitária, o produto que apresenta maior contribuição ou lucratividade é o Modelo A) K B) L C) M D) N
17

E) O 44. Dados extraídos do orçamento da Cia. Alvorada S/A.
* Projeção de vendas para o período de janeiro a abril de 2007, em reais.

* Para atender a essas vendas a empresa pretende manter, em cada mês, um estoque básico de R$ 20.000,00 mais 80% do Custo dos Produtos Vendidos (CPV) do mês seguinte. * O CPV representa, em média, 70% das vendas. Considerando-se, apenas, os dados acima, o lucro bruto acumulado projetado para abril de 2007, em reais, será de A) 48.000,00 B) 60.000,00 C) 65.800,00 D) 72.000,00 E) 73.600,00 ANALISTA CONTABILIDADE EPE 2007 CESGRANRIO

45. Determinada empresa industrial, tributada pelo lucro real, adquiriu matériaprima do exterior, pagando US$ 800, sendo que a paridade cambial era R$ 2,00 por dólar no instante do fechamento do contrato de compra. Na entrada da mercadoria em território brasileiro, quinze dias após o pagamento, cada dólar estava valendo R$ 2,10 e a empresa pagou ainda mais R$ 400,00 de tributos sobre a importação, sendo R$ 330,00 de ICMS, IPI, PIS e COFINS e R$ 70,00 de Imposto sobre Importação e Taxas Alfandegárias. O débito no grupo de estoques, ao final desta operação, em reais, será: A) 1.600,00 B) 1.670,00 C) 1.680,00 D) 1.750,00 E) 2.000,00

18

46. informações a seguir relativas à Cia. A

Considerando os tributos, a Margem de Contribuição da Cia. A, em reais, é: A) 380,00 B) 507,10 C) 635,50 D) 763,90 E) 1.022,00

47. informações a seguir relativas à Cia. A

O ponto de equilíbrio contábil da Cia. A, em unidades, será: A) 45 B) 56 C) 90 D) 112 E) 150

48. Dados de uma indústria automotiva, com valores em reais, no mês de
janeiro de 2007.

19

O custo dos produtos vendidos, em reais, foi: A) 20.000,00 B) 21.333,33 C) 23.266,67 D) 24.600,00 E) 27.266,67 49. O lucro líquido, em reais, foi: A) 3.400,00 B) 6.200,00 C) 6.666,67 D) 8.733,33 E) 11.400,00

50. A respeito de custos e análise de custos, é correto afirmar que:
A) no sistema de custeio variável, apropriam-se à produção todos os custos fixos e variáveis, tanto os diretos como os indiretos. B) a legislação fiscal permite o arbitramento do custo dos produtos vendidos, aplicando-se o percentual de 70% do saldo de estoques para a conta de custo das vendas. C) os custos variáveis são aqueles que mantêm uma relação direta com o volume de produção ou serviço e dessa forma, o total dos custos variáveis sofre redução à medida que o volume de produção da empresa aumenta. D) o critério do custeio padrão é admitido pela legislação societária, desde que sejam realizados os ajustes ao custeio direto ou variável, para efeito de publicação. E) o sistema de custeio ABC é baseado nas atividades que a empresa realiza no processo de fabricação e permite atribuir os custos aos produtos por meio de rastreamento.

20

51. A Cia. Energia apresentou sua demonstração de resultado, conforme

resumido a seguir. Obs.: Despesas incluídas no resultado, em milhares de reais: Despesa com depreciação de R$ 1.250; e Provisão para Perdas em Créditos de Liquidação Duvidosa de R$ 450. Considerando os números apresentados, o EBITDA da Cia. Energia monta, em milhares de reais, a: A) 9.750 B) 9.850 C) 10.050 D) 10.200 E) 10.250

52. Uma empresa tributada pelo lucro presumido apresentou os seguintes dados,
ao final do mês de janeiro de 2007: _ Receita Bruta de Vendas R$ 1.200.000,00 _(-) Descontos Incondicionais Concedidos (N.Fiscal) (R$ 60.000,00) _(-) Devolução de Vendas (R$ 20.000,00) _(-) Perda na Venda de Bens do Ativo Imobilizado (R$ 10.000,00) Considerando apenas as informações apresentadas e sabendo que a alíquota do PIS/PASEP é de 0,65% para as empresas tributadas pelo lucro presumido, o valor da contribuição, devido em janeiro de 2007, em reais, monta a: A) 7.215,00 B) 7.280,00 C) 7.345,00 D) 7.670,00 E) 7.800,00

21

53. Considere o Balanço Patrimonial da Cia. Alfa em 31/12/2006, em reais.

Obs.: Não há direitos ou obrigações com prazo superior a 360 dias. Considerando os ajustes e a padronização de critérios para realização de análise econômico-financeira, o índice de liquidez corrente da Cia. Alfa será (utilize 2 casas decimais): A) 1,10 B) 1,25 C) 1,29 D) 1,30 E) 1,46 ANALISTA LEGISLATIVO – CAMARA SP -2007 –VUNESP

54. A Pitoresca S.A. apurou seu estoque de mercadorias em 2.000 unidades,
avaliadas ao custo médio unitário de $ 60,00. Logo após, promoveu uma venda de 1.500 unidades à vista, por $ 150.000,00, numa operação isenta de tributação. O comprador, todavia, mostrando-se insatisfeito com a transação, devolveu 20% da compra e ainda conseguiu obter um abatimento de 10% no preço. Feita a renegociação e refeitos os registros cabíveis, a empresa mantém um estoque de mercadorias, conforme o contido na alternativa A) 500 unidades a $ 54,00 = $ 27.000,00. B) 500 unidades a $ 60,00 = $ 30.000,00. C) 650 unidades a $ 60,00 = $ 39.000,00. D) 800 unidades a $ 54,00 = $ 43.200,00. E) 800 unidades a $ 60,00 = $ 48.000,00.

55. A Democratas S.A. apresenta os seguintes saldos contábeis em seu
balancete: estoque inicial $ 2.400,00; compras $ 3.000,00; devolução de vendas $ 200,00; estoque final $ 2.800,00; devolução de compras $ 400,00; vendas $ 3.200,00; despesas administrativas $ 80,00; despesas financeiras $ 120,00. O lucro líquido e o custo das mercadorias vendidas são respectivamente, de A) $ 200,00 e $ 2.200,00. B) $ 200,00 e $ 2.600,00.
22

C) $ 400,00 e $ 2.600,00. D) $ 600,00 e $ 2.200,00. E) $ 600,00 e $ 2.600,00. ICMS SP 2006 FCC

56. A Cia. Estrela possui as seguintes contas patrimoniais, dentre outras, com
valores em reais:Fornecedores 1.500 Provisões 13o Salário e Férias 1.200 Contas a Receber 90 dias 2.500 Empréstimos de Curto Prazo 1.500 Empréstimos a Controladas 2.500 Contas a receber por Venda de Imobilizado 2.500 Estoques 3.000 Impostos a Pagar 900 Tendo como base somente essas informações, a necessidade de capital de giro da empresa é R$ A) 1.200,00 B) 1.600,00 C) 1.900,00 D) 2.100,00 E) 2.500,00

57. Uma empresa inicia suas operações no mês de março de 2006. No final do
mês produziu 12.100 unidades, sendo que 8.500 foram acabadas e 3.600 não foram acabadas. Os custos de matéria-prima foram R$ 3.200.450,00. Os custos de mão-de-obra direta foram R$ 749.920,00 e os custos indiretos de fabricação foram R$ 624.960,00. A produção não-acabada recebeu os seguintes custos: 100% da matéria-prima, 2/3 da mão-de-obra e 3/4 dos custos indiretos de fabricação. Aplicando-se a técnica do equivalente de produção, o custo médio unitário do mês é: A) R$ 544,80 B) R$ 455,20 C) R$ 410,25 D) R$ 389,10 E) R$ 355,20 58.O valor total da produção em processo no final do mês será: A) R$ 1.125.432,00 B) R$ 1.267.980,00 C) R$ 1.380.444,00 D) R$ 1.400.760,00 E) R$ 1.525.740,00

59. Uma empresa calcula os custos de seus produtos utilizando dois métodos: o
método do custeio por absorção e o método do custeio variável. Os Estoques iniciais eram "zero", a produção do mês foi de 8.000 unidades totalmente acabadas, foram vendidas no mês 6.000 unidades. No fechamento do mês foram
23

apurados os seguintes resultados líquidos finais: Lucro de R$ 348.750,00 no custeio por absorção, e lucro de R$ 345.000,00 no custeio variável. Para atingir esses valores de resultado, a empresa manteve os custos variáveis correspondentes a 40% do preço de venda praticado. Desse modo, os valores correspondentes ao preço de venda unitário, aos custos variáveis unitários e aos custos fixos totais foram, respectivamente, em R$, A) 100,00; 40,00; 15.000,00 B) 120,00; 48,00; 14.000,00 C) 130,00; 52,00; 12.000,00 D) 125,00; 50,00; 14.000,00 E) 150,00; 52,00; 17.000,00

60. Uma Empresa, inserida em um contexto de economia inflacionária em que os
preços são sempre crescentes ao longo dos períodos, tem o movimento de seus estoques conforme os dados abaixo.

Com base nessas informações, em qual dos critérios de avaliação dos estoques o Resultado Bruto Operacional será maior? A) Média ponderada móvel. B) Último que entra primeiro que sai. C) Primeiro que entra primeiro que sai. D) Média ponderada fixa. E) Método de preço específico.

61. Uma empresa utiliza em sua contabilidade o sistema de Custo Padrão. Ao
final do mês, apurou uma variação de ociosidade de mão-de-obra direta.

24

Tomando como base as informações contidas no quadro acima, o valor da variação de ociosidade, em R$, foi A) 5.000 positiva. B) 5.000 negativa. C) 10.000 negativa. D) 15.000 negativa. E) 20.000 negativa.

62. Na terminologia de custos, são custos de conversão ou de transformação:
A) mão-de-obra direta e indireta. B) mão-de-obra direta e materiais diretos. C) mão-de-obra direta e custos indiretos de fabricação. D) matéria Prima, mão-de-obra direta e custos indiretos de fabricação. E) custos primários e custos de fabricação fixos.

63. Considere que uma empresa aloca custos departamentais aos produtos,
utilizando-se do método "Direto".

Com base nos dados contidos no quadro acima, o custo unitário, em R$, dos produtos A e B são, respectivamente, A) 120,00 e 162,50 B) 125,00 e 156,25 C) 149,00 e 126,25 D) 145,00 e 135,00 E) 150,00 e 125,00

64. A Cia. Capricórnio tem planejado para o exercício 2007 os seguintes dados
na área de produção: Horas Máquinas projetadas anual 240.000,00, mão-deobra direta unitária R$ 22,00, Gastos indiretos de fabricação anual projetado R$ 3.600.000,00, Gastos indiretos de fabricação unitário projetado de R$ 10,00. A empresa aplica Gastos indiretos de fabricação baseados nas horas máquinas. A Taxa de aplicação de gastos indiretos de fabricação para o exercício 2007 será,
25

em R$, A) 15,00 B) 17,00 C) 19,00 D) 21,50 E) 22,00

65. A Cia. Atenas utiliza duas unidades de matéria-prima para cada unidade
acabada. Ao fazer seu planejamento, para o ano fiscal de 2.006, estabelece como meta os seguintes saldos:

Se a empresa planeja produzir 400.000 unidades, no período, o número de unidades de matéria prima que deverá adquirir será: A) 1.020.000 B) 1.010.000 C) 1.000.000 D) 990.000 E) 810.000

66. A Cia. Atenas utiliza duas unidades de matéria-prima para cada unidade
acabada. Ao fazer seu planejamento, para o ano fiscal de 2.006, estabelece como meta os seguintes saldos:

Para que a empresa venda 480.000 unidades durante o ano fiscal de 2006, a quantidade de unidades que deverá produzir no decorrer desse período é: A) 440.000 B) 450.000 C) 460.000 D) 480.000 E) 520.000

67. No mês de janeiro de 2006, dos relatórios de produção da Cia. Albion foram
extraídas as seguintes informações: I. Valor dos inventários de início e final do mês (valores em R$):

II. Movimentos ocorridos no período (valores em R$):
26

III. Informações adicionais: A empresa aplica Custos indiretos de fabricação a uma taxa de 60% da Mão-de-obra direta. Os excesso ou sub-aplicação dos CIF serão apropriados no final do exercício. Custos primários no mês: A) 501.000 B) 499.000 C) 489.000 D) 201.000 E) 199.000 68.Total de custos de produção no mês de janeiro: A) 501.000 B) 665.000 C) 673.000 D) 681.000 E) 743.000 69. Custo das unidades vendidas em janeiro: A) 697.000 B) 681.000 C) 673.000 D) 657.000 E) 665.000 CONTADOR CEAL 2005 FCC

70. Uma determinada sociedade comercial sediada em São Paulo adquiriu um
lote de 100 unidades de uma mercadoria, pagando por este a importância de R$ 200 000,00 mais o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) de 10% sobre o valor da compra. O Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), incluso no preço da mercadoria, foi calculado à alíquota de 18%. Revendeu, posteriormente, 80% desse lote a terceiros por R$ 300 000,00, com incidência do ICMS sobre a operação à alíquota de 12% (interestadual). Considerando apenas essas informações e sabendo-se que o ICMS é recuperável e o IPI não, o lucro bruto auferido pela companhia nessas duas transações foi (em R$) A) 80 000,00 B) 116 000,00 C) 116 800,00 D) 120 000,00 E) 152 800,00

27

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14

B A D A C E A A D D C B B B

15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28

D D C E B D A E D C E C C D

29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42

A E D A B C B D B E D E E D

43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55 56

E D D A E D A E A B B E D C

57 58 59 60 61 62 63 64 65 66 67 68 69 70

D B A C E C E A E B A D C C

28

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->