P. 1
A Professor A e a Maleta

A Professor A e a Maleta

|Views: 1.384|Likes:
Publicado porflaviamenuzzi

More info:

Published by: flaviamenuzzi on Dec 16, 2010
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

05/31/2013

pdf

text

original

A PROFESSORA E A MALETA A professora era gorducha, a maleta também.

A Professora era jovem, a maleta era velha, meio estragada, e de um lado tinha o desenho de um garoto e uma garota de mãos dadas, vestindo igual, cabelo igual, risada igual. A professora gostava de ver a classe contente, mal entrava na aula e já ia contando uma coisa engraçada. Depois abria a maleta e escolhia o pacote do dia. Tinha pacote pequenininho, médio, grande, tinha pacote embrulhado em papel de seda, metido em saquinho de plástico, tinha pacote de tudo quanto é cor; não era à toa que a maleta ficava gorda daquele jeito. Só pela cor do pacote as crianças já sabiam o que é que ia acontecer. Pacote azul era dia de inventar brincadeira de juntar menino e menina, não ficava mais valendo aquela história mofada de menino só brinca disso, menina só brinca daquilo, meninos do lado de cá, meninas do lado de lá. Pacote cor-de-rosa era dia de aprender a cozinhar. A professora remexia no pacote, entrava e saía da classe e, de repente, pronto!Montava um fogão com bujãozinho de gás e tudo. Era um tal de experimentar receita que só vendo. Pacote vermelho era dia de viajar: saía retrato do mundo inteiro lá do fundo do pacote; espalhavam aquilo tudo pela classe; enfileiravam as carteiras para fingir de avião e de trem; quando chegavam aos retratos um ia contando pro outro tudo que sabia do lugar. Tinha um pacote cor-de-burro-quando-foge que a professora nunca chegou a abrir. Todo dia ela botava o pacote em cima da mesa. Mas na hora de abrir ficava pensando se abria ou não, e, acabava guardando o pacote de novo. Pacote verde era dia de aprender a pregar botão, botar fecho, fazer bainha na calça e na saia. Se o verde era bem forte, era dia de aprender a cortar a unha e o cabelo. Verde bem clarinho era dia de consertar sapato. E tinha um verde, que não era forte nem claro, era um verde amarelado, que as crianças adoravam: era dia da professora abrir pacote de historinhas. Cada história ótima. E tinha um pacote branco que só servia pra professora esconder e pra turma brincar de achar. Quem achava ia pro quadro negro dar aula. No principio ninguém procurava direito: coisa mais chata dar aula!E aula de quê? - Conta a tua vida, ué, mostra o que você sabe fazer.

com base nas atitudes da personagem. Conte: a) De que cor era? b) O que ele continha? c) O que a classe fazia? . a) Quais são elas? b) Essas características são físicas ou interiores? 2-O narrador apresenta a maleta como fazendo parte da própria personagem. é possível identificar uma característica interior. a) Em que a maleta e a professora são iguais? b) Em que elas são diferentes? 3-No segundo parágrafo.Perguntas sobre o texto: 1-No Primeiro parágrafo o narrador apresenta duas características da personagem. Qual é essa característica? 4-Invente um pacote.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->