Você está na página 1de 4

COLÉGIO PEDRO II - UNIDADE SÃO CRISTÓVÃO III

3ª SÉRIE – MATEMÁTICA II – PROFº WALTER TADEU


www.professorwaltertadeu.mat.br

LISTA DE PIRÂMIDES – CÁLCULO DE SEGMENTOS E ÁREAS - GABARITO

1) Classifique a pirâmide que possui: a) 6 faces b) 12 arestas c) 20 arestas


Solução. Aplicando os conhecimentos de poliedros e o fato de que só há um vértice fora da base
da pirâmide, temos:
a) A pirâmide com seis faces possui 1 base e 5 laterais. Cada face lateral é um triângulo com um
dos lados sendo a aresta da base. Como há cinco triângulos laterais, a base possui cinco arestas.
Logo, a pirâmide é pentagonal.
b) Sejam “x” o número de arestas que chegam ao vértice e “y” o número de arestas que chegam a
cada vértice da base. O valor de “y” é sempre 3 pois uma aresta vem do vértice e as outras duas
virão das arestas adjacentes na base. Como cada aresta que chega no vértice vem de um vértice da
base, conclui-se que há “x” vértices na base e conseqüentemente a base possui “x” arestas. Logo,

1.( x ) + x.( 3) 24
12 =
2
⇒24 = x +3 x ⇒x =
4
=6 . A base possui 6 arestas e a pirâmide é hexagonal.

1.( x ) + x.( 3) 40
c) Com o mesmo raciocínio utilizado em (b), temos: 20 =
2
⇒40 = x +3 x ⇒x =
4
=10 .A

pirâmide possui 10 arestas na base. É decagonal.

2) Calcular a área lateral de uma pirâmide quadrangular regular cujo apótema é 8m sabendo que o
apótema da base mede 6m.
Solução. A área lateral será o quádruplo da área de um dos triângulos cuja base
vale 12m (dobro do apótema) e altura 8m (apótema da pirâmide). Aplicando a

12 ×8  96
fórmula, temos: Al = 4.  = 4. =192 m 2 .
 2  2

3) Calcular a área total de uma pirâmide triangular regular de apótema de 12m sabendo que o raio da
5 3
circunferência circunscrita à base é m.
3
Solução. O lado do triângulo eqüilátero inscrito na

circunferência é dado pela relação l 3 =r . 3 . Logo a aresta do

5 3
triângulo vale l3 =
3
. 3 = 5m . A área da base da pirâmide

2
l 3 . 3 5 2. 3 25 . 3 2
triangular vale Ab = = = m . A área lateral será o triplo da área de um triângulo
4 4 4
b.h  5 ×12 
da face de base 5m e altura 12m: Al =3.  =3.  =3.(30 ) =90 m . A área total ser a soma
2

 2   2 

25 3
das áreas da base e lateral: AT = Ab +Al =
4
+90 ≅100 ,82 m 2 .

2
4) (ITA-1958) A base de uma pirâmide tem 225m2. A de uma aresta, a partir do vértice, corta-se a
3
pirâmide por um plano paralelo à base. Calcular a área da secção plana determinada.
Solução. A secção determinada pelo corte é a área “b” da base
menor. Repare que essa situação independe do número de lados da
base da pirâmide. A dimensão da aresta é unidimensional e da área é
bidimensional. O corte paralelo cria duas pirâmides semelhantes e

b (2l / 3) 2
estabelece-se a relação = onde o numerador do 2º
B l2

membro é o quadrado da aresta lateral da pirâmide menor e o denominador, o quadrado da


pirâmide maior. “B” é a área da base maior de valor 225m2. Temos:

b (2l / 3) 2 b 4l 2 / 9 4 × 225
= 2
⇒ = ⇒b = = 4 × 25 = 100 m 2 .
B l 225 l2 9

5) Uma pirâmide regular quadrangular tem apótema igual a 9 cm. Sendo o lado da base de 4 cm, calcule:
a) área da base
b) a área lateral
c) a área da pirâmide
Solução. A base de da pirâmide é um quadrado e as faces laterais, triângulos
isósceles.
a) Área da base: Ab =a 2 =( 4) 2 =16 m 2

b.h   4 ×9 
b) Área lateral: Al = 4.  = 4.  = 4.(18 ) =72 m
2

 2   2 

c) Área da Pirâmide: AT =Ab +Al =16 +72 =88 m 2

6) Ache a área total de uma pirâmide cuja altura é de 12 cm e cuja base é quadrada, com 10 cm de lado.
Solução. Para calcular a área lateral é necessário calcular o apótema (g) da pirâmide. Aplicando
Pitágoras, vem g 2
=
12 2
+52 =
14
4 +2
5 ⇒g =1
69 =
13 c
m
.

i) Área da base: Ab =a 2 =(10 ) 2 =100 cm 2

b.h  10 ×13 


ii) Área lateral: Al =4.  =4.  =2.(130 ) =260 2
cm
 2   2 

iii) Área total: AT =Ab +Al =100 +260 =360 cm 2

7) Calcule a área lateral de uma pirâmide quadrangular regular e 8 cm de altura cuja base está inscrita
numa circunferência de 6 2 cm de raio.
Solução. O lado do quadrado inscrito é dado pela relação l 4 =r . 2 .

Logo a aresta da base vale l4 =r. 2 =6 2. 2 =1


2 cm . O apótema da
base é a metade do lado. Calculamos o apótema da pirâmide no triângulo
retângulo formado pela altura (8) e o apótema da base (6): g 2
=82 +62 =
10
0 ⇒g =1
00 =
10 c
m
. A

b.h  12 ×10 


área lateral é o quádruplo de uma face: Al =4.  =4.  =2.(120 ) =240 .
2
cm
 2   2 

8) Numa pirâmide regular, as alturas da face (relativamente ao lado da base) medem 0,48 e o lado da
base mede 0,28. Calcule a aresta lateral.
Solução. Independentemente da natureza da pirâmide, a relação entre a aresta
lateral e a aresta da base, envolve o apótema (g) da pirâmide, que é a altura da
face e divide-a ao meio, já que é um triângulo isósceles. Aplicando Pitágoras na

área cinza, temos: l2 =(0,48 )2 +(0,14 )2 = 5 ⇒


0, 2 l = 0, 2
5 =0,5 .

9) Determinar a medida da aresta de uma tetraedro regular sabendo que sua superfície total mede 9 3
cm2.
Solução. O tetraedro regular é uma pirâmide triangular onde todas as arestas são iguais. A área
total é o quádruplo da área de uma face que é um triângulo eqüilátero. Igualando à medida indicada,

  l2 3  2
 AT = 4.  = l 3 2
  4  ⇒ l 3 = 9 3 ⇒ l = 9 ⇒ l = 9 = 3c m .
2
temos:


 AT = 9 3
10) Determinar a medida da aresta de um tetraedro regular, sabendo que, aumentada de 4m, sua área
aumenta de 40 3 m2.
Solução. Utilizando o resultado do problema anterior e a informação do enunciado, temos:

 AT = l 2 3 24
 ⇒ l 3 + 4 30 = l 3 + 8l 3 + 1 36 ⇒ 4 − 10 = 68l ⇒ l = = 3m
2 2
.

 AT + 4 30 = (l + 4) 3
2 8
11) Calcular a aresta da base de uma pirâmide regular sabendo que o apótema da pirâmide mede 6 cm e
a aresta lateral 10 cm.
Solução. Considerando a metade da aresta e aplicando Pitágoras na área
cinza, temos:
2
a 
10 2 = ( 6 ) +   ⇒a 2 = 400 −144 ⇒a 2 = 256 ⇒a = .
2
256 =16 cm
2 

12) Calcular a área lateral e a área total de uma pirâmide quadrangular regular
sendo 7m a medida do seu apótema e 8m o perímetro da base.
Solução. Se o perímetro da base vale 8m, então a aresta mede 8 ÷ 4 = 2m. Temos:
i) Área da base: Ab =a 2 =( 2) 2 =4 m 2
b.h   2 ×7 
ii) Área lateral: Al =4.  = 4.  =2.(14 ) =28 m
2

 2   2 

iii) Área total: AT =Ab +Al =4 +28 =32 m 2

13) (UFAL) Numa pirâmide quadrangular regular com 3dm de altura, a aresta da base mede 2 3dm .
Calcule a área lateral dessa pirâmide em dm2.
2
2 3 
Solução. Cálculo do apótema (g): g 2 =3 2 +
 2
 =9 +3 ⇒g = 12 dm
 .
 

Área lateral:
b.h 
Al =4.
2
=4.

3 × 12 
(
=2. 2
 36 ) =24 dm 2

 2   2 

14) Um tetraedro regular tem aresta a = 4cm. Calcule o apótema da pirâmide e a área total.
Solução. O apótema da pirâmide é a altura do triângulo eqüilátero da face. Como a = 4cm, temos:
l 3 4 3
a) Apótema da pirâmide: g =
2
=
2
=2 3cm .

l 2 3 
b) AT = 4. 3  = l 32 3 ⇒AT = ( 4) 2 3 =16 3cm 2 .
 4 
 

15) Sendo 192m2 a área total de uma pirâmide quadrangular regular e 3 2m o raio do círculo inscrito na
base, calcule a altura da pirâmide.
Solução. A área total é dada pela soma das áreas da base e a lateral. O raio do círculo inscrito vale
a metade da medida da aresta da base. Igualando as
informações, temos:

Ab = l 42 = (6 2 ) 2 = (36 ). 2 = 72 m 2
 6 2 .g 
Al = 4. 
 2  =12 g 2
 
192 − 72 10 . 2
AT = Ab + Al ⇒192 = 72 +12 g 2 ⇒ g = = =5 2
12 2 2. 2

Calculando a altura: H 2
(
=5 2 )
2
(
−3 2 )
2
=0 −
5 1
8 =2 ⇒
3 H = 3
2 =4 2m .